CONTROLAR POUPAR GANHAR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONTROLAR POUPAR GANHAR"

Transcrição

1 Visto na TV Sucesso mundial e também em Portugal KAKEBO O livro de contas da poupança doméstica 2015 CONTROLAR POUPAR GANHAR

2 O QUE É O KAKEBO? Se nunca ouviu falar do Kakebo, aqui tem uma pequena aula teórica: esta palavra tem origem japonesa e a soma dos três carateres com que se escrece na língua original ( 家 計 簿 ) significa literalmente «livro de contas para a economia doméstica». O Kakebo é um fenómeno de grande popularidade no Japão, sendo utilizado todos os dias por centenas de milhares de pessoas em todo o mundo para registar e controlar com detalhe as despesas e receitas pessoais, e gerir a economia familiar até ao último cêntimo que entre e saia de casa. A sua popularidade é tal que são publicados, a cada ano, centenas de modelos adaptados a todos os públicos, desde famílias numerosas ou casais sem filhos, a solteiros ou até adolescentes. A formação e experiência do leitor não são importantes para a utilização do Kakebo: qualquer pessoa conseguirá usá-lo fácil e rapidamente, seja mais ou menos conhecedora de ciências, letras ou matemática, pois está construído com simplicidade, eficácia e clareza. O Kakebo será uma ferramenta de excelência para organizar as suas contas domésticas: saberá sempre quanto gastou no jantar de sábado à noite, na festa que se seguiu ou na saúde e educação da família, nas despesas correntes, nos presentes aos seus amigos e familiares, na manutenção do seu automóvel, no cabeleireiro, no supermercado UM POUCO DE HISTÓRIA A palavra Kakebo está ligada ao nome de uma mulher, pioneira em quase tudo e afortunada por ter sido testemunha de uma mudança social sem precedentes. Chama-se Motoko Hani (Japão, ) e foi filha da revolução e da modernização de um país. Fez parte da primeira geração de mulheres do então recém-inaugurado instituto feminino de ensino superior de Tokio, tendo-se tornado na primeira jornalista do Japão. Fundou ainda a Jiyû Gakuen, um exemplo único de escola feminina de ensino livre que advogava a liberdade, identidade e independência da mulher. Como jornalista, em 1903 criou aquela que é ainda hoje a revista feminina mais antiga do país, Fujin no tomo («A companheira da mulher»), através da qual incentivou as leitoras a registar sempre as suas receitas, despesas e poupanças, fomentando assim o controlo diário da economia doméstica. KAKEBO

3 Motoko Hani (Japão, ) Em 1904, Motoko Hani decidiu lançar o primeiro Kakebo da história, cujo êxito fez com que se difundisse massivamente, para todas as camadas sociais. DEVE FAZER O KAKEBO SE quer começar a poupar e não sabe como. treme sempre que se aproxima o fim do mês, e raramente tem dinheiro disponível. deseja começar a controlar o seu consumo diário e a classificar as suas despesas em função das suas necessidades. procura formas de priorizar e categorizar os seus gastos, de acordo com as suas necessidades diárias, e exercer um consumo mais responsável. 8

4 一 家 計 簿 の 使 い 方 一 O KAKEBO, PASSO A PASSO Nas páginas seguintes encontrará tudo aquilo que precisa de saber para retirar o máximo partido do seu Kakebo. Preste atenção aos conselhos que apresentamos, e não se esqueça de espreitar a secção de dúvidas antes de começar a utilizar o livro.

5 O KAKEBO, PASSO A PASSO No princípio de cada mês, determine quais são as suas receitas e as suas despesas fixas. A diferença entre elas permitir-lhe-á saber que dinheiro tem disponível a cada mês. As suas contas, mês a mês SALÁRIO 1050 RECEITAS. Registe as receitas fixas (vencimentos ou rendas, por exemplo) e variáveis (ofertas, por exemplo) do mês, indicando a data, o conceito e o valor. Depois, calcule o total Prenda da Mãe 200 [Consulte as Dúvidas 1, 2, 3 e 4] DESPESAS FIXAS. Estes são todos os gastos que se repetem todos os meses, de forma regular. Registe aqui o valor de todas as faturas que tenha de pagar no mês em curso. [Consulte as Dúvidas 5 e 6] Conselho: Arredonde os valores a números inteiros, sem cêntimos. Dessa forma, facilitará o cálculo dos totais. 25 Computador Yoga Todos temos custos invariáveis e regulares nas nossas vidas, como a renda da casa, o passe de transportes públicos, a mensalidade da creche ou do colégio dos filhos, a quota do ginásio, seguros de saúde, créditos e dívidas, etc Existem também custos estimados: são as despesas cujo valor varia de acordo com o seu consumo. Por exemplo, os consumíveis em casa (eletricidade, água e gás), serviços de comunicação (telemóvel, telefone, Internet), etc. Conselho: Quando fizer um cálculo estimado de algumas das suas despesas, deverá basear-se em faturas prévias, fazendo a média de quatro ou cinco meses anteriores, que servirão de guia para o mês em curso. E não receie arredondar os valores para cima. Pode utilizar as casas em branco nas tabelas do seu Kakebo se precisar de registar algum gasto fixo que não esteja contemplado na lista, como impostos especiais (por exemplo, Imposto Municipal sobre Imóveis, Imposto Único de Circulação, despesas com IVA), despesas do condomínio, etc. 10

6 Defina o seu objetivo mensal 80 Estipule um objetivo de poupança e guarde essa quantia num mealheiro ou numa conta bancária. Esqueça-se de que esse dinheiro existe e tente não cair na tentação de utilizá-lo para as suas despesas semanais. Isto é fundamental! Subtraia as suas DESPESAS FIXAS 2 e a POUPANÇA 3 às RECEITAS 1. O resultado será o dinheiro que terá disponível no seu porta-moedas para ir utilizando ao longo do mês - Cumprir os meus objetivos de poupança! - Poupar mês a mês para viajar nas férias de Natal (600 ). Cada vez que começar um novo mês, estabeleça um ou vários objetivos que queira cumprir, seja a curto ou longo prazo. 1. Levar marmita para o trabalho, todos os dias. 2. Reduzir os gastos com tabaco. (2 maços por semana) 3. Sair menos à noite. (1 dia por semana) Pense sempre em pequenas decisões e gestos diários que poderão ajudá-lo a corrigir os seus excessos e os maus hábitos de consumo que tenha, e prometa cumpri-los. Registe todas as promessas de que precise. 1. Só recebo o meu vencimento, que é variável, na primeira semana do mês. Como devo preencher a tabela? Aponte um valor provisório em função do seu último vencimento. Há sempre tempo para corrigir o número [ DÚVIDAS ] quando tiver a certeza. 2. Recebo o meu vencimento no início da última semana do mês. A que mês deve corresponder esta receita, e como devo começar a preencher o Kakebo? Tem 3 alternativas. Considerando que recebe o vencimento, por exemplo, no dia 23, a melhor forma é considerar a receita no mês em que a recebe, mas para isso precisa de já ter dinheiro para aguentar do dia 1 ao 22. A segunda alternativa é contabilizar no dia 1 do mês seguinte, mas teria de ter a disciplina de não mexer nesse dinheiro durante uma semana! Finalmente, pode começar o mês ao dia 23 e fechar a Trabalho por conta própria. Como registo as minhas receitas? A) Anote os valores das faturas cujo pagamento tenha sido cumprido no mês anterior ao corrente; ou B) Anote apenas os valores das faturas que vençam no mês corrente. Mantenha a opção que tomar ao longo dos 12 meses de análise do seu orçamento. 4. Se tiver uma receita inesperada, onde devo registá-la? No mês corrente? A) Guarde essa receita para o próximo mês; ou B) Sempre que a sua economia pessoal o permita, e não vá gerar diferenças entre chegar ou não ao fim do mês com dinheiro disponível, guarde esse dinheiro numa conta de poupança, ou num mealheiro, etc. 5. O que devo fazer quando chegar a fatura de um custo estimado e o valor é diferente do que previ? A) Se o valor é menor do que o estimado, ou se a diferença entre ambos não é relevante, pode ignorar a diferença para o mês corrente e usá-la como referência para uma estimativa futura. B) Se terá de pagar bastante mais do que esperava, pode fazer constar a diferença como uma despesa extraordinária no diário de gastos semanais, anotando-a no dia em que receber a fatura. 6. Nem todas as minhas despesas são mensais; algumas são trimestrais ou anuais. O que devo fazer? A) Registe a despesa no mês em que a fatura chegar, seja trimestral ou anual. B) Também pode fazer uma estimativa e dividir o valor por mês. KAKEBO

7 O KAKEBO, PASSO A PASSO O registo das despesas semanais é a parte do Kakebo que requer maior constância, pois é aqui que ficarão refletidas todas as compras que fizer no dia a dia. Conselho: A maneira mais prática de registar os seus gastos diários é guardar todos os comprovativos de compra (recibos ou faturas) ao longo do dia, e apontar todos os valores antes de se deitar, ou enquanto janta, por exemplo. Registe dia a dia todas as suas despesas semanais Supermercado 50 Veterinario 40 NÃO SE ESQUEÇA DE LEVAR SEMPRE CONSIGO O KAKEBO DE BOLSO, QUE É OFERECIDO COM O LIVRO, PARA REGISTAR AS SUAS DESPESAS, ESTEJA ONDE ESTIVER. Tabaco 5 Pequeno-almoço (Bar) 3 Jantar em casa (Pizza) 8 Cada coluna corresponde a um dia Cinema 9 Livros para Francés 20 Cada linha é uma categoria, em função da natureza da despesa. Na última linha deverá anotar o total diário das suas compras. Prenda para o Pai Quando a semana terminar deverá somar todos os totais, para obter o valor total para a semana. EXTRAS: Estas são as despesas que não encaixam em nenhuma das cate gorias anteriores, tal como urgências médicas, acontecimentos inesperados que requerem um desembolso, ou produtos e serviços que tenham uma duração muito longa, em mais do que um dia. Viagens: Transportes, alojamento e alimentação / Presentes: Aniversários, Natal, Dia dos Namorados, etc. / Reparações: Manutenção da casa, do automóvel ou da bicicleta (pinturas, canalizações, pneus, etc.) / Gestão da casa: Mobiliário, iluminação, utensílios de cozinha, decoração, eletrodomésticos, ferramentas de bricolage, etc. / Aparelhos eletrónicos: Televisão, aparelhagem, computador, máquina fotográfica, telemóvel, etc. Conselho: Registe nos espaços vazios no final de cada lista de conceitos qualquer outra despesa que possa ter e que não apareça nas categorias definidas no kakebo. Por exemplo, no campo Sobrevivência pode colocar uma consulta no dentista; ou, no Extras, pode acrescentar serviços postais, material de papelaria, etc. 12

8 Este pequeno porta-moedas servirá para saber rapidamente quanto dinheiro lhe resta a cada semana que passa. Na primeira semana, o valor será igual ao do princípio do mês. Na segunda semana, o que tiver dentro do porta- -moedas será o resultado da subtração das despesas dessa semana ao valor que tinha na primeira semana, e assim sucessivamente. Ibuprofeno Esta tabela permitir-lhe-á calcular o total das suas despesas por semana, por categoria e integralmente. Ficará a saber exatamente em que tipos de produtos e serviços gasta o seu dinheiro, e que impacto têm estas despesas sobre as suas contas semanais e mensais. Anote a soma de todos os seus gastos diários junto a cada um dos conceitos (por exemplo: Supermercado, 50 ). A soma de todos eles indicar-lhe-á o total de cada categoria. Tabaco 5 Jantar 15 Cervejas 4 Concer to 13 Festa 17 Bebidas 18 Táxi Táxi Cinema CULTURA: São todas as atividades ou objetos que não só aportam um pouco de lazer, como também nos enriquecem intelectual ou fisicamente. LIVROS/MÚSICA: Livros, discos (CD, DVD, vinis, etc.), serviços de download de músicas ou ebooks, etc. / Espetáculos: Concertos, teatro, festivais de música, etc. / Cinema: Filmes em sala, festivais, DVD, serviços de streaming de filmes, etc. / Imprensa: Jornais, revistas, etc. SOBREVIVÊNCIA: Esta categoria engloba todas as despesas de rotina e imprescindíveis, relacionadas com a alimentação, a saúde, o transporte, etc. Alimentação diária: Carnes, peixes, fruta, legumes, pães, supermercado, drogaria (produtos de limpeza e de asseio pessoal, por exemplo), etc. / Farmácia: Medicamentos, métodos contracetivos, produtos de higiene, etc. / Transporte: Combustível, táxi, aluguer de veículos, bilhetes pontuais para transportes públicos (autocarro, metro, comboio), etc. / Filhos: Fraldas, roupa, material escolar, alimentação especial, etc. / Animais de estimação: Veterinário, comida, utensílios, etc. LAZER: Nesta categoria deverá registar tudo o que consome apenas por puro entretenimento ou vício pessoal. Bares: Cafés, cervejas, sumos, comida, etc. / Restaurantes: Refeições de trabalho, familiares ou sociais, etc. / Comida rápida: Hambúrgueres, kebab, pizzas, etc. / Discotecas: Bilhete de entrada, bebidas, etc. / Tabaco / Cosméticos: Maquilhagem, cremes, perfumes, etc. / Roupa: Prendas, sapatos, calças, casacos, acessórios, equipamento desportivo, etc. KAKEBO

