TRENDS RESEARCH CENTER TRENDS RESEARCH CENTER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRENDS RESEARCH CENTER TRENDS RESEARCH CENTER"

Transcrição

1 TRENDS RESEARCH CENTER TRENDS RESEARCH CENTER

2 índice what 6 trends research center know 10 context trends framework tends studies wtr world trend report metodologia quadrantes clusters 2 3 apply insights international network international network global trends observatory informação legal equipa contatos trends observer

3 what

4 what trends reseach center 6 INSIGHTS SÓLI- DOS PARA O DESENVOLVI- MENTO ESTRA- A geração de Insights de Inovação a partir TÉGICO das Tendências é o que permite antecipar a necessidade de determinados produtos e serviços por parte dos consumidores, a curto e a médio prazo. TRENDS RESEARCH CENTER O Trends Research Center, fundado em Lisboa com o apoio da AYR Worldwide e do IADE-U, é uma das primeiras instituições de investigação e de aplicação de tendências dedicada ao estudo das mentalidades e dos comportamentos do consumidor. Esta organização é uma das fundadoras do Global Trends Observatory e detém a sua marca, bem como a gestão das suas actividades. João Peres Alves Presidente do Trends Research Center + Nelson Pinheiro Gomes Diretor Científico do Trends Research Center 7

5

6 know contexto contexto ACREDITAMOS EM QUEBRAR A BARREIRA DOS ESTUDOS DE PRODUZIMOS INSIGHTS Os grandes intervenientes no campo do Coolhunting e das Tendências de Comportamento de Consumo - sejam académicos ou profissionais - empregam o que pode ser descrito como uma base empírica e analítica semelhante, com base na execução e na análise de Coolhunts. 10 CONSUMO. INOVADORES. ELES BASEIAM-SE NUMA ANÁLISE PROFUNDA DAS MENTALIDADES DOS CONSUMIDORES. Não obstante, temos identificado uma indeterminação preocupante no que diz respeito à verdadeira definição de Tendência e de Cool. Isto dificulta uma clara distinção entre o que é realmente atrativo, inspirador e com potencial de crescimento, e o que é simplesmente algo giro. Como tal, existe uma confusão entre o que é a matéria da tendências e o que está simplesmente em voga. Se esta situação não for corrigida, corre-se o risco de indivíduos não qualificados determinarem a natureza deste território. O nosso dever consiste em elevar os Estudos de Tendências! 11

7 know trends framework trends framework wellthy from revolution to action and demand neo male excess therapy empowerment connection, convergence relaxed and spiritual PARADIGMA and ergonomics MACRO secrecy MICRO h2h hypermodernity beautiful people ecosustainability emergent crowd everything 12 wonderland, experience & stories rational consumer live the city 13 > quadro de tendências As Tendências de mentalidade que vão definir os comportamentos e as expectativas de amanhã.

8 know mapa de tendências trends studies ZEITGEIST 14 mentalidades / tendências de mentalidade representações valores / crenças / memórias práticas comportamento de consumo correntes artísticoliterárias político-institucional estilo / gosto prescritores padrões / atitudes / comportamentos público insights sociais / negócio PARADIGMAS E TENDÊNCIAS MACRO ELEMENTOS DISRUPTIVOS / CORRELAÇÕES / EVENTOS TENDÊNCIAS MICRO 15 > Nelson Pinheiro Gomes, 2012

9 wtr

10 know world trend report world trend report WORLD TREND REPORT > Centenas de páginas com insights sobre as grandes tendências de mentalidade e de comportamento de consumo, capazes de gerar pistas criativas para a inovação e um quadro descritivo sobre a sociedade. 18 > Todas as tendências e Cool examples são apresentados com uma descrição e análise detalhadas, bem como as potenciais aplicações e insights de negócios. > Este relatório é uma ferramenta que funciona como uma base de dados com informações sobre um largo número de sectores. > O relatório é disponibilizado em formato.pdf, juntamente com uma sessão de apresentação e de contextualização do documento. > WTR:

11 know metodologia metodologia a metodologia empregue é qualitativa e assenta nos seguintes passos: > Acompanhamento e monitorização das Tendências através de: o trc identificou 4 quadrantes básicos para situar e seguir a evolução das tendências analisadas: 1. Onde estão as Tendências relativamente às forças que as influenciam e que as guiam, nomeadamente: > aspiracional Baseado em valores profundos, mas simultaneamente progressivos, adotados espontaneamente no seio da sociedade, ou articulados por alguém ou algo, como princípios orientadores, tais como a busca da felicidade na Constituição dos EUA; ASPIRACIONAL a. Coolhunts específicos Análise antropológica que aprofunda imagéticas, atitudes e comportamentos associados ao consumidor, com a capacidade de revelar mentalidades; > revolucionário Baseado em profundos sentimentos de revolta (ou a ausência dela) contra um determinado conjunto de valores e o desejo de mudá-los para melhor; AÇÃO REAÇÃO b. Análise regular de conteúdos, artigos e papers de empresas, universidades e redes de Coolhunting que compõem o Global Trends Observatory em vários países distintos; > ação Baseado nas necessidades e desejos que surgem a partir de um determinado conjunto de circunstâncias, sejam elas econômicas, financeiras ou políticas, que levam ao surgimento de um conjunto de Mentalidades e comportamentos, que visam explorar essas circunstâncias Baseado num profundo sentimento de revolta contra um dado conjunto de valores (ou a sua ausência) e num desejo ardente de alterá-los para melhor; c. Análise de artigos na imprensa mundial; d. Observações etnográficas em Portugal, Brasil e em vários outros países; > Análise e articulação de resultados, filtrados à luz do Modelo de Segmentação do Zeitgeist; > Formação de Clusters; > Geração de Insights estratégicos para a promoção de inovação empresarial. > reação Baseado nas necessidades e nos desejos para contrariar as consequências e implicações de um determinado conjunto de circunstâncias, levando ao surgimento de mentalidades e comportamentos que visam atenuar os feitos adversos dessas circunstâncias. REVOLUCIONÁRIO

12 know metodologia quadrantes ASPIRACIONAL raiva reclamar sem resolver desconfiança redução do poder de pensar e decidir revolução lutar por mudanças AÇÃO REAÇÃO ação fortalecer e suportar imposição da população exigência como decisora, fazendo parte dela > esperança exemplo da utilização dos quadrantes empowerment: como se transformou a tendência anger, distrust and revolution em from revolution to action and demand, passando de uma ação permanente para uma mudança positiva. fazer mais para resolver REVOLUCIONÁRIO

13 know metodologia: grupos de tendências clusters Os Clusters de Tendências notados, e que orientaram a formatação deste documento, foram: 1 catalisadoras: Que, a par de representar movimentos em termos de Mentalidades, passaram a representá-los também em termos de ação e na sua capacidade de influenciar e de causar alterações em outras Tendências; 2 confluentes: Que demonstraram constantemente uma associação e interação entre elas e cujas premissas básicas terminam por ter impacto ou derivação direta das premissas das demais; 3 inclusivistas: Cujo papel e relevância expandiram-se para um espectro populacional que hoje vai além daquele(s) originalmente identificado(s); 4 impulsionadas: Que ganharam impulso e relevância adicionais, seja por influência direta, ou pela evolução natural da Mentalidade dos Consumidores; 5 estabelecidas: Que não sofreram mudanças ou variações capazes de sugerir uma alteração visível na mentalidade. excess therapy meaningful nostalgia empowerment c2c female up & rising experience economy urban nomads riding the identities anger, distrust and revolution global connection and convergence action, demand and hope bottom of the social pyramid recession coolpon rational consumer narrated beautiful people neo male relaxed & spiritual secrecy live the city meaningful compassion ecosustainability wellthy crowd everything design = how good?

14 apply

15 apply world trend report world trend report INSIGHTS SÓLIDOS PARA DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO MAPA DE COMPORTAMENTO MARKETING E COMUNICAÇÃO Aplicação de insights na conceção de estratégias de marketing e de comunicação, capazes de apelar ao target específico. 28 Num mercado em constante mudança, onde o consumidor apresenta desejos e motivações cada vez mais efémeras, o World Trend Report garante linhas de atuação para diversas áreas. PERFIS VISUAIS FOCOS DE ANÁLISE APLICAÇÃO COOL HUNTING COOL EXAMPLES LEFESTYLE NARRATIVAS DE INOVAÇÃO BENCHMARKING ZEITGEIST Analisar as alterações na mentalidade do consumidor permite uma constante atualização de resposta do mercado. Compreender os comportamentos emergentes para construir as respostas necessárias, de modo a satisfazer as necesidades e desejos da sociedade num futuro próximo. ANÁLISE ESTRATÉGICA POSICIONAMENTO PUBLICIDADE Elaborar objetos comunicacionais adaptados aos desejos do target específico. DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS / SERVIÇOS Desenvolver produtos e serviços, ou potenciar os existentes, para responder às novas necessidades dos consumidores. BRANDING Gestão da marca com base nas mentalidades e nas simbologias que melhor se enquadram no estilo de vida e nos discursos do público-alvo. ESTILO DE VIDA MARKETING E COMUNICAÇÃO FORESIGHT E INOVAÇÃO BRANDING TENDÊNCIAS ESTRATÉGIA E POSICIONAMENTO COMPORTAMENTO DE CONSUMO DESNVOLVIMENTO DE PRODUTOS / SERVIÇOS CULTURA E ECONOMIAS 29 CRIATIVAS

16 international network global trends observatory

17 about international network global trends observatory global trends observatory GLOBAL TRENDS OBSERVATORY TRENDS RESEARCH CENTER O Global Trends Observatory tornou-se um novo elemento numa cadeia plural de instituições que se dedicam à identificação e à monitorização de tendências. O observatório pretende criar novos campos na área das mentalidades, do comportamento de consumo e dos Estudos de Tendências. Através da recolha de dados associados a estas áreas, é possível desenhar políticas e estratégias. O dealbar do business intelligence e uma crescente necessidade por políticas sociais sustentáveis, tornam o marketing estratégico num passo básico para todos os que têm de tomar decisões. Através da compreensão de tendências sociais, podemos ter uma visão clara da nossa realidade, desenvolvendo uma perspetiva sobre o futuro. Aqui surge a nossa missão! Queremos dar aos decision makers as ferramentas e o conhecimento necessários para promover o progresso, oferecendo uma investigação de qualidade sobre o consumidor. Pretendemos criar a Ciência do Cool, ou seja, um estudo dos elementos e atitudes atrativos, inspiradores e com potencial de crescimento. O GTO é uma rede internacional que engloba instituições, investigadores, profissionais e Coolhunters numa escala global. OBJECTIVOS > Divulgar os resultados da investigação do TRC e de todos os associados; > Criar uma consciência global sobre o Coolhunting e os Estudos de Tendências; > Criar uma discussão internacional sobre tendências; > Desenvolver atividades de cooperação entre a academia e as empresas; > Desenvolver uma rede de observação global no âmbito das mentalidades e dos comportamentos sociais. O GTO dá as boas vindas a todos os que desejam integrar a sua rede, contribuindo para a expansão do conhecimento. O TRC Trends Research Center é um parceiro fundador do Global Trends Observatory. Através da sua rede, o centro encontra-se ligado e trabalha com várias instituições académicas, redes e empresas, tais como: Portugal Portugal Portugal England Finland Poland Netherlands Swizerland Belgium Brazil USA Spain Spain Sweden Portugal TRC Trends Research Center (Founder) AYR Trends, Consulting & Innovation (Founder) IADE-U University Institute of Arts, Design and Business (Founder) Central Saint Martin s College of Arts and Design (UAL) (Founder) UMOVA (Aalto University) Warsaw Academy of Finance EDC European Design Centre ICOM (University of Genève) Trend Wolves ESAMC (School of Administration, Marketing and Communication) Brain Reserve Asociación Española de Coolhunting IED Madrid Istituto Europeo di Design Mälardalen University University of Lisbon

