1. Introdução Senegal Emergente FIC PT 2014, Feira Industrial Comercial Portuguesa AICEP AEP CICES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1. Introdução Senegal Emergente FIC PT 2014, Feira Industrial Comercial Portuguesa AICEP AEP CICES"

Transcrição

1 P

2 ÍNDICE GERAL 1. Introdução 2. Sinopse 3. Programa Geral 4. Estruturas de Exposição 5. Registo de Participação 6. Apresentação Oficial FIC-PT AEP - Associação Empresarial de Portugal 7. Co - Organização e Produção

3 1. Introdução A perceção da realidade económica global, designadamente a situação dos mercados Europeus, a par da consciência sobre a importância e influência estratégica do continente Africano para as economias modernas, provocaram nas empresas, no caso em particular Portuguesas, a necessidade de procura de soluções alternativas e novas oportunidades, designadamente em mercados emergentes e de elevado potencial, como o exemplo do Senegal. A cidade de Dakar, capital e centro nevrálgico de África Oeste como destino de negócios, tem vindo a crescer de forma muito relevante nos últimos anos, tendo as relações institucionais bilaterais recentes, contribuído decisivamente para o estabelecimento de um clima de negócios e de trocas comerciais favorável. O Programa Senegal Emergente e o crescimento das economias da região constituíram-se como fator determinante para o desafio que ora se apresenta. Fruto do desafio da Senegal Business Cluster, lançado em finais de 2013 às autoridades de Portugal e do Senegal, nasce a FIC PT 2014, a 1ª Feira Industrial e Comercial Portuguesa no mercado de África Oeste. Uma realização conjunta e concertada com a AICEP e a AEP, tendo como entidade de acolhimento o maior e mais antigo centro de exposições do Senegal, o CICES - Centre International du Commerce Extérieur du Sénégal, localizado no coração de Dakar.

4 2. Sinopse A dimensão e proximidade do mercado de África Oeste a Portugal a par de um tecido empresarial diverso e de uma forte apetência mercantilista, traduz o mercado senegalês como a porta de entrada para a sub-região do Oeste Africano. O Senegal constitui-se como uma alternativa natural à internacionalização das empresas portuguesas. A curta distância geográfica e as facilidades de acesso, de pessoas e mercadorias, a estas latitudes proporcionam uma oportunidade de expansão para novos mercados com um esforço menos expressivo quando comparado com mercados considerados típicos para as ambições externas das empresas portuguesas. Um país onde as instituições são reguladas e organizadas, em que a estabilidade cambial é assegurada pela existência de uma união económica e monetária na região, a UEMOA ( União Económica e Monetária de África Oeste ) o Senegal apresenta-se como um destino de elevado potencial e representa hoje uma das economias com maior crescimento económico do continente Africano. Com uma cultura não muito diferente da portuguesa no que à capacidade de bem acolher diz respeito, o mercado do Senegal tem muito para ser explorado. O know-how e a experiência das empresas portuguesas, conjugado com a excelente relação valor vs qualidade dos produtos e expertises técnicas, constituem um importante ativo num mercado considerado virgem para os empresários lusitanos, sendo esta uma realidade incontornável nos dias de hoje.

5 Para lá dos fatores históricos que unem estes dois países, as fortes relações institucionais bilaterais existentes, garantem a manutenção de uma importante ponte entre Dakar e Lisboa, pressuposto reforçado pela forte presença da língua portuguesa no Senegal, país onde mundialmente, excluídos os países lusófonos, existem mais alunos da língua de Camões, um impressionante número de alunos ( dados atualizados em 2014 ), seguidos e orientados pelo Instituto Camões presente em Dakar. A maturidade das respetivas embaixadas de Dakar e Lisboa e o papel de proximidade promovido por ambas, facilita a relação e o acesso a dados importantes de cada país, mas principalmente transmite um sentimento de estabilidade e segurança únicos num país de África, fatores determinantes para o bom funcionamento de empresas e instituições portuguesas a operar na região. O Senegal é o país de África Oeste mais próximo de Portugal, encontrando-se a apenas 3:30h de distância da capital Lisboa em voos diários ( TAP ). Um país estável com uma democracia madura e onde as instituições funcionam bem, quando comparado com os restantes países da região, um destino de temperaturas amenas todo o ano, com uma média de 28ºC. A época das chuvas de Julho a Outubro permite uma elevada qualidade do solo potenciando uma flora luxuriante e onde o sol brilha todos os meses do ano. Uma população a rondar os 13 milhões de habitantes, com um nível cultural assinalável permitem uma boa interação com diferentes nacionalidades residentes. A proximidade à Europa, uma forte rede de ligações aéreas, uma oferta turística em crescimento e um povo caloroso fazem do Senegal um destino de valor acrescentado para investimentos e comércio internacional.

6 No coração da sub- região da ECOWAS ( Economic Community of West African States ) e UEMOA, que engloba um universo de 200 milhões de consumidores, Dakar é considerada uma plataforma giratória, chave nos fluxos empresariais da região e por onde circulam empresários dos quatro cantos do mundo. Com um porto marítimo desenvolvido e a uma distância, por mar, de apenas 5 dias de Lisboa, o destino de comércio externo de Dakar assume-se como fator diferencial de valor acrescentado. Tendo um comércio externo a representar 70% do PIB nacional do Senegal, as áreas de atividade preferencial são: : - Sector Agro-Alimentar ( comércio, exploração agrícola e piscatória) - Sector das Energias ( designadamente renováveis, captação e distribuição ) - Sector da Construção ( materiais, infraestruturas e serviços especializados ) - Sector do Turismo ( Lazer e Negócios ) - Sector Industrial - Sector Formação Profissional ( técnica e universitária ) - Sector Saúde & Wellness

