DECRETO N DE 26 DE FEVEREIRO DE 1999

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DECRETO N 17349 DE 26 DE FEVEREIRO DE 1999"

Transcrição

1 DECRETO N DE 26 DE FEVEREIRO DE 1999 Regulamenta a Lei nº 2582, de 28 de outubro de 1997, que instituiu o Serviço de Transporte Coletivo de Passageiros sob o regime de fretamento e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, e tendo em vista o que consta do processo administrativo n 03/ /97, DECRETA: Art. 1 O serviço de transporte coletivo de passageiros sob regime de fretamento, executado por veículos camionetas utilitárias do tipo "VAN", ÔNIBUS ou MICROCÔNIBUS e/ou SIMILARES, será prestado por profissionais autônomos reunidos ou não em cooperativas ou pessoas jurídicas, constituídas na forma da legislação vigente, inscritas na Secretaria Municipal de Fazenda e registradas na Superintendência Municipal de Transportes Urbanos - SMTU, obedecidas as normas da Lei n 2.582, de 28 de outubro de 19587, as exigê ncias deste Decreto, as normas complementares a serem estabelecidas, bem como a legislação federal ou estadual aplicável. Art. 2 O transporte coletivo de passageiros sob o regime de fretamento é um serviço contratado entre o usuário e o operador, cujos horários, itinerários e preços são livremente convencionados pelos contratantes, respeitado o disposto no Código Nacional de Trânsito e na legislação complementar. Art. 3 Os operadores do transporte coletivo de passageir os sob o regime de fretamento deverão manter sob sua guarda, disponível para exibir a qualquer momento à fiscalização da SMTU, uma cópia de cada contrato de transporte que tenha firmado, discriminando o serviço contratado, quando exigível. Parágrafo único. Ficam vedados, expressamente, o embarque e o desembarque de passageiros no curso da mesma viagem, ou seja, quando os embarques forem efetuados no curso da viagem, o desembarque deverá ser feito em conjunto, num único 1

2 local, ou vice-versa. Art. 4 O serviço de transporte coletivo de passageiros a frete de que trata o presente Decreto será prestado mediante autorização expedida pela SMTU, a título precário e revogável, nos termos do que dispõem o inciso IV, parágrafo único do art. 1, e o parágrafo único, art. 6 da Lei n /97. Parágrafo único. Os demais serviços de transporte coletivo regular, quer convencional, quer especial, serão delegados mediante outorga de permissão, subordinada à prévia e necessária licitação, nos termos do disposto no art. 175 da Constituição da República e na Lei n 2.582/97, em seus arts 1 e 11. Art. 5 O serviço instituído através da Lei n 2.582/97 objetiva satisfazer às necessidades de: I - pessoas portadoras de deficiência física; II - grupos de turistas; III - grupos de pessoas que se destinam a eventos ou empresas de qualquer natureza, desde que transportados porta a porta; IV - fretamento mediante contrato que determine, entre outros, origem e destino do serviço prestado. Art. 6 O serviço instituído pela Lei n 2.582/97 não exclui a permanência e o contínuo aperfeiçoamento técnico e operacional dos outros serviços integrantes do Sistema Municipal de Transporte de Passageiros, em proteção dos interesses dos usuários e do interesse coletivo de maior fluidez e trafegabilidade viária, dentre aqueles: I - serviço de transporte de passageiros por ônibus urbano, ônibus rodoviário e microônibus; II - serviço de transporte de passageiros em veículos de aluguel a taxímetro; III - serviço de transporte de escolares; IV - serviço de transporte complementar ("cabritinho"). Art. 7 Para se habilitar à operação da modalidade de transporte referido no art. 1 e para credenciamento de cooperativas, os interessados deverão apresentar os seguintes documentos, além de outros que poderão ser exigidos a qualquer tempo pela SMTU: I - Empresas (Habilitação) 2

3 a) atos constitutivos e suas alterações devidamente registrados no órgão competente, com objetivo social de transporte de passageiros; b) prova de propriedade ou posse legal do(s) veículo(s) apto(s) a operar o serviço; c) prova de que dispõe de terreno e edificação com área suficiente, a ser definida pela SMTU, para guarda e manutenção dos veículos, através de título de propriedade, posse, locação ou outra forma legal de uso do imóvel, no Município do Rio de Janeiro; d) CGC; e) alvará de localização da sede e local de guarda; f) dezesseis fotos-padrão do veículo, tamanho postal, para aprovação do "lay-out", com logotipo da empresa, sendo quatro da frente, quatro da traseira, quatro da lateral esquerda e quatro da lateral direita; g) Inscrição Municipal; h) apresentar à SMTU prova de ter integralizado o capital social com valor não inferior a 50% (cinqüenta por cento) do valor atual da frota, apurado no mês de início do exercício contábil da empresa; i) dispor de pessoal próprio especializado e de estoque de peças suficiente à boa manutenção dos veículos, quando a frota for superior a dez veículos; j) um original do logotipo da empresa. II - Cooperativas (Credenciamento) a) ata de constituição da cooperativa, acompanhada do estatuto social, devidamente registrados no(s) órgão(s) competente(s); b) alvará de localização da sede; c) CGC; d) inscrição municipal; e) dezesseis fotos-padrão do veículo, tamanho postal, para aprovação do "lay-out", com logotipo da cooperativa, sendo quatro de frente, quatro da traseira, quatro da lateral esquerda e quatro da lateral direita; f) um original do logotipo da cooperativa. III - Profissionais Autônomos (Habilitação) a) carteira de identidade; b) CIC; 3

