PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2013 Conteúdos Habilidades Avaliação"

Transcrição

1 SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) Série: 3º Turmas: 301, 30, 303, 304 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Genética I - Conceitos básicos em genética. - Base química da hereditariedade. - Primeira Lei de Mendel. - Exceções à Primeira Lei de Mendel. - Grupos Sanguíneos. Identificar a estrutura química e a atividade do DNA e RNA. Explicar a relação DNA RNA Proteínas com ênfase no código genético. Reconhecer os mecanismos celulares relacionados a transcrição, tradução e duplicação. Identificar as funções dos ácidos nucléicos na hereditariedade. Reconhecer os conceitos de genótipo, fenótipo, gene, gene dominante, gene recessivo, homozigoto, heterozigoto. Explicar os procedimentos adotados por Mendel no estabelecimento da Primeira Lei. Relacionar os resultados obtidos por Mendel com a Meiose. Resolver exercícios envolvendo probabilidades e Primeira Lei de Mendel. Resolver problemas envolvendo Primeira Lei de Mendel e heredogramas. Identificar os casos que promovem a modificação da proporção fenotípica (3:1): genes letais, ausência de dominância, alelos múltiplos. Resolver exercícios relacionados com genes letais, ausência de dominância e alelos múltiplos. Reconhecer os mecanismos genéticos subjacentes à determinação dos grupos sanguíneos ABO, Rh e MN. Identificar as possibilidades de transfusão sanguínea, considerando o sistema ABO e Rh. Identificar os mecanismos relacionados com a gênese da eritroblastose fetal. Identificar as medidas profiláticas e terapêuticas relacionadas com a eritroblastose fetal. Reconhecer o papel dos grupos sanguíneos na elucidação de paternidade duvidosa. * avaliação será realizada através de atividades em sala ou laboratório continuação

2 SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) Série: 3º Turmas: 301, 30, 303, 304 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 013 (CONTINUAÇÃO). Citologia Composição química celular Envoltórios celulares Citoplasma organelas Núcleo celular Divisão celular Identificar o papel biológico das principais substâncias químicas que compõem a célula. Diferenciar células procarióticas de eucarióticas Compreender a estrutura viral e a dificuldade de classificação dos vírus. Relacionar os componentes do núcleo com o controle do metabolismos celular. Diferenciar cromatina e cromossomo. Relacionar a interfase, com suas subfases, ao comportamento do material genético. Identificar a importância da mitose e meiose. Reconhecer, por meio de esquemas, as fases da mitose e meiose Descrever as etapas da mitose e meiose relacionando-as com a gametogênese. Identificar, por meio de esquemas, as diferentes organelas citoplasmáticas. Identificar as funções das organelas citoplasmáticas. Descrever o modelo de Singer e Nicholson para a membrana plasmática. Relacionar os diferentes tipos de transporte aos fenômenos celulares. Diferenciar transporte ativo e passivo. Relacionar os processos de respiração celular, fotossíntese e fermentação com o metabolismo dos organismos. - Avaliação formativa:10 % * avaliação será realizada através de atividades em sala ou laboratório

3 SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) Disciplina: Biologia Trimestre: º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) Série: 3º Turmas: 301, 30, 303, 304 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 013. Genética II Segunda Lei de Mendel. Pleitotropia. Interações Gênicas Epistáticas. Interações Gênicas não epistáticas. Herança Quantitativa Herança sexual 4. Fisiologia Humana Sistema digestório Sistema respiratório Sistema circulatório Sistema excretor Comparar pleitropia e Interações gênicas. Comparar interações e casos que envolvem Segregação Independente. Resolver exercícios de probabilidade envolvendo interações gênicas. Resolver exercícios que relacionem Interações Gênicas e Heredogramas. Aplicar o triângulo de Pascal na solução de problemas com herança quantitativa. Relacionar os resultados obtidos por Mendel com a Meiose. Resolver exercícios que envolvam Segunda Lei de Mendel e Probabilidades. Resolver exercícios que envolvam Segunda Lei de Mendel e heredogramas. Resolver exercícios que envolvam probabilidade e Segunda Lei de Mendel. Explicar como ocorre a determinação sexual pelos sistemas XY, X0, ZW e Z0. Explicar o surgimento do Corpúsculo de Barr relacionando com o mosaicismo das fêmeas no sistema XY. Resolver exercícios de probabilidade relacionados à herança ligada ao sexo e restrita ao sexo, com ou sem o uso de heredogramas. Identificar casos de herança influenciada pelo sexo e com efeito limitado pelo sexo. Identificar os componentes anatômicos de cada um dos sistemas fisiológicos. Relacionar as funções de cada um dos componentes dos sistemas fisiológicos. Relacionar a atividade dos diversos sistemas à manutenção da homeostase. * avaliação será realizada através de atividades em sala ou laboratório

