Armazenagem, Controle e Distribuição. Aula 6. Contextualização. Modais de Transporte. Instrumentalização. Modais de Transporte

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Armazenagem, Controle e Distribuição. Aula 6. Contextualização. Modais de Transporte. Instrumentalização. Modais de Transporte"

Transcrição

1 Armazenagem, Controle e Distribuição Aula 6 Contextualização Prof. Walmar Rodrigues da Silva Modais de Transporte Característica Comparações Utilização Instrumentalização Multimodalidade e intermodalidade Modais de Transporte Rodoviário Ferroviário Aquaviário Aeroviário Dutoviário Comparativo entre países Modais de Transporte Países Hidrovia (%) Ferrovia (%) Rodovia (%) Alemanha Canadá EUA França Rússia Brasil Argentina

2 Características dos Modais Comparação entre Modais Velocidade Consistência Capacidade de movimentação Disponibilidade Frequência 8 Matriz de transporte Brasil Rodoviário Caminhões, ônibus, automóveis Brasil estradas representam 20% do total do território ,9 Km 9 Transporte rodoviário é a principal opção disponível Apenas 12,18% delas estão pavimentadas Nas pavimentadas, ha má conservação da maioria Permite serviço porta a porta Limitações à variedade de cargas Oferece uma frequência excelente Tem maior disponibilidade É o que apresenta maior velocidade, considerando-se entrega porta a porta 2

3 Ferroviário Indicado para transporte em longas distâncias Produtos de grande volume e, principalmente, que apresentam baixo valor agregado Insuficiente, incompatível, para o volume de produção da economia brasileira Transporte lento, próprio para matérias-primas ou produtos de baixo valor agregado A maior parte do tempo é gasta em operações de carga e descarga nos terminais Utilizado tanto para cargas cheias como para cargas fracionadas Dutoviário Utilização de dutos, ou tubulações, para a movimentação de produtos líquidos ou gasosos Formados pela ligação de vários tubos de aço-carbono Sistemas complexos (tubulação, bombas, equipamentos de controle e sistemas computacionais) Petrobras possui aproximadamente km de dutos (alguns com quase km de comprimento e diâmetros c/ mais de 1 metro) O maior duto fica no Brasil (gasoduto Bolívia-Brasil, com aproximadamente km de extensão) Minimiza as possibilidades de acidentes ambientais ao operar 24 horas por dia, 30 dias por mês Classificados em: pneumáticos cápsulas misturas pastosas Limitações Limitados a transportar líquidos, gases em grandes volumes e produtos que podem ser encapsulados ou suspensos em líquidos Um dos pontos fracos dos dutos é sua lentidão, aproximadamente 15 km por hora 3

4 Hidroviário Transporte de bens pela água, por meio de embarcações Transporta grandes volumes de cargas (mais lento) Interliga diferentes países e até mesmo continentes Sua confiabilidade e disponibilidade são limitadas por condições naturais, como fatores climáticos Apresenta elevada capacidade de transporte A pontualidade depende da tecnologia embarcada disponível Transporte Marítimo (Longa Distância) Linhas regulares estabelecidas pelas companhias de navegação (armadores); periodicidade definida Linhas não regulares sem rota regular instituída Conhecimento de transporte ou de embarque, denominado Bill of Landing (BL) 22 Cabotagem Compreende todo o transporte marítimo praticado ao longo da costa brasileira até os países vizinhos A cabotagem ainda está dando seus primeiros passos no transporte brasileiro Transporte Fluvial No Brasil, o sistema hidroviário é distribuído por oito bacias hidrográficas, num total de 48 mil km de rios navegáveis Isso envolve, pelo menos, 16 hidrovias e 20 portos fluviais 4

5 Dados Interessantes Para conduzir uma frota de 278 caminhões, precisamos de 556 Com um litro de combustível, homens. Um comboio de 10 mil para transportar uma tonelada, toneladas precisa de 12 percorre-se na hidrovia 219 Km; profissionais na ferrovia 86 Km e na Rodovia, 25 Km Um comboio de 10 mil toneladas transporta um volume de carga Um comboio de 10 mil toneladas, transporta igual a equivalente à transportada por 278 caminhões de 36 toneladas 100 vagões ferroviários cada (United State Maritime Administration, 1996) Aeroviário Trata-se do modal que transporta bens ou pessoas por meio de aviões, helicópteros, dirigíveis etc., chamados de aeronaves No Brasil, foi fundamental para estabelecer conexões entre as regiões mais distantes Linhas-tronco domésticas regulares Linhas exclusivamente cargueiras Linhas suplementares Táxi-aéreo Linhas internacionais Linhas de alimentação regional Intermodalidade Necessidade de integração dos diferentes modais de transporte A intermodalidade pressupõe a existência de interfaces (terminais, portos, aeroportos, aduanas e armazéns) eficientes Rodoviário integrado a outros modais, serviço porta a porta Multimodalidade Integração dos serviços de mais de um modal de transporte, o que implica emissão de um único conhecimento de transporte por um único responsável por esse serviço, denominado operador de transporte multimodal (OTM) Lei n o de 19 de fevereiro de

6 Um Exemplo de Movimentação Aplicação RIBEIRO, Luís Otávio Marins; BOUZADA, Marco Aurélio Carino. A Intermodalidade compensa? Um estudo sobre o escoamento de arroz no corredor Vale do Jacuí (RS) Região dos Lagos (RJ). In: XIII Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais Simpoi, São Paulo, Anais... Disponível em: <http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/201 0/artigos/E2010_T00211_PCN91804.pdf> Neste caso, a utilização da intermodalidade foi bem aplicada? Síntese Nesta aula Característica de modais Comparações dos modais Utilização dos modais Multimodalidade e intermodalidade Referências de Apoio PEREIRA, Humberto. Modais de transportes. Disponível em: <http://www.administradores.co m.br/informe-se/artigos/modaisde-transportes/38696/> 6