4 c) carteira nacional de habilitação na categoria de transporte de passageiros, conforme exigido pela legislação de trânsito; d) prova de propriedade ou posse legal do veículo apto a operar o serviço; e) comprovante de residência; f) prova de que dispõe de local de guarda para o veículo, através de título de propriedade, posse, locação ou outra forma legal de uso, no Município do Rio de Janeiro. Art. 8 Para operar o serviço, os veículos deverão ter ca pacidade mínima de sete passageiros, acomodados em assentos, incluindo o motorista, e deverão atender, pelo menos ao seguinte: I - idade máxima de três anos para entrar no serviço, contada do ano de fabricação; II - idade máxima de sete anos para operar o serviço, contada do ano de fabricação; III - registro no Departamento de Trânsito do Estado - DETRAN, na categoria de transporte de passageiros; IV - vistoria anual da SMTU; V - seguro obrigatório; VI - seguro contra danos pessoais por passageiro transportado e danos materiais no valor mínimo de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por pessoa atingida, transportada ou não, e no mínimo R$ ,00 (vinte e cinco mil reais) por danos materiais, seja qual for a classe de veículo utilizada; VII - caracterização externa de acordo com as normas editadas pelo Poder Municipal. Art. 9 Fica obrigatório que os veículos sejam dotados de pelo menos uma janela com saída de emergência, quando tenham capacidade superior a doze passageiros. Parágrafo único. A obrigatoriedade de que trata o "caput" será aplicada às novas autorizações concedidas e às permutas de veículos dos atuais autorizatários a partir de dois anos da data de publicação da Lei n 2.582/97. Art. 10. Ficará cassada a autorização nas seguintes hipóteses: I - caso o veículo seja conduzido por pessoa não habilitada na forma da legislação vigente; II - por descumprimento de qualquer outro dispositivo previsto na Lei n 2.582/97, bem como no presente regulamento e demais normas que vierem a ser editadas. 4

5 Art. 11. O veículo devidamente registrado e vistoriado receberá um selo que deverá ser colado no pára-brisa dianteiro, em local de fácil visualização. Art. 12. A SMTU somente poderá registrar um veículo para cada cooperativado que faça prova de sua propriedade ou posse legal. Parágrafo único. Além do autorizatário, será admitido o cadastramento de dois motoristas auxiliares por veículo, cujas credenciais, emitidas pela SMTU, deverão estar expostas no interior do veículo, em local de fácil visualização, para identificação do condutor pelos usuários. Art. 13. As obrigações relativas ao serviço de transporte coletivo de passageiros na modalidade de fretamento são as fixadas no Código Disciplinar do Serviço - ANEXO ÚNICO do presente Decreto. Art. 14. A infração às disposições do presente Regulamento sujeitará o infrator às seguintes penalidades: I - multa; II - lacre; III - reboque; IV- suspensão, e V- cassação. Art. 15. O pagamento de multa não exime o infrator do cumprimento das exigências legais ou regulamentares que a tiverem determinado. Parágrafo único. A multa será calculada pelo valor da UFIR, ou por outra unidade fiscal que venha a substituí-la, atualizada até a data do pagamento. Art. 16. A autuação repetida por um mesmo infrator e com base no descumprimento da mesma obrigação, caracteriza a reincidência na infração. Art. 17. Das infrações, lavrar-se-ão os competentes autos, e as penalidades serão aplicadas pela Fiscalização da SMTU, exceto a cassação, que é da alçada do Secretário Municipal de Trânsito. Art. 18. Das autuações, caberão recursos, quanto a multas, apreensões e suspensões, ao Presidente da SMTU; quanto a cassações, ao Secretário Municipal de Trânsito. Parágrafo único. O prazo para apresentação dos recursos é de dez dias, contados a partir do recebimento da notificação pelo infrator, nas condições estabelecidas pelo Decreto n , de 10 de setembro de

6 Art. 19. A suspensão poderá ser aplicada isoladamente ou cumulativamente com as sanções pecuniárias, a critério da SMTU, conforme as características que envolveram os fatos. Art. 20. As penalidades serão aplicadas em correspondência com os grupos apropriados conforme a seguinte tabela: TABELA DE PENALIDADE DE INFRAÇÕES - VALORES EM UFIR Grupo Sanções 1ª Reincidência 2ª Reincidência 3ª Reincidência A Cassação da autorização A2 Suspensão da Suspensão da Suspensão da Cassação da autorização autorização por autorização por autorização 10 dias 20 dias A3 9,53 19,06 38,12 76,24 A4 4,51 9,02 18,05 36,11 E1 376,20 752, ,80 cassação da autorização E2 250,80 501, , ,40 E3 125,40 250,80 501, ,20 E4 62,70 125,40 250,80 501,60 E5 43,89 62,70 125,40 250,80 E6 21,81 43,63 87,27 174,55 6

7 Art. 21. A Secretaria Municipal de Trânsito e a SMTU estabelecerão normas complementares para operação do serviço da categoria de transporte de fretamento, respeitadas as demais normas pertinentes. Art. 22. Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente o Decreto "N" n , de 11 de junho de 1996, e o Decreto "N" n , de 26 de junho de Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de º de Fundação da Cidade LUIZ PAULO FERNANDEZ CONDE D.O. RIO ANEXO ÚNICO CÓDIGO DISCIPLINAR DO SERVIÇO DE TRANSPORTE A FRETE DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO 1 - Das Infrações Administrativas: 1.1- execução de transporte a frete sem o devido termo de autorização da SMTU, por veículo utilizado dificultar o acesso dos servidores da SMTU, que estiverem em funções de fiscalização, aos veículos, às dependências da empresa ou cooperativa, aos documentos de controle operacional, inclusive qualquer ação ou omissão que implique embaraço, dificuldade ou impedimento à ação fiscalizadora entrega de veículo a terceiros sem prévia autorização da SMTU, por veículo utilizado não atender a ofícios, intimações e comunicações expedidas pela Superintendência Municipal de Transportes Urbanos - SMTU - na forma e nos prazos determinados 7