4 SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 30 Fone: (061) Disciplina: Biologia Trimestre: 3º Professor(a): Elizangela (B1), Guilherme (B) Série: 3º Turmas: 301, 30, 303, 304 PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Evolução Evidências evolutivas Lamarquismo Darwinismo Neodarwinismo 6. Origem da Vida Biogênese e abiogênese Hipótese da evolução gradual dos sistemas químicos. Hipótese heterotrófica e autotrófica. Sistema endócrino Sistema reprodutor Sistema nervoso e órgãos do sentido Identificar as evidências da evolução. Diferenciar convergência adaptativa de irradiação adaptativa. Diferenciar órgão homólogos e análogos. Reconhecer os principais pontos das teorias evolutivas propostas por Lamarck e Darwin. Explicar, a partir de exemplos dados, as teorias citadas acima. Explicar o Neodarwinismo diferenciando essa teoria do Darwinismo. Reconhecer as mutações como fontes primárias da variedade. Reconhecer os mecanismos envolvidos com o equilíbrio gênico. Resolver exercícios relacionados com o Teorema de Hardy Weinberg. Identificar as etapas da especiação. Identificar os diversos tipos de isolamento reprodutivo. Identificar as etapas da evolução do homem. Diferenciar biogênese e abiogênese Reconhecer o papel dos experimentos de Pasteur e Redi na aceitação da biogênese. Explicar a hipótese da evolução gradual dos sistemas químicos. Explicar o papel dos experimentos de Fox e Miller na aceitação da hipótese acima citada. Explicar a hipótese heterotrófica e autotrófica * avaliação será realizada através de atividades em sala ou laboratório

5

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camilla Silva (B1) e Elisangela

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. \ Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo,

Leia mais

Sondar os conhecimentos prévios dos alunos antes da abordagem do conteúdo a ser trabalhado.

Sondar os conhecimentos prévios dos alunos antes da abordagem do conteúdo a ser trabalhado. PLANO DE AULAS-REPOSIÇÃO - lº BIMESTRE/2015 Disciplina: Biologia 2 ano A, B, C, D. Período: de 20/03/2015a 30/04/2015 As funções vitais básicas: O papel da membrana na interação entre célula e ambiente

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

A herança simultânea de duas ou mais características

A herança simultânea de duas ou mais características A herança simultânea de duas ou mais características UNIDADE 4 GENÉTICA CAPÍTULO 17 Aula 1/3 A segunda lei de Mendel Meiose e segunda lei Calculando os tipos de gametas 1. SEGUNDA LEI DE MENDEL A ANÁLISE

Leia mais

1º ano. 2º ano. Os seres vivos, Evolução e Classificação

1º ano. 2º ano. Os seres vivos, Evolução e Classificação 1º ano A Origem da Vida Histórico da busca pela origem da vida Livro 1- Unidade 2 - p. 52 Abiogênese Livro 1- Unidade 2 - p. 52 Criacionismo Livro 1- Unidade 2 - p. 52 A origem da vida através da Evolução

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA. Carga Horária: 100 horas/aula FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA - UNIR NÚCLEO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA - NCT DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA Código: CBIGEBA Créditos: 05 Período: 3 o (terceiro período) Disciplina: Genética Básica

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO DISCIPLINA Biologia-3EM PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO FUNDAMENTAÇÃO: O ensino da Biologia para o 3 ano, exerce grande fascínio em todos que nela se aprofundam, pois tenta explicar os fenômenos ligados

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas FAEM - DZ Curso de Zootecnia Genética Aplicada à Produção Animal

Universidade Federal de Pelotas FAEM - DZ Curso de Zootecnia Genética Aplicada à Produção Animal Universidade Federal de Pelotas FAEM - DZ Curso de Zootecnia Genética Aplicada à Produção Animal Genética clássica: mono, di e polihibridismo, alelismo múltiplo. A PRIMEIRA LEI DE MENDEL OU PRINCÍPIO DA

Leia mais

Genética Conceitos Básicos

Genética Conceitos Básicos Genética Conceitos Básicos O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as gerações futuras. É dividida em: Genética Clássica Mendel (1856 1865) Genética Moderna Watson e Crick (1953).

Leia mais

Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota

Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota Biologia Princípios Básicos de Genética A genética é a parte da biologia que trata do estudo dos genes e de suas manifestações,

Leia mais

A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA...