18 about informação legal informação legal equipa NDA Esta apresentação contém informação confidencial e segredos comerciais (Informação) do TRC (Trends Research Center), da AYR Consulting Worldwide ou de terceiras partes, sendo a sua revelação sujeita à obrigação de Confidencialidade pelos seus destinatários. A Informação apenas poderá ser utilizada no âmbito e para os efeitos a que se destina, não podendo ser utilizada, divulgada, comercializada, reproduzida, cedida, revelada, partilhada ou colocada à disposição, total ou parcialmente, permanente ou temporariamente, para quaisquer outros fins. A partilha da informação constante deste relatório pelos destinatários aos seus trabalhadores, consultores, colaboradores, fornecedores ou a outras empresas do seu grupo ou associadas deverá expressamente salvaguardar as obrigações de confidencialidade e não revelação ora estabelecidas. Os direitos de propriedade intelectual do TRC, da AYR ou de quaisquer terceiros constantes desta apresentação encontram-se devidamente protegidos nos termos da legislação portuguesa ou brasileira, ou convenção internacional que os Estados Português ou Brasileiro tenham aderido, tendo os respetivos titulares procedido à realização de todos os atos necessários para a salvaguarda dos seus direitos. João Peres Alves Presidente do Trends Research Center. Senior Vice President da AYR Consulting Worldwide. Professor convidado no IPA - Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos. Experiência de 20 anos em consultoria de inovação e gestão de empresas em diversos sectores. Engenharia Electrónica (ISEP); Matemáticas Aplicadas e Computadores (Universidade Portucalense); Direção de Empresas (Colégio Universitário da Boavista - Porto / AESE). Nelson Pinheiro Gomes Diretor Científico do Trends Research Center. Professor no IADE-U. Co-coordenador da Pós-graduação em Comunicação de Tendências (Universidade de Lisboa). MBA em Gestão de Empresas (Universidade Lusófona); Especialização de Mestrado em Políticas Europeias e Mestrado em Comunicação e Cultura (Universidade de Lisboa); Doutorando em Cultura e Comunicação (Universidade de Lisboa) Eduardo Garcia Senior Trends Analyst Senior Vice President da AYR Consulting Worldwide. Director na Ogilvy Worlwide com passagens pelo Rio de Janeiro, Londres, Madrid, Lisboa e Almaty. Professor convidado de Brand Strategy em diversas Universidades em Portugal e Holanda. Experiência de 30 anos como Strategist Consultant, Head Client Service e Account. Economia (Universidade Federal do Rio de Janeiro). Ana Filipa Francisco Trends Analyst Mestrado em Ciências da Comunicação (Universidade Católica). Pós-graduação em Publicidade (IADE); Licenciatura em Design (IADE). Maria Ana Vieira Lopes Junior Trends Analyst Pós-Graduação em Comunicação de Tendências (Universidade de Lisboa); Licenciatura em Design de Comunicação (Universidade de Lisboa); Mestranda em Cultura e Comunicação (Universidade de Lisboa). Paulo Alves Junior Trends Analyst Pós-Graduação em Comunicação de Tendências (Universidade de Lisboa); Licenciatura em Design de Comunicação (Universidade de Lisboa); Mestrando em Cultura e Comunicação (Universidade de Lisboa). Ana Caroline Tavares Junior Research Comunicação Social: Propaganda (Universidade Paranaense).

19 about contactos? contactos João Peres Alves, BSc > Nelson Pinheiro Gomes, MPhill & MBA > 36> Central Station - Rua da Moeda, Lisbon O TRENDS OBSERVER É A PLATAFORMA INTERNACIONAL DO GLOBAL TRENDS OBSERVATORY, ONDE O TRC E OS SEUS PARCEIROS GEREM O CONHECIMENTO SOBRE TENDÊNCIAS E INOVAÇÃO. 37

20

MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO

MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO LISBOA 26.SETEMBRO 29.NOVEMBRO REALIZAÇÃO 1. Apresentação do Master em Tendências & Gestão da Inovação....................................................... 3

Leia mais

MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO

MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO MASTER EM TENDÊNCIAS E GESTÃO DA INOVAÇÃO LISBOA 12.SETEMBRO 22.NOVEMBRO PORTO 19.SETEMBRO 29.NOVEMBRO REALIZAÇÃO 1. Apresentação do Master em Tendências & Gestão da Inovação.......................................................

Leia mais

1. Apresentação do. 2. Programa e Conteúdos dos Módulos do Master 5. 3. Formadores 6. 4. Testemunhos de alguns participantes 7. 5.

1. Apresentação do. 2. Programa e Conteúdos dos Módulos do Master 5. 3. Formadores 6. 4. Testemunhos de alguns participantes 7. 5. MASTER EM TENDÊNCIAS, COOLHUNTING E GESTÃO DA INOVAÇÃO Campinas Edição 2012 Setembro Outubro Apoio: RECURSOS PARA MELHORES DECISÕES. Campinas TRENDS RESEARCH CENTER 1. Apresentação do Tendências, Coolhunting

Leia mais

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU

Programas. cabo verde. Angola. portugal. s.tomé e príncipe. Fundación Universitaria San Pablo CEU Programas de MESTRADO Online MBA Master in Business Administration Mestrado em Direcção de Empresas Mestrado em Direcção de Marketing e Vendas Mestrado em Direcção Financeira Mestrado em Comércio Internacional

Leia mais

COMUNICAÇÃO DE TENDÊNCIAS

COMUNICAÇÃO DE TENDÊNCIAS 2012/2013 Curso Pós-Graduado de Especialização em COMUNICAÇÃO DE TENDÊNCIAS Programa de Cultura e Comunicação Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Descrição No mundo atual, dirigido pelo consumo

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY

ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY ILIMITADOS THE MARKETING COMPANY _ CURRICULUM Composta por uma equipa multidisciplinar, dinâmica e sólida, Sobre Nós A ilimitados - the marketing company é uma empresa de serviços na área do Marketing,

Leia mais

FUNÇÃO: Coordenador do Departamento de Comunicação (C_DCOM) e do Departamento de Educação para o Desenvolvimento e Advocacia Social (C_DEDAS)

FUNÇÃO: Coordenador do Departamento de Comunicação (C_DCOM) e do Departamento de Educação para o Desenvolvimento e Advocacia Social (C_DEDAS) FUNÇÃO: Coordenador do Departamento de Comunicação (C_DCOM) e do Departamento de Educação para o Desenvolvimento e Advocacia Social (C_DEDAS) LOCALIZAÇÃO: Sede - Lisboa Duração do Contrato: 1 ano, eventualmente

Leia mais

XLM Innovation & Technology

XLM Innovation & Technology 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A XLM, sedeada em Aveiro, iniciou a sua atividade em 1995. Nesta data, a sua área de atuação cingia-se à venda, instalação e assistência técnica

Leia mais

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012

Programa. Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 Programa Empreendedorismo Cultural e Indústrias Criativas 2012 3 Hemisfério esquerdo responsável pelo pensamento lógico e pela competência

Leia mais

CITIES ARE OUR CHALLENGE

CITIES ARE OUR CHALLENGE CITIES ARE OUR CHALLENGE Regeneração Urbana e Sustentabilidade Gestão de Projeto Consultadoria Estratégica em Imobiliário Desenvolvimento de Negócios ÍNDICE I II III IV V VI VII VIII IX APRESENTAÇÃO MARCA

Leia mais

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial. CoP de Gestão do Conhecimento Notas da sessão presencial de 24 de Março de 2014 Realizou-se dia 24 de Março, na Maia, nas instalações da Sonae Learning Center, a 6ª sessão da CoP, desta vez presencial.

Leia mais

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling Apresentamos a newsletter oficial do projeto T-Story - Storytelling Aplicado à Educação e Formação, um projeto financiado pela ação transversal Atividade-chave 3 Tecnologias de Informação e Comunicação,

Leia mais

MASTER GESTÃO COMERCIAL E VENDAS

MASTER GESTÃO COMERCIAL E VENDAS MASTER GESTÃO COMERCIAL E VENDAS MASTER GESTÃO COMERCIAL E VENDAS ENQUADRAMENTO Na realidade do mercado atual, focar-se nos clientes, conhecê-los, perceber as suas necessidades e motivações, é fundamental

Leia mais

HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner

HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner www.pwc.pt/academy HR Strategic Delivery Model HR as a strategic partner Lisboa, 21 e 22 de março de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer os desafios da função de RH e como se posicionar como

Leia mais

HEALTH MANAGEMENT CHALLENGES

HEALTH MANAGEMENT CHALLENGES 2011 HEALTH MANAGEMENT CHALLENGES COM O PATROCÍNIO DE: ÍNDICE A NOSSA PROPOSTA DE VALOR 3 HEALTH MANAGEMENT CHALLENGES 4 Estrutura e Coordenação 5 Conteúdos e Corpo Docente 6 Introdução: Health Servuction

Leia mais

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance

HR Scorecard Linking Strategy, People and Performance www.pwc.pt/academy Linking Strategy, People and Performance Lisboa, 8 e 9 de abril de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as tendências e melhores práticas de alinhamento da estratégia com

Leia mais

A consultora portuguesa especializada no consumidor sénior

A consultora portuguesa especializada no consumidor sénior We hear often that every seven seconds another boomer turns 50; however, for reasons that will soon be apparent, the age floor of this book is 40, the year marking the beginning of the second half of life

Leia mais

DESCRIÇÃO DO TRABALHO. Directora Nacional, WWF Moçambique

DESCRIÇÃO DO TRABALHO. Directora Nacional, WWF Moçambique DESCRIÇÃO DO TRABALHO Título de posição: Responde a: Supervisiona: Localização: Gestor de Comunicação Directora Nacional, WWF Moçambique Todo pessoal de comunicações Maputo, Moçambique Data: 19 de Agosto

Leia mais

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada.

As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. Anexo A Estrutura de intervenção As ações de formação ação no âmbito do presente Aviso têm, obrigatoriamente, de ser desenvolvidas com a estrutura a seguir indicada. 1. Plano de ação para o período 2016

Leia mais

Valencia, 14/10/2014 Med on the Move

Valencia, 14/10/2014 Med on the Move Valencia, 14/10/2014 Med on the Move Origens do projecto: 3C4 Incubators juntou 9 parceiros de 6 países, de diversos projectos previamente desenvolvidos, financiados pelo Programa MED e pelo INTERREG IV-C.

Leia mais

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira

1. Objectivos do Observatório da Inclusão Financeira Inclusão Financeira Inclusão Financeira Ao longo da última década, Angola tem dado importantes passos na construção dos pilares que hoje sustentam o caminho do desenvolvimento económico, melhoria das

Leia mais

Considerações Finais. Resultados do estudo

Considerações Finais. Resultados do estudo Considerações Finais Tendo em conta os objetivos definidos, as questões de pesquisa que nos orientaram, e realizada a apresentação e análise interpretativa dos dados, bem como a sua síntese final, passamos

Leia mais

Controlo de Gestão. 2ª Edição. Lisboa, 8 e 15 de Maio de 2013. www.pwc.pt/academia. Academia da PwC. 2ª edição

Controlo de Gestão. 2ª Edição. Lisboa, 8 e 15 de Maio de 2013. www.pwc.pt/academia. Academia da PwC. 2ª edição www.pwc.pt/academia Controlo de Gestão 2ª Edição Lisboa, 8 e 15 de Maio de 2013 Academia da PwC 2ª edição Este curso permite-lhe compreender melhor os princípios do controlo de gestão, com especial enfoque

Leia mais

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é

Sandra Maria Fevereiro Marnoto Licenciada em Gestão (1994) e Mestre em Finanças (2001) pela Faculdade de Economia da Universidade do Porto e é Célio Alberto Alves Sousa Licenciado em Relações Internacionais, Ramo Ciências Económicas e Políticas, pela Universidade do Minho (1994), pós graduado em Gestão Empresarial (1998) e doutorado em Management

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

Mónica Montenegro António Jorge Costa

Mónica Montenegro António Jorge Costa Mónica Montenegro António Jorge Costa INTRODUÇÃO... 4 REFERÊNCIAS... 5 1. ENQUADRAMENTO... 8 1.1 O sector do comércio em Portugal... 8 2. QUALIDADE, COMPETITIVIDADE E MELHORES PRÁTICAS NO COMÉRCIO... 15

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS ENCONTRO DA COMISSÃO SECTORIAL PARA A EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO CS/11 ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE APRESENTAÇÃO DO TRABALHO GT2 - Ensino Superior

Leia mais

Informar. Saber. Decidir. SOBRE A POBREZA, SOBRE A POBREZA, AS DESIGUALDADES AS DESIGUALDADES E A E PRIVAÇÃO A PRIVAÇÃO MATERIAL MATERIAL EM PORTUGAL EM PORTUGAL ABOUT POVERTY, INEQUALITY AND MATERIAL

Leia mais

HQN 27-06-2015 PLANOS REGIONAIS DE DINAMIZAÇÃO DA ECONOMIA SOCIAL. Ponte de Lima, 27 Junho 2015. www.hqnstrategyconsulting.com

HQN 27-06-2015 PLANOS REGIONAIS DE DINAMIZAÇÃO DA ECONOMIA SOCIAL. Ponte de Lima, 27 Junho 2015. www.hqnstrategyconsulting.com PLANOS REGIONAIS DE DINAMIZAÇÃO DA ECONOMIA SOCIAL Ponte de Lima, 27 Junho 2015 www.hqnstrategyconsulting.com 1 PLANO REGIONAL DE DINAMIZAÇÃO DA ECONOMIA SOCIAL O desenvolvimento de um Plano Regional para

Leia mais

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre

Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação. 1.º Ano / 1.º Semestre Sinopse das Unidades Curriculares Mestrado em Marketing e Comunicação 1.º Ano / 1.º Semestre Marketing Estratégico Formar um quadro conceptual abrangente no domínio do marketing. Compreender o conceito

Leia mais

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T

B U S I N E S S I M P R O V E M E N T BUSINESS IMPROVEMENT A I N D E V E QUEM É A Indeve é uma empresa especializada em Business Improvement, composta por consultores com uma vasta experiência e com um grande conhecimento do mundo empresarial

Leia mais

Fashion Marketing & Communication

Fashion Marketing & Communication Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO

O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO O COMPROMISSO DE UMA INSTITUIÇÃO Bem-vindo aos Programas Executivos do ISAG. A experiência adquirida ao longo dos anos e a atualização de conceitos, permitiu ao ISAG European Business School desenvolver

Leia mais

Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas

Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas Pós-Graduação em Administração e Gestão de Escolas ENQUADRAMENTO DO CURSO As escolas são estabelecimentos aos quais está confiada uma missão de serviço público, que consiste em dotar todos e cada um dos

Leia mais

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento

CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento CEF/0910/28031 Relatório preliminar da CAE (Poli) - Ciclo de estudos em funcionamento Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.9 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora:

Leia mais

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 -

Gestão da Rede de Contactos. - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - PROGRAMA BUSINESS NETWORKING Gestão da Rede de Contactos - Vilamoura, 26 de Junho de 2009 - APRESENTAÇÃO O sucesso de uma organização, depende, em grande parte, da sua capacidade de fazer contactos (network)

Leia mais

PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share

PROGRAMA AVANÇADO. Think, Create and Share GESTÃO ESTRATÉGICA DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE: DIAGNÓSTICOS EMPRESARIAIS E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS PROGRAMA AVANÇADO DESTINATÁRIOS Este programa foi desenhado para gestores, consultores e todos

Leia mais

ÍNDICE A CATÓLICA LISBON PROGRAMA DE GESTÃO DE PROJETOS E ANÁLISE DE DECISÕES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ÍNDICE A CATÓLICA LISBON PROGRAMA DE GESTÃO DE PROJETOS E ANÁLISE DE DECISÕES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ÍNDICE A CATÓLICA LISBON 02 As nossas acreditações A nossa oferta A Formação de Executivos PROGRAMA DE GESTÃO DE PROJETOS E ANÁLISE DE DECISÕES 05 Estrutura Coordenação CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 06 Modelos

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO EMPRESARIAL INTERNACIONAL E DIPLOMACIA ECONÓMICA Gestão Empresarial Internacional e Diplomacia Económica International Management and Economic Diplomacy 2 O aumento das exportações

Leia mais

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável 2ª CONFERÊNCIA PASSIVHAUS PORTUGAL 2014 29 de Novembro de 2014 Aveiro - Centro Cultural e de Congressos Victor Ferreira Plataforma Construção Sustentável Entidade Gestora do Cluster Habitat Sustentável

Leia mais

Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso

Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso Como elaborar um Plano de Negócios de Sucesso Pedro João 28 de Abril 2011 Fundação António Cupertino de Miranda Introdução ao Plano de Negócios Modelo de Negócio Análise Financeira Estrutura do Plano de

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015

MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS SGS. Duração 112 Horas / 3 meses. Edição 1ª Edição. Calendário outubro dezembro 2015 Edição 1ª Edição Calendário outubro dezembro 2015 Duração 112 Horas / 3 meses Regime Pós-laboral e ao sábado MASTER INNOVATION MANAGEMENT SYSTEMS Em parceria com: SGS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS COORDENAÇÃO

Leia mais

POWER-RH. organizacional e individual - OS NOSSOS SERVIÇOS

POWER-RH. organizacional e individual - OS NOSSOS SERVIÇOS POWER-RH Gestão estratégica a de mudança organizacional e individual - OS NOSSOS SERVIÇOS PARA EMPRESAS - A Power-rh Somos peritos em gestão estratégica de mudança organizacional e desenvolvimento humano.

Leia mais

Centro de Inovação e Competitividade

Centro de Inovação e Competitividade Centro de Inovação e Competitividade Contexto para a criação do centro Tendência Internacional das MO s GS1 Análise de melhores práticas mostra que muitas MO s da GS1 têm vindo a implementar Centros Similares,

Leia mais

LIVRO COM CASOS DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL APELO A CONTRIBUIÇÕES

LIVRO COM CASOS DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL APELO A CONTRIBUIÇÕES LIVRO COM CASOS DE EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL APELO A CONTRIBUIÇÕES Setúbal, 13 de Maio de 2012 A Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional (APDR) e a Escola Superior de Ciências

Leia mais

SEMINÁRIO. Observatório da Nutrição e Alimentação em Portugal 1ª Edição. Fundação Calouste Gulbenkian 15:30. 21 de março de 2013

SEMINÁRIO. Observatório da Nutrição e Alimentação em Portugal 1ª Edição. Fundação Calouste Gulbenkian 15:30. 21 de março de 2013 SEMINÁRIO Observatório da Nutrição e Alimentação em Portugal 1ª Edição Fundação Calouste Gulbenkian 15:30 Programa do seminário 15:30 - Receção aos participantes 16:00 - Sessão de Abertura Dr. Helena Ávila

Leia mais

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR

INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR INDICE INTRODUÇÃO OBJETIVOS RESULTADOS DESTINATÁRIOS CONDIÇÕES DE ACESSO BENEFÍCIOS PARA AS EMPRESAS PARTICIPANTES CLUSTER AGROALIMENTAR PLANO DE AÇÃO DO CLUSTER CONTATOS PARCEIROS 1 INTRODUÇÃO O desafio

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS

PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS PÓS-GRADUAÇÃO PROJETOS DIGITAIS Coordenadora: Pedro Segreto 06/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais e pesquisadores das

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA OBJETIVOS: promover competências pessoais específicas; disponibilizar ferramentas práticas de gestão de competências pessoais e profissionais;

Leia mais

MBA especialização em GesTão De projectos

MBA especialização em GesTão De projectos MBA especialização em GESTão DE projectos FORMEDIA Instituto Europeu de Empresários e Gestores FORMEDIA e INSTITUTO EUROPEO DE POSGRADO FORMEDIA - Instituto Europeu de Empresários e Gestores A FORMEDIA

Leia mais

Financiador. Parceiro. Governo da Região de Gabú

Financiador. Parceiro. Governo da Região de Gabú PROGRAMA de Cooperação da FEC na GUINÉ-BISSAU FUNÇÃO: Gestor(a) de Sistemas de Informação e Dados LOCALIZAÇÃO: República da Guiné-Bissau (Gabú) DURAÇÃO: 12 meses (renovável): julho 2015 - junho 2016 CONTEXTO

Leia mais

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco

Revolução digital Da estratégia à gestão do risco Revolução digital Neste curso serão abordadas as melhores práticas a adoptar, da estratégia à gestão de risco, perante os desafios dos diferentes meios digitais. Porquê participar neste curso? O impacto

Leia mais

20 Junho 2008. 13.Outubro.2008

20 Junho 2008. 13.Outubro.2008 20 Junho 2008 13.Outubro.2008 A Pool-net tem como objecto principal a Gestão e Coordenação do Pólo de Competitividade Engineering & Tooling, enquanto instrumento de operacionalização do Plano Estratégico

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA

PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA PÓS-GRADUAÇÃO MARKETING E COMUNICAÇÃO DE MODA Coordenadora: Gláucia Centeno 13/04/2015 > 09/2016 400 horas Idioma: Português Aulas: Segundas e quartas das 19h30 às 22h30 PÚBLICO-ALVO Profissionais com

Leia mais

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT

Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Cerimónia de lançamento do contrato de colaboração entre o Estado Português e o Massachusetts Institute of Technology, MIT Centro Cultural de Belém, Lisboa, 11 de Outubro de 2006 Intervenção do Secretário

Leia mais

Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação. Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes

Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação. Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes Projecto Engenharia 2020 - Tecnologia e Inovação Grupo de Trabalho Cidades Inteligentes Proposta de funcionamento e objectivos do Grupo Trabalho Oportunidades Projectos e propostas LNEC 30 Maio 2013 Grupos

Leia mais

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão

egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão egovernment & ehealth 2007 O papel fundamental das tecnologias no bem estar do Cidadão 01 02 03 Indra A Nossa Visão do Sector Público A Administração ao serviço do Cidadão Página 2 Quem Quiénes somos somos

Leia mais

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2

MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 MBA Gestão de Mercados ementas 2015/2 Análise de Tendências e Inovação Estratégica Levar o aluno a compreender os conceitos e as ferramentas de inteligência preditiva e inovação estratégica. Analisar dentro

Leia mais

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005.

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. Cooperação empresarial, uma estratégia para o sucesso Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. É reconhecida a fraca predisposição

Leia mais

www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças!

www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças! www.pwc.pt/academy Gestão de cobranças PwC s Academy Técnicas e ferramentas para uma gestão eficaz das suas cobranças! Como gerir cobranças? Destinatários prioritários Esta ação de formação é prioritária

Leia mais

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro Relatório de atividades do IPAM- Aveiro 2013 2014 Índice INTRODUÇÃO... 4 1. Grau de cumprimento do plano estratégico e do plano anual e dos respetivos objetivos... 5 Enquadramento: plano e objetivos...

Leia mais

O Contributo do Cluster da Electrónica e Telecomunicações para o Desenvolvimento Económico Espanhol

O Contributo do Cluster da Electrónica e Telecomunicações para o Desenvolvimento Económico Espanhol O Contributo do Cluster da Electrónica e Telecomunicações para o Desenvolvimento Económico Espanhol O presente estudo visa caracterizar o cluster da electrónica, informática e telecomunicações (ICT), emergente

Leia mais

Design Estratégico e Inovação

Design Estratégico e Inovação Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking.

Fase I - Contexto e Pesquisa - Alinhamento dos conceitos de Branding, análise do contexto atual e introdução ao Design Thinking. Os programas de Pós-Graduação oferecidos pela Faculdade de Tecnologia do Istituto Europeo di Design estão em conformidade legal e atendem as Resoluções CNE/CES nº 1, de 3 de abril de 2001 e nº 1, de 8

Leia mais

Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas

Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas Guia das Funções Mais Procuradas Page Personnel 2015 Advocacia e TI estão entre as mais procuradas e melhor pagas Lisboa, 16 de Junho de 2015 - A Page Personnel, empresa de recrutamento de quadros intermédios

Leia mais

QUERES SER VOLUNTÁRIO(A) NO GEOTA?

QUERES SER VOLUNTÁRIO(A) NO GEOTA? INVENTARIAÇÃO DE POPULAÇÕES DE AVIFAUNA DA RESERVA NATURAL LOCAL DO PAUL DE TORNADA - Quais os objetivos da tarefa? Manter, incrementar e divulgar os valores naturais da Reserva Natural Local do Paul de

Leia mais

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES

MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES PÓS - GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA EM GESTÃO ESTRATÉGICA DE ESPORTES SIGA ZMBAEESP11/00 Rua Almirante Protógenes, 290 Bairro Jardim Santo André SP - CEP 09090-760 - Fone: (11) 4433 3222 Av.

Leia mais

Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação e Instrumentos de Apoio ao SGIDI

Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação e Instrumentos de Apoio ao SGIDI 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM 3,5/3,5 CM As Normas Portuguesas para a Certificação de Sistemas de Gestão de IDI Certificação da Sociedade Portuguesa de Inovação pela NP4457:2007 O Processo de Certificação

Leia mais

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA HOMOLOGAÇÃO: José Eduardo Carvalho 14-03- Pág. 2 de 5 A Tagusgás subscreve a Política AQS da Galp Energia. A Política AQS da Tagusgás foi definida tendo em consideração os Objectivos Estratégicos do Grupo

Leia mais

Leader Coach. Creating high performance teams. Lisboa, 25 e 26 de junho de 2013. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC

Leader Coach. Creating high performance teams. Lisboa, 25 e 26 de junho de 2013. www.pwc.pt/academy. Academia da PwC www.pwc.pt/academy Creating high performance teams Lisboa, 25 e 26 de junho de 2013 Academia da PwC Um curso onde irá conhecer as melhores práticas de gestão e desenvolvimento e equipas. Creating high

Leia mais

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE

Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio. João Pequito. Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio João Pequito Director Geral da PSE Soluções de análise preditiva para optimizar os processos de negócio Qualquer instituição tem hoje

Leia mais

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades:

aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: Enquadramento Desafios: aumento da população mundial aumento da produtividade, sustentabilidade dos recursos e segurança alimentar Necessidades: eficiência dos sistemas agrícolas e florestais gestão sustentável

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA 2015

DOSSIER DE IMPRENSA 2015 DOSSIER DE IMPRENSA 2015 A Empresa A Empresa A 2VG é uma empresa tecnológica portuguesa criada em 2009, que surgiu para colmatar uma necessidade detetada no mercado das tecnologias de informação e comunicação

Leia mais

Prémio Inovação em Intervenção Psicológica

Prémio Inovação em Intervenção Psicológica Prémio Inovação em Intervenção Psicológica ABRIL 2015 Índice 03 05 11 1. Programa OPP Inovação em Intervenção Psicológica 1.1. Prémio Inovação em Intervenção Psicológica 1.2. Summer Camp - Inovação em

Leia mais

Apresentação a Institucionais. (Sociedade registada na CMVM com o nº 340)

Apresentação a Institucionais. (Sociedade registada na CMVM com o nº 340) Apresentação a Institucionais (Sociedade registada na CMVM com o nº 340) AGENDA I. Equipa de Gestão II. Institucionais e o desafio da Liquidez III. Serviços especializados IV. Contactos 2 I. Equipa de

Leia mais

Fórum Crédito e Educação Financeira 25 de Janeiro de 2012. António de Sousa

Fórum Crédito e Educação Financeira 25 de Janeiro de 2012. António de Sousa Fórum Crédito e Educação Financeira 25 de Janeiro de 2012 António de Sousa Realidade: A literacia financeira dos portugueses Resultados do Inquérito do Banco de Portugal à População Portuguesa (2010):

Leia mais

Insight MINDFULNESS, CREATIVIDADE E DESIGN THINKING PARA RESOLVER PROBLEMAS E DESAFIOS NA SUA EMPRESA

Insight MINDFULNESS, CREATIVIDADE E DESIGN THINKING PARA RESOLVER PROBLEMAS E DESAFIOS NA SUA EMPRESA Insight MINDFULNESS, CREATIVIDADE E DESIGN THINKING PARA RESOLVER PROBLEMAS E DESAFIOS NA SUA EMPRESA OBJETIVO Auxiliar equipes de projetos a solucionar problemas por meio de metodologia própria baseada

Leia mais

Política de Produto e Serviço Caixa Geral de Depósitos. Política de Produto e Serviço

Política de Produto e Serviço Caixa Geral de Depósitos. Política de Produto e Serviço Política de Produto e Serviço Publicado em julho 2012 1 Fundada em 1876, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) é o maior grupo financeiro nacional, atuando em diferentes áreas, designadamente na banca comercial,

Leia mais

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda.

Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa A Almadesign Conceito e Desenvolvimento de Design, Lda. é uma empresa com competências nucleares

Leia mais

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012

Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Plataforma de Formação e Discussão para a Promoção do Emprego Qualificado Porto, julho2012 Enquadramento As sucessivas e dependentes crises financeiras - do subprime e das dívidas soberanas - têm levado

Leia mais

WORKSHOP EQUALITY PAYS OFF (A Igualdade Compensa)

WORKSHOP EQUALITY PAYS OFF (A Igualdade Compensa) WORKSHOP EQUALITY PAYS OFF (A Igualdade Compensa) Atrair e manter o talento feminino de topo Data: 24 de setembro 2013 Local: Representação da Comissão Europeia em Portugal Largo Jean-Monnet 1, 10ª 1269-068

Leia mais

DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA

DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA DEMOCRACIA E GESTÃO AUTÁRQUICA DURAÇÃO / COMPONENTE / DIPLOMA CURSO DE FORMAÇÃO AVANÇADA I Edição 2014 30 Horas lectivas / Teórica / Curso de Formação Avançada COORDENAÇÃO Coordenação Científica Prof.

Leia mais

Pós- graduação em Branding e Gestão de Marcas (6ª Edição - NOVO Formato com 60 ECTS)

Pós- graduação em Branding e Gestão de Marcas (6ª Edição - NOVO Formato com 60 ECTS) Pós- graduação em Branding e Gestão de Marcas (6ª Edição - NOVO Formato com 60 ECTS) Coordenação: Doutor Carlos Alves Rosa (Científica); Mestres Américo Mateus e João Lemos Diogo (Executiva e Conteúdos).

Leia mais

BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015. Sara Medina saramedina@spi.pt. IDI (Inovação, Investigação e Desenvolvimento) - Algumas reflexões

BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015. Sara Medina saramedina@spi.pt. IDI (Inovação, Investigação e Desenvolvimento) - Algumas reflexões BOLSA DO EMPREENDEDORISMO 2015 INSERIR IMAGEM ESPECÍFICA 1 I. Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI) Missão: Apoiar os nossos clientes na gestão de projetos que fomentem a inovação e promovam oportunidades

Leia mais

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA

PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA PRÉMIO EMPREENDEDORISMO INOVADOR NA DIÁSPORA PORTUGUESA 2015 CONSTITUIÇÃO DO JÚRI Joaquim Sérvulo Rodrigues Membro da Direcção da COTEC Portugal, Presidente do Júri; Carlos Brazão Director Sénior de Vendas

Leia mais

Apresentação a Empresas. (Sociedade registada na CMVM com o nº 340)

Apresentação a Empresas. (Sociedade registada na CMVM com o nº 340) Apresentação a Empresas (Sociedade registada na CMVM com o nº 340) AGENDA I. Equipa de Gestão II. Empresas e os desafios actuais III. Serviços especializados IV. Contactos 2 I. Equipa de Gestão Resumo

Leia mais

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação)

EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) EXECUTIVE MASTER OF FASHION BUSINESS (Pós-graduação) Rua Castilho 90 2ºesq 1250-071 Lisboa, Portugal Rua José Gomes Ferreira nº219 - Aviz 4150-442 Porto, Portugal info@beill.pt / www.beill.pt Sobre A Beill

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE.

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. Por: Cândido Pires Presidente da Direcção do Centro de Solidariedade de Braga, Licenciado em Engenharia,

Leia mais

As Comunidades de Prática (CoPs) ao Serviço da Organização

As Comunidades de Prática (CoPs) ao Serviço da Organização Sandra Paula da Silva Maia Pacheco de Oliveira Gestão de Pequenas e Médias Empresas As Comunidades de Prática (CoPs) ao Serviço da Organização - O Caso Siemens AG - Orientador Professor Doutor Luís Manuel

Leia mais

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO

PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE APRENDIZAGEM MBA E PÓS-GRADUAÇÃO PROFISSIONAL MBA e Pós-Graduação Cursos inovadores e alinhados às tendências globais Nossos cursos seguem modelos globais e inovadores de educação. Os professores

Leia mais

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen

Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO. www.aese.pt/gen Em colaboração com: GESTÃO DE EMPRESAS E NEGÓCIOS GEN LEIRIA 2015 SETEMBRO E OUTUBRO www.aese.pt/gen BEM-VINDO AO GEN É com muito gosto que lhe apresentamos o GEN, criado pela AESE, numa perspetiva de

Leia mais

Como delegar eficazmente?

Como delegar eficazmente? www.pwc.pt/academy Como delegar eficazmente? How to improve your skills? 21 e 22 de maio de 2013 Academia da PwC Delegar é um conceito aparentemente claro, mas que na prática, nem todos aplicam. A base

Leia mais

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição

Pós-Graduação. Mercados Internacionais e Diplomacia Económica. 1ª Edição Pós-Graduação Mercados Internacionais e Diplomacia Económica 1ª Edição 2011/2012 Mercados Internacionais e Diplomacia Económica Coordenação Científica Prof. Doutor Joaquim Ramos Silva Prof. Doutor Manuel

Leia mais

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS // www.esb.ucp.pt

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS // www.esb.ucp.pt Pós-Graduação Segurança Alimentar 45 ECTS // www.esb.ucp.pt Nesta pós-graduação estudam-se os perigos, riscos, metodologias e legislação com que a segurança alimentar é confrontada na atualidade, numa

Leia mais

Centro de Simulação Biomédica. Serviço de Anestesiologia. Bloco Operatório Central. Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE.

Centro de Simulação Biomédica. Serviço de Anestesiologia. Bloco Operatório Central. Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE. Centro de Simulação Biomédica Serviço de Anestesiologia Bloco Operatório Central Hospitais da Universidade de Coimbra CHUC, EPE. Curso Plano de Formação Avançada: Business Intelligence e o Novo Cliente

Leia mais

AERLIS Programa de boas práticas de gestão de projeto

AERLIS Programa de boas práticas de gestão de projeto 22 de Dezembro de 2014 AERLIS Programa de boas práticas de gestão de projeto Hugo Cartaxeiro PMP BECOME WINNERS TOGETHER. WINNING Management Consulting Foco na produtividade e previsibilidade dos projetos

Leia mais