8 1.5 - não apresentação dos veículos para vistoria ordinária ou extraordinária nas datas determinadas pela SMTU, por veículo não apresentado GRUPO -E não registrar na SMTU contrato, por documento GRUPO-A não portar documentação obrigatória na operação do serviço desautorizar a fiscalização do Órgão Municipal competente GRUPO-E manter em sua frota veículos com idade superior à determinada pela legislação, por veículo manter no serviço de transporte a frete, cooperar ou facilitar a operação de veículo agregado, ou de sua propriedade, não registrado na Superintendência Municipal de Transportes Urbanos GRUPO-E romper lacre imposto pela SMTU recolocar o veículo em tráfego sem a prévia liberação da SMTU GRUPO-E Das Infrações Operacionais: operação de contrato suspenso nos termos da legislação vigente alteração das características aprovadas para o veículo falta ou insuficiência de iluminação interna GRUPO-E mau estado dos bancos, seja por estofamento rasgado, molejo sem efeito ou partes quebradas (penalidade cumulativa) GRUPO-E mau funcionamento das janelas GRUPO-E mau funcionamento ou inoperância dos dispositivos de segurança GRUPO-E-5 8

9 2.7 - motor com isolamento termo acústico insuficiente ou inoperante mau funcionamento das portas GRUPO-E falta de vidros ou vidros quebrados GRUPO-E falta de limpeza interna e/ou externa GRUPO-E mau estado de carroceria GRUPO-E mau estado de pintura GRUPO-E falta ou inatividade de motor de arranque. GRUPO-E falta ou insuficiência de freio GRUPO-E feixe de molas danificado falta ou inatividade do amortecedor GRUPO-E falta de barra estabilizadora GRUPO-E pneumáticos sem friso GRUPO-E-2 9

DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011*

DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011* DECRETO N.º 42.868 DE 28 DE FEVEREIRO DE 2011* (*publicado em 1 de março de 2011) ALTERA OS CAPÍTULOS XVI, XVII, XVIII E XIX DO REGULAMENTO DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE PASSAGEIROS, APROVADO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO

CÂMARA MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO DESPACHO 2007 N O PROJETO DE LEI Nº 1310/2007 INSTITUI O SERVIÇO E COLETA DE PEQUENAS CARGAS, MEDIANTE UTILIZAÇÃO DE MOTOCICLETAS, NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO, DENOMINADO MOTO-FRETE, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos;

I - Apresentar Carteira Nacional de Habilitação, categoria A, em validade, expedida há pelo menos dois anos; CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 10 - O presente regulamento dispõe sobre o serviço de transporte de carga, na modalidade denominada motoentrega, consiste no serviço de entrega e coleta de

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS PROCESSO Nº 1544/04 - PROJETO DE LEI Nº 187 INTERESSADO: Vereador Edson Antonio Fermiano ASSUNTO: Dispõe sobre os serviços de transporte coletivo escolar e dá outras providências. -0- Senhor Presidente

Leia mais

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001

Estado de Mato Grosso do Sul A Pequena Cativante LEIN 1.195/2001 LEIN 1.195/2001 Institui o Serviço de Transporte Individual de Passageiros em Motocicletas de aluguel (Mototáxi) O Prefeito Municipal de Rio Brilhante, Estado de Mato Grosso do Sul, faz saber que a Câmara

Leia mais

Resolução nº 260 RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004.

Resolução nº 260 RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004. RESOLUÇÃO Nº 260-ANTAQ, DE 27 DE JULHO DE 2004. APROVA A NORMA PARA A CONCESSÃO DE BENEFÍCIO AOS IDOSOS NO TRANSPORTE AQUAVIÁRIO INTERESTADUAL DE PASSAGEIROS. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...)

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N... Ano...) LEI Nº 506, DE 2 DE DEZEMBRO DE 1999. (D.O.E. 07.12.1999 - N.... Ano...) DISPÕE SOBRE O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS ATRAVÉS DE TÁXI. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANAUS no uso das atribuições que lhe

Leia mais

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001;

CONSIDERANDO o disposto no art. 14-A e no inciso IV do art. 26 da Lei nº 10.233, de 05 de junho de 2001; RESOLUÇÃO ANTT Nº 1.737, de 21/11/2006 Estabelece procedimentos de registro e fiscalização, institui infrações e sanções referentes ao Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga - RNTRC,

Leia mais

L E I n º 5 3 9 / 2 0 1 2 d e 0 6 d e j u l h o d e 2 0 1 2.

L E I n º 5 3 9 / 2 0 1 2 d e 0 6 d e j u l h o d e 2 0 1 2. L E I n º 5 3 9 / 2 0 1 2 d e 0 6 d e j u l h o d e 2 0 1 2. Disciplina o serviço de transporte de passageiros em veículos de aluguel (táxi). A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE ITAQUIRAÍ, ESTADO DE MATO GROSSO

Leia mais

LEI Nº 124/95. A CÂMARA MUNICIPAL DE PINHAIS, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 124/95. A CÂMARA MUNICIPAL DE PINHAIS, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: Alterado pela Lei 495/01, 656/04 e 782/07. LEI Nº 124/95 Dispõe sobre o serviço de transporte de passageiros em veiculos automóveis de aluguel - táxi, e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE PINHAIS,

Leia mais

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1

LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 LEI Nº 12.006, DE 29 DE JULHO DE 2009 1 Acrescenta artigos à Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para estabelecer mecanismos para a veiculação de mensagens

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 25/2015 CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES

PROJETO DE LEI Nº 25/2015 CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES PROJETO DE LEI Nº 25/2015 ESTABELECE NORMAS GERAIS PARA O SERVIÇO DE INTERESSE PÚBLICO DE TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS EM VEÍCULO DE ALUGUEL- TÁXI NO MUNICÍPIO DE RESTINGA SÊCA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO

Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO Guia para contratação de Transporte Intermunicipal de Passageiros sob regime de FRETAMENTO 100 95 75 25 5 0 Introdução A Artesp tem a finalidade de regulamentar e fiscalizar todas as modalidades de serviços

Leia mais

Resolução nº 194 RESOLUÇÃO Nº 194-ANTAQ, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2004.