A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA... Atividade extra Fascículo 4 Biologia Unidade 9 Questão 1 A função básica do ciclo celular das células somáticas é duplicar todo o conteúdo de DNA. O processo de divisão celular é composto por cinco etapas:

Leia mais

Modelos BioMatemáticos

Modelos BioMatemáticos Modelos BioMatemáticos http://correio.fc.ul.pt/~mcg/aulas/biopop/ Pedro J.N. Silva Sala 4.1.16 Departamento de Biologia Vegetal Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Pedro.Silva@fc.ul.pt Genética

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÀO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: BIOLOGIA SÉRIE 1ª CH 68 ANO 2012 Competências

Leia mais

QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO. Prof.

QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO. Prof. Questão 01 QUESTÕES ENVOLVENDO ASPECTOS GERAIS DA CITOLOGIA COM ÊNFASE NA IMPORTÂNCIA DAS MEMBRANAS BIOLÓGICAS PARA O MUNDO VIVO Prof. Cláudio Góes O mundo vivo é construído de tal forma que podemos estabelecer

Leia mais

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS

AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS AULA 1 ORGANIZAÇÃO CELULAR DOS SERES VIVOS Apesar da diversidade entre os seres vivos, todos guardam muitas semelhanças, pois apresentam material genético (DNA) em que são encontradas todas as informações

Leia mais

Entendendo a herança genética. Capítulo 5 CSA 2015

Entendendo a herança genética. Capítulo 5 CSA 2015 Entendendo a herança genética Capítulo 5 CSA 2015 Como explicar as semelhanças entre gerações diferentes? Pai e filha Avó e neta Pai e filho Avó, mãe e filha Histórico Acreditava na produção, por todas

Leia mais

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno:

Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: Ficha 1 Estudo da Célula Disciplina: Ciências Ano: 8 Data: 1º trimestre 2014 Professor(a): Elaine Kozuki Nome do aluno: 1. Diferencie e explique a diferença Célula eucariota de célula procariota quanto

Leia mais

O albinismo é uma doença metabólica hereditária, resultado de disfunção gênica na produção de melanina. Para que a doença se manifeste é necessário

O albinismo é uma doença metabólica hereditária, resultado de disfunção gênica na produção de melanina. Para que a doença se manifeste é necessário O albinismo é uma doença metabólica hereditária, resultado de disfunção gênica na produção de melanina. Para que a doença se manifeste é necessário que a mutação esteja em homozigose (doença autossômica

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS CNII

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS CNII SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS CNII Título do Podcast Área Segmento Duração Por que você se parece com sua avó? A genética vai ajudá-lo a entender como isso é possível! Ciências Ciências da Natureza

Leia mais

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, em sua versão 2012, apresentará uma redação e 180 questões objetivas, divididas nas quatro áreas do conhecimento: - Ciências

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL PLANEJAMENTO ANUAL CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL ARLINDO RIBEIRO ENSINO MÉDIO E PROFISSIONAL Professor: Cleide Maria Senger Disciplina: Biologia Série: 3º Ano: 2013 1º Bimestre PLANEJAMENTO ANUAL Conteúdo Estruturante

Leia mais

1.- De Mendel a Morgan. Componentes básicos das células

1.- De Mendel a Morgan. Componentes básicos das células 1.- De Mendel a Morgan Componentes básicos das células Conceitos mendelianos de genética QUESTÂO: Existe uma base celular para as características hereditárias? Período 1850-1865: Charles Darwin e Gregor

Leia mais

Disciplina: Biologia Educacional. Curso: Pedagogia 2 Semestre

Disciplina: Biologia Educacional. Curso: Pedagogia 2 Semestre Disciplina: Biologia Educacional Curso: Pedagogia 2 Semestre Texto 2: GENÉTICA HEREDITARIEDADE A genética é um a ciência que estuda o material hereditário e os mecanismos de sua transmissão de geração

Leia mais

1º ano. Conteúdo presente ao longo dos volumes Análise e previsão de fenômenos ou resultados de experimentos científicos.

1º ano. Conteúdo presente ao longo dos volumes Análise e previsão de fenômenos ou resultados de experimentos científicos. Relação entre informações e processos com seus contextos e com diversas áreas do conhecimento. Identificação das dimensões sociais e éticas em questões técnicas e científicas. Livro 1 - Unidade 2 - p.

Leia mais

Um estudante de 23 anos, doador de sangue tipo universal, é moreno, tem estatura mediana e pesa 85 kg. Todas as alternativas apresentam

Um estudante de 23 anos, doador de sangue tipo universal, é moreno, tem estatura mediana e pesa 85 kg. Todas as alternativas apresentam Um estudante de 23 anos, doador de sangue tipo universal, é moreno, tem estatura mediana e pesa 85 kg. Todas as alternativas apresentam características hereditárias desse estudante que são influenciadas

Leia mais

Genética I: Mendel, Mitose e Meiose

Genética I: Mendel, Mitose e Meiose Página 1 de 6 Genética I: Mendel, Mitose e Meiose Uma forma de estudar a função biológica é pegar um organismo/célula e dividi-lo em componentes, como as proteínas, e então estudar os componentes individuais.