7 BRAZIL Modal. Governo vai retomar trechos de ferrovias de concessionários. Disponível em: <http://www.brazilmodal.com.br /2012/frame.asp?pag=detalhe&s ec=especial&id=272> Site para consulta <http://www.maxwell.lambda. ele.pucrio.br/8762/8762_6.pdf> 7

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22

MBA em Logística. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 MBA em Logística Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 Prof. MBA em Logística Prof. Distribuição e Transportes DTA04 sala 22 NOMENCLATURA DE CARGAS Classificação de Cargas Classes de Cargas Sub-Classes

Leia mais

LOGÍSTICA. O Sistema de Transporte

LOGÍSTICA. O Sistema de Transporte LOGÍSTICA O Sistema de Transporte O TRANSPORTE 1. Representa o elemento mais importante do custo logístico; MODALIDADE (UM MEIO DE TRANSPORTE) MULTIMODALIDADE (UTILIZAÇÃO INTEGRADA DE MODAIS) Tipos de

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES

DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES DISTRIBUIÇÃO E ARMAZENAGEM TRANSPORTES Sistema de Tranporte Sob qualquer ponto de vista econômico, político e militar o transporte é,, inquestionavelmente, a indústria mais importante no mundo. Congresso

Leia mais

Gestão de Fretes 15/09/2011. O transporte no processo logístico. O Sistema de Transporte. Matriz de Transportes O TRANSPORTE

Gestão de Fretes 15/09/2011. O transporte no processo logístico. O Sistema de Transporte. Matriz de Transportes O TRANSPORTE Gestão de Fretes O Sistema de Transporte O TRANSPORTE 1. Representa o elemento mais importante do custo logístico; 2. Tem papel fundamental na prestação do Serviço ao Cliente O transporte no processo logístico

Leia mais

Modais de Transporte. Aula 1. Contextualização. Objetivos da Logística. Introdução. Custos Logísticos. Prof. Luciano José Pires.

Modais de Transporte. Aula 1. Contextualização. Objetivos da Logística. Introdução. Custos Logísticos. Prof. Luciano José Pires. Modais de Transporte Aula 1 Contextualização Prof. Luciano José Pires Introdução Objetivos da Logística A tarefa transporte é vital em uma cadeia logística, pois nenhuma empresa pode funcionar sem movimentar

Leia mais

Multimodalidade e as Hidrovias no Brasil. (Marcos Machado Soares Sec. Executivo da FENAVEGA)

Multimodalidade e as Hidrovias no Brasil. (Marcos Machado Soares Sec. Executivo da FENAVEGA) Multimodalidade e as Hidrovias no Brasil (Marcos Machado Soares Sec. Executivo da FENAVEGA) O QUE É A FENAVEGA A FENAVEGA é uma Entidade de Classe de grau superior, constituída em conformidade com o disposto

Leia mais

Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009

Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009 Gargalos no Sistema de Transporte de Cargas no Brasil Bruno Batista Diretor Executivo da CNT Brasília, Abril de 2009 Panorama do Transporte Composição da Matriz de Transportes comparação outros países

Leia mais

A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira

A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira A importância estratégica da Logística na Siderurgia Brasileira CARLOS JR. GERENTE DE PLANEJAMENTO INTEGRADO Jun/2013 Jorge Carlos Dória Jr. Votorantim Siderurgia Votorantim Siderurgia O Grupo Votorantim

Leia mais

Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS.

Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS. Programa de Ação Profissional: Transporte de um Vaso de Pressão São Paulo SP a Marau RS. UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA GESTÃO LOGÍSTICA

Leia mais

. CONSUMO DE ÓLEO DIESEL

. CONSUMO DE ÓLEO DIESEL TRANSPORTES Os transportes têm como finalidade o deslocamento e a circulação de mercadorias e de pessoas de um lugar para outro. Nos países subdesenvolvidos, cuja economia sempre foi dependente dos mercados

Leia mais

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury

Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados. Setembro 2011 Paulo Fleury Infraestrutura: situação atual e investimentos t planejados Setembro 2011 Paulo Fleury Agenda Infraestrutura Logística Brasileira PAC: Investimentos e Desempenho PAC: Investimentos e Desempenho Necessidade

Leia mais

Contribuição do custo logístico na formação de preço de venda dos produtos. Prof. Paulo Medeiros

Contribuição do custo logístico na formação de preço de venda dos produtos. Prof. Paulo Medeiros Contribuição do custo logístico na formação de preço de venda dos produtos Prof. Paulo Medeiros Medindo os custos e desempenho da logística Uma vez que o gerenciamento logístico é um conceito orientado

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 2ª Ano Tema da aula: transporte e Telecomunicação Objetivo da aula:. Entender as principais formas de

Leia mais

Unidade: Modais de Transporte sob o foco da Logística Internacional e do Comércio Exterior. Revisor Textual: Profa. Esp.

