PROPOSTA ALTERNATIVA PARA ELIMINAÇÃO DO FOSSO. Pedro Miguel Rosado da Silva Sócio 13981

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROPOSTA ALTERNATIVA PARA ELIMINAÇÃO DO FOSSO. Pedro Miguel Rosado da Silva Sócio 13981"

Transcrição

1 PROPOSTA ALTERNATIVA PARA ELIMINAÇÃO DO FOSSO Pedro Miguel Rosado da Silva Sócio 13981

2 Exmos. Senhores Antes de mais queria dar os parabéns pelo vosso esforço e disponibilidade para fazer o Sporting retornar a um rumo condizente com a sua história. Como vosso apoiante tomo a liberdade de propor alternativas à opção apresentada de eliminação do fosso existente no Estádio José Alvalade. Talvez importe referir que estas opções têm por base a minha prática e experiência profissional de 13 anos em Arquitectura com acção predominantemente focalizada em espaços cénicos como teatros, auditórios, cinemas e afins. Na sessão de esclarecimento dedicada ao tema e apesar de já apresentar algumas reticencias em relação à exequibilidade total e razoabilidade do que propunham, optei por não questionar em público de modo a preservar as vossas opções perante as críticas. 2 de 14

3 Sendo conhecido e reconhecido por todos a barreira que constitui o fosso existente, concordo com a necessidade de rapidamente solucionar este problema que real e psicologicamente afasta os intervenientes do jogo dos seus espectadores. 3 de 14

4 O projecto apresentado propõe a continuação de filas de cadeiras até aos limites da plataforma onde se insere o campo. 4 de 14

5 Desta intenção surgem-me imediatamente algumas questões: Problemas com direitos de autor ao se propor uma alteração de projecto (ainda que admita que qualquer solução o terá). Problemas do custo envolvido na construção, custo esse mensurável quer em dinheiro quer em tempo de construção. Problemas de defesa do beneficio com base no aumento de lotação dadas as habituais assistências em Alvalade agravado de serem lugares tradicionalmente pouco procurados em Portugal. Problemas estéticos, e por isso claramente mais subjectivos, de agravamento da desproporção entre bancadas A e B. Problemas de visibilidade, quer das novas filas quer das imediatamente atrás, agravados com a eventual proposta de rebaixamento do relvado. Este rebaixamento prejudicaria ainda mais a visibilidade, tornando-a eventualmente precária em determinados pontos da bancada B. Problemas com o avanço das bancadas para ainda mais próximo do limite da cobertura com clara exposição aos agentes atmosféricos ou até além do limite da cobertura que impedirão a sua categorização como lugar coberto. Problemas de acesso automóvel (nomeadamente ambulâncias) ao relvado e a compatibilização de uma obrigatória rampa com as novas bancadas. Problemas com a compatibilização de limitas entre o rectângulo que forma a plataforma do campo e o conjunto de curvas que formam as bancadas. Problemas com segurança e caminhos de evacuação de emergência. Problemas com a sobrecarga estrutural, com exigências regulamentares elevadas ditadas pelo o uso. Problemas com eventual aumento das dificuldades de ventilação da superfície de relvado. 5 de 14

6 Tendo isto em conta, e já com algum pensamento anterior (na realidade desde 6 de Agosto de 2003, altura a partir da qual me tornei presença assídua no estádio) procurei soluções alternativas com base nestes pressupostos: Em Alvalade, tradicionalmente, nunca o publico esteve em cima do campo. O fosso é uma barreira mais psicológica que distancia física. Tanto se pode aproximar o público dos interveniente como o inverso. O maior afastamento real é de cerca 11/19m (ao limite do fosso/ao limite do campo) na central e 7/15 nos topos. A existência de bancadas curvas (que melhora grandemente o conforto visual dos espectadores) implica sempre um afastamento destas ao campo com pontos máximos nos centros dos Topos e Centrais. São inúmeros os estádios em que isso acontece e não é por isso que a pressão é menor: Olímpico de Roma Mineirão Arena Amsterdam Maracanã Stade de France Estádio Monumental de Nunez 6 de 14

7 Assim sendo proponho duas alternativas que até se poderão complementar no tempo: 1) Cobrir o fosso com telas tensionadas com imagens alusivas ao Sporting (ou alternativamente publicidade), possibilitando no imediato a atenuação visual e psicológica do fosso. Refira-se que não posso reclamar a paternidade desta opção tendo ela surgido em discussão num fórum sportinguista por intermédio de um forista (também vosso apoiante a participante activo na campanha). 7 de 14

