HORA/DIA SEGUNDA TERÇA Q UARTA QUINTA SEXTA SÁBADO SOCIOLOGIA E PORTUGUÊS T ANTROPOLOGIA T

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "HORA/DIA SEGUNDA TERÇA Q UARTA QUINTA SEXTA SÁBADO SOCIOLOGIA E PORTUGUÊS T ANTROPOLOGIA T"

Transcrição

1 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:1º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: MAUINO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA SOCIOLOGIA E ANROPOLOGIA Lana Meyer 40h 31 BIOESAÍSICA Gonçalo Mesquita 60h 05 CIOLOGIA Gilvandro Rosine 80h 31/ Labor. Microsc. PSICOLOGIA Miriam Lima 40h 05 BIOSSEGURANÇA Ana Karla Nascimento 40h 05 PORUGUÊS iago Peixoto 60h 03 ANAOMIA HUMANA Maria Adonay 80h 14/ Labor. Anatomia MEODOLOGIA CIENÍFICA José Abreu 40h 05 INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE Caio Augusto 40h Labor. Informática 3 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO SOCIOLOGIA E PORUGUÊS ANROPOLOGIA PSICOLOGIA BIOSSEGURANÇA 07:00h 08:00h (NURI/ENF/FARM/BIO/FISIO (NURI/BIO/FARM/ENF/ (4º ENF/FISIO/NURI (NURI/FARM/FISIO/BIO FISIO 08:00h 09:00h ANAOMIA HUMANA P (NURI/BIO/ENF SOCIOLOGIA E ANROPOLOGIA (NURI/BIO/FARM/ENF/ FISIO PSICOLOGIA (4º ENF/FISIO/NURI BIOSSEGURANÇA (NURI/FARM/FISIO/BIO PORUGUÊS (NURI/ENF/FARM/BIO/FISIO 09:00h 09:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 09:20h 10:20h 10:20h 11:20h 11:20h 12:20h MEODOLOGIA CIENÍFICA (NURI/ENF/FARM/BIO MEODOLOGIA CIENÍFICA (NURI/ENF/FARM/BIO CIOLOGIA P (NURI/BIO/ENF/BIO ANAOMIA HUMANA (NURI/ENF ANAOMIA HUMANA (NURI/ENF ANAOMIA HUMANA (NURI/ENF BIOESAÍSICA (5º ENF/NURI BIOESAÍSICA (5º ENF/NURI BIOESAÍSICA (5º ENF/NURI CIOLOGIA (NURI/FARM/BIO/ENF/FISIO CIOLOGIA (NURI/FARM/BIO/ENF/FISIO CIOLOGIA (NURI/FARM/BIO/ENF/FISIO PORUGUÊS (NURI/ENF/FARM/BIO/FISIO INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE (3º FARM/NURI INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE (3º FARM/NURI

2 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:2º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: MAUINO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA IMUNOLOGIA Mayane Moura 60h 14 SAÚDE PÚBLICA arcísio Viana 60h 36 COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS Rafael Fonseca 40h 09 MICROBIOLOGIA Gilvandro Rosine 60h 03/ Lab. Microsc. BIOFÍSICA Keyla Donato 40h 10 HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA Hozana 80h 03/ Lab. Microsc. ESRUURAL Lilian Kirdeika 60h 15/ Lab. Bioquim. GENÉICA E EVOLUÇÃO Charles Moreira 40h 02 FUNDAMENOS DE QUÍMICA ORGÂNICA Daniel Santana 40h 09 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO HISOLOGIA E GENÉICA E FUNDAMENOS DE SAÚDE PÚBLICA BIOFÍSICA MICROBIOLOGIA EMBRIOLOGIA P 07:00h 08:00h EVOLUÇÃO QUÍMICA ORGÂNICA (NU/BIO 08:00h 09:00h SAÚDE PÚBLICA (NU/BIO BIOFÍSICA MICROBIOLOGIA GENÉICA E EVOLUÇÃO ESRUURAL FUNDAMENOS DE QUÍMICA ORGÂNICA 09:00h 09:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 09:20h 10:20h SAÚDE PÚBLICA (NU/BIO HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA IMUNOLOGIA ESRUURAL P ESRUURAL 10:20h 11:20h MICROBIOLOGIA P 11:20h 12:20h HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA IMUNOLOGIA IMUNOLOGIA COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS

3 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:2º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: NOURNO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA IMUNOLOGIA Mayane Moura 60h 114 SAÚDE PÚBLICA arcísio Viana 60h 30 COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS Rafael Fonseca 40h 18 MICROBIOLOGIA Gilvandro Rosine 60h 18/ Lab. Microsc. BIOFÍSICA Keyla Donato 40h 16 HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA Hozana 80h 03/ Lab. Microsc. ESRUURAL Lilian Kirdeika 60h 34/ Lab. Bioquim. GENÉICA E EVOLUÇÃO Charles Moreira 40h 10 FUNDAMENOS DE QUÍMICA ORGÂNICA Daniel Santana 40h 06 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA QUARA QUINA SEXA SÁBADO (MANHÃ 18:00h 19:00h SAÚDE PÚBLICA (NU/FISIO FUNDAMENOS DE QUÍMICA ORGÂNICA GENÉICA E EVOLUÇÃO ESRUURAL P COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS 19:00h 20:00h SAÚDE PÚBLICA (NU/FISIO FUNDAMENOS DE QUÍMICA ORGÂNICA GENÉICA E EVOLUÇÃO COMPOSIÇÃO DOS ALIMENOS 20:00h 21:00h SAÚDE PÚBLICA (NU/FISIO IMUNOLOGIA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA MICROBIOLOGIA P MICROBIOLOGIA 21:00h 21:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 21:20h 22:20h ESRUURAL IMUNOLOGIA BIOFÍSICA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA P1 MICROBIOLOGIA

4 22:20h 23:20h ESRUURAL IMUNOLOGIA BIOFÍSICA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA HISOLOGIA E EMBRIOLOGIA P2 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:3º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: NOURNO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA FISIOLOGIA HUMANA Keila Donato 80h 29/ Lab. Fisiol. PARASIOLOGIA Gilvandro Rosine 60h 05/Lab. Microsc. MIC. E HIGIENE DOS ALIMENOS Mirelle Pignata 60h 112/Lab. Microsc. MEABÓLICA Lilian Kirdeika 60h 18 NURIÇÃO HUMANA E DIÉICA Rafael Fonseca 60h 107 BIOESAÍSICA Gonçalo Mesquita 60h 25 INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE Caio Augusto 40h Lab. Inform. 03 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO (MANHÃ MIC. E HIGIENE DOS PARASIOLOGIA BIOESAÍSICA 18:00h 19:00h ALIMENOS MEABÓLICA 19:00h 20:00h 20:00h 21:00h 21:00h 21:20h 21:20h 22:20h PARASIOLOGIA FISIOLOGIA HUMANA BIOESAÍSICA BIOESAÍSICA MIC. E HIGIENE DOS ALIMENOS NURIÇÃO HUMANA E DIÉICA MEABÓLICA MEABÓLICA P INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO FISIOLOGIA HUMANA INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE (NURI/ENF NURIÇÃO HUMANA E DIÉICA PARASIOLOGIA P 22:20h 23:20h FISIOLOGIA HUMANA INFORMÁICA APLICADA À SAÚDE (NURI/ENF NURIÇÃO HUMANA E DIÉICA P MIC. E HIGIENE DOS ALIMENOS P FISIOLOGIA HUMANA P

5 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:4º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: MAUINO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL Daniel Santana 60h 11/ Lab. Quím. MEODOLOGIA DA PESQUISA José Abreu 40h 05 ECNOLOGIA DE ALIMENOS Mirelle Pignata 40h 02 GERAL Ricardo Júnior 80h 17 PAOLOGIA HUMANA Ediane Caires 80h 22 EPIDEMIOLOGIA arcísio Viana 60h 21 AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS Cassya Maviony 40h 11 PSICOLOGIA Miria Lima 40h 05 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO 7:00h 8:00h 8:00h 9:00h MEODOLOGIA DA PESQUISA (NURI/BIO/FISIO PAOLOGIA HUMANA MEODOLOGIA DA PESQUISA (NURI/BIO/FISIO QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL P GERAL (NURI/FISIO/BIO EPIDEMIOLGIA EPIDEMIOLGIA 9:00h 09:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 10:00h 10:20h 10:20h 11:20h QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL 11:20h 12:20h PAOLOGIA HUMANA PAOLOGIA HUMANA PAOLOGIA HUMANA ECNOLOGIA DE ALIMENOS ECNOLOGIA DE ALIMENOS P GERAL (NURI/FISIO/BIO GERAL (NURI/FISIO/BIO GERAL (NURI/FISIO/BIO AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS EPIDEMIOLGIA PSICOLOGIA PSICOLOGIA

6 Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:4º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: NOURNO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL Daniel Santana 60h 14/ Lab. Quím. MEODOLOGIA DA PESQUISA Cassyo Rufino 40h 19 ECNOLOGIA DE ALIMENOS Mirelle Pignata 40h Prática=Lab. éc. Diet./teórica=17 GERAL Ricardo Júnior 80h Segunda=08/ Quarta=21 PAOLOGIA HUMANA Mayane Moura 80h Segunda= 31/ Quarta = 32 EPIDEMIOLOGIA arcísio Viana 60h 32 AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS Cassya Maviony 40h 19 PSICOLOGIA Miriam Lima 40h 34 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO (MANHÃ 18:00h 19:00h 19:00h 20:00h 20:00h 21:00h PAOLOGIA HUMANA (NURI/ENF/BIO PAOLOGIA HUMANA (NURI/ENF/BIO QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL P ECNOLOGIA DE ALIMENOS P GERAL GERAL EPIDEMIOLGIA (NURI/BIO/FARM EPIDEMIOLGIA (NURI/BIO/FARM EPIDEMIOLGIA (NURI/BIO/FARM QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL PSICOLOGIA PSICOLOGIA 21:00h 21:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 21:20h 22:20h GERAL ECNOLOGIA DE ALIMENOS PAOLOGIA HUMANA (NURI/ENF/BIO AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS MEODOLOGIA DA PESQUISA (NURI/BIO/PSICO

7 22:20h 23:20h GERAL PAOLOGIA HUMANA (NURI/ENF/BIO AEN. BÁSICA, VIG. E LEG. ALIMENOS MEODOLOGIA DA PESQUISA (NURI/BIO/PSICO Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:5º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: MAUINO DISCIPLINAS DOCENES CARGA SALA AVALIAÇÃO NURICIONAL Denis Harley HORÁRIA 60h erça=36/quarta= 06 GESÃO EM SERV. DE ALI. E NURIÇÃO Rafael Fonseca 60h 04 ERAPIA NURICIONAL Denis Harley 40h 16 FISIOPAOLOGIA DA NURIÇÃO Ediane Caires 40h 25 ÉICA, BIOÉICA E DEONOLOGIA Ana Paula Knopp 40h 13 NURIÇÃO DA GES. E DA CRIANÇA Denis Harley 60h erça=17/sexta= 05 EDUCAÇÃO NURICIONAL Cassya Maviony 40h 25 NURIÇÃO ESÉICA E FUNCIONAL Denis Harley 40h 23 QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL Daniel Santana 60h 11/ Lab. Quím. HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO 7:00h 8:00h 8:00h 9:00h ÉICA, BIOÉICA E DEONOLOGIA ÉICA, BIOÉICA E DEONOLOGIA NU. DA GES. E CRIANÇA NU. DA GES. E CRIANÇA EDUC. NURIC. P GES. SERV. ALI. NU. GES. SERV. ALI. NU. FISIOPAOLOGIA DA NU. 9:00h 09:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 10:00h 10:20h 10:20h 11:20h QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL AVAL. NURIC. AVAL. NURIC. P ERAPIA NURIC. EDUC. NURIC. NU. E ESÉICA GES. SERV. ALI. NU. FISIOPAOLOGIA DA NU.

8 11:20h 12:20h QUÍMICA ANALÍICA E INSRUMENAL P AVAL. NURIC. ERAPIA NURIC. P NU. E ESÉICA NU. DA GES. E CRIANÇA P Colegiado do Curso de Nutrição SEMESRE:6º SEMESRE PERÍODO LEIVO: URNO: MAUINO DISCIPLINAS DOCENES CARGA HORÁRIA SALA BROMAOLOGIA Mirelle Pignata 60h 26/Prática =Lab. Broma DIEOERAPIA Denis Harley 60h er=17/sáb=02 CC I Cassyo Rufino 40h 05 OPAIVA ÓPICOS ESPECIAIS EM NURIÇÃO Cassya Maviony 40h 25 POLÍICAS DE SEG. ALIM. E NURICIONAL Cassya Maviony 40h 22 ALIMENAÇÃO ESCOLAR Rafael Fonseca 40h 37 MARKEING, GESÃO E EMPREEND. EM NURIÇÃO Rafael Fonseca 40h 14 NURIÇÃO EXPERIMENAL Cassya Maviony 40h 1ª aula=08/2ªaula= 14 NURIÇÃO ESPORIVA Denis Harley 40h 1ª aula=26/2ªaula= 27 HORA/DIA SEGUNDA ERÇA Q UARA QUINA SEXA SÁBADO NURIÇÃO EXPERIMENAL 7:00h 8:00h 8:00h 9:00h BROMAOLOGIA OPAIVA ÓPICOS ESPECIAIS EM NURIÇÃO ALIMENAÇÃO ESCOLAR NURIÇÃO EXPERIMENAL P DIEOERAPIA 9:00h 09:20h INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO INERVALO 10:00h 10:20h 10:20h 11:20h BROMAOLOGIA BROMAOLOGIA P DIEOERAPIA P CC I (NURI/BIO/FISIO OPAIVA ÓPICOS ESPECIAIS EM NURIÇÃO POLÍICAS DE SEGURANÇA ALIMENAR E NURICIONAL ALIMENAÇÃO ESCOLAR P MARKEING, GESÃO E EMPREENDEDORISMO EM NURIÇÃO NURI ESPOR P NURI ESPOR DIEOERAPIA 11:20h 12:20h CC I POLÍICAS DE SEGURANÇA MARKEING, GESÃO E

9 (NURI/BIO/FISIO ALIMENAR E NURICIONAL EMPREENDEDORISMO EM NURIÇÃO

10 his document was created with Win2PDF available at he unregistered version of Win2PDF is for evaluation or noncommercial use only. his page will not be added after purchasing Win2PDF.

INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO. Anatomia Humana Teórica Far/Enf

INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO. Anatomia Humana Teórica Far/Enf SEMESRE: 1º SEMESRE PERÍODO LEIVO: 2012.2 URNO: NOURNO PORUGUÊS: JAIRLLA BARREO Sala: 302 BIOQUÍMICA: JADER DONAO Sala: 302 MEODOLOGIA CIENIFICA: PABLO VIANA Sala: 206 ANAOMIA I: MAURO CESAR Sala: 302

Leia mais

Metodologia Científica T (NUTRI/FAR) Metodologia Científica T (NUTRI/FARM) Citologia e Genética T

Metodologia Científica T (NUTRI/FAR) Metodologia Científica T (NUTRI/FARM) Citologia e Genética T SEMESRE: 1º SEMESRE Sociologia e Antropologia Jorge Barreto 40h 03 Introdução à Nutrição Ana Paula Knopp 40h 201 Citologia e Genética Gilvandro Rosine 60h 03 écnica Dietética Ana Paula Knopp 60h 03 Biossegurança

Leia mais

Colegiado do Curso de Enfermagem SEMESTRE: 1º SEMESTRE PERÍODO LETIVO: 2015.2 TURNO: MATUTINO

Colegiado do Curso de Enfermagem SEMESTRE: 1º SEMESTRE PERÍODO LETIVO: 2015.2 TURNO: MATUTINO SEMESTRE: 1º SEMESTRE TURNO: MATUTINO DISCIPLINAS/ PROFESSORES CARGA HORÁRIA SALA Anatomia Humana: Maria Adonay 80 h 29 Metodologia Científica: José Júnior Abreu 40 h 05 Citologia Geral: Gilvandro Rosine

Leia mais

INSTITUTO CAMILO FILHO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM PROPOSTA DE HORÁRIOS DAS DISCIPLINAS - 1º PERÍODO 2015. 2

INSTITUTO CAMILO FILHO COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM PROPOSTA DE HORÁRIOS DAS DISCIPLINAS - 1º PERÍODO 2015. 2 INSIUO INSIUO CAMILO FILHO COORDENAÇÃO DO CURSO DE PROPOSA DE HORÁRIOS DAS DISCIPLINAS - 1º PERÍODO 2015. 2 DIAS/HORARIOS 13:30-14:20 14:20-15:10 15:10-16:00 16:20-17:10 17:10-18:00 18:00-18:50 - PORUGUÊS

Leia mais

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA

ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA ANEXO II PARTILHA DO SIMPLES NACIONAL - INDÚSTRIA Seção I: Receitas decorrentes da venda de mercadorias por elas industrializadas não sujeitas a substituição tributária, exceto as receitas decorrentes

Leia mais

Psicologia. História e. Epistemologia da Psicologia. História e. Epistemologia da Psicologia

Psicologia. História e. Epistemologia da Psicologia. História e. Epistemologia da Psicologia Semestre: 1º Semestre História e Epistemologia da Igor Malheiro 08 60, Ciência e Profissão Igor Malheiro 27 40 e Direitos Humanos Priscila Drummond 109A 40 Fisioanatomia Karla Catarine 24 80 Filosofia

Leia mais

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO

CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO FATEC-SP CURSO DE TECN OLOGI A DO VÁCUO Prof. Me. Francisco Tadeu Degasperi Janeiro de 2005 Agradeço a colaboração do Tecnólogo Alexandre Cândido de Paulo Foi Auxiliar de Docente do LTV da Fatec-SP Atualmente

Leia mais

HORÁRIOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO

HORÁRIOS DO CURSO DE NUTRIÇÃO HORÁRIOS DO CURSO DE NURIÇÃO SEJAM BEM VINDOS!! 1º PERÍODO (1º SEMESRE) URNO MAUINO 1º SEMESRE DE 2015 urma urno: Vespertino Sala: Ceuma: MAUINO 2ª Feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira 8:00 8:50 Leitura

Leia mais

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva.

Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da Coleta Seletiva. MANUAL DE PROCEDIMENTOS Formulários on-line SISTEMAS INTEGRADOS MANUAL DE PROCEDI MENTOS PADRÃO Formulários on-line Este é um manual de procedimentos básicos padronizados para os Formulários on-line da

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL ATIVIDADES EM DESENVOLVIMENTO ENSINO ORIENTAÇÃO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PLANO DE TRABALHO INDIVIDUAL ATIVIDADES EM DESENVOLVIMENTO ENSINO ORIENTAÇÃO Amilton Giácomo Tomasi DECF 2007/2 EFETIVO Mestre 40 Estatutário Contabilidade Gerencial ADM/Empresarial (vespertino) 2º 4 ESTÁGIO 02 ADM/Empresarial 7º e 8º 02 Secretário de Comunicação Portaria Reitoria

Leia mais

CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Nº DE AULAS SEMANAIS AULAS. Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166. Histologia 03 03 120 100

CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Nº DE AULAS SEMANAIS AULAS. Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166. Histologia 03 03 120 100 CURSO: MEDICINA 1º PERÍODO Anatomia Sistêmica e Aplicada I 04 06 200 166 Histologia 03 03 120 100 Biologia Celular 03-60 50 Bioquímica Celular 04-80 66 Embriologia Aplicada 01 02 60 50 Iniciação á Prática

Leia mais

CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CURSO MEDICINA Seção écnica de Graduação 1º Período (9215) ANAOMIA DOS ANIMAIS DOMÉSICOS I Sala 9 ANAOMIA DOMÉSICOS I ANAOMIA DOMÉSICOS I EOLO P (9216) INRODUÇÃO AO ESUDO DA MEDICINA VEERINARIA P BIOESAÍSICA

Leia mais

Cardans de Trat ores

Cardans de Trat ores Cardans de Trat ores Com o código da Montadora ou do Fabricante, montamos qualquer tipo de Cardans e fornecemos seus componentes avulsos. N DA MONTADORA TRATORES JONH DEERE PRODUTO OBS. SERIE DQ44685 CARDAN

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 30-30 02 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 30 30 60 04-2. Bioestatística Geral 30-30 02-3. Bioética 30-30 02-4. Biofísica 60-60 04-5. Citologia, Histologia e Embriologia

Leia mais

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA

1º SEMESTRE 30 30-02 2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA TOTAL TEORIA PRÁTICA 1º SEMESTRE Introdução a 90 60 30 06 Anatomia Humana 90 60 30 06 Biologia Celular e Molecular Embriologia e Histologia Humana Antropologia da Saúde Educação em Saúde Relações Étnico-Raciais Metodologia

Leia mais

CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116

CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116 CURSO DE BIOMEDICINA TURMA 380116 MATEMÁTICA APLICADA 25/05 14h00 às 15h40 ANATOMIA HUMANA 26/05 14h00 às 15h40 QUÍMICA GERAL & FÍSICO-QUÍMICA 27/05 14h00 às 15h40 Até dia 10/06 BIOMEDICINA, ÉTICA &LEGISLAÇÃO

Leia mais

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA

FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA FLUXOGRAMA DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTA 1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana 90 60 30 06 2. Biologia (Citologia/Genética) 60 45 15 04 3. Educação em Saúde 30 20 10 02 4. Introdução a Enfermagem

Leia mais

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório

Apresentação. Atuando em diversos ramos do direito, nosso Escritório tem como meta oferecer. O Escritório Um Escritório de Advocacia, atualmente, tem que estar preparado para atender as mais diversas situações do mundo moderno. Para tanto, focalizamos como nossos preceitos, que os serviços oferecidos sejam:

Leia mais

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA

MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA MANUAL DE CADASTRO DE PROJETOS DO ESCOLA DE FÁBRICA 2 ÍNDICE 1. Acessando o Sistema...03 2. Cadastrando da Unidade Gestora...05 2.1. Adicionando Curso ao Projeto...07 2.2. Montando a Infra-Estrutura do

Leia mais

HORA/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

HORA/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA INFORMÁTICA Prof. Caio Augusto 40hs FILOSOFIA Prof. Jocimar Silva 40hs Prof. Tácio Ramos METODOLOGIA CIENTÍFICA Prof. José Abreu 40hs SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA Prof. Lana Meyer 40hs SEMESTRE: 1º SEMESTRE

Leia mais

PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1º Semestre Pré requisito. Estar regularmente matriculado no curso de bacharelado em

PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1º Semestre Pré requisito. Estar regularmente matriculado no curso de bacharelado em PRÉ REQUISITOS* DA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENFERMAGEM 1º Semestre Pré requisito bacharelado em Metodologia da Pesquisa aplicada à Saúde Embriologia Humana Biologia Celular Psicologia Sociologia Produção

Leia mais

INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA ENCONTRO 2/7. PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com

INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA INSS INFORMÁTICA ENCONTRO 2/7. PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com ENCONTRO 2/7 PROF PAULO MAXIMO, MSc pmaximo@gmail.com 1 Network Network HUB USB WiFi 2 Roteador Backbone Switch WiFi IP Protocolos TCP/IP HTTP FTP SMTP POP3 IP IPV4 a.b.c.d 0 a 255 3 IP REDES ESPECIAIS

Leia mais

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração Secretaria de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet. Código da autorizada: Login: master Senha:

Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet. Código da autorizada: Login: master Senha: Nosso novo Sistema de Garantia está em funcionamento no endereço abaixo, favor acessar o site e cadastrar as Ordens de Serviços para que possamos encaminhar os seus pedidos de Garantia. Site: http://www.parcelias.com.br/online/faet

Leia mais

METODOLOGIA DE PROJETO

METODOLOGIA DE PROJETO METODOLOGIA DE PROJETO DE INTERIORES AULA 13: ELEMENTOS CONSTRUTIVOS. 1ª PARTE Disciplina do Curso Superior em Design de Interiores da UNAES/Anhanguera Educacional Arq. Urb. Octavio F. Loureiro Data: 8

Leia mais

Matriz Curricular Atual

Matriz Curricular Atual Faculdades INTA Centro de Ciências da Saúde Curso de Nutrição Matriz Curricular Atual (Em vigor desde Janeiro de 2012) NIVELAMENTO Nº 0 Português Instrumental 45-45 03-1º SEMESTRE 1. Anatomia Humana I

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO

TERMO DE COMPROMISSO TERMO DE COMPROMISSO O CENTRO DE ESTUDOS OCTÁVIO DIAS DE OLIVEIRA FACULDADE UNIÃO DE GOYAZES FIRMA O PRESENTE TERMO DE COMPROMISSO COM A AGÊNCIA GOIANA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS PÚBLICOS AGANP. O Centro

Leia mais

Colegiado do Curso de Enfermagem SEMESTRE: 1º SEMESTRE PERÍODO LETIVO: TURNO: MATUTINO

Colegiado do Curso de Enfermagem SEMESTRE: 1º SEMESTRE PERÍODO LETIVO: TURNO: MATUTINO Colegiado do Curso de SEMESTRE: 1º SEMESTRE TURNO: MATUTINO DISCIPLINAS/ PROFESSORES CARGA HORÁRIA SALA Português: Thiago Teixeira 60h 29 Metodologia Científica: Ana Luiza 40h 02 Citologia: Gilvandro Rosine

Leia mais

A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO:

A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO: EDITAL N.º 010/2015 Processo seletivo para ingresso ao quadro de estagiários da Defensoria Pública do Estado do Paraná em Piraquara - PR A DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ RESOLVE TORNAR PÚBLICO:

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS

CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS 1. BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVAS - faz as coisas antes de solicitado ou antes de ser forçado pelas circunstâncias; - age para expandir o negócio em novas áreas, produtos ou serviços; - aproveita

Leia mais

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2)

Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) Uma revolução cultural no mundo empresarial do Brasil! (2) José Carlos Cavalcanti Professor de Economia da UFPE, ex-secretário executivo de Tecnologia, Inovação e Ensino Superior de Pernambuco (http://jccavalcanti.wordpress.com)

Leia mais

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM Mantenedora FASIPE CENTRO EDUCACIONAL LTDA. Mantida FACULDADE FASIPE MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM SINOP / MATO GROSSO MATRIZ CURRICULAR ENFERMAGEM 1º SEMESTRE Anatomia Humana I

Leia mais

Analise Financeira das Demonstrações Contábeis

Analise Financeira das Demonstrações Contábeis Gest ão em Cooper at i vi smo Analise Financeira das Demonstrações Contábeis Dirceu Granado de Souza Dinâmica Patrimonial Consult & Assess Empresarial www.dinamicapatrimonial.com.br 1 Serve para uma avaliação

Leia mais

Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html

Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html Prof. Maria Alice Z. Coelho www.eq.ufrj.br/biose/courses.html MICRO microscópio de Robert Hooke (1635-1703) microscópios primitivos de uma lente feitos por van Leeuwenhoek (1632-1723) Fatia fina de cortiça,

Leia mais

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS

FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS 1 FACULDADES INTA CURSOS DE GRADUAÇÃO EQUIVALÊNCIAS INTERCURSOS 2 CURSO DISCIPLINA SEM. H/A EQUIVALÊNCIAS TODOS. Antropologia Teológica. - 30h Equivalência para todos os Cursos. TODOS. Português Instrumental.

Leia mais

A experiência de um Laboratório Regional de Prótese Dentária administrado sob o contrato de gestão celebrado entre a Casa de Saúde Santa Marcelina e a Prefeitura do Município de São Paulo Adoracion de

Leia mais

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO Manual de Uso APARELHO DE GI NÁSTI CA TOTAL GYM 1000 -------------------------------------------------------DESCRIÇÃO DO PRODUTO ATENÇÃO Mantenha cabelo, dedos, roupa, animais de estimação e crianças longe

Leia mais

CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME. Aprovação: Olavo R. Tomasini

CONTROLE DE PRODUTO NÃO CONFORME. Aprovação: Olavo R. Tomasini Aprovação: Olavo R. Tomasini CONTROLE DE PRODUTO NÃO Código: PR 19 Revisão: 03 Página: 1 de 7 Data: 10/10/09 Arquivo: PR 19_03.doc Rubrica: 1 OBJETIVO Estabelecer a sistemática adotada para a identificação,

Leia mais

SOB MEDIDA TEVAH WEB

SOB MEDIDA TEVAH WEB SOB MEDIDA TEVAH WEB Caro usuário, você está tendo acesso a um guia do Sob Medida TEVAH versão WEB. A seguir você poderá verificar as formas de utilização adequadas, para um resultado positivo deste processo.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE CUSTOS Prof. Dr. Constantino de Gaspari Gonçalves Exemplo de Aplicação do ABC

ADMINISTRAÇÃO DE CUSTOS Prof. Dr. Constantino de Gaspari Gonçalves Exemplo de Aplicação do ABC Exemplo de Aplicação do ABC A indústria de Confecções Pano Bom Ltda produz três tipos de produtos: Camisas, Calças, Blusas. O quadro abaixo apresenta as quantidades produzidas e seus respectivos preços.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO

MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM PRIMEIRO PERÍODO / 1 O ANO CIÊNCIAS SOCIAIS, HUMANAS E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE Sociologia, Antropologia e Filosofia 2-40 Iniciação à Pesquisa em Nutrição 2-40 Leitura

Leia mais

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração Secretaria de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

10.4 PROPRIEDADES DOS PERFIS

10.4 PROPRIEDADES DOS PERFIS 76 10.4 PROPRIEDADES DOS PERFIS Seção Nome/aspecto Área da seção Coordenadas do CG Módulo de flexão (Wfl) Módulo de Torção (Wt) Circular cheia p ز / 4 x = y = Ø / 2 p س / 32 p س / 16 Tubo p (Øe² - Øi²)

Leia mais

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração Secretaria de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS

ILMO(A). SR.(A) PRESIDENTE DA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE MINAS GERAIS Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração Secretaria de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Currículos dos Cursos UFV ENFERMAGEM. COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br

Currículos dos Cursos UFV ENFERMAGEM. COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br 114 ENFERMAGEM COORDENADOR Pedro Paulo do Prado Júnior pedro.prado@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2013 115 Currículo do Curso de Bacharelado ATUAÇÃO O Curso de Graduação em da UFV apresenta como perfil

Leia mais

As produções e interações ficarão registradas no Moodle.

As produções e interações ficarão registradas no Moodle. Disciplina: Carga Horária: 60horas Modalidade: a distância Regime: semestral Professor: Luís Felipe Schilling Esta disciplina tem por objetivo oportunizar a prática de planejamento, modelagem, implementação

Leia mais

Mix público-privado. ABRES, RJ, dezembro de 2009

Mix público-privado. ABRES, RJ, dezembro de 2009 Mix público-privado ABRES, RJ, dezembro de 2009 Pressupostos Constituição do campo da Economia da Saúde Aperfeiçoamento do conhecimento sobre a realidade material por uma concepção científica do mundo

Leia mais

MATEMÁTICA DISCRETA E LÓGICA MATEMÁTICA PROF. APARECIDO EDILSON MORCELLI

MATEMÁTICA DISCRETA E LÓGICA MATEMÁTICA PROF. APARECIDO EDILSON MORCELLI MATEMÁTICA DISCRETA E LÓGICA MATEMÁTICA PROF. APARECIDO EDILSON MORCELLI CONSTRUÇÃO DA TABELA- VERDADE Dada a fórmula: {A [C (A C)]} Observamos três ocorrências de conectivos:,,. O último é a primeira

Leia mais

METODOLOGIA CIENTÍFICA: 40 PSICOLOGIA: 40 06 SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA: 40 31 HORA/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO

METODOLOGIA CIENTÍFICA: 40 PSICOLOGIA: 40 06 SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA: 40 31 HORA/DIA SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA SÁBADO Colegiado do Curso de FISIOTERAIA SEMESTRE: 1º SEMESTRE DISCILINAS CH SALA ORTUGUÊS: 60 12 CITOLOGIA GERAL: 80 02 ANATOMIA HUMANA: 80 29 BIOSSEGURANÇA: 40 01 RESONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL: 40 36 METODOLOGIA

Leia mais

Nilson do Rosário Costa 1, Ana Paula Coelho 2, Maria Thereza Fortes 3 e Vanina Matos 4

Nilson do Rosário Costa 1, Ana Paula Coelho 2, Maria Thereza Fortes 3 e Vanina Matos 4 IX Encontro Nacional da Associação Nacional de Economia da Saúde, Rio de Janeiro, dez/2009. A posição regional das empresas no mercado de planos privados de assistência à saúde Nilson do Rosário Costa

Leia mais

METODOLOGIA DE PROJETO

METODOLOGIA DE PROJETO METODOLOGIA DE PROJETO DE INTERIORES AULA 06: PERSPECTIVA LINEAR DE 1 PONTO. MÃO LIVRE Disciplina do Curso Superior em Design de Interiores da UNAES/Anhanguera Educacional Arq. Urb. Octavio F. Loureiro

Leia mais

Instituto Federal do Maranhão PRÓ- REITORIA DE ENSINO

Instituto Federal do Maranhão PRÓ- REITORIA DE ENSINO Instituto Federal do Maranhão PRÓ- REITORIA DE ENSINO QUADRO DE VAGAS PARA OS CURSOS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO IFMA CAMPUS SÃO LUIS MONTE CASTELO Engenharia Elétrica Industrial Engenharia Civil Engenharia

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV ENFERMAGEM. COORDENADORA Rita de Cássia Lanes Ribeiro rribeiro@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV ENFERMAGEM. COORDENADORA Rita de Cássia Lanes Ribeiro rribeiro@ufv.br 146 Currículos dos Cursos do CCB UFV ENFERMAGEM COORDENADORA Rita de Cássia Lanes Ribeiro rribeiro@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 147 Bacharelado ATUAÇÃO O Curso de Graduação em da UFV apresenta

Leia mais

O sistema nervoso autônomo (SNA) é responsável pelo controle da maior parte das

O sistema nervoso autônomo (SNA) é responsável pelo controle da maior parte das 12 1 INTRODUÇÃO O sistema nervoso autônomo (SNA) é responsável pelo controle da maior parte das funções corporais involuntárias, entre elas, a freqüência cardíaca (FC). Os componentes simpático e parassimpático

Leia mais

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares

Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares Instalação do Portal PMS Ambiente : Controladoria Data da publicação : 18/11/09 Países : Brasil Autor Wilker Valladares O objetivo deste documento é capacitar o analista a instalar e configurar o Portal

Leia mais

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO FEDERAÇÃO NACIONAL DAS AUTO E MOTOESCOLAS E CFCs DIRETORIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO EDITAL DE CONCURSO II PRÊMIO FENEAUTO DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO O presidente da Federação Nacional das Auto e Motoescolas

Leia mais

Podemos representar a relação existente entre as entidades de um relacionamento 1:1 através do conjunto abaixo:

Podemos representar a relação existente entre as entidades de um relacionamento 1:1 através do conjunto abaixo: MÓDULO 10 MODELAGEM DE DADOS II Os relacionamentos devem ser enquadrados em três grandes grupos para que possam cumprir a finalidade de expressar a semântica das associações entre as entidades. As três

Leia mais

A tabela-verdade...de, É muito fácil...cil, É só lembrar...ar, Do VoVo FeFe, E se Você Foi, se Você Foi, Então Foi. Propriedades da condicional

A tabela-verdade...de, É muito fácil...cil, É só lembrar...ar, Do VoVo FeFe, E se Você Foi, se Você Foi, Então Foi. Propriedades da condicional PROF TABELAS-VERDADE e V F F F V F F F F VoVo FeFe ou V F V F V V F F F Propriedades da condicional Recíprocas(amor,cupido,flecha) flechinha vai, flechinha vem Inversas(inverte VF, FV, ne ga ) nega tudo

Leia mais

REUNIÕES DE DISTRIBUIDORES - MAIO 2009*

REUNIÕES DE DISTRIBUIDORES - MAIO 2009* REUNIÕES DE DISTRIBUIDORES - MAIO 2009* Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado 3 4 10 11 17 18 24 25 5 12 Porto Alegre/RS 19 26 6 13 Curitiba/PR 20 27 7 14 21 28

Leia mais

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98

Aumento dos custos no sistema de saúde. Saúde Suplementar - Lei nº 9.656/98 IX ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA DA SAÚDE DA ABRES Utilização de Serviços em uma Operadora de Plano de Saúde que Desenvolve Programas de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças Cardiovasculares Danielle

Leia mais

Contratos Internacionais de Compra e Venda & Incoterms

Contratos Internacionais de Compra e Venda & Incoterms Contratos Internacionais de Compra e Venda & Incoterms O contrato internacional é formal, bilateral, consensual, oneroso e comutativo, o que pressupõe agentes autônomos, livre formação de suas vontades

Leia mais

Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção

Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção Painel 2: 2: As As transformações do do ambiente de de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de de empresas do do mercado de de construção Apresentação Eng. Eng. Luiz Luiz Augusto Augusto Milano

Leia mais

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua.

A Inovação Aprendizagem e crescimento dos funcionários treinando-os para melhoria individual, numa modalidade de aprendizagem contínua. Balanced Score Card A Tecnologia da Informação é considerada fundamental para os vários setores, tanto no nível operacional como estratégico. Muitas das razões para Tecnologia da Informação fazer parte

Leia mais

CONHEÇA O GOOGLE APPS

CONHEÇA O GOOGLE APPS CONHEÇA O GOOGLE APPS O QUE É GOOGLE APPS? É um serviço do Google baseada na internet (web), que utiliza o seu domínio de internet (Ex: empresa.com) em diversas aplicações tais como: Google mail Google

Leia mais

C.H. Sema nal. 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90 - 03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45 -

C.H. Sema nal. 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90 - 03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45 - 1) MATRIZ CURRICULAR BACHARELADO EM NUTRIÇÃO Nº 1º SEMESTRE DISCIPLINA(S) ( BLOCO I ) 01 Seminário de Introdução ao Curso 1h 15-15 - 02 Anatomia 6h 60 30 90-03 Biologia Celular e Molecular 3h 30 15 45-04

Leia mais

Bacharelado em Sistemas de Informação

Bacharelado em Sistemas de Informação Bacharelado em Sistemas de Informação Recife, 8 de agosto de 00 Missão da FIR A Faculdade Integrada do Recife coloca em primeiro plano a excelência do ensino, a qualidade docente e a atividade discente

Leia mais

Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 54 TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36

Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 54 TEÓRICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 36. Natureza - OBRIGATÓRIA PRÁTICA 18. Natureza - OBRIGATÓRIA TEÓRICA 36 1 de 6 Nível:BACHARELADO 01 VET101 - Anatomia Veterinária I - Ativa VET102 - Biologia Celular - Ativa desde: VET103 - Bioquímica e Biofísica - Ativa VET104 - Técnica Hospitalar - Ativa desde: VET105 -

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro. Plano de Trabalho. Gestão 2012 2015. Rodrigo Leitão Diretor Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro Plano de Trabalho Gestão 2012 2015 Diretor Candidato ao cargo de Diretor-Geral do Campus Uberaba do IFTM Professor Rodrigo Afonso

Leia mais

Anatomia Humana I N/H 72 4. Biofísica N/H 72 4. Biologia Celular e Molecular N/H 72 2. Fundamentos de Fisioterapia N/H 36 2

Anatomia Humana I N/H 72 4. Biofísica N/H 72 4. Biologia Celular e Molecular N/H 72 2. Fundamentos de Fisioterapia N/H 36 2 Faculdades Integradas do Extremo Sul da Bahia Portaria MEC n º 1.77, de 13 de junho de 00 CURSO DE FISIOTERAPIA Estrutura Curricular 1º PERÍODO Anatomia Humana I N/H 7 Biofísica N/H 7 Biologia Celular

Leia mais

Física Geral e Experimental II Engenharia Ambiental e de Produção. Prof. Dr. Aparecido Edilson Morcelli

Física Geral e Experimental II Engenharia Ambiental e de Produção. Prof. Dr. Aparecido Edilson Morcelli Física Geral e Experimental II Engenharia Ambiental e de Produção Prof. Dr. Aparecido Edilson Morcelli TERMOLOGIA A termologia é uma parte da Física que estuda as diversas manifestações de calor. A parte

Leia mais

IV Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações. IV Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações

IV Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações. IV Seminário sobre Segurança da Informação e Comunicações Uma guerra pela internet: O maior ciberataque da história tira a Estônia da rede. O suspeito é a Rússia -Nas últimas três semanas, a Estônia, um dos três estados bálticos, sofreu três ondas sucessivas

Leia mais

Diretoria de Ensino Região de Guaratinguetá Programa Escola da Família Projeto APE Ações Preventivas na Escola

Diretoria de Ensino Região de Guaratinguetá Programa Escola da Família Projeto APE Ações Preventivas na Escola Janeiro Calendário da Saúde e do Meio Ambiente 01 Dia Internacional da Paz / Confraternização Universal 02 - Dia do Sanitarista 02 - Dia da Abreugrafia 04 - Dia do Hemofílico 11 Dia do Controle da Poluição

Leia mais

Abril 2009* Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta- feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado

Abril 2009* Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta- feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Abril 2009* Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta- feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado 1 2 3 4 5 6 Maringá/PR 7 *Belém / PA Goiânia / GO Presidente Prudente / SP Rio de Janeiro / RJ São José dos Campos

Leia mais

O que é Intraempreendedorismo?

O que é Intraempreendedorismo? O que é Intraempreendedorismo? INOVAÇÃO Intraempreendedorismo é aplicado às organizações. o empreendedorismo VISIONÁRIO Assim como o empreendedorismo, envolve: Reconhecimento de oportunidades Design e

Leia mais

Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2

Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2 Colegiado do Curso de Biomedicina Matriz Curricular 2012.1 2015.2 1 o SEMESTRE Química Geral e Inorgânica 3 1 4 80 ---- Citologia e Genética 3 1 4 80 ---- Fundamentos de Biomedicina e Ética Profissional

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Estabelece normas para o andamento das disciplinas de Trabalho de Graduação I e II referentes ao trabalho de conclusão de curso. Aprovado em reunião de colegiado

Leia mais

As mudanças na política de financiamento da saúde a partir da segunda metade dos anos 90

As mudanças na política de financiamento da saúde a partir da segunda metade dos anos 90 GRUPO DE PESQUISA EM ECONOMIA POLÍTICA DA SAÚDE EVOLUÇÃO DA DESPESA PÚBLICA MUNICIPAL COM SAÚDE EM PERNAMBUCO DE 2000 A 2007 Antônio Carlos do Espírito Santo - Depto. de Medicina Social da UFPE Virgínia

Leia mais

FACULDADE METROPLITANA DA AMAZÔNIA-FAMAZ COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1ª Avaliação regimental Data da Prova Horário da prova

FACULDADE METROPLITANA DA AMAZÔNIA-FAMAZ COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENFERMAGEM. 1ª Avaliação regimental Data da Prova Horário da prova - TURMA: 270101 - TURNO: Matutino - SALA: 104-1º PERÍODO (2014/1) 1ª Avaliação regimental Introdução a filosofia 20/03/2014 08:00 às 09:40 Citologia e Embriologia 21/03/2014 08:50 as 11:40 Histologia Básica

Leia mais

CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo

CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo CENTRO DE EVENTOS DE JATAÍ - Memorial Justificativo A busca por espaços de lazer e entretenimento para a população de Jataí, cidade de médio porte em franca expansão urbana, localizada no Sudoeste goiano,

Leia mais

MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE

MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE MANUAL DO WEBSIGOM ÍNDICE 1. Procedimentos de utilização pela empresa cliente... 01 2. Funcionalidades do WebSigom... 02 2.1. Cadastro... 03 2.2. Inserir um novo usuário... 03 2.3. Consultar os dados de

Leia mais

Seção Técnica de Ensino 2/8

Seção Técnica de Ensino 2/8 Escolha a única respost a certa, conform e o enunciado da quest ão, assinalandoa corretamente no CARTÃO- RESPOSTA. 01. O número natural mais próximo de ( A ) 2 ( B ) 3 ( C ) 4 ( D ) 5 ( E ) 6 3 4 7 3 5

Leia mais

Expo Crato ACCOA

Expo Crato ACCOA Página: 1 Cabrita Menor Campeã Catálogo: 21 Registro: 05095/08095 Nome: CAROLINA 08095 Pai: 02047 - GROSSOS CACIQUE 02047 Mãe: 06095/06003 - CAROLINA 06003 Expositor: Cond. Anglo Show Criador: Francisco

Leia mais

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014

RELEASE Belo Horizonte, 1º de setembro de 2014 RELEASE Mesmo tendo de um a três cartões de crédito, consumidor da capital mineira prefere pagar em dinheiro Eles privilegiam o pagamento a vista e controlam os impulsos na hora das compras. Mas a maioria

Leia mais

METODOLOGIA DE PROJETO

METODOLOGIA DE PROJETO METODOLOGIA DE PROJETO DE INTERIORES AULA 10: PLANEJAMENTO E PRINCÍPIOS DO DESIGN Disciplina do Curso Superior em Design de Interiores da UNAES/Anhanguera Educacional Arq. Urb. Octavio F. Loureiro Data:

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição)

1. Ambiente e Arranjos Institucionais 2. Regulação Econômico-Prudencial 3. Características do Mercado Produto Demanda Oferta (padrão de competição) Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional na saúde suplementar do Brasil por Denise Alves Baptista APRESENTAÇÃO Dez anos de regulamentação A necessidade de uma reforma institucional

Leia mais

SOFTWARE DE GESTÃO ESCOLAR

SOFTWARE DE GESTÃO ESCOLAR SOFTWARE DE GESTÃO ESCOLAR Apresentação O Escolinha 4, apresenta-se como uma rica aplicação de gestão de escolas, trazendo consigo inúmeras vantagens de modos a deixar os gestor de instituições de educação

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso Técnico em Informática, em Nível Médio Subseqüente, será organizado de forma semestral, com aulas presenciais, compostos por disciplinas, com conteúdos estabelecidos, tendo

Leia mais

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009

XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 XV COBREAP CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS IBAPE/SP 2009 ANÁLISE COMPARATIVA DOS USOS DO SOLO UTILIZANDO IMAGENS ORBITAIS COM DIFERENTES RESOLUÇÕES ESPACIAIS. JUSSARA D'AMBROSIO

Leia mais

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br

Currículos dos Cursos do CCB UFV NUTRIÇÃO. COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br 88 NUTRIÇÃO COORDENADOR DO CURSO DE NUTRIÇÃO Gilberto Paixão Rosado gilberto@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2002 89 Bacharelado ATUAÇÃO O Nutricionista é um profissional de saúde, legal e tecnicamente

Leia mais

Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução. O jogo

Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução. O jogo Quebra Cabeça das Ligações Químicas Autora: Karine Nantes da Silva Veronez Introdução A química estuda as substâncias e suas transformações químicas. Essas substâncias são formadas de átomos de elementos

Leia mais

LANÇAMENTO DO LIVRO: GLP NO BRASIL PERGUNTAS FREQÜENTES. 5 de dezembro de 2006 Sede do IBP

LANÇAMENTO DO LIVRO: GLP NO BRASIL PERGUNTAS FREQÜENTES. 5 de dezembro de 2006 Sede do IBP LANÇAMENTO DO LIVRO: GLP NO BRASIL PERGUNTAS FREQÜENTES 5 de dezembro de 2006 Sede do IBP Distribuidoras associadas Cartilha, por quê? Existe a identificação de que o GLP sofre preconceitos fortes e de

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral

Estrutura Curricular do Curso de Medicina Habilitação: Bacharel em Medicina Carga Horária: 8220 horas Regime: Semestral Turno de Aplicação: Integral FAHESA - Faculdade de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde de Araguaína. ITPAC - INSTITUTO TOCANTINENSE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS LTDA. Av. Filadélfia, 568 Setor Oeste Araguaína TO CEP 77.816-540 Fone:

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA

SERVIÇO NACIONAL DE SELEÇÃO PÚBLICA S/C LTDA CURSO DIREITO PRIMEIRO SEMESTRE HISTÓRIA DO DIREITO B E A C E B A D C C LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO A E D E C A D D A B PSICOLOGIA GERAL B E D C C C A E D B PORTUGUÊS JURÍDICO A D A C B B C C D B SOCIOLOGIA

Leia mais

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA

CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA CURSO DE BACHARELADO EM NUTRIÇÃO-FORMAÇÃO NUTRICIONISTA Coordenaçăo: Profª. MS. Mara Rosana dos Santos E-mail: nutricao@immes.com.br Telefone (96)3223-4244 ramal: 211 Ser Nutricionista É atuar em todas

Leia mais

Financiamento da Seguridade Social

Financiamento da Seguridade Social Financiamento da Seguridade Social Prof. Eduardo Tanaka Receitas das contribuições sociais dos Empregadores Domésticos Prof. Eduardo Tanaka 1 2 Receitas do Empregador Doméstico (Decreto 3.048/99) Art.

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS

PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS Leandro,D.; Huinca,S.C.M e Krueger, C.P. LABORATÓRIO DE GEODÉSIA ESPACIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PROCEDIMENTOS DE CAMPO PARA LEVANTAMENTOS GNSS Autoras: Doutoranda Diuliana Leandro, MSc. Doutoranda

Leia mais

Ana Filipa Fernandes André Aguiar Data de Nascimento 14 de Junho de 1978 BI , emitido pelo arquivo do Porto em

Ana Filipa Fernandes André Aguiar Data de Nascimento 14 de Junho de 1978 BI , emitido pelo arquivo do Porto em Curriculum Vitae D a d o s P e s s o a i s Nome Ana Filipa Fernandes André Aguiar Data de Nascimento 14 de Junho de 1978 BI 11296412, emitido pelo arquivo do Porto em 17.03.2000 Nacionalidade Portuguesa

Leia mais

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado

As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado As transformações do ambiente de negócios e o impacto sobre a estratégia e gestão de empresas do mercado de construção. (ênfase no mercado imobiliário) Experiente, inovadora, diversificada Assim é a Rossi.

Leia mais