Unidade: Modais de Transporte sob o foco da Logística Internacional e do Comércio Exterior. Revisor Textual: Profa. Esp. Unidade: Modais de Transporte sob o foco da Logística Internacional e do Comércio Exterior Revisor Textual: Profa. Esp. Márcia Ota Papel dos Transportes Modais de Transporte sob o foco da Logística Internacional

Leia mais

A navegação de cabotagem no Brasil

A navegação de cabotagem no Brasil A navegação de cabotagem no Brasil Um imenso potencial com grandes desafios e barreiras João Guilherme Araujo Diretor de Desenvolvimento de Negócios ILOS - Instituto de Logística e Supply Chain Ultimamente

Leia mais

SISTEMAS DE TRANSPORTES

SISTEMAS DE TRANSPORTES ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS, PRODUÇÃO E LOGÍSTICA SISTEMAS DE TRANSPORTES TRANSPORTES Transportes, para a maioria das firmas, é a atividade logística mais importante, simplesmente porque ela absorve, em

Leia mais

Logística Agroindustrial alguns conceitos. Profa. Dra. Andréa Leda Ramos de Oliveira FEAGRI/UNICAMP andrea.oliveira@feagri.unicamp.

Logística Agroindustrial alguns conceitos. Profa. Dra. Andréa Leda Ramos de Oliveira FEAGRI/UNICAMP andrea.oliveira@feagri.unicamp. Logística Agroindustrial alguns conceitos Profa. Dra. Andréa Leda Ramos de Oliveira FEAGRI/UNICAMP andrea.oliveira@feagri.unicamp.br POR QUE LOGÍSTICA?? Produção O Agronegócio no Brasil 1º 1º 1º 2º 2º

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva

Unidade II GERENCIAMENTO DE. Prof. Altair da Silva Unidade II GERENCIAMENTO DE TRANSPORTES Prof. Altair da Silva Formas e modais de transportes As formas como nossos produtos são distribuídos em nosso país, depende de vários fatores. Em um país como o

Leia mais

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm

As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm ESTUDO DA CNT APONTA QUE INFRAESTRUTURA RUIM AUMENTA CUSTO DO TRANSPORTE DE SOJA E MILHO As atuais condições da infraestrutura de transporte e logística do Brasil têm impacto significativo na movimentação

Leia mais

Transporte: Ato, efeito ou operação de transportar.

Transporte: Ato, efeito ou operação de transportar. Introdução aos diferentes modais de transporte e suas vias e veículos Definição de Transporte Transporte: Ato, efeito ou operação de transportar. (Dicionário Aurélio) Prof. Ph.D. Cláudio Farias Rossoni

Leia mais

A Infraestrutura no Brasil e a Expansão da Produção dos Bens Minerais

A Infraestrutura no Brasil e a Expansão da Produção dos Bens Minerais A Infraestrutura no Brasil e a Expansão da Produção dos Bens Minerais A Visão da Indústria do Cimento Sergio Maçães Integração de atividades minerais e industriais Mineração: calcário matéria prima básica

Leia mais

TRANSPORTES: REDES MATERIAIS

TRANSPORTES: REDES MATERIAIS TRANSPORTES: REDES MATERIAIS TRANSPORTES desenvolvimento da tecnologia e a busca de economia de energia e tempo criação de equipamentos para transportar grandes volumes de carga e menor gasto de energia;

Leia mais

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol

Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. Profª Caroline Pauletto Spanhol Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos Profª Caroline Pauletto Spanhol Cadeia de Abastecimento Conceitos e Definições Elementos Principais Entendendo a Cadeia de Abastecimento Integrada Importância

Leia mais

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013

Navegação de Cabotagem no Brasil. João Guilherme Araujo. Novembro/2013 Navegação de Cabotagem no Brasil João Guilherme Araujo Novembro/2013 Agenda Porque falar de Cabotagem? Cabotagem no Brasil Pontos Favoráveis e Desfavoráveis Números da Cabotagem no Brasil Cabotagem de

Leia mais

Navegação de Cabotagem

Navegação de Cabotagem Reunião Conjunta Câmaras Setoriais da Cadeia Produtiva de Milho e Sorgo e da Cadeia Produtiva de Aves e Suínos Identificação das formas de movimentação dos excedentes de milho no Brasil Navegação de Cabotagem

Leia mais

CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO

CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO CAPÍTULO III MEIOS DE TRANSPORTE TRANSPORTE HIDROVIÁRIO O Transporte Hidroviário é o mais antigo do mundo. Subdivide-se em: - Transporte Marítimo: executado pelos mares, normalmente transportes internacionais

Leia mais

A Indústria do Cimento e a Infraestrutura no Brasil. Comissão de Serviços de Infraestrutura SENADO FEDERAL

A Indústria do Cimento e a Infraestrutura no Brasil. Comissão de Serviços de Infraestrutura SENADO FEDERAL A Indústria do Cimento e a Infraestrutura no Brasil Comissão de Serviços de Infraestrutura José Otavio Carvalho Vice Presidente Executivo Cimento: Características do produto - Base do concreto - o material

Leia mais

Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio

Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio Hidrovia Tapajós Teles Pires A hidrovia do agronegócio Escoamentodaproduçãoagrícoladaregiãocentro-oeste VantagensComparativasdoTransporteHidroviário EstudodeCaso Agência Nacional de Transportes Aquaviários

Leia mais

Evolução da Utilização Multimodal

Evolução da Utilização Multimodal "Sem caminhão, o Brasil pára". Transporte Intermodal de Cargas A intermodalidade, fisicamente, é a mesma coisa, ou seja, o transporte da carga por mais de um modal para alcançar o seu destino. O que diferencia

Leia mais

Relembrando...O Que é Logística? 4 Logistica e Distribuição. Conceito Formal de Logística. Mas quais são as atividades da Logística?

