CONCURSO PÚBLICO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONCURSO PÚBLICO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR"

Transcrição

1 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 10 AN SUP PL (BD RELAC) ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR ASSINE A LISTA DE PRESENÇA DURANTE ESTE EXAME TERMINADO ESTE EXAME, ENTREGUE AO FISCAL O SEU CARTÃO DE RESPOSTAS E A SUA FOLHA DE REDAÇÃO (SE HOUVER) VOCÊ PODERÁ LEVAR CONSIGO ESTE CADERNO DE QUESTÕES, DESDE QUE VOCÊ TERMINE ESTE EXAME FALTANDO UMA HORA (OU MENOS) PARA O TÉRMINO DESTE EXAME

2

3 17-fev-02 PRODAM - Proc. de Dados do Munic. de Sao Paulo Cargo 10: An Sup PL (BD Relac) 3 Cod. 1 - Inglês Técnico (Interpr textos de inform) - 10 questões INGLÊS TÉCNICO.01. Unlike competitors, Sony doesn t emphasize components and price as much as how its PCs can be used for digital photography or music. (C/Net, Jan. 2002) According to the passage, Sony: A. Emphasizes components and price more than its competitors. B. Emphasizes the ways its PCs can be used for digital photography or music more than price. C. Beats its competitors by offering low-priced PCs which can be used for digital photography or music. D. Emphasizes the use of components much more than its unlikely competitors..02. A technician s error severed Window users from Microsoft s update servers for five days, leaving.net analysts questioning whether the software giant can deliver 24-7 services. (MSNBC, Jan.2002) According to the passage: A. A human error made it impossible for Window users to access Microsoft update servers for five days. B. Analysts question whether Microsoft really needs to offer 24-7 services. C. A human error allowed Window users to have free access to Microsoft s update servers for five days. D. A mechanical error allowed Window users to have free access to Microsoft s update servers for five days..03. The high-tech vanguard of entertainment consumers who initiated a global music-swapping spree with the help of Napster a little over two years ago is branching out into television shows and movies. Napster's service was limited to music, and it was shut down last year after a federal judge found it liable for contributing to copyright infringement. But Morpheus enables users to trade files of any kind, and an increasing number of them are filled with copyrighted video entertainment. According to the passage: A. The use of both Napster and Morpheus was shut down last year for contributing to copyright infringement. B. Unlike Napster, Morpheus can only be used for copyrighted video entertainment. C. The high tech vanguard entertainment consumers refuse to accept Morpheus as a suitable substitute for Napster. D. By using Morpheus, one is capable of trading different types of files, even copyrighted video entertainment..04. A new computer worm masquerading as a software update from Microsoft Corp. is capable of deleting all files on the hard drive of an infected computer but has so far spread very slowly, an antivirus vendor said Monday. (CNN.com, Jan. 2002) According to the passage, the virus: A. was unintentionally sent by Microsoft itself in one of its updates. B. is spreading with unprecedented speed. C. has not so far spread at great speed. D. was intentionally created by a Microsoft vendor..05. Following a string of embarrassing security glitches, Microsoft Chairman Bill Gates this week announced a major strategy shift to focus on security and privacy and restore confidence in the company's software. (Silicon Valley.com, Jan.2002) According to the passage: A. Confidence in his company s software has been so high that Bill has decided a major strategy shift in Microsoft s security policy. B. Bill Gates has denied that any security problem has in fact occurred so far but has taken steps to prevent them from happening. C. In response to security problems, Bill Gates has announced a new focus on security and privacy. D. Bill Gates has this week dismissed the need for any major change in Microsoft s focus on security and privacy..06. First-quarter profits for Apple Computer Inc. leaped 37 percent over last year, hitting Wall Street's expectations but falling short of the company's own revenue forecast as consumers held their breath for the release of the new imac. The Cupertino company yesterday reported a net income of $38 million (11 cents per share) during the first quarter, up from last year's loss of $195 million (58 cents) during the same period. (SFChronicle, Jan. 2002) According to the text, the net income for the first quarter was of: A. 195 million. B. 38 million. C. 58 cents per share. D. 233 million..07. The "new wave of online technology" part is debatable, but RingMessenger is definitely the leading edge of the convergence/synergy movement that is sweeping the major media companies. (Boston Globe, Jan. 2002) In the passage, the word DEBATABLE means approximately: A. Arguable. B. Reliable. C. Unacceptable. D. Trustworthy..08. According to sources, CEOs of the computer industry many of whom have faced severe criticism lately have promised to tackle the issue at once. In the passage, WHOM refers to: A. Sources. B. Computer industry. C. Severe criticism. D. CEOs of the computer industry..09. Unless you have a password, you cannot have access to this particular site. In the passage, UNLESS YOU HAVE A PASSWORD means approximately: A. Because you have a password. B. Once you have a password. C. If you don t have a password. D. Provided you have a password..10. The delivery of those computer parts has been put off for another week. In the passage, PUT OFF means approximately: A. Postponed. B. Anticipated. C. Increased. D. Improved. Cod Especif Anal Sup Pleno (BD Relac) - 30 questões ESPECÍFICA ANALISTA DE SUPORTE PLENO (BANCO DE DADOS RELACIONAL).11. Qual definição é verdadeira sobre a segurança no SQL SERVER? A. A segurança do SQL SERVER não está integrada à segurança do Windows NT/2000. B. A segurança do SQL SERVER está integrada à segurança do Windows NT/2000. C. O SQL SERVER não possui segurança. D. O SQL SERVER possui segurança somente para administração dos bancos de dados..12. Qual definição é verdadeira sobre o multi-processamento simétrico no SQL SERVER 7.0 SMP? A. O SLQ SERVER suporta SMP. B. O SQL SERVER não suporta SMP. C. O SLQ SERVER suporta SMP apenas no Windows D. O SQL SERVER suporta SMP apenas no Windows NT Quais sistemas operacionais podem ser um MS SQL SERVER 7.0? A. Windows98 e Windows NT 4. B. Windows NT 4, Windows 2000, Windows95/98. C. Windows 3.1 e Windows NT 4. D. Windows NT 4 e Windows Qual é a linguagem de programação e consulta utilizada no SQL SERVER? A. SQL.