Leia mais

Questões complementares

Questões complementares Questões complementares 1. Definir célula e os tipos celulares existentes. Caracterizar as diferenças existentes entre os tipos celulares. 2. Existe diferença na quantidade de organelas membranares entre

Leia mais

GENÉTICA APLICADA AO MELHORAMENTO ANIMAL

GENÉTICA APLICADA AO MELHORAMENTO ANIMAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE AGRONOMIA ELISEU MACIEL DEPARTAMENTO DE ZOOTECNIA MELHORAMENTO ANIMAL GENÉTICA APLICADA AO MELHORAMENTO ANIMAL 1. DIVISÃO DO MATERIAL

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ BIOLOGIA PROSEL/ PRISE 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO I Elementos básicos de formação e desenvolvimento dos seres vivos COMPETÊNCIAS HABILIDADES CONTEÚDOS Perceber e utilizar os

Leia mais

Corresponde ao local de cada gene em específico. Em um mesmo cromossomo há vários genes, cada um com sua localização específica.

Corresponde ao local de cada gene em específico. Em um mesmo cromossomo há vários genes, cada um com sua localização específica. Espiralização do Cromossomo O material genético (DNA) encontra-se associado a proteínas, formando histonas, que vão se enrolando e formam a cromatina. Quando a cromatina está no nível máximo de espiralização,

Leia mais

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 CÂNCER 1) O que é? 2) Como surge? CÂNCER 1) O que é? É o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado

Leia mais

10.04. Este casal poderá ter uma criança com Eritroblastose Fetal. A probabilidade é de 50%. CRUZAMENTO Mulher Homem rr X Rr

10.04. Este casal poderá ter uma criança com Eritroblastose Fetal. A probabilidade é de 50%. CRUZAMENTO Mulher Homem rr X Rr BIO 4E aula 10 10.01. Para que ocorra a Eritroblastose Fetal (Doença Hemolítica do Recém Nascido) a mãe deve ter sangue Rh - e ter sido sensibilizada, e a criança deve ser Rh +. 10.02. Quando uma mulher

Leia mais

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária

TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária TEMA ORGANIZADOR: Saúde individual e comunitária UNIDADE TEMÁTICA: Saúde N.º DE Saúde Individual e Comunitária. - Desenvolvimento do conceito de saúde Definição de Saúde pela O.M.S..2 -Medidas para a promoção

Leia mais

Apostila de Biologia 11 Leis de Mendel

Apostila de Biologia 11 Leis de Mendel Apostila de Biologia 11 Leis de Mendel Matheus Borges 1.0 Conceitos Básicos Herança biológica ou hereditariedade: características básicas da espécie que herdamos como também as características individuais.

Leia mais

Padrão de respostas às questões discursivas

Padrão de respostas às questões discursivas Padrão de respostas às questões discursivas A seguir encontram-se as questões das provas discursivas da 2ª ETAPA do Vestibular UFF 2011, acompanhadas das respostas esperadas pelas bancas. GABARITO BIOLOGIA

Leia mais

3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº

3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº . 3º trimestre- LISTA DE EXERCICIOS - Biologia - CESINHA Ensino Médio 1º ano classe: Prof. Cesinha Nome: nº Valor: 10 Nota:. 1. (Uel 2015) Leia o texto a seguir. Quando se fala em divisão celular, não

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 PLANO DE CURSO

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 PLANO DE CURSO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA Autorizado pela Portaria MEC nº 433 de 21/10/11 - DOU de 24/10/11 Componente Curricular: Citologia e Histologia Código: Pré-requisito: ---- Período

Leia mais

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes.

> ESTUDO DO RNA. (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. Biologia > Citologia > Sintese Protéica > Alunos Prof. Zell (biologia) (C) O ácido nucléico I é DNA e o II, RNA. (D) O ácido nucléico I é RNA e o II, DNA. (E) I é exclusivo dos seres procariontes. > ESTUDO

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA GENÉTICA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA GENÉTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA GENÉTICA PROFESSORA: SANDRA BIANCHI ASSUNTOS ESTUDADOS NA GENÉTICA ESTUDO DOS GENES E DA HEREDITARIEDADE A GENÉTICA E A MATEMÁTICA ESTUDANDO PROBABILIDADE FÓRMULA GERAL: P(A) =

