Bancários. Santander demite e fecha agência em CG. Departamento jurídico do Sindicato reintegra bancário do Itaú Pág. 05 CGR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bancários. Santander demite e fecha agência em CG. Departamento jurídico do Sindicato reintegra bancário do Itaú Pág. 05 CGR"

Transcrição

1 Em Bancários CGR CUT BRASIL R CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região - ano XIV - nº Santander demite e fecha agência em CG Pág. 03 Departamento jurídico do Sindicato reintegra bancário do Itaú Pág. 05 Bancos em Campina Grande são destaques na mídia nacional Banco Itaú leva caos a agência da Avenida Canal Pág. 06 Pág. 04 Bradesco demite gerente em agência de Queimadas. Vingança? Conquista da categoria: bancários recebem cartões de Vale-Cultura Pág. 03 Pág. 08

2 Em 2 EDITORIAL Quanto mais lucra, pior fica do Santander em Cam- pina Grande parece não ser das A-situação mais confortáveis. Apesar do lucro exorbitante anunciado recentemente, o banco espanhol continua com uma das piores políticas do setor bancário privado na cidade. Contrariando a lógica do mercado, que se expande e abre diversas agências na cidade, o Santander fecha a agência da Rua João Pessoa, um dos mais tradicionais pontos da rede bancária em Campina Grande. Posicionado numa das principais ruas do comércio local, o prédio é sede de agência bancária há várias décadas. Por lá se instalaram diversos bancos, sempre apresentando lucro. È estranho que no meio de um segmento forte como é o comércio, o Santander não tenha tido a capacidade de manter a unidade. O descaso com a agência já vinha há muito tempo. Foram várias as denúncias e cobranças do Sindicato para que a direção do banco resolvesse os inúmeros problemas, ocasionados principalmente pela falta de funcionários. Por várias vezes o Sindicato realizou paralisações de advertência, porém o Santander preferiu tratar o caso com paliativos, ao invés de tratá-lo com a seriedade que o mesmo merecia. De forma abrupta, o banco anunciou o fechamento da agência e transferiu de imediato a maioria dos funcionários para a agência Marques do Herval, com a doce promessa de que não haveria desligamentos e que todos seriam aproveitados em outras unidades. Logo em seguida foram demitidos dois funcionários antigos da Ag. Marquês do Herval, um com vinte e um anos e outro com vinte e sete anos de banco. Com um pequeno intervalo de tempo o banco demitiu mais dois funcionários, também antigos, totalizando quatro demissões em menos de um mês. Com fechamento de agência e demissões, o clima de insegurança reina absoluto no Santander. E não poderia ser diferente. Isso tem afetado no rendimento de vários funcionários e no cotidiano de algumas unidades. Na agência Marquês do Herval, por exemplo, tem funcionário que bate o ponto para o intervalo do almoço e continua trabalhando, conferindo envelopes. Há outro que após o encerramento do caixa, depois de fechar o ponto vai para a abertura de contas. O Sindicato solicitou ao Ministério do Trabalho e Emprego uma rigorosa fiscalização na unidade. Em meio a todo esse sombrio cenário, nas reuniões com os funcionários são usadas expressões de ameaças e feitas cobranças cada vez mais absurdas, numa total falta de respeito ao funcionário e caracterizando um claro assédio moral. Outro absurdo que vem ocorrendo no Santander é a expulsão, sim literalmente expulsão de clientes e usuários do interior da agência. Não foi uma só vez que diretores do Sindicato flagraram funcionários barrando clientes e usuários na entrada da agência, sob a argumentação de que os mesmos devem realizar as operações bancárias nos terminais de autoatendimento. Não tem essa de dizer ser opcional. A meta parece ser mesmo só deixar entrar na agência clientes de porte considerável. A sede de barrar é tamanha, que recentemente um filho de uma funcionária também foi barrado ao tentar efetuar um depósito na conta corrente da própria mãe, que no momento não estava na agência. A diretoria do Sindicato esteve reunida com os administradores da unidade Marquês do Herval para tratar do assunto. Os mesmos afirmaram que não é essa a orientação dada aos funcionários, mas poucos dias depois a situação tem se repetido. Como é que os administradores não tomam conhecimento de um fato que ocorre cotidianamente na unidade? Como parece ser mesmo uma prática do banco, o Sindicato prepara uma denúncia formal aos órgãos responsáveis pelo direito do consumidor. Enquanto cresce o interesse de bancos internacionais em atuarem no Brasil atualmente o Banco Central analisa o pedido de quatorze grupos dos Estados Unidos, da Europa e da Àsia para entrar no mercado brasileiro o Santander parece só querer mesmo dos brasileiros o lucro que lhe proporcionam. Tratar com respeito e dignidade, que é bom, nada. EXPEDIENTE Informativo do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região Rua Venâncio Neiva, 187-1º andar - Centro Campina Grande - PB - Cep: Fone: (83) Fax: (83) Site: / Presidente: Rostand Lucena / Diretor de Imprensa: João Roncalli Diretor de Comunicação: Leidson Neto Jornalista responsável: Simone Duarte (DRT-PB 1179/00) Redação: Ana Dayra (DRT-PB 2939) Projeto Gráfico / Editoração: Simone Duarte / (83) / Fotos: Arquivo Sindicato / Tiragem: 1000 / Gráfica: Agenda

3 3 Em BANCOS Santander demite e fecha agência em Campina Grande m protesto as demissões imotivadas Ee melhores condições de trabalho, o Sindicato paralisou por 24 horas as agências do Santander, em Campina Grande, no último dia 13. Recentemente quatro funcionários do banco foram desligados das suas funções sem justa causa. Bancários com anos de casa. O Santander acaba 'premiando' empregados com demissões injustificadas, o que chega a ser um acinte ao bom senso. Mesmo tendo lucrado R$ 5,7 bilhões em 2013, o banco espanhol continua executando sua política nociva de cortes nos postos de trabalho e liderando uma das piores administrações do setor bancário da cidade. Como se não bastasse às demissões, outro problema gritante é à sobrecarga de trabalho. Além disso, deixando a situação ainda mais desastrosa a Instituição Financeira anunciou o fechamento da agência da Rua João Pessoa, e transferiu de imediato a maioria dos funcionários para a agência Marquês do Herval, com a promessa de que não haveria desligamentos e que todos seriam aproveitados em outras unidades. No entanto, a realidade é bem diferente. As demissões estão ocorrendo. Com os desligamentos, o clima de insegurança impera em absoluto nas agências locais. De acordo com o presidente do Sindicato, Rostand Lucena, a paralisação foi uma advertência para pressionar a Instituição Financeira a acabar com essa política, que tem como consequência a precarização do trabalho. Acreditamos que através da mobilização iremos eliminar as políticas nefastas de demissões nos bancos, destacou. Vale salientar que, o Santander é o banco que mais demite no Brasil. Eliminou postos de trabalho e extinguiu 957 vagas apenas no quarto trimestre do ano passado. Bradesco demite gerente. Vingança? OBradesco continua aprontando das suas. O alvo mais recente tem sido gerentes de agências localizadas em cidades de menor porte. Após demitir o gerente da ag. de Lagoa Seca, no final do ano passado, o banco iniciou o ano guilhotinando Fábio Barreto, que respondia pela unidade da cidade de Queimadas. Funcionário premiado, tido pelo próprio banco como modelo, Fábio teve ascensão no banco fruto da dedicação e competência reveladas ao longo dos anos em que esteve na instituição. Seu desligamento tem um fato que intriga. O banco decepou o ex- gerente de Queimadas logo após o mesmo depor a favor do ex-gerente de Lagoa Seca, num processo que o mesmo move contra o banco por assédio moral. Mera coincidência? A atitude do banco deixa margem para suspeitas de que a demissão pode se tratar de pura retaliação. Como é que um funcionário cuja agência vinha cumprindo as metas estabelecidas pelo banco, que era considerado competente, que recebeu premiações, repentinamente não serve mais para a empresa? Fábio Barreto já entrou com uma ação contra o Bradesco, contando com o apoio irrestrito do Sindicato.

4 Em 4 GERAL Itaú leva caos à agência da Avenida Canal alta de funcionários, cobrança de Fmetas abusivas e insegurança são alguns dos vários problemas que envolvem a agência do Itaú Avenida Canal. O Sindicato tem protestado e cobrado da direção do banco soluções para os diversos transtornos causados aos bancários, em decorrência da precariedade nas condições de trabalho. A agência foi alvo de arrombamento três vezes em menos de um mês, somente este ano. No terceiro ataque, a unidade teve as atividades paralisadas por oito dias, e somente após a pressão do Sindicato foi que o Banco efetuou o conserto da porta giratória, violada durante a ação criminosa. Além do descaso com a falta de segurança no local, a área operacional teve uma redução no quadro, fato que vem obrigando gestores a ficar sem horário de almoço para cobrir caixas durante este intervalo. Outro problema é que o número insuficiente de trabalhadores tem gerado desvio de funções. A situação é tão caótica que funcionários da área comercial assumem total responsabilidade de uma gerência geral, sem nenhuma orientação superior. Agravando ainda mais a situação, o Itaú aumenta as metas a cada ano.o que já era abusivo ficou pior. O bancário agora tem que fazer o trabalho dobrado pela falta de pessoal. O banco cobra metas absurdas, mas não oferece o mínimo de condições para o empregado. O Sindicato alerta a categoria a ficar atenta aos abusos e denunciar. DESCASO Contraf-CUT cobra do BB retirada de anotação cadastral de ação trabalhista setor de auditoria do Banco do Bra- Osil decidiu fazer anotações cadastrais de ações na Justiça contra o banco, inclusive as trabalhistas, em todas as contas de clientes, o que abrange os funcionários. A decisão expõe os bancários, é irregular e atingiu a 100% do funcionalismo da ativa e os aposentados com conta corrente no Bando do Brasil. Essa medida causou um enorme desconforto aos trabalhadores, que procuraram os sindicatos para buscarem uma solução contra essa irregularidade. A Contraf-CUT recebeu as demandas dos sindicatos e contatou o Banco do Brasil,- reivindicando a retirada imediata das anotações. O banco informou à Confederação que a questão será resolvida. "Pedimos aos bancários que acompanhem se as anotações vão desaparecer do seu cadastro de clientes. A direção do Banco do Brasil ficou de verificar e desfazer essa irregularidade, pois ela expôs os bancários que têm o legítimo direito constitucional de realizar demandas na Justiça assim que acharem conveniente, sem sofrer qualquer tipo de exposição por parte do banco", afirma William Mendes, secretário de formação da Contraf-CUT e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil. Plano de Função: prorrogado direito de fazer horas extras por mais 6 meses Foi prorrogado o direito dos bancários que aderiram ao Plano de Funções do Banco do Brasil em realizarem até 20 horas extras por mês. O banco não negociou o plano com os trabalhadores e as entidades sindicais em No entanto, na proposta aprovada pela categoria, após as negociações e a greve vitoriosa da Campanha Nacional 2013, constou o compromisso do Banco do Brasil em estender por mais 6 meses o direito, que vigorou até o fim de janeiro: - Prorrogação por mais seis meses da possibilidade de realização de horas extras para os funcionários que aderiram a funções gratificadas, na forma prevista no plano de funções.

5 5 Em GERAL Bancário do Itaú é reintegrado Aassessoria jurídica do Sindicato, por meio do escritório Coutinho &Gurjão Advocacia, através dos advogados Caio Graco Coutinho e Rodrigo Gurjão, conseguiu judicialmente a declaração da nulidade de dispensa por justa causa conferida ao bancário José Rosinaldo Pires de Menezes, gerente geral do Banco Itaú. José Rosinaldo foi dispensado por justa causa sob a acusação de improbidade e indisciplina, na forma do art. 482, a e h, da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Ficou comprovado que o bancário não praticou qualquer ato capaz de ter causado prejuízo financeiro ou à imagem do Banco, nem mesmo cometeu ações de improbidade e indisciplina. A anulação da dispensa por justa causa, ratificada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 13ª Região, determinou que José Rosinaldo voltasse a ocupar o mesmo cargo na sua agência de origem e ainda condenou o Itaú ao pagamento de todos os valores que o empregado deixou de receber durante o período de afastamento. O bancário voltou a exercer suas funções no dia 27 de janeiro, na agência Avenida Canal. A reintegração foi acompanhada pelos diretores do Sindicato. Essa vitória é mais uma prova da competência do nosso departamento jurídico e da importância do bancário buscar a assessoria e procurar o apoio aos seus direitos junto à entidade sindical, destacou o presidente do Sindicato, Rostand Lucena. Ações Jurídicas O Sindicato disponibiliza um departamento jurídico exclusivo para os associados. A função deste setor é promover assistência jurídica, que visa a melhoria e a proteção dos direitos individuais e coletivos da categoria. Nosso departamento tem se destacado e ampliou o ingresso na justiça de várias ações. Para conferir o andamento dos processos é só acessar o nosso site:

6 Em 6 GERAL Bancos em Campina Grande são destaque na mídia nacional s espantosas e ousadas ações de Aquadrilhas que roubam bancos sem serem percebidas foi destaque na mídia nacional. Uma reportagem exibida no programa Fantástico, da Rede Globo, mostrou furtos que ocorreram em pelo menos 12 estados do Brasil, entre eles, a Paraíba, e, em especial, Campina Grande. Em um dos crimes um dos bandidos entra facilmente em uma agência localizada no Centro da cidade, rouba um malote com dinheiro e sai caminhando normalmente, sem ser percebido nem por funcionários nem clientes. O presidente do Sindicato, Rostand Lucena, foi procurado pela reportagem da TV Paraíba afiliada da Globo e analisou como preocupante a situação. Infelizmente não há investimento dos Bancos no que diz respeito à segurança nas agências, o que acaba facilitando esses tipos de ações, ressaltou. Rostand frisou ainda que as Instituições Financeiras deveriam adotarcom mais rigor os planos de seguranças internos, a exemplo do uso de senhas para o acesso às áreas restritas, ou até mesmo a aplicação da biometria (leitura das impressões digitais). LEI DE SEGURANÇA No final do ano passado, o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho,do Partido Socialista Brasileiro (PSB), sancionou uma lei que cria uma série de regras de segurança para as agências bancárias do estado. A publicação foi feita no Diário Oficial, no dia 24 de dezembro, e entre as normas colocadas estão a obrigação da instalação de divisórias nos caixas eletrônicos de autoatendimento; sistema de monitoramento de imagens interligado com a polícia e a proibição de clientes usando chapéu, aparelhos eletrônicos, fones de ouvidos, óculos escuros e capacetes. Os bancos têm seis meses para se adaptarem à nova lei. FGTS Sindicato ajuíza ações de correção do FGTS assessoria jurídica do Sindicato Aestá ingressando com ações na Justiça para requerer a revisão na correção dos valores do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para os bancários sindicalizados. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a Taxa Referencial (TR), que é utilizada como índice de correção monetária para atualização do saldo da conta vinculada do FGTS, não serve para tal fim. A ação beneficia todo trabalhador, incluindo os aposentados, que teve qualquer valor depositado na conta de FGTS desde 1999, período em que as perdas de rendimento começaram a impactar o Fundo de Garantia. O Fundo de Garantia foi instituído em 1966 e o empregador deposita mensalmente o percentual de 8% sobre as verbas salariais. Todo ano, a Caixa Econômica aplica sobre o valor depositado na conta do FGTS juros de 3% mais correção pela TR. O valor da Taxa Referencial é publicado todo mês pelo Governo Federal, mas não repõe a inflação e isto vem provocando danos para os trabalhadores desde Aqueles que já efetuaram saque no FGTS em algum período depois do ano citado também terão direito, mas a um percentual menor, somente até a data do saque. Os bancários interessados devem procurar o departamento jurídico do Sindicato munidos da seguinte documentação: Extrato do FGTS de janeiro de 1999 até esta data; Cópia de: RG, CPF, da CTPS e de Comprovante de Residência; Para mais informações,entrar em contato com qualquer diretor do Sindicato ou ligar para secretaria de assuntos jurídicos e trabalhistas através dos telefones: ou , falar com Hely Fernandes.

7 7 Em GERAL SOBRECARGA Chapa apoiada pelo Sindicato ganha eleições do Saúde Caixa Chapa 1 Movimento Apela Saúde, apoiada pelo Sindicato, venceu a eleição para o Conselho de Usuários do Saúde Caixa. Com votos, a chapa foi escolhida por 42,97%, dos titulares do plano que participaram da votação. Os eleitos foram empossados no dia 13 de fevereiro. A eleição ocorreu entre os dias 27 e 31 de janeiro, sendo disputada por cinco chapas. Em segundo lugar ficou a Chapa 4 Novo Rumo Saúde Caixa com 19,22% dos votos. Em seguida, vieram as Chapas 5 Saúde Caixa: Nosso Bemestar; 2 Saúde de Excelência para Todos; e 3 Levando Saúde para Todo o Brasil, com, respectivamente, 17,12%, 11,10% e 9,59% dos votos. PLR A criação do Conselho de Usuários foi uma conquista dos empregados, após muita luta do movimento sindical e associativo. Resultado de discussões realizadas no âmbito do Grupo de Trabalho sobre Saúde, o Conselho teve sua instalação assegurada após negociações entre a direção da Caixa Econômica Federal e o movimento nacional dos empregados, por meio da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf- CUT), passando a fazer parte do acordo coletivo de O Conselho de Usuários do Saúde Caixa é composto de forma paritária por cinco membros titulares, eleitos pelos participantes, e por cinco membros indicados pela Caixa, além de seus respectivos suplentes. O Sindicato parabeniza os empregados da Caixa por eleger companheiros comprometidos com a manutenção e a ampliação dos direitos no Saúde Caixa. «Mordida» menor do leão na PLR Desde o início de 2013, os b a n c á r i o s t a m b é m p o d e m comemorar a mordida menor do leão na PLR. Com a criação de tabela de tributação exclusiva, está garantida a isenção para quem recebe PLR de até R$ e descontos menores a partir desse valor. A isenção era a partir de R$ 6 mil, mas o valor aumentou devido à correção de 4,5% na tabela do IR. Assim, todos pagam menos imposto, independentemente de quanto recebem como participação nos lucros. Bancos silenciam sobre abuso para seus funcionários Contraf-CUT cobra solução para pendências do funcionalismo do BNB m mais uma reunião da Emesa permanente de negociações, a Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e os sindicatos cobraram respostas da direção do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) sobre as irregularidades denunciadas pelo Ministério Público do Ceará, ocorridas dentro da instituição, e o andamento das comissões paritárias. De acordo com Tomaz de Aquino, coordenador da Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB), os trabalhadores querem saber o que a direção do banco está fazendo para mudar essa realidade de constantes denúncias na imprensa. "Nós não queremos mais ver o BNB nas páginas policiais, e sim nas páginas de economia, como o banco de fomento que queremos para o Nordeste. A nossa preocupação é com a defesa do patrimônio e da imagem pública do BNB, mas também com o futuro dos trabalhadores desse Banco", afirmou. O diretor administrativo do BNB, Nelson Antônio de Sousa, limitou-se a dizer que o banco vem colaborando com as investigações. O vice-presidente da Contraf- CUT, Carlos Souza, alertou sobre novos casos de assédio moral, inclusive com provas. O banco informou que essa prática não é orientação da gestão da empresa e que, ao tomar conhecimento dos fatos, coíbe esse tipo de atitude. Grupos de trabalho Os debates sobre o Plano de Cargos e Remuneração (PCR) avançaram. O banco informou que deve enviar o plano de funções ao Governo Federal, juntamente com a proposta do PCR, a ser finalizada pela comissão até o dia 15 de abril. As comissões paritárias sobre Camed/Saúde e Terceirização devem se reunir esta semana A Contraf-CUT e os sindicatos cobraram ainda que o banco envie às entidades o quadro de desmobilização das terceirizações. A direção do BNB informou que o prazo para conclusão do processo é final de O banco cumpre termo de ajuste de conduta feito com o Ministério Público. Agenda conjunta Foi cobrado ainda o agendamento de uma reunião com o para debater as pendências dos funcionários. Na ocasião, os representantes dos funcionários e a direção do Banco devem ir à Brasília para tentar avançar nos debates sobre PCR, Plano de Funções, Saúde, Terceirização, Ponto Eletrônico, entre outros temas.