Resolução nº 194 RESOLUÇÃO Nº 194-ANTAQ, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2004. RESOLUÇÃO Nº 194-ANTAQ, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2004. APROVA A NORMA PARA A HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO OPERACIONAL ENTRE EMPRESAS BRASILEIRAS E ESTRANGEIRAS DE NAVEGAÇÃO PARA TROCA DE ESPAÇOS NO TRANSPORTE MARÍTIMO

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012.

LEI MUNICIPAL Nº 4.688, DE 07 DE DEZEMBRO DE 2012. -Disciplina o exercício das atividades dos profissionais de moto-táxi, dispondo sobre regras de segurança na prestação de serviços de transporte remunerado em motocicletas, no município de Tatuí e dá outras

Leia mais

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013.

DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. DECRETO N.º 3.952, DE 02 DE OUTUBRO DE 2013. Disciplina a liberação, o cancelamento e a baixa de Alvará de Localização e Funcionamento no município de Erechim. O Prefeito Municipal de Erechim, Estado do

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O REGISTRO NO FRETAMENTO RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS (Decreto n.º 29.912, de 12/05/89, alterado pelos Decretos nº. 31.105, de 27/12/89 e

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DECRETA:

CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DECRETA: PROJETO DE LEI Nº. 243/2015 Dispõe sobre regulamentação do atendimento ao serviço de Transporte Individual de Passageiros, Táxi, em casos de solicitação por aplicativo (APP) ou internet, no Município de

Leia mais

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza

Estado do Mato Grosso Prefeitura Municipal de Colniza Lei n.º 091-B/2002. Súmula: REGULAMENTA, DISCIPLINA O TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS EM MOTOCICLETAS DE ALUGUEL MOTO-TÁXI E DETERMINA A LOCALIZAÇÃO DOS PONTOS, BEM COMO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS Eu,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTES DEPARTAMENTO DE TRANSPORTES RODOVIÁRIOS PORTARIA DETRO/PRES N 1033 DE 16 DE MARÇO DE 2 011 Complementa as disposições contidas nos

Leia mais

Ministério da Indústria e do Comércio EMPRESA BRASILEIRA DE TURISMO DECRETO Nº 84.910, DE 15 DE JULHO DE 1980

Ministério da Indústria e do Comércio EMPRESA BRASILEIRA DE TURISMO DECRETO Nº 84.910, DE 15 DE JULHO DE 1980 EMBRATUR - LEGISLAÇÃO BRASILEIRA DE TURISMO DEC 84.910/80 1 Ministério da Indústria e do Comércio EMPRESA BRASILEIRA DE TURISMO DECRETO Nº 84.910, DE 15 DE JULHO DE 1980 Regulamenta dispositivos da Lei

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2004

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2004 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2004 Dispõe sobre a prestação de serviço público de transporte individual de passageiros por meio de motocicletas e veículos congêneres de aluguel, denominado moto-táxi.

Leia mais

PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE:

PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE: PORTARIA Nº 68, DE 13 DE MARÇO DE 2012 RESOLVE: O PRESIDENTE DA AGÊNCIA MUNICIPAL DE TRÂNSITO, TRANSPORTES E MOBILIDADE, no uso de suas atribuições legais conferidas pela Lei Complementar n 183, de 19

Leia mais

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009.

Gabinete do Prefeito Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Lei nº 120/2009 de 27 de fevereiro de 2009. Dispõe sobre a utilização de motocicletas no transporte de passageiros no município de Nortelândia, e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal,

Leia mais

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009.

DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. DECRETO Nº 30.090, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2009. Regulamenta o Capítulo VII da Lei nº 4.257, de 02 de dezembro de 2008 e dá outras providências. O GOVERNADOR DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que

Leia mais

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997.

LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. LEI Nº 9.503, DE 23 DE SETEMBRO DE 1997. CAPÍTULOXV DAS INFRAÇÕES Art. 161. Constitui infração de trânsito a inobservância de qualquer preceito deste Código, da legislação complementar ou das resoluções

Leia mais

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009

DECRETO Nº. 2.469 DE 23 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o procedimento de fiscalização para fins de SUSPENSÃO e CANCELAMENTO de Alvará de Funcionamento e INTERDIÇÃO em estabelecimentos empresariais e dá outras providências. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O REGISTRO NO FRETAMENTO RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS (Decreto n.º 29.912, de 12/05/89, alterado pelos Decretos nº. 31.105, de 27/12/89 e

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências.

LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007. Estabelece normas especiais para funcionamento de bares e similares e dá outras providências. ANTEPROJETO DE LEI ORDINÁRIA MUNICIPAL PARA ESTABELECIMENTO DE NORMAS ESPECIAIS PARA FUNCIONAMENTO DE BARES E SIMILARES NA REGIÃO DO ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL LEI MUNICIPAL Nº..., de... de... de 2007

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel)

PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.799, DE 2011 (Do Sr. Heuler Cruvinel) Altera a Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para tornar obrigatória a presença de monitor

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 ALTERADA PELA IN MPA Nº 16/2013 INSTRUÇÃO NORMATIVA MPA N 06, DE 19 DE MAIO DE 2011 Dispõe sobre o Registro e a Licença de Aquicultor, para o Registro Geral da Atividade Pesqueira - RGP. A MINISTRA DE

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSSUNTOS JURÍDICOS DECRETO N o 525, DE 11 DE JULHO DE 2013. Regulamenta a utilização de veículos oficiais pela administração direta e indireta do Município de Palmas. O PREFEITO DE PALMAS, no uso de suas atribuições que

Leia mais

DEPARTAMENTO DA POLÍCIA FEDERAL PORTARIA Nº 1.129, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1995

DEPARTAMENTO DA POLÍCIA FEDERAL PORTARIA Nº 1.129, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1995 DEPARTAMENTO DA POLÍCIA FEDERAL PORTARIA Nº 1.129, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1995 O Diretor do Departamento de Polícia Federal, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo ítem III, do Artigo 30 do Regimento

Leia mais

LEI Nº 3.790 O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE,

LEI Nº 3.790 O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, LEI Nº 3.790 Estabelece normas para a exploração de serviços de táxis e dá outras Providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, seguinte Lei: Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciono

Leia mais

Prefeitura do Município de Carapicuiba

Prefeitura do Município de Carapicuiba DECRETO Nº 4.337, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2.014. Dispõe sobre as rotinas e procedimentos de gerenciamento, controle e uso da frota de veículos da Administração Direta e Indireta do Município de Carapicuíba.

Leia mais

DECRETO Nº 11.551 ----------------------------

DECRETO Nº 11.551 ---------------------------- Volta Redonda Sede do Governo do antigo Povoado de Santo Antônio, inicialmente Distrito de Paz, emancipada aos 17 dias do mês de Julho de 1954, berço da Siderurgia no Brasil. Dispõe sobre a instituição

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI COMPLEMENTAR N. 298, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Altera a Lei Complementar n. 114, de 30 de dezembro de 2002, que Dispõe acerca do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores - IPVA. O GOVERNADOR

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção)

PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção) *C0049990A* C0049990A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.966, DE 2014 (Do Sr. Valmir Assunção) Acrescenta artigo 140-A à Lei 9.503, de 1997, para instituir o Programa CNH- Social. DESPACHO: APENSE-SE

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME]

ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] ANEXO À RESOLUÇÃO Nº 330, DE 1º DE JULHO DE 2014. TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] TERMO DE AUTORIZAÇÃO PARA EXPLORAÇÃO DO AERÓDROMO CIVIL PÚBLICO [NOME] LOCALIZADO

Leia mais

LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987

LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987 LEI N.º 10.348 DE 4 DE SETEMBRO DE 1987 Dispõe sobre instalação e funcionamento de elevadores e outros aparelhos de transporte, e dá outras providências. Jânio da Silva Quadros, Prefeito do Município de

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade.

RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. RESOLUÇÃO CFC N.º 1.389/12 Dispõe sobre o Registro Profissional dos Contadores e Técnicos em Contabilidade. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE:

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 333 DISPOSIÇÕES GERAIS

LEI COMPLEMENTAR Nº 333 DISPOSIÇÕES GERAIS DISPÕE SOBRE A INSTALAÇÃO, CONSERVAÇÃO E FUNCIONAMENTO DE ELEVADORES E APARELHOS DE TRANSPORTE AFINS, REGULAMENTA A HABITAÇÃO DAS EMPRESAS PRESTADORAS DESSES SERVIÇOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI COMPLEMENTAR

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES no uso de suas atribuições legais:

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE TRANSPORTES no uso de suas atribuições legais: PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE TRANSPORTES RESOLUÇÃO SMTR N o 2545 RIO DE JANEIRO, 20 DE FEVEREIRO DE 2015 ESTABELECE NORMAS RELATIVAS À VISTORIA DOS VEÍCULOS DE ALUGUEL

Leia mais

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014

PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 PORTARIA DETRAN Nº 1.310, DE 1 DE AGOSTO DE 2014 A Diretora Vice Presidente, respondendo pelo expediente da Presidência do Departamento Estadual de Trânsito - DETRAN-SP, considerando as disposições dos

Leia mais

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015)

Quadro comparativo da Medida Provisória nº 673, de 2015 (Projeto de Lei de Conversão nº 8, de 2015) ( 2015) 1 Art. 24. Compete aos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Municípios, no âmbito de sua circunscrição: Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997 - Código de Trânsito Brasileiro,

Leia mais

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS

IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS IT - 34 CREDENCIAMENTO DE EMPRESAS E RESPONSÁVEIS TÉCNICOS SUMÁRIO APÊNDICES 1 - Objetivo A - Solicitação de Cadastro de Pessoa Jurídica 2 - Referências normativas B - Solicitação de Cadastro de Pessoa

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /EXECUTIVO CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES CAPÍTULO II DAS NORMAS GERAIS. Seção I Da Competência

PROJETO DE LEI Nº /EXECUTIVO CAPÍTULO I - DOS DISPOSITIVOS PRELIMINARES CAPÍTULO II DAS NORMAS GERAIS. Seção I Da Competência PROJETO DE LEI Nº /EXECUTIVO Estabelece normas gerais para o Serviço de Interesse Público de Transporte Individual de passageiros em veículo de aluguel-táxi no Município de Santa Maria e dá outras providências.