9 O KAKEBO, PASSO A PASSO No fim de cada mês chega o momento da verdade e começa a batalha entre o porquinho da poupança e o lobo da despesa. Faça o balanço de cada mês Registe o total de despesas de cada uma das semanas do mês. Da soma de todos os totais da semana resulta o total de despesa mensal. Recorda-se de quanto tinha no porta-moedas? Volte ao princípio do mês e recupere esse valor. Não se esqueça de que se atualizar todos os dias o valor no seu porta-moedas, semana após semana este cálculo será muito mais fácil de fazer. O lobo representa o total da sua despesa mensal Subtraindo o total de despesa mensal ao valor que tinha no seu porta-moedas obterá o valor que tem no porta- -moedas agora ou seja, a sua poupança mensal. No exemplo apresentado, a diferença é 0, mas tente sempre que sobre algum dinheiro; poderá depois adicioná-lo às suas poupanças, ao porta- -moedas do mês seguinte ou gastar o dinheiro num capricho seu. - Consegui fumar menos! :) - Saí demasiado à noite. :( - Investi o dinheiro que a minha mãe me deu em lições de francês. :) x x x Reveja os seus objetivos e promessas: Cada final de mês suscita esta reflexão. Não lhe servirá de nada olhar para as despesas sem um pouco de autocrítica e avaliação dos pontos fortes e fracos do seu orçamento. Conselho: Refletir sobre os seus objetivos e promessas dar-lhe-á confiança para começar o mês seguinte da melhor forma. Deve fazê-lo com honestidade. Não se deixe influenciar pelo resultado, se este não for tão bom quanto esperava, pois há sempre tempo para recuperar. As suas poupanças iniciais chegaram sãs e salvas ao final do mês? É muito importante manter a promessa de não tocar neste dinheiro, por isso faça com que a resposta a esta pergunta seja sempre sim. O momento de usar as suas poupanças chegará um dia; e recorde-se de que é você quem decide como e quando o fará. 14

10 Tabaco Registe, nas tabelas respetivas, o gasto semanal e o total do mês para cada uma das categorias (sobrevivência, lazer, cultura e despesas extra). No fim do ano precisará de saber o total de cada uma para poder fazer um gráfico de balanço anual. Também será uma ajuda para ganhar consciência, pouco a pouco, dos seus hábitos e de onde vai parar o seu dinheiro por exemplo, se deve reduzir a sua despesa em lazer, investir mais em cultura, etc. Conselho: Pode preencher os campos que estão em branco na tabela com as despesas para as quais tenha um interesse especial em controlar periodicamente. Por exemplo, tabaco, telemóvel, combustível para o automóvel, etc. Como se organizam os meses no Kakebo? Com o objetivo de que possa manter o seu orçamento [ DÚVIDAS ] equilibrado mês a mês, sem deixar semanas com dias livres durante o ano, verá que muitos meses incluem os primeiros e os últimos dias dos meses adjacentes (por exemplo, a última semana de janeiro, que termina num sábado, completa-se com o dia 1 de fevereiro). Desta forma poderá contabilizar a sua despesa diária em semanas completas sempre que seja possível e, de caminho, aproveitar o domingo para fazer as suas contas semanais. KAKEBO

11 JÁ SABE USAR O KAKEBO? PONHA-SE À PROVA Antes de começar, assegure-se de que compreendeu o funcionamento do Kakebo, e teste o que aprendeu com o manual. Ordene em função da sua categoria todos os objetos e serviços que surgem mais abaixo. Tenha em consideração que alguns podem encaixar em mais do que uma categoria, de acordo com o seu critérios e os seus hábitos de consumo. Pode utilizar este exercício simples como uma referência para casos ambíguos, à medida que vá preenchendo o diário semanal de despesas. Assim que terminar, compare as suas respostas com as soluções que surgem no final da página seguinte, e retire as suas conclusões. Um sofá / Uma lata de comida para cães / Uma viagem de lazer / Um disco / Uma viagem de táxi / Um guarda-sol / Um frasco de perfume / Uma reparação de canalizações / Fraldas / Lavandaria / Uma bicicleta / Um balde e uma esfregona / Um passe de transportes públicos / Um aparelho dentário / Um maço de cigarros / Um bilhete de cinema / Combustível / Um par de sapatos novos / Um pão / Um jantar num restaurante / Cervejas / Uns óculos de sol novos / Um quadro / Um livro / Uma mala nova / Um violino / Um Kakebo / Estacionamento / Uma bebida e um hambúrguer / Um bilhete para o museu / Uma caixa de paracetamol / Um presente / Uma planta / Uma ida ao cabeleireiro / Uns óculos graduados / Um jornal diário 16

12 Despesas em Lazer Despesas Extra Despesas em Sobrevivência Despesas em Cultura Sobrevivência: Um passe de transportes públicos; Uma lata de comida para cães; Fraldas; [ SOLUÇÕES ] Combustível; Estacionamento; Uma caixa de paracetamol; Uns óculos graduados; Um aparelho dentário; Um pão; Um balde e uma esfregona. Lazer: Um maço de cigarros; Uma mala nova; Uma viagem de táxi; Uma bebida e um hambúrguer; Cervejas; Um jantar num restaurante; Um frasco de perfume; Um par de sapatos novos. Cultura: Um disco; Um jornal diário; Um livro; Um bilhete de cinema; Um violino; Um bilhete para o museu. Extra: Um sofá; Lavandaria; Uma viagem de lazer; Um guarda-sol; Uma reparação de canalizações; Um presente; Um Kakebo; Uma planta. Casos ambíguos: Uma bicicleta (é uma questão de sobrevivência se a usa todos os dias para as deslocações habituais; é um extra se a sua intenção é fazer pequenos passeios de lazer no fim de semana, ou se só a utilizaria esporadicamente). Uma ida ao cabeleireiro (se precisa dela por uma questão de higiene e funcionalidade, é claramente uma questão de sobrevivência. Será lazer se o fizer meramente por uma questão estética ou por gosto pessoal). Uns óculos de sol novos (se é por um motivo prático ou de saúde, é sobrevivência; se são um capricho ou resultado de uma compra compulsiva, então trata-se de lazer). Um quadro (este é um conceito ambivalente: pode tanto incluir-se na categoria de extras como em despesa da casa; mas também pode ser cultura, visto que um quadro pode ser uma obra de arte com valor artístico). KAKEBO

13

14 一 年 度 開 始! 一 COMEÇA O ANO! Agora, sim, é o início do seu desafio. Chegou o momento de pôr em prática tudo o que aprendeu nas páginas anteriores, organizar o seu orçamento e testar as soluções para atingir os seus objetivos de poupança. Seja paciente e perseverante. Verá que o Kakebo rapidamente começará a funcionar.