4 17-fev-02 PRODAM - Proc. de Dados do Munic. de Sao Paulo Cargo 10: An Sup PL (BD Relac) 4 B. ISO-SQL. C. Transact-SQL. D. NT-SQL..15. Qual é a arquitetura de computação utilizada com um sistema de Banco de Dados Relacional? A. Cliente. B. Cliente/Servidor. C. Servidor. D. Servidor/Servidor..16. Quais são os protocolos de rede suportados pelo SQL SERVER 7.0? A. TCP/IP, IPX/SPX, Named Pipes, Banyan Vines/IP e AppleTalk. B. IPX/SPX e TCP/IP. C. Named Pipes, TCP/IP e IPX/SPX. D. AppleTalk, Banyan Vines/IP e TCP/IP..17. O que significa o acrônimo ODBC? A. Open Database Center. B. Open Data Bus Connection. C. Open Database Connection. D. Open Database Connectivity..18. Qual é o banco de dados mais importante do SQL SERVER? A. Tempdb. B. Msdb. C. Master. D. Main..19. Em qual banco de dados fica a tabela de sistema syslogins? A. Todos os bancos possuem esta tabela. B. Somente o banco MASTER possui esta tabela. C. Os bancos MASTER e MSDB possuem esta tabela. D. Os bancos MASTER e MODEL possuem esta tabela..20. O que é o Query Analyzer? A. Ferramenta DOS utilizada para fazer consultas nos bancos de dados. B. Ferramenta gráfica utilizada para fazer consultas, exibir estatísticas e gerenciar várias consultas simultaneamente. C. Ferramenta gráfica utilizada para analisar os Logs do SQL SERVER. D. Ferramenta gráfica utilizada para analisar os arquivos do banco de dados..21. Qual é o nome do serviço engine do SQL SERVER 7.0? A. MSQLServer. B. MSESQLServer. C. MSSQLServer. D. SSQLServer..22. O que é um deadlock? A. Quando duas transações travam o mesmo objeto. B. Quando uma transação é finalizada pelo administrador do banco de dados. C. Quando duas transações travam objetos diferentes. D. Quando duas transações travam objetos separados e cada transação deseja acessar o objeto da outra..23. Qual das definições é verdadeira sobre a criação de um database? A. É possível criar um database por comandos Transact-SQL e pelo Enterprise Manager. B. É possível criar um database pelo Wizard do Enterprise Manager e por comandos Transact-SQL. C. É possível criar um database pelo Enterprise Manager, pelo Wizard do Enterprise Manager e por comandos Transact- SQL. D. É possível criar um database somente pelo Enterprise Manager..24. O que é o checkpoint? A. É um processo que escreve todos os dados alterados em suas respectivas tabelas após o registro pelo LOG de transações. B. É um processo que escreve todos os dados alterados em suas respectivas tabelas antes do registro pelo LOG de transações. C. É um processo que recupera uma transação. D. É um processo que escreve todos os dados alterados no LOG de transações..25. Para que servem as CONSTRAINTS? A. Para remover relacionamentos entre tabelas. B. Para manter a consistência e a integridade dos dados. C. Para manter a consistência do LOG de transações. D. Para manter a consistência dos arquivos que compõem o banco de dados..26. O que é um índice cluster? A. É um tipo de índice onde a ordem lógica não corresponde à ordem física armazenada das linhas da tabela. B. É um tipo de índice onde a ordem lógica ou indexada dos valores de chaves é igual à ordem física armazenada das linhas correspondentes da tabela. C. É um tipo de índice onde a ordem dos dados é crescente. D. É um tipo de índice onde a ordem dos dados é decrescente..27. Quantos índices cluster são permitidos por tabela? A. 1. B. 2. C. 3. D O comando TRUNCATE TABLE: A. Deleta uma tabela. B. Deleta todos dados de uma tabela. C. Deleta os índices de uma tabela. D. Deleta todas as tabelas de um banco de dados..29. Como é composto o nome completo de um objeto no SQL SERVER? A. Nome do servidor.nome do database do objeto.nome do objeto. B. Nome do servidor.nome do database do objeto.nome do proprietário do objeto.nome do objeto. C. Nome do servidor.nome do objeto.nome do proprietário do objeto. D. Nome do database do objeto.nome do proprietário do objeto.nome do objeto..30. A cláusula ORDER BY ordena os dados por default na ordem: A. Física. B. Lógica. C. Crescente. D. Decrescente..31. O que é uma VIEW? A. É um filtro que mostra apenas o conteúdo de uma coluna em uma tabela. B. É uma cópia de uma tabela. C. É um filtro que mostra os índices de uma tabela. D. É um filtro que mostra apenas os dados de algumas colunas de uma ou mais tabelas..32. Uma coleção de comandos Transact SQL é chamado de: A. Stored SQL B. Stored commands. C. Stored Table. D. Stored Procedure..33. O que pode ser visualizado com a execução da Stored Procedure SP_WHO? A. O número de tabelas de em banco de dados. B. O número de usuários e processos atuais do SQL SERVER. C. O número de usuários criados no banco de dados. D. O nome das tabelas de um banco de dados..34. Qual é o comando utilizado para se criar uma Stored Procedure? A. Make Procedure. B. Create Procedure. C. Start Procedure.