Relembrando...O Que é Logística? 4 Logistica e Distribuição. Conceito Formal de Logística. Mas quais são as atividades da Logística? Relembrando...O Que é Logística? Logística e Distribuição A atividade de Transporte 1 2 Conceito Formal de Logística Mas quais são as atividades da Logística? Ballou, 1993 Logística é o processo de planejar,

Leia mais

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas

Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas Custeio do Transporte Rodoviário de Cargas SUMÁRIO 1. Link Aula Anterior; 2. Gestão de Custos X Gastos; 3. Custo Direto, Indireto, Fixo e Variável; 4. Custo Marginal, Histórico, Orçado. 5. Etapas do Custeio;

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL

A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL A IMPORTÂNCIA DA LOGÍSTICA PARA O DESENVOLVIMENTO REGIONAL 04/05/2011 Senado Federal - Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo O BRASIL EM NÚMEROS BASE PARA O CRESCIMENTO Os investimentos nas áreas

Leia mais

O Desenvolvimento do Transporte de Contêineres na Cabotagem Brasileira

O Desenvolvimento do Transporte de Contêineres na Cabotagem Brasileira O Desenvolvimento do Transporte de Contêineres na Cabotagem Brasileira Mauro Dias Diretor-Presidente 1 Seminário Cabotagem Brasileira Agosto 2009 Mercado de Cabotagem de Contêineres O mercado de contêineres

Leia mais

A REALIDADE LOGÍSTICA

A REALIDADE LOGÍSTICA A REALIDADE LOGÍSTICA Logística NO BRASIL Por Marco Aurélio O Brasil teve, até o ano de 2010, 1,76 milhão de quilômetros de vias rodoviárias. Desse total, somente 212.000 quilômetros estavam pavimentados.

Leia mais

Aimplementação da estratégia Caminhos da Bahia fundamenta-se no aporte de infraestrutura

Aimplementação da estratégia Caminhos da Bahia fundamenta-se no aporte de infraestrutura PPA 2004-2007 Caminhos da Bahia: Infra-estrutura e Logística Aimplementação da estratégia Caminhos da Bahia fundamenta-se no aporte de infraestrutura nas áreas de transportes e energia, com o objetivo

Leia mais

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos

A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA. vem apresentar à sua empresa um programa completo de suporte às operações de logística, que atende aos 2012 Apresentação Luiz José de Souza Neto Union Modal Logística Integrada Rua Teixeira de Freitas, 72, cj. 23 Santos / SP - Tel.: 13 30613387 luiz@unionmodal.com.br A UNION MODAL LOGÍSTICA INTEGRADA LTDA.

Leia mais

PLATAFORMAS MARÍTIMAS. Aula 13. Logística de transferência de petróleo

PLATAFORMAS MARÍTIMAS. Aula 13. Logística de transferência de petróleo PLATAFORMAS MARÍTIMAS Aula 13 Logística de transferência de petróleo INTRODUÇÃO Logística Colocar-se o produto certo, no local correto, no momento adequado e ao menor preço possível, desde as fontes de

Leia mais

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento

Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande. Portuária. TIPO: Eixo Estruturante. LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS. Categoria: Dragagem / Derrocamento Projeto 018 : Dragagem no porto de Rio Grande E9 Portuária TIPO: Eixo Estruturante LOCALIZAÇÃO: Rio Grande - RS Categoria: Dragagem / Derrocamento EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME: 2.000.000 m³ JUSTIFICATIVA:

Leia mais

A NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM COMO SOLUÇÃO DE LOGÍSTICA COSTEIRA PARA O BRASIL Thiago Gonçalves Maio de 2014

A NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM COMO SOLUÇÃO DE LOGÍSTICA COSTEIRA PARA O BRASIL Thiago Gonçalves Maio de 2014 A NAVEGAÇÃO DE CABOTAGEM COMO SOLUÇÃO DE LOGÍSTICA COSTEIRA PARA O BRASIL Thiago Gonçalves Maio de 2014 SOBRE LOG-IN QUEM SOMOS? Quem Somos Números 96% 96% DE REDUÇÃO EM EMISSÕES DE CO 2 EM RELAÇÃO AO

Leia mais

Professora Danielle Valente Duarte

Professora Danielle Valente Duarte Professora Danielle Valente Duarte TRANSPORTE significa o movimento do produto de um local a outro, partindo do início da cadeia de suprimentos chegando até o cliente Chopra e Meindl, 2006 O Transporte

Leia mais

Transportes de Carga no Brasil - 2

Transportes de Carga no Brasil - 2 Transportes de Carga no Brasil - 2 SUMÁRIO 1. Link Aula Anterior; 2. Transportes Ferroviário Hidroviário Aéreo Dutoviário a. Situação; b. Histórico; c. Vantagens X Desvantagens; d. Malha; e. Frota; f.

Leia mais

Logística. Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística: modais / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, 2015. 40 slides; il.

Logística. Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística: modais / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, 2015. 40 slides; il. Logística Oliveira, Felipe Flausino de. O48l Logística: modais / Felipe Flausino de Oliveira. Varginha, 2015. 40 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web 1. Logística

Leia mais

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046

SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 SISTEMAS DE TRANSPORTES TT046 Prof. Eduardo Ratton Prof. Garrone Reck Prof a. Gilza Fernandes Blasi Prof. Jorge Tiago Bastos Prof a. Márcia de Andrade Pereira Prof. Wilson Kuster Versão 2015 TRANSPORTE

Leia mais

Logística Empresarial Integrada

Logística Empresarial Integrada Logística Empresarial Integrada Profº José Carlos de Sousa Lima Amazenagem, Localização Física, Distribuição e Transporte Objetivo Discutir a armazenagem, localização física, gestão da distribuição e transporte

