3.Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o nome completo)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "3.Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o nome completo)"

Transcrição

1 1.Nome da unidade curricular Ética e Teorias da Justiça 2.Ciclo de estudos Primeiro ciclo 3.Docente responsável e respectivas horas de contacto na unidade curricular (preencher o nome completo) Pedro Manuel dos Santos Alves 4.Outros docentes e respectivas horas de contacto na unidade curricular Objectivos de aprendizagem (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) 1. Compreender o conceito de Justiça no contexto da Filosofia Política. 2. Dominar os principais conceitos e temas das teorias da justiça. 3. Conhecer alguns autores clássicos, em particular Aristóteles, Pufendorf e Kant. 4. Compreender os debates contemporâneos em torno da Justiça. 5. Conhecer os autores mais relevantes da contemporaneidade. 6. Compreender as interacções da Justiça com a Política e a teoria do Estado. 7. Conhecer as principais obras sobre a Justiça. 5.Learning outcomes of the curricular unit 1. To understand the concept of Justice in the framework of Political Philosophy. 2. To be acquainted with the main concepts and themes of the theories of justice. 3. To be acquainted with some important classical thinkers, namely Aristotle, Pufendorf, and Kant. 4. To understand the contemporary debates about justice. 5. To be acquainted with the most important contemporary authors. 6. To understand the interactions between Justice, Politics, and State Theory. 7. To be informed about some of the most important contemporary works about the concept of Justice. 6.Conteúdos programáticos

2 1. Algumas pontos de referência históricos: 1.1. Aristóteles: justiça distributiva e corretiva Pufendorf: sociabilidade e Direito Natural Kant: a relação entre Justiça e Bem, ou entre Ética e Direito. 2. O debate contemporâneo: liberais, libertários e comunitaristas O liberalismo de John Rawls, suas raízes no contratualismo clássico e aspectos inovadores Igualdade versus liberdade e teoria do Estado-mínimo: Hayek e Nozick A supremacia do Bem sobre a Justiça: o comunitarismo de Taylor, Walzer, MacIntyre e Sandel. 3. As questões centrais da Teoria da Justiça em retrospectiva. 4. Justiça, Política e Sociedade. 6.Syllabus 1. Some historical reference-points: 1.1. Aristotle: distributive and corrective justice Pufendorf: sociability and Natural Law Kant: the relationship between Justice and Good, or between Right and Ethics. 2. The contemporary debate: liberals, libertarians, and communitarians 2.1. John Rawls liberalism: its roots in the classical contractarianism, and its innovative aspects Equality vs Freedom, and the Minimal-State theory: Hayek and Nozick The supremacy of the Good over Justice: the communitarianism of Taylor, Walzer, MacIntyre, and Sandel. 3. The central questions of the theories of justice: a retrospective appraisal. 4. Justice, Politics, and Society. 7.Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objectivos de aprendizagem da unidade curricular Há uma correspondência directa entre os objectivos de aprendizagem e o programa. Assim, os sete principais objectivos enunciados estão cobertos pelas quatro rubricas do programa. A introdução dos alunos nas teorias da justiça far-se-á de um modo faseado, indo dos temas e conceitos mais simples para os mais complexos. As teorias contemporâneas serão o tema central. O debate entre comunitários, libertários e liberais será explorado nas suas várias vertentes. Na posse de uma visão de conjunto sobre as teorias contemporâneas da justiça, os alunos serão, em retrospectiva, chamados a discutir questões como o conteúdo do conceito de justiça, a suposta neutralidade moral da justiça e a sua relevância para a construção da ordem social. 7.Demonstration of the syllabus coherence with the curricular unit's objectives

3 There is a direct correspondence between the learning outcomes and the syllabus. Thus, the seven main learning outcomes are covered by the four items of the syllabus. The introduction of the students into the theories of justice will be achieved through a step-by-step process, starting with the simplest concepts and themes and moving progressively to the most complex. Contemporary theories of justice will be the central concern. The debate between libertarians, liberals, and communitarians will be explored in its several aspects. With a synoptic view of the contemporary theories of justice, students will be, in retrospect, called to discuss questions such as the content of the concept of justice, the supposed moral neutrality of justice, and its relevance to the construction of the social order. 8.Metodologias de ensino (avaliação incluída) As metodologias de ensino adoptadas são as seguintes: 1. Exposições pelo professor na sala de aula. 2. Leitura e discussão na sala de aula de textos seleccionados. 3. Curtas apresentações em sala de aula por parte dos alunos. 4. Debates. 5. Oradores convidados (principalmente, especialistas em questões de filosofia do direito, tais como José Lamego e Ana Paula Sousa). 6. Leitura e estudo intensivos de textos fenomenológicos (será fornecida uma antologia aos alunos). Consequentemente, os estudantes serão avaliados por meio de: 1. Um exame escrito, em sala de aula, e um curto ensaio, ou 2. Dois exames escritos em sala de aula. 3. Adicionalmente, a participação dos alunos será tida em conta. 8.Teaching methodologies (including evaluation) Teaching methodologies adopted are: 1. Expositions by the teacher in classroom. 2. Reading and discussion in classroom of selected texts. 3. Short presentations by the students in classroom. 4. Debates. 5. Invited speakers (specially experts in Philosophy of Law, such as José Lamego and Ana Paula Sousa) 6. Intensive reading and studying of phenomenological texts (an anthology will be given to students). As a result, students will be evaluated by means of 1. One written exam in classroom and a short essay, or 2. Two written exams in classroom. 3. In addition, student s participation will be taken into account.

4 9.Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objectivos de aprendizagem da unidade curricular (3000 caracteres, incluindo espaços) Exposições por parte do docente na sala de aula são o principal instrumento para (i) transmitir informação histórica e descritiva, (ii) para explicar temas conceptuais, (iii) para apresentar uma visão raciocinada e organizada acerca dos grandes temas da Justiça. De modo a ajudar os estudantes na sua leitura das obras, as discussões na sala de aulas são um elemento essencial. Para lá desta função, as discussões gerais são importantes para promover o pensamento crítico e as capacidades argumentativas. Em geral, as obras da bibliografia servem não como um simples conjunto de textos que tem de ser lido e compreendido, mas antes como instrumentos para cultivar competências reflexivas, críticas e argumentativas. As aulas periódicas de discussão geral das obras são a mais importante oportunidade para promover estes objectivos de aprendizagem. Para estimular o pensamento autónomo, as exposições pelos alunos acerca de um tópico seleccionado são também um instrumento essencial. A elaboração de um curto ensaio permitirá aos alunos um contacto mais aprofundado com um tópico à sua escolha. O ensaio permitirá o desenvolvimento de competências de ordem superior, respeitantes à elaboração de um texto em forma de ensaio filosófico. Para avaliar o nível de conhecimentos dos alunos, as frequências escritas são um instrumento imprescindível. Como recurso auxiliar, a comunicação permanente entre docente e discentes através de uma mailing-list promove a circulação de informação, a resposta rápida a questões e o esclarecimento de dúvidas sobrevenientes. A colocação das lições em slides de power point num site permite um acesso directo e fácil dos alunos aos conteúdos programáticos. 9.Demonstration of the coherence between the teaching methodologies and the learning outcomes (3000 caracteres, incluindo espaços) Expositions by the teacher in the classroom are the main tool (i) to convey historical, descriptive information about the themes; (ii) to explain conceptual issues, (iii) to present a comprehensive and organized picture about the major themes of Justice. In order to help students in their reading of the works, discussions in the classroom are an essential element. Besides this function, general discussions are important in promoting critical thinking and argumentative capabilities. In general, the works in the bibliography serve not as a simple set of texts that must be read and understood; rather, they are instruments to trigger reflexive, critical and argumentative skills. The periodical classes of general discussion are the most important opportunity to promote these learning outcomes. In order to stimulate autonomous thinking, expositions by the students on selected topics are also essential. The composition of a short essay will be the opportunity for a deeper contact with a particular topic, which will be chosen by each student. The essay will allow the development of higher order capabilities, concerning the elaboration of a text in the form of a philosophical essay. In order to evaluate the students learning progress, examinations are an indispensable component. As an auxiliary device, the permanent communication between students and teacher through a mailing-list promotes the circulation of complementary information, the quick answer to questions raised, and the explanations of doubts.

5 Posting the lessons in power point slides allows to students a direct and easy access to the content of the Syllabus. 10.Bibliografia Aristóteles, Ética a Nicómaco, Livro V. (várias edições) Kant, A Metafísica dos Costumes, Introdução. (várias edições) Nozick, R., 1974, Anarchy, State, and Utopia, New York: Basic Books. Pufendorf, S., Sobre o Dever do Homem e do Cidadão de acordo com a Lei Natural. (várias edições) Rawls, J., 1971, A Theory of Justice, Cambridge, MA: Harvard University Press. Sandel, M., 1998, Liberalism and the Limits of Justice, Cambridge: Cambridge University Press, 2nd edition. Taylor, C., 1989, Sources of the Self: The Making of the Modern Identity, Cambridge: Cambridge University Press. Walzer, M., 1983, Spheres of Justice, Oxford: Blackwell.