Leia mais

Biologia: Genética e Mendel

Biologia: Genética e Mendel Biologia: Genética e Mendel Questão 1 A complexa organização social das formigas pode ser explicada pelas relações de parentesco genético entre os indivíduos da colônia. É geneticamente mais vantajoso

Leia mais

Centro de Educação Integrada

Centro de Educação Integrada Centro de Educação Integrada 1º ANO BIOLOGIA Origem da vida Citologia Teoria da geração espontânea e biogênese. Teoria de Oparin e Haldane. Panspermia. Criacionismo. Os primeiros seres vivos. Água. Sais

Leia mais

Sumário. Unidade 1 Introdução à Biologia 10. Unidade 2 Citologia 64. Capítulo 1 O que é Biologia?... 12. Capítulo 2 As bases químicas da vida...

Sumário. Unidade 1 Introdução à Biologia 10. Unidade 2 Citologia 64. Capítulo 1 O que é Biologia?... 12. Capítulo 2 As bases químicas da vida... Sumário Unidade 1 Introdução à Biologia 10 Capítulo 1 O que é Biologia?... 12 Características dos seres vivos... 13 Níveis de organização... 16 Áreas da Biologia... 17 A Biologia e a investigação científica...

Leia mais

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00 Genética e Evolução 1. A mosca drosófila, de olho branco, apresenta a constituição genética X W Y e não possui gene para olho vermelho, que impede a manifestação do outro gene, para olho branco. Na frase,

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: TPA/2011-2014 DISCIPLINA: Biologia Inserir data e Hora N.º TOTAL DE MÓDULOS: 3 N.º ORDEM N.º DE HORAS DESIGNAÇÃO DO MÓDULO 4 18 RENOVAÇÃO

Leia mais

É dividida em: - Genética Clássica Mendel (1856 1865) - Genética Moderna Watson e Crick (1953).

É dividida em: - Genética Clássica Mendel (1856 1865) - Genética Moderna Watson e Crick (1953). Genética Conceitos Básicos O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as gerações futuras. É dividida em: - Genética Clássica Mendel (1856 1865) - Genética Moderna Watson e Crick

Leia mais

16.02. A recombinação genética ocorre em todos os pares de cromossomos das células humanas que estão em meiose.

16.02. A recombinação genética ocorre em todos os pares de cromossomos das células humanas que estão em meiose. BIO 6E aula 16 16.01. A pleiotropia ocorre quando um gene influencia mais de uma característica. Em genes que estão localizados no mesmo par de cromossomos porém distante um do outro, a maioria dos gametas

Leia mais

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009)

EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA EXAME DE BIOLOGIA Prova de Acesso - Maiores 23 Anos (21 de Abril de 2009) Nome do Candidato Classificação Leia as seguintes informações com atenção. 1. O exame é constituído

Leia mais

Exercícios Genética e sistema imunitário. Professora: Ana Paula Souto

Exercícios Genética e sistema imunitário. Professora: Ana Paula Souto Exercícios Genética e sistema imunitário Professora: Ana Paula Souto Nome: n o : Turma: 1) Cite as diferenças entre mitose e meiose. Relacione o número de cromossomos da célulamãe com o das células-filhas.

Leia mais

Lei da Segregação. Experimentos de Mendel

Lei da Segregação. Experimentos de Mendel Lei da Segregação Os trabalhos do monge Agostinho Gregor Mendel, realizados há mais de um século, estabeleceram os princípios básicos da herança, que, até hoje, são aplicados nos estudos da Genética. A

Leia mais

daltônico. Esta doença traz como consequência problemas nas células denominadas de cones, que ajudam a enxergar cores.

daltônico. Esta doença traz como consequência problemas nas células denominadas de cones, que ajudam a enxergar cores. BIO V7 CAP 19 19.01 O genótipo do casal III-2 e III-3 é X A X a x X a y. Fazendo o cruzamento os filhos podem ser: X A X a, X A Y, X a X a, X a Y. Como se pode observar qual é o masculino e qual é o feminino,

Leia mais

a) Qual é a probabilidade de o genótipo da primeira criança ser igual ao de seus genitores?

a) Qual é a probabilidade de o genótipo da primeira criança ser igual ao de seus genitores? 1. (Unifesp 2015) Charles Darwin explicou o mecanismo evolutivo por meio da ação da seleção natural sobre a variabilidade dos organismos, mas não encontrou uma explicação adequada para a origem dessa variabilidade.

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2012-2 GABARITO DA PROVA DE BIOLOGIA Questão 1 Sobre as mitocôndrias, responda: a) Através da análise de DNA, demonstrou-se que muitos genes da bactéria Rickettsia prowazekii, que causa um tipo de febre, são parecidos com os genes das mitocôndrias.