15 «Pode parecer muito rudimentar, mas uma ideia como "o porta-moedas de 50 cêntimos é uma ferramenta imprescindível: se uma moeda de 50 cêntimos chegar sã e salva a casa, deve ir diretamente para o porta-moedas, sem exceções. Isto é aplicável a qualquer valor, sempre que sejam moedas.» «Por vezes, o seu maior defeito pode também ser o seu maior truque: por exemplo, se for uma pessoa muito distraída, no final do mês, reveja todos os bolsos, carteiras, calças, fundos dos sofás, etc. Existem muitos "buracos negros" nos quais pode pesquisar por moedas. O montante que se encontra nesses sítios nunca é constante, claro, mas é sempre surpreendente.» «Sempre que fizer uma compra de qualquer tipo, poupe a quantidade que falta para arredondar o preço. Por exemplo, se o preço for 25,50, arredonde para 30 e coloque os 4,50 que sobram no seu porta-moedas.» 20

16 1º Trimestre «Divida a parte do salário que pretende gastar no mês por cada uma das semanas e prometa não ultrapassar a quantidade resultante. Se sobrar dinheiro, poderá utilizá-lo na semana seguinte ou depositá-lo no seu porta-moedas ou numa conta bancária. E não se esqueça de colocar de lado sempre uma percentagem de poupança no início de cada mês!» «Por cada fatura que pague, tente guardar no porta-moedas uma parte proporcional: a 5 correspondem 0,50 ; a 10, 1 ; a 20, 2» «Compre dois mealheiros de barro em forma de porquinho (aqueles mealheiros dos quais não se pode retirar o dinheiro sem os quebrar). Guarde um para si e ofereça outro a alguém, com a condição de competir para ver quem poupa mais. Passado um tempo, partam os dois porquinhos, façam contas, e vejam quem venceu! A pressão do desafio fará com que seja constante na hora de alimentar o porquinho-mealheiro.» Seja constante durante os próximos meses, planeie bem as suas despesas fixas e procure adquirir uma rotina em relação à sua agenda semanal de gastos. Como aquecimento, no quadro acima encontra alguns truques de poupança muito simples que pode começar a pôr em prática já hoje. KAKEBO

17 ORGANIZE AS SUAS RECEITAS E DESPESAS MENSAIS Receitas TOTAL 1 Despesas fixas Renda/ Hipoteca Transportes públicos Creche/ Colégio... Água Estacionamento Créditos/ Dívidas... Luz Ginásio Gás Educação Telefone fixo/internet Segurança Social Telemóvel Seguro de Saúde TOTAL 2 22

18 JANEIRO Quanto vou poupar? 3 Quanto dinheiro tem no porta-moedas para este mês? Começou o mês! Quais são os seus objetivos para este mês? «Prometo...» KAKEBO

19 Tem um controlo total sobre as suas despesas e receitas? Em que produtos e serviços gasta o seu dinheiro? Sabe valorizar as coisas para além do seu preço? Chega ao final do mês sempre de bolsos vazios? O Kakebo, livro de contas da poupança doméstica, é a solução inovadora que os japoneses usam todos os dias para gerir as suas economias pessoais e retirar o máximo proveito do dinheiro. Esta é a ferramenta que o ajudará a controlar a economia do seu lar e da sua família, e gerir o seu consumo de uma forma mais adequada. No fim do plano simples de 12 meses terá aprendido a poupar e a gastar melhor o seu dinheiro para obter uma vida melhor! Os objetivos serão definidos por si, e o Kakebo ajuda-o a alcançá-los. Registe e controle todas as suas despesas e receitas. Analise os seus resultados mês a mês e resuma-os em gráficos anuais. Mantenha um registo atualizado de todas as suas contas, sem ter de recorrer a folhas de cálculo complexas e confusas. Perceba quais são as suas despesas menos necessárias e mais dispensáveis. Saiba claramente quanto, como e em que produtos e serviços pode e deve gastar o seu dinheiro. O Kakebo é o método perfeito para pessoas com emprego estável, por conta própria ou desempregadas, casados, solteiros, adolescentes ou adultos a forma mais simples, acessível e eficaz de gerir o seu dinheiro. Fácil e muito prático, o Kakebo irá tornar-se o maior aliado da sua carteira! Veja o vídeo de apresentação deste livro. ISBN Vida Prática / Finanças

Oficina Pedagógica COMO CONSTRUIR E GERIR UM ORÇAMENTO FAMILIAR. 10.11.2011 Formadora: Olga Fernandes

Oficina Pedagógica COMO CONSTRUIR E GERIR UM ORÇAMENTO FAMILIAR. 10.11.2011 Formadora: Olga Fernandes Oficina Pedagógica COMO CONSTRUIR E GERIR UM ORÇAMENTO FAMILIAR Formadora: Olga Fernandes 1 ORÇAMENTO FAMILIAR PROGRAMA 19.00 H -Abertura 19.05 H Visionamento de um vídeo sobre Orçamento Familiar 19.15

Leia mais

Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários.

Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários. Tenho um Plano. Truques, recursos e calendários. A.- Quero estar com as pessoas que mais amo. 1. Informar e dizer-lhe o que se passa comigo e do que preciso. 2. Telefonar a 3. Felicitar por 4. Estar com

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR

ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR ÁREA DE FORMAÇÃO: PLANEAR O ORÇAMENTO FAMILIAR COMO ELABORAR O ORÇAMENTO FAMILIAR Índice A importância do orçamento familiar Etapas da elaboração do orçamento familiar 1ª etapa: identificação do rendimento

Leia mais

MÓDULO 2 // ORÇAMENTO FAZ O EQUILÍBRIO A PARTIR DE 18 ANOS

MÓDULO 2 // ORÇAMENTO FAZ O EQUILÍBRIO A PARTIR DE 18 ANOS MÓDULO 2 // ORÇAMENTO FAZ O EQUILÍBRIO A PARTIR DE 18 ANOS MÓDULO 2 // BATE-BOLA FINANCEIRO O Bate-Bola Financeiro é um videogame educacional desenvolvido para ajudar estudantes a entenderem melhor os

Leia mais

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

Aula 7 Liberdade financeira (2)

Aula 7 Liberdade financeira (2) Aula 7 Liberdade financeira (2) Introdução: Equilíbrio financeiro depende de diligência, disciplina e dependência do Senhor e da sua palavra. Objetivos do estudo: - Avaliar suas atitudes quanto à riqueza

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

Mundo das Especialidades Orçamento Familiar - Habilidades Domésticas - 06

Mundo das Especialidades Orçamento Familiar - Habilidades Domésticas - 06 Mundo das Especialidades Orçamento Familiar - Habilidades Domésticas - 06 Texto: Khelven Klay e Diagramação: Ranmaildo Revorêdo, Quem sabe você ainda não esteja muito habituado a ouvir palavras ligadas

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria

Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Orçamento Use o Dinheiro com Sabedoria Use o Dinheiro com Sabedoria Serasa Experian e Educação Financeira O Programa Serasa Experian de Educação Financeira Sonhos Reais é uma iniciativa que alia o conhecimento

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA

SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA SAÚDE FINANCEIRA + QUALIDADE DE VIDA 3 Programa Astra de qualidade de vida no trabalho e na família 5 Afinal, qual é o meu orçamento mensal? 7 Planejamento do mês 9 Estou no azul, o que posso fazer? 11

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL O GUIA PARA COMEÇAR A TER SUCESSO NAS FINANÇAS SUMÁRIO INTRODUÇÃO 03 CONTROLE DE CONTAS 04 ENTENDER E CONTROLAR AS DESPESAS FIXAS E VARIÁVEIS 05 DEFINIR PRIORIDADES 07 IDENTIFICAR

Leia mais

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA

CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA CARTILHA EDUCAÇÃO FINANCEIRA ÍNDICE PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO Página 2 CRÉDITO Página 12 CRÉDITO RESPONSÁVEL Página 16 A EDUCAÇÃO FINANCEIRA E SEUS FILHOS Página 18 PLANEJANDO SEU ORÇAMENTO O planejamento

Leia mais

O DINHEIRO NÃO CAI DO CÉU E PARECE QUE VOA DO BOLSO *

O DINHEIRO NÃO CAI DO CÉU E PARECE QUE VOA DO BOLSO * PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 10 DE DEZEMBRO DE 2012 POR O DINHEIRO NÃO CAI DO CÉU E PARECE QUE VOA DO BOLSO * Elaborar o orçamento familiar é muito importante porque permite controlar melhor

Leia mais

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira

BANRIDICAS FINANCEIRAS. A sua cartilha sobre Educação Financeira BANRIDICAS FINANCEIRAS A sua cartilha sobre Educação Financeira Planejando seu orçamento Traçar planos e colocar tudo na ponta do lápis - não é tarefa fácil, mas também não é impossível. O planejamento

Leia mais

Mensagem do Administrador

Mensagem do Administrador Educação Financeira Índice 1. Mensagem do administrador... 01 2. O Cartão de crédito... 02 3. Conhecendo sua fatura... 03 4. Até quanto gastar com seu cartão... 07 5. Educação financeira... 08 6. Dicas

Leia mais

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça?

Leia os textos e assinale a alternativa correta: 1) O que Ana quer que Pedro faça? UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL PROGRAMA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS PLE CERIFICADO INTERNACIONAL DE LÍNGUA PORTUGUESA CILP SIMULADO COMPREENSÃO LEITORA E ASPECTOS LINGUÍSTICOS NÍVEL BÁSICO ESCOLAR A2 Leia os

Leia mais

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro...

VAMOS PLANEJAR... As três palavras mágicas para um bom planejamento financeiro... FASCÍCULO IV VAMOS PLANEJAR... Se você ainda não iniciou seu planejamento financeiro, é importante fazê-lo agora, definindo muito bem seus objetivos, pois, independentemente da sua idade, nunca é cedo

Leia mais

Use bem o seu dinheiro

Use bem o seu dinheiro 1016323-6 - abr/2012 Quer saber mais sobre como usar melhor o seu dinheiro? No site www.itau.com.br/usoconsciente, você encontra vídeos, testes e informações para uma gestão financeira eficiente. Acesse

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV

11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV Mark Ford 11 Segredos para a Construção de Riqueza Capítulo IV Capítulo Quatro O Guia Definitivo para enfrentar suas Dívidas Em algum nível, mesmo que rudimentar, todos sabemos que o endividamento é perigoso.

Leia mais

04 Os números da empresa

04 Os números da empresa 04 Os números da empresa Além de conhecer o mercado e situar-se nele, o empreendedor tem de saber com clareza o que ocorre com os números de sua empresa. Neste capítulo conheça os principais conceitos,

Leia mais

Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante

Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante Gestão de Finanças Pessoais Nome do Palestrante Como nos relacionamos com o dinheiro? O que é dinheiro? Como nos relacionamos com o dinheiro? O que o dinheiro significa para você? Sonhos Sonhos não se

Leia mais

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com

200 Opportunities to Discover PORTUGUESE. www.second-language-now.com BASIC QUESTIONS 200 Opportunities to Discover PORTUGUESE Basic Questions - Portuguese TABLE OF CONTENTS 1. SABE?...3 2. COMO?...4 3. QUANTO TEMPO?...5 4. QUANTOS?...6 5. QUANTO?...7 6. COM QUE FREQUÊNCIA?...8

Leia mais

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR!

DATUSPREV CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! DATUSPREV INFORMATIVO CHEGOU O MOMENTO DE APROVEITAR! Quem já cumpriu 5 anos de contribuição pode solicitar o benefício de aposentadoria programada? Essas e mais informações pra você neste Informativo.

Leia mais

http://www.comoorganizarcasamento.com

http://www.comoorganizarcasamento.com Como Planejar seu Casamento Sem Stress Copyright 2014 Este e- book é protegido pela Lei dos Direitos Autorais (Lei 9.610/98), é proibida a reprodução do livro por meio eletrônico ou impresso. O e- book

Leia mais

Planejamento Financeiro

Planejamento Financeiro Maio 2009 ... O Brasil é onde mais pessoas se preocupam com o futuro e onde menos se faz poupança Pesquisa realizada em 12 países, pelo Principal Financial Group (03/2004) ... Famílias se endividam mais

Leia mais

GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO

GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO GUIA DE PLANEJAMENTO FINANCEIRO VOCÊ TEM MAIS DINHEIRO DO QUE IMAGINA PLANEJAMENTO FINANCEIRO; COMO ORGANIZAR SEU ORÇAMENTO; A IMPORTÂNCIA DE TER AS CONTAS EM DIA; DESCUBRA COMO FAZER PARA QUE SOBRE UM

Leia mais

ORÇAMENTO FAMILIAR. Por que fazer um orçamento doméstico?