5 17-fev-02 PRODAM - Proc. de Dados do Munic. de Sao Paulo Cargo 10: An Sup PL (BD Relac) 5 D. Execute Procedure..35. O que é uma trigger? A. É um tipo especial de Stored Procedure que é executada sempre que houver determinada modificação nos dados de uma tabela. B. É uma rotina de manutenção das tabelas de um banco de dados. C. É o processo que dispara o backup de um banco de dados. D. É um tipo de índice criado automaticamente pelo sistema..36. O que são LOCKS? A. São um tipo de mecanismo que bloqueia o uso de um banco de dados. B. São um tipo de mecanismo que permite a alteração de dados em uma tabela que não esteja em uso. C. São um tipo de mecanismo que previne problemas de manipulação concorrente nos dados. D. São um tipo de mecanismo que permite a alteração de dados em duas tabelas simultaneamente..37. Como é a sintaxe básica do comando SELECT? A. SELECT N FROM. B. SELECT DATA FROM. C. SELECT * FROM. D. SELECT # FROM..38. Por quais meios é possível fazer backup de um banco de dados SQL? A. Somente por meio de comandos Transact-SQL. B. Por meio de comandos Transact-SQL e do Enterprise Manager. C. Somente por meio do Enterprise Manager. D. Somente com ferramentas de terceiros..39. Quais são os tipos de replicação de dados disponíveis no SQL SERVER 7.0? A. Instantânea e de mesclagem. B. Instantânea e transacional. C. Transacional e de mesclagem. D. Instantânea, transacional e de mesclagem..40. A ferramenta DTS pode ser utilizada para: A. Importar e exportar dados. B. Importar dados. C. Somente transformar dados. D. Importar, exportar e transformar dados. FIM DO CADERNO CARGO: 10 ANALISTA SUPORTE PLENO (BD RELAC) QUESTÃO GABARITO PROVISÓRIO GABARITO DEFINITIVO 1 B B 2 A A 3 D D 4 C C 5 C C 6 B B 7 A A 8 D D 9 C C 10 A A 11 B B 12 A A 13 B B 14 C C 15 B B 16 A A 17 D D 18 C C 19 B B 20 B B 21 C C 22 D D 23 C C 24 A A 25 B B 26 B B 27 A A 28 B B 29 B B 30 C C 31 D D 32 D D 33 B B 34 B B 35 A A 36 C C 37 C C 38 B B 39 D D 40 D D DECISÃO

6 ENUNCIADO DAS QUESTÕES DISSERTATIVAS Resolva estas questões em folha dupla de papel almaço. Use uma folha dupla para cada questão. Coloque em cada folha dupla seu nome completo, seu CPF, nome do cargo e código do cargo. Analista de Suporte Pleno (Banco de Dados Relacional) QUESTÃO 01 - Escreva um algoritmo para um sistema de cotação de preços, onde o sistema deve solicitar o nome de um produto e o preço de três fornecedores, após a entrada dos preços dos fornecedores, informar o preço mais baixo. Desenvolva o fluxograma e o pseudocódigo. QUESTÃO 02 - O setor de patrimônio de uma empresa precisa calcular a depreciação de um caminhão adquirido por R$ ,00. A taxa de depreciação para veículos é de 20% ao ano, sendo que o caminhão possui 5 anos. Escreva um algoritmo (fluxograma e pseudocódigo) para calcular a depreciação do caminhão nesses 5 anos e informar: o valor depreciado a cada ano do veículo e o valor atualizado do caminhão. QUESTÃO 03 - Elaborar um algoritmo (fluxograma e pseudocódigo) para ordenar uma tabela contendo 100 nomes de funcionários. Admitir que a tabela com os nomes dos funcionários é fornecida. QUESTÃO 04 - A secretaria de uma escola distribui para cada professor uma relação de folhas de notas contendo as seguintes informações: 1 - Nome do professor 2 - Disciplina ministrada 3 - Relação contendo no máximo 30 alunos Os professores preenchem em local adequado a nota de cada aluno. Desenvolva um algoritmo (fluxograma e pseudocódigo) para ler as folhas de notas de cada professor e imprimir as notas. Admita que uma leitora óptica fará a leitura das notas.