Leia mais

Alelos múltiplos na determinação de um caráter

Alelos múltiplos na determinação de um caráter Alelos múltiplos na determinação de um caráter Determinados gene pode sofrer ao longo do tempo diversas mutações e originar vários alelos esse fenômeno é chamado de polialelia. São bastante frequentes

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV Economia 1 a Fase 22/nov/2015 Biologia 31. A figura seguinte ilustra duas organelas celulares responsáveis por processos metabólicos essenciais aos seres vivos.

Leia mais

FUNDAMENTOS DE GENÉTICA APLICADA À CANARICULTURA. Fernando A. Bretas Viana

FUNDAMENTOS DE GENÉTICA APLICADA À CANARICULTURA. Fernando A. Bretas Viana FUNDAMENTOS DE GENÉTICA APLICADA À CANARICULTURA Fernando A. Bretas Viana INTRODUÇÃO IMPORTÂNCIA DA GENÉTICA EM CANARICULTURA UM JUIZ PRECISA SABER GENÉTICA? É DIFÍCIL? É UMA CIÊNCIA EXATA? POSSO CONFIAR

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAI CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE MEDICINA - BACHARELADO EMENTAS DISCIPLINAS MATRIZ 3 1º AO 3º PERÍODO 1 º Período C.H. Teórica: 90 C.H. Prática: 90 C.H. Total: 180 Créditos: 10

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 17 MITOCÔNDRIAS E RESPIRAÇÃO CELULAR Retículo endoplasmático Invólucro nuclear Núcleo Mitocôndria Procarionte fotossintético Cloroplasto Procarionte ancestral Eucariote ancestral

Leia mais

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular Tema 5. Crescimento e renovação celular Crescimento e renovação celular Distinção entre DNA e RNA quanto às suas características estruturais e funcionais. Reconhecimento de que os organismos necessitam

Leia mais

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade Unidade 7 Reprodução e hereditariedade O ESTUDO DA HEREDITARIEDADE Teoria da pré-formação ou Progênese: dentro de cada semente (gameta) existiam miniaturas de seres humanos, chamados homúnculos. Gregor

Leia mais

NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR

NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR NÚCLEO e DIVISÃO CELULAR CÉLULA EUCARIONTE Cláudia Minazaki NÚCLEO Único; Normalmente: central Formato: acompanha a forma da célula Tamanho: varia com o funcionamento da célula Ciclo de vida da célula

Leia mais

Epigenética e Memória Celular

Epigenética e Memória Celular Epigenética e Memória Celular Por Marcelo Fantappié Fonte www.revistacarbono.com A epigenética é definida como modificações do genoma que são herdadas pelas próximas gerações, mas que não alteram a sequência

Leia mais

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO

PORTUGUÊS BIOLOGIA FÍSICA QUÍMICA SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PRIMEIRO ANO SEGUNDO SIMULADO - EM CONTEÚDOS PORTUGUÊS PRIMEIRO ANO Programa da 1ª série: Interpretação de texto Linguagem figurada Trovadorismo Humanismo "Auto da barca do inferno" BIOLOGIA Características gerais

Leia mais

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 3º Trimestre/2014 GABARITO

ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 3º Trimestre/2014 GABARITO NOME: ANO: 2º EM Nº: PROF.(A): Claudia Lobo DATA: ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA 3º Trimestre/2014 GABARITO 1. A fenilcetonúria é uma doença que tem herança autossômica recessiva. Considere

Leia mais

BIOLOGIA. Questão 1 Padrão de resposta esperado:

BIOLOGIA. Questão 1 Padrão de resposta esperado: Questão 1 a) APENAS duas das seguintes possibilidades: (valor: 10,0 pontos) APENAS uma das seguintes possibilidades: 1. Nos procariotos a transcrição e tradução são processos que ocorrem de modo acoplado;

Leia mais

Exercícios de Aprofundamento Bio - Genética

Exercícios de Aprofundamento Bio - Genética . (Unesp 205) Fátima tem uma má formação de útero, o que a impede de ter uma gestação normal. Em razão disso, procurou por uma clínica de reprodução assistida, na qual foi submetida a tratamento hormonal

Leia mais

ENSINO MÉDIO. Disciplina: BIOLOGIA Professor: GUSTAVO Série: 2ª ABC

ENSINO MÉDIO. Disciplina: BIOLOGIA Professor: GUSTAVO Série: 2ª ABC ENSINO MÉDIO Disciplina: BIOLOGIA Professor: GUSTAVO Série: 2ª ABC 1- A Doença de Huntington (DH) é uma anomalia autossômica com caráter dominante, cuja manifestação ocorre na fase adulta, com uma progressiva

Leia mais

Lista de Exercícios Complementares Meiose, Primeira Lei de Mendel e Casos Especiais da Primeira Lei Prof. Daniel Lucena

Lista de Exercícios Complementares Meiose, Primeira Lei de Mendel e Casos Especiais da Primeira Lei Prof. Daniel Lucena Lista de Exercícios Complementares Meiose, Primeira Lei de Mendel e Casos Especiais da Primeira Lei Prof. Daniel Lucena 1-(ANHMEBI-MED 2014) Ao realizar meiose, um organismo diploide, duplo heterozigoto

Leia mais

SISTEMA DIGESTÓRIO. Comum ao Sistema Respiratório. Movimentos peristálticos. Quimo ácido. Glândulas Anexas. Quilo. Vilosidades intestinais

SISTEMA DIGESTÓRIO. Comum ao Sistema Respiratório. Movimentos peristálticos. Quimo ácido. Glândulas Anexas. Quilo. Vilosidades intestinais SISTEMA DIGESTÓRIO Comum ao Sistema Respiratório Movimentos peristálticos Quimo ácido Glândulas Anexas Quilo Vilosidades intestinais BOCA MASTIGAÇÃO: Digestão mecânica INSALIVAÇÃO: Digestão química Deglutição:

Leia mais

HERANÇA LIGADA AO SEXO E MECANISMOS DE DETERMINAÇÃO SEXUAL

HERANÇA LIGADA AO SEXO E MECANISMOS DE DETERMINAÇÃO SEXUAL HERANÇA LIGADA AO SEXO E MECANISMOS DE DETERMINAÇÃO SEXUAL Aula 4 META Apresentar o mecanismo de herança de genes localizados nos cromossomos sexuais e os diferentes mecanismos de determinação do sexo.

Leia mais

1º ano. Construir um modelo para representar o processo de duplicação do DNA. Livro 1- Unidade 5 - p. 136

1º ano. Construir um modelo para representar o processo de duplicação do DNA. Livro 1- Unidade 5 - p. 136 Estudo das Origens O que é a Biologia? A Biologia no contexto histórico. A Biologia e suas áreas de atuação. Os Métodos científicos utilizados em pesquisas nas áreas da Biologia em Roraima, no Brasil e

Leia mais

O QUE É SER VIVO? Matéria bruta. Ser vivo vida o que existe. ou Ser in animado ativo prefixo de negação o que existe

O QUE É SER VIVO? Matéria bruta. Ser vivo vida o que existe. ou Ser in animado ativo prefixo de negação o que existe Seres Vivos O QUE É SER VIVO? Ser vivo vida o que existe Matéria bruta ou Ser in animado ativo prefixo de negação o que existe O que é vida? Em 1959 Norman Horowitz afirmou que a vida caracteriza-se por

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES. DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS ESCOLA SECUNDÁRIA DR. SOLANO DE ABREU ABRANTES SECUNDÁRIO DISCIPLINA: Biologia TURMAS : A/B/C ANO: 12º ANO LECTIVO 2010/2011 COMPETÊNCIAS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ACTIVIDADES ESTRATÉGIAS AULAS PREVISTAS

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E

Questão 89. Questão 91. Questão 90. alternativa A. alternativa E Questão 89 O esquema representa o sistema digestório humano e os números indicam alguns dos seus componentes. Nível de açúcar no sangue mg/100ml 200 150 100 50 B A 0 1 2 3 4 5 Número de horas após a alimentação

Leia mais

Primeira Lei de Mendel -> recebe mais dois nomes: dominância completa (heterozigoto manifesta uma das duas características) ou monohibridismo

Primeira Lei de Mendel -> recebe mais dois nomes: dominância completa (heterozigoto manifesta uma das duas características) ou monohibridismo Genética 1ª Lei de Mendel Começa a fazer a divisão com os indivíduos parentais, puros, com base na cor dos parentais. Alelos, partes de um cromossomo, são genes situados na mesma posição de cromossomos

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO

MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO ESCREVA SUA HISTÓRIA "Seja a mudança que você quer ver no mundo" Gandhi ENFERMAGEM VESTIBULAR 2016.1 MANUAL DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO 2016.1 A FACULDADE MISSÃO A FAI acredita que contribuirá para

Leia mais

PERSPECTIVA. ciências. Sugestão de avaliação. Coleção Perspectiva

PERSPECTIVA. ciências. Sugestão de avaliação. Coleção Perspectiva PERSPECTIVA Coleção Perspectiva ciências 8 Sugestão de avaliação Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou às Unidades 3 e 4 do Livro do Aluno. Avaliação Ciências

Leia mais

Curso: Integração Metabólica

Curso: Integração Metabólica Curso: Integração Metabólica Aula 2: Breve revisão estrutura do DNA Prof. Carlos Castilho de Barros Prof. Augusto Schneider Quando se estuda metabolismo você certamente vai se deparar com termos de genéyca!