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 6140, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2011. ALTERA OS ARTS. 54, 59, 62 E 69 DA LEI Nº 2657, DE 26 DE DEZEMBRO DE 1996, QUE DISPÕE SOBRE O IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo)

PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 4.993, DE 2013 (Do Sr. Ademir Camilo) Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre Treinamento

Leia mais

TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPITULO I DO SERVIÇO DE MOTO-TÁXI

TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPITULO I DO SERVIÇO DE MOTO-TÁXI LEI Nº 597/98 DATA: 15 de setembro de 1998. SÚMULA: Autoriza o Chefe do Poder Executivo Municipal a instituir normas para exploração dos serviços denominados Moto - Taxi, no município, e dá outras providências.

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE DECRETO Nº 29.720 DE 03 DE FEVEREIRO DE 2014

GOVERNO DE SERGIPE DECRETO Nº 29.720 DE 03 DE FEVEREIRO DE 2014 PUBLICADO NO D.O.E. Nº 26.912 DE 13.02.2014. Regulamenta a Lei nº 7.650, de 31 de maio de 2013, que dispõe sobre a comunicação eletrônica entre a Secretaria de Estado da Fazenda SEFAZ, e o sujeito passivo

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.006, DE 2015 (Do Sr. Takayama)

PROJETO DE LEI N.º 1.006, DE 2015 (Do Sr. Takayama) *C0052306A* C0052306A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.006, DE 2015 (Do Sr. Takayama) Estabelece a obrigatoriedade de que todo o transporte escolar no território nacional seja feito mediante a

Leia mais

PROJETO DE LEI N 031/2015

PROJETO DE LEI N 031/2015 PROJETO DE LEI N 031/2015 Dispõe sobre as vagas de estacionamento de veículos destinadas exclusivamente às pessoas deficientes e com dificuldade de locomoção e dá outras providências. O Vereador que o

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 7.102, DE 20 DE JUNHO DE 1983. Dispõe sobre segurança para estabelecimentos financeiros, estabelece normas para constituição

Leia mais

DECRETO Nº 951 DE 23 DE JULHO DE 2014.

DECRETO Nº 951 DE 23 DE JULHO DE 2014. DECRETO Nº 951 DE 23 DE JULHO DE 2014. Regulamenta a Lei nº 2.054 de 12 de junho de 2014 para dispor sobre o custeio de transporte, hospedagem e alimentação do colaborador eventual e do profissional técnico

Leia mais

Dispõe sobre o transporte rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração e revoga a Lei nº 6.813, de 10 de julho de 1980.

Dispõe sobre o transporte rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração e revoga a Lei nº 6.813, de 10 de julho de 1980. LEI Nº 11.442, de 05/01/2007 Dispõe sobre o transporte rodoviário de cargas por conta de terceiros e mediante remuneração e revoga a Lei nº 6.813, de 10 de julho de 1980. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço

Leia mais

ANTT - AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES DIRETORIA PROPOSTA DE RESOLUÇÃO

ANTT - AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES DIRETORIA PROPOSTA DE RESOLUÇÃO Estabelece procedimentos para o transporte de bagagens e encomendas nos ônibus utilizados nos serviços de transporte interestadual e internacional de passageiros e para a identificação de seus proprietários

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.390/12 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

Art. 4º. Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação, devendo ser regulamentada no prazo de 60 (sessenta) dias.

Art. 4º. Esta lei complementar entrará em vigor na data de sua publicação, devendo ser regulamentada no prazo de 60 (sessenta) dias. B. Passe Livre Lei Complementar do Estado de São Paulo nº 666, de 26/11/1991, regulamentada pelo Decreto Estadual n 34.753, de 01/04/92, e Resolução STM nº 101, de 28 de maio de 1992, que disciplina as

Leia mais

DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO

DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO 1 LEI Nº 1485/2014 DISPÕE SOBRE AS PERMISSÕES DE SERVIÇOS DE TRANSPORTE INDIVIDUAL DE PASSAGEIROS, ATRAVÉS DE AUTOMÓVEIS DE ALUGUEL (TÁXIS), NO MUNICÍPIO DE INHAÚMA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 12.977, DE 20 MAIO DE 2014. Vigência Regula e disciplina a atividade de desmontagem de veículos automotores terrestres; altera

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES RESOLUÇÃO CFC N.º 1.166/09 Dispõe sobre o Registro Cadastral das Organizações Contábeis. regimentais, O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e RESOLVE: CAPÍTULO I

Leia mais

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012.

*Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. *Decreto 26.200/2012: DECRETO Nº 26.200, DE 16 DE JULHO DE 2012. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR Nº 489, DE 31 DE MAIO DE 2012. O Prefeito Municipal de Chapecó, Estado de Santa Catarina,

Leia mais

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA Nº 236, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2014. Regulamenta o credenciamento de empresas de tecnologia para geração de códigos de segurança cifrados (CSC) inseridos em códigos bidimensionais de resposta rápida

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA

PREFEITURA MUNICIPAL DE BRUMADO ESTADO DA BAHIA CNPJ/MF Nº 14.105.704/0001-33 Praça Cel. Zeca Leite, nº 415 Centro CEP: 46100-000 Brumado-BA DECRETO Nº 4.496, DE 22 DE JULHO DE 2011 Regulamenta os procedimentos para Escrituração Fiscal e Recolhimento de Tributos Municipais de forma Eletrônica no Município de Brumado, e dá outras providências.