8 2 Alternativamente, ou complementarmente diria, proponho que se cubra o fosso ao nível da plataforma do campo com uma estrutura leve (perfis metálicos e lages colaborantes por exemplo) coberta com pavimento idêntico ao que circunda o relvado actualmente, relva artificial de baixa manutenção ou relva natural. Esta solução permitiria de uma maneira mais simples e rápida eliminar essa barreira física, visual e acima de tudo psicológica, com: Menores custos quer económicos quer em tempo de construção. Menor agravamento de peso na estrutura existente. Menores exigências estruturais regulamentares. Menores constrangimentos e adaptações funcionais e regulamentares. Aproximação dos intervenientes às bancadas. Melhor uso da plataforma onde se encontra o campo com maiores áreas técnicas para os bancos, maiores áreas de aquecimento de suplentes, eventualmente maior superfície relvada, maior área complementar ao campo de jogo, maior espaço para os repórteres fotográficos e outros agentes, etc. 8 de 14

9 Proposta Alternativa 9 de 14

10 Comparação de visibilidades e afastamentos. Corte pela Central Situação actual. Corte pela Central Situação proposta. Corte pela Central Situação alternativa. 10 de 14

11 Corte pelo Topo Situação alternativa. Corte pelo Topo Situação proposta. Corte pelo Topo Situação alternativa. 11 de 14

12 Proposta para a solução da constante degradação do relvado. Complementarmente volto ainda a referir a proposta anteriormente apresentada de solucionamento de um problema que creio se vai voltar a repetir: a degradação permanente do relvado do Estádio José Alvalade. Actualmente o relvado apresenta as condições mínimas aceitáveis para a prática exigente e exigível de futebol profissional. Esta condição dever-se-á quanto a mim da conjugação benéfica de vários factores (Climatéricos, intensidade do uso, etc.). No entanto não é estranho verificar mesmo nestas condições o desprendimento de partes da superfície do relvado por acção dos seus utilizadores. Este facto, não sendo tão grave como o verificado há dois anos, prejudica a prática de futebol, geralmente beneficiando as equipas menos técnicas e defensivas. Aceitando que o principal problema do relvado esteja na incapacidade morfológica do estádio em produzir ventilação suficiente, creio que uma excelente solução seria a implementação de um sistema subterrâneo de ventilação e drenagem. Este sistema tem a denominação internacional comum de FAVVS (Forced Air Ventilation and Vacuum System) podendo ter maiores ou menores valências consoante as necessidades. Basicamente, sabendo que a relvado é formado por camadas - simplisticamente, a camada drenante (cascalho e outras) de várias granulometrias e espessuras a camada de terra onde estão as raízes e a relva propriamente dita, estende-se na camada de terra uma rede de tubos perfurados que aliam a capacidade de acrescentar capacidade drenante à possibilidade de bombear ou extrair ar junto às raízes. Isto aliado a "medidores" de humidade que possibilitam a correcta aferição das necessidades de ventilação e rega do relvado. Acredito ainda que este sistema poderia ser colocado a prazo com conhecimento totalmente nacional recorrendo a protocolos de colaboração com universidades e departamentos de investigação locais. A seguir excertos relevantes sobre o sistema Nota: Infelizmente não possuo nota das origens das citações. " Under most circumstances these precautions would have been adequate to ensure good grass growth, but Arup wanted to ensure the very best pitch possible. A further ventilation system was therefore added, this time beneath the pitch as for golf courses. At close centres perforated pipes were laid; these double for pitch drainage and through them air can be either pumped or sucked. Humidity detectors in the root zone of the turf show the groundsmen when the pitch is too humid and needs drying out, or is too dry and requires watering. Another benefit of the system is that air can be pumped direct to the base of the turf, thereby oxygenating the root zone and increasing turf growth. " 12 de 14