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 09 AN SUP JR (TELEINFORM) ESTE CADERNO CONTÉM 40

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 08 AN SUP JR (REDES) ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 02 AN PROG PL (SQL-FORMS) ESTE CADERNO CONTÉM 40

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC.

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO CARGO: 12 AN SUP PL (INTERNET) ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES NÃO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 04 AN SIST JR (INTERNET) ESTE CADERNO CONTÉM 40

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 05 AN SIST JR ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO CARGO: 07 AN SIST SR ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC.

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO CARGO: 07 AN SIST SR ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A SEREM RESOLVIDAS FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 06 AN SIST PL ESTE CADERNO CONTÉM 40 QUESTÕES A

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Linguagem SQL (Parte I)

Linguagem SQL (Parte I) Universidade Federal de Sergipe Departamento de Sistemas de Informação Itatech Group Jr Softwares Itabaiana Site: www.itatechjr.com.br E-mail: contato@itatechjr.com.br Linguagem SQL (Parte I) Introdução

Leia mais

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri OBJETIVOS DA AULA: Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Fazer uma breve introdução a respeito do MS SQL Server 7.0; Criar uma pequena base de dados no MS SQL Server 7.0; Elaborar

Leia mais

Linguagem SQL Parte I

Linguagem SQL Parte I FIB - Centro Universitário da Bahia Banco de Dados Linguagem SQL Parte I Francisco Rodrigues Santos chicowebmail@yahoo.com.br Slides gentilmente cedidos por André Vinicius R. P. Nascimento Conteúdo A Linguagem

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR

CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 NÃO VIRE ESTA PÁGINA ATÉ O FISCAL AUTORIZAR FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS DE SÃO PAULO CONCURSO PÚBLICO PRODAM - PROC. DE DADOS DO MUNIC. DE SAO PAULO 17-FEV-02 CARGO: 11 AN SUP PL (FERR DESENV SIST) ESTE CADERNO CONTÉM

Leia mais

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet

Faculdade Pitágoras 16/08/2011. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Sistemas para Internet Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL

Faculdade Pitágoras. Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados. Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL Faculdade Pitágoras Curso Superior de Tecnologia: Banco de Dados Disciplina: Banco de Dados Prof.: Fernando Hadad Zaidan SQL A linguagem SQL é responsável por garantir um bom nível de independência do

Leia mais

SQL. Structured Query Language

SQL. Structured Query Language SQL Structured Query Language Construções básicas Junção de Tabelas Join O uso da operação JOIN numa cláusula FROM especifica como se deseja que as tabelas sejam vinculadas. Use INNER JOIN para associar

Leia mais

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências

Bases de Dados 2007/2008. Aula 1. Referências Bases de Dados 2007/2008 Aula 1 Sumário 1. SQL Server 2000: configuração do acesso ao servidor. 1.1. SQL Server Service Manager. 1.2. SQL Server Enterprise Manager. 1.3. SQL Query Analyzer. 2. A base de

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 6.1 ARQUIVOS E REGISTROS De um modo geral os dados estão organizados em arquivos. Define-se arquivo como um conjunto de informações referentes aos elementos

Leia mais

INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR. (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian)

INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR. (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian) INSTALAR O SQL SERVER NO SERVIDOR QUANDO JÁ EXISTE UM OUTRO SERVIDOR (É o caso da Zervan, que existe o servidor da Fernanda e queremos instalar um outro na máquina de Lilian) 1) No servidor novo, máquina

Leia mais

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.

Live Show Gerenciamento de Ambientes. Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet. Live Show Gerenciamento de Ambientes Danilo Bordini (http://blogs.technet.com/dbordini ) Rodrigo Dias (http://blogs.technet.com/rodias) Live Show! Vocês são do Time! Período do Evento Final de Semana Durante

Leia mais

Analysis Services. Manual Básico

Analysis Services. Manual Básico Analysis Services Manual Básico Construindo um Banco de Dados OLAP... 2 Criando a origem de dados... 3 Definindo as dimensões... 5 Níveis de dimensão e membros... 8 Construindo o cubo... 11 Tabela de fatos...12

Leia mais

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server

Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Segurança de Acesso a Banco de Dados no MS SQL Server Para efetuar com sucesso os exemplos que serão mostrados a seguir é necessário que exista no SQL Server uma pessoa que se conecte como Administrador,

Leia mais

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro

Worldwide Online TechDay. 30 - Outubro 30 - Outubro 1 Como funciona um banco de dados Microsoft SQL Server? Fabricio Catae Premier Field Engineer Microsoft Certified Master Twitter: @fcatae WebSite: http://blogs.msdn.com/fcatae/ 2 Nossos Parceiros

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MySQL

Manual de Instalação e Configuração MySQL Manual de Instalação e Configuração MySQL Data alteração: 19/07/11 Pré Requisitos: 1. Baixar os seguintes arquivos no através do link http://ip.sysfar.com.br/install/ mysql-essential-5.1.46-win32.msi mysql-gui-tools-5.0-r17-win32.msi

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 13/11/2009 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Passos para a instalação do SQL Server O MS SQL Server Conceitos relacionais Bancos de dados

Leia mais

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br

NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br NOVO SISTEMA DE CORREIO ELETRONICO PARA OS DOMINIOS ic.uff.br & dcc.ic.uff.br A partir de 28/07/2004 (quarta-feira), ás 17:30 hs estaremos trocando nossos servidores de correio para ambos os domínios ic.uff.br

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 A) Quando o candidato redigiu: The users can have control of their data and they determine what data they want to reveal, rather than be forced. Quando o candidato

Leia mais

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.

? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase. ? O SQL SERVER é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que foi desenvolvido inicialmente pela Microsoft em parceria com a Sybase.? Desde de 1994, a Microsoft lança versões do SQL SERVER

Leia mais

PROVA ESPECÍFICA Cargo 04

PROVA ESPECÍFICA Cargo 04 10 PROVA ESPECÍFICA Cargo 04 QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas: I. Uma das funções de um DBA é gerenciar os mecanismos de segurança de acesso aos dados armazenados em um SGBD (Sistema Gerenciador

Leia mais

AUDITORIA EM BANCO DE DADOS COM UTILIZAÇÃO DE REGRAS

AUDITORIA EM BANCO DE DADOS COM UTILIZAÇÃO DE REGRAS REVISTA DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA AUDITORIA EM BANCO DE DADOS COM UTILIZAÇÃO DE REGRAS Eder Pazinatto Faculdade Anhanguera de Passo Fundo RESUMO: A busca por mecanismos que implementam segurança

Leia mais

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML

Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML Linguagem de Consulta Estruturada SQL- DML INTRODUÇÃO A SQL - Structured Query Language, foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation

Leia mais

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO

GBD. Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO GBD Introdução PROF. ANDREZA S. AREÃO Sistema de arquivos X Sistemas de Banco de Dados Sistema de arquivos Sistema de Banco de Dados Aplicativos Dados (arquivos) Aplicativos SGBD Dados (arquivos) O acesso/gerenciamento

Leia mais

Aula 1 Acesso a Banco de Dados

Aula 1 Acesso a Banco de Dados Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Introdução O JDBC (Java Database Connectivity) foi criado com o intuito de fornecer aos programadores

Leia mais

Treinamento sobre SQL

Treinamento sobre SQL Treinamento sobre SQL Como Usar o SQL Os dois programas que você mais utilizara no SQL Server são: Enterprise Manager e Query Analyzer. No Enterprise Manager, você pode visualizar e fazer alterações na

Leia mais

Computação Móvel 2007/2008

Computação Móvel 2007/2008 Computação Móvel 2007/2008 Tutorial 2 Criação de uma nova publicação de base de dados no SQL Server 2005 Standard Edition / Enterprise Edition / Developer Edition No computador cliente: 1. Estabelecer

Leia mais

Gerência de Banco de Dados

Gerência de Banco de Dados exatasfepi.com.br Gerência de Banco de Dados Prof. Msc. André Luís Duarte Banco de Dados Os bancos de dados são coleções de informações que se relacionam para criar um significado dentro de um contexto

Leia mais

Programação com Acesso a Banco de Dados

Programação com Acesso a Banco de Dados Campus Ipanguaçu Curso: Técnico em Informática Programação com Acesso a Banco de Dados AULA 17 ACESSO A BANCO DE DADOS COM JDBC PROF.: CLAYTON M. COSTA 2 011.2 Introdução Aplicação + Banco de Dados: Funcionalidade

Leia mais

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual

Easy Linux! FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL. IPortalMais: a «brainware» company www.iportalmais.pt. Manual IPortalMais: a «brainware» company FUNAMBOL FOR IPBRICK MANUAL Easy Linux! Title: Subject: Client: Reference: Funambol Client for Mozilla Thunderbird Doc.: Jose Lopes Author: N/Ref.: Date: 2009-04-17 Rev.:

Leia mais

O que são Bancos de Dados?

O que são Bancos de Dados? SQL Básico Liojes de Oliveira Carneiro professor.liojes@gmail.com www.professor-liojes.blogspot.com O que são Bancos de Dados? É o software que armazena, organiza, controla, trata e distribui os dados

Leia mais

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL

APOSTILA BANCO DE DADOS INTRODUÇÃO A LINGUAGEM SQL 1. O que é Linguagem SQL 2. Instrução CREATE 3. CONSTRAINT 4. ALTER TABLE 5. RENAME TABLE 6. TRUCANTE TABLE 7. DROP TABLE 8. DROP DATABASE 1 1. O que é Linguagem SQL 2. O SQL (Structured Query Language)

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL-CONTROCAR RESUMO

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL-CONTROCAR RESUMO SISTEMA DE INFORMAÇÃO GERENCIAL-CONTROCAR SOUZA, R. C. F. 1 VERONA, E. D. 2 RESUMO Este artigo mostra o desenvolvimento de um sistema computacional (CONTROCAR) voltado para gerenciamento de empresas que

Leia mais

Introdução ao SQL. O que é SQL?