Leia mais

Fernando Fonseca Diretor

Fernando Fonseca Diretor 2ª Conferência OAB-RJ de Direito Marítimo e Portuário Desafios e Tendências da Navegação e da Logística Portuária no Brasil NAVEGAÇÃO DE APOIO MARÍTIMO E LOGÍSTICA OFFSHORE Fernando Fonseca Diretor Rio

Leia mais

de desenvolvimento de uma região ou país sem um sistema

de desenvolvimento de uma região ou país sem um sistema de desenvolvimento de uma região ou país sem um sistema O sistema de transporte é um elemento importante para o crescimento de cidades e de indústrias, para a geração de renda, de emprego e de estabilidade

Leia mais

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL

POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL POR QUE EMBARCAR COM A LOG-IN? Soluções logísticas que integram Brasil e MERCOSUL SOBRE LOG-IN BENEFÍCIOS MONITORAMENTO 24HS DAS CARGAS Monitoramento de risco e informação de todas as viagens; INTERMODALIDADE

Leia mais

O TRANSPORTE COMO AGENTE NO COMÉRCIO EXTERIOR.

O TRANSPORTE COMO AGENTE NO COMÉRCIO EXTERIOR. O TRANSPORTE COMO AGENTE NO COMÉRCIO EXTERIOR. JORENTE, Marroni Angélica. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais/ACEG. E-mail: angelicamarroni@flash.tv.br MICHEL, Murillo. Docente da

Leia mais

A palavra transporte vem do latim trans (de um lado a outro) e portare (carregar). Transporte é o movimento de pessoas ou coisas de um lugar para

A palavra transporte vem do latim trans (de um lado a outro) e portare (carregar). Transporte é o movimento de pessoas ou coisas de um lugar para A palavra transporte vem do latim trans (de um lado a outro) e portare (carregar). Transporte é o movimento de pessoas ou coisas de um lugar para outro. Os transportes podem se distinguir pela possessão:

Leia mais

Processo Brasileiro de Privatização dos Modais de Transporte

Processo Brasileiro de Privatização dos Modais de Transporte Processo Brasileiro de Privatização dos Modais de Transporte Prof. Manoel de Andrade e Silva Reis - FGV 1 Sumário Matriz Brasileira de Transportes Características do Sistema Logístico Brasileiro O Plano

Leia mais

Análise da utilização de Terminais Intermodais Hidroviários-Fluviais do Corredor Logístico do Centro-Oeste.

Análise da utilização de Terminais Intermodais Hidroviários-Fluviais do Corredor Logístico do Centro-Oeste. ANÁLISE DA UTILIZAÇÃO DE TERMINAIS INTERMODAIS HIDROVIÁRIOS- FLUVIAIS DO CORREDOR LOGÍSTICO DO CENTRO-OESTE. campeao@nin.ufms.br Código d Apresentação Oral-Economia e Gestão no Agronegócio PATRICIA CAMPEÃO;

Leia mais

Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Prof.: Romoaldo J S do Carmo

Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Prof.: Romoaldo J S do Carmo Prof. Esp. Romoaldo J S do Carmo E-mail: romoaldo.carmo@hotmail.com Comércio Exterior UNIPAC Logística Internacional: Conceitos Estratégias Modais Transportes Tendências Logística Internacional CONCEITOS

Leia mais

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: SIMULAÇÃO DE SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO PARA EXPORTAÇÃO DE PARA-CHOQUES PARA OS ESTADOS UNIDOS

Leia mais

Operador de Transporte Multimodal: Desafios e Perspectivas. André Dulce G. Maia Especialista em Regulação - ANTT

Operador de Transporte Multimodal: Desafios e Perspectivas. André Dulce G. Maia Especialista em Regulação - ANTT Operador de Transporte Multimodal: Desafios e Perspectivas André Dulce G. Maia Especialista em Regulação - ANTT Lei 9.611, de 19 de fevereiro de 1998 Art. 2º - Transporte Multimodal de Cargas é aquele

Leia mais

Distribuição e transporte

Distribuição e transporte Distribuição e transporte Gestão da distribuição Prof. Marco Arbex Introdução Toda produção visa a um ponto final, que é entregar os seus produtos ao consumidor; Se o produto não está disponível na prateleira,

Leia mais

PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos

PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos PLATAFORMA LOGÍSTICA Instrumento Importante para maior eficiência logística dos Portos Brasileiros O Caso do Porto de Santos José Newton Barbosa Gama Assessor Especial Dezembro de 2011 SUMÁRIO Problemática

Leia mais

Fundamentos do Transporte

Fundamentos do Transporte Prof.: Deibson Agnel Livro: Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos/Logística Empresarial Autor: Ronald Ballou Cap. 06 1 A importância de um sistema de transporte eficaz A movimentação de cargas absorve

Leia mais

IMPORTÂNCIA DOS TRANSPORTES

IMPORTÂNCIA DOS TRANSPORTES OS TRANSPORTES IMPORTÂNCIA DOS TRANSPORTES Contribui para a correcção das assimetrias espaciais e ordenamento do território; rio; Permite uma maior equidade territorial no acesso, aos equipamentos não

Leia mais

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros

A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros A importância da eficiência energética para redução de consumo de combustíveis e emissões no transporte de cargas e passageiros Brasíli, 05 de junho de 2013 1 Consumo Final Energético por Queima de Combustíveis

Leia mais

TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DOCENTE: EDUARDO MANGABEIRA

TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DOCENTE: EDUARDO MANGABEIRA TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO DOCENTE: EDUARDO MANGABEIRA TRANSPORTE E DISTRIBUIÇÃO TRANSPORTE TRANSPORTE EM LOGÍSTICA É a movimentação de produtos entre regiões geográficas ou área de comércio, elevando o

