Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos"

Transcrição

1 ECONOMIA DE ENERGIA GARANTIDA Solução EF-ENERGY + Solução WEG para Armazenagem de Grãos Destinado a gerar economia de energia na aeração de grãos, a solução de eficiência energética EF-ENERGY regula automaticamente a rotação dos motores do sistema de aeração a níveis adequados às condições do produto armazenado, pode garantir até 90% de economia com energia elétrica e ainda reduzir as perdas na armazenagem. A solução é interligada a uma estação meteorológica, utiliza informações geradas pelo sistema de termometria e foi planejado para atender aos cereais mais importantes no mercado. Com pequenas adequações na infraestrutura física a solução é capaz de gerenciar as condições de armazenagem ideais para cada situação e conseguir economia de energia aplicada de até 90%. Por determinar sempre a condição ideal de funcionamento dos sistemas instalados, a aplicação também inibe as possíveis perdas da armazenagem por conta da não uniformidade da massa de grãos, diminuindo as perdas por excesso de secagem em até 1,5%. Estes benefícios são conseguidos integrando produtos de hardware e software com os novíssimos motores e inversores da WEG. Funcionamento: Atualmente os sistemas utilizados para aeração de grãos armazenados compõem-se de ventiladores centrífugos acionados por motores de indução operando com velocidade fixa. O dimensionamento desses sistemas, via de regra, é efetuado de maneira a atender sempre a pior situação de carga existente, tempo de armazenamento, umidade do produto, entre outras regras. O objetivo da solução é apresentar uma aplicação que tem por objetivo melhorar a eficiência energética desses sistemas, flexibilizando o funcionamento do motor de indução pelo controle de velocidade possibilitado por inversores de freqüência. Este controle é auxiliado por um sistema de termometria, que possibilita o acompanhamento da evolução da armazenagem sem perdas de eficiência e minimizando o consumo de energia elétrica na operação dos ventiladores de aeração. Além do objetivo inicial a aplicação também possibilita a homogeneização da massa de grãos trazendo um melhoramento significativo na qualidade do produto armazenado. O princípio de funcionamento baseia-se na manutenção da taxa de aeração (m³ de ar/min/m³ de ceral) com volumes variados dentro dos silos. Os silos são divididos em níveis de armazenagem e para cada nível teremos uma vazão e pressão equivalente à taxa de aeração desejada, considerando além do nível, também o tipo de produto, a temperatura, a umidade e o objetivo da aeração.

2 Para o dimensionamento do sistema são consideradas as dimensões do silo, a capacidade, o produto a ser armazenado e a taxa de aeração. Para a definição do número de níveis consideram-se os sensores de termometria e possibilidade de fracionamento das vazões de acordo com a curva de trabalho de cada ventilador utilizado. Através da termometria a solução define o nível em que se encontra o cereal e, de acordo com a taxa de aeração, o objetivo e o produto armazenado são definidas a vazão e pressão de ar que o ventilador deverá injetar no silo, isso é conseguido através da variação de rotação dos motores utilizando inversores de frequência, possibilitando a diminuição muito significativa do consumo de energia elétrica e a melhora na qualidade do produto armazenado. Possibilidades de aplicação da solução: 1. Termometria portátil de qualquer fabricante, sem integração com software de termometria: Operação Manual -ENERGY; umidade desejada, temperatura do cereal e nível de produto de produto no silo; ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 2. Termometria Agrorezende - Termocoletor Automático TA-3000: Operação semiautomática -ENERGY + Termocoletor Automático TA rede de campo (cabos ou rádio-modems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; iente faz a termometria manualmente e descarrega os dados no módulo supervisório TA-3000; os dados de termometria, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos

3 motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 3. Termometria Agrorezende Central de Aeração e Termometria CAT-500: Operação automática -ENERGY + Central de Aeração e Termometria CAT rede de campo (cabos ou rádio-modems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; -500 faz a termometria de forma automática e descarrega os dados no módulo supervisório CAT-500; rá uma rotação diferente em função do -500 os dados de termometria, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 4. Termometria portátil existente qualquer fabricante*: Operação semi-automática -ENERGY + rede de campo (cabos ou rádio-modems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; existente; de termometria, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 5. Termometria automática existente qualquer fabricante*: Operação automática -ENERGY + rede de campo (cabos ou rádio-modems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; mometria de forma automática e descarrega os dados no supervisório existente;

4 dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 6. Termometria portátil existente qualquer fabricante*, incluindo Agrorezende, operação por Tablet **: Operação semi-automática software EF-ENERGY embarcado + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; existente; ermometria, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade; tóricos na nuvem para visualização via internet. 7. Termometria automática existente qualquer fabricante*, incluindo Agrorezende, operação por Tablet **: Operação automática software EF-ENERGY embarcado + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; descarrega os dados no supervisório existente; armazenado haverá uma rotação diferente em função do dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade;