7 3. Programa Geral O palco desta iniciativa foi escolhido em função de diferentes variáveis, tendo em conta não só as necessidades funcionais mas principalmente as sinergias potenciais para otimização dos resultados. O CICES - Centre International du Commerce Extérieur du Sénégal, local de eleição das principais feiras e eventos internacionais na região, constitui-se como a opção considerada mais ajustada aos objetivos deste certame o qual será integrado na realização da 23ª Edição da FIDAK ( Feira Internacional de Dakar )que beneficia este ano do facto de celebrar 40 anos de existência. O CICES é um organismo de Estado e tornou-se membro da UFI ( Global Association of the Exhibition Industry )em 1978 e desde então recebeu os maiores encontros empresariais e corporativos de África Oeste. Infraestrutura Geral : Local VDN Dakar ( centro / 00:05 mnt. do Aeroporto Internacional ) Espaço de Exposição Total m2 Participações Oficiais Internacionais FIDAK 17 países Origem de Expositores 38 países Número Expositores 1201 Número Visitantes

8 O espaço do Pavilhão de Portugal será disposto em função de um Programa Geral de iniciativas e acontecimentos de diferentes naturezas, desde o comercial ao cultural sem esquecer o ensino e formação ou ainda a cooperação institucional. Para além do programa geral da FIDAK, onde se integra a FIC-PT 2014, será desenvolvida uma agenda própria com encontros B2B e outras iniciativas que potenciem a interação dos empresários portugueses no tecido empresarial do Senegal. Áreas Temáticas : A) Check In Lobby de Acesso B) Restaurante Lusitano C) Business Lounge - Back Office + B2B D) Espaço Multiusos - arte / cultura / gastronomia / auditório E) Mercearia Portuguesa F) Áreas de Expositores H) Meeting Point - AEP / SBC O sitio oficial constitui-se como plataforma dinâmica de promoção da iniciativa, bem como, das empresas inscritas naquele que é o primeiro certame económico e comercial de empresas e empresários portugueses no Senegal

9 Modelo Orgânico e Funcional G.A.E. ( Gabinete de Apoio ao Expositor ) Comissão Instaladora ( Dakar ) Secretariado ( SBC Senegal & AEP Portugal ) Montagens / Desmontagens e Manutenção / Equipamento Acolhimento de Empresas ( hosting e receção ) Meios TI ( internet / comunicações ) Conteúdos Temáticos Workshops Artesanato Estágios Universitários ( onboard ) Show-Cooking Portugal vs Senegal Fusão Ritmos & Cores ( intercâmbio artístico musica & arte plástica ) Comunicação & Marketing Plano de Divulgação e Promoção FIC PT ( Portugal & Senegal ) Ronda de Apresentação Internacional ( Conferência Portugal ) Plataforma Digital Suportes Promocionais Plano Comercial & B2B Bolsa de Oportunidades ( a inscrever no website FIC-PT ) Fórum de Negócios ( a decorrer no período da Feira por sectores de atividade ) Catálogo Promocional / Reportório Empresas Gabinete de Apoio ao Investidor ( a incluir notariado, contabilidade, assessoria jurídica, transitários, etc. )

10 4. Estruturas de Exposição O Pavilhão de Portugal integra um conjunto de stands modulares distribuídos pelo espaço dedicado à FIC_PT e onde se incluem, para além das áreas comuns e do centro de receção da AEP e SBC, módulos que têm como base o desenho figurativo demonstrado na Figura 1. Cada expositor terá direito à utilização de um pack de equipamentos e serviços, que serão integrados no valor de inscrição / participação e que podem ser complementados em função dos requisitos de cada um dos expositores e dos respetivos setores de atividade. Stand Tipo Módulo 9 m2 - Estrutura Reforçada - Revestimentos em MDF ( pintura acetinada base branco ) - Ponto de Iluminação e Energia - Closet com Fechadura - Aplicação de Imagem ( impressão 4 m2 vinil ) - 1 Mesa com 2 Cadeiras - Balcão de Acolhimento Figura 1 ( exemplificativo ) Soluções Modulares FIC _PT As opções de espaços a oferecer aos expositores foram desenvolvidos em múltiplos que variam entre os 9 e 54 m2 por stand.

11 5. Registo de Participação O acesso ao evento e modelo de registo para inscrição é assegurado pela AEP que através dos seus serviços executa o due diligence geral, acompanhando o processo desde o momento da pré inscrição até à realização da Feira. Para além do Dossier de Participação monitorizado pela AEP, no terreno, em Dakar, a Senegal Business Cluster acompanhará os expositores e constitui-se como coprodutor e organizador da Feira, designadamente na componente da produção executiva ( logística, importação temporária de mercadorias, montagens e desmontagens) e dos trabalhos de supervisão e fiscalização geral do evento. A Organização da FIC-PT disponibiliza os seguintes documentos de informação técnica e formalização de participação :. Ficha Técnica Apresentação FIC-PT. Regulamento Interno. Formulário de Inscrição. Guia do Expositor. Dossier de Patrocinadores Para efeitos de gestão do evento será instalada uma Comissão Organizadora que se assume como entidade responsável por todos os aspetos práticos e funcionais da Feira, desde o momento da formalização da inscrição até ao regresso de expositores e mercadorias.

12 6. Apresentação Oficial FIC-PT AEP - Associação Empresarial de Portugal A Direção da Senegal Business Cluster e a AEP - Associação Empresarial de Portugal, deram o primeiro passo para a promoção da FIC-PT, a primeira Feira Internacional Portuguesa em África Oeste, no âmbito do seu projeto ao QREN BOW , na FIDAK 2014 a realizar de 18 a 21 de Dezembro em Dakar Senegal, no CICES - Centre International du Commerce Extérieur du Sénégal. No auditório principal da AEP no Porto a ocasião juntou empresários e organizações de todo o país que manifestaram um elevado interesse pela possibilidade de participação no certame mas também pela apresentação do destino de negócios de Dakar, capital do Senegal, realizada pelas autoridades Senegalesas presentes. As inscrições estão abertas no site da AEP ( ) e terminam a 15 de Setembro, sendo esperada a participação de mais de 30 empresas e empresários portugueses. O pavilhão de Portugal FIC_PT, de cariz multissetorial, pretende ser uma porta de entrada de Portugal no mercado de África Oeste e uma mostra organizada das empresas e da qualidade do tecido comercial e industrial português neste mercado emergente no coração de África Oeste. Foto Madani Tall, CICES Cheikh Camara, Embaixada Senegal em Lisboa Mª Helena Ramos, Diretora AEP Gonçalo Terenas, Diretor Geral SBC