Leia mais

OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA INFRAESTRUTURA LO- GÍSTICA BRASILEIRA FRENTE AO CENÁRIO INTERNACIONAL. Tatiana Torres

OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA INFRAESTRUTURA LO- GÍSTICA BRASILEIRA FRENTE AO CENÁRIO INTERNACIONAL. Tatiana Torres OPORTUNIDADES E DESAFIOS DA INFRAESTRUTURA LO- GÍSTICA BRASILEIRA FRENTE AO CENÁRIO INTERNACIONAL Tatiana Torres Em um país com tantas deficiências em termos de gestão, investimentos e política pública,

Leia mais

Categoria: Construção de Ferrovia

Categoria: Construção de Ferrovia Projeto 015 : Construção do contorno ferroviário de São Francisco do Sul E2 Ferroviária LOCALIZAÇÃO: São Francisco do Sul - SC INTERVENÇÃO: Construção Categoria: Construção de Ferrovia EXTENSÃO/QUANTIDADE/VOLUME:

Leia mais

Identificação dos Custos Logísticos

Identificação dos Custos Logísticos Universidade Cruzeiro do Sul www.cruzeirodosul.edu.br Unidade - Identificação dos Custos Logísticos MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Prof. Esp. Washington Luís Reis Revisão Textual: Profa. Esp.

Leia mais

Seminário Terminais, Ferrovias e Contêineres

Seminário Terminais, Ferrovias e Contêineres Seminário Terminais, Ferrovias e Contêineres Terminal de contêiner é bom negócio? São Paulo 25 de Maio de 2009 José Eduardo Bechara Diretor Comercial e Marketing E Grupo Libra Nossa atuação em Contêineres

Leia mais

Aprendendo a Exportar O desafio da Logística no Brasil: SITUAÇÃO DOS PRINCIPAIS MODOS DE TRANSPORTE DE CARGA. Prof. Geraldo Cesar Meneghello

Aprendendo a Exportar O desafio da Logística no Brasil: SITUAÇÃO DOS PRINCIPAIS MODOS DE TRANSPORTE DE CARGA. Prof. Geraldo Cesar Meneghello Aprendendo a Exportar O desafio da Logística no Brasil: SITUAÇÃO DOS PRINCIPAIS MODOS DE TRANSPORTE DE CARGA Prof. Geraldo Cesar Meneghello A fila de navios a espera de autorização para atracar no Porto

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - UNB FACULDADE UNB PLANALTINA - FUP LEONARDO PEIXOTO BARBOSA

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - UNB FACULDADE UNB PLANALTINA - FUP LEONARDO PEIXOTO BARBOSA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - UNB FACULDADE UNB PLANALTINA - FUP LEONARDO PEIXOTO BARBOSA ANÀLISE DA ROTEIRIZAÇÃO EM UMA EMPRESA DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA DO DISTRITO FEDERAL PLANALTINA - DF 2013 LEONARDO

Leia mais

DISCIPLINA: DOWNSTREAM TRANSPORTE Prof. Mauro Ferreira

DISCIPLINA: DOWNSTREAM TRANSPORTE Prof. Mauro Ferreira DISCIPLINA: DOWNSTREAM TRANSPORTE Prof. Mauro Ferreira CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Iniciaremos aqui mais um desenvolvimento de segmento da Indústria de Petróleo e Gás, DOWNSTREAM TRANSPORTE, no que se refere

Leia mais

Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 5 a 8 de outubro, 2009 131 RESUMOS EXPANDIDOS...132

Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 5 a 8 de outubro, 2009 131 RESUMOS EXPANDIDOS...132 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 5 a 8 de outubro, 2009 131 RESUMOS EXPANDIDOS...132 Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 5 a 8 de outubro, 2009 132

Leia mais

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br

Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br Av. Mauá, nº 1.050 Centro Porto Alegre CEP 90010-110 Telefone: 3288-9200 e-mail: executiva@sph.rs.gov.br PORTO DE PORTO ALEGRE Histórico: Início da obra: 28 de outubro de 1911, pelo Governo Federal construído

Leia mais

Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA

Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA Visão dos armadores sobre potencial, investimentos e obstáculos no corredor Centro Norte SINDARPA SINDARPA INSTITUCIONAL O Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e das Agências de Navegação

Leia mais

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação

Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Gestão de Operações Portuárias com Pós Graduação Objetivo: Capacitar o participante para gerir as rotinas e operações logísticas em um porto ou terminal portuário voltado para a movimentação interna, importação

Leia mais

Transporte e desenvolvimento (Clésio Andrade) Prof. Wilson Roberto. BT: O desenvolvimento econômico e o transporte

Transporte e desenvolvimento (Clésio Andrade) Prof. Wilson Roberto. BT: O desenvolvimento econômico e o transporte 1. O desenvolvimento econômico e o transporte: A geografia brasileira, a infraestrutura dos estados, municípios e suas vias de transportes; As infraestruturas dos sistemas de transportes. A palavra transporte

Leia mais

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: OS MODAIS DE TRANSPORTE

GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: OS MODAIS DE TRANSPORTE GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS TRANSPORTE NA CADEIA DE SUPRIMENTOS: OS MODAIS DE TRANSPORTE Prof. Dr. Daniel Caetano 2016-1 Objetivos Conhecer os principais modos de transporte usados na Gestão da Cadeia

Leia mais

PLANO DE ENSINO CÓDIGO: MT CHS: 2 CHT: 36 SEM: 3º

PLANO DE ENSINO CÓDIGO: MT CHS: 2 CHT: 36 SEM: 3º PLANO DE ENSINO CURSO: LOGÍSTICA E TRANSPORTES DISCIPLINA: Modais de Transportes CÓDIGO: MT CHS: 2 CHT: 36 SEM: 3º OBJETIVOS: Gerais (conhecimentos) Introdução as diferentes tecnologias de transporte.

Leia mais

TÍTULO: BENEFÍCIOS DE UM PORTO INTERMODAL NA REGIÃO DE RUBINEIA (SP) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO

TÍTULO: BENEFÍCIOS DE UM PORTO INTERMODAL NA REGIÃO DE RUBINEIA (SP) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO TÍTULO: BENEFÍCIOS DE UM PORTO INTERMODAL NA REGIÃO DE RUBINEIA (SP) CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: ADMINISTRAÇÃO INSTITUIÇÃO: FACULDADES INTEGRADAS DE SANTA FÉ DO SUL AUTOR(ES):

Leia mais

Transporte hidroviário de cargas: uma proposta para a Baixada Santista.

Transporte hidroviário de cargas: uma proposta para a Baixada Santista. Transporte hidroviário de cargas: uma proposta para a Baixada Santista. Eduardo Andrade Chaves 1 ; Glayce Batista Gomes Leite 2 ; Júlio César Reis de Jesus 3 ; Adilson Luiz Gonçalves 4. 1 Universidade

Leia mais

Acarência de informações

Acarência de informações Custos logísticos na economia brasileira Maurício Pimenta Lima Introdução Acarência de informações sobre custos logísticos no Brasil torna freqüente a utilização de dados defasados. O grande problema é

Leia mais

PROGRAMA PRÓ CABOTAGEM POTENCIAL DA CABOTAGEM PARA O AGRONEGÓCIO

PROGRAMA PRÓ CABOTAGEM POTENCIAL DA CABOTAGEM PARA O AGRONEGÓCIO AGENDA PROGRAMA PRÓ CABOTAGEM POTENCIAL DA CABOTAGEM PARA O AGRONEGÓCIO O PROGRAMA PROGRAMA PARA DESENVOLVIMENTO DA CABOTAGEMNO BRASIL, COM A PARTICIPAÇÃO DOS ORGÃOS INTERVENIENTES, ATRAVÉS DE UM GRUPO

Leia mais

Desempenho logístico e inserção econômica do agronegócio da soja: as transformações no escoamento da safra

Desempenho logístico e inserção econômica do agronegócio da soja: as transformações no escoamento da safra Desempenho logístico e inserção econômica do agronegócio da soja: as transformações no escoamento da safra Andréa Leda Ramos de Oliveira Ojima CPF: 269770928-23 Instituto de Economia Agrícola Av. Miguel

Leia mais

ESTUDO DA CRIAÇÃO DE UMA PLATAFORMA MULTIMODAL Prof. Ph.D. Cláudio Farias Rossoni Área delimitada onde em um mesmo local se encontram disponibilizados: DUTOVIAS HIDROVIAS RODOVIAS AEROVIAS FERROVIAS Área

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS ANDRÉA VIEIRA LAURINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS ANDRÉA VIEIRA LAURINO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS ANDRÉA VIEIRA LAURINO A VIABILIZAÇÃO DO TRANSPORTE INTERMODAL NO ESCOAMENTO DE ARROZ EM LONGOS

Leia mais

Logística Integrada na Prestação de Serviços de Cabotagem De Porto-a-Porto a Porta-a-Porta

Logística Integrada na Prestação de Serviços de Cabotagem De Porto-a-Porto a Porta-a-Porta Logística Integrada na Prestação de Serviços de Cabotagem De Porto-a-Porto a Porta-a-Porta Renata de Oliveira Carvalho. Dissertação de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Negócios da Universidade

Leia mais

VIVALDO MASON FILHO Diretor APRESENTAÇÃO

VIVALDO MASON FILHO Diretor APRESENTAÇÃO LOGÍSTICA VIVALDO MASON FILHO Diretor APRESENTAÇÃO 2 Vivaldo Mason Filho Graduação: Administador de Empresas (PUCCAMP) Pós-Graduação: Especialista em Análise de Sistemas (PUCCAMP) Especialista em Engenharia

Leia mais

UD II - EUROPA FÍSICA

UD II - EUROPA FÍSICA UD II - EUROPA FÍSICA 7. Hidrografia 8. Tipos de mares 9. Hidrovias Referências: Geografia em Mapas (pgs. 46 e 47). Geoatlas 9º ANO 2º BIMESTRE - TU 902 AULA 2 7. HIDROGRAFIA As regiões mais elevadas do

Leia mais

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global

Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Copersucar completa 50 anos de liderança em açúcar e etanol com planos para aumentar ainda mais sua atuação global Exportações de açúcar da empresa devem aumentar 86% na safra 2009/2010 A Copersucar completa

Leia mais

Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes

Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes Indicadores de Desempenho do Sistema Transportes Estratégia Unindo Ações OBJETIVOS ESTRATÉGICOS Fortalecer a capacidade de planejamento buscando o alinhamento das esferas de governo e sociedade Incorporar

Leia mais

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL

HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL HIDROVIA DA LAGOA MIRIM: UM MARCO DE DESENVOLVIMENTO NOS CAMINHOS DO MERCOSUL Eng. José Luiz Fay de Azambuja azambuj@uol.com.br TREINTA Y TRES 04.10.2012 CARACTERIZAÇÃO Lagoa Mirim São Gonçalo Lagoa dos

Leia mais

PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE

PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE PORTO FLUVIAL DE PORTO DE PORTO ALEGRE Integrantes: Mauricio Beinlich Pedro Granzotto Características físicas: O Porto de Porto Alegre é o mais meridional do Brasil. Geograficamente, privilegiado em sua

Leia mais

Fatec Zona Sul. 1ª Lista de exercícios da disciplina Modalidade e Intermodalidade para o 1º bimestre 1s2011

Fatec Zona Sul. 1ª Lista de exercícios da disciplina Modalidade e Intermodalidade para o 1º bimestre 1s2011 Fatec Zona Sul 1ª Lista de exercícios da disciplina Modalidade e Intermodalidade para o 1º bimestre 1s2011 1. Quantas e quais são as modalidades de transportes? Três modos: Aeroviário, aquaviário e terrestre.

Leia mais

SEMINÁRIO DA HIDROVIA DO RIO PARAGUAI

SEMINÁRIO DA HIDROVIA DO RIO PARAGUAI O CONSUMO ENERGÉTICO NO TRANSPORTE DA PRODUÇÃO DE GRANÉIS AGRÍCOLAS DA CHAPADA DO PARECIS COM O APROVEITAMENTO DA HIDROVIA DO RIO PARAGUAI NO TRECHO CÁCERES- CORUMBÁ GOVERNO DO ESTADO DO MATO GROSSO SINFRA

Leia mais

DECISÕES SOBRE TRANSPORTES (PARTE I) Mayara Condé R. Murça TRA-53 Logística e Transportes

DECISÕES SOBRE TRANSPORTES (PARTE I) Mayara Condé R. Murça TRA-53 Logística e Transportes DECISÕES SOBRE TRANSPORTES (PARTE I) Mayara Condé R. Murça TRA-53 Logística e Transportes Agosto/2013 Introdução Estratégia de estoque Previsão Fundamentos de estocagem Decisões de estocagem Decisões na

Leia mais

MULTIMODALIDADE. Agência Nacional de Transportes Aquaviários SETOR AQUAVIÁRIO EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS

MULTIMODALIDADE. Agência Nacional de Transportes Aquaviários SETOR AQUAVIÁRIO EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS Agência Nacional de Transportes Aquaviários MULTIMODALIDADE EVOLUÇÃO / TENDÊNCIAS SETOR AQUAVIÁRIO SEMINÁRIO: TRANSPORTE / ENERGIA PILARES DE SUSTENTAÇÃO DA NOVA ECONOMIA Palestra do Diretor-Geral da ANTAQ,

Leia mais

IDT FIESP. Índice Comparado de Desempenho da Infraestrutura de Transporte

IDT FIESP. Índice Comparado de Desempenho da Infraestrutura de Transporte IDT FIESP Índice Comparado de Desempenho da Infraestrutura de Transporte Brasil: 191 milhões de habitantes 8,5 milhões km² PIB R$ 4,4 trilhões A infraestrutura de transportes do Brasil é adequada: Ao tamanho

Leia mais

LOGÍSTICA E TRANSPORTES: UMA DISCUSSÃO SOBRE OS MODAIS DE TRANSPORTE E O PANORAMA BRASILEIRO.

LOGÍSTICA E TRANSPORTES: UMA DISCUSSÃO SOBRE OS MODAIS DE TRANSPORTE E O PANORAMA BRASILEIRO. LOGÍSTICA E TRANSPORTES: UMA DISCUSSÃO SOBRE OS MODAIS DE TRANSPORTE E O PANORAMA BRASILEIRO. Priscilla Cristina Cabral Ribeiro Universidade Federal de Ouro Preto / Escola de Minas / Depto de Engenharia

Leia mais

2.8 Infraestrutura. Por que Infraestrutura? Comparação Internacional

2.8 Infraestrutura. Por que Infraestrutura? Comparação Internacional 2.8 Infraestrutura Por que Infraestrutura? Uma rede eficaz de transportes intermodal é fundamental para a competitividade da indústria. A logística eficiente permite a realização das entregas dos insumos

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA LOGÍSTICA

FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA LOGÍSTICA FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA LOGÍSTICA LOGÍSTICA Karina Gomes Rodrigues Versão 1 Ano 2012 Os textos que compõem estes cursos, não podem ser reproduzidos sem autorização dos editores Copyright by 2012

Leia mais

BACIA e SUB-BACIAS DO RIO SÃO FRANCISCO

BACIA e SUB-BACIAS DO RIO SÃO FRANCISCO 32 sub-bacias BACIA e SUB-BACIAS DO RIO SÃO FRANCISCO Rio Grande Riacho das Garçasl Riacho do Pontal Riacho Jardim Riacho Grande Riachão Pilão Arcado Rio Verde Rio Jacaré Riacho Riacho da Terra Rio Nova

Leia mais

Wallenius Wilhelmsen Logistics. Making a Multimodal Brazil

Wallenius Wilhelmsen Logistics. Making a Multimodal Brazil Wallenius Wilhelmsen Logistics Making a Multimodal Brazil Agenda This is Wallenius Wilhelmsen Logistics Multimodal in Brazil Trucking Rail Air Sea Future This is Wallenius Wilhelmsen Logistics A global

Leia mais

Transporte Rodoviário de Cargas. Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas

Transporte Rodoviário de Cargas. Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas Transporte Rodoviário de Cargas Panorama do Setor Eficiência Energética e Metodologia de Avaliação de Empresas Panorama do Segmento de Transporte Rodoviário de Carga Brasileiro Panorama TRC Infraestrutura

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES TRANSPORTE NO BRASIL. Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006

AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES TRANSPORTE NO BRASIL. Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006 AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES TERRESTRES 1 TRANSPORTE NO BRASIL Fórum Intermodal FGV-CELog São São Paulo, abril de de 2006 2 1 ROTEIRO GERAL DA PALESTRA 1) Função Transporte e Eficiência; 2) Considerações

Leia mais