5 ização via internet. 8. Controlador de Termometria e Aeração Programável CTA-PRO sem IHM -ENERGY + Controlador CTA-PRO + rede de campo (cabos ou rádio-modems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; -PRO faz a termometria de forma automática e descarrega os dados no módulo supervisório CTA-PRO; are EF -PRO os dados de termometria, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade. 9. Controlador de Termometria e Aeração Programável CTA-PRO com IHM + SSCONTROL WEB NET vel CTA-PRO + IHM com software EF-ENERGY embarcado + rede de campo (cabos ou rádiomodems) + manual de operação com cálculo específico para o silo existente na sua obra; nível; -PRO faz a termometria, calcula o nível de produto, calcula o volume de produto, monitora os dados climáticos, calcula as faixas de aeração e a rotação ideal dos motores e envia a informação para o inversor de frequência que liga e desliga os motores nas rotações adequadas conforme necessidade; FTP; na rede ou na internet. b * Após verificação de compatibidade. ** Necessária infra-estrutura de rede wi-fi. Compatível com tablets avançados com sistema operacional Google Android.

6 Todas as possibilidades de integração apresentadas podem ser integradas ao EF- ENERGY WEB que permite a integração das informações para empresas com diversas unidades de armazenagem. Tipos de motores e inversores utilizados: Para que se possa extrair o máximo de aproveitamento da solução, torna-se necessária a utilização de motores de altíssimo rendimento e inversores WEG, conforme tabela abaixo: Opção Motor Inversor Comunicação 01 WEG W22 Premium CFW700 / CFW11 MODBUS RTU 02 WEG WMagnet CFW11 MODBUS RTU Tabela 1 - Motores e inversores Na existência de qualquer motor ou inversor diferente dos apresentados acima os mesmos deverão ser substituídos por não atenderem as condições mínimas de economia de energia. Características técnicas da solução: temporizada; prioridades; umidade e volume no silo; taxa de aeração em qualquer condição de produto;

7 e consumo nominal, percentual de economia, dados climáticos e resumo de programação; Versionamento e nomenclaturas: 1. EF-ENERGY CLP Controlador CTA-PRO com IHM e software EF-ENERGY embarcado. Dados gravados na IHM e necessário utilização de software SSCONTROL WEB NET para visualização e impressão de relatórios. Fabricado pela Agrorezende. 2. EF-ENERGY DESKTOP Software desktop desenvolvido para plataforma Windows 7. Possibilita integração com todos os sistemas de termometria Agrorezende e outros fabricantes. Banco de dados local, permite programação, visualização e impressão de relatórios. Fabricado pela DroidTech. 3. EF-ENERGY ANDROID Embarcado em tablet sistema operacional Google Android. Possibilita a integração com todos os sistemas de termometria Agrorezende e outros fabricantes. Banco de dados da nuvem, permite programação visualização de dados localmente, e visualização de dados e impressão de relatórios via WEB. Fabricado pela DroidTech. 4. EF-ENERGY WEB Instalado em servidor local ou na nuvem, permite integração de informações para empresas que possuem várias unidades de armazenagem. Pode ser acessado dentro da rede local, intranet ou pela internet. Fabricado pela DroidTech. Benefícios para o cliente: 1. Benefícios na qualidade de grãos: ratura mais baixa por diminuição do aquecimento do ar pelas pás do ventilador;

8 2. Benefícios elétricos: Inexistência de picos de partida;

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soluções para Agronegócio

Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas. Soluções para Agronegócio Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Soluções para Agronegócio Visão Geral Eficiência e produtividade em todas as safras? Conte com a WEG. Para nós, produtividade e eficiência

Leia mais

SOLUÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA AERAÇÃO DE SILOS COM ARMAZENAGEM DE GRÃOS DE MILHO

SOLUÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA AERAÇÃO DE SILOS COM ARMAZENAGEM DE GRÃOS DE MILHO 1 SOLUÇÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PARA AERAÇÃO DE SILOS COM ARMAZENAGEM DE GRÃOS DE MILHO Dr. Luciano Peske Ceron luciano.ceron@pucrs.br Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Faculdade

Leia mais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais

AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL. Sistema Integrado de Teste em Umbilicais BI AUTOMAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO VIRTUAL Sistema Integrado de Teste em Umbilicais Objetivos da Apresentação Demonstrar a Arquitetura de hardware e software da National Instruments utilizada na solução; Discutir

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 441 Monitoramento e/ou Controle de Bombas e Estações de Bombeamento 2 Uma Única Solução para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento

Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Controlador de Bombas modelo ABS PC 242 Monitoramento e Controle de Bombas e Estações de Bombeamento Um Único Dispositivo para Monitoramento e Controle Há várias formas de melhorar a eficiência e a confiabilidade

Leia mais

Eficiência Energética em Filtros de Manga

Eficiência Energética em Filtros de Manga Eficiência Energética em Filtros de Manga Sistema de Exaustão O sistema de exaustão do filtro manga, Seção de Rebarbação da área da Fundição I da WEG Equipamentos Elétricos S.A., possui normalmente 03

Leia mais

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA)

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) 1. Introdução 1.1 Inversor de Frequência A necessidade de aumento de produção e diminuição de custos faz surgir uma grande infinidade de equipamentos desenvolvidos

Leia mais

Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos

Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos Quem é a Zaruc? Empresa que atua desde 2008 no desenvolvimento de projetos tecnológicos inovadores oferecendo soluções

Leia mais

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis As melhores soluções para sua Automação Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis Disponíveis em nosso site www.weg.com.br Softwares WEG Automação Alguns dos softwares

Leia mais

BI 1-7. Sistemas de aceleração (testes de disparo)

BI 1-7. Sistemas de aceleração (testes de disparo) Testes de aceleração de componentes rotativos até seu ponto de explosão Cobertura de proteção a prova de explosão de alto grau de proteção Acionamento através de motor de corrente contínua com frenagem

Leia mais

V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária

V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária V Prêmio Alstom de Tecnologia Metroferroviária Estudo de Caso: Substituição do sistema de controle de vazão de um insuflador de ar em túneis de um sistema de transporte de pessoas sobre trilhos. OBJETIVO:

Leia mais

Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá

Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá Escola de Educação Profissional SENAI Visconde de Mauá Automação Industrial Porto Alegre, Maio de 2014 Revisão: A Prof Vander Campos Conhecer os princípios básicos do inversor de frequência; Saber interpretar

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

Wander Samuel Maass. Edson Basquiroto ORIENTADOR NA EMPRESA. Antônio Carlos Tavares SUPERVISOR NA FURB

Wander Samuel Maass. Edson Basquiroto ORIENTADOR NA EMPRESA. Antônio Carlos Tavares SUPERVISOR NA FURB AUTOMAÇÃO DE UM FORNO PARA TRATAMENTO DE CHAPAS COM CONTROLE VIA CLP E SISTEMA SUPERVISÓRIO RIO Trabalho de Estágio Supervisionado WEG INDÚSTRIAS LTDA. DIVISÃO AUTOMAÇÃO Wander Samuel Maass ACADÊMICO Edson

Leia mais

23/06/2010. Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica. Roberto Lamberts

23/06/2010. Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica. Roberto Lamberts Eficiência Energética: Regulamentação, Classificação e Conformidade Técnica Roberto Lamberts Oficina 09 junho de 2010 1 ETIQUETAGEM DE EDIFICAÇÕES Publicação: junho de 2009. EDIFÍCIOS ETIQUETADOS CETRAGUA

Leia mais

SISTEMA SUPERVISÓRIO DE CONTROLE DE UMA CENTRÍFUGA DE PROCESSAMENTO DE AÇÚCAR UTILIZANDO A BANCADA WEG

SISTEMA SUPERVISÓRIO DE CONTROLE DE UMA CENTRÍFUGA DE PROCESSAMENTO DE AÇÚCAR UTILIZANDO A BANCADA WEG Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Automação e Sistemas Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas Projeto REUNI 2010 SISTEMA SUPERVISÓRIO DE CONTROLE DE UMA CENTRÍFUGA

Leia mais

ABINEE TEC 2007 FLUXO ÓTIMO APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA. Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação

ABINEE TEC 2007 FLUXO ÓTIMO APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA. Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação ABINEE TEC APLICADO A INVERSORES DE FREQÜÊNCIA PARA ECONOMIA DE ENERGIA Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação Minimização de perdas em motores de indução operando em baixas rotações Função

Leia mais

Scanner Compacto SnapScan S1300i

Scanner Compacto SnapScan S1300i Scanner Compacto SnapScan S1300i Especificações Funcionais Velocidade de digitalização melhorada (12 páginas por minuto) Sincronize facilmente com dispositivos ipad/iphone e Android Conecte-se facilmente

Leia mais

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados

Solução Completa em Automação. FieldLogger. Registro e Aquisição de Dados Solução Completa em Automação FieldLogger Registro e Aquisição de Dados Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE FELIPE GUILHERME STEIN APLICAÇÃO INDUSTRIAL DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA ESTUDO DE

Leia mais

X-004 - SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE BAIXO CUSTO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO

X-004 - SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE BAIXO CUSTO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO -004 - SISTEMA DE AUTOMAÇÃO DE BAIO CUSTO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO Celso J. Munaro Engenheiro Eletricista pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestre e Doutor em Automação

Leia mais

Eficiência Energética Chocolates Garoto

Eficiência Energética Chocolates Garoto Eficiência Energética Chocolates Garoto 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Chocolates Garoto Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vila Velha / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul

Leia mais

Equipamentos Elétricos e Eletrônicos de Potência Ltda.

Equipamentos Elétricos e Eletrônicos de Potência Ltda. Equipamentos Elétricos e Eletrônicos de Potência Ltda. Confiança e economia na qualidade da energia. Recomendações para a aplicação de capacitores em sistemas de potência Antes de iniciar a instalação,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

PLANO DE ENSINO. PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PPGEEA Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Edificações e Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE ARQUITETURA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA PLANO DE ENSINO

Leia mais

elevador de cremalheira metax.com.br

elevador de cremalheira metax.com.br elevador de cremalheira metax.com.br elevador de cremalheira Equipamento moderno e de alta tecnologia; Grande versatilidade para a elevação de pessoas e cargas em alturas mais elevadas; Segurança e economia

Leia mais

GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB

GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB FIELDNET GERENCIAMENTO DE IRRIGAÇÃO VIA WEB NOV O! BASEADO NA WEB APLICATIVOS DE CELULAR COMANDO DE BOMBA FIELDNET PRO LND_0019_14_catalogo_fieldnet_215,9x279,4mm.indd 1 Se for remotamente possível, o

Leia mais

Soluções em Eficiência Energética

Soluções em Eficiência Energética Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas Soluções em Eficiência Enerética O futuro depende de atitudes conscientes e sustentáveis, pois o mundo cresce em ritmo acelerado, modernizando

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Guia KIP Green Eco A cor da KIP É VERDE A KIP tem um compromisso com o desenvolvimento de projetos de produtos que promovam a saúde e a sustentabilidade ambiental. A nossa meta é melhorar e aprimorar de

Leia mais

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP

Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Nova Linha de Equipamentos Trifásicos Classic-DSP Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento - CP Eletrônica S.A. Rua da Várzea 379 CEP: 91040-600 Porto Alegre RS Brasil Fone: (51)2131-2407 Fax: (51)2131-2469

Leia mais

Aeração de Grãos Armazenados 1. SILVA, Luís César (enviar e-mail: www.agais.com)

Aeração de Grãos Armazenados 1. SILVA, Luís César (enviar e-mail: www.agais.com) Aeração de Grãos Armazenados 1 SILVA, Luís César (enviar e-mail: www.agais.com) 1. Introdução Em unidades armazenadoras de grãos, o ar é empregado em diversas atividades que envolvem troca de calor e,

Leia mais

SCADA Software - Superview BROCHURE

SCADA Software - Superview BROCHURE SCADA Software - Superview BROCHURE JUNHO 2013 Solução Completa em Automação SCADA SuperView Registro e Aquisição de Dados Flexibilidade Interface amigável Vantagem competitiva Requisitos ANVISA e FDA

Leia mais

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir.

A metodologia proposta pela WEG para realizar este tipo de ação será apresentada a seguir. Eficiência Energética Buaiz Alimentos 1 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA Nome fantasia: Buaiz Alimentos Ramo de atividade: Alimentício Localização: Vitória / ES Estrutura tarifária: Horo-sazonal Azul A4 Demanda

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento

Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia Elétrica em Sistemas de Bombeamento VI SEREA Seminário Iberoamericano sobre Sistemas de Abastecimento Urbano de Água EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO Utilização de Inversores de Freqüência para Diminuição de Consumo de Energia

Leia mais

Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância

Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância Monitoramento de Transformadores de Potência Gerenciamento de Dados para o Monitoramento e Avaliação da Condição Operativa de Transformadores Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância

Leia mais

A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia. 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética

A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia. 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética A Solução Global com Máquinas Elétricas e Automação para Indústria e Sistemas de Energia 05 de março Dia Mundial de Eficiência Energética Motores Tintas Unidades de Negócio Automação Energia Transmissão

Leia mais

Consultoria e Tecnologia em Automação

Consultoria e Tecnologia em Automação ARTH ENGENHARIA - Consultoria em Engenharia, Controle e Tecnologia de Automação. Empresa Com a filosofia de associar inovação e experiência em seus projetos, a ARTH engenharia sempre contou com uma equipe

Leia mais

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014.

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. Controle e operação de motor trifásico através de sistema supervisório Matheus Henrique Silva matheus_silva_henrique@hotmail.com Carlos Fernando Oliveira Cabeça Neves carlos.neves@sc.senai.br Renato Ferreira

Leia mais

Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente

Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente Eficiência Energética na Indústria Indústria +Eficiente Rogerio Iannaccaro Gerente Joinville, 19 de Outubro de 2014 0 1 VISÃO GERAL DA TUPY Líder no mercado de blocos e cabeçotes de motor em ferro fundido

Leia mais

Automação Industrial. www.lutectecnologia.com.br

Automação Industrial. www.lutectecnologia.com.br Automação Industrial LINHA GERAL DE PRODUTOS E SERVIÇOS www.lutectecnologia.com.br A EMPRESA A Lutec Tecnologia é uma empresa de Automação Industrial, focada na flexibilidade e compromisso com o cliente.

Leia mais

Controle de Múltiplos Pivôs Centrais com um único Conjunto Motor-Bomba

Controle de Múltiplos Pivôs Centrais com um único Conjunto Motor-Bomba Controle de Múltiplos Pivôs Centrais com um único Conjunto Motor-Bomba Thiago de Lima MUNIZ, Bernardo Pinheiro de ALVARENGA, José Wilson de Lima NERYS, Antônio Marcos de Melo MEDEIROS Escola de Engenharia

Leia mais

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica

Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Catálogo de Produtos - Gestão Gráfica Flexibilidade, confiabilidade e segurança na detecção de incêndios. Sistemas Endereçáveis Analógicos Módulos e Cartões de Comunicação Dispositivo de Análise de Laço

Leia mais

Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais

Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais L I N H A D E P R O D U T O S PA R A Monitoramento, Controle, Registro e Supervisão de Processos Industriais Índice Apresentação 03 Características Individuais Controlador de Processos C702 Aquisitor de

Leia mais

Sistemas de controle para processos de bateladas

Sistemas de controle para processos de bateladas Sistemas de controle para processos de bateladas Por Alan Liberalesso* Há algum tempo os processos de batelada deixaram de ser um mistério nas indústrias e no ambiente de automação. O cenário atual nos

Leia mais

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP

NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP NO-BREAK ON LINE SENOIDAL COM CONTROLE DIGITAL POR DSP ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Modelos: MPS 10.000 DC TT, MPS15.000 DC Tti e MPS20.000DC Potência: 10 KVA, 15 KVA e 20 KVA respectivamente. 1. Características

Leia mais

Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs)

Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs) 54 Capítulo II Oportunidades de eficiência energética em motores e em acionadores de velocidade ajustável (AVAs) Por Antonio Sergio Alves de Lima* Na edição anterior foram abordadas as perspectivas de

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

elevador de cremalheira

elevador de cremalheira elevador de cremalheira Equipamento moderno e de alta tecnologia; Grande versatilidade para a elevação de pessoas e cargas em alturas mais elevadas; Segurança e economia de tempo no deslocamento de pessoas

Leia mais

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

SSW05 Plus Micro Soft-Starter. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas SSW05 Plus Micro Soft-Starter Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net SSW05 Plus - Micro Soft-Starters Soft-starters são chaves de partida estática, projetadas para a aceleração,

Leia mais

APLICAÇÃO DA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DE SIMULAÇÃO MOTOR SYSTEMS TOOL EM PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

APLICAÇÃO DA FERRAMENTA COMPUTACIONAL DE SIMULAÇÃO MOTOR SYSTEMS TOOL EM PROJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETROTÉCNICA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DJALMA LÚCIO MIRANDA DOS SANTOS MAURO HENRIQUE BRITO DE QUEIROZ APLICAÇÃO

Leia mais

Condicionadores para Alto Calor Sensível

Condicionadores para Alto Calor Sensível Em Revisão Condicionadores para Alto Calor Sensível Quadro de Monitoramento e Back-up. Controle de capacidade por Inversor de Freqüência Funcionamento contínuo 24h/Dia em 365 Dias/Ano Onde eficiência energética

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA. Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores.

PROJETO DE PESQUISA. Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores. PROJETO DE PESQUISA 1. Título do projeto Automação residencial utilizando dispositivos móveis e microcontroladores. 2. Questão ou problema identificado Controlar remotamente luminárias, tomadas e acesso

Leia mais

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO 01 DEZEMBRO 2005 SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO SCAI Automação Ltda. INSTRUMENTAÇÃO NÍVEL PRESSÃO VAZÃO GRANDEZAS

Leia mais

Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP

Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP Nota de Aplicação Como utilizar o controlador HX como conversor CODI ABNT para MODBUS RTU ou TCP / IP É utilizar os controladores HX600 / 900 / 901 como conversor CODI ABNT para MODBUS. Schneider Electric

Leia mais

Entenda as principais tecnologias necessárias para desenvolver sistemas de aquisição de dados embarcado em veículos

Entenda as principais tecnologias necessárias para desenvolver sistemas de aquisição de dados embarcado em veículos Entenda as principais tecnologias necessárias para desenvolver sistemas de aquisição de dados embarcado em veículos Luciano Borges Engenheiro de Vendas National Instruments Principais tecnologias Para

Leia mais

Inversores de Freqüência na Refrigeração Industrial

Inversores de Freqüência na Refrigeração Industrial ersores de Freqüência na Refrigeração Industrial Os inversores de freqüência possuem um vasto campo de aplicações dentro da área de refrigeração industrial. São utilizados nas bombas de pressurização,

Leia mais

SSW-05 Micro Soft-starter

SSW-05 Micro Soft-starter Motores Automação Energia Tintas Micro Soft-starter g Compacto g Digital - DSP g Fácil operação g Elevado rendimento g By-pass incorporado REPLACE ME BY A PICTURE! Soft-Starters são chaves de partida estática,

Leia mais

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia.

Unidades de negócios. Eficiência Energética no Segmento Plástico. Sidnei Amano. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Unidades de negócios Eficiência Energética no Segmento Plástico Sidnei Amano Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição

Leia mais

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas

Unidades de negócios. Transmissão & Distribuição. Motores Automação Energia. Tintas FIESC Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Fábricas e Filiais Do primeiro prédio ao parque instalado total Brasil Argentina Chile Colômbia Venezuela Peru México

Leia mais

CONTROLADOR CONDAR MP3000.

CONTROLADOR CONDAR MP3000. CONTROLADOR CONDAR MP3000. O equipamento CONDAR MP3000 é um Controlador Eletrônico Microprocessado desenvolvido especificamente para automação de até três Condicionadores de Ar instalados em um mesmo ambiente

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. W22 IR4 Super Premium Motor de Indução Trifásico Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motor de Indução Trifásico -- 2 A WEG em constante inovação amplia sua linha de motores de alta eficiência W22 IR4 SUPER Premium Nas últimas

Leia mais

Gas-Lift - Vantagens

Gas-Lift - Vantagens Gas-Lift - Vantagens Método relativamente simples para operar O equipamento necessário é relativamente barato e é flexível Podem ser produzidos baixos ou altos volumes É efetivo sob condições adversas

Leia mais

MANEJO TECNOLÓGICO E OPERACIONAL DE SECAGEM DE GRÃOS

MANEJO TECNOLÓGICO E OPERACIONAL DE SECAGEM DE GRÃOS LACERDA CONSULTORIA LTDA MANEJO TECNOLÓGICO E OPERACIONAL DE SECAGEM DE GRÃOS ADILIO FLAUZINO DE LACERDA FILHO, DSc Consultor em pós-colheita de grãos secagem, aeração, esfriamento artificial de grãos

Leia mais

ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO

ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO Este case apresenta a aplicação do E3 para monitorar e executar comandos junto aos mais diferentes setores,

Leia mais

CPAS Climatizador Self Contained de Precisão

CPAS Climatizador Self Contained de Precisão CPAS Climatizador Self Contained de Precisão O Climatizador Self Contained de Precisão é uma unidade evaporadora que incorpora compressor, evaporador, ventilador e instrumentação de proteção e controle.

Leia mais

Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008

Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008 Boletim Técnico R&D 03/08 CARACTERÍSTICAS DO DRIVER MPC6006L 14 de março de 2008 O objetivo deste boletim é mostrar as características do driver MPC6006L. Tópicos abordados neste boletim: APRESENTAÇÃO

Leia mais

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução

Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM. Introdução Motores de tração em corrente alternada: Estudo do desempenho na CPTM Introdução Os motores de tração são os equipamentos responsáveis pela propulsão dos trens. Sua falha implica na diminuição do desempenho

Leia mais

Motores Automação Energia T&D Tintas

Motores Automação Energia T&D Tintas Motores Automação Energia T&D Tintas Motores Automação Energia T&D Tintas Werner Eggon Geraldo 1 22/06/2015 Unidades de negócios Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Eficiência Energética

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net Tecnologia para minimizar o consumo das indústrias. Sustentabilidade para maximizar a qualidade de vida das pessoas. O sol é uma

Leia mais

METODOLOGIA PARA LEVANTAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE UMA INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO DE ÁGUA

METODOLOGIA PARA LEVANTAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE UMA INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO DE ÁGUA METODOLOGIA PARA LEVANTAMENTO DA EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE UMA INSTALAÇÃO DE BOMBEAMENTO DE ÁGUA Doriana Marinho Novaes Oliveira 1 ; Bruno Henrique Barbosa 2 ; Carlos Barreira Martinez 3 Manuel Losada y

Leia mais

Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP

Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP Programa de Eficiência Energética Serviço de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Município de Araras SP Evandro Romanini, Norberto Duarte e Lucas Rafacho Resumo A Elektro dentro do Programa de Eficiência Energética,

Leia mais

Manual de Parametrização pela IHM

Manual de Parametrização pela IHM Manual de Parametrização pela IHM Liberando acesso para modo de parametrização Pressione o botão para aparecer à seguinte tela: A senha de fábrica é: 0000 Caso tenha alterado a senha, coloque a senha atual.

Leia mais

DC Modular Otimizado para consumo mínimo de água

DC Modular Otimizado para consumo mínimo de água DC Modular Otimizado para consumo mínimo de água A água aquecida que retorna do processo ingressa no DryCooler e ao sair é recolhida em um reservatório, sendo bombeada de volta ao processo já na temperatura

Leia mais

Proposta de Arquitetura para Controlar Climatização e Supervisionar Salas de Equipamentos de Telecomunicações

Proposta de Arquitetura para Controlar Climatização e Supervisionar Salas de Equipamentos de Telecomunicações Proposta de Arquitetura para Controlar Climatização e Supervisionar Salas de Equipamentos de Telecomunicações Eduardo Hidenori Enari eduardoenari@gmail.com Unitau Daniela Revez dos Santos Facchini danirvstfc@gmail.com

Leia mais

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega.

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega. A Way Data Solution se especializou em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para criar um sistema inovador de logística e monitoramento de temperatura/ umidade, através do qual empresas poderão

Leia mais

Quadro de Comando 24V SMD CAN ISO 9001. 32 bits. A modernização necessária para seu elevador! 240m/min. Até 48. Componentes. Alimentação.

Quadro de Comando 24V SMD CAN ISO 9001. 32 bits. A modernização necessária para seu elevador! 240m/min. Até 48. Componentes. Alimentação. Quadro de Comando Componentes SMD Processador 32 bits Alimentação 24V Até 48 Comunicação CAN pavimentos Velocidade até Apenas conexões* 240m/min 27 Empresa com Duplex, Triplex e Quadriplex ISO 9001 A modernização

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DEE CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA LABORATÓRIO 9: Acionamento de Motores Assíncronos Trifásicos e Monofásicos Objetivo: Verificar alguns tipos de acionamento de motores elétricos de indução trifásicos e monofásicos. Teoria: Os motores elétricos,

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS CURVAS DE POTÊNCIA DE UM VENTILADOR DE FLUXO AXIAL

CARACTERIZAÇÃO DAS CURVAS DE POTÊNCIA DE UM VENTILADOR DE FLUXO AXIAL XIX Congresso Nacional de Estudantes de Engenharia Mecânica - 13 a 17/08/2012 São Carlos-SP Artigo CREEM2012 CARACTERIZAÇÃO DAS CURVAS DE POTÊNCIA DE UM VENTILADOR DE FLUXO AXIAL Rangel S. Maia¹, Renato

Leia mais

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS

SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS SISTEMA DE MONITORAMENTO DE CONDIÇÕES CLIMÁTICAS SUMÁRIO 1 Introdução...5 2 Sistema de monitoramento climático Ressonare...7 2.1 A rede de monitoramento...8 2.2 A coleta, o armazenamento e o acesso aos

Leia mais

Décima segunda aula de teoria de ME5330. Maio de 2011

Décima segunda aula de teoria de ME5330. Maio de 2011 Décima segunda aula de teoria de ME5330 Maio de 011 Vamos iniciar o estudo do inversor de frequência. Conceito dispositivo eletrônico que transforma energia elétrica CA fixa ( tensão e frequência ) em

Leia mais

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br

Estalo Desenvolvimento e Tecnologia Rua Ismael Carlos Correia, 107 CEP 89221-520 - Joinville - SC estalo@estalo.com.br Estalo Thermal Design Conteúdo Apresentação...4 1.1 O QUE É O ESTALO THERMAL DESIGN?...4 1.2 ONDE ELE SE APLICA?...4 1.3 COMO SE REALIZA A ENTRADA DE DADOS?...4 Ajuda para utilização do programa...5 2.1

Leia mais

FieldLogger. Apresentação

FieldLogger. Apresentação Solução Completa Ethernet & USB Até 16GB de memória Conversor A/D 24 bits Até 1000 amostras por segundo Apresentação FieldLogger O FieldLogger é um módulo de leitura e registro de variáveis analógicas,

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Motores Aplicações Comerciais e Residenciais Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Motores Aplicações Comerciais e Residenciais -- Aplicações Comerciais e Residenciais Eficiência e confiabilidade para a indústria Fundada em

Leia mais

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle

CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO. GL-T540 Painel de Controle CONTROLADOR ELETRÔNICO DE AR CONDICIONADO GL-T540 Painel de Controle MANUAL PARA OPERADOR Maio 2005 Rev. BI Versão Software: 1.1 SUMMARIO 1) INTRODUÇÃO... 03 1.1) Introdução... 03 1.2) Painel de Controle...

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para controlar as diferentes etapas e equipamentos envolvidos no processo

Leia mais

INVERSOR DE FREQUÊNCIA E A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE BOMBEAMENTO

INVERSOR DE FREQUÊNCIA E A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE BOMBEAMENTO INVERSOR DE FREQUÊNCIA E A SUA CONTRIBUIÇÃO PARA A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS DE BOMBEAMENTO Eduardo da Costa Sousa, Victor de Paula e Silva educosta.sousa@gmail.com, vpaulasilva@gmail.com: Universidade

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DRP 007/2011 ANEXO A DESCRIÇÃO TÉCNICA DAS AÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DO SISTEMA SAAE S U M Á R I O

TERMO DE REFERÊNCIA DRP 007/2011 ANEXO A DESCRIÇÃO TÉCNICA DAS AÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DO SISTEMA SAAE S U M Á R I O TERMO DE REFERÊNCIA DRP 007/2011 ANEXO A DESCRIÇÃO TÉCNICA DAS AÇÕES E EQUIPAMENTOS PARA EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DO SISTEMA SAAE S U M Á R I O 01. POSTO DE CAPTAÇÃO DE ÁGUA, EM BALSA, NO RIO MACHADO...

Leia mais

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL

GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Unidades de negócios GESTÃO DE ATIVOS COM APLICAÇÃO DE POJETO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA CARGILL Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Unidades de negócios Motores Automação Energia

Leia mais

Sistema de Detecção de Raios

Sistema de Detecção de Raios Tela do Sistema Apresentação Fig A O "Sistema de Detecção de Raios é um sistema de computador desenvolvido em conjunto com um sensor que mede o campo elétrico das descargas atmosféricas e tem a finalidade

Leia mais

SECAGEM DE GRÃOS. Disciplina: Armazenamento de Grãos

SECAGEM DE GRÃOS. Disciplina: Armazenamento de Grãos SECAGEM DE GRÃOS Disciplina: Armazenamento de Grãos 1. Introdução - grãos colhidos com teores elevados de umidade, para diminuir perdas:. permanecem menos tempo na lavoura;. ficam menos sujeitos ao ataque

Leia mais

Eng. Pedro Havranek Nascimento Coordenador HVAC-R WEG Automação. Inversores HVAC - WEG

Eng. Pedro Havranek Nascimento Coordenador HVAC-R WEG Automação. Inversores HVAC - WEG Eng. Pedro Havranek Nascimento Coordenador HVAC-R WEG Automação Inversores HVAC - WEG Referências A líder de drives no Brasil conquista o mercado de HVAC. Maracanã Aeroporto de Manaus UO Bacia de Santos

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11

Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11 Motores Energia Automação Tintas Sistema Multibombas Controle Móvel CFW-11 Manual de Aplicação Idioma: Português Documento: 10000122732 / 01 Manual de Aplicação para Sistema Multibombas Controle Móvel

Leia mais

Version 1.0 09/04/2013. Manual do Utilizador. Câmara Cloud Dia/Noite Sem Fios PTZ DCS-5020L

Version 1.0 09/04/2013. Manual do Utilizador. Câmara Cloud Dia/Noite Sem Fios PTZ DCS-5020L Version 1.0 09/04/2013 Manual do Utilizador Câmara Cloud Dia/Noite Sem Fios PTZ CONTEÚDOS DA EMBALAGEM CD DE INSTALAÇÃO INCLUI ASSISTENTE DE CONFIGURAÇÃO e MANUAIS TÉCNICOS Câmara Cloud Dia/Noite Sem Fios

Leia mais

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS

MONITORAMENTO WIRELESS EM TEMPERATURA, UMIDADE, PRESSÃO & GPS 1 AR AUTOMAÇÃO EMPRESA & SOLUÇÕES A AR Automação é uma empresa especializada no desenvolvimento de sistemas wireless (sem fios) que atualmente, negocia comercialmente seus produtos e sistemas para diferentes

Leia mais

Automação Interfaces Homem-Máquina. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

Automação Interfaces Homem-Máquina. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Automação Motores Automação Eneria Transmissão & Distribuição Tintas www.we.net Linha HMI - Multidrive As interfaces modelos HMI foram desenvolvidas para facilitar a interface do usuário aos inversores

Leia mais

Unidades externas compactas e modulares As unidades externas do SMMS possuem conceito modular, no qual unidades com diferentes capacidades têm as mesmas dimensões. Vazão precisa de refrigerante CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina

Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 Soluções para Aumentar Eficiência e Produtividade da Usina Resumo da apresentação, caso precise de mais informações relativo ao tema favor me contatar. Dep. DT -

Leia mais