13 Almost as important as the playing surface itself is keeping it dry and in top condition rain and snow could otherwise require a match to be postponed, resulting in enormous expense to the club hosting the game. To this effect, most football grounds in Britain employ under soil heating, a method witch keeps the pitch from building up puddles or frost from the inside. While it is not an official requirement, it is financially sound to have it installed. There have been occasions where under soil heating's effectiveness has been questioned, however. The most notable and recent incident happened in 27 December 2005, when three grounds in the FA Premier League, supposedly equipped with the system, failed to stop their pitches being covered in thick snow, which led to the matches being postponed. The competition organisers subsequently investigated the reasons why the pitches at the Reebok Stadium, Ewood Park, and St. James' Park (Bolton Wanderers, Blackburn Rovers and Newcastle United respectively) were not able to repel the snow. One of the most advanced drainage structures available for football fields is the Forced Air Ventilation and Vacuum System (FAVVS). This ducted vacuum and air pressure system can carry out two operations. First, fresh, cool air and oxygen for natural growth will be supplied to the crucial area near the roots of the grass plants. A vacuum phase means that the system is able to drain any surplus water after heavy rainfall. Combined with a pop-up, automatic irrigation system and the under soil heating, a good drainage system ensures the pitch will be kept in optimum conditions for play. Construction of Emirates Stadium started in February 2004 by contractors Sir Robert McAlpine. A year later, John was able to start work on the initial pipe installation for the under soil heating and the Forced Air Ventilation and Vacuum System (FAVVS). This system, developed over many years, is a ducted vacuum and air pressure system which can carry out two operations. Firstly, cool, fresh air can be blown into the pitch, supplying additional oxygen to the crucial area around the roots of the grass plants. This provides aerobic conditions in which the grass can thrive, and reduces the risk of a black layer forming. In the vacuum phase, any excess water can be drawn down away from the surface to reduce the risk of waterlogging during heavy rainfall. The under soil heating is hot water gas fired, and uses flue gases from the air system, which makes the closed system 100 per cent energy efficient. 13 de 14

14 There will also be a pop-up irrigation system, a dedicated running track and fully retractable advertising boards around the playing area. During the spring the base of the pitch and pipework will be covered with fill material and the whole pitch sealed to eliminate pressure leakage from the air system. Layers of drainage material will then be laid, before the specially designed lower and upper root zones are constructed, using yet another John Hewitt invention, Fytozone. This incorporates synthetic loose fibres within the upper root zone material which gives added stability. The surface will then be stitched with Desso fibres, before overseeding with Advanta s MM60 seed mixture. "This will be the Rolls Royce of pitches," says John. "Everything will be in place to ensure Arsenal always have a top quality surface to play on all year round." says John. Paul Burgess comments... "I have been totally involved in the new development from day one, and have had a great deal of input into how things are being done regarding the playing surface. The good thing is that everything has been done correctly and that is really important if we are to produce the very high quality we set out to achieve. The Emirates pitch will be very different to Highbury and will need managing differently. We have a lot to learn. For instance how to use the new FAVVS system to optimise conditions within the root zone, and how to use this in conjunction with the lights. If you have 60,000 people sitting around the pitch, it will never be ideal growing conditions for grass. What the technology gives us is the ability to supply light, air and water artificially to mimic natural conditions. This is a really exciting time for the Club and I am really looking forward to the big move. I am confident that the playing surface at the new stadium will be even better than that at Highbury." Saudações Leoninas Sporting Sempre Pedro Miguel Rosado da Silva Sócio de 14

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Trabalho de Compensação de Ausência

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

WORLD CUP BRAZIL 2014

WORLD CUP BRAZIL 2014 WORLD CUP BRAZIL 2014 Match Date Match Stadium City Cat 1 Cat 2 Cat 3/4 VIP 1 12 jun Brazil vs. Croatia Arena De São Paulo Sao Paulo $2,900 $2,500 $1,800 2 13 jun Mexico vs. Cameroon Estadio Das Dunas

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

daily activity into three 10-minute segments if you re having difficulty finding time to exercise.

daily activity into three 10-minute segments if you re having difficulty finding time to exercise. Atividade extra Questão 01 http://pt.wikipedia.org/wiki/gin%c3%a1stica Get more physical activity. Within two months of starting, frequent aerobic exercise can increase HDL cholesterol by about 5 percent

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

Ria Park Hotels - Algarve Unique Events Venue

Ria Park Hotels - Algarve Unique Events Venue Ria Park Hotels - Algarve Unique Events Venue Ria Park Hotels is a fantastic resort, where the variety and flexibility of both our indoor and outdoor venues will guarantee the success of your event. Set

Leia mais

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1.

What is Bullying? Bullying is the intimidation or mistreating of weaker people. This definition includes three important components:1. weaker people. This definition includes three important components:1. Bullying is aggressive behavior that involves unwanted, negative actions. 2. Bullying involves a pattern of behavior repeated over

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

AT A HOTEL NO HOTEL. I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Poderia sugerir um hotel mais barato?

AT A HOTEL NO HOTEL. I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Poderia sugerir um hotel mais barato? I d like to stay near the station. Can you suggest a cheaper hotel? Gostaria de ficar por perto da estação. Poderia sugerir um hotel mais barato? I d like to stay near the station. (I would ) in a cheaper

Leia mais

Sessão de apresentação do Concurso de Ideias do FISTA 2016

Sessão de apresentação do Concurso de Ideias do FISTA 2016 Sessão de apresentação do Concurso de Ideias do FISTA 2016 2 e 3 de Março de 2016 http://fista.iscte-iul.pt/ outline Sessão de apresentação (10h às 12h) Introdução Apresentação do projecto vencedor do

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil

manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil manualdepsiquiatriainfant il manual de psiquiatria infantil These guides possess a lot information especially advanced tips such as the optimum settings configuration for manualdepsiquiatriainfantil manual

Leia mais

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing

User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing User interface evaluation experiences: A brief comparison between usability and communicability testing Kern, Bryan; B.S.; The State University of New York at Oswego kern@oswego.edu Tavares, Tatiana; PhD;

Leia mais

DIBELS TM. Portuguese Translations of Administration Directions

DIBELS TM. Portuguese Translations of Administration Directions DIBELS TM Portuguese Translations of Administration Directions Note: These translations can be used with students having limited English proficiency and who would be able to understand the DIBELS tasks

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015 Pets reality There are about 30 millions abandoned pets only in Brazil. Among these amount, about 10 millions are cats and the other 20 are dogs, according to WHO (World Health Organization). In large

Leia mais

1. How will you tell the rent-a-car worker that you d like to rent a car? 2. How will you ask the rent-a-car worker the kind of cars they have?

1. How will you tell the rent-a-car worker that you d like to rent a car? 2. How will you ask the rent-a-car worker the kind of cars they have? I d like to rent a car. What kind of car do you have? Gostaria de alugar um carro. Que tipo de carro você tem? I d like to rent a car. return the car to the Airport. Gostaria de alugar um carro. devolver

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

www.slippers4hotel.com

www.slippers4hotel.com www.slippers4hotel.com SLIPPERS4HOTEL é uma marca inovadora, criada para marcar a diferença no fornecimento de chinelos. Acima de tudo, pretendemos a satisfação dos nossos clientes, pelo que temos grande

Leia mais

Desafios tecnológicos para o Projeto Observatório Logístico de Transporte

Desafios tecnológicos para o Projeto Observatório Logístico de Transporte Desafios tecnológicos para o Projeto Observatório Logístico de Transporte If we have data, let s look at data. If all we have are opinions, let s go with mine. Jim Barksdale, ex-ceo AT&T e Netscape Se

Leia mais

A solução para todas as famílias The solution for every family. www.tecdream.com. info@tecdream.com

A solução para todas as famílias The solution for every family. www.tecdream.com. info@tecdream.com A solução para todas as famílias The solution for every family www.tecdream.com info@tecdream.com A solução para qualquer família The solution for every family Descubra mais sobre o projecto HomeKit Find

Leia mais

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM Read Online and Download Ebook ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM DOWNLOAD EBOOK : ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS Click link bellow

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 A) Quando o candidato redigiu: The users can have control of their data and they determine what data they want to reveal, rather than be forced. Quando o candidato

Leia mais

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 Page 1 of 10 WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 CONTENTS Massage System with Controller Please note: the above image shows a white unit and a blue unit. The white unit is supplied inside the blue unit

Leia mais

GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS. Design and Quality

GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS. Design and Quality GRUPNOR A ENGENHARIA AO SERVIÇO DOS TRANSPORTES VERTICAIS Design and Quality G A GRUPNOR é uma empresa Portuguesa com mais de três décadas de existência. É uma marca de referência no mercado dos elevadores,

Leia mais

Solutions. Adição de Ingredientes. TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m. O Tempo de Ciclo do Processo é determinado pelo TC da operação mais lenta.

Solutions. Adição de Ingredientes. TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m. O Tempo de Ciclo do Processo é determinado pelo TC da operação mais lenta. Operations Management Homework 1 Solutions Question 1 Encomenda Preparação da Massa Amassar Adição de Ingredientes Espera Forno Entrega TC=0.5m TC=2m TC=1m TC=3m TC=10m TC=1.5m (se mesmo operador) O Tempo

Leia mais

NOTA: Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web. 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening )

NOTA: Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web. 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening ) Professor(a): Bispo, Suzamara Apª de Souza Nome: n.º 3º Web Barueri, / / 2009 Trimestre: 3ª Postagem Exercícios de reposição ( listening ) NOTA: ACTIVITY ONE: Put the verses in order according to what

Leia mais

Eventos Internacional

Eventos Internacional Eventos Internacional Site Inspection Novembro 2014 Apoio Elisabete Sorrentino, Cintia Hayashi Evento: ESOMAR Latin American Conference Entidade Apoiada: World Association of Research Professionals -ESOMAR-

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking/Listening Role Play Card One No Additional Materials are

Leia mais

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri

Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Raquel Jauffret Guilhon Geração automática de suíte de teste para GUI a partir de Rede de Petri Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo

Leia mais

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores

Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Campos extraídos diretamente Título Software reliability analysis by considering fault dependency and debugging time lag Autores Huang, Chin-Yu and Lin, Chu-Ti Ano de publicação 2006 Fonte de publicação

Leia mais

Tese apresentada para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil pela Universidade da Beira Interior, sobre a orientação de:

Tese apresentada para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil pela Universidade da Beira Interior, sobre a orientação de: Tese apresentada para obtenção do grau de Mestre em Engenharia Civil pela Universidade da Beira Interior, sobre a orientação de: Prof. Doutor. João Carlos Gonçalves Lanzinha Prof. Auxiliar do Departamento

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Avaliação da unidade III Pontuação: 7,5 pontos 2 LEIA O TEXTO A SEGUIR E RESPONDA AS QUESTÕES 1 E 2. Does the color red really make

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos.

Palavras-chave: Controle Autonômico; Recuperação; Treinamento Esportivo; Esportes Coletivos. RESUMO O futsal é um esporte intermitente com muitas substituições e pausas durante a partida, o que possibilita a recuperação de variáveis fisiológicas durante esses momentos, proporcionando ao jogador,

Leia mais

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior

Modelagem e Simulação de Incêndios. Fire dynamics. Carlos André Vaz Junior Modelagem e Simulação de Incêndios Fire dynamics Carlos André Vaz Junior INTRODUÇÃO Fire dynamics is a very quantitative and mathematically complex subject. The term fire dynamics came into common use

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

Cerimónia de Entrega do CERR no Instituto de Seguros de Portugal

Cerimónia de Entrega do CERR no Instituto de Seguros de Portugal The future debate on occupational pensions in continental Europe will no longer solely depend on the economic efficiency values of these pensions but on their role in social protection model Yves Stevens,

Leia mais

KREIOS G1 - Acessórios

KREIOS G1 - Acessórios www.osram.com KREIOS G1 - Acessórios Acessórios KREIOS G1 para aumentar o desempenho do seu projector LED de imagem KREIOS G1. KREIOS G1 Lente de 24º KREIOS G1 Suporte do Gobo KREIOS G1 Obturador KREIOS

Leia mais

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Junior Saviniec Ferreira; Letícia Stroparo Tozetti Faculdade Educacional de Araucária RESUMO O problema de estoque elevado é cada vez menos frequente

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Modelos de cartas. Índice. 1. Modelo de carta acompanhando um documento - Português. pág. 1. 2. Modelo de carta acompanhando um documento - Inglês

Modelos de cartas. Índice. 1. Modelo de carta acompanhando um documento - Português. pág. 1. 2. Modelo de carta acompanhando um documento - Inglês verlag dashofer Edições Profissionais R. Braamcamp n.º 13 2.º 1250-049 Lisboa Tel.: 21 310 19 00 21 315 25 97 Email: info@dashofer.pt Web: www.dashofer.pt Índice 1. Modelo de carta acompanhando um documento

Leia mais

DARK SKIES RANGERS 2013. O céu sobre o Dragão

DARK SKIES RANGERS 2013. O céu sobre o Dragão O céu sobre o Dragão 1 Em 2007, começaram a verificar-se actos de consciencialização ambiental visando a redução dos gastos de energia eléctrica no planeta. Estes actos, apesar de terem uma duração simbólica

Leia mais

O Azul do Mar. The blue of the sea. Desfrute ao máximo todos os momentos. Enjoy every moment to the most

O Azul do Mar. The blue of the sea. Desfrute ao máximo todos os momentos. Enjoy every moment to the most O Azul do Mar Desfrute ao máximo todos os momentos Enjoy every moment to the most Localização geográfica privilegiada, diante das águas cristalinas do Atlântico e a poucos minutos de uma viagem pelo património

Leia mais

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento

Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Aula 2: Formação das equipes de desenvolvimento Autores Eduardo Zancul (USP), Sergio Scheer (UFPR), Roseli Lopes (USP), Paulo Blikstein (Stanford University) A atividade de projeto de engenharia é realizada

Leia mais

GUIÃO F. Grupo: Minho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO F. Grupo: Minho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades GUIÃO F Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Minho Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Como dizer quanto tempo leva para em inglês?

Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Como dizer quanto tempo leva para em inglês? Você já se pegou tentando dizer quanto tempo leva para em inglês? Caso ainda não tenha entendido do que estou falando, as sentenças abaixo ajudarão você a entender

Leia mais

LOCALIZAÇÃO VELOSO. Fernão Veloso. Nacala Velha. Baía de Fernão Veloso. Nacala NOVO PORTO

LOCALIZAÇÃO VELOSO. Fernão Veloso. Nacala Velha. Baía de Fernão Veloso. Nacala NOVO PORTO VELOSO Fernão Veloso 517 AEROPORTO EN8 NOVO PORTO 514 517 Nacala Velha PORTO ACTUAL Nacala EN8 Baía de Fernão Veloso LOCALIZAÇÃO Localizadas em Fernão Veloso, a mais exclusiva área de Nacala, as residências

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education *5148359301* PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking Role Play Card One 1 March 30 April 2013 No

Leia mais

Bent glass lamination 1 If the curve of the bent glass is small, you can laminate it by vacuum bag. Noted: The shape of the wood should match the maximum curve of the glass. 2 If the curve of the glass

Leia mais

SAP911. Acondicionador de aire portátil Ar condicionado portátil Portable Air Conditioner. Manual do utilizador

SAP911. Acondicionador de aire portátil Ar condicionado portátil Portable Air Conditioner. Manual do utilizador ES PT EN SAP911 Acondicionador de aire portátil Ar condicionado portátil Portable Air Conditioner ES Manual del usuario PT Manual do utilizador EN User Manual ES Gracias por elegir este acondicionador

Leia mais

Guião N. Descrição das actividades

Guião N. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: 006 Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião N Intervenientes

Leia mais

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?.

WORKING CHILDREN. a) How many children in Britain have part-time jobs?. b) What do many Asian children do to make money in Britain?. Part A I. TEXT. WORKING CHILDREN Over a million school children in Britain have part-time Jobs. The number is growing, too. More and more teenagers are working before school, after school or on weekends.

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão: 26 30 41 A questão 26 do código 02, que corresponde à questão 30 do código 04 e à questão 41 do código 06 Nº de Inscrição: 2033285 2041257 2030195 2033529 2032517 2080361 2120179 2120586 2037160

Leia mais

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM Read Online and Download Ebook ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM DOWNLOAD EBOOK : ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS Click link bellow

Leia mais

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer?

Câmbio MONEY CHANGER. I d like to exchange some money. Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Where can I find a money changer? MONEY CHANGER Câmbio I d like to exchange some money. Where can I find a money changer? Gostaria de cambiar um pouco de dinheiro. Onde posso encontrar um câmbio? I d like to exchange (I would) Where can

Leia mais

Aquecimento global Rise of temperature

Aquecimento global Rise of temperature Aquecimento global Rise of temperature Drop by drop. Comenius project What is Global warming? Aquecimento global é o aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra ocorrido

Leia mais

Aqui estamos para a Lição 2 da série Guitarra Solo Blues. O que nós vamos falar nesta lição são as escales de blues mais comuns e utilizadas.

Aqui estamos para a Lição 2 da série Guitarra Solo Blues. O que nós vamos falar nesta lição são as escales de blues mais comuns e utilizadas. Language: Portuguese Translated by: Romeu and Bruno BL-012 Blues Lead Guitar #2 Scales Translation of the video lesson OK. Welcome back. So here we are now for Lesson 2 of my Blues Lead Guitar series.

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own

Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own Amy Winehouse - Tears Dry On Their Own All I can ever be to you, is a darkness that we knew And this regret I got accustomed to Once it was so right When we were at our high, Waiting for you in the hotel

Leia mais

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems Peter Øye, CEO & President, Markleen AS Response and Containment systems What we do: Markleen supplies complete Oil Spill Response Systems for PSVs to NOFO and Petrobras standards. Oil Booms Skimmer Fast

Leia mais

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development?

Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Cowboys, Ankle Sprains, and Keepers of Quality: How Is Video Game Development Different from Software Development? Emerson Murphy-Hill Thomas Zimmermann and Nachiappan Nagappan Guilherme H. Assis Abstract

Leia mais

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space

2 Categorias Categories Todas as categorias de actividade são apresentadas neste espaço All activity categories are presented in this space 1 Próximas Actividades Next Activities Visualiza as próximas actividades a ter inicio, com a indicação do tempo restante Displays upcoming activities and indicating the remaining time 2 Categorias Categories

Leia mais

COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR

COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR Read Online and Download Ebook COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA REDAçãO NOTA 1.000 (PORTUGUESE EDITION) BY ARLETE SALVADOR DOWNLOAD EBOOK : COMO ESCREVER PARA O ENEM: ROTEIRO PARA UMA SALVADOR

Leia mais

SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS

SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS SIMULAÇÃO DE SECAGEM DE MILHO E ARROZ EM BAIXAS TEMPERATURAS DOMINGOS SÁRVIO MAGALHÃES VALENTE 1 CRISTIANO MÁRCIO ALVES DE SOUZA 2 DANIEL MARÇAL DE QUEIROZ 3 RESUMO - Um programa computacional para simular

Leia mais

Phrasal Verbs, What for?

Phrasal Verbs, What for? Phrasal Verbs, What for? Um dos maiores problemas que o estudante da língua inglesa enfrenta para entender conversas cotidianas, filmes ou músicas em inglês é o uso dos chamados Phrasal Verbs, que tornam

Leia mais

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial

Métodos Formais em Engenharia de Software. VDMToolTutorial Métodos Formais em Engenharia de Software VDMToolTutorial Ana Paiva apaiva@fe.up.pt www.fe.up.pt/~apaiva Agenda Install Start Create a project Write a specification Add a file to a project Check syntax

Leia mais

Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account)

Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account) Transação de Ações na sua Conta de Planos de Ações (Stock Plan Account) Português - Portuguese Siga os passos que se seguem para vender as ações da sua empresa.* Antes de fazer a sua transação Recomendamos

Leia mais

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa;

PRESENT PERFECT. ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; ASPECTOS A SEREM CONSIDERADOS: 1. Não existe este tempo verbal na Língua Portuguesa; 2. Associa-se o Present Perfect entre uma ação do passado que tenha uma relação com o presente; My life has changed

Leia mais

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão)

To Be. Present Simple. You are (você é / está) He / she / it is (Ele ela é / está)(*) We were (Nos éramos / estávamos) You are (Voces são / estão) To Be Um dos mais famosos verbos do Inglês. Quem já fez colegial e não ouviu falar dele? Mas você realmente conhece o verbo To Be? Você sabe de todos os tempos compostos que ele ajuda a formar? Você sabe

Leia mais

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM

ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM Read Online and Download Ebook ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY CHOO HYUNG KIM DOWNLOAD EBOOK : ATLAS DE ACUPUNTURA VETERINáRIA. CãES E GATOS Click link bellow

Leia mais

Butterflies are cool!

Butterflies are cool! Text 1 1 What do you know about butterflies? Butterflies are cool! Hi! My name s Cláudia Valéria. I m 37 years old and a psychologist. I love butterflies. They are my favorite animals. My favorite butterfly

Leia mais

Nome empresa: Criado por: Telefone:

Nome empresa: Criado por: Telefone: Texto da proposta Data: 22-1-216 SCALA2 3-45 A Grundfos SCALA2 is a fully integrated, self-priming, compact waterworks for pressure boosting in domestic applications. SCALA2 incorporates integrated speed

Leia mais

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL

TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL TENDÊNCIAS DE PROJECTOS DE IT EM PORTUGAL Estudo Infosistema 4º trimestre de 2014 OBJECTIVO DO ESTUDO Objectivo: Analisar as tendências de projectos de IT em Portugal Período em análise: 4º Trimestre de

Leia mais

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server

Click the + sign to add new server details. Clique no sinal de + para adicionar novos detalhes do servidor. Enter a friendly name for your BI Server Click the + sign to add new server details Clique no sinal de "+" para adicionar novos detalhes do servidor Enter a friendly name for your BI Server Digite um nome amigável para o seu BI Server Enter the

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2

Hidráulica Urbana. Urban Hydraulics. Semestre do plano de estudos 2 Nome UC Hidráulica Urbana CU Name Código UC 725 Curso MEC Semestre do plano de estudos 2 Área científica Engenharia Civil Duração Semestral Horas de trabalho 164 ECTS 6 Horas de contacto T - 22,5; PL -

Leia mais

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment

Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment Analysis, development and monitoring of business processes in Corporate environment SAFIRA is an IT consulting boutique known for transforming the way organizations do business, or fulfil their missions,

Leia mais

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N

Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Addition of Fields in Line Item Display Report Output for TCode FBL1N/FBL5N Applies to: Any business user who uses the transactions FBL1N and FBL5N to display line item reports for vendors and customers.

Leia mais

StartMeUp - Powered by U.S. Embassy Portugal 2013 (STARTMEUP) Regulamento. Artigo 1.º Organização e objectivos

StartMeUp - Powered by U.S. Embassy Portugal 2013 (STARTMEUP) Regulamento. Artigo 1.º Organização e objectivos StartMeUp - Powered by U.S. Embassy Portugal 2013 (STARTMEUP) Regulamento Artigo 1.º Organização e objectivos 1. O STARTMEUP é uma iniciativa organizada conjuntamente pela Embaixada dos Estados Unidos

Leia mais

ENSINO PARA A PRÁTICA DE PROJETO DE ESTRUTURAS

ENSINO PARA A PRÁTICA DE PROJETO DE ESTRUTURAS ENSINO PARA A PRÁTICA DE PROJETO DE ESTRUTURAS Henrique Innecco Longo hlongo@civil.ee.ufrj.br Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, Escola de Engenharia Rua Brigadeiro Trompowsky s/n, Centro de

Leia mais

A Institucionalização da Pessoa Idosa

A Institucionalização da Pessoa Idosa UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Ciências Sociais e Humanas A Institucionalização da Pessoa Idosa Ana Paula Leite Pereira de Carvalho Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Empreendedorismo e Serviço

Leia mais

Relatório completo de proficiência da língua inglesa

Relatório completo de proficiência da língua inglesa Relatório completo de proficiência da língua inglesa 1 2 Entenda a avaliação Nesta avaliação de proficiência de inglês como língua estrangeira, quantificamos e identificamos o nível e perfil atual do candidato,

Leia mais

HISTOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR. UMA INTRODUçãO À PATOLOGIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY ABRAHAM L. KIERSZENBAUM

HISTOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR. UMA INTRODUçãO À PATOLOGIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY ABRAHAM L. KIERSZENBAUM Read Online and Download Ebook HISTOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR. UMA INTRODUçãO À PATOLOGIA (EM PORTUGUESE DO BRASIL) BY ABRAHAM L. KIERSZENBAUM DOWNLOAD EBOOK : HISTOLOGIA E BIOLOGIA CELULAR. UMA INTRODUçãO

Leia mais

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH

UNIDADE DE PESQUISA CLÍNICA Centro de Medicina Reprodutiva Dr Carlos Isaia Filho Ltda. SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH SAMPLE SIZE DETERMINATION FOR CLINICAL RESEARCH Duolao Wang; Ameet Bakhai; Angelo Del Buono; Nicola Maffulli Muscle, Tendons and Ligaments Journal, 2013 Santiago A. Tobar L., Dsc. Why to determine the

Leia mais

Lição 27: Preposições de direção. Como usar preposições de direção.

Lição 27: Preposições de direção. Como usar preposições de direção. Lesson 27: Prepositions of Direction (from, to, into, onto, away from) Lição 27: Preposições de direção Como usar preposições de direção.. Reading (Leituras) I come from Austria. ( Eu venho da Áustria.)

Leia mais

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores Condições de Participação no Evento De acordo com os Regulamentos da UCI Ciclismo de Pista Veteranos 3.9.001. Estes regulamentos estão disponíveis no site da UCI em www.uci.ch. Clicar sobre Rules e seguidamente

Leia mais

62 Christina Oiticica

62 Christina Oiticica Christina Oiticica A arte de Christina Oiticica Todo artista que trabalha na natureza não é um land artist e não se interessa, necessariamente, pela paisagem (G. Tiberghein). Depois da Land Art, vários

Leia mais