Leia mais

ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA

ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA ACESSO VESTIBULAR QUESTÕES DE PROCESSAMENTO DE RNA OU SPLICING 01. (MAMA 2007.1) PÁGINAS OCULTAS NO LIVRO DA VIDA Os biólogos supunham que apenas as proteínas regulassem os genes dos seres humanos e dos

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Núcleo e ciclo celular

Núcleo e ciclo celular Módulo 2 Unidade 4 Núcleo e ciclo celular Para início de conversa... Você já reparou que para que todas as coisas funcionem corretamente é preciso que haja organização? É preciso que algumas pessoas comandem,

Leia mais

Projeto-síntese de Ciências 8º ano 3º trimestre

Projeto-síntese de Ciências 8º ano 3º trimestre Ciências/15 8º ano Turma: 3º trimestre Nome: Data: / / 8ºcie303r Caros alunos, Projeto-síntese de Ciências 8º ano 3º trimestre O 3º trimestre de Ciências encerra nossos estudos sobre o corpo humano e trata

Leia mais

P R O G R A M A D E E N S I N O. Carga horária total: 60 Teórica: 45 Prática: 15 Estágio:

P R O G R A M A D E E N S I N O. Carga horária total: 60 Teórica: 45 Prática: 15 Estágio: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 P R O G R A M A D E E N S I N O

Leia mais

2º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVOS

2º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVOS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO OBJETIVOS 1. Reconhecer a diversidade de seres vivos; 2. Perceber as principais interações entre os seres vivos; 3. Saber que podem existir diversas maneiras de se classificar os

Leia mais

A descoberta da célula

A descoberta da célula A descoberta da célula O que são células? As células são a unidade fundamental da vida CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula)

Leia mais

Mendel Por que Ervilhas?

Mendel Por que Ervilhas? Mendel Por que Ervilhas? Conclusão: Enunciado da 1 a lei: A 1 a lei também pode ser chamada de: Cruzamentos: 1 a Lei de Mendel Exemplo: altura Base citológica da 1 a lei P: Alta X Baixa F1: Baixa F2: Alta

Leia mais

Atividade extraclasse Apresentação do curso - Teste. Aula expositiva - DE ROBERTIS. 2000. Bases da biologia celular e molecular. 3ª edição. Ed.

Atividade extraclasse Apresentação do curso - Teste. Aula expositiva - DE ROBERTIS. 2000. Bases da biologia celular e molecular. 3ª edição. Ed. PLANO DE AULA Disciplina: Biologia Celular e Genética Professor(a): Dr. Dercy José de Sá Filho e Dra. Marizia do Amaral Toma Curso: Biomedicina Semestre/A Semestral Turma: 1A Atividades temáticas Estratégias/bibliografia

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO.

Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO. Unidade IV Ser Humano e Saúde Aula 13 Conteúdo: Grupos Sanguíneos. Aplicando o sistema ABO. 2 Habilidade: Compreender como os grupos sanguíneos se comportam geneticamente (genótipo e fenótipo). Conhecer

Leia mais

Os estudos de Mendel

Os estudos de Mendel Os estudos de Mendel Além de estudar isoladamente diversas características fenotípicas da ervilha, Mendel estudou também a transmissão combinada de duas ou mais características. Em um de seus experimentos,

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA Aluno(a): Nº Ano: 1º Turma: Data: 28/05/2011 Nota: Professora: Regina Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo.

- Compreender a formação do universo em se tratando da evolução do homem como um todo. - análise de texto - Leitura; - Texto descritivo. Plano de ação- 2015 - trimestral Colégio Estadual Mahatma Gandhi Ensino Fundamental Ciências 8º A, 8ºB, 8C Professora: Josiane Maria Guerra Conteúdo específico Objetivos Encaminhamentos metodológicos e

Leia mais

2. EMBASAMENTO TEÓRICO. Revista Tecnologias na Educação Ano 7 - número 12 Julho 2015 -http://tecnologiasnaeducacao.pro.br/

2. EMBASAMENTO TEÓRICO. Revista Tecnologias na Educação Ano 7 - número 12 Julho 2015 -http://tecnologiasnaeducacao.pro.br/ 1 BLOG COMO INSTRUMENTO PARA DISPONIBILIZAÇÃO DE LINKS DE ANIMAÇÕES PARA O ENSINO DE BIOLOGIA Jonas da Paz Aguiar 1 Laís Soares dos Santos 2 José Almir Moraes Rocha 3 Resumo Este trabalho visa mostrar

Leia mais