13 O CICES é local de eleição das principais feiras e eventos internacionais da região, designadamente da FIDAK, a mais antiga e reconhecida feira de África Oeste que se realiza anualmente em Dakar e que em 2014 celebra o seu 40º aniversário. No coração da sub-região da ECOWAS (Economic Community of West African States) e UEMOA, que engloba um universo de mais de 200 milhões de consumidores, Dakar é considerada uma plataforma giratória, chave nos fluxos empresariais da região e por onde circulam empresários dos quatro cantos do mundo. A apresentação da iniciativa foi liderada pela Direção da AEP, integrando um painel de oradores composto pela Embaixada do Senegal em Portugal, pela direção do CICES ( representada poel Secretário Geral ), centro de exposições berço do evento, e pela Senegal Business Cluster, partner e impulsionador principal da FIC PT Foire Industriel & Commercial Portugal 2014 A presença de mais de 70 empresários no lançamento deste projeto afigura-se como um indicador muito positivo para o sucesso de iniciativa que procura dar a conhecer os empresários e empresas portuguesas no Senegal.

14 7. Co - Organização e Produção A Senegal Business Cluster ( SBC ), empresa de direito senegalês criada em 2012, com sede social em Dakar, é uma estrutura multidisciplinar formada por capitais e iniciativa portuguesa e que opera no mercado de África Oeste, estabelecendo no Senegal o seu interface entre a região e os demais mercados internacionais, com especial relevância para o mercado Português e restantes países europeus. Para além do papel eminentemente comercial, a SBC atua como host de empresas portuguesas que se pretendem internacionalizar, operando como centro de negócios para domiciliações fiscais e escritórios virtuais em Dakar, prestando ainda apoio de serviços de accounting comercial e todos os demais serviços conexos, como transitários, logística e transportes, armazenagem, tradução e fiscalidade, gestão e representações comerciai entre outras tarefas diversas. Como o nome indica, trata-se de um cluster, uma plataforma operacional de bens e serviços, tendo no trading internacional um departamento dedicado e onde é privilegiado o sector agro-alimentar, distribuição mercados grossistas, energias ( renovaveis e alternativas ), matérias primas ( e demais produtos conexos ) para o sector da construção e industria. As relações institucionais estabelecidas no Senegal, designadamente com o CICES (Centre International du Commerce Extérieur du Sénégal ), a CCIAD ( Câmara de Comércio, Industria e Agricultura de Dakar ) e a APIX ( Agence de Promotion des Investissements et Grands Travaux ), por uma lado, e a forte ligação à Embaixada de Portugal em Dakar e a organismos portugueses como a AEP ( Associação Empresarial de Portugal ) e AICEP Portugal Global (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal ) por outro, permitiram a criação de bases de confiança e de colaboração importantes, entre Portugal e o Senegal.

15 A Senegal Business Cluster Sarl, é a entidade no Senegal responsável pela produção e co - organização da primeira mostra organizada de empresas Portuguesas na região de África Oeste. Sediada em Dakar desde 2012, a Senegal Business Cluster desenvolveu de forma consistente e estrutura, ao longo dos dois últimos anos, um trabalho importante para a promoção das relações comerciais e bilaterais entre as economias e culturas de Portugal e do Senegal. O continuo trabalho institucional e corporativo, designadamente com as embaixadas dos dois países, bem como, com as entidades de promoção exterior, designadamente com a AICEP ( Portugal ) e a APIX ( Senegal ) tem sido motivo de reconhecimento internacional tendo culminado com a eleição do CEO da Senegal Business Cluster como empresário da Diáspora Portuguesa 2014 no Senegal. Foi a primeira vez que tal sucedeu na história das relações entre os dois países. A Senegal Business Cluster ( SBC ), empresa sediada em Dakar, no Senegal, marcou presença no Encontro O Papel da Diáspora Portuguesa Negócios em Português a convite do Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Dr. José Cesário. A iniciativa foi desenvolvida pela CCIP em parceria com a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas e com a CIEP Confederação Internacional dos Empresários Portugueses. Durante a realização deste encontro, o responsável pela SBC em Dakar, Gonçalo Terenas conferencista convidado pelo papel destacado no Senegal, descreveu a realidade deste destino emergente a uma vasta plateia de empresários e atores internacionais, que marcaram presença num evento muito bem organizado e com um profissionalismo assinalável.

16 A experiência acumulada no mercado do Senegal e as relações institucionais consolidadas foram motivo para que a Senegal Business Cluster e seu CEO, M. Gonçalo Terenas fossem convidados a participar no Programa da Comissão Mista Politica entre os dois governos e que teve lugar este ano em Lisboa. O testemunho e o conhecimento da realidade do mercado do Senegal numa perspetiva de parceiro e empresário português de referência representam atualmente um valor acrescentado e um denominador comum nas relações do comércio internacional das duas economias. O Seminário "Oportunidades de Investimento e Relações Económicas Portugal/Senegal", que decorreu na sede da AICEP em Lisboa no passado dia 12 de Junho, foi aberto pelo Presidente da AICEP, Miguel Frasquilho e terminou com um debate liderado por S.Exa. Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, M. Mankeur NDIAYE. Apesar da componente institucional e politica, este acontecimento serviu igualmente para o testemunho da Senegal Business Cluster empresa de referência a operar no Senegal convidada para o efeito pela AICEP. Para a Senegal Business Cluster, representada pelo seu diretor geral Gonçalo Terenas, a oportunidade de partilhar a experiência no terreno e a interação com os muitos empresários e operadores comerciais que lotaram o auditório, constituíram, a par da honra da participação numa iniciativa de Estado, o momento alto de uma tarde repleta de simbolismo e que serviu para estreitar as relações económicas e politicas entre as partes.