Leia mais

DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PETROLINA, no uso de suas atribuições

DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PETROLINA, no uso de suas atribuições DECRETO Nº 156, DE 20 DE JULHO DE 2012. Regulamenta o Decreto Municipal de nº 076/2005 que institui a Bilhetagem Eletrônica no Município de Petrolina-PE, bem como a Lei nº 1.123/2002 e o Decreto 90/2002,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Andorinha ESTADO DA BAHIA CNPJ N CNPJ: 16.448.870/0001 68

Prefeitura Municipal de Andorinha ESTADO DA BAHIA CNPJ N CNPJ: 16.448.870/0001 68 DECRETO N º 398/2015, DE 30 DE JULHO DE 2015. Regulamenta a utilização de veículos de transporte escolar adquiridos através do Programa Caminho da Escola e dá outras providências, com fulcro nas disposições

Leia mais

DISCIPLINA AS ATIVIDADES DE LAN HOUSES, E ESTABELECIMENTOS SEMELHANTES NO MUNICIPIO DE MONTE ALEGRE DE MINAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISCIPLINA AS ATIVIDADES DE LAN HOUSES, E ESTABELECIMENTOS SEMELHANTES NO MUNICIPIO DE MONTE ALEGRE DE MINAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. LEI Nº 2.380/2008 DISCIPLINA AS ATIVIDADES DE LAN HOUSES, E ESTABELECIMENTOS SEMELHANTES NO MUNICIPIO DE MONTE ALEGRE DE MINAS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Monte Alegre de Minas aprovou,

Leia mais

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66

MUNICÍPIO DE GUARANIAÇU Estado do Paraná CNPJ 76.208.818/0001-66 LEI N.º 809/2014 SÚMULA: Disciplina procedimentos de controle da frota e transporte municipal e da outras providências. aprovou, e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte A Câmara Municipal de Guaraniaçu,,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 7 DE 23 DE ABRIL DE 2010 Estabelece as normas para que os Municípios, Estados e o Distrito Federal

Leia mais

Autorização Especial de Trânsito AET

Autorização Especial de Trânsito AET Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte Urbano Autorização Especial de Trânsito AET Amparo legal: Lei Complementar Municipal nº 205/2009: que acrescenta, altera e regulamenta a Seção XI, do Capítulo

Leia mais

INSTRUÇÃO CVM Nº 243, DE 1º DE MARÇO DE 1996. DAS ENTIDADES RESPONSÁVEIS PELO MERCADODE BALCÃO ORGANIZADO

INSTRUÇÃO CVM Nº 243, DE 1º DE MARÇO DE 1996. DAS ENTIDADES RESPONSÁVEIS PELO MERCADODE BALCÃO ORGANIZADO TEXTO INTEGRAL DA INSTRUÇÃO CVM N o 243, DE 1 o DE MARÇO DE 1996, COM AS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELAS INSTRUÇÕES CVM N o 250/96, 343/00, 440/06 E 461/07.. Disciplina o funcionamento do mercado de balcão

Leia mais

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012.

PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. PORTARIA DETRO/PRES. Nº 1088 DE 17 DE SETEMBRO DE 2012. Dispõe sobre os procedimentos a serem observados e aplicados no parcelamento/reparcelamento de débitos referente a multas e taxa de vistoria e fiscalização

Leia mais

MINISTÉRIO DA CULTURA FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES FUNARTE COMISSÃO DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA HABILITAÇÃO Nº. 01/2014

MINISTÉRIO DA CULTURA FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES FUNARTE COMISSÃO DE COLETA SELETIVA SOLIDÁRIA HABILITAÇÃO Nº. 01/2014 A Fundação Nacional de Artes FUNARTE realizará, das 9 horas do dia 23 de janeiro de 2014 às 16 horas do dia 28 de janeiro de 2014, procedimento de HABILITAÇÃO das associações e cooperativas de catadores

Leia mais

Projeto de Lei nº 106/2010

Projeto de Lei nº 106/2010 Projeto de Lei nº 106/2010 Estabelece diretrizes para o controle da poluição sonora na cidade de São Paulo e dá outras providências. A Câmara Municipal de São Paulo DECRETA: Art. 1º Esta Lei estabelece

Leia mais

Prefeitura Municipal de Jaboticabal

Prefeitura Municipal de Jaboticabal LEI Nº 4.730, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015 Institui o "Programa Nota Fiscal Jaboticabalense" com o objetivo de estimular a cidadania fiscal e incentivar o Programa de Arrecadação Tributária do Município e

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 05/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada para prestação de serviços de rádio-táxi

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA

CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS DIRETORIA LEGISLATIVA LEI Nº 1.280, DE 02 SETEMBRO DE 2008 (D.O.M. 03.09.2008 N. 2037 Ano IX) DISPÕE sobre o serviço de transporte de pequenas cargas em conjunto com passageiros, denominado táxi-frete, e dá outras providências.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 416, DE 09 DE AGOSTO DE 2012.

RESOLUÇÃO Nº 416, DE 09 DE AGOSTO DE 2012. RESOLUÇÃO Nº 416, DE 09 DE AGOSTO DE 2012. Estabelece os requisitos de segurança para veículos de transporte de passageiros tipo micro-ônibus, categoria M2 de fabricação nacional e importado O CONSELHO

Leia mais

NR 28 - Fiscalização e Penalidades

NR 28 - Fiscalização e Penalidades NR 8 Fiscalização e Penalidades 8. FISCALIZAÇÃO. 8.. A fiscalização do cumprimento das disposições legais e/ou regulamentares sobre segurança e saúde do trabalhador será efetuada obedecendo ao disposto

Leia mais

DECRETO. nº 41.258, de 31 de outubro de 1996. (*) Alterado pelo Decreto nº 50.667, de 30de março de 2006

DECRETO. nº 41.258, de 31 de outubro de 1996. (*) Alterado pelo Decreto nº 50.667, de 30de março de 2006 1 de 6 DECRETO nº 41.258, de 31 de outubro de 1996 (*) Alterado pelo Decreto nº 50.667, de 30de março de 2006 Aprova o Regulamento dos artigos 9 o a 13 da Lei n o 7.663, de 30 de dezembro de 1991 Mário

Leia mais

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte Lei:

A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado do Paraná, aprovou e eu, Prefeito Municipal sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.175, DE 28 DE MARÇO DE 2008 Dispõe sobre o Sistema de Bilhetagem Eletrônica de Transporte Coletivo Urbano no Município de São José dos Pinhais. A Câmara Municipal de São José dos Pinhais, Estado

Leia mais

RESOLUÇÃO 942 / 99. Assunto: Aprovação das "NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA", e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94.

