Network Analytics. Como inovar nos negócios a partir da exploração e da análise de informações. Advisor

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Network Analytics. Como inovar nos negócios a partir da exploração e da análise de informações. Advisor"

Transcrição

1 Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Como inovar nos negócios a partir da exploração e da análise de informações Foco Tecnologia Business Intelligence Setor Telecomunicações Geografia América Latina

2 2 Outubro, 2012 Sumário Introdução 3 Contexto 4 Conceito 7 Níveis de aplicação 8 Roadmap de implementação 10 Conclusão/Recomendações 13

3 3 Introdução Como em qualquer mercado extremamente competitivo, as operadoras precisam garantir diariamente a melhor experiência aos clientes e gerar resultados positivos aos acionistas. Uma das formas de conseguir esse diferencial competitivo é explorar corretamente os conceitos de business intelligence, analytics e big data, transformando os dados sejam eles gerados pelas redes ou pelos usuários em um rico material que pode ser usado como suporte à tomada de decisão, nos âmbitos operacional, de marketing, de engenharia ou financeiro. Os ativos de rede e os dispositivos móveis estão cada vez mais inteligentes, gerando enormes volumes de informações sobre comportamento de uso dos clientes, desempenho da infraestrutura e tipo de conteúdo transmitido. Nesse cenário, é fundamental que as operadoras aproveitem as informações como base para suas decisões de negócios, apoiando planos para investimentos em rede, promoções ou lançamento de novos produtos.

4 4 Segundo estudo do IDC, o volume de dados no mundo em 2012 chegará a 2,7 zettabytes, aumento de 60% em relação aos 1,7 zettabytes gerados no ano passado Contexto De acordo com estudo do IDC, o volume de dados no mundo, em 2012, chegará a 2,7 zettabytes, registando um crescimento de 60% em relação aos 1,7 zettabytes gerados no ano passado. Para trazer valor aos negócios, essa quantidade de informação precisa ser armazenada, tratada e explorada corretamente movimento que vem sendo realizado pela imensa maioria das grandes corporações. Segundo estudos, mais de 90% das 500 Maiores Empresas da Fortune têm alguma iniciativa relacionada a analytics ou a big data em andamento. Trata-se de um caminho sem volta: podemos dizer que chegamos à era da análise. Diferentemente de anos atrás, em que o detentor da informação tinha o poder, hoje a inteligência consiste em saber qualificar a informação e interpretar o que está disponível para todos. Não poderia ser diferente. Em uma época em que começamos a falar em yottabytes, em que objetos estão ligados em rede e trocando dados (internet das coisas) e em que cada um de nós é um potencial gerador de informação, identificar o que é realmente importante, tratar, analisar e, principalmente, utilizar os dados disponíveis transforma-se no verdadeiro diferencial seja no mundo corporativo ou na vida pessoal.

5 5 Qual o tamanho de um yottabyte? Terabyte Comporta fotos ou músicas. Petabyte Preenche 16 storage Blackblaze em 2 gabinetes do datacenter. Exabyte Preenche 2 mil gabinetes, lotando um datacenter de um quarteirão. Zettabyte Ocupa mil datacenters ou 20% de Manhattan (NY). Yottabyte Preencheria 1 milhão de datacenters, ocupando os estados norte-americanos de Dellaware e Rhode Island. O custo $ 100 trilhões $ 61 O custo de 1 trilhões terabyte, hoje, é de US$ 100. Custaria US$ 100 trilhões $ 14 $ 18 comprar HDs trilhões trilhões para armazenar 1 yottabyte de informação PIB EUA 2008 PIB Europa 2008 PIB Mundial 1 yottabyte A indústria da tecnologia da informação percebeu a tendência que apontava para essa mudança de paradigma há mais de uma década, quando começaram a surgir as primeiras iniciativas baseadas em soluções de business intelligence. Paralelamente ao roll out desses projetos, o volume de informações cresceu, o tipo mudou já não é mais possível imaginar o uso apenas de dados estruturados e, acompanhando a mudança, ganhou força o conceito de big data. As novas tecnologias que acompanham esse conceito trouxeram a possibilidade de se tratar colossais volumes de dados, estruturados ou desestruturados, em tempo real. E ampliaram significativamente a capacidade de as empresas entenderem o comportamento de seus negócios, prever mudanças e tomar decisões melhor fundamentadas. Enquanto isso, no ambiente de telecomunicações, outra mudança aconteceu ao longo dos últimos anos. A evolução das redes e a migração para o mundo IP permitiu o desenvolvimento de dispositivos mais inteligentes, capazes de gerar e coletar dados em tempo real sobre as informações que trafegam na infraestrutura. Paralelamente, as novas tecnologias possibilitaram a oferta de serviços de dados cada vez mais sofisticados, conferindo grande complexidade às informações geradas pelos consumidores e seus dispositivos de acesso não se trata mais apenas de chamadas telefônicas, mas de milhões de conexões IP referentes à navegação na internet, à troca de mensagens por meio de aplicativos de comunicação instantânea, serviços de localização, publicações em redes sociais e streaming de vídeo, entre outros.

6 6 "Operadoras de telecomunicações estão começando a reconhecer que a falta de uma visão integrada dos clientes é um problema e que elas precisam investir em gerenciamento de dados, business intelligence e analytics" Kris Szaniawski, analista especializada em redes, Informa Telecom & Media Os principais desafios das operadoras Garantir qualidade de serviço para promover a satisfação dos clientes atuais Desenvolver campanhas de marketing e mix de produtos inovadores, capazes de atrair novos consumidores e ampliar o ARPU dos clientes atuais Gestão financeira eficiente para evitar perdas causadas por fraudes e falhas nos sistemas Planejamento de expansão da infraestrutura de forma a otimizar os investimentos sem comprometer a qualidade de serviços Atender às demandas regulatórias sem prejudicar as margens e sem perder time-to-market Sob o ponto de vista de negócios, as operadoras de todo o mundo passam por um momento de margens apertadas e clientes extremamente exigentes, em que a redução do churn, a mitigação de perdas financeiras e a busca da excelência operacional são fatores decisivos para a manutenção de sua saúde operacional. A combinação de todos esses fatores e a percepção de que é necessário extrair o máximo das informações que estão disponíveis vêm fazendo as operadoras ampliarem o interesse por soluções de business intelligence, analytics e big data. Trata-se, de fato, do cenário ideal para a implementação de projetos do tipo, capazes de, usando as tecnologias disponíveis, tirar o melhor proveito dos enormes volumes de dados gerados pelas telcos, e os transformando em importantes diferenciais competitivos. A aplicação dos conceitos de analytics ao ambiente de telecomunicações é o que estamos chamando de network analytics. Fonte: PromonLogicalis

7 7 Dados gerados pelo cliente (dados do aparelho, localização, apps, social networking, etc.) OSS (assurance, fullfillment, mediação) $ BSS (CRM, billing, pagamentos) DSL Mobile Voice VAS Platforms (DNS, DHCP, AAA, etc.) Infraestrutura de rede Fonte: PromonLogicalis Conceito Não existe, hoje, uma definição formal para o termo network analytics. Empresas de pesquisa, consultorias e fornecedores usam a expressão para se referir a diversas tecnologias, que vão desde sistemas de monitoramento de redes capazes de gerar relatórios de performance, até soluções analíticas focadas no mercado de telecom e destinadas a avaliar a experiência do consumidor. Neste documento, chamamos de network analytics a subdivisão do BA (business analytics) que trata especificamente da gestão de dados das empresas de telecomunicações, com o objetivo de fornecer informações relevantes para o negócio. A partir do uso de ferramentas tecnológicas de ponta, tem a capacidade de analisar profundamente um conjunto completo de dados que trafegam pelas redes de comunicação, transformá-los em informações, combiná-los em vários KPIs/ KQIs e disponibilizá-los em um dashboard para ser analisado qualitativa e quantitativamente. Esse painel de controle pode ser baseado ou não em análises de causa e efeito, análise preditiva e mobilidade, de maneira a suportar diversos casos de uso. Como base, as soluções de network analytics devem explorar dados obtidos a partir dos sistemas de OSS, BSS, monitoramento de rede, CRM e ERP, assim como informações trazidas de redes sociais, aplicações de geolocalização e similares, e dados da rede em si, gerados pelo que chamamos de instrumentação equipamentos e plataformas de rede (como roteadores, GGSNs, DNSs, entre outros) que, além de fazerem sua função-base, também provêm mais informações sobre o que trafega na rede. Assim, torna-se possível ter uma visão 360 graus não apenas dos clientes, mas dos negócios como um todo.

8 8 Níveis de aplicação As soluções de network analytics permitem que as empresas trabalhem de maneira proativa no que se refere à gestão das informações de sua rede, impactando positivamente em alguns importantes desafios de negócios. Os resultados dos projetos de network analytics trazem análises relevantes para três áreas de negócios críticas em uma operadora de telecomunicações: engenharia, operações e marketing. Para a área de engenharia, alguns dos principais benefícios da adoção de network analytics são a otimização da infraestrutura e dos investimentos. Já em operações, as vantagens devem vir da melhoria da qualidade dos serviços. Enquanto, finalmente, em marketing, os projetos têm retorno por meio do melhor conhecimento dos clientes, redução do churn e aumento da receita. Em linhas gerais, são quatro os principais aspectos que podem ser beneficiados com a adoção do network analytics: Experiência do cliente: a partir da análise dos dados a respeito do desempenho da rede, o perfil de uso dos consumidores e o que eles estão dizendo sobre a operadora seja para a própria empresa, via centrais de atendimento, seja nas redes sociais é possível conduzir ações para melhorar a experiência do cliente. O conhecimento dos padrões e das tendências permite a prevenção de falhas, análises em tempo real possibilitam reações imediatas e até mesmo a análise de problemas já superados pode dar a chance à operadora de se retratar com o cliente por meio de ações de marketing direcionadas. São infindáveis as possibilidades de uso dos dados com o objetivo de tratar as questões de retenção, satisfação, interação e melhor gestão da experiência dos usuários, resultando na redução do churn, assim como na diminuição das perdas financeiras e dos riscos para a imagem da operadora. Capacity planning: graças a um conhecimento mais profundo sobre o perfil de uso dos clientes e a análises em tempo real do comportamento da rede, é possível tomar decisões mais acertadas a respeito de ações para adequação de capacidade de banda ou até mesmo investimentos em ampliação da infraestrutura. Atualmente, para atender à necessidade por escalabilidade da rede, as operadoras costumam oferecer infraestrutura superior à demanda, criando uma ociosidade que onera suas operações. Com as ferramentas corretas, as empresas podem identificar os pontos em que há necessidade real de investimento e até mesmo prever as regiões em que as ampliações serão mais urgentes.

9 9 Empresas acima da média de seus mercados reconhecem e perseguem o valor de business analytics muito mais do que as empresas na média ou abaixo da média Sua empresa tem um plano para melhorar os seguintes itens: habilidade de coletar e analisar dados, apresentar informações relevantes e dar poder às pessoas para agirem com base nessas informações? 81% 2% 17% 56% 57% 7% 36% 56% 17% 27% Não reconhecem valor algum Buscam o valor em nível corporativo 25% acima da média 41% 16% na média 53% 3% abaixo da média Não, não é uma prioridade Não, mas queremos Sim, para algumas unidades/grupos Sim, em toda a empresa Nota: A classificação tem como base seus pares no mercado Fonte: IBM Gestão financeira: por um lado, a análise constante do ambiente deve trazer um aumento da ARPU (average revenue per user), já que possibilita a exploração dos resultados das diversas campanhas de marketing de maneira mais eficiente, assim como a reorganização dos modelos de precificação. Além disso, traz impacto financeiro também devido a uma melhor gestão dos custos, ao permitir a avaliação da cadeia de valor e do ciclo de vida do cliente, fazendo investimentos com maior apoio, mensuração de fatores críticos de sucesso e apoio às análises de risco e fraude. Obviamente, os resultados obtidos a partir da adoção do conceito podem ter diferentes níveis, que dependem diretamente da maturidade do projeto e da abrangência da implementação. Ainda que os quatro aspectos citados anteriormente devam ser impactados de qualquer maneira, existem variações na profundidade das mudanças e no viés (tático, gerencial ou estratégico) que elas terão. Inovação: os insights trazidos pelo uso de soluções analíticas pode (e deve) dar apoio à inovação corporativa, seja por meio da criação de novos modelos de negócios, novos produtos ou novos serviços. As operadoras podem, inclusive, criar novas fontes de receitas a partir, por exemplo, da venda de inteligência obtida com o uso de network analytics. Uma aplicação possível seria oferecer as informações de localização dos clientes para redes varejistas, de forma a permitir o envio de ofertas ou publicidade direcionadas.

10 10 GAPs típicos "Big Data" Usar tecnologias analíticas (limitado a reporting) OSS (assurance, fullfillment, mediação) Dados gerados pelo cliente (dados do aparelho, LBS, social networking, etc.) $ Mais maduro em analytics, precisa sair de TI e integrar com outras áreas BSS (CRM, billing, pagamentos) Instrumentação DSL Mobile Voice VAS Platforms (DNS, DHCP, Infraestrutura de rede AAA, etc.) Fonte: PromonLogicalis Roadmap de implementação Para começar uma iniciativa de network analytics, o primeiro passo está em entender onde se quer chegar com ela. A definição dos objetivos é um dos mais importantes momentos na fase de pré-projeto, já que ali se pode delinear o sucesso ou o fracasso da iniciativa. Nesse momento, pode ser interessante contar com o apoio de uma consultoria ou de uma empresa especializada que possa trabalhar em conjunto com as áreas usuárias (marketing, engenharia e operações) e com os líderes do projeto na definição de metas estratégicas e dos caminhos que levarão a alcançá-las. Em seguida, é importante realizar um assessment para entender e documentar o estágio de maturidade dos projetos de analytics existentes e, ao mesmo tempo, identificar os gaps que precisam ser preenchidos para dar continuidade à iniciativa. Ou seja, é importante entender se os dados que serão necessários para atingir os objetivos definidos no primeiro estágio estão sendo coletados e armazenados e, caso não estejam, realizar ações para reverter o quadro. A experiência mostra que, atualmente, as operadoras latino-americanas apresentam níveis maiores de maturidade no que se refere aos sistemas de BSS (especialmente em aplicações relacionadas a fraud assurance e revenue assurance, onde as soluções analíticas já vêm sendo usadas e obtendo bons resultados) e que, nesse ambiente, falta integração com as demais áreas de negócios. No âmbito dos sistemas de OSS, existe um nível inicial de ferramentas de BI, especialmente destinadas às funções de reporting, mas pouca capacidade realmente analítica. Sob o ponto de vista das redes, há a necessidade de instrumentar a infraestrutura de modo que ela possa gerar e captar as informações. Esse é um movimento que se tornou possível há relativamente pouco tempo, o que faz com que este seja o momento ideal para fazer a mudança. Finalmente, a volumetria e a falta de estruturação e de realtime dos dados gerados pelos usuários e por seus dispositivos de acesso compõem um desafio de big data, tema ainda pouco maduro entre as operadoras da região.

11 11 Integração entre as áreas envolvidas Operadora Marketing TI Operações Engenharia Informações Fonte: PromonLogicalis Com o mapa da situação atual em mãos e os objetivos estratégicos do projeto definidos, chega a hora de se iniciar o desenho do roll out da iniciativa. Como todos os projetos de business analytics, a adoção de network analytics não é um movimento que possa ser visto como um grande projeto único. Implementações corporativas, que envolvam todas as áreas da empresa, tendem a alcançar altos níveis de complexidade, acarretando prazos longos e altos custos e ampliando significativamente os riscos do projeto. Por isso, o melhor caminho para uma iniciativa do tipo é não apenas fasear, mas principalmente fatiar por áreas ou segmentos de negócio específicos os esforços. Assim, dificilmente os projetos de network analytics ficarão sob o comando de uma área específica como TI, por exemplo. A tendência é que sejam projetos multidisciplinares, compostos por iniciativas de menor porte (tocadas diretamente pelas áreas usuárias), mas com uma coordenação centralizada. Outro caminho interessante consiste em identificar as áreas em que os resultados da adoção tendem a ser mais rápidos e diretos, ou seja, os subprojetos em que o ROI seria mais curto. A ideia de se começar pelos setores em que os resultados possam ser percebidos mais rapidamente tem dois objetivos principais: trazer ganhos que possam custear as próximas fases do projeto e, ainda mais importante, funcionar como incentivo para a continuidade de pedaços em que o processo seja mais complicado. Ainda que uma iniciativa de analytics esteja menos exposta a riscos quando dividida em subprojetos, não se pode esquecer a importância de se ter um olhar único, que orquestre todos os subprojetos que acontecerão ao mesmo tempo, de modo a garantir que não existam incompatibilidades ou retrabalho. Esse sponsor, além de garantir a unidade da implementação, deve auxiliar em outro aspecto que costuma assombrar os líderes de projetos de analytics, especialmente nas operadoras de telecomunicações: a falta de integração entre as áreas que precisam ser envolvidas.

12 12 As barreiras que as organizações mais enfrentam na adoção de analytics estão muito mais relacionadas a gestão e cultura do que a dados e tecnologia Falta de entendimento sobre como o uso de analytics pode melhorar os negócios Falta de capacidade de entrega devido a outras prioridades Inexistência de profissionais qualificados internamente 28% 34% 38% Habilidade de obter os dados A cultura existente não encoraja o compartilhamento de informações Não está claro quem são os donos dos dados e os processos de governança não são efetivos Falta de patrocínio executivo Preocupações sobre os dados Custos percebidos são maiores que os benefícios projetados 24% 23% 23% 22% 21% 21% Não há espaço para mudança 15% Não saber como começar 9% Fonte: IBM As diferenças culturais e as tensões organizacionais entre os departamentos de engenharia, operações, marketing e TI podem se tornar uma enorme barreira para o sucesso da iniciativa, já que um dos pré-requisitos para o sucesso é exatamente a integração dos dados provenientes de cada uma das áreas, seu cruzamento e análise. Além da integração entre as áreas, outros fatores podem dificultar o desenvolvimento de um projeto de analytics nas operadoras de telecomunicações, como a falta de conhecimento sobre o tema, ausência de mão de obra especializada e o pouco entendimento sobre como uma adoção do conceito pode trazer impactos para o negócio. O mais importante ponto de atenção durante um projeto de analytics, entretanto, é a qualidade dos dados utilizados. A questão está entre os desafios de todas as corporações e envolve, em grande parte, a cultura organizacional, orientação aos funcionários, reforço das políticas de proteção da informação e forte patrocínio do nível executivo além, é claro, de ferramentas tecnológicas que suportem e facilitem processos que garantem a qualidade dos dados.

13 13 Estimativas da empresa de análise de mercado Ovum apontam que baixa qualidade dos dados custam às empresas norte-americanas o equivalente a pelo menos 30% de suas receitas cerca de US$ 700 bilhões ao ano Conclusão/Recomendações O atual cenário das tecnologias analíticas, somado ao desenvolvimento dos dispositivos de rede, torna decisivo que as operadoras de telecomunicações apostem em soluções abrangentes de network analytics, que permitam a elas terem uma visão 360 graus de seus clientes e negócios, otimizarem as operações, melhorarem a satisfação dos consumidores, reduzirem perdas financeiras, ganharem diferenciais competitivos e impulsionarem a inovação. Por outro lado, a complexidade dos projetos aumenta a rejeição em relação às iniciativas analíticas, as quais têm de enfrentar ainda barreiras culturais como a dificuldade de integração entre as áreas e a complexidade de se ter dados de qualidade para alimentar os novos sistemas. É fato, porém, que as operadoras que superarem os obstáculos, adotarem soluções de network analytics e, fator decisivo, conseguirem absorver a cultura da tomada de decisão com base em indicadores de negócios, terão importantes diferenciais e certamente se destacarão de suas concorrentes nesse competitivo mercado.

14 14 Advisor é uma publicação da PromonLogicalis. Este documento contém informações de titularidade ou posse da PromonLogicalis, de suas controladas ou coligadas, e são protegidas pela legislação vigente. Reprodução total ou parcial desta obra apenas com prévia autorização da PromonLogicalis. As informações contidas nesta publicação são baseadas em conceitos testados e empregados no desenvolvimento de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de acordo com o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. Luís Minoru Shibata Diretor de Consultoria PromonLogicalis Julian Nakasone Diretor de Soluções de TI PromonLogicalis Fabio Hashimoto Gerente de Tecnologia PromonLogicalis Cesar Carvalho Analista de Tecnologia PromonLogicalis Com mais de 15 anos de experiência em TIC, atuou como Diretor Executivo da Ipsos e como Managing Director do Yankee Group na América Latina. MBA em Conhecimento, Tecnologia e Informação pela FIA (FEA/USP). br.promonlogicalis.com +55 (11) Tem mais de 15 anos de experiência no setor de tecnologia da informação e comunicações. Formado em Engenharia Eletrônica pelo ITA, com MBA pela EASP-FGV. br.promonlogicalis.com +55 (11) Engenheiro de Computação pela Unicamp com MBA pela ESAMC, possui mais de 10 anos de experiência em TIC. Atua em projetos ligados a áreas de Sistemas de Suporte à Operação (OSS) e Gerência de Serviços de TI (ITSM) em empresas de segmentos como telecomunicações e energia elétrica. br.promonlogicalis.com +55 (11) Cientista da Computação com MBA em Gestão de TI pela FIAP, possui mais de 10 anos de experiência em TIC.Atua em projetos ligados as áreas de Sistemas de Informação e Soluções Analíticas (Business Intelligence & Big Data) nos segmentos de telecomunicações, mercado corporativo e governo. br.promonlogicalis.com +55 (11) Para saber mais Entre em contato conosco para saber o que podemos fazer pela sua empresa. Coordenação e texto Thais Cerioni Marketing PromonLogicalis Diretor Responsável Luís Minoru Shibata

15 15 A PromonLogicalis Com mais de trinta anos de experiência, a PromonLogicalis oferece serviços de consultoria que têm auxiliado grandes corporações a entender como alavancar o negócio por meio da adoção de soluções de TIC. A PromonLogicalis é um integrador que atua com os principais fornecedores do mercado para cada solução, abrangendo desde o core e a infraestrutura de redes de acesso, passando por redes, colaboração, data centers e segurança da informação, até sua operação e gerenciamento. Para atender a demanda por soluções analíticas, a PromonLogicalis oferece um portfólio completo de tecnologias, que combinam desde ferramentas para coleta dos dados, até sistemas para a entrega das informações em formatos adequados à gestão. A adoção de soluções de permite às empresas de telecomunicações a análise de grandes conjuntos de dados, estruturados ou não, em tempo real, ampliando, assim, a capacidade de entender o comportamento de seus negócios, prever mudanças e tomar decisões melhor fundamentadas.

16 Argentina Bolívia Brasil Chile Colômbia Equador Paraguai Peru Uruguai Copyright 2012 PromonLogicalis All rights reserved.

Sumário. Introdução 3. Contexto 4. Os modelos de atuação 7. Análise de oportunidade e Gerenciando expectativas 9. Conclusão 13

Sumário. Introdução 3. Contexto 4. Os modelos de atuação 7. Análise de oportunidade e Gerenciando expectativas 9. Conclusão 13 Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Um novo mercado a ser explorado no Brasil Foco Consultoria Tecnologia Telefonia móvel Setor Grandes corporações, governo e operadoras

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2013

Brazil IT Snapshot 2013 Brazil IT Snapshot 2013 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Principais atribuições e benefícios de TIC de acordo com os entrevistados Lucro Inovação Automação Resultados Agilidade

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2014

Brazil IT Snapshot 2014 Brazil IT Snapshot 2014 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Map Brazil IT Snapshot 2014 PromonLogicalis 3 A forma como a economia brasileira evolui, com maior inserção internacional

Leia mais

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma

Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma Predictions Brasil 2015 Acelerando a Inovação na 3 a Plataforma 1 IDC - Equipe Pietro Delai Reinaldo Sakis João Paulo Bruder Luciano Ramos Gerente de Pesquisa e Consultoria -Enterprise Gerente de Pesquisa

Leia mais

BYOD. Como preparar seus negócios para uma avalanche de dispositivos. Advisor

BYOD. Como preparar seus negócios para uma avalanche de dispositivos. Advisor Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Como preparar seus negócios para uma avalanche de dispositivos Foco Mobilidade Tecnologia Redes, segurança e gerência Setor Grandes

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2015

Brazil IT Snapshot 2015 Brazil IT Snapshot Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Map Brazil IT Snapshot PromonLogicalis 3 Pelo terceiro ano consecutivo, a PromonLogicalis foi ao mercado para tirar uma fotografia

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014

O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014 I D C C A S E S T U D Y O Processo de Migração do Datacenter NET Novembro, 2014 Renato Rosa, Brazil Research and Consulting Senior Analyst, IDC Brazil Patrocinado por HP Este estudo da IDC apresenta o

Leia mais

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER SUCCESS STORY PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER PROFILE Empresa: PromonLogicalis Indústria: Tecnologia da Informação e Comunicações Funcionários:

Leia mais

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos Foco Redução de Custos Tecnologia Data Centers Setor Grandes Corporações Geografia América Latina Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers Data Centers A pressão

Leia mais

Cloud computing. As oportunidades estão nas nuvens. Advisor. Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC

Cloud computing. As oportunidades estão nas nuvens. Advisor. Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC As oportunidades estão nas nuvens Foco Data center Tecnologia Virtualização Setor Grandes corporações, governo e operadoras Geografia

Leia mais

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização

Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Como se preparar para o fenômeno da Consumerização Anderson B. Figueiredo Gerente Pesquisa & Consultoria IDC Brasil Agosto/2013 2 Presença em mais de 110 países ao redor do mundo; Mais de 1.000 analistas

Leia mais

IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding

IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding IBM Cognos Business Intelligence Scorecarding Unindo a estratégia às operações com sucesso Visão Geral O Scorecarding oferece uma abordagem comprovada para comunicar a estratégia de negócios por toda a

Leia mais

Colaboração. Mais produtividade em um mundo de negócios globalizado. Advisor

Colaboração. Mais produtividade em um mundo de negócios globalizado. Advisor Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC Mais produtividade em um mundo de negócios globalizado Foco Produtividade Tecnologia Setor Grandes Corporações Geografia América

Leia mais

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Geraldo Guimarães Jr Diretor para Indústria de Utilities SAP para Utilities Liderança Global no Setor Maior Provedor de Soluções e Aplicações

Leia mais

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados

BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados BIG DATA Armazenamento e Gerenciamento de grandes volumes de dados Carlos Marques Business Development Manager, Data Connectivity and Integration Latin America & Caribbean Market (CALA) O que veremos hoje?

Leia mais

Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: você tem uma?

Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: você tem uma? Janeiro de 2008 A nova agenda para gestão da informação: Agenda para gestão da Informação Página Conteúdo 2 Introdução 3 A necessidade de informações confiáveis 5 Uma nova abordagem a agenda para gestão

Leia mais

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER

POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER POR QUE UTILIZAR BUSINESS INTELLIGENCE NO CALL CENTER ÍNDICE Por que utilizar Business Intelligence no call center? Introdução Business Intelligence na área de saúde Por que usar Business Intelligence

Leia mais

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado

Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Mídias sociais nas empresas O relacionamento online com o mercado Maio de 2010 Conteúdo Introdução...4 Principais conclusões...5 Dados adicionais da pesquisa...14 Nossas ofertas de serviços em mídias sociais...21

Leia mais

4G e a transformação da telefonia móvel

4G e a transformação da telefonia móvel Análises independentes de tendências tecnológicas para profissionais de TIC e a transformação da telefonia móvel O impacto da nova geração celular na sociedade e nos negócios das operadoras Foco Telefonia

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput Cloud Conf 2012 Agosto de 2012 Sobre a Frost & Sullivan - Consultoria Global com presença nos 4 continentes, em mais de 25 países, totalizando 40 escritórios.

Leia mais

BR Week 2012. Soluções para a melhoria do atendimento ao cliente no varejo Case Leroy Merlin / Sonda IT

BR Week 2012. Soluções para a melhoria do atendimento ao cliente no varejo Case Leroy Merlin / Sonda IT 1 BR Week 2012 Soluções para a melhoria do atendimento ao cliente no varejo Case Leroy Merlin / Sonda IT Agenda 3 Sonda IT VISÃO EXECUTIVA Um parceiro regional México Panama Costa Rica Colômbia Fundada

Leia mais

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking

A sociedade conectada: smartphone e tablet banking Perspectivas, impactos e desafios Nilton Omura (nilton.omura@br.ey.com) Abril, 2012 As condições estruturais para viabilizar a massificação de smartphones e tablets no Brasil estão criadas, e irão transformar

Leia mais

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data GUGST Maio 2014 Alexandre Campos Silva IDC Brazil Consulting Director (11) 5508 3434 - ( (11) 9-9292-2414 Skype: AlexandreCamposSilva Twitter: @xandecampos

Leia mais

Adapte. Envolva. Capacite.

Adapte. Envolva. Capacite. Adapte. Envolva. Capacite. Ganhe produtividade em um Ambiente de trabalho digital #DigitalMeetsWork Os benefícios de um ambiente de trabalho digital têm impacto na competitividade do negócio. Empresas

Leia mais

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar

Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de aperfeiçoamento do setor Hermes Management Consulting T: +54 11 4393 2019 www.hermesmc.com.ar Análise dos custos nas agências de viagem e formas de

Leia mais

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente.

Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente. Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. Gerenciamento de Ciclo de Vida do Cliente Uma experiência mais sincronizada, automatizada e rentável em cada fase da jornada do cliente. As interações com os clientes vão além de vários produtos, tecnologias

Leia mais

clientes milhões relatórios mil linhas detalhados +de +de +de +de recuperados em negociações gerenciadas por mês por mês

clientes milhões relatórios mil linhas detalhados +de +de +de +de recuperados em negociações gerenciadas por mês por mês A TeleGestão, especialista em gestão de telecomunicações, dedica-se há mais de 20 anos ao desafio de adequar recursos de telefonia ao perfil corporativo de diversos setores. As soluções da TeleGestão,

Leia mais

Workshop de Marketing Estratégico e. Inteligência Competitiva na Prática

Workshop de Marketing Estratégico e. Inteligência Competitiva na Prática Workshop de Marketing Estratégico e Inteligência Competitiva na Prática Outubro 2009 As Inteligências Realidade, Desafios e Cenários Marketing e Vendas Método REVIE Rede de Valor para Inteligência Empresarial

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data

Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data 9 Formas de Aumentar a Lucratividade da Sua Empresa com o Big Data Planejamento Performance Dashboard Plano de ação Relatórios Indicadores Sua empresa sabe interpretar os dados que coleta? Para aumentar

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

Conhecimento em Tecnologia da Informação. Catálogo de Serviços. Conceitos, Maturidade Atual e Desafios. 2012 Bridge Consulting All rights reserved

Conhecimento em Tecnologia da Informação. Catálogo de Serviços. Conceitos, Maturidade Atual e Desafios. 2012 Bridge Consulting All rights reserved Conhecimento em Tecnologia da Informação Catálogo de Serviços Conceitos, Maturidade Atual e Desafios 2012 Bridge Consulting All rights reserved Apresentação Esta publicação tem por objetivo apresentar

Leia mais

Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014

Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014 10Minutos Gestão de pessoas HR Analytics Uma nova forma de pensar a gestão de capital humano Fevereiro 2014 Destaques Menos de 30% dos CEOs recebem relatórios completos e confiáveis sobre sua força de

Leia mais

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho

O papel dominante da mobilidade no mercado de trabalho Um perfil personalizado de adoção da tecnologia comissionado pela Cisco Systems Fevereiro de 2012 Dinâmica de ganhos com as iniciativas de mobilidade corporativa Os trabalhadores estão cada vez mais remotos,

Leia mais

"CRM para Inteligência de Mercado

CRM para Inteligência de Mercado "CRM para Inteligência de Mercado Patricia Rozenbojm patricia@consumer-voice.com.br CONSUMER Agenda A Empresa Conceitos CRM como ferramenta para Inteligência de Mercado Benefícios Melhores Práticas A Empresa

Leia mais

O valor da performance. Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras

O valor da performance. Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras O valor da performance Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras Abril de 2014 CONTEÚDO RESUMO INTRODUÇÃO 3 MELHOR PERFORMANCE DE REDE 4 IMPLICAÇÕES ESTRATÉGICAS

Leia mais

Pós-Graduação Business Intelligence

Pós-Graduação Business Intelligence Pós-Graduação Business Intelligence Tendências de Mercado de Business Intelligence Aula 04 Como se organizar para o sucesso em BI Dinâmica Organizacional Complexa Cria o maior ônus para o sucesso de BI

Leia mais

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics:

Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015. Big Data Analytics: Instituto de Educação Tecnológica Pós-graduação Gestão e Tecnologia da Informação - Turma 25 20/03/2015 Big Data Analytics: Como melhorar a experiência do seu cliente Anderson Adriano de Freitas RESUMO

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Telepresença Embratel

Telepresença Embratel I D C V E N D O R S P O T L I G H T Telepresença Embratel Outubro, 2014 Por João Paulo Bruder, Coordenador de Telecomunicações, IDC Brasil Patrocinado pela Embratel A busca por eficiência operacional é

Leia mais

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N

I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N I D C A N A L Y S T C O N N E C T I O N Dan Vesset Vice-presidente de Programa, Business Analytics P r át i cas recomendadas para uma estr a t ég i a d e B u s i n e s s I n teligence e An a l yt i c s

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes

CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes CRM - gestão eficiente do relacionamento com os clientes Mais que implantação, o desafio é mudar a cultura da empresa para documentar todas as interações com o cliente e transformar essas informações em

Leia mais

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus 4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus EMBRATEL É PARTE DA AMÉRICA MÓVIL INSTITUCIONAL UM DOS MAIORES GRUPOS EMPRESARIAIS DO MUNDO E LÍDER NA OFERTA DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

Advisor. Lean Operator. O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações

Advisor. Lean Operator. O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações Foco Eficiência Operacional Tecnologia Sistemas de Suporte à Operação Setor Telecomunicações Geografia América Latina Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

Leia mais

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI UM RESUMO EXECUTIVO Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI Ao longo da última década, a TI da EMC tem passado por uma transformação para se tornar uma parceira estrategicamente

Leia mais

Principais tendências de tecnologia. Dagoberto Hajjar dagoberto.hajjar@advanceconsulting.com.br

Principais tendências de tecnologia. Dagoberto Hajjar dagoberto.hajjar@advanceconsulting.com.br Principais tendências de tecnologia Dagoberto Hajjar dagoberto.hajjar@advanceconsulting.com.br ADVANCE Advance Your Business Consultoria e treinamento em gestão, marketing, vendas e canais Especializada

Leia mais

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto

Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento. Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto Estratégia De Diferenciação Competitiva Através Do Marketing De Relacionamento Profa. Dra. Maria Isabel Franco Barretto CURRÍCULO DO PROFESSOR Administradora com mestrado e doutorado em engenharia de produção

Leia mais

Tendências para o Mercado de TI

Tendências para o Mercado de TI Tendências para o Mercado de TI Disponibilidade de Mão de Obra Mauro F Peres Country Manager Copyright 2011 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. IDC# IDC - International

Leia mais

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)?

Divulgação Portal - METROCAMP. Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Divulgação Portal - METROCAMP Você não quer exercer a profissão mais importante do futuro (Bill Gates)? Torne se um Trabalhador de Conhecimento (Kowledge Worker) de Werner Kugelmeier WWW.wkprisma.com.br

Leia mais

TREINAMENTO CONTACTCENTER

TREINAMENTO CONTACTCENTER TREINAMENTO CONTACTCENTER CENTER CONTACT Os Contact Centers atuais têm um grande impacto nas empresas em diversos aspectos referentes a lucro, custos, inteligência de mercado e fidelização do cliente. Para

Leia mais

MOBILE STRATEGIES CORPORATE. 2ª Edição. 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo

MOBILE STRATEGIES CORPORATE. 2ª Edição. 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo MOBILE STRATEGIES CORPORATE 2ª Edição 27 de Maio de 2014 HB Hotels Ninety - São Paulo Patrocínio Gold Apoio Realização Perfil dos Participantes Gestores de TI, Gerentes e Profissionais das áreas de Desenvolvimento

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes.

Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes. Aquisição planejada do negócio de servidores x86 combinará fortalezas da IBM e da Lenovo para maximizar valor para clientes Abril de 2014 Conteúdo Resumo Executivo 3 Introdução 3 IBM recebe alta pontuação

Leia mais

Tech Forum 2014 Rome Italy

Tech Forum 2014 Rome Italy Tech Forum 2014 Rome Italy Por que a Unisys é um Líder em Serviços Gerenciados de TI? Paulo Roberto Carvalho Nov/2014 Tech Forum 2013 Chantilly - France 20-23 October Serviços Unisys Reconhecida Liderança

Leia mais

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL

GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL GERENCIANDO SERVIÇOS DE MENSAGENS OTT PARA UM PROVEDOR DE TELECOM GLOBAL A Sytel Reply foi comissionada por uma grande operadora global de Telecom para o fornecimento de um Service Assurance de qualidade.

Leia mais

BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial. Elaine Tavares

BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial. Elaine Tavares BIG DATA: Uma Perspectiva Gerencial Elaine Tavares Managing with Analytics at P&G Thomas H. Davenport Marco Iansiti Alain Serels Caso P&G Sucesso muito além do previsto no lançamento de um sabão em pó

Leia mais

Mobilize sua força de vendas

Mobilize sua força de vendas Mobilize sua força de vendas Uma análise sobre as vantagens e os benefícios de ferramentas de automação de vendas com base em mobilidade Benefícios mais que comprovados Desenvolver e implementar melhorias

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS Resumo da solução RESUMO As novas ameaças de segurança exigem uma nova abordagem ao gerenciamento de segurança. As equipes de segurança precisam de uma

Leia mais

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação

Pesquisa realizada com os participantes do 12º Seminário Nacional de Gestão de Projetos. Apresentação Pesquisa realizada com os participantes do de Apresentação O perfil do profissional de Projetos Pesquisa realizada durante o 12 Seminário Nacional de, ocorrido em 2009, traça um importante perfil do profissional

Leia mais

Graduado em Tecnologia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Graduado em Tecnologia da Computação pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Mobilidade Corporativa: Você já adotou a sua estratégia? Este tutorial tem por objetivo propor às corporações a adoção de uma estratégia para o uso da mobilidade corporativa integrada com os seus processos

Leia mais

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO VISÃO GERAL DO MERCADO Principais dados: América Latina e Caribe M Assinaturas móveis (milhões) Assinaturas de smartphones (milhões)

Leia mais

Programas de Transformação de TI em Seguradoras Carlos Figueiredo Fabio Pereira

Programas de Transformação de TI em Seguradoras Carlos Figueiredo Fabio Pereira Programas de Transformação de TI em Seguradoras Carlos Figueiredo Fabio Pereira Programas de transformação de TI em Seguradoras: Tendências e Desafios Tech Trends 2015 Exponenciais Principais problemas

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Convergência TIC e Projetos TIC

Convergência TIC e Projetos TIC TLCne-051027-P1 Convergência TIC e Projetos TIC 1 Introdução Você responde essas perguntas com facilidade? Quais os Projetos TIC mais frequentes? Qual a importância de BI para a venda de soluções TIC (TI

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

WebAnalytics. presença digital

WebAnalytics. presença digital WebAnalytics presença digital 1. WebAnalytics O que é WA Monitoramento e reporte sobre o uso das mídias digitais para que se possa ter melhor entendimento entre as interações dos visitantes e as ações

Leia mais

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios Governança de TI Parte 3 Modelo de Governança v2 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR Modelo de Governança de TI Modelo adaptação para qualquer tipo de organização Componentes do modelo construídos/adaptados

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente

Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Uma nova perspectiva sobre a experiência digital do cliente Redesenhando a forma como empresas operam e envolvem seus clientes e colaboradores no mundo digital. Comece > Você pode construir de fato uma

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Solução em Software e Automação Comercial

Solução em Software e Automação Comercial Solução em Software e Automação Comercial EMPRESA A Aps Informática é uma empresa de desenvolvimento de sistemas voltados para a gestão empresarial localizada em Recife, Pernambuco. Desde 1992 no mercado,

Leia mais

Eficiência em TI e Criação de Valor. Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil

Eficiência em TI e Criação de Valor. Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil Eficiência em TI e Criação de Valor Anderson Itaborahy Diretoria de Tecnologia do Banco do Brasil FEBRABAN Abril/2013 Eficiência EFICIÊNCIA é a permanente otimização dos recursos disponíveis para a criação

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares

GOVERNANÇA EM TI. Prof. Acrisio Tavares GESTÃO ESTRATÉGICA DO SUPRIMENTO E O IMPACTO NO DESEMPENHO DAS EMPRESAS BRASILEIRAS SÉRIE ESPECIAL PCSS A GOVERNANÇA EM TI, SEU DIFERENCIAL E APOIO AO CRESCIMENTO Prof. Acrisio Tavares G GOVERNANÇA EM

Leia mais

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR?

COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? COMO O INVESTIMENTO EM TI PODE COLABORAR COM A GESTÃO HOSPITALAR? Descubra os benefícios que podem ser encontrados ao se adaptar as novas tendências de mercado ebook GRÁTIS Como o investimento em TI pode

Leia mais

www.reddiamond.com.br

www.reddiamond.com.br www.reddiamond.com.br YOUR BUSINESS STRONGER Somos uma Consultoria Em Estratégia de Negócios e Desenvolvimento de Mercados, com profundo conhecimento em Telecom e Tecnologia, voltada para empresas que

Leia mais

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação

A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação A Internacionalização de Empresas de Tecnologia da Informação ENAServ 2014 Encontro Nacional do Comércio Exterior de Serviços Sergio Paulo Gallindo São Paulo, 29 de maio de 2014 Porque Internacionalizar?

Leia mais

VI Seminário TelComp 2013 Inovação e Investimentos

VI Seminário TelComp 2013 Inovação e Investimentos VI Seminário TelComp 2013 Inovação e Investimentos Setembro 2013 Oliver Wyman O modelo de negócios atual de Telecom está sob risco! Por que investir de forma inteligente é cada vez mais importante? Oliver

Leia mais

PALAVRAS CHAVE RESUMO

PALAVRAS CHAVE RESUMO ESIG2001 SPATIAL INTELLIGENCE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA COMO MEIO DE SUPORTE À DECISÃO João Machado Costa, Rui Marques Ferreira Novabase www.novabase.pt joao.machado@novabase.pt PALAVRAS CHAVE Spatial Information

Leia mais

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento.

01/12/2009 BUSINESS INTELLIGENCE. Agenda. Conceito. Segurança da Informação. Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento. BUSINESS INTELLIGENCE Agenda BI Histórico Conceito Diferencial Competitivo Investimento Segurança da Objetivo Áreas Conceito O conceito de Business Intelligencenão é recente: Fenícios, persas, egípcios

Leia mais

Soluções de Segurança IBM: inteligência, integração e conhecimento

Soluções de Segurança IBM: inteligência, integração e conhecimento Soluções de Segurança IBM: inteligência, integração e conhecimento Um dos portfólios de serviços e produtos de segurança corporativa mais amplos, avançados e integrados do mercado Destaques A segurança

Leia mais

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação

E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação Capítulo 2 E-business: Como as Empresas Usam os Sistemas de Informação 2.1 2007 by Prentice Hall OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever as principais características das empresas que são importantes

Leia mais

CFO Panorama Global dos Negócios Cenário Favorável no Brasil em 2013.

CFO Panorama Global dos Negócios Cenário Favorável no Brasil em 2013. CFO Panorama Global dos Negócios Cenário Favorável no Brasil em 2013. ------------------------------------------- DUKE UNIVERSITY NEWS e FGV Notícias Duke University Office of News & Communications http://www.dukenews.duke.edu

Leia mais

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes?

Tendências Tecnológicas: Como monetizar em oportunidades emergentes? : Como monetizar em oportunidades emergentes? 23 de Julho 2013 Confidencial Mercados emergentes têm previsão de crescimento de 2-3 vezes maiores do que mercados maduros em tecnologia nos próximos 2 anos.

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Como sua empresa pode

Como sua empresa pode Como sua empresa pode [ O guia de segmentação por IP ] Tecnologia de Inteligência de IP e de geolocalização O método de encontrar a localização física e geográfica de um usuário com base unicamente em

Leia mais

Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas. Fevereiro 2015

Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas. Fevereiro 2015 Projeto: GUGST 2015 Relevância de Temas Fevereiro 2015 O GUGST Grupo de Usuários de Gestão de Serviços de Terceiros foi idealizado no ano de 2009 como um fórum aberto e gratuito, para discussão e troca

Leia mais

IDC Top 10 Predictions 2011 Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

IDC Top 10 Predictions 2011 Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. IDC Top 10 Predictions 2011 Brasil Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. IDC Brasil - Predictions 2011 Time de analistas que participam no Brasil Mauro Peres

Leia mais

Business Intelligence para todos

Business Intelligence para todos Business Intelligence para todos CCFB - Rio de Janeiro DeciLogic - 2008 Eric Sarzana Diretor eric.sarzana@decilogic.com Agenda DeciLogic O que é o Business Intelligence? Porquê o Business Intelligence?

Leia mais

Como navegar no ciclo das Commodities de Petróleo. 10 Ações Estratégicas para Companhias Nacionais de Petróleo

Como navegar no ciclo das Commodities de Petróleo. 10 Ações Estratégicas para Companhias Nacionais de Petróleo Como navegar no ciclo das Commodities de Petróleo 10 Ações Estratégicas para Companhias Nacionais de Petróleo 10 Ações para Companhias Nacionais de Petróleo As Companhias Nacionais de Petróleo (NOCs) têm

Leia mais

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Para competir com eficácia, as empresas da atualidade precisam se adaptar a um ambiente tecnológico que sofre rápidas mudanças.

Leia mais

Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros

Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros Copel s experience with the implementation of CRM / A Experiência da Copel na Implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros A experiência da Copel na implantação do CRM Leny Iara Vasem Medeiros COPEL Projeto

Leia mais

O valor empresarial do serviço Datacenter Care da HP

O valor empresarial do serviço Datacenter Care da HP BOLETIM TÉCNICO O valor empresarial do serviço Datacenter Care da HP Patrocinado pela: HP Randy Perry Novembro de 2014 RESUMO EXECUTIVO A IDC atualizou recentemente uma análise dos desafios e oportunidades

Leia mais