ORÇAMENTO FAMILIAR. Por que fazer um orçamento doméstico? 1 Autor: Eloi Myszka NRE: Guarapuava Escola: Colégio Estadual Mahatma Gandhi, Ensino Fundamental e Médio. Disciplina: Matemática ( ) Ensino Fundamental ( X ) Ensino Médio Disciplina da relação interdisciplinar

Leia mais

REALIZAÇÃO: PARCERIA:

REALIZAÇÃO: PARCERIA: REALIZAÇÃO: PARCERIA: A partir de agora você descobrirá a importância do planejamento financeiro pessoal e familiar, aprenderá a lidar melhor com o seu dinheiro, controlar suas despesas e tomar decisões

Leia mais

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Mais de um terço dos brasileiros desconhecem o valor das contas que vencem no próximo mês. Falta

Leia mais

Investimento para Mulheres

Investimento para Mulheres Investimento para Mulheres Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem

Leia mais

Financiando meus sonhos

Financiando meus sonhos Financiando meus sonhos O futuro pertence a quem crê na beleza de seus sonhos. Eleanor Roosevelt, Ex-Primeira Dama Q uando você sonha acordado com o futuro, que tipo de trabalho pensa que pode ter? Os

Leia mais

SUMÁRIO. Conheça suas finanças e controle-as...04. Contas...06. Receitas...11. Despesas...18. Cartões de Crédito...26

SUMÁRIO. Conheça suas finanças e controle-as...04. Contas...06. Receitas...11. Despesas...18. Cartões de Crédito...26 Ter uma vida tranquila, com as finanças controladas, é o sonho de muita gente. Tempos atrás, não havia muita informação sobre o assunto disponibilizada de forma fácil e prática, como podemos encontrar

Leia mais

Assunto Investimentos femininos

Assunto Investimentos femininos Assunto Investimentos femininos SOPHIA MIND A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado.

Leia mais

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA. Gestão do orçamento familiar

PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA. Gestão do orçamento familiar PLANO NACIONAL DE FORMAÇÃO FINANCEIRA Gestão do orçamento familiar 1 PLANO DE EXPOSIÇÃO A importância do orçamento familiar Rendimentos e despesas Risco e incerteza Saldo do orçamento Elaboração do orçamento

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

&RPRID]HUVREUDUGLQKHLURQRILQDOGDVFRQWDV

&RPRID]HUVREUDUGLQKHLURQRILQDOGDVFRQWDV $0È*,&$'225d$0(172)$0,/,$5 &RPRID]HUVREUDUGLQKHLURQRILQDOGDVFRQWDV 3RU$GHUEDO1LFRODV0 OOHU &ULVWLQD:DOWULFN0 OOHU,1752'8d 2 Muitas são as dificuldades apresentadas no âmbito da gestão financeira familiar.

Leia mais

PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL. Janeiro 2014

PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL. Janeiro 2014 PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL Janeiro 2014 PESQUISA DO SPC BRASIL REVELA QUE 81% DOS BRASILEIROS SABEM POUCO OU NADA SOBRE SUAS FINANÇAS PESSOAIS Os brasileiros ainda estão muito distantes

Leia mais

ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS

ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS 1 Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba Curso de Administração DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À EDUCAÇÃO FINANCEIRA PROF. ELISSON DE ANDRADE TEXTO 4 ETAPA DA MUDANÇA DE HÁBITOS (PARTE 1) Estrutura do texto

Leia mais

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul

Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul Fluxo de caixa: organize e mantenha as contas no azul O segredo do sucesso da sua empresa é conhecer e entender o que entra e o que sai do caixa durante um dia, um mês ou um ano. 1 Fluxo de caixa: organize

Leia mais

CTE Elegibilidades 2014 2020

CTE Elegibilidades 2014 2020 CTE Elegibilidades 2014 2020 Nota: O Comité de Acompanhamento de cada Programa poderá definir normas de elegibilidade adicionais próprias atenção aos termos da convocatória Base Programa REG. (EU) 1303/2013

Leia mais

RESULTADOS DO PROJETO PILOTO

RESULTADOS DO PROJETO PILOTO RESULTADOS DO PROJETO PILOTO 1. INTRODUÇÃO O projeto piloto organizado pelo Centro de Pesquisas Rachid Mohamd Chibib sob a direção do Prof. Msc. Wagner Cardozo teve por objetivo analisar a composição de

Leia mais

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008

CLIPPING Mídias de Primeiro Foco. Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008 CLIPPING Mídias de Primeiro Foco Cliente: Fharos Veículo: revista da Farmácia Seção: Artigos Data: Agosto/2008 2 Cliente: Fharos Veículo: Revista Posto de Observação Data: Agosto/2008 3 4 Cliente: Fharos

Leia mais

ENCONTRO VIRTUAL - VOCÊ RICA

ENCONTRO VIRTUAL - VOCÊ RICA 8 DICAS PARA ORGANIZAR SUAS FINANÇAS PESSOAIS Kalinka Carvalho TÓPICOS 3 QUEM SOU EU? ü Formada em Publicidade Propaganda/ MBA em Marketing; ü Trabalhei 10 anos com eventos e 4 anos na área de comunicaçāo;

Leia mais

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT

INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT INQUÉRITO - PROJECTO DE TUTORIA A ESTUDANTES ERAMUS OUT Desde já, agradecemos a sua participação nesta nova etapa do Projecto de Tutoria a Estudantes ERASMUS versão OUT. Com este inquérito, pretendemos

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

ORÇAMENTO DOMÉSTICO CONTAS EM ORDEM PARA UM FUTURO TRANQUILO

ORÇAMENTO DOMÉSTICO CONTAS EM ORDEM PARA UM FUTURO TRANQUILO ORÇAMENTO DOMÉSTICO CONTAS EM ORDEM PARA UM FUTURO TRANQUILO APRESENTAÇÃO Quando o assunto é dinheiro, todo mundo tem as lições básicas na ponta da língua: não gaste mais do que ganha, tenha uma reserva

Leia mais

Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica. Ano letivo: 2011-2012

Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica. Ano letivo: 2011-2012 Trabalho realizado por: Disciplina: Formação Cívica Ano letivo: 2011-2012 Realizámos um estudo relativo à Gestão do Orçamento Familiar a 46 alunos do 7º ao 9º ano da Escola Secundária Poeta Al Berto de

Leia mais

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO

1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO BEM VINDO AO GUIA DE 10 PASSOS DE COMO MELHORAR MUITO A SUA VIDA FINANCEIRA! APROVEITE! 1 USE SUA RAZÃO E DEIXE AS EMOÇÕES POR ÚLTIMO Quando se trata do nosso dinheiro, a emoção sempre tende a ser um problema.