17 Entidades Organizadoras AEP Associação Empresarial de Portugal Internacionalização e Promoção Externa Responsável: Eugénia Castro de Sousa Telf: Fax: Senegal Business Cluster Responsável : Gonçalo Terenas Telf.: ( Senegal ) Telf.: ( Portugal ) E- Mail :

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 务 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal

75% 15 a 18 de Maio 2015 Praça da Independência - Maputo Moçambique Pavilhão de Portugal aposta no Sistema Educativo Formação e Criação de Novas Infra-Estruturas UMA OPORTUNIDADE PARA O SEU SECTOR CO-FINANCIADO 75% 1ª PARTICIPAÇÃO PORTUGUESA DA FILEIRA DA EDUCAÇÃO AIP - Feiras, Congressos

Leia mais

Principais objectivos

Principais objectivos Âmbito A Exponor vai realizar o Time2Export com o objectivo de fomentar networking, partilhar informação e preparar as empresas para melhor explorarem as oportunidades de negócios que a economia global

Leia mais

PLANO DE FEIRAS E MISSÕES EMPRESARIAIS 2015

PLANO DE FEIRAS E MISSÕES EMPRESARIAIS 2015 2015 1. INTRODUÇÃO O acesso a novos mercados e o aumento da base económica de exportação são determinantes para o reforço da competitividade do tecido empresarial dos Açores. Atividades de apoio às empresas

Leia mais

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos

Os Desafios da Fileira da Construção. As Oportunidades nos Mercados Externos Os Desafios da Fileira da Construção As Oportunidades nos Mercados Externos Agradeço o convite que me foi dirigido para participar neste Seminário e felicito a AIP pela iniciativa e pelo tema escolhido.

Leia mais

A Missão da CCILC. Desenvolvimento de redes de contactos de negócio entre Portugal, a China, a Europa e os Países de Língua Portuguesa

A Missão da CCILC. Desenvolvimento de redes de contactos de negócio entre Portugal, a China, a Europa e os Países de Língua Portuguesa A CCILC Criada em 1978, foi a primeira instituição que, de um modo sistemático, auxiliou ao desenvolvimento do relacionamento económico e comercial entre Portugal e a China. Conta com associados e parceiros

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP CADERNO DE CONFERENCISTA ÍNDICE 2 4 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP OBJETIVOS A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas

Associação Empresarial da Região de Lisboa. Uma força ao serviço das empresas Associação Empresarial da Região de Lisboa Uma força ao serviço das empresas ÁREAS DE INTERVENÇÃO INFORMAÇÃO SERVIÇOS ÀS EMPRESAS DESENVOLVIMENTO REGIONAL ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS FORMAÇÃO PROFISSIONAL INTERNACIONALIZAÇÃO

Leia mais

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS

UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS UMA ASSOCIAÇÃO GLOBAL PARA ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores

Leia mais

FACIM Feira Internacional de Maputo

FACIM Feira Internacional de Maputo FACIM Feira Internacional de Maputo 50ª Edição 25 a 31 de Agosto de 2014 1. Sobre a FACIM Feira Internacional de Maputo A FACIM é uma feira multisetorial com periodicidade anual, e constitui o maior evento

Leia mais

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP

Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP Perspetivas de colaboração Portugal China, Apoios à internacionalização e o papel da AICEP AIMINHO Braga, 24 de Outubro, 2014 1 P a g e Distintas Entidades aqui presentes, Senhores Empresários, Minhas

Leia mais

República de Moçambique

República de Moçambique República de Moçambique Nota Conceitual da FIEI 2013 Ponto de negócio e oportunidade de investimento Maputo Contexto Quadro orientador O Programa Quinquenal do Governo (PQG) prevê no âmbito do Vector Económico

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO LUSOFONIA ECONÓMICA PLATAFORMAS CPLP ENTRE: A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI), com sede na Praça das Indústrias em Lisboa, 1300-307 Lisboa,

Leia mais

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU

ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU PROTOCOLO ENTRE O MINISTÉRIO DA ECONOMIA, DO PLANO E INTEGRAÇÃO REGIONAL DA GUINÉ-BISSAU A ASSOCIAÇÃO INDUSTRIAL PORTUGUESA - CÂMARA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA (AIP-CCI) E A A ELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA

Leia mais

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012

Apoio à Internacionalização. CENA 3 de Julho de 2012 Apoio à Internacionalização CENA 3 de Julho de 2012 Enquadramento Enquadramento Comércio Internacional Português de Bens e Serviços Var. 13,3% 55,5 68,2 57,1 73,4 48,3 60,1 54,5 66,0 67,2 61,7 Exportação

Leia mais

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis,

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis, VIII Legislatura II Sessão Plenária Horta, 26 de Janeiro de 2005 Grupo Parlamentar do Partido Socialista Deputada Ana Isabel Moniz Assunto: Bolsa de Turismo de Lisboa Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras

Leia mais

50 the International Paris Air Show

50 the International Paris Air Show Cluster Aeroespacial Nacional Pavilhão de Portugal 50 the International Paris Air Show Paris - Le Bourget 17 a 23 de Junho de 2013 www.salon-du-bourget.fr ENQUADRAMENTO e OBJECTIVO Na continuidade das

Leia mais

Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015

Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015 Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015 Paulo Maria Bastos da Silva Dias Índice 1. Nota de Abertura... 1 2. Áreas de Intervenção e Desenvolvimento... 4 2.1 Formação e Aprendizagem ao Longo da

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA

MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA 03 A 06 DE NOVEMBRO DE 2008 RELATÓRIO FINAL MISSÃO EMPRESARIAL À TUNÍSIA 03 A 06 DE NOVEMBRO DE 2008 1. Introdução À semelhança de iniciativas anteriores, a Nersant organizou

Leia mais

Oportunidades a explorar

Oportunidades a explorar Oportunidades a explorar 1. Candidatura ao reconhecimento da Dieta Mediterrânica de PORTUGAL (liderada por Tavira) 2. Notoriedade do ALGARVE nos principais mercados turísticos europeus [Reino Unido, Alemanha,

Leia mais

FILDA Feira Internacional de Luanda. Angola

FILDA Feira Internacional de Luanda. Angola FILDA Feira Internacional de Luanda Angola 14 a 19 de Julho de 2009 Enquadramento: A aicep Portugal Global, no âmbito do Quadro de Referência Estratégica Nacional, propõe-se dinamizar a presença nacional

Leia mais

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu.

FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013. 1. Título Opções de financiamento para a CPLP não é meu. FRANCISCO MANTERO - PWC - CPLP 23/01/2013 1. Título "Opções de financiamento para a CPLP" não é meu. Poderia dar ideia que há opções de financiamento específicas para a CPLP em si mesma e para os Estados

Leia mais

Brochura GrowUpServices

Brochura GrowUpServices Brochura GrowUpServices 1. O QUE FAZEMOS 1. Quem Somos 03-12-2015 3 1. Quem Somos A GROWUPSERVICES é uma marca da GROWUPIDEAS e que actua na área da consultoria de negócios. Entre os seus sócios acumulam-se

Leia mais

FIA Feira Internacional de Argel. Argélia

FIA Feira Internacional de Argel. Argélia FIA Feira Internacional de Argel Argélia 27 de maio a 1 de junho de 2015 Enquadramento de Mercado Fator Geográfico A Argélia é um dos Estados que compõe a região do Magrebe, e em termos de dimensões é

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR +

APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + APRESENTAÇÃO DA NOVA POLÍTICA DE INCENTIVOS 2014-2020 SISTEMA DE INCENTIVOS PARA A COMPETITIVIDADE EMPRESARIAL COMPETIR + Ponta Delgada, 28 de Abril de 2014 Intervenção do Presidente do Governo Regional

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO

CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO FICHA DE MERCADO O Panamá goza de uma posição estratégica que lhe permite ser um dos centros logísticos mais importante de Hemisfério Ocidental, com o Canal do Panamá como eixo principal, transportando

Leia mais

Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS

Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS Índice PORTUGAL - BREVE CARATERIZAÇÃO A CIP ATIVIDADE ASSOCIADOS ORGANIZAÇÃO E CONTACTOS Portugal Breve caraterização Portugal Caraterização geral Inserido na União Europeia desde 1986, Portugal é o país

Leia mais

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP ****

INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** INTERVENÇÃO Dr. José Vital Morgado Administrador Executivo da AICEP **** Gostaria de começar por agradecer o amável convite da CIP para participarmos nesta conferência sobre um tema determinante para o

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

V Reunião de Ministros do Turismo da CPLP

V Reunião de Ministros do Turismo da CPLP V Reunião de Ministros do Turismo da CPLP Intervenção do Secretário Executivo da CPLP Senhor Presidente, Senhores Ministros, Senhor Secretário de Estado do Turismo, Senhores Embaixadores Senhores Representantes

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

O PROJETO PROMOINVEST Município de Vendas Novas

O PROJETO PROMOINVEST Município de Vendas Novas O PROJETO PROMOINVEST Município de Vendas Novas Alentejo no horizonte 2020 desafios e oportunidades Auditório Municipal de Vendas Novas, 02 de julho de 2013 página 2 I. Rede Corredor Azul A Rede Urbana

Leia mais

Guia de Participação na MISSÃO PARA O CRESCIMENTO PORTUGAL

Guia de Participação na MISSÃO PARA O CRESCIMENTO PORTUGAL Guia de Participação na MISSÃO PARA O CRESCIMENTO PORTUGAL Encontro Internacional de Negócios Lisboa, 29 de Novembro de 2013 INTRODUÇÃO As PME portuguesas têm vindo a atravessar bastantes dificuldades

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov.

19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov. 19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov. Stop-over Ilha de Santiago Cidade da Praia 16-17 de Nov. Proj. Conjunto Internacionalização PT2020

Leia mais

EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008

EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008 EXPORTAR MAIS - PLANO DE ACÇÃO 2008 AEP - Associação Empresarial de Portugal Direcção de Serviços às Empresas Internacionalização e Promoção Externa Leça da Palmeira, 26 de Junho de 2008 A/C Direcção Comercial/Exportação

Leia mais

Começar Global e Internacionalização

Começar Global e Internacionalização Começar Global e Internacionalização Artur Alves Pereira Assessor do Conselho de Administração, AICEP Portugal Global Fevereiro 06, 2014 1 A aicep Portugal Global Missão. A aicep Portugal Global é uma

Leia mais

FIA Feira Internacional de Argel. Argélia

FIA Feira Internacional de Argel. Argélia FIA Feira Internacional de Argel Argélia 28 de maio a 2 de junho de 2014 Enquadramento de Mercado Fator Geográfico A Argélia é um dos Estados que compõe a região do Magreb, e em termos de dimensões é o

Leia mais

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio.

Maputo, a sua capital, é o seu porto de mercadorias por excelência e principal centro de comércio. Missão Empresarial Moçambique 28 agosto 3 setembro 2014 Moçambique: porta de entrada na África Austral Moçambique é hoje um mercado em expansão com mais de 24 milhões de consumidores, que tem vindo a registar

Leia mais

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APRESENTAÇÃO A YOUNIC é especializada na assessoria a empresas com vista ao crescimento e expansão dos seus negócios num panorama internacional. Com uma atuação versátil,

Leia mais

CÂMARA HISPANO PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA. O melhor aliado para o mercado ibérico

CÂMARA HISPANO PORTUGUESA DE COMÉRCIO E INDÚSTRIA. O melhor aliado para o mercado ibérico O melhor aliado para o mercado ibérico A Câmara Hispano Portuguesa de Comércio e Indústria em Espanha (CHP), com fins não lucrativos, foi criada em 1970 para apoiar as empresas com interesses no Mercado

Leia mais

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças

Contexto Externo. Oportunidades. Ameaças Plano de Ação 2014 Contexto Externo Ameaças Oportunidades Manutenção de uma situação sócio/económica adversa com impacto nas empresas, nomeadamente ao nível da adoção de políticas de redução de efetivos,

Leia mais

Como participar em Feiras Internacionais. 19 de Junho de 2012

Como participar em Feiras Internacionais. 19 de Junho de 2012 Como participar em Feiras Internacionais 19 de Junho de 2012 Como participar em Feiras Internacionais A - Tipologias de Feiras B -Vantagens de Participar numa Feira C - Principais fases envolvidas nas

Leia mais

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO

CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO CONVÉNIO CLUSTER DE LOGÍSTICA URBANA DE LISBOA E VALE DO TEJO ÍNDICE FINALIDADE... 2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 3 CONSTITUIÇÃO E GOVERNÂNCIA... 4 FINANCIAMENTO... 5 RELATÓRIOS... 5 Ficha de Adesão ao CLUSTER

Leia mais

Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA

Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA Guia de Participação no ENCONTRO EMPRESARIAL DE TURISMO DE NATUREZA BTN - Bienal de Turismo de Natureza 2014 Aljezur, 27 e 28 de setembro de 2014 http://btn2014.talkb2b.net INTRODUÇÃO A Enterprise Europe

Leia mais

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países

MGI Internacional. Presença em mais de 80 países MGI Internacional Presença em mais de 80 países Presente em mais de 80 países e com mais de 280 escritórios em todos os Continentes, a MGI é uma das maiores associações internacionais de empresas independentes

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014

Plano de Atividades e Orçamento. Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento Exercício de 2014 Plano de Atividades e Orçamento para o exercício de 2014 Preâmbulo O Plano de Atividades do ano de 2014 foi elaborado de acordo com as expetativas dos

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial, cuja Atrair investimento

Leia mais

DOSSIER DO EXPOSITOR

DOSSIER DO EXPOSITOR DOSSIER DO EXPOSITOR DATAS E HORÁRIOS 26, 27 E 28 DE SETEMBRO 2014 ESPAÇO MULTIUSOS DE ALJEZUR SEXTA 26 17H00-23H00 SÁBADO 27 11H00-23H00 DOMINGO 28 09H30-12H00 (Profissional) 12H00-22H00 (Público em

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 3 O ano de 2013 ficará assinalado pela comemoração dos 30 anos da TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, ao serviço dos seus Associados e do Turismo.

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012 A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas Porto, 25 de Setembro de 2012 A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial,

Leia mais

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP

ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP I CONFERÊNCIA ENERGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CPLP EVENTO CARBONO ZERO CADERNO DE PATROCINADOR ÍNDICE 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ENQUADRAMENTO A ENERGIA NA CPLP ESTRUTURA DO EVENTO LOCAL ALTO PATROCÍNIO

Leia mais

FIL 2015. promova o seu negócio! 22A25DEOUT LUANDA ANGOLA. projectar o futuro, construindo o presente

FIL 2015. promova o seu negócio! 22A25DEOUT LUANDA ANGOLA. projectar o futuro, construindo o presente 22A25DEOUT Feira Internacional de Equipamentos e Materiais para a Construção Civil, Obras Públicas, Urbanismo e Arquitectura projectar o futuro, construindo o presente FIL 2015 LUANDA ANGOLA promova o

Leia mais

Organização Profissional de Congressos e Conferências (PCO)

Organização Profissional de Congressos e Conferências (PCO) Organização Profissional de Congressos e Conferências (PCO) Modus operandi O que fazemos: congressos e conferências médicas e científicas, gestão de eventos, reuniões corporativas, apresentação de produtos

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO

MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO MISSÃO EMPRESARIAL MÉXICO Cidade do México - 27 a 31de Outubro de 2014 COM GARANTIA DE SUCESSO Saiba mais na pág. 5 MÉXICO O México, oficialmente Estados Unidos Mexicanos, é uma república constitucional

Leia mais

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA Por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP e das associações empresariais dos PALOP, realizou-se em Luanda, República de Angola, a 17 de Julho de 2014, o Fórum

Leia mais

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo

ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo ENTERPRISE 2020 Inteligente Sustentável Inclusivo With the support of the European Commission and the Belgian Presidency of the European Union Porquê Enterprise 2020? Os desafios económicos, sociais e

Leia mais

República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES!

República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES! INVESTIR NA REPÚBLICA DOMINICANA MISSÃO EMPRESARIAL SETEMBRO 2014 República dominicana A DOMINICANA É A REPÚBLICA DAS CORES, UM PAÍS DE INESGOTÁVEIS ATRAÇÕES! A República Dominicana é conhecida pelas praias,

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016

MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 PROJECTO CONJUNTO DE INTERNACIONALIZAÇÃO MÉXICO 2015-2016 MISSÃO EMPRESARIAL AO MÉXICO 19-27 Fev. 2016 INSCRIÇÕES ATÉ 15 DE JANEIRO 2016 Promotor: Co-financiamento: Monitorização: Foto: Miguel Moreira

Leia mais

STANDS TIPO IMAGENS E MEDIDAS

STANDS TIPO IMAGENS E MEDIDAS Sectores Ruas e Praças O enquadramento das entidades/empresas nas respetivas ruas/praças é meramente indicativo e tem por objetivo, dar uma lógica sustentada à cidade empresarial. Modalidades de participação

Leia mais

ALIMENTAÇÃO & BEBIDAS. AEP - Associação Empresarial de Portugal. Direcção de Serviços às Empresas - Internacionalização e Promoção Externa

ALIMENTAÇÃO & BEBIDAS. AEP - Associação Empresarial de Portugal. Direcção de Serviços às Empresas - Internacionalização e Promoção Externa ALIMENTAÇÃO & BEBIDAS AEP - Associação Empresarial de Portugal Direcção de Serviços às Empresas - Internacionalização e Promoção Externa FEIRA GULFOOD & HOTEL EQUIPMENT DUBAI E.A.U 21 A 24 DE FEVEREIRO

Leia mais

Gestão e tecnologia para PME s

Gestão e tecnologia para PME s www.sage.pt Gestão e tecnologia para PME s Sage Porto Sage Lisboa Sage Portugal A longa experiência que temos vindo a acumular no desenvolvimento de soluções integradas de software de gestão para as pequenas

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS INSTITUTO DIPLOMÁTICO VAGAS PARA ESTÁGIOS SERVIÇOS EXTERNOS 2º SEMESTRE DE 2012/2013

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS INSTITUTO DIPLOMÁTICO VAGAS PARA ESTÁGIOS SERVIÇOS EXTERNOS 2º SEMESTRE DE 2012/2013 VAGAS PARA ESTÁGIOS SERVIÇOS EXTERNOS 2º SEMESTRE DE 2012/2013 SERVIÇO VAGAS PERFIL DO ESTAGIÁRIO DESCRIÇÃO DAS FUNÇÕES A DESEMPENHAR OBSERVAÇÕES Consulado Geral de Portugal em Londres VagaE-1/2S/1213

Leia mais

2014-2015 PROGRAMA DE ACTIVIDADES

2014-2015 PROGRAMA DE ACTIVIDADES 2014-2015 PROGRAMA DE ACTIVIDADES Índice OBJETIVOS... 3 I Crescimento da CCILJ... 3 II Fortalecimento da Marca... 3 III Comunicação... 3 ACTIVIDADES A DESENVOLVER... 4 I Crescimento da CCILJ... 4 1. Angariação

Leia mais

História. Realização da Primeira Feira Industrial. Criação da Primeira Escola de Ensino Técnico Profissional. Publicação do Jornal da Associação

História. Realização da Primeira Feira Industrial. Criação da Primeira Escola de Ensino Técnico Profissional. Publicação do Jornal da Associação História 1849 1852 1852 1854 1856 Fundação 3 de Maio, por Decreto Régio da Rainha D. Maria II Criação da Primeira Escola de Ensino Técnico Profissional Publicação do Jornal da Associação Apoio na Criação

Leia mais

19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov.

19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov. 19ª Edição FIC Feira Internacional de Cabo Verde Ilha de S. Vicente Cidade do Mindelo Laginha 18-22 de Nov. Stopover Ilha de Santiago Cidade da Praia 16-17 de Nov. Proj. Conjunto Internacionalização PT2020

Leia mais

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto.

Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Senhor Ministro da Administração Interna. Excelência. Registamos, com afeto, a presença de Vossa Excelência, nesta cerimónia uma honra ímpar para este Instituto. Excelentíssimo Senhor Vice-Procurador Geral

Leia mais

SOBRE O INVESTE NORDESTE 2015

SOBRE O INVESTE NORDESTE 2015 SOBRE O INVESTE NORDESTE 2015 É o Expo-Fórum internacional totalmente dedicado a explorar as grandes oportunidades de investimentos, parcerias comerciais e trocas de tecnologias entre Brasil e Portugal.

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A AICEP E O IDE, IP-RAM

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A AICEP E O IDE, IP-RAM PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE A AICEP E O IDE, IP-RAM A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, E.P.E., doravante designada AICEP, pessoa coletiva nº 506320120, com sede no Porto e

Leia mais

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008

3. PRINCIPAIS TEMÁTICAS E CARACTERÍSTICAS DE ORGANIZAÇÃO DOS OPEN DAYS 2008 1. INTRODUÇÃO Em apenas 5 anos os OPEN DAYS Semana Europeia das Regiões e Cidades tornaram-se um evento de grande importância para a demonstração da capacidade das regiões e das cidades na promoção do

Leia mais

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014

MISSÃO EMPRESARIAL. ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 MISSÃO EMPRESARIAL ANGOLA - BENGUELA E MALANGE 8 a 16 de Novembro de 2014 ANGOLA Com capital na cidade de Luanda, Angola é um país da costa ocidental de África, cujo território principal é limitado a norte

Leia mais

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial (2007-2009) 2ª Conferência Ministerial, 2006

Leia mais

Edição bilingue (português e inglês)

Edição bilingue (português e inglês) A portugalindustry.com vai editar o primeiro instrumento internacional de comunicação corporate, que promove oportunidades de negócio e networking profissional. Será publicado em formato físico (Goldenbook)

Leia mais

Missão Conjunta Portugal - Brasil. a Moçambique. 23 a 30 Agosto. 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo

Missão Conjunta Portugal - Brasil. a Moçambique. 23 a 30 Agosto. 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo 50ª FACIM 2014 Feira Internacional de Maputo Missão Conjunta Portugal - Brasil a Moçambique 23 a 30 Agosto Enquadramento económico Moçambique A atual estabilidade política de Moçambique, aliada a práticas

Leia mais

Seminário de Empreendedorismo nos Países de. Língua Oficial Portuguesa

Seminário de Empreendedorismo nos Países de. Língua Oficial Portuguesa Seminário de Empreendedorismo nos Países de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Brasil Empreendedorismo Língua Oficial Portuguesa Dia 22 de Novembro de 2011

Leia mais

MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS. julho 2011

MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS. julho 2011 MECANISMO DE ACOMPANHAMENTO DO MERCADO DAS MULTILATERAIS FINANCEIRAS julho 2011 GPEARI - Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais Ministério das Finanças 1. ORIGEM Memorando

Leia mais

EXPO MILÃO PARTICIPAÇÃO DO SETOR PRIVADO APRESENTAÇÃO

EXPO MILÃO PARTICIPAÇÃO DO SETOR PRIVADO APRESENTAÇÃO EXPO MILÃO PARTICIPAÇÃO DO SETOR PRIVADO APRESENTAÇÃO A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (), sob a coordenação de uma Comissão Interministerial presidida pelo Ministério do

Leia mais

Agenda. O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta

Agenda. O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta Agenda O Diagnóstico Os Desafios A Estratégia Os Produtos a Promover Os Mercados A Promoção A Oferta O Diagnóstico Turismo marítimo e costeiro Náutica de Recreio 60 Turismo Maritimo e Costeiro 123 Nautica

Leia mais

INFORMAÇÕES & FAQ s - FICIS 15

INFORMAÇÕES & FAQ s - FICIS 15 INFORMAÇÕES & FAQ s - Informações: W: www.ficis.pt @: info@ficis.pt T: +351 936 762 355 Reservas de espaços de exposição: Parque de Exposições de Braga @: jose.olimpio@investbraga.com T: +351 253 208 230

Leia mais

Missão Empresarial à China

Missão Empresarial à China Missão Empresarial à China Fornecedores do setor automóvel Xangai e Pequim 9 a 14 de setembro de 2013 Atualização Enquadramento A previsão do Governo Chinês emitida em Janeiro deste ano estima que em 2013

Leia mais

FILDA Feira Internacional de Luanda. Luanda, 22 a 27 de julho de 2014. 31ª Edição

FILDA Feira Internacional de Luanda. Luanda, 22 a 27 de julho de 2014. 31ª Edição FILDA Feira Internacional de Luanda Luanda, 22 a 27 de julho de 2014 31ª Edição Enquadramento Nos últimos dez anos, Angola evoluiu de uma economia de guerra para uma economia de mercado dependente do sector

Leia mais

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012

Ministério de Planejamento Orçamento e Gestão Secretaria de Orçamento Federal. Ações Orçamentárias Integrantes da Lei Orçamentária para 2012 Programa 2047 - Micro e Pequenas Empresas Número de Ações 10 Tipo: Operações Especiais 0473 - Honra de Aval decorrente de Garantia do Risco das Operações de Financiamento a Micro, Pequenas e Médias Empresas

Leia mais

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME PROJECTOS CONJUNTOS RELATÓRIO INTERCALAR DE EXECUÇÃO

Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME PROJECTOS CONJUNTOS RELATÓRIO INTERCALAR DE EXECUÇÃO Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME PROJECTOS CONJUNTOS RELATÓRIO INTERCALAR DE EXECUÇÃO PROJECTO Nº 16/852 AAC nº02i/si/2010 SI Qualif. PME (Conjuntos / Intern.) POFC ENTIDADE(S)

Leia mais

www.fbscyprus.com www.fbsmalta.com

www.fbscyprus.com www.fbsmalta.com Focus Business Services International Uma sociedade fiduciária reconhecida e bem estabelecida Iniciámos a nossa atividade em 1998 e neste momento somos um Importante Grupo de Serviços Profissionais e Empresariais,

Leia mais

Capacitação em Valorização de Tecnologias

Capacitação em Valorização de Tecnologias Capacitação em Valorização de Tecnologias Enquadramento No âmbito do projeto INESPO 2 Innovation Network Spain-Portugal, as universidades parceiras propuseram-se dinamizar uma ação de Capacitação em Valorização

Leia mais

FILDA Feira Internacional de Luanda. Luanda, 21 a 26 de julho de 2015. 32ª Edição

FILDA Feira Internacional de Luanda. Luanda, 21 a 26 de julho de 2015. 32ª Edição FILDA Feira Internacional de Luanda Luanda, 21 a 26 de julho de 2015 32ª Edição Enquadramento Nos últimos treze anos, Angola evoluiu de uma economia de guerra para uma economia de mercado muito dependente

Leia mais

Apoios à Internacionalização. Lisboa, 27 de Março de 2014

Apoios à Internacionalização. Lisboa, 27 de Março de 2014 Apoios à Internacionalização Lisboa, 27 de Março de 2014 Tópicos Sistemas de Incentivos às Empresas (QREN) Novo Quadro (2014-2020) Gestão do Risco Instrumentos de Financiamento Multilaterais Financeiras

Leia mais

4-8 TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO MAIO 2015. d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP. www.feiplastic.com.br. facebook.

4-8 TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO MAIO 2015. d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP. www.feiplastic.com.br. facebook. 4-8 MAIO 2015 d a s 11 h à s 2 0 h Anhembi São Paulo - SP TRANSFORME BONS NEGÓCIOS EM SUCESSO www.feiplastic.com.br Apoio Institucional: facebook.com/feiplastic Organização e Promoção: O EVENTO Com a ampliação

Leia mais

Agradeço muito o convite que me foi endereçado para encerrar este XI Congresso da Ordem dos Revisores Oficias de Contas.

Agradeço muito o convite que me foi endereçado para encerrar este XI Congresso da Ordem dos Revisores Oficias de Contas. Senhor Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, Dr. José Azevedo Rodrigues; Senhor Vice-Presidente do Conselho Diretivo da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas e Presidente da Comissão Organizadora

Leia mais

REF: PROJETO EVENTO N.º 02/2011/ CCBPB ENCONTRO EMPRESARIAL DE NEGÓCIOS NA LÍNGUA PORTUGUESA

REF: PROJETO EVENTO N.º 02/2011/ CCBPB ENCONTRO EMPRESARIAL DE NEGÓCIOS NA LÍNGUA PORTUGUESA REF: PROJETO EVENTO N.º 02/2011/ CCBPB ENCONTRO EMPRESARIAL DE NEGÓCIOS NA LÍNGUA PORTUGUESA APRESENTAÇÃO A CÂMARA DE COMÉRCIO BRASIL-PORTUGAL BRASÍLIA, associação civil sem fins lucrativos, foi constituída

Leia mais

Ações de capacitação empresarial

Ações de capacitação empresarial AÇÕES COLETIVAS - ATIVIDADES DE APOIO À EXPORTAÇÃO Acores Export -2016 Introdução Este documento é desenvolvido com base na informação recolhida junto das principais empresas exportadoras que contribuíram

Leia mais

1º TRIMESTRE EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS. Condições de participação ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA FEVEREIRO MARÇO

1º TRIMESTRE EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS. Condições de participação ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA FEVEREIRO MARÇO FEVEREIRO MARÇO ARGÉLIA CHINA E MACAU MARROCOS TURQUIA ÁFRICA DO SUL E MOÇAMBIQUE COLÔMBIA E CHILE ÍNDIA ISRAEL Condições de participação CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 1 AS são uma ação financiada pelo FEDER,

Leia mais

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 物 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议

PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 物 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 II GALA PARCERIA DE FUTURO 2015 年 第 二 届 中 国 葡 萄 牙 庆 典 未 来 的 合 作 关 系 COM FÓRUM EMPRESARIAL E CONFERÊNCIA DE NEGÓCIOS 含 商 物 论 坛 及 商 业 贸 易 会 议 PRAÇA DO COMÉRCIO LISBOA 2015 年 10 月 29 日, 里 斯 本 商 业 广 场, Pátio

Leia mais

26 e 27 SET 2013 EXPONOR

26 e 27 SET 2013 EXPONOR 26 e 27 SET 2013 EXPONOR O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: O NOSSO FÓRUM E EXPOSIÇÃO SUSTENTA-SE EM TRÊS PILARES: Uma marca.

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais

AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais AMBIENTE ANGOLA Feira Internacional de Equipamentos, Serviços e Tecnologias Ambientais Organização: Ministério do Ambiente de Angola I Feira Internacional de Luanda I iir Exhibitions Conteúdos Ficha Técnica

Leia mais

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro Relatório de atividades do IPAM- Aveiro 2013 2014 Índice INTRODUÇÃO... 4 1. Grau de cumprimento do plano estratégico e do plano anual e dos respetivos objetivos... 5 Enquadramento: plano e objetivos...

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais