PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO"

Transcrição

1 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO ANEXO II FORMULÁRIO A 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / 05.META 06.ETAPA 07.DESCRIÇÃO OU FASE 09.UNID. 08.FÍSICO 10.NO PERÍODO 11.ATÉ O PERÍODO PROG. EXEC. PROG. EXEC. 13.META 14.ETAPA OU FASE TOTAL REALIZADO NO PERÍODO 12.FINANCEIRO (R$ 1,00) 21.REALIZADO ATÉ O PERÍODO 16.VALOR UNIT 17.CONCEDENTE 18.CONVENENTE 19.OUTROS 20.TOTAL 22.CONCEDENTE 23.CONVENENTE 24.OUTROS 25.TOTAL 26.TOTAL GERAL CONVENENTE 28.RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO RESERVADO A CONCEDENTE 29.PARECER TÉCNICO 31.APROVAÇÃO DO ORDENADOR DE DESPESA LOCAL E DATA 30.PARECER FINANCEIRO ASSINATURA

2 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE EXECUÇÃO DA RECEITA E DESPESA ANEXO II FORMULÁRIO B 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / 05.RECEITA 07.DESPESA VALORES RECEBIDOS, INCLUSIVE OS RENDIMENTOS (DISCRIMINAR) DESPESA REALIZADA (CONFORME RELAÇÃO DE PAGAMENTOS) SALDO (RECOLHIDO/A RECOLHER) 06.TOTAL 0 08.TOTAL - 09.CONVENENTE 10.RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO

3 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE PAGAMENTOS ANEXO II FORMULÁRIO c 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / 05.ITEM 06.CREDOR 07.CNPJ/CPF 08.CH/OB 09.DATA 10.TIT. 11.DATA 12.RECURSOS - VALOR CRÉDITO CONCEDENTE CONVENENTE OUTROS 13.TOTAL 14.CONVENENTE ASSINATURA 15.RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO ASSINATURA

4 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE ATENDIMENTO ANEXO II FORMULÁRIO D 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / 05.PROGRAMAÇÃO/AÇÃO 06.TIPO DE ATENDIMENTO 07.MÊS/ANO 08.FOLHA / 09.Nº DE ORDEM 10.NOME DO BENEFICIÁRIO 11.NÚMERO DE REGISTRO 13.INGRESSO 12.DATA DESLIGAMENTO VALOR EM R$ 1,00 14.VALOR UNITÁRIO 15.TOTAL DA FOLHA 16.TOTAL GERAL 17.DECLARO, SOB AS PENAS DA LEI, A INTEIRA RESPONSABILIDADE PELAS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE RELATÓRIO. LOCAL E DATA: 18.CONVENENTE 19.RESPONSÁVEL PELA CONVENENTE Refere-se ao registro dos atendimentos realizados pelo executor e será apresentado mensalmente ao concedente para efeito de liberação de recursos.

5 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS CONCILIAÇÃO BANCÁRIA ANEXO II FORMULÁRIO E 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / NÚMERO DA CONTA: PARCELA Nº: ORDENADOR DESPESA DESCRIÇÃO 05 - SALDO BANCÁRIO CONFORME EXTRATO EM / / 06 - CHEQUES NÃO COMPENSADOS PELO BANCO 07 - OUTROS DÉBITOS NÃO LANÇADOS PELO BANCO VALOR 08 - SALDO BANCÁRIO CONCILIADO ("07" = "04"-"05"-"06") - DESCRIÇÃO 09- SALDO DA CONTABILIDADE DA ENTIDADE EM: / / 10- CRÉDITOS NÃO CONTABILIZADOS 11 - DÉBITOS NÃO CONTABILIZADOS VALOR 12- SALDO CONTÁBIL CONCILIADO ("11" = "08"+"09"-"10") CHEQUES NÃO COMPENSADOS PELO BANCO 16 - OUTROS DÉBITOS NÃO LANÇADOS PELO BANCO Nº CHEQUE DATA EMISSÃO VALOR Nº DO AVISO DATA DO AVISO VALOR TOTAL: TOTAL: 17 - CRÉDITOS NÃO CONTABILIZADOS 18- DÉBITOS NÃO CONTABILIZADOS Nº AVISO DATA AVISO VALOR Nº AVISO DATA AVISO VALOR TOTAL: TOTAL: LOCAL E DATA RESPONSÁVEL PELA CONTABILIDADE CRC Nº CPF Nº ORDENADOR DE DESPESAS CONVENENTE RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO NOTA: Anexar o(s) extrato(s) bancário(s) do período abrangido pela Prestação de Contas. Havendo aplicação financeira, deverão ser apresentados o extrato e a conciliação bancária correspondentes

6 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELAÇÃO DE BENS ANEXO II FORMULÁRIO F 01. NOME DA CONVENENTE 02. CONVÊNIO Nº 03. TÍTULO DO PROJETO 04. PERÍODO DE / / A / / 05.Doc. N.º 06.Data 07.Especificação 08.Qtde 09.Valor Unitário 10.Total 11.T O T A L G E R A L 12.CONVENENTE 13.RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO

7 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS TERMO DE ACEITE ANEXO II FORMULÁRIO G TERMO DE ACEITAÇÃO DEFINITIVA DO OBJETO SECRETARIA / ORGÃO (concedente): ENTIDADE CONVENENTE: Tendo em vista o que determina a cláusula nº... do convênio nº.../20..., celebrado entre o Município de Cachoeirinha e... (citar o nome da entidade convenente) é declarado aceito em caráter definitivo a (o) obra/serviço executado, referente a , (discriminar o objeto de forma detalhada) estando tudo dentro das especificações exigidas e de acordo com o Plano de Trabalho, previamente aprovado pela (o) Secretaria/Orgão ,... de...de... Assinatura (Nome do responsável pela entidade convenente) Assinatura (Nome do responsável pela Secretaria/Órgão (concedente))

8 ANEXO II FORMULÁRIO A DETALHAMENTO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA Instruções para o Preenchimento do Relatório de Execução Físico-Financeira CAMPO 01 - NOME DA CONVENENTE (PROPONENTE) Informar o nome ou a razão social da CONVENENTE (PROPONENTE), de acordo com a denominação constante no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) NUMERO DO CONVÊNIO Informar o número do Convênio 03 - TÍTULO DO PROJETO Informar o título do projeto financiado pelo MUNICÍPIO PERÍODO Indicar o período (datas) a que se refere o Relatório de Execução Físico-Financeira DADOS DA EXECUÇÃO CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO FISICO Refere-se ao indicador físico da qualificação e quantificação do produto de cada meta, etapa ou fase META Indicar o número de ordem da meta executada no período (1, 2, 3, etc) ETAPA/FASE Indicar o número de ordem da etapa ou fase executada no período DESCRIÇÃO Mencionar o título da meta, etapa ou fase, conforme especificado no Plano de Trabalho FÍSICO: Refere-se ao indicador físico da qualificação e quantificação do produto de cada meta, etapa ou fase UNIDADE: Registrar a unidade de medida que melhor caracterize o produto de cada meta, etapa ou fase NO PERÍODO QTDE. PROG: Registrar a quantidade programada para o período. QTDE. EXEC.: Registrar a quantidade executada no período ATÉ O PERÍODO QTDE. PROG: Registrar a quantidade programada acumulada até o período. QTDE. EXEC.: Registrar a quantidade executada acumulada até o período CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO FINANCEIRA Refere-se à aplicação dos recursos financeiros (concedente + executor) realizada na execução do projeto 13 - META Indicar o número de ordem da meta executada no período (1, 2, 3, etc) ETAPA/FASE Indicar o número de ordem da etapa ou fase executada no período REALIZADO NO PERÍODO 16. VALOR UNITÁRIO : Registrar o valor unitário de cada meta/etapa ou fase 17 - CONCEDENTE: Indicar o valor dos recursos financeiros aplicados pela unidade concedente, no período a que se refere o relatório. 18- CONVENENTE: Indicar o valor dos recursos financeiros aplicados pela unidade executora, no período a que se refere o relatório. 19. OUTROS: Indicar o valor dos recursos financeiros aplicados por outrass unidades. TOTAL:Registrar o somatório dos valores atribuídos às colunas concedente, convenente e outros realizado no período REALIZADO ATÉ O PERÍODO CONCEDENTE: Indicar o valor acumulado dos recursos financeiros aplicados pela unidade concedente até o período a que se refere o relatório. CONVENENTE: Indicar o valor acumulado dos recursos financeiros aplicados pela unidade executora até o período a que se refere o relatório. OUTROS: Indicar o valor acumulado dos recursos financeiros aplicados por outras unidades até o período que se refere o relatório. TOTAL: Registrar o somatório dos valores atribuídos às colunas concedente e executor até o período. TOTAL GERAL: Registrar o somatório das parcelas referentes aos recursos financeiros aplicados pela concedente e executora, no período e até o período.

9

10 AUTENTICAÇÃO 27- CONVENENTE Constar o nome e assinatura do dirigente da CONVENENTE (PROPONENTE). 28- RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO: Constar o nome e assinatura do responsável pela execução do projeto. RESERVADO A CONCEDENTE 29- PARECER TÉCNICO: Consignar a conclusão da análise técnica do concedente, quanto à execução física e ao atingimento dos objetivos do projeto PARECER FINANCEIRO: Consignar a conclusão da análise sobre a aplicação dos recursos APROVAÇÃO DO ORDENADOR DE DESPESAS: Campo reservado à aprovação, pelo Ordenador de Despesas da Unidade Concedente, devendo constar data e assinatura da autoridade competente. Este formulário será preenchido pela Unidade Executora de acordo com o dados contidos no Plano de Trabalho.

11 ANEXO II Formulário - B EXECUÇÃO DA RECEITA E DESPESA / PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PRESTAÇÃO DE CONTAS EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA CAMPO 01 - NOME DA CONVENENTE (PROPONENTE) TÍTUTO DO PROJETO Informar o título do projeto a ser financiado pelo MUNICÍPIO EXERCÍCIO Informar o ano de elaboração do projeto. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 05 - RECEITA DADOS DO PROJETO Registrar os valores recebidos para aplicação no projeto, inclusive os rendimentos de aplicações financeiras, fazendo a discriminação por órgão TOTAL Registrar o somatório dos valores recebidos DESPESA Registrar o valor das despesas realizadas, conforme o campo "total" constante da relação de pagamentos e o saldo recolhido ou a recolher, apurado pela diferença entre a receita e a despesa TOTAL Registrar a soma das despesas realizadas com o saldo CONVENENTE 10 - Informar o nome ou a razão social da CONVENENTE (PROPONENTE), de acordo com a denominação constante no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Nº do Convênio Registrar o número do convênio. AUTENTICAÇÃO Constar o nome e assinatura do dirigente da CONVENENTE (PROPONENTE). RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO: Constar o nome e assinatura do responsável pela execução do projeto.

12 ANEXO II Formulário - C RELATÓRIODE PAGAMENTOS / PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELAÇÃO DE PAGAMENTOS CAMPO 01 - NOME DA CONVENENTE (PROPONENTE) TÍTULO DO PROJETO Informar o título do projeto a ser financiado pelo MUNICÍPIO EXERCÍCIO 05 - ITEM Informar o nome ou a razão social da CONVENENTE (PROPONENTE), de acordo com a denominação constante no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Nº DO CONVÊNIO Registrar o número do convênio. Informar o ano de elaboração do projeto. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO Enumerar cada um dos pagamentos efetuados CREDOR DADOS DO PROJETO Registrar o nome do credor constante do título de crédito (como, por exemplo, o nome do fornecedor que consta da Nota Fiscal, da Fatura ou do Recibo) CNPJ/CPF Indicar o número de inscrição da unidade concedente no Cadastro Nacional de Contribuintes CHEQUE OU ORDEM BANCÁRIA (CH/OB) 09 - DATA Indicar o número do cheque ou da ordem bancária (preceder cada um do código CH ou OB, conforme o caso). Apor a data da emissão do cheque ou da ordem bancária TÍTULO DE CRÉDITO (TIT. CRÉDITO) 11- DATA 12 - Indicar as letras iniciais do título de crédito (NF Nota Fiscal, FAT Fatura, REC Recibo, etc.) seguido do respectivo número. Indicar a data de emissão da Nota Fiscal, da Fatura ou do Recibo, conforme o caso. CONCEDENTE CONVEDENTE OUTROS 13 - TOTAL Indicar a soma dos valores constantes dos títulos de crédito relacionados CONVENENTE 15 - RECURSO / VALOR - Indicar o valor de acordo com a fonte de receita, conforme origem a seguir ( inclusive para recursos resultantes de aplicações no mercado financeiro): AUTENTICAÇÃO Constar o nome e assinatura do dirigente da CONVENENTE (PROPONENTE). RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO: Constar o nome e assinatura do responsável pela execução do projeto. A Relação de Pagamentos é o registro do pagamento de despesas efetuadas na execução do projeto, à conta dos recursos da convenenete, do concedente ou de outros. Deve ser preenchido o formulário listando as despesas com recursos do concedente, do convenente e de outros que vierem a contribuir para a execução do convênio.

13 ANEXO II Formulário - D RELATÓRIO DE ATENDIMENTO / PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO DE ATENDIMENTO CAMPO 01 - NOME DA CONVENENTE (PROPONENTE) 02 - Informar o nome ou a razão social da CONVENENTE (PROPONENTE), de acordo com a denominação constante no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Nº DO CONVÊNIO: Informar o número do convênio TÍTUTO DO PROJETO Informar o título do projeto a ser financiado pelo MUNICÍPIO EXERCÍCIO Informar o ano de elaboração do projeto PROGRAMA/AÇÃO Preencher com o nome do programa/ação objeto do convênio TIPO DE ATENDIMENTO Indicar o tipo de atendimento prestado aos beneficiários relacionados no documento MÊS/ANO 08 - FOLHA Fazer constar o mês e o ano a que se refere o relatório Nº DE ORDEM Fazer constar o nº de ordem seqüencial dos beneficiários relacionados. 10- NOME DO BENEFICIÁRIO Fazer constar o nome das pessoas atendidas Nº DO REGISTRO 12 - DATA Fazer constar as datas de ingresso do beneficiário no programa/ação e, quando for o caso, de seu desligamento Nº DE BENEFICIÁRIOS/Unidades de serviço Registrar o número de beneficiários relacionados na folha ou número de unidades de serviço VALOR UNITÁRIO Registrar o valor da unidade de serviço (US) ou o valor "per capita" estabelecido para o tipo de atendimento realizado TOTAL DA FOLHA Registrar o valor total da multiplicação do número de beneficiários relacionados na folha pelo valor unitário do atendimento TOTAL GERAL Deve ser preenchido somente na última folha do relatório, correspondendo ao somatório de todas as folhas DECLARAÇÃO AUTENTICAÇÃO Fazer constar local e data de apresentação do Relatório e assinaturas do dirigente do órgão convenente e do responsável técnico pela execução do convênio CONVENENTE 19 - Fazer constar em cada folha a sua numeração, seguida do total de folhas do relatório (por exemplo, folha 01 de um relatório que possui 10 folhas, a numeração é 1/10; na folha 04 do mesmo relatório, a numeração 4/10). Indicar o nº da inscrição, matrícula, prontuário ou qualquer outro que identifique o beneficiário nos registros, arquivos ou cadastros de beneficiários atendidos pelo executor. Constar o nome e assinatura do dirigente da CONVENENTE (PROPONENTE). RESPONSÁVEL PELA CONVENENTE: Constar o nome e assinatura do responsável pela execução do projeto. Refere-se ao registro dos atendimentos realizados pelo executor e será apresentado mensalmente ao concedente para efeito de liberação de recursos.

14 ANEXO II Formulário - F RELAÇÃO DE BENS / PRESTAÇÃO DE CONTAS INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELAÇÃO DE BENS CAMPO 01 - NOME DA CONVENENTE (PROPONENTE) 02 - Informar o nome ou a razão social da CONVENENTE (PROPONENTE), de acordo com a denominação constante no CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica). Nº DO CONVÊNIO: Informar o número do convênio TÍTULO DO PROJETO Informar o título do projeto a ser financiado pelo MUNICÍPIO EXERCÍCIO Informar o ano de elaboração do projeto. 05- DOC. N.º: Indicar o número do documento que originou a aquisição, produção ou construção do bem DATA Indicar a data de emissão do documento ESPECIFICAÇÃO Indicar a espécie do bem. 08- QTDE Registrar a quantidade do item especificado VALOR UNITÁRIO Registrar, em reais, o valor unitário de cada item. 10- TOTAL Registrar, em reais, o produto da multiplicação do valor unitário do item pela sua quantidade TOTAL GERAL Registrar o somatório das parcelas constantes da coluna total. AUTENTICAÇÃO 12 - CONVENENTE Constar o nome e assinatura do dirigente da CONVENENTE (PROPONENTE) RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO: Constar o nome e assinatura do responsável pela execução do projeto. A Relação de Bens é o demosntrativo de todo e qualquer bem ADQUIRIDO, PRODUZIDO OU CONSTRUÍDO COM RECURSOS DO MUNICÍPIO.

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Alto Garças

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Alto Garças PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO II RELAÇÃO DE PAGAMENTOS Convênio nº: REC ITEM CREDOR CGC/CPF CH/OB DATA VALOR (R$ 1,00) Responsável pela Execução: INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS Refere-se

Leia mais

ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01

ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01 ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01 Refere-se ao registro de pagamento das despesas efetuadas na execução do projeto, à conta de recursos do Executor e/ou do Concedente, devendo

Leia mais

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO FÍSICO: refere-se ao indicador físico de qualificação e quantificação do produto de cada meta e etapa a executar e executada. 1. EXECUTOR:

Leia mais

RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA

RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA PREENCHIMENTO DO ANEXO III RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA FÍSICO: refere-se ao indicador físico da qualificação e quantificação do produto de cada meta e etapa executada e a executar. Não fazer

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS - PARCIAL OU FINAL

PRESTAÇÃO DE CONTAS - PARCIAL OU FINAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico Tel. : (061)214-8806 ou 225-3353

Leia mais

1 Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador 2- N.º do Projeto. 3 - Tipo de Despesa. Relação do Material de Consumo.

1 Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador 2- N.º do Projeto. 3 - Tipo de Despesa. Relação do Material de Consumo. ANEXO D PRESTAÇÃO DE CONTAS ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador CPF Endereço completo Telefone CEP Cidade UF E-MAIL FAX Tema

Leia mais

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA ANEXO VI PRESTAÇÃO DE CONTAS Proponente Endereço completo ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO CPF Telefone CEP Cidade UF E-mail Fax Tema do Projeto Período de utilização

Leia mais

Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS

Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS No momento da entrega da prestação de contas só será protocolado a prestação de contas que estiver completa com todos os itens obrigatórios

Leia mais

ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE

ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE BLOCO 1- IDENTIFICAÇÃO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE CAMPO 01 - CNPJ Informar o número de inscrição do(a) órgão/ entidade proponente (Secretaria de Educação

Leia mais

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br Anexo I Encaminhamento de Prestação de Contas Convênio nº 339/2012 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE/BENEFICIÁRIO Beneficiário: Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

Prezado (a) Responsável pelos programas de Bolsas,

Prezado (a) Responsável pelos programas de Bolsas, CAPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO GERÊNCIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DCPC DIVISÃO DE CONTROLE E PRESTAÇÃO DE CONTAS Brasília,

Leia mais

ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS

ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS BLOCO 1 IDENTIFICAÇÃO CAMPO 01 Informar nome da Prefeitura Municipal (rua,

Leia mais

ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO:

ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO: ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO: Ofício nº /2015 Uberaba/MG, de de 2015 Ilmo(a). Sr (a), Encaminho à V. Sa., documentação comprobatória da prestação de contas, composta

Leia mais

Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas, composta dos anexos

Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas, composta dos anexos ANEXO I (MODELO) OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO CONTAS CONVÊNIO Nº Ofício nº 001 / 2012. Senhor (a) Secretário (a) RECIFE, de JUNHO de 2012. Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas,

Leia mais

Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro

Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro Plano de Trabalho Com Repasse de Recurso Financeiro 1 - DADOS CADASTRAIS Orgão/ Entidade Proponente CGC Endereço Cidade UF CEP DDD/Telefone E.A. Conta Corrente Banco Agência Praça/Pgto. Nome do Responsável

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS Alterada pela Instrução Normativa N 08/2004 acrescenta os incisos XI-A; XI-B e XI- C ao artigo 4º; suprimi o art. 15. Alterada pela Instrução Normativa-TCE-TO

Leia mais

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS

SECRETARIA EXECUTIVA DE DESENVOLVIMENTO E ASSISTÊNCIA SOCIAL - SEDAS GERÊNCIA DE PLANEJAMENTO, PROJETOS E CAPACITAÇÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS PRESTAÇÃO DE CONTAS TEXTO 2 PRESTAÇÃO DE CONTAS E SUAS ESPECIFICIDADES INTRODUÇÃO Tomando como base a definição do Tesouro Nacional que designa a Prestação Contas como: Demonstrativo organizado pelo próprio

Leia mais

Secretaria da Saúde/RS

Secretaria da Saúde/RS Secretaria da Saúde/RS CADASTRO DO ÓRGÃO OU ENTIDADE E DO DIRIGENTE I IDENTIFICAÇÃO DO ÓRGÃO OU ENTIDADE 01 NOME 02- EXERCÍCIO 03-C.G.C 04- EA 05- TIPO 06- ENDEREÇO COMPLETO: 07 MUNICÍPIO 08- CAIXA POSTAL

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução

MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução MINISTÉRIO DO ESPORTE/Lei de Incentivo COAME-Coordenadoria de Acompanhamento e Monitoramento da Execução PRESTAÇÃO DE CONTAS (v. 27 julho 09) 1) A Prestação de Contas deverá ser encaminhada por meio de

Leia mais

Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais

Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais D I R E T O R I A D E CONTRATOS E CONVÊNIOS M a n u a l d e P r e s t a ç ã o d e C o n t a s S e c r e t a r i a d e E s t a d o d e D e f e s a S o c i a l Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Perfil Convenente MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO

3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO 3 INSTRUÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO BÁSICO IDENTIFICAÇÃO Nome do projeto Instituição proponente CNPJ/MF da Instituição proponente Responsável pela instituição proponente (nome, CPF, RG, endereço, telefone,

Leia mais

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br. Categoria Valor Recebido (A) Valor Utilizado (B) Saldo do Projeto (C = A - B) Saldo anterior

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br. Categoria Valor Recebido (A) Valor Utilizado (B) Saldo do Projeto (C = A - B) Saldo anterior Anexo I Encaminhamento de Prestação de Contas Convênio nº 1122/2012 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE/BENEFICIÁRIO Beneficiário: Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON SECRETARIO ADJUNTO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO Antônio Rodrigues de Amorim SECRETARIO EXECUTIVO

Leia mais

Guia para Comprovação de Investimentos

Guia para Comprovação de Investimentos Guia para Comprovação de Investimentos 1 2 4 5 Introdução Acompanhamento na Fase de Análise ETAPA 1 Comprovação Financeira ETAPA 2 Comprovação Física ETAPA Comprovação Jurídica ETAPA 4 Liberação Penalidades

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria operados por OBTV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Convênio, Contrato de Repasse

Leia mais

Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016.

Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016. 1 Roteiro para Prestação de Contas referente ao Programa de Patrocínios DME 2016. Formulários obrigatórios para Prestação de Contas PRESTAÇÃO DE CONTAS - PROJETOS INCENTIVADOS PELA DME E/OU SUAS SUBSIDIÁRIAS.

Leia mais

INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DE CONVÊNIOS NO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO ( IG 10-48 )

INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DE CONVÊNIOS NO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO ( IG 10-48 ) INSTRUÇÕES GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DE CONVÊNIOS NO MINISTÉRIO DO EXÉRCITO ( IG 10-48 ) Capítulo I Da Finalidade Art. 1º. As presentes Instruções Gerais têm por finalidade disciplinar a realização de convênios

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CELEBRAÇÃO, EXECUÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS.

MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CELEBRAÇÃO, EXECUÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS. MANUAL DE INSTRUÇÕES PARA CELEBRAÇÃO, EXECUÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS. DIROP Diretoria de Orçamento Público 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO 3 REQUISITOS PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS/DEFINIÇÕES 4 COMPOSIÇÃO

Leia mais

FORMULÁRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS PROINFRA/IFCE -PRPI

FORMULÁRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS PROINFRA/IFCE -PRPI PRESTAÇÃO DE CONTAS FORMULÁRIO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS PROINFRA/IFCE -PRPI 1. A prestação de contas deve ser constituída dos seguintes documentos: a) Encaminhamento de Prestação de Contas Anexo I; b) Relação

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO CEARÁ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA CONSELHO ESTADUAL GESTOR DO FUNDO DE DEFESA DOS DIREITOS DIFUSOS DO ESTADO DO CEARÁ CEG/FDID

MINISTÉRIO PÚBLICO DO CEARÁ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA CONSELHO ESTADUAL GESTOR DO FUNDO DE DEFESA DOS DIREITOS DIFUSOS DO ESTADO DO CEARÁ CEG/FDID MINISTÉRIO PÚBLICO DO CEARÁ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA CONSELHO ESTADUAL GESTOR DO FUNDO DE DEFESA DOS DIREITOS DIFUSOS DO ESTADO DO CEARÁ CEG/FDID RESOLUÇÃO Nº 17, de 08 de janeiro de 2007. Disciplina

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NA APLICAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS PÚBLICOS DE CONVÊNIOS

BOAS PRÁTICAS NA APLICAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS PÚBLICOS DE CONVÊNIOS GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO AUDITORIA GERAL DO ESTADO BOAS PRÁTICAS NA APLICAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS PÚBLICOS DE CONVÊNIOS APLICAÇÃO DE RECURSOS PÚBLICOS DE CONVÊNIOS

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/ E O BANCO DO BRASIL S.A.. O /ESTADO OU MUNICÍPIO DE/,

Leia mais

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV TREINAMENTO PRÁTICO SICONV Instrutores: Fernando Henrique / Rodrigo Lopes Brasília/DF, 21 e 22 de agosto de 2012. 1 Introdução 1. Portal dos Convênios 2. Credenciamento 3. Cadastramento e atualização do

Leia mais

Portal dos Convênios UM NOVO MODELO PARA GESTÃO DAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO. Setembro, 2008

Portal dos Convênios UM NOVO MODELO PARA GESTÃO DAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO. Setembro, 2008 Portal dos Convênios UM NOVO MODELO PARA GESTÃO DAS TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO Setembro, 2008 Acórdãos TCU 788 e 2066/2006 Determinar ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão que apresente

Leia mais

Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções

Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções Fluxo do Processo de Convênio, Acordo, Protocolo de Intenções 1º Passo: A unidade interessada em celebrar o Convênio (ou Acordo ou Protocolo de Intenções) deverá formalizar solicitação abrindo processo,

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS 1- A

INFORMAÇÕES GERAIS 1- A INFORMAÇÕES GERAIS - A prestação de contas financeira consiste na comprovação das despesas realizadas com os recursos do convênio, de forma que fique clara a pertinência das mesmas com a Relação de Itens

Leia mais

Fundo de Apoio à Cultura. Manual da Prestação de Contas 2014

Fundo de Apoio à Cultura. Manual da Prestação de Contas 2014 Fundo de Apoio à Cultura Manual da Prestação de Contas 2014 Secretaria de Cultura do DF Subsecretaria de Fomento Fundo de Apoio à Cultura Introdução Visando atender ao novo Decreto do FAC (34.785/2013),

Leia mais

Orientações Básicas. FAPERGS Edital 16/2013 TECNOVA/RS

Orientações Básicas. FAPERGS Edital 16/2013 TECNOVA/RS 1 FAPERGS Edital 16/2013 Orientações Básicas Execução Financeira dos Recursos de Subvenção Econômica FAPERGS Edital 16/2013 TECNOVA/RS 2 1. Regras Básicas Vedado alteração do objeto do Termo de Subvenção

Leia mais

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO

MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE LUCAS DO RIO VERDE CONTROLE INTERNO 1/8 1) DOS OBJETIVOS: 1.1) Disciplinar e normatizar os procedimentos operacionais na administração de recursos humanos; 1.2) Garantir maior segurança na admissão e exoneração de pessoal; 1.3) Manter atualizado

Leia mais

EXTRATO DE CONTA PARA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

EXTRATO DE CONTA PARA CONCILIAÇÃO BANCÁRIA MANUAL TÉCNICO Padrão Febraban 240 Versão 3.2 Fevereiro/2010 PUBLIC ÍNDICE ASSUNTO PÁGINA Apresentação 02 Características Gerais do Arquivo 03 Lote de Serviço/Produto 04 Extrato de Conta para Conciliação

Leia mais

DIVISÃO DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

DIVISÃO DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DIVISÃO DE ASSESSORAMENTO TÉCNICO MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 1) ORIENTAÇÃO GERAL De acordo com o artigo 917 do Código de Processo Civil, as contas, assim do autor como do réu, serão apresentadas em

Leia mais

Portal dos Convênios - Siconv. Execução - Licitação, Contrato, Documento de Liquidação, Pagamento, Ingresso de Recursos e Relatórios

Portal dos Convênios - Siconv. Execução - Licitação, Contrato, Documento de Liquidação, Pagamento, Ingresso de Recursos e Relatórios MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - Siconv Execução - Licitação, Contrato,

Leia mais

ANEXO IV ORIENTAÇÕES E FORMULÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

ANEXO IV ORIENTAÇÕES E FORMULÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO IV ORIENTAÇÕES E FORMULÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS Em conformidade às competências do CAU/BR previstas na Lei nº 12.378/2010 e em seu Regimento Geral, são apoiados projetos que contribuem para

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS ANEXO I AO DECRETO Nº 732, DE 6 DE MARÇO DE 2014. PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS Data: / / Nº: SECRETARIA MUNICIPAL DE SOLICITAÇÃO DE COMPRAS DE BENS E SERVIÇOS / TERMO DE REFERÊNCIA (art. 14 da Lei nº

Leia mais

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009

FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009 INTRODUÇÃO FUNDO DE APOIO A CULTURA DA SOJA 1.1 - Recomenda-se a leitura deste manual antes de utilizar os recursos concedidos pelo FACS. O manual está disponível no site http://www.facsmt.com.br. 1.2

Leia mais

CURSO: SICONV 1) NOÇÕES GERAIS, CREDENCIAMENTO, CADASTRAMENTO E PROGRAMAS DE CONVÊNIO

CURSO: SICONV 1) NOÇÕES GERAIS, CREDENCIAMENTO, CADASTRAMENTO E PROGRAMAS DE CONVÊNIO CURSO: SICONV TEMAS CENTRAIS 1) NOÇÕES GERAIS, CREDENCIAMENTO, CADASTRAMENTO E PROGRAMAS DE CONVÊNIO 2) PROPOSIÇÃO, AVALIAÇÃO DE PROPOSTAS - CEDENTE, CELEBRAÇÃO DE UM CONVÊNIO E ALTERAÇÕES 3) EXECUÇÃO,

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS

GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS GESTÃO DE PROJETOS SICONV APRENDIZADO QUE GERA RESULTADOS ABORDAGEM Conceitos relacionados ao tema; Legislação aplicável à execução; Modelo de gestão e processo adotado pela Fundep. O que é o SICONV? CONCEITOS

Leia mais

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual)

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual) ANEXO I DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DOS RECURSOS RECEBIDOS Código Receita Ingressos 00 RECURSOS DO TESOURO (PESSOAL) 00 RECURSOS DO TESOURO (CUSTEIO E INVESTIMENTOS) 10 RECURSOS

Leia mais

(em papel timbrado da Prefeitura)

(em papel timbrado da Prefeitura) PLANO DE TRABALHO (em conformidade com o que dispõe o art. 116, 1, da Lei Federal n. 8.666/93) DECLARAÇÃO Na qualidade de representante legal do(a) proponente, DECLARO, perante o Estado de Alagoas, para

Leia mais

DEMONSTRATIVO MENSAL DE CRÉDITO ACUMULADO - DMCA

DEMONSTRATIVO MENSAL DE CRÉDITO ACUMULADO - DMCA ANEXO XI (a que se refere o art. 120 do RICMS/ES) DEMONSTRATIVO MENSAL DE CRÉDITO ACUMULADO - DMCA DEMONSTRATIVO MENSAL DE CRÉDITO ACUMULADO - DMCA Nº: Forma de Apresentação: Razão Social: Endereço: Insc.

Leia mais

Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012

Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012 1 Anexo I MODELO DE PROJETO DE EVENTOS SELEÇÃO 2012 1. NOME DA ONG: NOME DO PROJETO: POPULAÇÃO ALVO: ÁREA GEOGRÁFICA ABRANGIDA PELO PROJETO: (Regiões do estado, do município, bairros, etc) 2. DADOS INSTITUCIONAIS

Leia mais

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO CLUBE DA MAIOR IDADE ALEGRIA DE VIVER, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

MANUAL DO CLIENTE. 2014 versão l. (Direitos reservados)

MANUAL DO CLIENTE. 2014 versão l. (Direitos reservados) MANUAL DO CLIENTE 2014 versão l (Direitos reservados) 1 Anotações: 2 MANUAL DO CLIENTE Número do Manual: Cliente: CNPJ: Recebido em: / / Entregue por: Caro cliente Este manual tem a finalidade de instruí-lo

Leia mais

CENTRO DE EXCELÊNCIA EM TECNOLOGIA DE SOFTWARE SOFTEX RECIFE

CENTRO DE EXCELÊNCIA EM TECNOLOGIA DE SOFTWARE SOFTEX RECIFE AUDITORIA NO TERMO DE PARCERIA ENTRE A SOFTEX E A PREFEITURA DA CIDADE DO RECIFE NO PERÍODO DE JULHO A SETEMBRO DE 2007 Í N D I C E Páginas 1 PARECER DA AUDITORIA... 3 e 4 2 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO...

Leia mais

Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais

Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR Orientações para preenchimento do Plano de Trabalho específico para o PRONAF Infra-Estrutura e Serviços Municipais Brasília, fevereiro de 2004

Leia mais

FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS

FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS INSTRUÇÕES PARA A EXECUÇÃO FINANCEIRA/PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS TRANSFERIDOS PELO MINISTÉRIO/ORGANISMOS INTERNACIONAL REFERENTE AOS CONTRATOS DE FINANCIAMENTO DE ATIVIDADES FORMATO RELATÓRIOS DEMONSTRATIVOS

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 055/2014

C O N V Ê N I O Nº 055/2014 C O N V Ê N I O Nº 055/2014 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

Serviço Nacional de Aprendizagem Rural Serviço Nacional de Aprendizagem Rural REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE TERMOS DE COOPERAÇÃO Estabelece diretrizes, normas e procedimentos para celebração, execução e prestação de contas

Leia mais

NOTA TÉCNICA N. 17/2014 Brasília, 4 de julho de 2014.

NOTA TÉCNICA N. 17/2014 Brasília, 4 de julho de 2014. NOTA TÉCNICA N. 17/2014 Brasília, 4 de julho de 2014. ÁREA: Contabilidade Municipal TÍTULO: Contabilização do recurso financeiro transferido para o Município destinado a educação em tempo integral REFERÊNCIA:

Leia mais

POLÍTICA DE PAGAMENTO

POLÍTICA DE PAGAMENTO POLÍTICA DE PAGAMENTO 1. OBJETIVO Estabelecer todos os critérios para o pagamento de fornecedores e prestadores de serviços aos empreendimentos administrados pela Itambé, bem como orientar todos os interlocutores

Leia mais

Anexos NORMAS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA 49

Anexos NORMAS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA 49 Anexos NORMAS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA 49 50 NORMAS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA MINISTÉRIO DA SAÚDE CADASTRO DO ÓRGÃO OU ENTIDADE E DO DIRIGENTE Anexo I I Identificação do Proponente ou

Leia mais

1. Preenchimento do Formulário de Recapitulativo de Despesas com Recursos Humanos (Anexo I)

1. Preenchimento do Formulário de Recapitulativo de Despesas com Recursos Humanos (Anexo I) ASSUNTO DISTRIBUIÇÃO FUNDO FLORESTAL PERMANENTE EIXO III PLANEAMENTO, GESTÃO E INTERVENÇÃO FLORESTAL ELABORAÇÃO DOS ELEMENTOS ESTRUTURANTES DAS ZONAS DE INTERVENÇÃO FLORESTAL ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO

Leia mais

9. Cheques não compensados pelo Banco 10. Outros Debitos não Lançados pelo Banco Tipo Data Emissão Valor Nº Cheque Data Emissão Valor

9. Cheques não compensados pelo Banco 10. Outros Debitos não Lançados pelo Banco Tipo Data Emissão Valor Nº Cheque Data Emissão Valor Orgão Executor: CREARO Mês: DEZEMBRO DE 2014 Nº da conta: 41123 Prodesu III C Estado: RONDÔNIA Municipio:PORTO VELHO Banco: BANCO DO BRASIL S/A Tipo Data Emissão Nº Cheque Data Emissão Nº Aviso Data Aviso

Leia mais

Portal dos Convênios

Portal dos Convênios Portal dos Convênios Um novo paradigma nas tranferências voluntárias da União Rogério Santanna dos Santos São Paulo, 10 de novembro de 2008 Roteiro Apresentação Metas do Portal dos Convênios Contexto Transferências

Leia mais

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário

Portal dos Convênios - SICONV. Inclusão e Envio de Proposta. Manual do Usuário MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios - SICONV Inclusão e Envio de Proposta Manual

Leia mais

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS LEI MURILO MENDES - EDIÇÃO 2010 Instruções para movimentação e prestação de contas de recursos recebidos Os responsáveis pelos projetos aprovados pela Lei Municipal de Incentivo

Leia mais

PRISMA CONVÊNIOS PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL DA MINERAÇÃO

PRISMA CONVÊNIOS PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL DA MINERAÇÃO PRISMA CONVÊNIOS PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL DA MINERAÇÃO 2 GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA SECRETARIA DA INDÚSTRIA COMÉRCIO E MINERAÇÃO COMPANHIA BAIANA DE PESQUISA MINERAL CBPM PROGRAMA PRISMA Programa de

Leia mais

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...

INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO... 3. CONTAS A RECEBER... 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER... 1 2 INDICE 1. CADASTRO DE CATEGORIAS...5 2. CADASTRO DE BANCO......6 3. CONTAS A RECEBER......6 3.1. LANÇAMENTO AUTOMÁTICO DE CONTAS A RECEBER...6 3.2. LANÇAMENTO MANUAL DE CONTAS A RECEBER...7 3.3. GERAÇÃO

Leia mais

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE.

GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. GUIA DE ORIENTAÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE RECURSOS FINANCEIROS REPASSADOS PELO CREA-RS ÀS ENTIDADES DE CLASSE. Gerência de Contabilidade Março/2014 APRESENTAÇÃO A finalidade deste guia é orientar

Leia mais

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV

TREINAMENTO PRÁTICO SICONV TREINAMENTO PRÁTICO SICONV Instrutor: Rodrigo Lopes Porto Alegre/RS, outubro de 2012. 1/44 Disponibilização de Programa (CONCEDENTE) Cadastro de Proposta/Plano de Trabalho (PROPONENTE) Análise de Proposta/Plano

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV. Passo a Passo do Convenente

Portal dos Convênios SICONV. Passo a Passo do Convenente Portal dos Convênios SICONV Passo a Passo do Convenente Execução Processo de Compra, Contrato, Documento de Liquidação, Pagamento, Ingresso de Recurso e Relatórios de Execução Comunidade de Atendimento

Leia mais

INSTRUÇÃO DGA Nº 81, DE 23 DE SETEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO DGA Nº 81, DE 23 DE SETEMBRO DE 2014 INSTRUÇÃO DGA Nº 81, DE 23 DE SETEMBRO DE 2014 #Estabelece procedimentos para registro, no SICONV, de informações referentes a Convênios com OBTV. O Coordenador da Administração Geral, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Assunto: Ordem Bancária de Transferências Voluntárias - OBTV

Assunto: Ordem Bancária de Transferências Voluntárias - OBTV Nota Técnica n 010/2014/GECOG (Revoga a Nota Técnica 005/2013) Vitória, 09 de outubro de 2014. Assunto: Ordem Bancária de Transferências Voluntárias - OBTV Prezados (as) Senhores (as), A presente Nota

Leia mais

Portal dos Convênios

Portal dos Convênios Portal dos Convênios Um novo paradigma nas transferências voluntárias da União Carlos Henrique de Azevedo Moreira Brasília, junho de 2009 Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Apresentação

Leia mais

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE?

DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? 1. O que são os FUNDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE? São recursos públicos mantidos em contas bancárias específicas. Essas contas têm a finalidade de receber repasses orçamentários e depósitos

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria Operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Passo a Passo - Convenente

Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria Operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Passo a Passo - Convenente Convênio, Contrato de Repasse e Termo de Parceria Operados por OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias) Passo a Passo - Convenente Sumário 01 O que é OBTV (Ordem Bancária de Transferências Voluntárias)...2

Leia mais

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL AO CENTRO OCUPACIONAL BRUNO JOSÉ CAMPOS HORTA COMUNITÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN:

CONTRATO n 002/2015. PARÁGRAFO ÚNICO - São as seguintes as modalidades de Ordens Bancárias, a serem processadas pelo Sistema OBN: CONTRATO n 002/2015. CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE PAGAMENTO A FORNECEDORES DE BENS E SERVIÇOS E DE SERVIDORES, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE CANDELÁRIA (RS) E O BANCO DO BRASIL S.A. O MUNICÍPIO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. IDENTIFICAÇÃO (máximo 01 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax:

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. IDENTIFICAÇÃO (máximo 01 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax: Usar papel timbrado da instituição! TERMO DE REFERÊNCIA. IDENTIFICAÇÃO (máximo 0 folha) Título da Proposta: Instituição Proponente: CNPJ: Endereço: CEP: Telefone: Fax: Responsável pela Instituição Proponente:

Leia mais

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008

PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 PROJETO NOVA ASEEL INSTRUÇÃO NORMATIVA 001 DE FINANÇAS E CONTABILIDADE REVISÃO 005 JUNHO 2008 APROVADA NA ATA DE REUNIÃO 352/2008 1/6 ÍNDICE 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2. OBJETIVOS 3. ABRANGÊNCIA E VIGÊNCIA

Leia mais

Manual Prático Para Prestação de Contas

Manual Prático Para Prestação de Contas Manual Prático Para Prestação de Contas INTRODUÇÃO O presente manual tem por finalidade orientar os gestores de projetos culturais sobre os seus deveres, instruir como realizar as despesas e prestar contas

Leia mais

Governo do Estado do Amazonas. Banco Interamericano de Desenvolvimento BID Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus PROSAMIM III 2676/OC-BR

Governo do Estado do Amazonas. Banco Interamericano de Desenvolvimento BID Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus PROSAMIM III 2676/OC-BR Governo do Estado do Amazonas Banco Interamericano de Desenvolvimento BID Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus PROSAMIM III 2676/OC-BR Plano de Contas Manaus Amazonas 2012 0 Índice 1. Introdução

Leia mais

1. Preenchimento do Formulário de Recapitulativo de Despesas com Recursos Humanos (Anexo I)

1. Preenchimento do Formulário de Recapitulativo de Despesas com Recursos Humanos (Anexo I) ASSUNTO FUNDO FLORESTAL PERMANENTE EIXO I SENSIBILIZAÇÃO E INFORMAÇÃO CAMPANHAS DE SENSIBILIZAÇÃO DESTINADAS A POPULAÇÕES ESCOLARES NA ÁREA DE PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS FLORESTAIS 2013/2014 ORIENTAÇÕES PARA

Leia mais

Executor. Perfil Convenente/Concedente/Executor

Executor. Perfil Convenente/Concedente/Executor MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO Portal dos Convênios SICONV Executor Perfil Convenente/Concedente/Executor

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS

ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ESTADO DE ALAGOAS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPEP MANUAL DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 1 APRESENTAÇÃO As presentes instruções têm por finalidade estabelecer critérios

Leia mais

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO. MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA Nº C/C Saldo Anterior - A -

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO. MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA Nº C/C Saldo Anterior - A - Proponente: Endereço completo ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO CPF: Telefone CEP Cidade UF E-MAIL FAX Tema do Projeto N.º Termo de Concessão Período de utilização dos

Leia mais

LIMITE DE RETENÇÃO NO CONTAS A PAGAR

LIMITE DE RETENÇÃO NO CONTAS A PAGAR LIMITE DE RETENÇÃO NO CONTAS A PAGAR RMS Software S.A. - Uma Empresa TOTVS Todos os direitos reservados. A RMS Software é a maior fornecedora nacional de software de gestão corporativa para o mercado de

Leia mais

Copyright 2004/2014 - VLC

Copyright 2004/2014 - VLC Escrituração Fiscal Manual do Usuário Versão 7.2 Copyright 2004/2014 - VLC As informações contidas neste manual são de propriedade da VLC Soluções Empresariais Ltda., e não poderão ser usadas, reproduzidas

Leia mais

Secretaria do Planejamento

Secretaria do Planejamento Salvador, Bahia Sexta-Feira 10 de outubro de 2014 Ano XCIX N o 21.543 Secretaria do Planejamento INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 02 DE 08 DE OUTUBRO DE 2014 Orienta os órgãos e entidades da Administração Pública

Leia mais

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE SANTA RITA PROVENIENTE DO FUNDO MUNICIPAL DO IDOSO, FIRMAR CONVÊNIO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação!

Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Prezado (a) Consorciado (a), Parabéns pela contemplação! Para realizar sua contemplação providenciar a documentação solicitada abaixo e levar até uma loja do Magazine Luiza ou representação autorizada

Leia mais

Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social

Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social Gestor - FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social O que é o FNAS - Fundo Nacional de Assistência Social? O FNAS, instituído pela Lei nº. 8.742, de 7 de dezembro de 1993, tem por objetivo proporcionar

Leia mais

Guia Personnalité IR 2011

Guia Personnalité IR 2011 Guia Personnalité IR 2011 Índice Imposto de Renda 2011... 03 Obrigatoriedade de entrega da declaração... 04 Orientações gerais... 04 Formas de entrega... 05 Multa pelo atraso na entrega... 05 Imposto a

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS FINAL

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS FINAL Apresentação O presente manual tem o objetivo de orientar os gestores municipais na elaboração das prestações de contas dos recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal FEM. Para a

Leia mais

SICONV Sistema de Gestão de Convênios

SICONV Sistema de Gestão de Convênios SICONV Sistema de Gestão de Convênios EXECUÇÃO DO CONVENENTE FLUXO OPERACIONAL Publicação Celebração EXECUÇÃO Prestação de Contas Encerramento EXECUÇÃO PRESTAÇÃO DE CONTAS CONVENENTE REGISTRA CONTRA PARTIDA

Leia mais