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

10. ACERTO DE CONTAS

10. ACERTO DE CONTAS 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 10. ACERTO DE CONTAS Controle do seu orçamento mensal SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT EXCEL 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER Guia do Professor

Leia mais

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7

Sumário. Introdução - O novo hábito... 1. Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3. Sobre o vocabulário... 4. Benefícios... 7 Sumário Introdução - O novo hábito... 1 Capítulo 1 - Pra que serve tudo isso?... 3 Sobre o vocabulário... 4 Benefícios... 7 Perguntas Frequentes sobre o Orçamento Doméstico... 10 Capítulo 2 - Partindo

Leia mais

IMPORTÂNCIA DE TER UM CONTROLE FINANCEIRO PESSOAL

IMPORTÂNCIA DE TER UM CONTROLE FINANCEIRO PESSOAL A IMPO RTÂNC IA DE TE R UM CONT ROLE FINAN CEIRO PESSO AL F U N D O Introdução É normal encontrar pessoas que imaginam não precisarem ter um controle financeiro pessoal, pois não ganham o suficiente para

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono.

Guia do uso consciente do crédito. Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Guia do uso consciente do crédito Dicas e informações para você usar o crédito sem perder o sono. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços ou obtenção e

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio alemanha Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho ou

Leia mais

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS

O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS O GUIA PARA SEU PLANO DE ESTUDO FLEXÍVEL NÍVEIS INTERMEDIÁRIOS BEM-VINDO Aprender inglês é um desafio, mas descobrir como aprimorá-lo não deve ser a parte mais difícil nesse processo! Anos de pesquisa

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 656

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 656 Compras - Natal Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

Lista de verificação para anúncios na HomeAway.pt

Lista de verificação para anúncios na HomeAway.pt Lista de verificação para anúncios na HomeAway.pt Um título de anúncio 5 estrelas: Use o espaço disponível Demonstre a vantagem competitiva da propriedade Destaque algo especial Descreva algo de destaque

Leia mais

De Janeiro. a Janeiro. eles enchem o mealheiro

De Janeiro. a Janeiro. eles enchem o mealheiro De Janeiro a Janeiro eles enchem o mealheiro Sabem o que é a crise. E o valor do dinheiro. Ainda são crianças, mas já pensam no futuro na hora de poupar. RITA FARIA afariagnegocios.pt João Fernandes tem

Leia mais

Fórmula ideal para a economia e alto desempenho. Economia em alta temperatura.

Fórmula ideal para a economia e alto desempenho. Economia em alta temperatura. A FASTERM Economia em alta temperatura. A Fasterm tem uma linha de soluções de aquecimento da água para o banho que garante até 75% de economia. Você instala e testa por 60 dias sem pagar nada por isso.

Leia mais

Pra que serve tudo isso?

Pra que serve tudo isso? Capítulo 1 Pra que serve tudo isso? Parabéns! Você tem em mãos a base para o início de um bom planejamento financeiro. O conhecimento para começar a ver o dinheiro de outro ponto de vista, que nunca foi

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil PLANEJAMENTO FINANCEIRO FAMILIAR Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

08 Capital de giro e fluxo de caixa

08 Capital de giro e fluxo de caixa 08 Capital de giro e fluxo de caixa Qual o capital que sua empresa precisa para funcionar antes de receber o pagamento dos clientes? Como calcular os gastos, as entradas de dinheiro, e as variações de

Leia mais

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente

4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente 4 passos para uma Gestão Financeira Eficiente Saiba como melhorar a gestão financeira da sua empresa e manter o fluxo de caixa sob controle Ciclo Financeiro Introdução Uma boa gestão financeira é um dos

Leia mais

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 4.3.2014

REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO. de 4.3.2014 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 4.3.2014 C(2014) 1229 final REGULAMENTO DELEGADO (UE) N.º /.. DA COMISSÃO de 4.3.2014 que completa o Regulamento (UE) n.º 1299/2013 do Parlamento Europeu e do Conselho no que

Leia mais

Agência de Planeamento Estratégico e de Meios. 25 de Outubro de 2011

Agência de Planeamento Estratégico e de Meios. 25 de Outubro de 2011 Agência de Planeamento Estratégico e de Meios 25 de Outubro de 2011 Objetivo do estudo Avaliar o comportamento da população portuguesa utilizadora da internet (59% do total da população com +15 anos,

Leia mais

Plano Anual de Finanças Pessoais

Plano Anual de Finanças Pessoais www.kash.pt - Artigo - Plano Anual de Finanças Pessoais Autor: Pedro Queiroga Carrilho Ponha o Dinheiro a Trabalhar para Si! Porquê um Plano Anual de Finanças Pessoais? O planeamento financeiro é uma componente

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 2: Como Poupar Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 2: Como Poupar Objetivo Dar dicas importantes para que nossos clientes consigam ter uma poupança e vivam com mais segurança e tranquilidade O conteúdo deste

Leia mais

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS

MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS MEU FATOR DE SUCESSO A essência do seu trabalho PLANO DE CARREIRA E VANTAGENS Seja Bem Vinda! Em 1995 quando ao lado da minha família idealizei a Fator 5, tinha a meu favor a minha força de vontade, minha

Leia mais

COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO

COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO 1 COMO INVESTIR NO TESOURO DIRETO UM GUIA PRÁTICO PARA COMPRAR SEU PRIMEIRO TÍTULO PÚBLICO BILLY C. IMPERIAL Copyright 2015. Todos os Direitos Reservados. EDITADO POR ALEXSANDER GUEDES LIMA ISBN:1508888582

Leia mais

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso

As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso As 10 Melhores Dicas de Como Fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso Nesse artigo quero lhe ensinar a fazer um Planejamento Financeiro Pessoal Poderoso. Elaborei 10 dicas para você fazer um excelente

Leia mais

Relatório de Intercâmbio

Relatório de Intercâmbio Relatório de Intercâmbio 1. Identificação Nome: Rodrigo de Oliveira Letras, 5º (de 7) período. 2. Pontos positivos e negativos Um ponto forte de um intercâmbio acadêmico é poder ver outras abordagens ao