RESOLUÇÃO 942 / 99. Assunto: Aprovação das NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA, e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94. RESOLUÇÃO 942 / 99 Assunto: Aprovação das "NORMAS PARA CADASTRAMENTO DE EMPRESAS DE CONSULTORIA", e revogação da Resolução nº 823/94, de 13.4.94. Referência: INFORMAÇÃO PADRONIZADA SD/CCE - 01 /99, de

Leia mais

DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008

DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 DECRETO Nº 30033 DE 10 DE NOVEMBRO DE 2008 Regulamenta as Leis nº 2.475, de 1996, e nº 4.774, de 2008, e dá outras providências. O PREFEITO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014.

DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014. DECRETO N.º 3254, DE 01 DE SETEMBRO DE 2014. APROVA REGULAMENTO DE CONCESSÃO DE SERVIÇO PÚBLICO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE MANGARATIBA, no uso de suas atribuições legais nos termos

Leia mais

1. que participe de empresa que se encontre em situação irregular perante a Fazenda Estadual;

1. que participe de empresa que se encontre em situação irregular perante a Fazenda Estadual; Normativos Estaduais PORTARIA SF Nº 086, EM 12.05.2004 O SECRETÁRIO DA FAZENDA, considerando a necessidade de reunir em único ato normativo as regras relativas ao credenciamento de empresa transportadora,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS Estado de Goiás PROJETO-DE-LEI Nº 1.527, DE 14 DE AGOSTO 1998.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MORRINHOS Estado de Goiás PROJETO-DE-LEI Nº 1.527, DE 14 DE AGOSTO 1998. PROJETO-DE-LEI Nº 1.527, DE 14 DE AGOSTO 1998. Disciplina o serviço de mototáxi no Município de Morrinhos, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE MORRINHOS, Faço saber que a Câmara Municipal

Leia mais

Parecer Coletivo Município. Transporte de Pacientes e Passageiros. RECEFITUR. DAER. Lista Prévia. Exigência. Multas. Descabimento.

Parecer Coletivo Município. Transporte de Pacientes e Passageiros. RECEFITUR. DAER. Lista Prévia. Exigência. Multas. Descabimento. Parecer Coletivo Município. Transporte de Pacientes e Passageiros. RECEFITUR. DAER. Lista Prévia. Exigência. Multas. Descabimento. Decisão Judicial Trata o presente parecer acerca da imposição do DAER/RS

Leia mais

Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138 Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138

Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138 Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138 Diário Oficial CIDADE DE SÃO PAULO Prefeito: GILBERTO KASSAB Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138 Ano 52 São Paulo, sábado, 28 de julho de 2007 Número 138 GABINETE DO PREFEITO Prefeito:

Leia mais

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014

3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 3LEI Nº 438 DE 09 DE SETEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a consignação em folha de pagamento de agente político e servidor da administração municipal do executivo e do legislativo e dá outras providências. O

Leia mais

DECRETA: CAPÍTULO I DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE FRETAMENTO Seção I Disposições preliminares

DECRETA: CAPÍTULO I DO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE FRETAMENTO Seção I Disposições preliminares Disciplina a autorização para prestação de serviço fretado de transporte rodoviário intermunicipal de pessoas e altera o Decreto nº 32.656, de 14 de março de 1991. GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS,

Leia mais

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS

ESTADO DO TOCANTINS PREFEITURA DE COLINAS DO TOCANTINS LEI MUNICIPAL N 1.063, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2009 DISPÕE SOBRE NORMAS A SEREM OBSERVADAS PELAS PESSOAS JURÍDICAS QUE PRESTAM SERVIÇOS DE RÁDIO TÁXI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de aprovou

Leia mais

Página 1 de 5 Portaria Cat 00115, de 07-11-2014 (DOE 08-11-2014) Disciplina o controle de qualidade antecedente à lavratura de Auto de Infração e Imposição de Multa O Coordenador da Administração Tributária,

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS

AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO, GÁS NATURAL E BIOCOMBUSTÍVEIS PORTARIA Nº 118, DE 11.7.2000 - DOU 12.7.2000 Regulamenta as atividades de distribuição de gás natural liqüefeito (GNL) a granel e de construção,

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 2030 DE 10/02/2014 DECRETO N. 240/2014 Regulamenta a Lei Complementar n 975/2013 que dispõe sobre a criação do Programa ISS Tecnológico, que institui benefícios

Leia mais

LEI Nº 237/2010 de 07 de Dezembro de 2010

LEI Nº 237/2010 de 07 de Dezembro de 2010 LEI Nº 237/2010 de 07 de Dezembro de 2010 Súmula: Dispõe Sobre O Serviço de Moto-Táxi no Município Itanhangá MT, e dá Outras Providências. O Prefeito Municipal de Itanhangá, Sr. Vanderlei Proenço Ribeiro,

Leia mais

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 19 da Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu

Leia mais

Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete)

Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete) Sr. Presidente, Srs.Vereadores, Sras. Vereadoras: MOÇÃO DE APELO Manifesta apelo no sentido da regulamentação em nível municipal da atividade entrega de mercadorias por motos (motofrete) Considerando que

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 039/2015 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais