Importância do Saneamento Básico no Brasil: o papel da sociedade civil organizada

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Importância do Saneamento Básico no Brasil: o papel da sociedade civil organizada"

Transcrição

1 Importância do Saneamento Básico no Brasil: o papel da sociedade civil organizada

2 Como surgiu o Movimento Trata Brasil Da união das indústrias Amanco, Braskem, Solvay Indulpa e Tigre, foi criado em julho de 2007, o Instituto Trata Brasil, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, para mobilizar os mais variados setores da sociedade em prol do saneamento básico

3 Nosso Desafio Sensibilizar a sociedade civil e o Poder Público sobre a importância do saneamento básico para a saúde, o meio ambiente e a geração de empregos Nossa Proposta Criar um movimento nacional que envolva diferentes segmentos da sociedade para conscientizar a população sobre a importância do saneamento básico, além de cobrar do Poder Público que assegure recursos suficientes e permanentes para este setor no Brasil

4 Nossa Realidade A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global

5 Nossa Realidade Apenas metade da população brasileira tem acesso à rede de esgoto. Somente 1/3 do esgoto no País é tratado. (SNIS/2007) Há décadas, o Brasil investe apenas 1/3 do necessário em saneamento para atingir a universalização num prazo de 20 anos; As obras demoram a acontecer: falta capacitação para o desenvolvimento e gestão dos projetos, mesmo com o provisionamento dos recursos financeiros; A taxa de redução do déficit de rede geral de esgoto no período de 1992 a 2006 foi de 1,31% ao ano. De 2006 para 2007 essa taxa passou para 5,02% e neste ritmo o déficit, em 25 anos, cairá para 17,6%; (Trata Brasil/FGV) Investimento atual 0,22% do PIB Investimento necessário 0,63% do PIB

6 Nossa Realidade

7 Saneamento e Desenvolvimento Humano

8 Oferta dos serviços nas 79 maiores Cidades do País Base SNIS 2007_Cidades com mais de 300 mil habitantes

9 Índice de Atendimento X Morbidade (Infecciosas e Parasitárias 1 a 4 anos) 79 Maiores Cidades Brasileiras Base SNIS 2007_Cidades com mais de 300 mil habitantes

10 Morbidade por mil habitantes Algumas doenças infecciosas e parasitárias 1 a 4 anos

11 Morbidade por mil habitantes Algumas doenças infecciosas e parasitárias 1 a 4 anos

12 Impactos Sociais Permanentes da Falta de Saneamento Sete crianças morrem todos os dias no País, vítimas de diarréia, e mais de 700 mil pessoas são internadas a cada ano nos hospitais públicos em conseqüência da falta de coleta e de tratamento de esgoto. 22% é o aumento do risco de crianças sem acesso a rede morrerem antes de completar 6 anos de idade. (Trata Brasil/FGV) Crianças que vivem em áreas sem saneamento aprendem 18% menos que crianças que vivem em áreas saneadas. (Trata Brasil/FGV) Trabalhadores respondem por 11% a mais das faltas aos postos de serviços do que os que vivem em áreas saneadas (Trata Brasil/FGV) 65% das internações hospitalares de crianças com menos de 10 anos podem ser provocadas por males oriundos da deficiência ou inexistência de tratamento de esgoto e água limpa;

13 Percepções sobre Saneamento Básico

14 O que é Saneamento Básico? (resposta múltipla) Serviços de água 28% das respostas Serviços de esgoto 54% das respostas Coleta de lixo 15% das respostas Limpeza Pública 14% das respostas Saneamento B Básico Pavimentação/ Reforma de calcadas 8% das respostas Limpeza/Despoluição de rios e córregos 5% das respostas 31% não sabem Saúde 3% das respostas Um terço dos entrevistados não sabe responder. Saneamento Básico é principalmente sinônimo de serviços de esgoto, de água, de coleta de lixo e limpeza pública. Base: Amostra (1008) (Por ser uma pergunta múltipla a soma dos resultados ultrapassa os 100%) P11) Pelo que o(a) sr(a) sabe, ainda que de ouvir falar, o que é SANEAMENTO BÁSICO?

15 Áreas mais problemáticas (resposta múltipla) (%) Total Total Base: Amostra (1008) Saúde 49 Segurança 46 Drogas 40 Educação 28 Emprego 27 Calçamento e pavimentação 11 Limpeza pública 11 Esgoto 10 Abastecimento de água 9 Transporte coletivo 9 Habitação 8 Lazer 8 Trânsito 8 Assistência social 6 Iluminação pública 6 Coleta de lixo 4 Meio ambiente 3 Ocupação desordenada 3 Crescimento da população 2 Nenhuma destas 1 A soma das respostas de áreas ligadas ao saneamento básico, fazem do saneamento a 4ª área mais problemática. Esgoto + Limpeza Pública + Coleta de Lixo + Abastecimento de água 35% das respostas O esgoto é mais citado entre: - os que não estão ligados à rede (22%) - os moradores das favelas (17%) - das cidades de médio porte (16%) - das periferias (15%) - de cidades nordestinas (14%) P07) Na sua opinião, em qual destas áreas sua cidade está tendo maiores problemas? E em segundo lugar? E em terceiro lugar?

16 Quem não está ligado à rede pública, pagaria para ter o serviço? (%) Até R$10,00 9 Mais de R$10,00 a R$30,00 Mais de R$30,00 Nada/ Não está disposto a pagar pelo serviço Média R$ 44,40 41 Quase metade dos entrevistados não pagaria para ter o escoamento ligado à rede. A média de gastos, dentre os que se disporiam a pagar, é de R$ 44,40. Não sabe / Não respondeu 27 Base: Para quem não tem esgoto ligado (197) P18) Quando você estaria disposto a gastar para ligar o seu esgoto à rede pública?

17 Opinião sobre o valor da conta de água (%) O valor que cobram é caro em relação à qualidade do serviço prestado 50 Cidades do Norte/ Centro-Oeste 72% Interior 56% Renda Fam. entre 2 e 5 SM 55% O valor que cobram é adequado em relação à qualidade do serviço prestado 26 O valor que cobram é barato em relação à qualidade do serviço prestado 2 Edifício/Condomínio 6 Não recebe conta de água/ Isento 9 Não sabe / Não respondeu 5 Para metade dos entrevistados, valor da conta de água é caro em relação ao serviço que recebem Base: Amostra (1008) P48) Em sua opinião, pensando no valor da sua conta de água, independentemente de ter ou não a tarifa do esgoto, o(a) sr(a) diria que:

18 Destino e tratamento do esgoto (%) Para onde vai o esgoto? Recebe tratamento? Direto para o rio Rede/ Centro de tratamento de esgoto Todo o esgoto coletado recebe tratamento 17 Direto para o mar Direto para o córrego 5 9 Apenas parte do esgoto coletado recebe tratamento 50 Direto para a rua Sistema de Drenagem 1 1 O esgoto coletado não recebe tratamento algum 16 Outros com menos de 1% 1 Não sabe / Não respondeu 17 Não sabe / Não respondeu 28 Pouco mais de ¼ dos entrevistados desconhece o destino do esgoto da sua cidade, percentual similar dos que acreditam que os resíduos seguem para um Centro de Tratamento. Para 1/3 o esgoto segue direto para os rios. Quase 1/5 da amostra não sabe opinar sobre o tratamento do esgoto da cidade onde mora. Base: Amostra (1008) P25) E pelo que você sabe, mesmo que de ouvir falar, para onde vai o esgoto da sua cidade? P26) Pelo que você sabe, mesmo que de ouvir falar, aqui na sua cidade:

19 Satisfação com serviços de coleta e tratamento do esgoto (%) Coleta de esgoto Tratamento de esgoto Totalmente satisfeito com o serviço Satisfeito com o serviço Nem satisfeito, nem insatisfeito com o serviço Insatisfeito com o serviço Totalmente insatisfeito com o serviço Não tem tratamento de esgoto Não sabe / Não respondeu 2 4 Cerca de ¼ dos entrevistados estão insatisfeitos ou muito insatisfeitos com os serviços de coleta e tratamento do esgoto. Base: Amostra (1008) P28) Pensando nos serviços de coleta do esgoto da sua cidade, o(a) sr(a), você diria que está: P29) E agora pensando no serviço de tratamento do esgoto da sua cidade, o(a) sr(a), você diria que está:

20 Coleta do esgoto e qualidade de vida Motivos (%) 32 Muito melhor Melhor Evita doenças/ problemas de saúde Canalização evita sujeira a céu aberto/ há mais higiene Evita o mau cheiro Pior Muito pior Não sabe/não respondeu Evita a presença de insetos/ moscas/ mosquitos Evita a presença de ratos Evita enchentes/ alagamentos/ rachaduras Evita a poluição dos solos/ rios Base: Amostra (1008) Limpeza pública é eficiente 3 Parcela expressiva dos entrevistados (84%) considera sua qualidade de vida melhor ou muito melhor em função da maneira como seu esgoto é coletado. Ocorre o tratamento da água Ocorre o escoamento de esgoto Outros com menos de 1% Não sabe / Não respondeu 26 Base: Para quem disse muito melhor/ melhor (841) P22) Pensando na forma como o esgoto do seu domicílio ou desta região é coletado, o(a) sr(a) diria que isso faz com que a sua qualidade de vida e da sua família seja muito melhor, melhor, pior ou muito pior? P23) E por quais motivos o(a) sr(a) considera que a sua qualidade de vida e a da sua família seja (LEIA RESPOSTA DA P22) em função da forma como o esgoto é coletado?

21 Coleta do esgoto e qualidade de vida Motivos negativos (%) 32 Muito melhor Causa doenças/ problemas de saúde Melhor Pior Muito pior 11 Não sabe/não 2 4 respondeu Base: Amostra (1008) Causa mau cheiro Causa a proliferação de insetos/ moscas/ mosquitos Causa a proliferação de ratos Causa prejuízos ambientais Causa entupimentos/ alagamentos Falta de coleta de esgoto Causa enchentes/ inundações Esgoto fica à céu aberto Falta de tratamento de esgoto Os que consideram que a qualidade de vida é pior ou muito moram nas regiões menos privilegiadas e estão em situação social mais crítica: - Cidades do Norte/Centro-Oeste (19%) - Cidades do Nordeste (26%) - Periferias (18%) - Cidades de médio porte (23%) - Mais pobres (21%) Entupimento de bueiros/ boca de lobo Não há pavimentação/ asfaltamento de ruas Não tem capacidade para atender à demanda Acúmulo de sujeira onde o esgoto é depositado Pagamento de taxa por serviço inadequado Irresponsabilidade dos prestadores de serviço Não sabe / Não respondeu Base: Para quem disse pior/ muito pior (130) P22) Pensando na forma como o esgoto do seu domicílio ou desta região é coletado, o(a) sr(a) diria que isso faz com que a sua qualidade de vida e da sua família seja muito melhor, melhor, pior ou muito pior? P23) E por quais motivos o(a) sr(a) considera que a sua qualidade de vida e a da sua família seja (LEIA RESPOSTA DA P22) em função da forma como o esgoto é coletado?

22 Principal responsável pelo Saneamento (%) Governo Federal 4 Governo Estadual/Estado 16 Cidades do Norte/Centro-Oeste 21% Mais ricos 20% Governo Municipal/Prefeitura 68 Empresas privadas 4 Não sabe/ Não lembra 9 Apesar da maioria dos entrevistados entender que a administração municipal é a responsável pelos serviços de Saneamento Básico, quase 1/5 credita ao Governo Estadual a responsabilidade por esta área. Base: Amostra (1008) P12) E pelo que o(a) sr(a) sabe, ainda que de ouvir falar, qual desses é o principal responsável pelos serviços da área de SANEAMENTO BÁSICO?

23 Atuação desta administração nos serviços de coleta e tratamento de esgoto (%) Feito de tudo para que toda a cidade tenha serviço de coleta e tratamento de esgoto 9 Tem se esforçado, mas não o bastante para que toda a cidade tenha serviço de coleta e tratamento de esgoto 61 Não tem feito nada para que toda a Cidades do Nordeste 34% cidade tenha serviço de coleta e 24 Mais pobres 33% tratamento de esgoto Periferias 39% Não ligados à rede 45% Não sabe / Não respondeu 6 Apesar da maioria afirmar que a administração municipal se esforça, embora não o bastante para que os serviços de coleta e tratamento sejam universais, ¼ dos entrevistados considera que ela não faz nada para que a cidade tenha um atendimento pleno destes serviços. Base: Amostra (1008) P31) E na sua opinião, a atuação da atual administração municipal tem:

24 Os candidatos e a questão do esgoto nas últimas eleições (%) 31 Periferia 68% 61 Cidades Norte/Centro-Oeste 67% Não ligados à rede geral 67% 9 Se mostraram preocupados Não se mostraram preocupados Não sabe / Não respondeu Para a maioria dos entrevistados, os serviços de esgoto não foram percebidos como uma preocupação dos candidatos a prefeito em 2008 Base: Amostra (1008) P32) Pensando nas eleições municipais que ocorreram no ano passado e nas promessas de campanha dos candidatos a prefeito, você diria que os candidatos se mostraram preocupados ou não se mostraram preocupados com os serviços de coleta e tratamento do esgoto?

25 Lembrança das campanhas sobre a importância da coleta e tratamento do esgoto (%) Campanha na cidade Ação para orientar alunos nas escolas Sim Não Não sabe / Não respondeu Sim Não Não sabe / Não respondeu Seja na cidade ou nas escolas a maioria dos entrevistados afirma que não houve campanha para divulgar a importância da coleta e o tratamento do esgoto. Entre os que não estão ligados à rede 85% não presenciou campanha na cidade. Nas escolas esse percentual atinge 70%. Base: Amostra (1008) P44) Pelo que você sabe, mesmo que de ouvir falar, foi feito algum tipo de campanha nesta cidade para orientar a população sobre a importância dos serviços de coleta e tratamento do esgoto? P45) E pelo que você sabe, mesmo que de ouvir falar, já aconteceu de alguma escola desta cidade preparar alguma ação para orientar seus alunos sobre a importância dos serviços de coleta e tratamento do esgoto?

26 Locais onde gostaria de encontrar informações sobre o destino do esgoto (%) TV 34 Conta de água Boletim Informativo Carta da Prefeitura Rádio Jornais Carnê de IPTU Internet 5 5 Revistas Telefone Escola Visita dos Agentes de Saúde Outras com menos de 1% Não gostaria de receber informações Não sabe Base: Amostra (1008) P46) O(a) sr(a) gostaria de receber informações sobre o destino do esgoto da sua cidade? (CASO SIM) Onde ou de que maneira você gostaria de encontrar informações sobre o esgoto da sua cidade?

27 Porque ainda nos deparamos com um... População: CERTO DESCONHECIMENTO SOBRE O TEMA (%) Desconhece o que é saneamento básico (31%). Desconhece o destino do esgoto da cidade (28%). Desconhece sobre tratamento do esgoto da cidade (17%). Não sabe explicar porque qualidade de vida é muito melhor ou melhor considerando a forma de coleta (26%). Nunca viu ou ouviu campanha sobre o assunto nas escolas da cidade (64%). Nunca viu ou ouviu algum tipo de campanha na cidade onde mora (77%). Não se mostra suficientemente insatisfeita ou desconfortável com a situação atual (índices de satisfação e notas para os serviços acima das expectativas). PORTANTO, TRATA-SE DE UM TEMA QUASE INVISÍVEL!

28

29 Universalização IE Total Anual R$ 160,9 bi Ener O&G T & L San Tel Fonte: ABDIB - Plano Decenal de Energia Elétrica ( );Plano Nacional de Transporte e Logística ( );Plano de Negócios da Petrobras ( ) e Estudo de Universalização dos Serv. de Água e Esgoto (2003)

30 Investimentos IE DEMANDA Fonte: ABDIB

31 RECURSOS PREVISTOS PARA SANEAMENTO* NO PAC (fonte: site Oficial do PAC) (*) Inclui água, esgoto, drenagem, lixo De Olho no PAC RECURSOS PAC Saneamento Contrapartidas R$ 8 Bilhões OGU R$ 12 Bilhões Financiamento (FGTS e FAT) R$ 20 Bilhões TOTAL = R$ 40 Bilhões

32 RECURSOS OGU PAC SANEAMENTO: Total Previsto até 2010 X acompanhamento até Jun/2009 De Olho no PAC Recursos do OGU p/ PAC SANEAMENTO* (*todas as obras: Esgoto + Água + Drenagem + Lixo PAGO até Jun/2009 0,615 EMPENHADO até Jun/2009 6,58 AUTORIZADO até Jun2009 9,48 PREVISTO 2007 a R$ Bilhões

33 CEF OBRAS SANEAMENTO ESGOTO EM ANDAMENTO (Fonte: website CEF 2ª. atualização 30/05/09) De Olho no PAC 83 obras* Valor Total = R$ 2.426,6 Milhões Financiamento = R$ 2.009,5 Milhões Já Liberado = R$ 267,6 Milhões 40% atrasadas e 23% não iniciadas; 56% das obras em andamento c/ menos de 10% executados Quantidade de obras Obras PAC Saneamento Esgoto CEF(>500 mil hab) Situação das obras adiantadas+normais+atrasadas (em 30/05/09 = 83 obras) 4 5 acima de 50% entre 25 e 49,9% entre 10 e 24,9% abaixo de 10% 18 Faixa de andamento 34 Obras PAC Saneamento Esgoto CEF (> 500 mil hab) (Situação em 30/05/09 = 83 obras) NÃO INICIADA 19 (23%) PARALISADA 3 (4%) ATRASADA 33 (40%) ADIANTADA 4 (5%) NORMAL 24 (29%) R$ mil R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$ 0 Obras PAC Saneamento Esgoto CEF (> 500 mil hab) (Valores atualizados até 30/05/09 = 83 obras) Total Financiamento + Repasse Liberado ADIANTADA NORMAL ATRASADA NÃO INICIADA PARALISADA (* amostra ampliada em relação ao monitoramento de Mar/09, com inclusão de 5 obras indicadas pelo Min das Cidades ver detalhes no slide 4)

34 OBRAS SANEAMENTO ESGOTO COM RECURSOS BNDES (Fonte: listagem enviada pelo Banco) / 2ª. Atualização em 03/06/09 De Olho no PAC 18 obras: 2 concluídas, 7 c/ andamento Normal e 9 não iniciadas 6 municípios > 500 mil hab: Manaus (1), BH (5), Contagem (3), Curitiba (2), São Paulo (6) e Sto. André (1) Valor Total = R$ 403,04 Milhões Valor do Financiamento = R$ 325,1 Milhões Valor liberado = R$ 74,39 Milhões NÃO INICIADAS (total R$ 161,3 Milhões): SP (5), BH (2), Sto. André (1) e Manaus (1); CONCLUÍDAS (total R$ 78,7 Milhões): BH (1) e Contagem (1) Das 7 obras c/ andamento NORMAL, 4 estão c/ menos de 10% dos serviços executados.

35 De Olho no PAC POSICIONAMENTO SOBRE AS OBRAS ATRASADAS OU PARALISADAS Quadro resumo das respostas recebidas Concessionária ou Prefeitura Situação das obras Resposta CAESB 1 não iniciada Status confirmado - projeto revisado aguardando licença ambiental Pref Guarulhos-SP 4 atrasadas Informação detalhada sobre andamento das obras SABESP 8 não iniciadas Justificativas: revisão de projetos por atualização tecnológica, alteração de configuração urbana; atrasos em documentação de titularidade de terrenos; atrasos em autorização ambiental.; SEMASA 1 não iniciada e 3 paralisadas COPASA 2 não iniciadas e 1 atrasada Não há obras paralisadas. O status foi adotado pelo sistema da CEF por falta de informações de medições e interrupção de solicitação de desembolsos. 1 obra ainda não foi iniciada por estar em revisão de especificação; 1 obra foi recém iniciada, ainda sem medição; 3ª. Obra está c/ andamento normal EMBASA 2 atrasadas Status confirmado projetos em adequação Águas do Amazonas 1 não iniciada Já iniciada, mas sem medições realizadas em 2009

36 Caminhos e Soluções Envolvimento e pressão por parte da sociedade Implementação da Lei 11445/07 Lei do Saneamento por estados e municípios Agilização dos investimentos do PAC e garantia de continuidade na contratação de financiamentos com os recursos do FGTS e do FAT Novas fontes de financiamento para atender a demanda anual crescente para se alcançar a universalização (PPP s, concessões privadas e mercado de capitais) Qualificar os investimentos em saneamento adotando o Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat Reduzir a carga tributária (PIS/COFINS) e direcionar os recursos para subsidiar os investimentos em áreas carentes. São R$ 1,6 bilhão ao ano que poderiam ser revertidos em obras nas áreas carentes

37 Caminhos e Soluções Cartilha de Saneamento para Download no

38 PARCEIROS ESTRATÉGICOS E APOIADORES Nosso Movimento

39 O OBJETO QUE REPRESENTA A CIVILIZAÇÃO E O PROGRESSO NÃO É O LIVRO, O TELEFONE, A INTERNET OU A BOMBA ATOMICA. É A PRIVADA! Mario Vargas Llosa O Cheiro da Pobreza Obrigado! Raul Pinho Presidente Executivo (11)

40

Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções. Novembro - 2009

Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções. Novembro - 2009 Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções Novembro - 2009 Como surgiu o Movimento Trata Brasil Da união das indústrias Amanco, Braskem, Solvay Indulpa e Tigre, foi criado em julho de

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE PERCEPÇÕES SOBRE SANEAMENTO BÁSICO MARÇO DE 2012 JOB2178 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Entender como a população brasileira percebe questões relacionadas

Leia mais

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º

Leia mais

A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público. Job: 11/2178

A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público. Job: 11/2178 A percepção da população quanto ao Saneamento Básico e a responsabilidade do Poder Público Job: 11/2178 Metodologia e Amostra Objetivo Geral Levantar entre os responsáveis por domicílios suas percepções

Leia mais

TRATA BRASIL NA COMUNIDADE VILA DIQUE. Nome: RAUL PINHO Formação: Engenheiro Civil, MBA Instituição: Instituto TRATA BRASIL

TRATA BRASIL NA COMUNIDADE VILA DIQUE. Nome: RAUL PINHO Formação: Engenheiro Civil, MBA Instituição: Instituto TRATA BRASIL TRATA BRASIL NA COMUNIDADE VILA DIQUE Nome: RAUL PINHO Formação: Engenheiro Civil, MBA Instituição: Instituto TRATA BRASIL Nossa Realidade Brasil é o 7º colocado no ranking mundial da vergonha com 18

Leia mais

Percepções sobre Saneamento Básico

Percepções sobre Saneamento Básico Percepções sobre Saneamento Básico Metodologia e Amostra Objetivo Geral Levantar entre os responsáveis por domicílios suas percepções sobre saneamento básico, principalmente sobre a área de esgoto. Universo

Leia mais

NOSSA REALIDADE. A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global

NOSSA REALIDADE. A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global MAIO. 09 NOSSA REALIDADE A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global NOSSA REALIDADE A falta de rede geral de esgoto atinge hoje metade da população brasileira.

Leia mais

Estado do Piauí PI Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí Plano Municipal de Saneamento Básico

Estado do Piauí PI Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí Plano Municipal de Saneamento Básico QUESTIONÁRIO-MOBILIZAÇÃO SOCIAL Nome: Endereço: Município: Bairro: CEP: Quanto tempo reside nessa localidade? 1. ÁGUA AGESPISA ( ) PIPA ( ) BICA COLETOR ( ) POÇO ( ) OUTROS Você limpa sua cisterna e ou

Leia mais

Elaboração dos Planos de Saneamento Básico 13/12/2010. Nossa Realidade. Nossa Realidade. Nova Organização da Prestação de Serviços

Elaboração dos Planos de Saneamento Básico 13/12/2010. Nossa Realidade. Nossa Realidade. Nova Organização da Prestação de Serviços 13/12/2010 Quem somos Da união das indústrias Amanco, Braskem, Solvay Indulpa e Tigre, foi criado em julho de 2007, o Instituto Trata Brasil, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, para

Leia mais

Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções. Junho - 2010

Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções. Junho - 2010 Saneamento Básico no Brasil Situação e Proposta de Soluções Junho - 2010 Como surgiu o Movimento Trata Brasil Da união das indústrias Amanco, Braskem, Solvay Indulpa e Tigre, foi criado em julho de 2007,

Leia mais

Mobilização da sociedade para a universalização do saneamento. Novembro 2008

Mobilização da sociedade para a universalização do saneamento. Novembro 2008 Mobilização da sociedade para a universalização do saneamento Novembro 2008 Nossa Realidade A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global 2004 e 1990 Acesso

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL FEVEREIRO 2008

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL FEVEREIRO 2008 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL FEVEREIRO 2008 Nossa Realidade Nossa Realidade Há décadas, o Brasil investe apenas 1/3 do necessário em saneamento para atingir a universalização num prazo de 20 anos Mesmo com

Leia mais

Investe-se muito pouco em saneamento, o que torna a universalização muito distante.

Investe-se muito pouco em saneamento, o que torna a universalização muito distante. Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13 milhões de habitantes sem acesso a banheiro (OMS/UNICEF)

Leia mais

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada

82,5% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada Saneamento no Brasil Definição: Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saneamento é o controle de todos os fatores do meio físico do homem que exercem ou podem exercer efeitos nocivos sobre o bem

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ILHABELA SETEMBRO DE 2008 JOB796 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas à Ilhabela. Ilhabela

Leia mais

Esta é a pesquisa de satisfação

Esta é a pesquisa de satisfação Esta é a pesquisa de satisfação dos usuários de saneamento básico realizada entre a categoria residencial dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário regulados pela Agência em 244 municípios

Leia mais

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Avaliação do Serviço o de abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Pesquisa realizada entre 24 e 28 de Abril de 2010 Informações Metodológicas Tipo de pesquisa: Survey, utiliza-se de questionário

Leia mais

Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base

Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base VII ENAENCO ÁGUA E SANEAMENTO O PAPEL DAS EMPRESAS DE CONSULTORIA Newton de Lima Azevedo Recife, 29-09-05 A ABDIB E A INFRA-ESTRUTURA FUNDADA

Leia mais

OBJETIVO prioridade da agenda política.

OBJETIVO prioridade da agenda política. SANEAR É VIVER OBJETIVO Propor ao governo e à sociedade ações que melhorem o desempenho do saneamento do país e elevem o tema ao status de prioridade da agenda política. A exemplo da ação que resultou

Leia mais

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU

Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Brasil avança, mas é quarto país mais desigual da América Latina, diz ONU Estudo faz balanço de serviços urbanos básicos, como a gestão dos resíduos sólidos. (Foto: Reprodução) Apesar do crescimento econômico,

Leia mais

Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015

Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015 Simpósio Estadual Saneamento Básico e Resíduos Sólidos: Avanços Necessários MPRS 20.08.2015 O saneamento básico no Brasil não condiz com o país que é a 7ª. economia do mundo da população não possui coleta

Leia mais

POLÍTICAS PERMANENTES DE HABITAÇÃO

POLÍTICAS PERMANENTES DE HABITAÇÃO POLÍTICAS PERMANENTES DE HABITAÇÃO A IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA Outubro / 2014 POLÍTICAS PERMANENTES DE HABITAÇÃO Histórico recente da evolução do crédito à moradia Impactos dos investimentos

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010

Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL. Outubro de 2010 Seminário Setorial de Construção Civil APIMEC SUL Outubro de 2010 Aviso Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são apenas fatos históricos, mas refletem as metas e as expectativas

Leia mais

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009

Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 Indicadores de Percepção da Cidade de São Paulo JANEIRO DE 2009 1 Recortes por região e renda familiar 2 Pertencimento à cidade de São Paulo Numa escala de 1 a, em que 1 significa que para você a cidade

Leia mais

Saneamento Básico e Saúde

Saneamento Básico e Saúde Conferência Nacional de Segurança Hídrica Uberlândia - MG Saneamento Básico e Saúde Aparecido Hojaij Presidente Nacional da Assemae Sobre a Assemae A Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento

Leia mais

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS. Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social

SEMINÁRIOS TEMÁTICOS. Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social SEMINÁRIOS TEMÁTICOS Mesa 1: Produção Habitacional : programas de financiamento da habitação de interesse social Maria do Carmo Avesani Diretora do Departamento de Produção Habitacional Secretaria Nacional

Leia mais

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi

PAC Programa de Aceleração do Crescimento. Retomada do planejamento no país. Marcel Olivi PAC Programa de Aceleração do Crescimento Retomada do planejamento no país Marcel Olivi PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO Lançado em 22/01/2007 o programa é constituído por Medidas de estímulo

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA. Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Águas no Brasil: A Visão dos Brasileiros O que o brasileiro pensa sobre a conservação e o uso da água no Brasil METODOLOGIA OBJETIVO Levantar informações para subsidiar o planejamento

Leia mais

Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil

Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil Pesquisa Principais Investimentos em Infraestrutura no Brasil PATROCINADOR INICIATIVA REALIZAÇÃO SUBCAPA O trabalho e a pesquisa O TRABALHO E A PESQUISA A 4ª edição do relatório principais investimentos

Leia mais

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água

I B OP E Opinião. O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Águas no Brasil: A visão dos brasileiros O que o brasileiro pensa e faz em relação à conservação e uso da água Dezembro, 2006 METODOLOGIA OBJETIVO Levantar informações para

Leia mais

1º Seminário de Saneamento Básico da FIESP

1º Seminário de Saneamento Básico da FIESP 1º Seminário de Saneamento Básico da FIESP Painel III Investimentos em infraestrutura de saneamento básico O papel do setor privado Rogério de Paula Tavares Superintendente Nacional de Saneamento e Infraestrutura

Leia mais

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País

Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Instituto Trata Brasil divulga novo ranking do saneamento com avaliação dos serviços nas 81 maiores cidades do País Estudo revela lentidão nos avanços do atendimento voltado à água e esgotos, além de mostrar

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JUNHO 2008

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JUNHO 2008 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL JUNHO 2008 Nossa Realidade A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um país que aspira ter um destaque global Nossa Realidade A falta de rede geral de esgoto atinge

Leia mais

METODOLOGIA & PERFIL

METODOLOGIA & PERFIL Maio2010 JOB 100283 METODOLOGIA & PERFIL Metodologia e Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo Geral Levantar um conjunto de informações

Leia mais

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda

Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda Secretaria Nacional de Mesa Redonda Universalização do saneamento e mobilização social em comunidades de baixa renda PLANEJAMENTO E CONTROLE SOCIAL COMO ESTRATÉGIAS PARA UNIVERSALIZAR O SANEAMENTO Marcelo

Leia mais

4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão

4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão 4º Fórum Internacional Habitat do Cidadão Painel 2 - Gestão, operação e capacitação para enfrentar os desafios do saneamento e enfrentar a crise hídrica 01 de Outubro de 2015 Agenda Desafios no Setor de

Leia mais

Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010

Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010 Os investimentos necessários para seguirmos crescendo : Setor Imobiliário Seminário FEBRABAN / BNDES de Economia 2010 Setor Imobiliário Brasileiro Questão atual e projeções para o futuro: Défict Habitacional

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura.

PALAVRAS-CHAVE: Saneamento Básico, Diagnóstico Ambiental, Infraestrutura. VI-039 - SANEAMENTO BÁSICO: UMA ANÁLISE ESTRUTURAL DO BAIRRO PEDRA DO LORDE EM JUAZEIRO-BA, COMO AÇÃO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL PET CONEXÕES DE SABERES - SANEAMENTO AMBIENTAL. Roberta Daniela da

Leia mais

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS

COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS COPASA COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS Apresentação A Companhia de Saneamento de Minas Gerais, COPASA, criada em 1963, é uma empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Regional e Política

Leia mais

Evento - Escola Superior do Ministério Público 25.02.11

Evento - Escola Superior do Ministério Público 25.02.11 Evento - Escola Superior do Ministério Público 25.02.11 Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13

Leia mais

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento

Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Em busca da sustentabilidade na gestão do saneamento: instrumentos de planejamento Marcelo de Paula Neves Lelis Gerente de Projetos Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental Ministério das Cidades Planejamento

Leia mais

Nota técnica Março/2014

Nota técnica Março/2014 Nota técnica Março/2014 Sistemas de Saneamento no Brasil - Desafios do Século XXI João Sergio Cordeiro O Brasil, no final do ano de 2013, possuía população de mais de 200 milhões de habitantes distribuídos

Leia mais

POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO

POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO Pesquisa Quantitativa de Opinião Pública POLUIÇÃO VISUAL NA CIDADE DE SÃO PAULO Julho/ 2006 Índice I. Metodologia e Amostra II. Contexto III. Poluição Visual IV. O Projeto de Lei V. Considerações Finais

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC)

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA. D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA D 4.7 Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas (20h) (Aula 3: Monitoramento do PAC) Professor: Pedro Antônio Bertone Ataíde 23 a 27 de março

Leia mais

Perfil CAIXA 70,2. 65 Mil. 97,9 Empregados 5.564. Milhões de clientes. Anos de existência. Pontos de Atendimento

Perfil CAIXA 70,2. 65 Mil. 97,9 Empregados 5.564. Milhões de clientes. Anos de existência. Pontos de Atendimento Perfil CAIXA 152 Anos de existência 70,2 Milhões de clientes 65 Mil Pontos de Atendimento 5.564 Presente em todos os municípios brasileiros Mil 97,9 Empregados Eixos de Trabalho BANCO COMERCIAL PENHOR

Leia mais

Evento: Fórum das Águas de Manaus - AM

Evento: Fórum das Águas de Manaus - AM Evento: Fórum das Águas de Manaus - AM Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13 milhões de habitantes

Leia mais

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB

Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Cobertura de saneamento básico no Brasil segundo Censo Demográfico, PNAD e PNSB Painel Cobertura e Qualidade dos Serviços de Saneamento Básico Zélia Bianchini Diretoria de Pesquisas 1 São Paulo, 08/10/2013

Leia mais

Apoio PROJETO TRATA BRASIL NA COMUNIDADE. Saneamento é saúde!

Apoio PROJETO TRATA BRASIL NA COMUNIDADE. Saneamento é saúde! Apoio PROJETO TRATA BRASIL NA COMUNIDADE Saneamento é saúde! Ordem na casa! Proteger o meio ambiente é dever de todos. E começar pelo saneamento pode ser uma boa alternativa Você já deve ter ouvido falar

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE SAÚDE PÚBLICA PANORAMA DO SANEAMENTO BÁSICO NO PAÍS

MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE SAÚDE PÚBLICA PANORAMA DO SANEAMENTO BÁSICO NO PAÍS MINISTÉRIO DA SAÚDE FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO 2007-2010 INFRA-ESTRUTURA SOCIAL E URBANA SANEAMENTO PANORAMA DO SANEAMENTO

Leia mais

Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13 milhões de habitantes sem acesso a banheiro (OMS/UNICEF)

Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13 milhões de habitantes sem acesso a banheiro (OMS/UNICEF) Nossa Realidade Brasil é o 9º colocado no ranking mundial da vergonha com 13 milhões de habitantes sem acesso a banheiro (OMS/UNICEF) A cobertura de saneamento no Brasil não condiz com um País que aspira

Leia mais

PROGRAMA PRIORITÁRIO DE INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA 2007-2010. Saneamento

PROGRAMA PRIORITÁRIO DE INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA 2007-2010. Saneamento PROGRAMA PRIORITÁRIO DE INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA 2007-2010 Saneamento PREMISSAS BÁSICAS Buscar a universalização do atendimento Implementar a Lei de Saneamento Básico Garantir política estável

Leia mais

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES

A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES A economia brasileira e as perspectivas do investimento Luciano Coutinho Presidente do BNDES O Brasil ingressa em um novo ciclo de desenvolvimento A economia brasileira continuarácrescendo firmemente nos

Leia mais

PESQUISA CNI-IBOPE. Dilma e Marina empatadas em um provável segundo turno. Popularidade da presidente Dilma cresce na comparação com junho

PESQUISA CNI-IBOPE. Dilma e Marina empatadas em um provável segundo turno. Popularidade da presidente Dilma cresce na comparação com junho Indicadores CNI PESQUISA CNI-IBOPE Avaliação do governo e pesquisa eleitoral Dilma e Marina empatadas em um provável segundo turno Na pesquisa estimulada, com a apresentação do disco com os nomes dos candidatos,

Leia mais

PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL

PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL PROGRAMAS HABITACIONAIS DE INTERESSE SOCIAL PROGRAMAS HABITACIONAIS URBANOS IMPLEMENTADOS PELA COHAPAR A REALIDADE PROGRAMAS HABITACIONAIS URBANOS 1. PMCMV com recursos do OGU/OGE 1.1. FAR PMCMV FAR 1.2

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS JULHO DE 2013 JOB2726-8 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Trata-se de uma pesquisa de acompanhamento da opinião pública

Leia mais

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife.

Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Esta apresentação foi realizada no âmbito do projeto Moradia é Central durante o seminário do projeto em Recife. Data: dia 29 de abril de 2009 Local: sede da ONG Etapas no Recife PROGRAMA REABILITAÇÃO

Leia mais

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética 2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010 Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética Março de 2010 O PROCEL SANEAR Objetivos Promover o uso

Leia mais

Urbanização Brasileira

Urbanização Brasileira Urbanização Brasileira O Brasil é um país com mais de 190 milhões de habitantes. A cada 100 pessoas que vivem no Brasil, 84 moram nas cidades e 16 no campo. A população urbana brasileira teve seu maior

Leia mais

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL

SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL SITUAÇÃO DO SANEAMENTO BÁSICO DO BAIRRO KIDÉ, JUAZEIRO/BA: UM ESTUDO DE CASO NO ÂMBITO DO PET CONEXÕES DE SABERES SANEAMENTO AMBIENTAL Juliana Maria Medrado de Melo (1) Graduanda em Engenharia Agrícola

Leia mais

Carlos Alberto Rosito Conselheiro da Saint-Gobain Canalização. 18 de Março de 2013 FUNASA - IV Seminário Internacional

Carlos Alberto Rosito Conselheiro da Saint-Gobain Canalização. 18 de Março de 2013 FUNASA - IV Seminário Internacional Carlos Alberto Rosito Conselheiro da Saint-Gobain Canalização 18 de Março de 2013 FUNASA - IV Seminário Internacional 1 Roteiro Rumo à Economia Verde ÁGUA & ESGOTO Mundo e Brasil Déficits ÁGUA & ESGOTO

Leia mais

19º RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL

19º RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL 19º RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO DO TRABALHO TÉCNICO SOCIAL Projeto de Trabalho Técnico Social Parque Araruama e Jardim Sumaré PAC Drenagem - Ct. Nº 0292.744-42/09 1 INTRODUÇÃO Durante este período a Equipe

Leia mais

Estudo Trata Brasil confirma relação entre doenças e falta de saneamento

Estudo Trata Brasil confirma relação entre doenças e falta de saneamento Estudo Trata Brasil confirma relação entre doenças e falta de saneamento Estudo revela expressiva participação infantil nas internações por diarréias e que, em 2008, 67 mil crianças com até 5 anos foram

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ENSINO BÁSICO JULHO DE 2006 OPP165 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA Levantar junto à população da área em estudo opiniões relacionadas ao ensino básico.

Leia mais

PROJETO DE LEI N o, DE 2008

PROJETO DE LEI N o, DE 2008 PROJETO DE LEI N o, DE 2008 (Da Sra. Elcione Barbalho) Altera a Lei n.º 9.998, de 17 de agosto de 2000, estendendo o uso dos recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) à prestação

Leia mais

Estratégia de Financiamento

Estratégia de Financiamento Sustentabilidade Conforme o art. 29 da Lei nº 11.445/07, os serviços públicos de saneamento básico terão a sustentabilidade econômico-financeira assegurada, sempre que possível, mediante remuneração pela

Leia mais

Segurança do Trabalho e da População no setor de energia elétrica.

Segurança do Trabalho e da População no setor de energia elétrica. Segurança do Trabalho e da População no setor de energia elétrica. Semana Nacional da Segurança da População com Energia Elétrica Objetivos Ações Resultados Desafios Seminário ANEEL 07 de agosto/2014 1

Leia mais

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras.

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Ao longo do mês Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Merece destaque também a ação da Polícia Federal e Força Nacional nos Estados e Municípios onde ocorreram mortes

Leia mais

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 Este encarte Tendências aborda as manifestações populares que tomaram as grandes cidades brasileiras em junho

Leia mais

FGTS 45 ANOS DE DESENVOLVIMENTO O BRASIL E PROMOVENDO A CIDADANIA

FGTS 45 ANOS DE DESENVOLVIMENTO O BRASIL E PROMOVENDO A CIDADANIA FGTS 45 ANOS DE DESENVOLVIMENTO O BRASIL E PROMOVENDO A CIDADANIA Inês Magalhães Secretária Nacional de Habitação Ministério das Cidades Brasília, 24 de novembro de 2011 Política Nacional de Habitação

Leia mais

Representante nacional e internacional das entidades empresariais da Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário

Representante nacional e internacional das entidades empresariais da Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário Paulo Safady Simão Presidente da CBIC SME - Belo Horizonte - BH 10/06/2011 Representante nacional e internacional das entidades empresariais da Indústria da Construção e do Mercado Imobiliário SINDICATOS,

Leia mais

ORINDIÚVA OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014

ORINDIÚVA OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014 ORINDIÚVA OBRAS E AÇÕES - GESTÃO 2011-2014 CULTURA: Pólo do Projeto Guri: O Projeto Guri tem como objetivo resgatar a auto-estima dos adolescentes, utilizando a música como agente transformador. Pólo Rua

Leia mais

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA An Innovations in Technology and Governance Case Study Desde o final dos anos 1980, diversos governos

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS SETEMBRO DE 2011 JOB1696 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO Levantar um conjunto de informações sobre o clima da opinião

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009

PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009 PROGRAMA NACIONAL DE HABITAÇÃO URBANA MINHA CASA MINHA VIDA SINDUSCON, 24/05/2009 OBJETIVO DO PROGRAMA Subsidiar a aquisição de IMÓVEL NOVO para os segmentos populacionais de menor renda Política Social

Leia mais

Programas Minha Casa Minha Vida

Programas Minha Casa Minha Vida Programas Minha Casa Minha Vida PNHR OGU Entidades FDS 0 a 3 SM FAR PNHU FGTS 1 2 PNHR - Programa Nacional de Habitação Rural OBJETIVO Financiamento aos agricultores familiares para construção, reforma

Leia mais

Riscos de deslizamentos de encostas em áreas urbanas

Riscos de deslizamentos de encostas em áreas urbanas Riscos de deslizamentos de encostas em áreas urbanas Thiago Galvão Geógrafo Desenvolvimento Urbano MINISTÉRIO DAS CIDADES Celso Carvalho Frederico Seabra Leonardo Ferreira Thiago Galvão A resposta necessária

Leia mais

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA

Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Saneamento Básico COMPLEXO ARAUCÁRIA Olá, caros Alunos, Na aula de hoje, vamos aprender mais sobre o Saneamento Básico, Um novo projeto desenvolvido aqui em nosso Município, chamado COMPLEXO ARAUCÁRIA

Leia mais

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano

Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Realização Seminário Rio Metrópole Moradia: Assunto de Interessa Metropolitano Henry Cherkezian Rio, 18 de maio de 2011 A questão Habitacional Aspectos a serem abordados Breve Diagnóstico Um exemplo da

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

MUDANÇAS NA DEMOGRAFIA E DEMANDA HABITACIONAL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES

MUDANÇAS NA DEMOGRAFIA E DEMANDA HABITACIONAL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES MUDANÇAS NA DEMOGRAFIA E DEMANDA HABITACIONAL: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ALESSANDRA D AVILA Diretora do Departamento de Urbanização de Assentamentos Precários Rio de Janeiro/RJ, 03 de Setembro de 2015 AVANÇOS

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora

Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora Pesquisa de Satisfação da Qualidade de Atendimento dos serviços oferecidos aos prestadores da operadora Julho de 2011 OBJETIVO Avaliar a satisfação da qualidade do atendimento dos serviços oferecidos aos

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

Redução da Pobreza no Brasil

Redução da Pobreza no Brasil Conferencia Business Future of the Americas 2006 Câmara Americana de Comércio Redução da Pobreza no Brasil Resultados Recentes e o Papel do BNDES Demian Fiocca Presidente do BNDES Rio de Janeiro, 5 de

Leia mais

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira

Agenda. A Companhia. Nossa Operação. 3 Nossa Performance Financeira APIMEC RIO Resultados do 1T12 Diretoria Econômico-Financeira e de Relações com Investidores Aviso Esta apresentação pode conter considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas

Leia mais

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO!

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! A água, elemento fundamental para a sobrevivência humana, foi motivo de muitos problemas para os moradores da Regional Norte. Além das dificuldades que eles tiveram de enfrentar

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

1º Simpósio Infra-estrutura e Logística no Brasil: Desafios para um país emergente

1º Simpósio Infra-estrutura e Logística no Brasil: Desafios para um país emergente 1º Simpósio Infra-estrutura e Logística no Brasil: Desafios para um país emergente Painel: Gestão Pública, Orçamento e Investimento Públicos - Privados O HISTÓRICO DOS INVESTIMENTOS EM INFRA-ESTRUTURA

Leia mais

Figura 2. Evolução da População Urbana no Brasil. 1940 2000. Fonte: IBGE, Censos Demográficos de 1940, 1950, 1960, 1970, 1980, 1991, 2000. In.

Figura 2. Evolução da População Urbana no Brasil. 1940 2000. Fonte: IBGE, Censos Demográficos de 1940, 1950, 1960, 1970, 1980, 1991, 2000. In. UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO DECIV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL SANEAMENTO E SAÚDE PÚBLICA DISCIPLINA: SANEAMENTO PROF. CARLOS EDUARDO F MELLO e-mail: cefmello@gmail.com Uso e Ocupação do Solo

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: PROBLEMAS E PRIORIDADES DO BRASIL PARA 2014 FEVEREIRO/2014 16 Retratos da Sociedade Brasileira: Problemas e Prioridades do Brasil para 2014 CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: LOCOMOÇÃO URBANA AGOSTO/2011 PESQUISA CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Robson Braga de Andrade Presidente Diretoria Executiva - DIREX José Augusto Coelho

Leia mais

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Reforma Política Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Introdução 2 Objetivos Abrangência Geográfica Método de coleta Datas

Leia mais

Situação atual do saneamento básico no Brasil

Situação atual do saneamento básico no Brasil Política Estadual de Saneamento Novembro de 2012 Diagnóstico Nacional do Saneamento Situação atual do saneamento básico no Brasil Municípios com rede geral de abastecimento de água e rede coletora de esgoto

Leia mais

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2013 Fase 2 e 3

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2013 Fase 2 e 3 Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2013 Fase 2 e 3 Resumo: A pesquisa de Qualidade de Vida é organizada pela ACIRP e pela Fundace. Teve início em 2009, inspirada em outros projetos já desenvolvidos em

Leia mais

Saneamento Básico: Pobreza, Saúde e Meio Ambiente

Saneamento Básico: Pobreza, Saúde e Meio Ambiente Saneamento Básico: Pobreza, Saúde e Meio Ambiente Antonio Rocha Magalhães CGEE Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. Ex-membro da CJP de Brasilia. A Campanha da Fraternidade Ecumênica, de 2016, elegeu

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS. São Geraldo/Barnabé Campanha Nacional de Escolas da Comunidade Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos Gravataí RS São Geraldo/Barnabé Data: 29/04/2015 Nomes: Nícolas Christmann João Marcelo Paulo Francisco Matheus Valadares

Leia mais

Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo

Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo Pesquisa Avaliação Administrativa Município de São Paulo Dezembro 200 2 Metodologia & Amostra Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. Objetivo

Leia mais

ITAPIRAPUÃ PAULISTA. OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00

ITAPIRAPUÃ PAULISTA. OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00 ITAPIRAPUÃ PAULISTA OBRAS E AÇÕES Gestão 2007-2010 2010 R$ 2.515.600,00 AGRICULTURA: Distribuição de Leite: distribuídos 128.532 litros de leite, no período Jan/2007 a Abr/2009 - Custo: R$ 169 mil, beneficiando

Leia mais