Leia mais

PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ]

PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ] PERFIL ECONÔMICO DO CONSUMIDOR [ 1 ] ORÇAMENTO [ 2 ] 1) Depois do pagamento de todas as despesas, como estará o orçamento familiar? Percentual (%) Total Vai sobrar 22 Não vai sobrar nem faltar 48 Vai faltar

Leia mais

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER

Aprenda como renegociar suas dívidas e A TER Aprenda como renegociar suas dívidas e VOLTAR A TER CRÉDITO O PROBLEMA FINANCEIRO PODE LEVAR SUA FAMÍLIA À RUÍNA. A dívida entra pela porta da frente e o amor sai pela porta dos fundos. É fácil identificar

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul

GESTÃO FINANCEIRA para FICAR NO Azul GESTÃO FINANCEIRA para ficar no azul índice 03 Introdução 04 Capítulo 1 O que é gestão financeira? 06 Capítulo 2 Gestão financeira e tomada de decisões 11 13 18 Capítulo 3 Como projetar seu fluxo financeiro

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

Dinâmica e Animação de Grupo

Dinâmica e Animação de Grupo Dinâmica e Animação de Grupo Desenvolvimento de Competências Turma G3D Leandro Diogo da Silva Neves 4848 Índice 1. Introdução... 3 2. Planeamento de desenvolvimento individual... 4 2.1 Competências...

Leia mais

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil

Richard Uchôa C. Vasconcelos. CEO LEO Brasil Richard Uchôa C. Vasconcelos CEO LEO Brasil O tema hoje é engajamento, vamos falar de dez maneiras de engajar o público em treinamentos a distância. Como vocês podem ver, toda a minha apresentação está

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 1: Orçamento

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 1: Orçamento Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 1: Orçamento Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre a importância da organização financeira e do planejamento orçamentário como alicerce de conforto,

Leia mais

Relatório de Seguridade

Relatório de Seguridade Relatório Fevereiro/2013 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de fevereiro

Leia mais

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008

A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito. 2 de Abril de 2008 A relação dos portugueses com o dinheiro e o crédito 2 de Abril de 2008 Caracterização dos inquiridos Sexo 37% 63% Feminino Masculino Idade 12% 18-25 anos 18% 26-35 anos 36-45 anos 54% 16% > de 45 anos

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 PASSOS PARA INVESTIR EM AÇÕES SEM SER UM ESPECIALISTA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados,

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio

Plano de Negócios. Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa. Modelo de Planejamento prévio Plano de Negócios Passo a passo sobre como iniciar um Plano de Negócios para sua empresa Modelo de Planejamento prévio Fraiburgo, 2015 Plano de Negócios Um plano de negócios é uma descrição do negócio

Leia mais

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ

PROJETO PROFISSÕES. Entrevista com DJ Entrevista com DJ Meu nome é Raul Aguilera, minha profissão é disc-jóquei, ou DJ, como é mais conhecida. Quando comecei a tocar, em festinhas da escola e em casa, essas festas eram chamadas de "brincadeiras

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS Parte integrante do curso Conhecendo a Calculadora HP 12C Prof. Geraldo Peretti. Página 1 Cálculos aritméticos simples. A) (3

Leia mais

cartilha educação financeira

cartilha educação financeira cartilha educação financeira cartilha educação financeira A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA A educação financeira é decisiva para o bem-estar presente e futuro das famílias, contudo, ela nem sempre

Leia mais

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9

Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos Disciplina: Constituição de Novos Empreendimentos AULA 9 AULA 9 Assunto: Plano Financeiro (V parte) Prof Ms Keilla Lopes Mestre em Administração pela UFBA

Leia mais

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários

Educação Financeira. Crédito Consignado. Módulo 5: Serviços Bancários Educação Financeira Crédito Consignado Módulo 5: Serviços Bancários Objetivo Conscientizar nossos clientes sobre os serviços bancários e as funções de cada funcionário O conteúdo deste material é baseado

Leia mais

Máxima Nova Classe Média autoestima 33%

Máxima Nova Classe Média autoestima 33% Máxima é a primeira revista mensal totalmente voltada para os desejos e as necessidades da mulher da Nova Classe Média. Sua missão é ajudá-la a resolver as questões do seu dia a dia e ser fonte de inspiração

Leia mais

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR

ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR Bandeira et al., (2006). Escala de Sobrecarga Familiar 1 ESCALA DE AVALIAÇÃO DA SOBRECARGA DOS FAMILIARES FBIS-BR Escala adaptada e validada pelo Laboratório de Pesquisa em Saúde Mental (LAPSAM) www.lapsam.ufsj.edu.br

Leia mais

Perder Peso Pedalando

Perder Peso Pedalando Perder Peso Pedalando Pedalar: Caminho para um estilo de vida saudável. Tudo o que você precisa saber. Quase todo mudo quer perder peso para melhorar a aparência e também para a melhora geral da saúde.

Leia mais

Estudo de Natal e Fim de Ano 2015

Estudo de Natal e Fim de Ano 2015 Estudo de Natal e Fim de Ano 2015 Os desejos dos brasileiros para 2016 se concentram em melhorar sua situação econômica % 71 73 64 63 46 46 43 41 Metas financeiras Aumentar minha renda Guardar dinheiro

Leia mais

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT)

AJUDA DE MÃE. APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) AJUDA DE MÃE APOIO DO FUNDO SOCIAL EUROPEU: Através do Programa Operacional da Região de Lisboa e Vale do Tejo (PORLVT) Objectivos: Informar, apoiar, encaminhar e acolher a mulher grávida. Ajudar cada

Leia mais

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S

4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S como organizar as finanças da sua empresa 4 F E R R A M E N TA S E S S E N C I A I S AUTHOR NAME ROBSON DIAS Sobre o Autor Robson Dias é Bacharel em Administração de Empresas e Possui MBA em Gestão Estratégica

Leia mais

COLÉGIO AFONSO PENA (www.colegioafonsopena.com.br) Página 1 EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Educar os jovens, é formá-los cidadãos conscientes para o amanhã

COLÉGIO AFONSO PENA (www.colegioafonsopena.com.br) Página 1 EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Educar os jovens, é formá-los cidadãos conscientes para o amanhã COLÉGIO AFONSO PENA (www.colegioafonsopena.com.br) Página 1 EDUCAÇÃO FINANCEIRA Educar os jovens, é formá-los cidadãos conscientes para o amanhã Novidades... O que é Educação Financeira? Dicas aos jovens

Leia mais