Introdução ao SQL. O que é SQL? Introdução ao SQL 1 O que é SQL? Inicialmente chamada de Sequel, SQL (Structured Query Language), é a linguagem padrão utilizada para comunicar-se com um banco de dados relacional. A versão original foi

Leia mais

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil

Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Grupo de Arquitetos Microsoft Brasil Luciano Condé Markus Christen Otávio Pecego Coelho Waldemir Cambiucci Azure Academy Waldemir Cambiucci Arquiteto de Soluções Microsoft Brasil http://blogs.msdn.com/wcamb

Leia mais

A compreensão do mecanismo de transações é essencial, sempre que a

A compreensão do mecanismo de transações é essencial, sempre que a Transações A compreensão do mecanismo de transações é essencial, sempre que a base de dados d servir várias clientes simultaneamente. Em SQL é possível definir explicitamente os limites de uma transação.

Leia mais

Banco de Dados. Prof. Antonio

Banco de Dados. Prof. Antonio Banco de Dados Prof. Antonio SQL - Structured Query Language O que é SQL? A linguagem SQL (Structure query Language - Linguagem de Consulta Estruturada) é a linguagem padrão ANSI (American National Standards

Leia mais

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33

Escrito por Sex, 14 de Outubro de 2011 23:12 - Última atualização Seg, 26 de Março de 2012 03:33 Preço R$ 129.00 Compre aqui SUPER PACOTÃO 3 EM 1: 186 Vídeoaulas - 3 dvd's - 10.5 Gybabyte. 1) SQL 2) Banco de Dados (Oracle 10g, SQL Server 2005, PostgreSQL 8.2, Firebird 2.0, MySQL5.0) 3) Análise e Modelagem

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados

Sistema de Bancos de Dados. Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados Sistema de Bancos de Dados Conceitos Gerais Sistema Gerenciador de Bancos de Dados # Definições # Motivação # Arquitetura Típica # Vantagens # Desvantagens # Evolução # Classes de Usuários 1 Nível 1 Dados

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL

Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Oracle University Entre em contato: 0800 891 6502 Banco de Dados Oracle 10g: Introdução à Linguagem SQL Duração: 5 Dias Objetivos do Curso Esta classe se aplica aos usuários do Banco de Dados Oracle8i,

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Administração de Usuários e Privilégios no Banco de Dados

Administração de Usuários e Privilégios no Banco de Dados Administração de Usuários e Privilégios no Banco de Dados Todo agrupamento de bancos de dados possui um conjunto de usuários de banco de dados. Estes usuários são distintos dos usuários gerenciados pelo

Leia mais

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2.

Aqui pode escolher o Sistema operativo, e o software. Para falar, faça download do Cliente 2. TeamSpeak PORTUGUES ENGLISH Tutorial de registo num servidor de TeamSpeak Registration tutorial for a TeamSpeak server Feito por [WB ].::B*A*C*O::. membro de [WB ] War*Brothers - Non Dvcor Dvco Made by:

Leia mais

Comandos de Manipulação

Comandos de Manipulação SQL - Avançado Inserção de dados; Atualização de dados; Remoção de dados; Projeção; Seleção; Junções; Operadores: aritméticos, de comparação,de agregação e lógicos; Outros comandos relacionados. SQL SQL

Leia mais

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server

Ficha prática nº 7. SGBD Microsoft Access e SQL Server Instituto Superior Politécnico de Viseu Escola Superior de Tecnologia Departamento de Informática Ficha prática nº 7 SGBD Microsoft Access e SQL Server Objectivo: Criação de uma aplicação em arquitectura

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 INTRODUÇÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 1 Leonardo Pereira leonardo@estudandoti.com.br Facebook: leongamerti http://www.estudandoti.com.br Informações que precisam ser manipuladas com mais segurança

Leia mais

Aplicabilidade: visão geral

Aplicabilidade: visão geral CURSO BÁSICO SAXES 2 Aplicabilidade: visão geral BI Comércio Indústria nf-e Serviços Software house Enterprise Business Bus Banco financeiro Instituição Sindicato ERP html Casos 3 6 Customização: importação

Leia mais

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008

INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 INSTALANDO E CONFIGURANDO O ACTIVE DIRECTORY NO WINDOWS SERVER 2008 Objetivo Esse artigo tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o Active Directory no Windows Server 2008. Será também apresentado

Leia mais

Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I

Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I Especialização em Engenharia e Administração de Banco de Dados SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS I José Alberto F. Rodrigues Filho beto@beto.pro.br Firebird É a primeira geração, descendente do

Leia mais

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura Banco de Dados Conversão para o Banco de Dados SisMoura Objetivo : Converter as informações contidas em um determinado banco de dados para o banco de dados do Sismoura. Restaurar Banco de Dados em branco

Leia mais

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido SATA 3.5 hd:basic hdd enclosure caixa externa para disco rígido hd:basic USER S GUIDE SPECIFICATIONS HDD support: SATA 3.5 Material: Aluminium Input connections: SATA HDD Output connections: USB 2.0

Leia mais

Histórico de revisões

Histórico de revisões Apostila 3 Histórico de revisões Data Versão Descrição Autor 30/09/2011 1.0 Criação da primeira versão HEngholmJr CONTEÚDO Exclusão de registros Consultas por Dados de Resumo Group by / Having Funções

Leia mais

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server SGBD SQL Server Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server Criação da Ligação ao SGBD Entrar no Microsoft SQL Server / Enterprise Manager Criar

Leia mais

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSORS. Profº Erinaldo Sanches Nascimento

UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSORS. Profº Erinaldo Sanches Nascimento UNINGÁ UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR INGÁ FACULDADE INGÁ CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CURSORS Profº Erinaldo Sanches Nascimento Introdução Cursor é usado para percorrer um conjunto de linhas retornadas por uma consulta

Leia mais

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano

DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS. Fábio Roberto Octaviano DO BÁSICO AO AVANÇADO PARA MANIPULAÇÃO E OTIMIZAÇÃO DE DADOS Fábio Roberto Octaviano Controlando Acesso dos Usuários Após o término do Capítulo: Diferenciar privilégios de sistema e privilégios de objetos.

Leia mais

Gerenciamento de um Sistema de

Gerenciamento de um Sistema de SBD Gerenciamento de um Sistema de Banco de Dados Prof. Michel Nobre Muza ua michel.muza@ifsc.edu.br Prof. Marcos Antonio Viana Nascimento Por que é importante: Motivação Participar na organização e no

Leia mais

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID

Prof. Carlos Majer Aplicações Corporativas UNICID Este material pertence a Carlos A. Majer, Professor da Unidade Curricular: Aplicações Corporativas da Universidade Cidade de São Paulo UNICID Licença de Uso Este trabalho está licenciado sob uma Licença

Leia mais

1.264 Aula 7. Introdução ao SQL

1.264 Aula 7. Introdução ao SQL 1.264 Aula 7 Introdução ao SQL Linguagem Estruturada de Consulta (SQL) Aula 7 SELECT, INSERT, DELETE, UPDATE Junções Aula 8 Subconsultas Visões (tabelas virtuais) Índices Transações Segurança Desempenho

Leia mais

Sumário Agradecimentos... 19 Sobre.o.autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo.1..Bem-vindo.ao.MySQL... 22

Sumário Agradecimentos... 19 Sobre.o.autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo.1..Bem-vindo.ao.MySQL... 22 Sumário Agradecimentos... 19 Sobre o autor... 20 Prefácio... 21 Capítulo 1 Bem-vindo ao MySQL... 22 1.1 O que é o MySQL?...22 1.1.1 História do MySQL...23 1.1.2 Licença de uso...23 1.2 Utilizações recomendadas...24

Leia mais

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações

Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações Fundamentos dos Sistemas de Informação Organização de Dados e Informações http://professor.fimes.edu.br/milena milenaresende@fimes.edu.br Sistema de Gerenciamento de Bases de Dados (DBMS) A implementação

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

11g Wireless Broadband Router (Roteador banda-larga sem fio- Wireless G) Quick Installation Guide

11g Wireless Broadband Router (Roteador banda-larga sem fio- Wireless G) Quick Installation Guide LevelOne WBR-3408 11g Wireless Broadband Router (Roteador banda-larga sem fio- Wireless G) Quick Installation Guide English Português Table of Contents English... 3 Português... 16 2 English Package Contents

Leia mais

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello

Banco de Dados. Maurício Edgar Stivanello Banco de Dados Maurício Edgar Stivanello Agenda Conceitos Básicos SGBD Projeto de Banco de Dados SQL Ferramentas Exemplo Dado e Informação Dado Fato do mundo real que está registrado e possui um significado

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Introdução à linguagem SQL

Introdução à linguagem SQL Introdução à linguagem SQL 1 Histórico A linguagem de consulta estruturada (SQL - Structured Query Language) foi desenvolvida pela empresa IBM, no final dos anos 70. O primeiro banco de dados comercial

Leia mais

Arquitetura de BDs Distribuídos. Victor Amorim - vhca Pedro Melo pam2

Arquitetura de BDs Distribuídos. Victor Amorim - vhca Pedro Melo pam2 Victor Amorim - vhca Pedro Melo pam2 Arquitetura de BDs Distribuídos Sistemas de bds distribuídos permitem que aplicações acessem dados de bds locais ou remotos. Podem ser Homogêneos ou Heterogêneos: Homogêneos

Leia mais

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Programação com acesso a BD Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br 1 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias 2 Modelos de Dados, Esquemas e Instâncias Modelo de dados: Conjunto de conceitos

Leia mais

Estudo Dirigido Programação de Banco de Dados

Estudo Dirigido Programação de Banco de Dados 1 Estudo Dirigido Programação de Banco de Dados Estudo Dirigido I SQL Server Dados da vaga Descrição: Atuará com DBA, SQL e BI, definir estruturas de data warehouse, cubos, infraestrutura e desenvolvimento

Leia mais

ALARM REPORT ALARM TYPE = (A)... ALARM-NUMBER = 1 (1)... STATUS AT ABORTION: (3)... (4)... ERROR REASON: (6)... (7)...

ALARM REPORT ALARM TYPE = (A)... ALARM-NUMBER = 1 (1)... STATUS AT ABORTION: (3)... (4)... ERROR REASON: (6)... (7)... Informe de Alarme RRN 05835 Causa de Ativação da Mensagem Informe de alarme gerado nas seguintes condições: D algum erro ocorreu durante o Backup Contínuo de Dados o que leva a um cancelamento dessa função

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

Caracterização dos servidores de email

Caracterização dos servidores de email Caracterização dos servidores de email Neste documento é feita a modulação de um servidor de email, com isto pretende-se descrever as principais funcionalidades e características que um servidor de email

Leia mais

Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados. Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br

Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados. Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Laboratório de Banco de Dados Aula 1 Acesso a Banco de Dados Prof. Josenildo Silva jcsilva@ifma.edu.br Introdução O JDBC (Java Database Connectivity) foi criado com o intuito de fornecer aos programadores

Leia mais

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas

ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL. Carga horária: 32 Horas ORACLE 11 G INTRODUÇÃO AO ORACLE, SQL,PL/SQL Carga horária: 32 Horas Pré-requisito: Para que os alunos possam aproveitar este treinamento ao máximo, é importante que eles tenham participado dos treinamentos

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS ARTEFATO 02 AT02 Diversos I 1 Indice ESQUEMAS NO BANCO DE DADOS... 3 CRIANDO SCHEMA... 3 CRIANDO TABELA EM DETERMINADO ESQUEMA... 4 NOÇÕES BÁSICAS SOBRE CRIAÇÃO E MODIFICAÇÃO

Leia mais

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso):

TRANSAÇÕES. Considerando que estes comandos fazem parte de uma TRANSAÇÃO (veremos como indicar isso): TRANSAÇÕES 1. Visão Geral Uma transação é uma unidade lógica de trabalho (processamento) formada por um conjunto de comandos SQL cujo objetivo é preservar a integridade e a consistência dos dados. Ao final

Leia mais

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br

PostgreSQL. www.postgresql.org. André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br PostgreSQL www.postgresql.org André Luiz Fortunato da Silva Analista de Sistemas CIRP / USP alf@cirp.usp.br Características Licença BSD (aberto, permite uso comercial) Multi-plataforma (Unix, GNU/Linux,

Leia mais

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase.

Prof. Omero, pág. 63. Banco de Dados InterBase. Prof. Omero, pág. 63 O que é o InterBase? O InterBase é um SGBDR - Sistema Gerenciador de Banco de Dados Cliente/Servidor Relacional 1 que está baseado no padrão SQL ANSI-9, de alta performance, independente

Leia mais

PL/pgSQL por Diversão e Lucro

PL/pgSQL por Diversão e Lucro PL/pgSQL por Diversão e Lucro Roberto Mello 3a. Conferência Brasileira de PostgreSQL - PGCon-BR Campinas - 2009 1 Objetivos Apresentar as partes principais do PL/pgSQL Apresentar casos de uso comum do

Leia mais

INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL

INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL INSTALANDO E CONFIGURANDO O MY SQL Este tutorial tem como objetivo mostrar como instalar o banco de dados My SQL em ambiente Windows e é destinado aqueles que ainda não tiveram um contato com a ferramenta.

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

UFES Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Disciplina de Banco de Dados.

UFES Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias Departamento de Engenharia Rural Disciplina de Banco de Dados. Ativando o MySQL Tutorial MySQL Passo1: Verificar onde (path, caminho) o MySQL está instalado. Figura 1. Diretório de instalação do MySQL Nome do Arquivo MySqld Mysqld-debug Mysqld-nt Mysqld-max Mysqld-max-nt

Leia mais

0 1 5 5 _ B A S E D E D A D O S P A R A I N T E R N E T ( S E R V E R S I D E )

0 1 5 5 _ B A S E D E D A D O S P A R A I N T E R N E T ( S E R V E R S I D E ) 0 1 5 5 _ B A S E D E D A D O S P A R A I N T E R N E T ( S E R V E R S I D E ) EFA NÍVEL SECUNDÁRIO TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO MULTIMÉDIA (TICM) 04-05-2011 0155_Base de dados para Internet

Leia mais

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL BANCO DE DADOS 2 SQL (CREATE TABLE, CONSTRAINTS, DELETE, UPDATE e INSERT) Prof. Edson Thizon SQL SQL ( structured query language ) é uma linguagem comercial de definição e manipulação de banco de dados

Leia mais

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br

BANCO DE DADOS. info 3º ano. Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br BANCO DE DADOS info 3º ano Prof. Diemesleno Souza Carvalho diemesleno@iftm.edu.br www.diemesleno.com.br Na última aula estudamos Unidade 4 - Projeto Lógico Normalização; Dicionário de Dados. Arquitetura

Leia mais

2. Execute o arquivo com o comando a seguir: sudo./alfresco-community-4.2.b-installer-linux-x64.bin

2. Execute o arquivo com o comando a seguir: sudo./alfresco-community-4.2.b-installer-linux-x64.bin Neste tutorial vamos realizar a instalação básica do Alfresco em um Servidor Linux. Usamos para este Tutorial o Alfresco CE 4.2 e Linux Ubuntu 12.10 mais o mesmo pode ser similar em diversos Linux baseasos

Leia mais

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo CONCORRÊNCIA 1. Introdução Recursos exclusivos Não necessita controle Abundância de recursos compartilhados Controle necessário mas mínimo Harmonia, provavelmente não haverá conflito Recursos disputados

Leia mais