8 Em 8 LAZER Sindicato faz parcerias para cursos de MBA Buscando incentivar a qualificação profissional dos bancários os associados a e oportunizá-los no ingresso de áreas essenciais da educação, o Sindicato firmou importantes parcerias para cursos de MBA em Campina Grande. Um dos convênios realizados com a Fundação Universitária de Apoio, Pesquisa e Extensão (Furne), foi para o MBA Executivo em Gestão Bancária e Finanças Corporativas. Os associados poderão ter até R$ 50,00 de desconto na mensalidade. O valor total do investimento é de R$ 5.400,00, com mensalidades de R$ 300,00, parceladas em 18 vezes. Com o desconto, os bancários pagarão um valor mensal de R$ 250,00. Além disso, todos os alunos que efetuarem o pagamento até a data do vencimento terão mais R$ 25,00 reduzidos na mensalidade. O MBA terá duração de 15 meses, com carga horária de 360 horas e mais três meses para apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A previsão de início do curso é para os dias 08 e 09 de março. As aulas acontecerão aos sábados, das 9h às 12h e das 13h às 18h. E aos domingos, das 9h às 12h e das 13h até as 16h, no auditório do Hotel Village, na Rua Otacílio Nepomuceno, 1285, no bairro do Catolé. Mais informações ligar para A outra parceria foi com a Inovar Cursos Maurício de Nassau, para os MBA's em Gestão Empresarial e em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria. Os bancários terão 15% de desconto nas mensalidades para ambos os cursos. O valor mensal do MBA em Gestão Empresarial reduziráde R$ 320,00 para R$ 272. As aulas terão início no próximo dia 20, e ocorrerão todas as quintasfeiras, das 18h às 22h. Já a mensalidade do MBA em Gestão Financeira, Controladoria e Auditoria passará R$ 250,00 para R$ 212,50. As aulas serão realizadas q u i n z e n a l m e n t e, somente aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h, e começarão no dia 22 de fevereiro. As aulas serão realizadas no Shopping Babilônia, ao lado do colégio Motiva, na Rua Irineu Joffily, Centro. Os dois MBA's têm duração de 20 meses, com carga horária de 360horas. Para mais informações, é só ligar para os telefones: , ou Os descontos acima citados não incluem o valor da matricula. C- onquista da luta dos bancários na Cam- panha Unificada 2013, o vale-cultura já é uma realidade para a categoria. A classe bancária foi a primeira do país a garantir o direito em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e também a receber os cartões. A entrega inicial, pelo Ministério da Cultura foi feita diretamente pela ministra Marta Suplicy e contemplou primeiramente os funcionários do Banco do Brasil. A conquista representa a democratização do acesso e fomento à cultura. Somente por meio da categoria bancária serão injetados de norte a sul do país mais R$ 9,4 milhões ao mês, o que representa R$ 113 VALE-CULTURA Bancários recebem seus cartões; uma conquista da categoria milhões por ano. Todos os bancários que ganham até cinco salários mínimos, ou R$ 3.620, tem direito ao vale-cultura. Para adquirilo,basta se cadastrar no próprio banco. O programa prevê R$ 50,00 mensais, a serem gastos com produtos ou eventos culturais, como livros, CDs e DVDs, ingressos para cinema, teatro, circo, shows, cursos, instrumentos musicais e outros. O montante é cumulativo, ou seja, o empregado poderá economizar mensalmente, caso queira adquirir algum produto que ultrapasse os R$ 50,00. As instituições financeiras poderão deduzir SOLIDARIEDADE 1% no imposto de renda e o desconto para os bancários varia entre R$ 2 a R$ 5, dependendo do salário. Sindicato dos Bancários de Campi- Ona Grande e Região lamenta a perda de um grande companheiro de luta, Gledinaldo Gomes Pereira. Naldinho, como era mais conhecido, morreu em sua residência, no bairro de Tibiri, em Santa Rita, vítima de um mal súbito. Naldinho era o atual Secretário de Esporte e Lazer do Sindicato dos Bancários da Paraíba e funcionário do Bradesco. Sua trajetória profissional foi marcada pela realização de um trabalho com dignidade, honestidade e comprometimento. Um exemplo de capacidade de articulação positiva. Desejamos nossas sinceras condolências à família.

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05

Em Foco CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES. Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 R Em Foco UT BRASIL CCENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES CUT Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Setembro de 2012 - ano XII - nº 05 Em Foco 02 setembro/2012 Greve surte efeito Chega

Leia mais

BANCÁRIOS. Uma História marcada por lutas e conquistas

BANCÁRIOS. Uma História marcada por lutas e conquistas BANCÁRIOS Uma História marcada por lutas e conquistas 1 932 18/04/1932 1ª Greve dos Bancários Iniciada em Santos, formada por funcionários do Banco Banespa que reivindicavam melhorias salariais e das condições

Leia mais

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco

Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco Minuta específica de reivindicações dos empregados do Banco Bradesco 1. Emprego O Banco deverá instituir medidas que visem aumentar o número de empregados, adequando o seu quadro funcional a praça e ao

Leia mais

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não

Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não Por que esta cartilha? Os direitos dos trabalhadores no Brasil não caíram do céu, não foram concessões patronais ou de governos, como os patrões tentam nos fazer parecer. A história da classe trabalhadora

Leia mais

FÓRUM DE SAÚDE E CONDIÇÕES DE TRABALHO PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DO BANCO SANTANDER REUNIÃO DE 25/07/2013

FÓRUM DE SAÚDE E CONDIÇÕES DE TRABALHO PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DO BANCO SANTANDER REUNIÃO DE 25/07/2013 FÓRUM DE SAÚDE E CONDIÇÕES DE TRABALHO PAUTA DE REIVINDICAÇÕES DOS TRABALHADORES DO BANCO SANTANDER REUNIÃO DE 25/07/2013 Em encontro nacional dos dirigentes sindicais do Santander, realizado nos dias

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS

PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS PROCEDIMENTOS PARA AJUIZAR AÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE PERDAS NO FGTS O Sindicato dos Administradores, dando continuidade aos procedimentos para ajuizar ação judicial contra a Caixa Econômica Federal, na Justiça

Leia mais

Brasília, janeiro de 2015 EXPRESSO. Ano 1 Nº 1. Caixa 100% PÚBLICA. Manifestação marca o início das ações de 2015 SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA

Brasília, janeiro de 2015 EXPRESSO. Ano 1 Nº 1. Caixa 100% PÚBLICA. Manifestação marca o início das ações de 2015 SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA SINDICATO DOS BANCÁRIOS DE BRASÍLIA Brasília, janeiro de 2015 Ano 1 Nº 1 EXPRESSO Caixa 100% PÚBLICA Manifestação marca o início das ações de 2015 A comunicação como instrumento da luta EXPEDIENTE EXPRESSO

Leia mais

AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR

AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR COMUNICADO SINDECTEB 036/2013 AÇÃO DE REVISÃO DO FGTS POR DEFASAGEM EM CORREÇÃO PELA TR SINDECTEB orienta os trabalhadores a recuperarem as perdas do FGTS Ação na Justiça solicitando o recálculo retroativo

Leia mais

1- CONTRATO DE TRABALHO

1- CONTRATO DE TRABALHO 1- CONTRATO DE TRABALHO 1.1 - ANOTAÇÕES NA CARTEIRA DE TRABALHO Quando o empregado é admitido - mesmo em contrato de experiência -, a empresa tem obrigatoriamente que fazer as anotações na carteira de

Leia mais

Companheiros e companheiras,

Companheiros e companheiras, Companheiros e companheiras, Utilizada sob o falso argumento de modernizar as relações de trabalho e garantir a especialização no serviço, a terceirização representa na realidade uma forma de reduzir o

Leia mais

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF

2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Março/2015 2014 termina com luta e 2015 começa com luta contra atrasos de pagamento e quebra de promessas do GDF Não queremos saber de quem é a culpa e sim que o GDF pague o que nos deve e diante de tantas

Leia mais

Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante

Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 19/06/2015 - Edição 1295 Mais uma vitória rumo ao reconhecimento: Dilma sanciona Lei que institui o Dia Nacional do Vigilante Aprovado em maio pela

Leia mais

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS

PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS PLENÁRIA NACIONAL EXTRAORDINÁRIA DA FENASPS Data: 14/11/2014 Local: Sede da Fenasps Estados presentes: MG- SP- PR- RS- ES- SC- RN- CE e Oposição da BA e do DF. Nº de participantes: 65 Delegados e 10 Observadores

Leia mais

O Continente faz mobilização contra Prosegur

O Continente faz mobilização contra Prosegur Confederação Nacional dos Vigilantes - Brasília - DF 16/06/2015 - Edição 1292 O Continente faz mobilização contra Prosegur Vigilantes da Bahia entregaram carta aberta na porta da Prosegur, denunciando

Leia mais

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA. Sindilojas, 24 de julho de 2014 Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA Sindilojas, 24 de julho de 2014 Legislação da CIPA Decreto-lei nº 7.036 de 10/11/1944 (Lei de Acidentes do Trabalho): Art. 82. Os empregadores, cujo número

Leia mais

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8

S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 S I N O P S E S I N D I C A L J U N H O D E 2 0 0 8 ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MUDANÇA DA BASE DE CÁLCULO. Doravante as empresas deverão estar atentas à questão envolvendo o pagamento do adicional de

Leia mais

Filiado à FETEC-SP/CONTRAF/CUT

Filiado à FETEC-SP/CONTRAF/CUT Filiado à FETEC-SP/CONTRAF/CUT Con ra os avanços conquistados na greve: Reajuste: Reajuste: 8,0% (1,82% 8,0% de (1,82% aumento de aumento real). real). Pisos: Reajuste Pisos: Reajuste de 8,5% de (ganho

Leia mais

ancária BInformativo do Sindicato dos Bancários do Ceará Edição nº 1335 19 a 24 de maio de 2014

ancária BInformativo do Sindicato dos Bancários do Ceará Edição nº 1335 19 a 24 de maio de 2014 www.bancariosce.org.br ancária BInformativo do Sindicato dos Bancários do Ceará Edição nº 1335 19 a 24 de maio de 2014 Eleições Previ Chapa 4 reúne as melhores condições para conquistar mais e defender

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

Desde 2013, nove direitos já estavam valendo, como hora extra e jornada de trabalho de 8 horas diárias (veja mais detalhes abaixo).

Desde 2013, nove direitos já estavam valendo, como hora extra e jornada de trabalho de 8 horas diárias (veja mais detalhes abaixo). 02/06/2015 07h40 - Atualizado em 02/06/2015 13h01 Regulamentação dos direitos das domésticas é publicada Trabalhadoras terão adicional noturno, seguro-desemprego e mais 5 direitos. Emenda constitucional

Leia mais

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO

PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO PARA ENTENDER O PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO EMPREGO 2 CSB - Central dos Sindicatos Brasileiros CUT - Central Única dos Trabalhadores Força Sindical NCST - Nova Central Sindical de Trabalhadores UGT - União

Leia mais

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um

Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO. seja um Cartilha do ORÇAMENTO DOMÉSTICO seja um A Boa Vista Serviços é uma empresa genuinamente brasileira, atualizada e inovadora, constituída para a operação do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo IV Aula 01 1 CÁLCULOS TRABALHISTAS Neste módulo você irá aprender a realizar os cálculos de verbas rescisórias e Liquidação de Sentença. I. VERBAS RESCISÓRIAS Podemos entender

Leia mais

NR5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (205.000-5) DO OBJETIVO 5.1 A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho,

Leia mais

Mini Curso de Setor de Recursos Humanos

Mini Curso de Setor de Recursos Humanos Mini Curso de Setor de Recursos Humanos Carlos Antônio Maciel Luciano Nóbrega Cerqueira Maio/Junho 2009 1 SUMÁRIO 1 Admissões 2 Elaboração da Folha de Pagamento 3 Rescisões Contratuais 4 Obrigações Acessórias

Leia mais

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ

Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ Dpto. Jurídico do Direito Administrativo da ANSEF/RJ É bom saber... LEI Nº 12.618, DE 30 DE ABRIL DE 2012. Institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos federais titulares de

Leia mais

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014

TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 TERMO ADITIVO A CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2013/2014 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: DF000311/2013 DATA DE REGISTRO NO MTE: 13/05/2013 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR020828/2013 NÚMERO DO PROCESSO: 46206.007783/2013-70

Leia mais

Notícias Bancárias Nº 761 - JUNHO 2012

Notícias Bancárias Nº 761 - JUNHO 2012 Notícias Bancárias Nº 761 - JUNHO 2012 1 2 Nº 761 - JUNHO 2012 Notícias Bancárias BRADESCO Trabalhadores mobilizados buscam negociações Atividade em Diadema fez parte das mobilizações que aconteceram no

Leia mais

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS 11. DIREITOS NA HORA DA DEMISSÃO É de fundamental importância saber quais os direitos dos trabalhadores na hora da rescisão do contrato de trabalho. Devese ter especial atenção no caso de demissões sem

Leia mais

TRT de Minas admite demissão em massa sem negociação com sindicato

TRT de Minas admite demissão em massa sem negociação com sindicato Boletim 525/14 Ano VI 16/05/2014 TRT de Minas admite demissão em massa sem negociação com sindicato Advogado Adauto Duarte: TST criou norma que interfere no poder de gestão do empregador, o que viola o

Leia mais

Petições Trabalhistas 3.0

Petições Trabalhistas 3.0 Petições iniciais 1. Reclamação-trabalhista-relação-de-emprego-representação-comercialcomissão-pedido-pelo-espólio-inicial 2. Declaratória - incidental - data da admissão 3. Declaratória - incidental trabalhista

Leia mais

CAMPANHA SALARIAL 2008 INDICADORES BANCOS PÚBLICOS

CAMPANHA SALARIAL 2008 INDICADORES BANCOS PÚBLICOS CAMPANHA SALARIAL 2008 A PRESENTE CONSULTA EXPRESSA O SENTIMENTO DA BASE DOS BANCOS PÚBLICOS E PRIVADOS PARA CAMPANHA SALARIAL 2008. O MATERIAL COLETADO FOI ENCAMINHADO PELOS BANCÁRIOS ORA PELA ENTREGA

Leia mais

2. Valorização dopiso salarial: Durante a vigência da presente CCT os bancários receberão o piso salarial divulgado pelo DIEESE.

2. Valorização dopiso salarial: Durante a vigência da presente CCT os bancários receberão o piso salarial divulgado pelo DIEESE. PROPOSTAS DE REIVINDICAÇÕES PARA A CAMPANHA SALARIAL 2015/2016, APROVADAS NOS ENCONTROS MUNICIPAIS E INTERMUNICIPAIS DOS SINDICATOS FILIADOS À FEEB AL/PE/RN 1. Reajuste Salarial: INPC do período de 01.09.2014

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE BRADESCO PRIME

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE BRADESCO PRIME Vigência a partir de Fevereiro/2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FIDELIDADE BRADESCO PRIME 1. DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. O Programa de Fidelidade Bradesco Prime, a seguir simplesmente designado Programa de

Leia mais

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N

O C artão d o S ervidor PR P E R F E EI E TUR U A R A MU M N U I N CI C PA P L A L DE D E LOND N R D I R NA N O Cartão do Servidor PREFEITURA MUNICIPAL DE LONDRINA Cartão BMG Card O BMG Card é um cartão de crédito com bandeira MasterCard, direcionado aos Servidores Públicos Estatutários do Governo de Santa Catarina,

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS

PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS PROCEDIMENTOS DO FINANCEIRO PARA VENDA LOJAS FORMAS DE PAGAMENTOS Nossa loja aceita as seguintes formas de pagamento: - Dinheiro; - Moeda estrangeira ( dólar e euro ) - Cheque à vista; - Cheque pré-datado;

Leia mais

Alexandre Enzweiler, Gabriel de Almeida e Yvo Pitol 22/04/2013

Alexandre Enzweiler, Gabriel de Almeida e Yvo Pitol 22/04/2013 CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes NR-5 Alexandre Enzweiler, Gabriel de Almeida e Yvo Pitol 22/04/2013 Atribuições iniciais Criada em 1934 e regulamentada somente em 1978 juntamente com outras

Leia mais

Vale-cultura R$ mensais. mensais. Gestores ficam proibidos de enviar torpedos aos celulares dos bancários

Vale-cultura R$ mensais. mensais. Gestores ficam proibidos de enviar torpedos aos celulares dos bancários CGR CUT R BRASIL Bancários CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES Jornal do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região - - 2013 Quanto o bancário deve receber referente as diferenças salariais e nos vales

Leia mais

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele.

Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Seu maior bem é o seu nome. Cuide dele. Saiba como limpar o nome. E mantê-lo limpo. Todos sabemos como é precioso o nosso nome e que dificuldades aparecem para todo mundo. Em muitos momentos da vida nos

Leia mais

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição.

TARIFAS BANCÁRIAS. Para abrir uma conta, os bancos exigem um depósito inicial, que varia conforme a instituição. TARIFAS BANCÁRIAS A utilização de bancos é praticamente indispensável aos cidadãos. Contas e impostos, salários e seguros-desemprego são exemplos de transferência de dinheiro normalmente intermediada por

Leia mais

Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis

Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis Contraf-CUT e CNTV discutem segurança com prefeita de Angra de Reis Foto Joseph Representantes dos vigilantes e bancários se reuniram com prefeita de Angra dos Reis (RJ) para pedir um projeto de lei no

Leia mais

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas

Para um mundo melhor, relações. compartilhadas Para um mundo melhor, relações compartilhadas 6 Quem coloca a roupa na lavadora? 7 Quem vai à reunião da escola dos filhos? 8 Quem vai ao supermercado fazer as compras? Responda as questões abaixo optando

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores

As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores As bandeiras de luta do movimento sindical atual, o seu significado e importância para os trabalhadores 40 HORAS SEMANAIS SEM REDUÇÃO SALARIAL A luta pela redução da jornada acontece desde os primórdios

Leia mais

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário

Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Manual Prático Trabalhista e Previdenciário Qual é o prazo para pagamento dos salários dos empregados? R: O pagamento deve ser realizado até o 5º dia útil do mês seguinte. Esta deve ser a data em que deve

Leia mais

PLANO DEMISSÃO VOLUNTÁRIA -NOSSA CAIXA

PLANO DEMISSÃO VOLUNTÁRIA -NOSSA CAIXA Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro do Grande ABC Rua Cel. Francisco Amaro, 87 - B. Casa Branca - Santo André CEP.: 09020-250 - Tel. ( 11 ) 4993-8299 Fax. ( 11 ) 4993-8290 CNPJ 43.339.597/0001-06

Leia mais

Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. NÚMERO 13 Fev/2006

Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. NÚMERO 13 Fev/2006 Fundo de Garantia por Tempo de Serviço NÚMERO 13 Fev/2006 Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) O regime de trabalho vigente entre os anos 40 e 60 garantia estabilidade do trabalhador no emprego

Leia mais

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA

INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA INSTITUIÇÕES DE DIREITO PUBLICO E PRIVADO MÓDULO 18 COMPETÊNCIA Índice 1. Competência...3 1.1. Critérios Objetivos... 3 1.1.1. Critérios Subjetivos... 4 1.1.2. Competência Territorial... 4 2. Dos Processos...4

Leia mais

Atualizações Trabalhistas

Atualizações Trabalhistas Atualizações Trabalhistas Aviso-prévio não pode ser suprimido por norma coletiva, suplente de Conselho Fiscal tem estabilidade sindical e empregado pago para não trabalhar deve ser indenizado por assédio

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL

DEPARTAMENTO PESSOAL DEPARTAMENTO PESSOAL DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1 1. Documentos necessários para admissão Para o processo de admissão, o novo funcionário deverá apresentar a relação de documentos abaixo: *Carteira de Trabalho

Leia mais

Após pressão, Banco do Brasil prorroga prazo para reestruturação

Após pressão, Banco do Brasil prorroga prazo para reestruturação www.bancariosce.org.br Informativo do Sindicato dos Bancários do Ceará Edição nº 1360 17 a 22 de novembro de 2014 Após pressão, Banco do Brasil prorroga prazo para reestruturação Foto: Secretaria de Imprensa

Leia mais

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015. (Do Sr. Altineu Côrtes)

PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015. (Do Sr. Altineu Côrtes) PROPOSTA DE FISCALIZAÇÃO E CONTROLE Nº, DE 2015 (Do Sr. Altineu Côrtes) Propõe que a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, com auxílio do Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I 1 Conselho Municipal do Idoso de São Caetano do Sul Lei n 4.179 de 23/10/2003. R. Heloísa Pamplona, 304 B. Fundação CEP 09520-310 São Caetano do Sul/SP. cmi@saocaetanodosul.sp.gov.br REGIMENTO INTERNO

Leia mais

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business

Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business Resumo do Regulamento de Utilização do Cartão American Express Business IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este Sumário apresenta um resumo das principais informações que a Empresa Associada e o

Leia mais

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário.

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE FLORIANÓPOLIS/SC ANA KARENINA, estado civil..., profissão..., residente e domiciliada na Rua..., nº..., cidade... estado..., CEP..., representada

Leia mais

OAB 139º - 1ª Fase Extensivo Semanal Disciplina: Direito do Trabalho Professor André Luiz Data: 16/06/2009

OAB 139º - 1ª Fase Extensivo Semanal Disciplina: Direito do Trabalho Professor André Luiz Data: 16/06/2009 TEMAS ABORDADOS EM AULA 4ª Aula: Justa Causa; Direito Coletivo do Trabalho. 1. Justa Causa (JC) JC é a forma de demissão e falta grave é a conduta irregular do empregado que por uma ou várias vezes leva

Leia mais

Editorial. Artigo. Greve Ambiental

Editorial. Artigo. Greve Ambiental Editorial Apresentamos mais um boletim da LINHA BANCARIOS do ano de 2015. Nesta edição, destacamos artigo que trata da possibilidade de greve ambiental pelos empregados, em busca de um ambiente de trabalho

Leia mais

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável Este artigo é cópia fiel do publicado na revista Nu e va So c i e d a d especial em português, junho de 2012, ISSN: 0251-3552, . Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Leia mais

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro do Grande ABC - Filiado à Fetec SP/CUT e Contraf/CUT

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro do Grande ABC - Filiado à Fetec SP/CUT e Contraf/CUT Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro do Grande ABC - Filiado à Fetec SP/CUT e Contraf/CUT Acesse a página do Sindicato: www.bancariosabc.org.br ANO XVI - Nº 726 - MAIO DE 2011 1º

Leia mais

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO...

Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... Manual do Cooperado Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 VOCÊ SABE COMO FUNCIONA UMA COOPERATIVA DE CRÉDITO?... 3 3 COOPERATIVISMO... 3 4 COOPERATIVA DE CRÉDITO... 3 5 COOPERHIDRO... 3 6 RECONHECIMENTO PARA FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Secretaria de Gênero e Etnia do Sindicato do Ramo Químico/Petroleiro-BA

Secretaria de Gênero e Etnia do Sindicato do Ramo Químico/Petroleiro-BA E Apresentação Esta cartilha foi feita especialmente para vocês trabalhadoras e trabalhadores do ramo químico e petroquímico. Aqui vocês vão encontrar informações sobre o Projeto de Lei 2513/2007, que

Leia mais

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO

INSTITUTO METODISTA DE EDUCAÇÃO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO PARA REGULARIZAÇÃO DO CONTROLE DE JORNADA DE TRABALHO ATRAVÉS DE REGISTRO ELETRÔNICO DE MARCAÇÃO DE PONTO POR MEIO DE CARTÃO MAGNÉTICO OU SISTEMA BIOMÉTRICO. Acordo Coletivo

Leia mais

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015

C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 C L I P P I N G DATA: 18.09.2015 Setor de serviços cresceu 2,1% em julho, menor taxa da série para o mês Alta acumulada em 12 meses também é a menor da série histórica do IBGE. Rondônia teve maior alta,

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO. Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO

SUMÁRIO EXECUTIVO. Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Regulamento da Utilização dos Cartões de Crédito Bradesco Empresariais IMPORTANTE: LEIA ESTE SUMÁRIO COM ATENÇÃO Este sumário representa um resumo das principais informações

Leia mais

Manual da Aprendizagem

Manual da Aprendizagem Manual da Aprendizagem Preparado pelo Centro Social Betesda (CSB) INTRODUÇÃO Aprendizagem é uma ação promovida para incentivar a aplicação prática da Lei 10.097, que regulariza o trabalho de adolescentes

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE USO DO CARTÃO PRÉ- PAGO HABBO CARTÃO AMIGO O presente instrumento denominado Termos e Condições Gerais de Uso do Cartão Pré- Pago Habbo Cartão Amigo ( Termo ) aplica- se de

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 -

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE www.departamentopessoalonline.com - 3 - ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO...

Leia mais

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil

PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS. Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil PRODUTOS E SERVIÇOS BANCÁRIOS Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários no Brasil Programa de Remessas e Capacitação para Emigrantes Brasileiros e seus Beneficiários

Leia mais

Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos

Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos A IMPORTÂNCIA DA CONVENÇÃO Nº 158 DA OIT PARA O TRABALHADOR BRASILEIRO Arthur Henrique * Quero também cumprimentar a Mesa e, em nome da Central Única dos Trabalhadores, agradecer ao Tribunal Superior do

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite)

REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite) REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite) Requer a convocação do Excelentíssimo Senhor Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e demais convidados envolvidos abaixado relacionados para prestarem esclarecimentos

Leia mais

CAPÍTULO 2 CONTRATO DE TRABALHO 23 I. Noções """"'''' 23 2. Classificaçãodos contratos de trabalho """""""""""""""'''''' 24

CAPÍTULO 2 CONTRATO DE TRABALHO 23 I. Noções '''' 23 2. Classificaçãodos contratos de trabalho '''''' 24 CAPÍTULO 1 NOÇÕES DE DIREITO DO TRABALHO 1 I. Conceito................. I 2. Natureza e autonomia I Competência para legislar sobre Direito do Trabalho 2 Normas de Direito do Trabalho 3 1. Normas Trabalhistas

Leia mais

A TERCEIRIZAÇÃO NOS BANCOS 5

A TERCEIRIZAÇÃO NOS BANCOS 5 A TERCEIRIZAÇÃO NOS BANCOS 5 Como a maioria das empresas, os bancos terceirizam para cortar custos fixos e preservar suas elevadíssimas margens de lucro e rentabilidade. O lucro líquido dos maiores bancos

Leia mais

Módulo Recursos Humanos

Módulo Recursos Humanos Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Recursos Humanos Folha de Pagamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas

Leia mais

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 Pedro ingressou com reclamação trabalhista contra o estado de São Paulo para ver reconhecido o vínculo de emprego entre ambos, ainda que não tenha havido prévia

Leia mais

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPA - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes DO OBJETIVO A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho, de modo

Leia mais

III Congresso Internacional de Ciências do Trabalho, Meio Ambiente, Direito e Saúde

III Congresso Internacional de Ciências do Trabalho, Meio Ambiente, Direito e Saúde III Congresso Internacional de Ciências do Trabalho, Meio Ambiente, Direito e Saúde A terceirização e o mundo do trabalho: impactos, dinâmica da regulação, atores sociais e as instituições públicas Frases

Leia mais

MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro

MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro 2015 MENSAGEM DO PRESIDENTE Projetando o nosso futuro É com grande satisfação que apresentamos a Previsão Orçamentária para o exercício de 2015 do Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo

Leia mais

NR 4 - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT)

NR 4 - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) Zelãene dos Santos SEGURANÇA DO TRABALHO E MEIO AMBIENTE NR 4 - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) 4.1. As empresas privadas e públicas, os órgãos públicos

Leia mais

BANCO CENTRAL DE VENEZUELA

BANCO CENTRAL DE VENEZUELA BANCO CENTRAL DE VENEZUELA AVISO OFICIAL O Banco Central de Venezuela, em exercício das faculdades que lhe conferem os artigos 21 (numeral 26) e 50 da Lei Especial que o rege, em concordância com o disposto

Leia mais

Assista à cobertura do 2º dia de greve.

Assista à cobertura do 2º dia de greve. 1 de 5 12/01/2015 09:31 ISTOÉ - Independente Imprimir Brasil Edição: 2354 09.Jan.15-20:00 Atualizado em 12.Jan.15-09:31 Linha de frente Por trás da greve na Volkswagen esconde-se a primeira batalha entre

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

Ação coletiva busca recuperar perdas do FGTS dos bancários

Ação coletiva busca recuperar perdas do FGTS dos bancários www.bancariosce.org.br Informativo do Sindicato dos Bancários do Ceará Edição nº 1320 27 de janeiro a 1º de fevereiro de 2014 Ação coletiva busca recuperar perdas do FGTS dos bancários A ação, ajuizada

Leia mais

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes,

III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL. William Mendes, III Reunión, Lima, octubre 2010 A AUTOREFORMA SINDICAL E A HISTÓRIA DOS BANCÁRIOS DA CUT BRASIL William Mendes, Secretário de Formação da CONTRAFCUT-CUT 1. INTRODUÇÃO No final dos anos setenta e início

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 1.0 29/09/2015 Alterações em relação à versão anterior Não se aplica Simples Doméstico esocial 1. O que é o SIMPLES Doméstico? Vivemos um momento

Leia mais

Aquisição de Cartões por Funcionários

Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Aquisição de Cartões por Funcionários Você, que trabalha na Votorantim Finanças, não paga anuidade do Cartão de Crédito Banco Votorantim enquanto for funcionário.

Leia mais

BOCA 360 - NOVEMBRO 2015

BOCA 360 - NOVEMBRO 2015 CSP Conlutas Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios e Telégrafos de São José do Rio Preto e Região BOCA 360 - CENTRAL SINDICAL E POPULAR DIA DO ATENDENTE COMERCIAL Em uma comemoração simbólica

Leia mais

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS

SECRETARIA DA JUSTIÇA E DA DEFESA DA CIDADANIA FUNDAÇÃO DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DIRETORIA DE ESTUDOS E PESQUISAS Resultados dos estudos sobre a redução de taxas de juros praticadas por bancos públicos e privados. Orientações aos consumidores. Face aos diversos anúncios de redução de juros veiculados na mídia a partir

Leia mais

1: 14% de aumento salarial Sindicato dos trabalhadores: Sindicato patronal: 2: Piso salarial de R$ 1mil Sindicato dos trabalhadores:

1: 14% de aumento salarial Sindicato dos trabalhadores: Sindicato patronal: 2: Piso salarial de R$ 1mil Sindicato dos trabalhadores: Das 70 reivindicações do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Caxias do Sul, 20 foram eleitas pela instituição como principais demandas da categoria que serão negociadas a partir desta segunda-feira

Leia mais

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho:

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho: Legislação Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 38 DIREITO COLETIVO DO TRABALHO Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições

Leia mais

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração

SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO. Título I Da finalidade, sede e duração SEÇÃO SINDICAL DOS DOCENTES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA REGIMENTO Título I Da finalidade, sede e duração Art. 1º. A Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa, fundada

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO PARÁGRAFO PRIMEIRO

PARÁGRAFO ÚNICO PARÁGRAFO PRIMEIRO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO FIRMADA PERANTE O EXMO. DR. DELEGADO REGIONAL DO TRABALHO QUE ENTRE SI FAZEM O SINDICATO DOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, LOCALIZADO À

Leia mais

Por um 2008 de mais conquistas. Novos desafios a serem enfrentados em 2008. Campanha salarial de avanços e outras conquistas

Por um 2008 de mais conquistas. Novos desafios a serem enfrentados em 2008. Campanha salarial de avanços e outras conquistas no 51 Janeiro/Fevereiro 2008 (11) 3358.1777 O Sintratel defende a unicidade sindical www.sintratel.org.br OPERADORES REUNIDOS EM ASSEMBLÉIA CATEGORIA UNIDA NA CAMPANHA SALARIAL Por um 2008 de mais conquistas

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 2.0 21/10/2015 Alterações em relação à versão anterior Alterado: itens 11, 13, 22, 29, 30, 33, 34, 40, 45, 47 e 50 Incluído: itens 12, 14, 15,

Leia mais

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão.

A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu Cartão. SUMÁRIO EXECUTIVO Resumo do Contrato de Utilização American Express Linha Crédito A seguir você encontrará um resumo dos seus direitos e deveres e das principais condições e informações a respeito do seu

Leia mais

1. As Propostas da UGT para a Reforma Fiscal (tanto do lado da despesa quando do lado da receita)

1. As Propostas da UGT para a Reforma Fiscal (tanto do lado da despesa quando do lado da receita) 1. As Propostas da UGT para a Reforma Fiscal (tanto do lado da despesa quando do lado da receita) CORTE DE DESPESA 1. Redução do Número de Ministérios, que hoje são 39 (os Estados Unidos possuem 15 ministérios

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org sintetel@sintetel.org. CLARO S/A APRESENTA PROPOSTA VERGONHOSA Depois de enrolar ao máximo o início das negociações, a Claro S/A teve a cara de pau de oferecer APENAS 6% de reajuste salarial, índice muito abaixo da inflação.

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO - Pós-Graduação em Finanças e Controladoria

MANUAL DO CANDIDATO - Pós-Graduação em Finanças e Controladoria CONHEÇA A FACCENTRO Educação de excelência de mãos dadas com o mercado de trabalho. Esse é o compromisso da rede de ensino FACCENTRO, que possui mais de 15 anos de tradição e reconhecimento em ensino técnico.

Leia mais