Bullying não é brincadeira!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bullying não é brincadeira!"

Transcrição

1 Bullying não é brincadeira! Nunca se discutiu tanto, nos meios de comunicação, nas escolas e universidades, a violência física e verbal que ocorre nas escolas. O bullying, popular inclusive entre os alunos, é característico de uma situação específica e não deve ser usado à revelia para descrever qualquer brincadeira de mau gosto. Um grupo de alunos do 7º ano B (Eduardo Martins, Pedro Piá, Stéfano Rosseti, Vinícius Melo e Vitor Sia), pesquisou o que significa o bullying e quais são suas implicações para o autor e para o alvo. Como resultado da pesquisa e com o objetivo de conscientizar os demais alunos do colégio a respeito da gravidade desta prática, os alunos elaboraram frases que foram coladas em faixas de TNT e expostas nas salas de aula do 6º ano à 8ª série. Com o intuito de chamar atenção de todos e abolir o bullying do colégio, foi exposta no pátio do colégio outra faixa, do mesmo material. Veja a seguir trechos das pesquisas e algumas fotos do trabalho. Definição Bullying é uma situação caracterizada por atos agressivos verbais ou físicos de maneira repetitiva por parte de um ou mais alunos com um ou mais colegas. Existem três tipos de bullying: Físico: Quando alguém bate fisicamente. Verbal: Chingando ou agredindo uma pessoa com palavras. Exclusão: Quando exclui alguém. O bullying é algo agressivo e negativo executado repetidamente e ocorre quando há um desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.

2 O que é cyberbullying ou bullying virtual? É o bullying que ocorre por meios eletrônicos, com mensagens difamatórias ou ameaçadoras circulando por meio de s, redes sociais ou celulares. Esse tormento que é a agressão na internet faz que a criança ou adolescente se sinta humilhado, não se sinta mais segura em lugar algum ou momento algum. Marcelo Coutinho, especialista no tema, diz que os estudantes não percebem as armadilhas dos relacionamentos digitais. Terminologia A palavra bullying vem do inglês bully que significa tirano, valentão. Devido ao fato de ser um fenômeno que recentemente chamou mais atenção, o assedio escolar ainda não possui um termo especifico, sendo o termo em inglês bullying constantemente utilizado na mídia. Existem, entretanto, alternativas como acossamento, ameaça, assédio, intimidação, alem de diversos outros termos utilizado pelos próprios estudantes em diversas regiões. Consequências para o alvo O aluno que sofre bullying principalmente quando não pede ajuda, enfrenta medo e vergonha de ir à escola. Pode querer abandonar os estudos não se achar bom para integrar o grupo e apresentar baixo rendimento. Caracterização dos bullies Os bullies são as pessoas que praticam Bullying. Segundo pesquisadores, os agressores podem ter sofrido bullying no passado, ter necessidade de chamar atenção (ser engraçado), pode ter personalidade agressiva ou podem ser aqueles que não têm habilidades sociais (fazer amizade, ser solidário). Os agressores também podem ter um ponto de vista preconceituoso.

3 Testemunhas As testemunhas são pessoas que assistem ao ato de bullying. Eles podem só assistir sem tomar providências, por medo ou indiferença. Também existem testemunhas que incentivam ou atuam reforçando a agressão, que são chamados coautores. Legislação O bullying é considerado um ato ilícito, porque o autor desrespeita princípios constitucionais, por exemplo, o princípio da dignidade das pessoas, do Código Civil. Por isso, os autores de bullying e os co-autores podem ser obrigados a prestar serviços comunitários. Os pais dos bullies podem ser obrigados a pagar indenizações Às vítimas e pode haver processos por danos morais. Além disso... As alunas Júlia Dantas e Letícia B. Guzzo, 7º ano B, também pesquisaram o bullying e descobriram outros dados importantes. Os bullies usam principalmente uma combinação de intimidação e humilhação para atormentar os alvos. Alguns exemplos são: o Insultar a vítima; o Acusar a vítima de ser inútil ( não servir para nada ); o Ataques físicos, seja contra o corpo ou propriedade da vítima; o Espalhar coisas negativas sobre a vítima; o Depreciar a vítima sem motivos; o Fazer com que a vítima faça o que não quer ameaçando-a; o Colocar a vítima em situação problemática com alguém, por algo que ela não cometeu ou que foi feito pelo próprio bully; o Fazer comentários sobre a família ou amigos da vítima;

4 o Isolamento social da vítima; o Criar páginas falsas em sites de relacionamento ou fazer comentários via internet (cyberbullying) o Chantagear a vítima; o Fazer grafitagem depreciativa sobre a vítima; o Usar de sarcasmo para se passar por amigo da vítima; o Fazer a vítima se envergonhar diante de muitas pessoas. Letícia explica que as vítimas, quando são agredidas ou ofendidas chegam a concordar com a agressão. O discurso deles segue no seguinte sentido: Se sou gorda, por que vou dizer o contrário?. A aluna alerta para possíveis sintomas do alvo de bullying: baixa auto-estima, medos, angústia, pesadelos, falta de vontade de ir à escola e rejeição da mesma, ansiedade, dificuldades de relacionamento interpessoal, dificuldade de concentração, diminuição do rendimento escolar, dores de cabeça e de estômago e dores não especificadas, mudanças de humor súbitas, vômitos, urinar na cama, falta de apetite ou apetite voraz, choro, insônias, ataques de pânico sem motivo aparente, sensação de aperto no coração, aumento do pedido de dinheiro aos pais e familiares (devido à chantagem dos bullies), furtos de material em casa, surgimento de material escolar e pessoal danificado, desaparecimento de material escolar, automutilação, stress e, em casos extremos as vítimas podem chegar a cometer suicídio. Há alguns casos em que os alvos de bullying, antes passivos, passaram a praticar a violência, inclusive o homicídio, como ocorreu em escolas dos EUA e Rio de Janeiro. Um dado interessante apontado por Letícia é que foi aprovada a proposta de criminalização da prática de bullying pela comissão de juristas do Senado que discute mudanças no Código Penal. No anteprojeto que será chamado de lei intimidação vexatória, a pena prevista para o crime será de um a quatro anos de prisão. Segundo o texto, pratica crime quem intimidar, constranger, ameaçar, assediar sexualmente, ofender, castigar, agredir ou segregar criança ou adolescente valendo-se de pretensa situação de superioridade.

5 Segundo Júlia, este assunto deve ser tratado nas escolas e em casa. Os pais e professores devem conversar abertamente com os jovens para que eles não pratiquem, sofram ou sejam testemunhas do bullying. Letícia chama atenção para medidas práticas que podem prevenir e até acabar com o bullying: Respeite Trate as pessoas como gostaria de ser tratado, com respeito. Denuncie O bullying, assim como o cyberbullying, é crime! Por isso, não tenha medo de fazer denúncias e com conte com a ajuda de um pai ou advogado. Exija Cobre nas escolas projetos anti-bullying. Explique Proponha paletras, trabalhos ou teatros para ajudar as pessoas a entenderem o que é bullying e o que podem fazer para combatê-lo. Lute para que sua escola que um ou serviço de telefone para denúncia de casos de bullying. Pesquise Informe-se sobre o assunto. Só assim você poderá identificar e se identificar com o problema. O bullying é muito comum nas escolas, mas muitos ainda não sabem o que é. Tenha limites Saiba quando parar um brincadeira. Defenda Se ver alguém sofrendo bullying, ajude a defendê-lo. Vamos provocar os alunos do colégio para que reflitam sobre suas atitudes...

6

7

8

9 ... e acabar definitivamente com o bullying no nosso colégio!

Campanha Anti-bullying. JMJ na luta de uma escola respeitosa e humanizada

Campanha Anti-bullying. JMJ na luta de uma escola respeitosa e humanizada Campanha Anti-bullying JMJ na luta de uma escola respeitosa e humanizada Se o mal é contagioso o bem também é. Deixemos-no contagiar pelo bem. Papa Francisco Caro jovem, família e educadores, Este material

Leia mais

Escola secundária de S. Pedro da Cova BULLYING. Trabalho realizado por: Joana Aurora e Sara Sousa

Escola secundária de S. Pedro da Cova BULLYING. Trabalho realizado por: Joana Aurora e Sara Sousa Escola secundária de S. Pedro da Cova BULLYING Trabalho realizado por: 1 Joana Aurora e Sara Sousa INTRODUÇÃO Este trabalho foi realizado na disciplina de área de projecto. Este trabalho tem como objectivo

Leia mais

Indice. Bullying O acaso... 11

Indice. Bullying O acaso... 11 Indice Bullying O acaso... 11 Brincadeira de mau gosto. Chega! A história... 21 O dia seguinte... 47 A paixão... 53 O reencontro... 61 O bullying... 69 9 Agosto/2010 O acaso Terça-feira. O sol fazia um

Leia mais

Atenção: Revista em desenvolvimento

Atenção: Revista em desenvolvimento Editorial Atenção: Revista em desenvolvimento Estamos iniciando nossa primeira edição, de um produto até agora novo, não na tecnologia empregada que já é sucesso na Europa, e sim em seu conteúdo. As revistas

Leia mais

BULLYING É COISA SÉRIA! Margarete Barreto Floriano Pesaro

BULLYING É COISA SÉRIA! Margarete Barreto Floriano Pesaro BULLYING É COISA SÉRIA! Margarete Barreto Floriano Pesaro O QUE É BULLYING Bullying é um termo da língua inglesa (bully = valentão ) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 7.457, DE 2010

PROJETO DE LEI N.º 7.457, DE 2010 CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 7.457, DE 2010 (Da Sra. Sueli Vidigal) Dispõe sobre o desenvolvimento de política "antibullying" por instituições de ensino e de educação infantil, públicas ou privadas,

Leia mais

LEI Nº 2.619, DE 19 DE MARÇO DE 2010.

LEI Nº 2.619, DE 19 DE MARÇO DE 2010. LEI Nº 2.619, DE 19 DE MARÇO DE 2010. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / Dispõe sobre o programa de combate ao bullyng nas escolas públicas e privadas

Leia mais

PROJETO APE E PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA

PROJETO APE E PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA PROJETO APE E PROGRAMA ESCOLA DA FAMILIA O enfrentamento do BULLYING, além de ser uma medida disciplinar, também é um gesto cidadão tremendamente educativo, pois prepara os alunos para a aceitação, o respeito

Leia mais

Zoação e violência não são brincadeiras.

Zoação e violência não são brincadeiras. Zoação e violência não são brincadeiras. Ministério Público do Estado de Minas Gerais Expediente Ministério Público do Estado de Minas Gerais Procurador-Geral de Justiça Corregedor-Geral do Ministério

Leia mais

Bullying e Violência: O que temos e o que queremos 13 DE FEVEREIRO DE 2015

Bullying e Violência: O que temos e o que queremos 13 DE FEVEREIRO DE 2015 Bullying e Violência: O que temos e o que queremos 13 DE FEVEREIRO DE 2015 Bullying = Violência?? 2 Violência versus Bullying 3 São duas realidades que costumam andar lado a lado mas que não são sinónimos,

Leia mais

Bullying e Cyberbullying

Bullying e Cyberbullying Conhecendo para prevenir Bullying e Cyberbullying uma cartilha conhecendo para prevenir Este material, desenvolvido com muito carinho e responsabilidade, contempla informações úteis e objetivas sobre o

Leia mais

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE SUMARÉ

O PREFEITO DO MUNICIPIO DE SUMARÉ PROJETO DE LEI Nº, de 03 de Agosto de 2010 "Dispõe sobre a implementação de medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas de

Leia mais

Fenômeno Bullying: a prevenção começa pelo conhecimento. Cleo Fante. Educadora

Fenômeno Bullying: a prevenção começa pelo conhecimento. Cleo Fante. Educadora Fenômeno Bullying: a prevenção começa pelo conhecimento Cleo Fante Educadora 1 A Escola Escola é... o lugar onde se faz amigos não se trata só de prédios, salas, quadros, programas, horários, conceitos...

Leia mais

Escola Profissional Fialho de Almeida - Vidigueira

Escola Profissional Fialho de Almeida - Vidigueira Um (cada um de nós) por todos (os outros) E todos (os outros) por um (nós). O BULLYING É UM FENÓMENO QUE DEIXA MARCAS PARA SEMPRE O bullying caracteriza-se por comportamentos de abuso sistemático de poder,

Leia mais

Prevenção do bullying. Quando o seu filho é a vítima, o agressor (bully) ou o espectador

Prevenção do bullying. Quando o seu filho é a vítima, o agressor (bully) ou o espectador Prevenção do bullying Quando o seu filho é a vítima, o agressor (bully) ou o espectador O que é bullying? Bullying não é um conflito nem uma briga. O bullying é o abuso físico, verbal ou emocional deliberado,

Leia mais

Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes Vamos Combater o Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes A violência sexual contra crianças e adolescentes acontece em todo o mundo, em diversas famílias e classes sociais. O QUE É A

Leia mais

SOE Serviço de Orientação Educacional

SOE Serviço de Orientação Educacional SOE Serviço de Orientação Educacional Projeto: Aprendendo a Ser para Aprender a Conviver Tema: Bullying não é brincadeira Turma: 2º AT Marise Miranda Gomes - Orientadora Educacional - Psicopedagoga Clínica

Leia mais

O Caracol Curioso. Escola a Tempo Inteiro - 1ºciclo. Projeto PedagógicoCAF/CATL - Bullying

O Caracol Curioso. Escola a Tempo Inteiro - 1ºciclo. Projeto PedagógicoCAF/CATL - Bullying O Caracol Curioso Escola a Tempo Inteiro - 1ºciclo Projeto PedagógicoCAF/CATL - Bullying 1. Enquadramento O projeto pedagógico definido para este ano letivo pretende abordar um tema actual, que tem tanto

Leia mais

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI N o 6.504, DE 2013 Institui e estabelece a criação da campanha anti-bullying nas escolas públicas e privadas de todo país, com validade em todo Território Nacional.

Leia mais

Aula 28.2 Conteúdos: A estrutura de construção de um texto argumentativo Características do gênero Artigo de opinião LÍNGUA PORTUGUESA

Aula 28.2 Conteúdos: A estrutura de construção de um texto argumentativo Características do gênero Artigo de opinião LÍNGUA PORTUGUESA 2 Aula 28.2 Conteúdos: A estrutura de construção de um texto argumentativo Características do gênero Artigo de opinião 3 Habilidades: Apreender a estruturação de um Artigo de opinião 4 Artigo de opinião

Leia mais

Cyberbullying. Luís Morais luis.morais@fccn.pt

Cyberbullying. Luís Morais luis.morais@fccn.pt Cyberbullying Luís Morais luis.morais@fccn.pt Agenda 2 Cyberbullying 1. O que é? 2. Como funciona? 3. Quais as motivações? 4. Como prevenir? 5. Como reagir? O que é? 3 O que é? 4 Cyberbullying = Cyber

Leia mais

Apoio. Patrocínio Institucional

Apoio. Patrocínio Institucional Patrocínio Institucional Apoio O Grupo AfroReggae é uma organização que luta pela transformação social e, através da cultura e da arte, desperta potencialidades artísticas que elevam a autoestima de jovens

Leia mais

Módulo 1: Consciencialização do fenómeno de bullying Atividades

Módulo 1: Consciencialização do fenómeno de bullying Atividades Módulo 1: Consciencialização do fenómeno de bullying Atividades Sub-módulo 1.1 Bullying no local de trabalho Atividade 1.1.1 Discussão de vídeo Breve descrição: Introdução ao bullying no local de trabalho

Leia mais

Utilização das redes sociais e suas repercussões

Utilização das redes sociais e suas repercussões Utilização das redes sociais e suas repercussões O papel da escola : @ Orientação aos professores, alunos e pais @ Acompanhamento de situações que repercutem na escola @ Atendimento e orientação a pais

Leia mais

O que é o Bullying e a quem atinje

O que é o Bullying e a quem atinje O que é o Bullying e a quem atinje Fonte: Wikipédia O bullying escolar na infância é uma prática observada em várias culturas. Bullying é um termo inglês utilizado para descrever actos de violência física

Leia mais

VIII envio de mensagens, fotos ou vídeos por meio de computador, celular ou assemelhado, bem como sua postagem em blogs ou sites, cujo conteúdo

VIII envio de mensagens, fotos ou vídeos por meio de computador, celular ou assemelhado, bem como sua postagem em blogs ou sites, cujo conteúdo PROJETO DE LEI Nº Dispõe sobre o desenvolvimento de política antibullying por instituições de ensino e de educação infantil, públicas ou privadas, com ou sem fins lucrativos. Art. 1º. As instituições de

Leia mais

Modelo de Intervenção Contra Práticas de Bullyin g

Modelo de Intervenção Contra Práticas de Bullyin g Modelo de Intervenção Contra Práticas de Bullyin g Iniciativa do curso de orientação pedagógica Delta Aulas no combate a praticas de Bullying nas escolas Sumário 1. Caracterização... 3 O que é o Bullying?...

Leia mais

BULLYING: UM PROBLEMA A SER ENFRENTADO, COMO EXERCÍCIO DE CIDADANIA

BULLYING: UM PROBLEMA A SER ENFRENTADO, COMO EXERCÍCIO DE CIDADANIA BULLYING: UM PROBLEMA A SER ENFRENTADO, COMO EXERCÍCIO DE CIDADANIA Agressões físicas, morais ou assédios de todo tipo são situações enfrentadas por muita gente todos os dias e em todos os lugares. E quando

Leia mais

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO Conceito: É toda e qualquer conduta abusiva (gesto, palavra, escritos, comportamento, atitude, etc.) que, intencional e freqüentemente, fira a dignidade e a integridade física

Leia mais

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME"

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O BULLYING/IJIME MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME" Consulado Geral do Brasil em Tóquio 2014 1. DEFINIÇÃO DE "IJIME" A expressão japonesa "ijime" significa maltrato. Já a expressão

Leia mais

BULLYING O QUE É E QUAIS AS SUAS CONSEQUÊNCIAS?

BULLYING O QUE É E QUAIS AS SUAS CONSEQUÊNCIAS? BULLYING O QUE É E QUAIS AS SUAS CONSEQUÊNCIAS? Pesquisador: Leonan Carvalho da Silva Universidade Nove de Julho Departamento de Pós-graduação Lato Sensu em Psicopedagogia Eixo Temático: Teologia Prática:

Leia mais

USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO

USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO USO RESPONSÁVEL DA INTERNET ELABORADO PELOS ALUNOS DO 6º ANO 2 Fique atento! Não acredite em tudo o que lê A internet é segura? Você não deve

Leia mais

Conceituando a violência

Conceituando a violência Conceituando a violência A Organização Mundial da Saúde (OMS) define a Violência como o uso de força física ou poder, em ameaça ou na prática, contra si próprio, outra pessoa ou contra um grupo ou comunidade

Leia mais

BULLY L IN I G G N A E SCOLA O O Q U Q E É?

BULLY L IN I G G N A E SCOLA O O Q U Q E É? BULLYING NA ESCOLA O QUE É? HISTÓRICO Os primeiros trabalhos sobre o Bullying nas escolas vieram de países nórdicos, a partir dos anos 60 - Noruega e Suécia. CONCEITO É uma forma de agressão caracterizada

Leia mais

Curso de Capacitação em Bullying

Curso de Capacitação em Bullying Curso de Capacitação em Bullying Segundo pesquisa do Instituto Cidadania e da Fundação Perseu Abramo, a violência é o tema que mais preocupa os brasileiros entre 15 e 24 anos (55% do total), à frente de

Leia mais

Meu direito começa, vai e termina onde começa o direito do outro.

Meu direito começa, vai e termina onde começa o direito do outro. Meu direito começa, vai e termina onde começa o direito do outro. Diga não ao Bullying!!! Isso é uma questão de cidadania. Mediador: Prof. Jair Lourenço de Paula E-mail: clgpaula@hotmail.com VOTUPORANGA

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.504-A, DE 2013 (Do Sr. Dimas Fabiano)

PROJETO DE LEI N.º 6.504-A, DE 2013 (Do Sr. Dimas Fabiano) *C0049758A* C0049758A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.504-A, DE 2013 (Do Sr. Dimas Fabiano) Institui e estabelece a criação da campanha anti- bullying nas escolas públicas e privadas de todo

Leia mais

Lutando contra o bullying escolar Jovens e adolescentes

Lutando contra o bullying escolar Jovens e adolescentes Lutando contra o bullying escolar Jovens e adolescentes Falar aos jovens e adolescentes é sempre mais complicado, porque vocês possuem uma linguagem própria, muito especial, que infelizmente nós, mais

Leia mais

Barómetro APAV INTERCAMPUS Perceção da População Portuguesa sobre Stalking, Cyberstalking, Bullying e Cyberbullying Preparado para: Associação

Barómetro APAV INTERCAMPUS Perceção da População Portuguesa sobre Stalking, Cyberstalking, Bullying e Cyberbullying Preparado para: Associação 1 Barómetro APAV Perceção da População Portuguesa sobre Stalking, Cyberstalking, Bullying e Cyberbullying Preparado para: Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) Junho de 2013 2 Índice 2 Metodologia

Leia mais

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens

Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos. Quem sou eu? Dinâmica de Apresentação para Grupo de Jovens Disponível no site Esoterikha.com: http://bit.ly/dinamicas-para-jovens Dinâmicas para Jovens - Brincadeiras para Jovens Atividades para grupos As dinâmicas de grupo já fazem parte do cotidiano empresarial,

Leia mais

Bullying - A Agressividade Entre Pares. A Agressividade Entre Pares

Bullying - A Agressividade Entre Pares. A Agressividade Entre Pares Bullying - A Agressividade Entre Pares A Agressividade Entre Pares Conceito de Bullying Dan Olweus (1991), definiu o conceito de Bullying afirmando que um aluno está a ser provocado/vitimado quando ele

Leia mais

Conceito e definição

Conceito e definição Sinais de alerta Conceito e definição BULLYING conceito Ainda não apresenta tradução consensual ( abuso de colegas, vitimizar, intimidar, violência na escola ou agressão sistemática e intencional entre

Leia mais

Monografía Formación en Neurosicoeducación

Monografía Formación en Neurosicoeducación Monografía Formación en Neurosicoeducación Alumna: Ruth Medeiros de Oliveira www.asociacioneducar.com Mail: informacion@asociacioneducar.com Facebook: www.facebook.com/neurocienciasasociacioneducar BULLYING

Leia mais

Questionário de Admissão à Clínica de Saúde Mental

Questionário de Admissão à Clínica de Saúde Mental Tribunal de Família de Rhode Island Questionário de Admissão à Clínica de Saúde Mental *OBSERVE QUE TODAS AS PERGUNTAS SE REFEREM AO SEU FILHO * 1. Dados demográficos: Nome do Adolescente: Data de Nascimento:

Leia mais

Ficha técnica. COEDUCAR Cooperativa dos Trabalhadores de Educação Recanto do Fazer de Nova Iguaçu

Ficha técnica. COEDUCAR Cooperativa dos Trabalhadores de Educação Recanto do Fazer de Nova Iguaçu Ficha técnica COEDUCAR Cooperativa dos Trabalhadores de Educação Recanto do Fazer de Nova Iguaçu ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA: Luiz Câmara Maria de Fátima B. Barbosa REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO: Professores: Maria

Leia mais

Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying

Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying Proteja- se dos Prejuízos do Cyberbullying O Que Veremos Neste Encontro? Quais são as consequências legais do bullying ou cyberbullying e como lidar com os alunos, nos mesmos moldes dos critérios para

Leia mais

BULLYNG NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: A HOMOSSEXUALIDADE EM FOCO

BULLYNG NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: A HOMOSSEXUALIDADE EM FOCO BULLYNG NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: A HOMOSSEXUALIDADE EM FOCO Ana Patrícia da Silva 1 José Guilherme de Oliveira Freitas 2 Michele Pereira de Souza da Fonseca 3 Que espécie de valores sociais interiorizará

Leia mais

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA ou ADOLESCENTE Equipe LENAD: Ronaldo Laranjeira Clarice Sandi Madruga IlanaPinsky Maria Carmen Viana Divulgação: Maio de 2014. 1. Porque esse estudo é relevante? Segundo a Subsecretaria

Leia mais

Ciberbullying uma abordagem reflexiva 1

Ciberbullying uma abordagem reflexiva 1 Ciberbullying uma abordagem reflexiva 1 Nathalia Rodrigues de SOUZA 2 Kimberly Kate Matos CRUZ 3 Cleusa Albilia de ALMEIDA 4 Centro Universitário de Várzea Grande, MT RESUMO A prática de ciberbullying

Leia mais

Evento FEBRABAN 10.11.10 EDUCAÇÃO PARA O USO SEGURO DOS AMBIENTES VIRTUAIS. Juliana Abrusio

Evento FEBRABAN 10.11.10 EDUCAÇÃO PARA O USO SEGURO DOS AMBIENTES VIRTUAIS. Juliana Abrusio Evento FEBRABAN 10.11.10 EDUCAÇÃO PARA O USO SEGURO DOS AMBIENTES VIRTUAIS Juliana Abrusio Pontos de destaque 2 1. CONTROLE: Equilíbrio no respeito à privacidade dos filhos e seu controle na Internet.

Leia mais

problema seu Comportamento Problema antigo por Luciana Zenti

problema seu Comportamento Problema antigo por Luciana Zenti Comportamento por Luciana Zenti Isto é problema seu O bullying é a mais perversa face da violência escolar. Saber reconhecer e combater esse tipo de ação é uma tarefa de todos: professores, pais, funcionários

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA:

PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO DECRETA: PROJETO DE LEI Nº. 098/2011 Dispõe sobre a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas estaduais e dá outras providências.

Leia mais

BULLYING - DO MAU COMPORTAMENTO AO CRIME

BULLYING - DO MAU COMPORTAMENTO AO CRIME BULLYING - DO MAU COMPORTAMENTO AO CRIME Gracy Guilherme Amarante ** Professora Ms.Vânia Maria Benfica Guimarães Pinto Coelho*** Resumo: Este artigo se pauta na realização de estudos exploratórios através

Leia mais

O PAPEL DO PEDAGOGO EM RELAÇÃO AO BULLYING NO INTERIOR DA ESCOLA RESUMO

O PAPEL DO PEDAGOGO EM RELAÇÃO AO BULLYING NO INTERIOR DA ESCOLA RESUMO O PAPEL DO PEDAGOGO EM RELAÇÃO AO BULLYING NO INTERIOR DA ESCOLA IVANOSKI, Nicolle. KASTELIC, Eloá Soares Dutra. TONTINI, Lidiane. 1 RESUMO Este artigo pretende expressar uma preocupação que esta posta

Leia mais

Quais os riscos? criminoso pode roubar o dinheiro que estiver na conta.

Quais os riscos? criminoso pode roubar o dinheiro que estiver na conta. Quais os riscos? o Cyberbullying - Usar a internet (através de comunidades, redes sociais, e-mails, torpedos, blogs e fotologs) para humilhar e ofender alguém de forma constante. o Happy Slapping - Evolução

Leia mais

Concurso Público. 011. Prova de Redação. www.estrategiaconcursos.com.br

Concurso Público. 011. Prova de Redação. www.estrategiaconcursos.com.br Concurso Público 011. Prova de Redação Orientador Pedagógico Assinatura do Candidato Instruções Você recebeu seu caderno de redação contendo um tema a ser desenvolvido. Confira seu nome e número de inscrição

Leia mais

Bullying é crime? Uma reflexão da psicologia moral sobre a temática. Drª Vanessa Fagionatto Vicentin GEPEM 2015

Bullying é crime? Uma reflexão da psicologia moral sobre a temática. Drª Vanessa Fagionatto Vicentin GEPEM 2015 Bullying é crime? Uma reflexão da psicologia moral sobre a temática Drª Vanessa Fagionatto Vicentin GEPEM 2015 Caso Marcela* e Juliana* De acordo com Tognetta e Vinha (2008) deve existir uma vítima indefesa

Leia mais

Campanha de combate e prevenção à Violência Contra a Mulher.

Campanha de combate e prevenção à Violência Contra a Mulher. Campanha de combate e prevenção à Violência Contra a Mulher. Vamos juntos trabalhar em prol da vida! BRASIL É CAMPEÃO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NUM RANKING DE 54 PAÍSES fonte: Sociedade Mundial de Vitimologia,

Leia mais

Pesquisa Instituto Avon / Data Popular. Violência contra a mulher: o jovem está ligado?

Pesquisa Instituto Avon / Data Popular. Violência contra a mulher: o jovem está ligado? Pesquisa Instituto Avon / Data Popular Violência contra a mulher: o jovem está ligado? Com quem falamos? Jovens brasileiros Mulheres Homens Pesquisa online Autopreenchimento Amostra nacional de 16 a 24

Leia mais

Aprendendo Conceitos sobre Gênero e Sexo. Você Sabia

Aprendendo Conceitos sobre Gênero e Sexo. Você Sabia Aprendendo Conceitos sobre Gênero e Sexo Você Sabia Que o sexo de uma pessoa é dado pela natureza e por isso nascemos macho ou fêmea? Que o gênero é construído pelas regras da sociedade para definir, a

Leia mais

Pesquisa Instituto Avon / Data Popular. Violência contra a mulher: o jovem está ligado?

Pesquisa Instituto Avon / Data Popular. Violência contra a mulher: o jovem está ligado? Pesquisa Instituto Avon / Data Popular Violência contra a mulher: o jovem está ligado? Com quem falamos? Jovens brasileiros Mulheres Homens Pesquisa online Autopreenchimento Amostra nacional de 16 a 24

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

OS PROFESSORES DIANTE DO BULLYING NAS SALAS DE. AULA 1 Natália Cristina de Medeiros 2

OS PROFESSORES DIANTE DO BULLYING NAS SALAS DE. AULA 1 Natália Cristina de Medeiros 2 AULA 1 Natália Cristina de Medeiros 2 OS PROFESSORES DIANTE DO BULLYING NAS SALAS DE Adir Luiz Ferreira 3 É comum, nos últimos anos, ouvirmos o termo bullying. Esta expressão tem sido bastante utilizada

Leia mais

O FENÔMENO BULLYING NA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES

O FENÔMENO BULLYING NA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES O FENÔMENO BULLYING NA PERCEPÇÃO DOS PROFESSORES Cristian Ericksson Colovini 1 Mara Regina Nieckel da Costa 2 RESUMO O presente trabalho apresenta um estudo sobre a relação entre o Fenômeno Bullying e

Leia mais

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel

Projeto Gráfico e Editoração Coordenadoria de Comunicação Social. Revisão gramatical Lucia Anilda Miguel Elaboração Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude e Coordenadoria de Comunicação Social do Ministério Público do Estado de Santa Catarina. Contato Rua Bocaiúva, 1.750, 4º andar - Centro -

Leia mais

BULLYING: Como identificar, prevenir e administrar.

BULLYING: Como identificar, prevenir e administrar. edição nº 1 2015 2ª reimpressão BULLYING: Como identificar, prevenir e administrar. coletâneas do centro de psicologia BULLYiNG NA ESCOLA Annelise H. Hilling Maisa P. Pannuti Vera Regina Miranda Volume

Leia mais

AGRESSÃO VIRTUAL: A necessidade de superação de uma violência presente na escola

AGRESSÃO VIRTUAL: A necessidade de superação de uma violência presente na escola Mesa redonda: Bullying e Cyberbullying Atualidades no Brasil AGRESSÃO VIRTUAL: A necessidade de superação de uma violência presente na escola Profa. Mnda. Thais C. Leite Bozza GEPEM/Unicamp-Unesp Sexting

Leia mais

ESCOLAS PÚBLICAS DE MEDFORD

ESCOLAS PÚBLICAS DE MEDFORD ESCOLAS PÚBLICAS DE MEDFORD Intimidação (Bullying) Plano de Prevenção e Intervenção Aprovado pelo Comitê das Escolas de Medford 20 de Dezembro, 2010 Roy E. Belson, Superintendente de Escolas Beverly G.

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Bullyng - Brincadeira que não tem graça.

Mostra de Projetos 2011. Bullyng - Brincadeira que não tem graça. Mostra de Projetos 2011 Bullyng - Brincadeira que não tem graça. Mostra Local de: Arapongas. Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Colégio

Leia mais

UNIBERTSITATERA SARTZEKO PROBAK 2011ko EKAINA. Este exame tem duas opções. Deves responder a uma delas.

UNIBERTSITATERA SARTZEKO PROBAK 2011ko EKAINA. Este exame tem duas opções. Deves responder a uma delas. Este exame tem duas opções. Deves responder a uma delas. Não esqueças incluir o código em cada uma das folhas de exame. A presente proba consta dum texto e quatro itens. Lê com atenção o texto e responde

Leia mais

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados

ALMEIDA GUILHERME Advogados Associados Bullying por Jacqueline Gottschalk Membro de Almeida Guilherme Advogados As crianças são capazes de cometer desde pequenas até grandes perversões. Elas são capazes de ofender umas às outras, criar os mais

Leia mais

# internauta. Leg@ l. Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet

# internauta. Leg@ l. Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet # internauta Leg@ l Aprenda mais sobre a utilizacao ~ Segura da internet ~ 1 CONHEÇA seus novos amigos ÎÎ Neninha - sou a representante do Instituto Martinelli Solidariedade (IMS), uma entidade sem fins

Leia mais

Ter um/a namorado/a pode ser um acontecimento verdadeiramente excitante, mas também um pouco assustador.

Ter um/a namorado/a pode ser um acontecimento verdadeiramente excitante, mas também um pouco assustador. Violência no namoro Ter um/a namorado/a pode ser um acontecimento verdadeiramente excitante, mas também um pouco assustador. Poderão surgir algumas DÚVIDAS e PREOCUPAÇÕES: Será que ele/ela gosta mesmo

Leia mais

Índice. 1. Fenômenos Escolares que Interferem no Processo de Ensino e Aprendizagem...3

Índice. 1. Fenômenos Escolares que Interferem no Processo de Ensino e Aprendizagem...3 GRUPO 5.2 MÓDULO 14 Índice 1. Fenômenos Escolares que Interferem no Processo de Ensino e Aprendizagem...3 1.1. Síndrome de Burnout... 3 1.1.1. A Síndrome de Burnout em Professores... 5 1.2. Bullying...

Leia mais

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: DIREITOS, DEVERES, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES

ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: DIREITOS, DEVERES, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES PALESTRA NO COLÉGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO PÚBLICO-ALVO: ALUNOS DO ENSINO MÉDIO 3º ANO DO SEGUNDO GRAU PROJETO DESVÍNCULO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: DIREITOS, DEVERES, OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIDADES

Leia mais

BULLYING: UMA AGRESSIVIDADE PRECONCEITUOSA. PALAVRAS CHAVE: Ambiente Escolar; Apelidação; Bullying Escolar.

BULLYING: UMA AGRESSIVIDADE PRECONCEITUOSA. PALAVRAS CHAVE: Ambiente Escolar; Apelidação; Bullying Escolar. BULLYING: UMA AGRESSIVIDADE PRECONCEITUOSA Fernando Martins da Silva 1 RESUMO Esta pesquisa tem por objetivo investigar as consequências para o desempenho escolar dos alunos que podem ser vitimas de bullying,

Leia mais

BULLYING A Síndrome da Humilhação

BULLYING A Síndrome da Humilhação BULLYING A Síndrome da Humilhação Giovanna Carneiro Chaves Psicóloga Clínica, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Terapeuta Holística, Bacharela em Artes Plásticas Formação em Educação Especial, Testes

Leia mais

Módulo 1: Formação para a consciencialização do fenómeno de bullying Manual do Formador

Módulo 1: Formação para a consciencialização do fenómeno de bullying Manual do Formador Módulo 1: Formação para a consciencialização do fenómeno de bullying Manual do Formador I. Información general Objetivo Geral do Módulo 1 A formação para a consciencialização do fenómeno de bullying serve

Leia mais

Bully. Projeto Gráfico: Jonas Barros de Souza Demes de Aguiar Panta. Colaboração: IES - Instituto de Ensino de Sapé

Bully. Projeto Gráfico: Jonas Barros de Souza Demes de Aguiar Panta. Colaboração: IES - Instituto de Ensino de Sapé A presente cartilha é o resultado do trabalho empreendido pelos alunos do Curso de Formação de Políticas e Planejamento Contra o Bullying, promovido pela ESPEP (Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba),

Leia mais

Informações práticas para denunciar crimes raciais

Informações práticas para denunciar crimes raciais Informações práticas para denunciar crimes raciais O que é racismo? Racismo é tratar alguém de forma diferente (e inferior) por causa de sua cor, raça, etnia, religião ou procedência nacional. Para se

Leia mais

CYBERBULYING O PREÇO DA VERGONHA

CYBERBULYING O PREÇO DA VERGONHA CYBERBULYING O PREÇO DA VERGONHA Por Frank Ned Santa Cruz* INTRODUÇÃO Por maior vergonha que tenhamos merecido, está quase sempre em nosso poder o restabelecimento da nossa reputação. (François La Rochefoucauld)

Leia mais

A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente.

A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente. A violência doméstica é um problema universal que atinge milhares de pessoas, em grande número de vezes de forma silenciosa e dissimuladamente. Trata-se de um problema que acontece em ambos os sexos e

Leia mais

Uma publicação do coletivo Rio Na Rua. Capa Maria Objetiva (http://www.flickr.com/photos/mariaobjetiva/) Versão 1.1

Uma publicação do coletivo Rio Na Rua. Capa Maria Objetiva (http://www.flickr.com/photos/mariaobjetiva/) Versão 1.1 Uma publicação do coletivo Rio Na Rua Capa Maria Objetiva (http://www.flickr.com/photos/mariaobjetiva/) Versão 1.1 rionarua.org facebook.com/rionarua rjnarua@gmail.com Agosto de 2013 Por que transmitir

Leia mais

O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS. Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller

O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS. Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller O PODER E O RISCO DAS REDES SOCIAIS Advª. Cláudia Bressler e Prof. Ms. Carolina Müller Rede Social é um grupo de pessoas/empresas conectadas através da internet e de interesses em comum. Esse grupo forma

Leia mais

BULLYING: novo desafio para as escolas

BULLYING: novo desafio para as escolas BULLYING: novo desafio para as escolas Hielma Nunes de Sousa 1 Débora Suzane Gomes Mendes 2 Mylena Coelho Jorge 3 Raphaela Christina Silva Mourão 4 Jéssyca Adiene Souza Silva 5 RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos, conselheiros tutelares e

Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos, conselheiros tutelares e Cartilha Denuncie o abuso e a exploraçao sexual contra crianças e adolescentes Esta cartilha destina-se ao público adulto, composto por profissionais da educação, saúde, assistência social, psicólogos,

Leia mais

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014

Núcleo de Pesquisa e Extensão do Curso de Direito NUPEDIR VII MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (MIC) 25 de novembro de 2014 DESMISTIFICANDO O BULLYING: RELEVÂNCIA E IMPACTO SOCIAL Tainá Cauita Henkes Albernaz 1 Cláudia Taís Siqueira Cagliari 2 SUMÁRIO: 1 INTRODUÇÃO. 2 BREVE HISTÓRICO. 3 CAUSADORES E CONSEQUÊNCIAS. 4 DA LEGISLAÇÃO

Leia mais

Trabalho Bimestral de Ética.

Trabalho Bimestral de Ética. Trabalho Bimestral de Ética. Larissa Lilian Amanda Pinheiro Laryssa Andrade Larissa de Paula. Tema : Escola, Drogas e Adolescência. Escola Na escola, muitas pessoas fazem amigos. Muitas as vezes, não tem

Leia mais

PIBID: EXPERIÊNCIAS DE ATIVIDADES RELACIONADAS AO BULLYING

PIBID: EXPERIÊNCIAS DE ATIVIDADES RELACIONADAS AO BULLYING PIBID: EXPERIÊNCIAS DE ATIVIDADES RELACIONADAS AO BULLYING Felipe do Nascimento Melo Bolsista do PIBID/Pedagogia e Graduando em Pedagogia URCA Maria Gizane Gonçalves de Sousa Bolsista do PIBID/Pedagogia

Leia mais

Os perigos da Internet Como proteger sua família. Juliana Abrusio

Os perigos da Internet Como proteger sua família. Juliana Abrusio Os perigos da Internet Como proteger sua família Juliana Abrusio Pontos de destaque 2 1. CONTROLE: Equilíbrio no respeito à privacidade dos filhos e seu controle na Internet. 2. Perigos na EXPOSIÇÃO de

Leia mais

1. Em relação aos crimes contra a violência doméstica, analise as afirmações e em seguida assinale a alternativa correta.

1. Em relação aos crimes contra a violência doméstica, analise as afirmações e em seguida assinale a alternativa correta. 1. Em relação aos crimes contra a violência doméstica, analise as afirmações e em seguida assinale a alternativa correta. I. Por expressa determinação legal não se aplicam aos crimes praticados com violência

Leia mais

BULLYING ESCOLAR: SUAS CONSEQUÊNCIAS E A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL PARA MINIMIZAR ESSA PRÁTICA

BULLYING ESCOLAR: SUAS CONSEQUÊNCIAS E A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL PARA MINIMIZAR ESSA PRÁTICA BULLYING ESCOLAR: SUAS CONSEQUÊNCIAS E A ATUAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL PARA MINIMIZAR ESSA PRÁTICA Maria Goretti Rodrigues de S. Oliveira¹, Dalnes Cristine de F. Godim, Mª Aparecida Pereira 2, Nájila Brandão

Leia mais

PRÊMIO ENTRANDO EM CENA NO MUNDO 2015 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

PRÊMIO ENTRANDO EM CENA NO MUNDO 2015 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PRÊMIO ENTRANDO EM CENA NO MUNDO 2015 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO 1. Dados do Proponente Nome: Gabriel Henrique do Nascimento Idade: 20 anos 2. Identificação dos responsáveis pelo projeto Gabriel Henrique

Leia mais

ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638

ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638 ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638 DEFINIÇÕES Moral: É o conjunto de regras adquiridas através da cultura, da educação, da tradição e do cotidiano, e que orientam

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003

PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 PROJETO DE LEI Nº, DE 2003 (Do Sr. MAURO PASSOS) Dispõe sobre o assédio moral nas relações de trabalho. O Congresso Nacional decreta: Art. 1º É proibido o assédio moral nas relações de trabalho. Art. 2º

Leia mais

BULLYING NÃO É BRINCADEIRA.

BULLYING NÃO É BRINCADEIRA. BULLYING NÃO É BRINCADEIRA. BULLYING NÃO É BRINCADEIRA. PESQUISA E REDAÇÃO FINAL Soraya Soares da Nóbrega Escorel Promotora de Justiça da Infância e Juventude João Pessoa/PB Alley Borges Escorel Promotor

Leia mais

Como se livrar da humilhação

Como se livrar da humilhação 1 Como se livrar da humilhação Casos de assédio moral triplicam na Justiça em quatro anos. Veja o que fazer para evitar problemas no trabalho e não prejudicar sua carreira Andrea Giardino Há três anos,

Leia mais

Entidades atuam para combater o bullying, dentre elas o Ministério Público do Paraná

Entidades atuam para combater o bullying, dentre elas o Ministério Público do Paraná Entidades atuam para combater o bullying, dentre elas o Ministério Público do Paraná O Ministério Público do Paraná (MP-PR) tem desenvolvido ações para divulgar a Lei Federal 13.185, editada no ano passado,

Leia mais