SUPERTEC2007 CONSERTO NO CIRCUITO HORIZONTAL PARTE 2

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUPERTEC2007 CONSERTO NO CIRCUITO HORIZONTAL PARTE 2"

Transcrição

1 XX. CONSERTO NO CIRCUITO HORIZONTAL PARTE 2 NÃO TEM TRAMA NEM ALTA TENSÃO E O LED ACENDE VERDE: 1. Medir +B no coletor do saída H. Observe na figura abaixo: 2. Não tem +B no saída H Veja se sai +B da fonte que alimenta o H, como visto abaixo: 3. Não sai +B da fonte Teste o saída H e os componentes desta saída da fonte; 4. Sai +B da fonte Teste os componentes que levam o +B ao saída H. Siga o caminho a partir do pino 2 do fly-back em direção à fonte de alimentação passando por bobinas, diodos e às vezes um transistor. Ao lado temos o exemplo do fly-back de um monitor onde mostramos em vermelho, parte do caminho do +B até o coletor do saída H. Pode ser que um destes componentes por onde passa o +B esteja aberto e assim ele não chega ao saída H. 66

2 5. Tem +B no saída H Meça o +B no coletor do pré; 6. Não tem +B no pré Teste a frio o pré, o trafo driver, os resistores que alimentam o pré; 7. Pré e componentes ligados estão bons O defeito deve estar no CI oscilador H e V; Veja ao lado parte do circuito horizontal de um modelo de monitor destacando o transistor pré do horizontal, o transformador driver e o resistor de metalfilme que alimenta o coletor do pré. 8. Meça o +B que alimenta o CI oscilador H e V Se estiver normal, troque-o. Veja abaixo: 9. Se tiver um frequencímetro verifique se chega sinal de 31,5 KHz até a base do saída H; 10. O sinal chega até o saída H O defeito é na saída H. Teste todos os diodos e capacitores desta etapa. Observe abaixo como deve ser medido o sinal na base do saída H com o frequencímetro: 67

3 NÃO TEM TRAMA E O LED FICA ACESO NA COR LARANJA: 1. Verifique se o cabo de sinal não está com algum pino torto ou quebrado. Observe abaixo: 2. Usando a escala de X1 do mitter, faça o teste a frio do cabo de sinal como já explicado; 3. Se tiver um frequencímetro, veja se o sinc H (31,5 khz) e o sinc V (60 Hz) entram no monitor; 4. Algum sincronismo não entra O cabo está interrompido; 5. O sincronismo entra Meça o +B no CI detetor de modos ou no micro. Veja um tipo de CI detetor ao lado. Para encontrar este CI basta seguir os fios do sincronismo do cabo de sinal ou achar na placa o cristal de clock. 6. Não chega +B Teste os componentes que alimentam o detetor de modos ou o micro (modelos digitais); 7. Chega +B Troque o CI detetor de modos ou o micro e a memória EEPROM dos digitais; 8. CI estão bons Teste os componentes ligados a eles (cristal de clock, diodos, capacitores, etc). FALTA DE LARGURA DA TRAMA: 1. Verifique se não há solda fria no circuito horizontal, principalmente nos transistores que atuam no controle de largura. Veja abaixo: 68

4 2. Teste todos os transistores controladores de largura, os diodos damper, os capacitores de largura e de acoplamento e as bobinas do circuito H. Observe um exemplo abaixo: 3. Componentes bons Meça o +B que alimenta o saída horizontal. Se o +B estiver baixo, o defeito é na fonte e se estiver normal, é mesmo defeito no circuito H. Meça a tensão na base do transistor controlador de largura e acione este controle no painel do monitor (potenciômetro ou tecla). Observe se a tensão varia. Se não variar esta tensão, teste todos os componentes ligados na base do controlador de largura (outros transistores). 4. Monitor só apresenta falta de largura em resoluções mais altas (800 x 600 ou mais) Observe antes de tudo se um dos capacitores ou MOSFETs responsáveis pela largura não está com defeito. Às vezes ocorre do componente defeituoso estar bem visível, como vemos a seguir. Um MOSFET queimado pode ocasionar falta de largura apenas do lado direito ou esquerdo da tela. Se estes capacitores e os MOSFETs estiverem bons, teste todos os transistores ligados na saída da fonte (em alguns modelos de monitores) e tente trocar o CI LM339 ou LM723 de alguns modelos de monitores. Por último troque o CI detetor de modos. 5. Monitor apresenta falta de largura após troca do fly-back - Confira o +B que sai da fonte e vai até o circuito H. Se estiver normal, é possível que o fly-back tenha vindo com defeito ou o fabricante da peça ser imcompatível com o modelo do monitor. 69

5 MONITOR COM EXCESSO DE LARGURA: 1. Teste a frio todos os transistores controladores de largura, diodos e capacitores da etapa de saída H. - Deve haver um destes componentes em curto. Observe abaixo: 2. Os componentes do item anterior estão bons Veja se o +B da fonte não está muito alto; 3. A fonte está alta Faça uma verificação dos componentes deste circuito, conforme já explicado; 4. A fonte está normal Teste todos os componentes ligados na base do transistor controlador geral de largura. HORIZONTAL FECHADO (SÓ APARECE UM RISCO EM PÉ NA TELA): 1. Verifique se não tem solda fria no circuito horizontal; 2. Teste o capacitor de acoplamento da BDH demais componentes ligados nele. Veja abaixo: 3. Verifique também se não tem algum componente ou trilha torrada no circuito H. 70

INFORMATIVO TÉCNICO DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 21/11/2008 DAT TEC 046/08 0

INFORMATIVO TÉCNICO DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 21/11/2008 DAT TEC 046/08 0 INFORMATIVO TÉCNICO DEPARTAMENTO DATA ABRANGÊNCIA NÚMERO REVISÃO DAT 21/11/2008 DAT TEC 046/08 0 DICAS TÉCNICAS TV S COM CHASSIS: U18/U19/LEM8/LEM9/LEM10/FS6 Sintoma: Aparelho não liga (U18/U19/LEM8/FS6)

Leia mais

Tutorial de Monitores LCD. Por :jqs.eti.br

Tutorial de Monitores LCD. Por :jqs.eti.br Tutorial de Monitores LCD. Por :jqs.eti.br Os monitores de cristal líquido LCD ou LED se tornaram mais populares nos últimos anos e já substituiram os modelos tradicionais de tubo de imagem (CRT) com muitas

Leia mais

DIVISÃO DO MONITOR LCD EM BLOCOS. No desenho abaixo vemos como se dividem as etapas dos monitores LCD e a seguir temos a função dos seus circuitos:

DIVISÃO DO MONITOR LCD EM BLOCOS. No desenho abaixo vemos como se dividem as etapas dos monitores LCD e a seguir temos a função dos seus circuitos: DIVISÃO DO MONITOR LCD EM BLOCOS No desenho abaixo vemos como se dividem as etapas dos monitores LCD e a seguir temos a função dos seus circuitos: Conector DB15 - Este é igual ao do monitor convencional.

Leia mais

SUPERTEC2007 SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO

SUPERTEC2007 SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO XXVIII. SINCRONISMO DETETOR DE MODOS MICRO Os monitores analógicos usam um CI chamado Detetor de modos e configurador (às vezes é mais de um CI). Este CI recebe os sinais de sincronismo H e V vindos do

Leia mais

Precauções, defeitos comuns e como localizá-los

Precauções, defeitos comuns e como localizá-los Precauções, defeitos comuns e como localizá-los Tenho observado, nos drivers Apoena, que a maioria dos problemas relatados ou drivers enviados p/ conserto, tem sido causado por imperícia, descuido ou falta

Leia mais

Fonte de alimentação com duas saídas e proteção

Fonte de alimentação com duas saídas e proteção Fonte de alimentação com duas saídas e proteção Elias Bernabé Turchiello Técnico responsável Este manual se destina unicamente a orientar o montador interessado neste projeto, portanto não se encontram

Leia mais

Manual Montagem VFO Ararinha PY2MG Versão Mutirão Rev. 2

Manual Montagem VFO Ararinha PY2MG Versão Mutirão Rev. 2 Manual Montagem VFO Ararinha PY2MG Versão Mutirão Rev. 2 1 Para a montagem do transceptor para SSB Ararinha 4b, você precisará de um multímetro, uma pequena lupa, uma ponta de prova para RF, soldador de

Leia mais

Manual montagem VXO40

Manual montagem VXO40 Manual montagem VXO40 PY2MG 1/1 2/2 Após cada operação, coloque um X nos parêntesis. A placas foi projetada para colocação de conectores Molex, mas se não tiver ou não quiser, pode-se ligar os fios diretamente

Leia mais

1/ 11 PY2MG. Manual Montagem Maritaca. Parte 1 Recepção

1/ 11 PY2MG. Manual Montagem Maritaca. Parte 1 Recepção 1/ 11 PY2MG Manual Montagem Maritaca Parte 1 Recepção 2/ 11 PY2MG Siga as instruções passo a passo para ter sucesso na montagem. Não tenha pressa e ao colocar os componentes, seja cuidadoso. Faça uma montagem

Leia mais

SUPERTEC2007 SUPERTEC2007 CONSERTOS NA FONTE DE ALIMENTAÇÃO DO MONITOR NÃO LIGA (NÃO ACENDE A TELA NEM O LED DO PAINEL):

SUPERTEC2007 SUPERTEC2007 CONSERTOS NA FONTE DE ALIMENTAÇÃO DO MONITOR NÃO LIGA (NÃO ACENDE A TELA NEM O LED DO PAINEL): XIII. CONSERTOS NA FONTE DE ALIMENTAÇÃO DO MONITOR NÃO LIGA (NÃO ACENDE A TELA NEM O LED DO PAINEL): 1. Faça uma inspeção visual na placa do monitor pelo lado dos componentes para ver se não há: Fusível

Leia mais

Analise de Circuitos Horizontais. Marcus Manhães manharider@yahoo.com.br

Analise de Circuitos Horizontais. Marcus Manhães manharider@yahoo.com.br Analise de Circuitos Horizontais Marcus Manhães manharider@yahoo.com.br Introdução Ao longo de nossa experiência em manutenção eletrônica, nos deparamos inúmeras vezes com dificuldades muito significativas

Leia mais

Leia todo o manual antes de iniciar a instalação

Leia todo o manual antes de iniciar a instalação Leia todo o manual antes de iniciar a instalação Precauções 1. Certifique-se que o veículo esteja em perfeitas condições de funcionamento, Injeção, Ignição e motor. 2. Encontre um local protegido da umidade,

Leia mais

Editado por : DISAN Agradecimentos: Fernando Hamilton Cordova / Corsa Clube

Editado por : DISAN Agradecimentos: Fernando Hamilton Cordova / Corsa Clube Editado por : DISAN Agradecimentos: Fernando Hamilton Cordova / Corsa Clube A FIAT lançou em seus carros um equipamento chamado por eles de ECONOMETRO, ECONOMETRO (HALLMETER), espécie de medidor de consumo

Leia mais

Manual RGB Converter MVS v1.0

Manual RGB Converter MVS v1.0 Descrição A finalidade do RGB Converter é converter o sinal de vídeo de placas ARCADE do padrão JAMMA antigos (RGB + Video Sync), em especial placas NEO GEO MVS da SNK, para Vídeo Componente, possibilitando

Leia mais

MANUAL PRODUTO M0184 CONTROLADORA SLAVE FULL Revisado em 02/07/2014

MANUAL PRODUTO M0184 CONTROLADORA SLAVE FULL Revisado em 02/07/2014 MANUAL DA PLACA CONTROLADORA M0184 Conteúdo Manual da placa controladora M0184... 1 Versão do manual... 2 Funcionamento do produto... 2 Descrição de funcionamento... 2 Conectores... 3 Conector CN6: Pictograma

Leia mais

MANUTENÇÃO DE APARELHOS DE TV

MANUTENÇÃO DE APARELHOS DE TV MANUTENÇÃO DE APARELHOS DE TV LOCALIZAÇÃO DOS PRINCIPAIS COMPONENTES NA PLACA DO TV Quando abrimos o televisor para consertar, podemos identificar seus circuitos através de peças principais, inconfundíveis.

Leia mais

CNC3AX V2010. Placa controladora de motor de passo via porta paralela para 3 eixos

CNC3AX V2010. Placa controladora de motor de passo via porta paralela para 3 eixos CNC3AX V2010 Placa controladora de motor de passo via porta paralela para 3 eixos FOUGA Laurent 2001-12-12 Vendas : www.shopcnc.com.br Suporte : www.guiacnc.com.br A placa CNC3AX permite controlar 3 motores

Leia mais

1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG

1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG 1 Manual de montagem receptor ZETA SDR BR PY2MG 2 Instruções gerais para a montagem Alguns componentes possuem posição correta para montagem, por isso dizemos que eles tem polarizações, ou seja, possuem

Leia mais

APOSTILA DE TREINAMENTO E DICAS DE REPARO TELEVISORES LCD

APOSTILA DE TREINAMENTO E DICAS DE REPARO TELEVISORES LCD APOSTILA DE TREINAMENTO E DICAS DE REPARO TELEVISORES LCD INDICE DIAGRAMA EM BLOCOS... Pg. 03 AC INPUT... Pg. 04 POWER... Pg. 05 FONTE STANDBY... Pg. 06 PFC FONTE... Pg. 07 FONTE ALTA I... Pg. 08 FONTE

Leia mais

Manual Montagem Receptor RXCWSSB PY2MG

Manual Montagem Receptor RXCWSSB PY2MG Manual Montagem Receptor RXCWSSB PY2MG 1 2 1- Solde R63(1K2- marrom, vermelho, vermelho) ( ) 2- Solde D8 (led-veja sua polarização) ( ) Testandoooooo!!!!!!!!!!!!!!. Ligue a alimentação na serigrafia marcada

Leia mais

Testador de cabos de rede

Testador de cabos de rede Testador de cabos de rede Elias Bernabé Turchiello Técnico responsável Este manual se destina unicamente a orientar o montador interessado neste projeto, portanto não se encontram neste manual: detalhes

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO 2007 Atenção! Para que este informativo tenha resultado é imprescindível que leia todos os boletins técnicos emitidos para cada

SUPORTE TÉCNICO 2007 Atenção! Para que este informativo tenha resultado é imprescindível que leia todos os boletins técnicos emitidos para cada SUPORTE TÉCNICO 2007 Atenção! Para que este informativo tenha resultado é imprescindível que leia todos os boletins técnicos emitidos para cada modelo, pois, difere ligeiramente em alguns detalhes (LAM).

Leia mais

Controle universal para motor de passo

Controle universal para motor de passo Controle universal para motor de passo No projeto de automatismos industriais, robótica ou ainda com finalidades didáticas, um controle de motor de passo é um ponto crítico que deve ser enfrentado pelo

Leia mais

Objetivo A presente prática tem por objetivo verificar na prática os diferentes modos de disparo dos TRIACs.

Objetivo A presente prática tem por objetivo verificar na prática os diferentes modos de disparo dos TRIACs. Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Elétrica Laboratório de Engenharia Elétrica V TE067 Prof. James Alexandre Baraniuk Equipe: Data: / / EXPERIMENTO PRÁTICO COM TRIAC Objetivo A presente

Leia mais

Dez Defeitos e Soluções para Notebooks e Netbooks

Dez Defeitos e Soluções para Notebooks e Netbooks Introdução Neste ebook o especialista e professor Marcos Jerônimo dos Santos do Clube dos s do Rio de Janeiro, descreve os 10 defeitos que mais ocorrem em s e Netbooks e as ações técnicas mais utilizadas

Leia mais

Televisores LCD 20DL74/LC1510Z/LC2010Z Dicas de Reparo

Televisores LCD 20DL74/LC1510Z/LC2010Z Dicas de Reparo A 8/4/9 INFORMATIVO TÉCNICO TEC 7/9 Televisores LCD 2DL74/LC151Z/LC21Z Dicas de Reparo Este Informativo apresenta um conjunto de dicas de reparo baseado no Televisor LCD 2DL74, o mesmo serve também de

Leia mais

TRABALHO EM COMPONENTES SMD

TRABALHO EM COMPONENTES SMD TRABALHO EM COMPONENTES SMD Os componentes SMD ("superficial monting device") ou componentes de montagem em superfície têm dominado os equipamentos eletrônicos nos últimos anos. Isto devido ao seu tamanho

Leia mais

>>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA

>>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA 1 APOSTILAS Venda >>>Expressa MULTÍMETRO >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA >>>VENDA_EXPRESSA 2 MULTÍMETRO O multitester ou multímetro é o aparelho

Leia mais

ACESSO AO MODO DE SERVIÇO DO CHASSIS L9-SS 14PT314 / 14PT414A / 20PT374A / 20PT574A / 21 PT534A / 29PT554A

ACESSO AO MODO DE SERVIÇO DO CHASSIS L9-SS 14PT314 / 14PT414A / 20PT374A / 20PT574A / 21 PT534A / 29PT554A ACESSO AO MODO DE SERVIÇO DO CHASSIS L9-SS 14PT314 / 14PT414A / 20PT374A / 20PT574A / 21 PT534A / 29PT554A EXISTEM DOIS ( 2 ) MODOS DE SERVIÇOS. O SMD, SERVICE MODE E SAM, SERVICE ALIGNMENT MODE. ATENÇAO:

Leia mais

Como utilizar um multímetro digital

Como utilizar um multímetro digital 1 Como utilizar um multímetro digital Um multímetro digital oferece a facilidade de mostrar diretamente em seu visor, que chamamos de display de cristal líquido, ou simplesmente display, o valor numérico

Leia mais

Circuito integrado 555 e suas aplicações

Circuito integrado 555 e suas aplicações Circuito integrado 555 e suas aplicações Introdução Um circuito integrado popular é o versátil 555. Introduzido pela em 1973 pela Signetcs, este circuito integrado tem aplicações que variam de equipamentos

Leia mais

Roteiro 25 Interferência sonora e batimento sonoro

Roteiro 25 Interferência sonora e batimento sonoro Roteiro 25 Interferência sonora e batimento sonoro 1 INTRODUÇÃO A interferência sonora consiste em um recebimento de duas ou mais ondas de fontes diferentes. Neste caso, teremos uma região do espaço na

Leia mais

Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A

Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A Objetivos: Módulo de Desenvolvimento PIC16F877A Realizar programação e projetos com microcontroladores e seus periféricos, integrando sistemas analógicos e digitais com a utilização de compilador (Mikro

Leia mais

Modificação para melhor performance do controlador FRATESCHI eletrônico.

Modificação para melhor performance do controlador FRATESCHI eletrônico. MODificando o controlador FRATESCHI para um melhor rendimento Bom, o artigo aqui descrito visa fazer o controlador da FRATESCHI ficar mais macio para poder rodar composições em baixa velocidade e não reduzir

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA Manual de Instalação e Operação DISCADORA VIA CELULAR. HERA HR 2050. Cel.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA Manual de Instalação e Operação DISCADORA VIA CELULAR. HERA HR 2050. Cel. DISCADORA VIA CELULAR HERA HR 2050. Cel Manual do Usuário ÍNDICE 1 Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 1.2 Descrição 03 1.3 Funcionamento 04 1.4 Instalação do Receptor Acionador via cel. 05, 06 e 07 1.5 Configurando

Leia mais

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO:

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: RGM: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADOR SÍNCRONO O objetivo desse projeto extra é aplicar os conceitos vistos em aula teórica

Leia mais

Sistema Inversor. Modelos Tipo Parede. Localização e reparação de erros

Sistema Inversor. Modelos Tipo Parede. Localização e reparação de erros Sistema Inversor Modelos Tipo Parede Localização e reparação de erros 1- Quando a unidade apresenta algum problema (a lâmpada de operação e Timer não irá acender) 2- A função autodiagnóstico (a lâmpada

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: STR1 MOURA LACERDA TEORIA Princípios básicos de transmissão a. Sinais de radiofreqüência (RF) Possuem freqüências acima de 100 KHz e são usados pelas emissoras para transportar

Leia mais

Parte 2 Recepção/ VXO

Parte 2 Recepção/ VXO 1 PY2MG Manual Montagem Pinel 1 Parte 2 Recepção/ VXO 2 PY2MG Coloque um X nos parênteses após execução da operação. 47- Solde R17 (10K, marrom, preto, laranja)...( ) 48- Solde R18, R19(68K, azul, cinza,

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Sistemas Digitais I Lista de Exercícios (Circuito astável com LM555, Drives de Potência

Leia mais

SISTEMA DE TREINAMENTO EM COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA Modelo: ED-2950

SISTEMA DE TREINAMENTO EM COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA Modelo: ED-2950 SISTEMA DE TREINAMENTO EM COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA Modelo: DESCRIÇÃO O sistema de treinamento em comunicação apresenta experimentos planejados para desenvolver comunicações eletrônicas fundamentais. O é

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-201 CENTRAL DE ALARME COM FIO AW201 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de 1 setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado; Tempo de

Leia mais

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS

DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS DATA: HORÁRIO DE ENTRADA: HORÁRIO DE SAÍDA: BANCADA: RGM: NOMES DOS COMPONENTES DO GRUPO DE TRABALHO: PROJETO - CONTADORES ASSÍNCRONOS O objetivo desse projeto extra é aplicar os conceitos vistos em aula

Leia mais

Manual Montagem WAVmeter

Manual Montagem WAVmeter Página 1 de 9 Manual Montagem WAVmeter Rev. 0 Página 2 de 9 Antes de iniciar a montagem, leia o manual até o final, pois muitas perguntas serão respondidas no seu devido lugar. A placa que está recebendo,

Leia mais

Eletrônica Básica. Eletrônica Básica. Educador Social: Alexandre Gomes. Rua Jorge Tasso Neto, 318 - Apipucos, Recife-PE Fone: (81) 3441 1428

Eletrônica Básica. Eletrônica Básica. Educador Social: Alexandre Gomes. Rua Jorge Tasso Neto, 318 - Apipucos, Recife-PE Fone: (81) 3441 1428 Eletrônica Básica Educador Social: Alexandre Gomes Multimetro Resistores Varistor Termistor Fusível Capacitores Diodos Transistores Fonte de Alimentação Eletrônica Básica: Guia Prático Multimetro É o aparelho

Leia mais

Projetos de Eletrônica Básica II

Projetos de Eletrônica Básica II Projetos de Eletrônica Básica II MUITO CUIDADO NA MONTAGEM DOS CIRCUITOS, JÁ QUE SE ESTÁ TRABALHANDO COM A REDE ELÉTRICA. Projete um sistema para uma casa inteligente, com as seguintes características:

Leia mais

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora:

ERRO. Ao ligar e se deparar com o erro E4, devem ser feitos os testes abaixo indicados antes de trocar a placa da evaporadora: ERRO E-4 O erro ocorre quando o sensor de imersão da serpentina da evaporadora informa à placa principal da própria evaporadora que a serpentina está numa temperatura anormal (ou muito fria ou muito quente

Leia mais

Uma Fonte de Alimentação para a Bancada de Eletronica

Uma Fonte de Alimentação para a Bancada de Eletronica 1 Uma Fonte de Alimentação para a Bancada de Eletronica João Alexandre da Silveira autor do livro Experimentos com o Arduino Apresentação Uma bancada de Eletronica é um pequeno laboratório de montagens

Leia mais

Retificadores (ENG - 20301) Tutorial do Proteus Parte A - Simulação 1

Retificadores (ENG - 20301) Tutorial do Proteus Parte A - Simulação 1 2 GND CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE ELETRÔNICA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS ELETRÔNICOS Retificadores (ENG - 20301) Tutorial do Proteus

Leia mais

Manual Placa DMX 10 pixels RGB

Manual Placa DMX 10 pixels RGB Manual Placa DMX 10 pixels RGB 2011 Lumikit Sistemas para Iluminação rev.0 26/08/2011 Lumikit Sistemas para Iluminação www.lumikit.com.br 1 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONEXÕES DA PLACA... 4 3. DIMENSÕES

Leia mais

1 Componentes da Rede Gestun

1 Componentes da Rede Gestun PROCEDIMENTO PARA DETECÇÃO DE FALHAS EM REDES DATA: 23/06/14. Controle de Alterações DATA 23/06/14 MOTIVO Versão Inicial RESPONSÁVEL Márcio Correia 1 Componentes da Rede Gestun -Módulo de comunicação:

Leia mais

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DA PLACA DE SOM SINTEVOX DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Princípio de funcionamento da placa de som Sintevox é uma obra do Engenheiro Newton Pessoa de Almeida Junior de propriedade

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES EFA72C35-A/00

MANUAL DE INSTRUÇÕES EFA72C35-A/00 Histórico N. Doc. Revisão Data Descrição Aprovado 601165 A 24/01/14 Inicial Faria Executado: Edson N. da cópia: 01 Página 1 de 7 SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 2- CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS E MECÂNICAS 2.1 - Entrada

Leia mais

Modificação do LED POWER Logic@sat L4000

Modificação do LED POWER Logic@sat L4000 Modificação do LED POWER Logic@sat L4000 Caro amigo, proprietário de um receptor Logic@sat L4000, alguma vez você já se questionou sobre o funcionamento do LED POWER do receptor? Além de ser vermelho,

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO DSI 689 MANUAL DE OPERAÇÃO DSI

MANUAL DE OPERAÇÃO DSI 689 MANUAL DE OPERAÇÃO DSI DESCRIÇÃO DADOS TÉCNICOS RESET HI LO 1 - quando acesa o valor lido no painel analógico deverá ser multiplicado por 100. 2 - quando acesa o valor lido no painel analógico devera ser multiplicado por 10.

Leia mais

www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO

www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO FRANCESES 2 MANUAL DE INSTRUÇÕES www.chavesgold.com.br ES0033 Carga 018 PROCEDIMENTOS PARA VERIFICAÇÃO PARA VERIFICAÇÃO POR FABRICANTE LINHA NISSAN PROCEDIMENTO PARA VERIFICAÇÃO 02 Procedimento válido

Leia mais

CIRCUITO HORIZONTAL OSCILADOR

CIRCUITO HORIZONTAL OSCILADOR CIRCUITO HORIZONTAL VERIFICAR SE TRANSISTOR SAÍDA HORIZONTAL. COLETOR? COLETOR DO TRANSISTOR DRIVE? TRABALHAR NA FONTE HORIZONTAL? VERIFICAR RESISTOR E REGULADOR DE ALIMENTAÇÃO MEDIR RESISTOR DE ALIMENTAÇÃO,

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do gerador ÍNDICE 1. Introdução... 01 2. Regras de segurança... 02

Leia mais

Pequeno livro sobre fontes de alimentação

Pequeno livro sobre fontes de alimentação 1 Pequeno livro sobre fontes de alimentação Antes de começarmos a falarmos de como funciona uma fonte de alimentação é preciso saber qual a sua função. Uma fonte de alimentação tem a função de transformar

Leia mais

Manual RGB Converter v2.0

Manual RGB Converter v2.0 Descrição O RGB converter tem a função de converter o sinal de vídeo RGB(S) das placas ARCADE/JAMMA/Fliperama e Consoles/Videogames para o formato Vídeo Componente/YPbPr comum em aparelhos de TV dispensando

Leia mais

PROJETO. Ponte Digital. http://www.pontedigital.hpg.ig.com.br/ Luciano Daniel Amarante - carabina@pop.com.br Ricardo Watzko - rw@netuno.com.

PROJETO. Ponte Digital. http://www.pontedigital.hpg.ig.com.br/ Luciano Daniel Amarante - carabina@pop.com.br Ricardo Watzko - rw@netuno.com. Ponte levadiça digital... Projeto semestral primeira fase de 2003 Engenharia de Computação 4 período Em breve aqui novos projetos... Página inicial Pré-projeto Projeto FOTOS e Vídeos Funcionamento Esboços

Leia mais

Boletim Técnico FreeBR

Boletim Técnico FreeBR Boletim Técnico FreeBR Edição 4 Distribuição Gratuita Outubro 2005 N ESTA EDIÇÃO 1 Marketing na empresa 2 Monitor de vídeo - pequena explanação 3 Fonte de alimentação 4 O sentido convencional da corrente

Leia mais

-DJ MOTOR DIRECT-DRIVE

-DJ MOTOR DIRECT-DRIVE -DJ MOTOR DIRECT-DRIVE Manual de operação e manutenção- motor direct-drive...11~14 Encaixe o cabeçote na base e instale os cabos corretamente na caixa de controle MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO-

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1600 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...3

Leia mais

CURSO DE MANUTENÇÃO DE FORNO MICROONDAS

CURSO DE MANUTENÇÃO DE FORNO MICROONDAS CURSO DE MANUTENÇÃO DE FORNO MICROONDAS I INTRODUÇÃO O Forno Microondas foi um dos eletrodomésticos que mais aumentou sua utilidade nos lares brasileiros. Devido ao aumento do número de aparelhos no mercado,

Leia mais

DICAS DE REPAROS EM INVERSORES DE LAMPADAS CCFL UTILIZADOS EM MONITORES E TVs LCD

DICAS DE REPAROS EM INVERSORES DE LAMPADAS CCFL UTILIZADOS EM MONITORES E TVs LCD DICAS DE REPAROS EM INVERSORES DE LAMPADAS CCFL UTILIZADOS EM MONITORES E TVs LCD Estas dicas são extensíveis a TVs e MONITORES que utilizam lâmpadas CCFL de retro-iluminação (Backlight). INVERTER OU PCI

Leia mais

Conversor flex para 4 injetores + sistema de partida a frio

Conversor flex para 4 injetores + sistema de partida a frio Tflex4 APRESENTAÇÃO E CARACTERÍSTICAS Os Conversores Flex TFLEX4full, TFLEX4full + e TFLEX4full ++ são módulos eletrônicos desenvolvidos para serem aplicados em veículos com injeção eletrônica de combustível

Leia mais

Prof. Jener Toscano Lins e Silva

Prof. Jener Toscano Lins e Silva Prof. Jener Toscano Lins e Silva *É de fundamental importância a completa leitura do manual e a obediência às instruções, para evitar possíveis danos ao multímetro, ao equipamento sob teste ou choque elétrico

Leia mais

P á g i n a 2. Avisos Importantes

P á g i n a 2. Avisos Importantes P á g i n a 1 P á g i n a 2 Avisos Importantes Todas as instruções contidas neste manual devem ser seguidas, caso contrário o produto perderá a garantia. Faça primeiro as conexões dos cabos de alimentação

Leia mais

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA

GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA GERADORES MECÂNICOS DE ENERGIA ELÉTRICA Todo dispositivo cuja finalidade é produzir energia elétrica à custa de energia mecânica constitui uma máquina geradora de energia elétrica. O funcionamento do

Leia mais

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas

Circuitos Lógicos. Aulas Práticas Circuitos Lógicos Aulas Práticas A Protoboard A Protoboard A Protoboard é um equipamento que permite interconectar dispositivos eletrônicos tais como resistores, diodos, transistores, circuitos integrados

Leia mais

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos

DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO Basicamente o ANTRON II-s recebe sinais provenientes da atuação de contatos elétricos externos, associados a equipamentos ou sistemas que se queiram supervisionar, via contatos

Leia mais

Conectores de Vídeo Radiofreqüência (RF)

Conectores de Vídeo Radiofreqüência (RF) 15 Conectores de Vídeo Existem vários tipos de conexões de vídeo que você pode encontrar no PC e em aparelhos eletrônicos como TVs, aparelhos de DVD e videoprojetores. Apesar de a finalidade geral desses

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do gerador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1 3.

Leia mais

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas

Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Aula V Medição de Variáveis Mecânicas Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Disciplina: Instrumentação e Automação Industrial I(ENGF99) Professor: Eduardo Simas(eduardo.simas@ufba.br) Sensores

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO FREQÜENCÍMETRO PARA CONTROLE REMOTO MODELO FC-650 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final)

CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) 1 - INTRODUÇÃO: CENTRAL DE ALARME DE INCÊNDIO MULTIPLEX Série AIM48 (Final) Trata-se de uma sistema de alarme de incêndio para utilização onde há somente acionadores manuais e sirenes convencionais, não

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO VÍDEO PORTEIRO RESIDENCIAL CÓDIGO: TH-VPR/6000

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO VÍDEO PORTEIRO RESIDENCIAL CÓDIGO: TH-VPR/6000 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO VÍDEO PORTEIRO RESIDENCIAL CÓDIGO: TH-VPR/6000 VÍDEO PORTEIRO RESIDENCIAL TH-VPR/6000 CARO CLIENTE, Parabéns você acaba de adquirir o mais novo VÍDEO PORTEIRO RESIDENCIAL

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L

MANUAL TÉCNICO DA CENTRAL FÊNIX-20L MANUAL TÉCNICO SUMÁRIO CARACTERÍSTICAS GERAIS... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS... 3 PAINEL... 4 FUNÇÕES DO PAINEL... 4 FUNÇÕES INTERNAS PLACA DE CONTROLE... 6 FUNÇÕES INTERNAS

Leia mais

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria

R3M. Saída da antena. Teclas de setor. Teclas de aprendizagem. Teclado do Tele Alarme (opcional) Gabinete metálico com espaço para bateria 47 R3M CENTRAL DE ALARME 3 SETORES MICROPROCESSADA Aplicação - Usada como central de alarme residencial, comercial ou industrial. Saída da antena APRESENTAÇÃO DA CENTRAL Teclas de setor Teclas de aprendizagem

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

E Fácil Consertar Philips PT Paulo Brites

E Fácil Consertar Philips PT Paulo Brites . 1 Novidades Você já deve ter percebido que a cada chassis surge uma inovação. Os conceitos básicos introduzidos no primeiro chassis da família PT não são abandonados, mas vão sendo elaborados. A idéia

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO EMPRESA ISO CERTIFICADA 9001: 2008 PCBS-CAT PCS-CAT PIS-CAT PLACA COLETIVA E INDIVIDUAL CÓDIGOS: PCBS-CAT, PCS-CAT e PIS-CAT PLACA COLETIVA E INDIVIDUAL PCBS-CAT, PCS-CAT

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

Manual de Montagem e Operação KIT-001N.

Manual de Montagem e Operação KIT-001N. Manual de Montagem e Operação KIT-001N. Por favor, visite a página Garantia. 1 Verificação dos componentes na embalagem. Os seguintes componentes e quantidades deverão ser encontrados (total 34): 1 X Placa

Leia mais

Leia atentamente antes de usar

Leia atentamente antes de usar Leia atentamente antes de usar MANUAL DE INSTRUÇÕES www.btcmail.com.br PURIFICADOR DE ÁGUA Obrigado por adquirir produtos POLAR. O PURIFICADOR DE ÁGUA POLAR reúne design, qualidade, praticidade e garantia

Leia mais

Transistores de Efeito de Campo, Tiristores, relés e conectores: falhas e métodos de verificação de defeitos

Transistores de Efeito de Campo, Tiristores, relés e conectores: falhas e métodos de verificação de defeitos Transistores de Efeito de Campo, Tiristores, relés e conectores: falhas e métodos de verificação de defeitos Transistores de Efeito de Campo FET Tipos Gate por Junção (JFET) Gate Isolado (MOSFET de Depleção)

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Discadora por Celular HERA HR2048. Discadora por Celular HERA HR2048 Manual do Usuário Índice: Paginas: 1. Introdução 03 1.1 Visão Geral 03 2. Características 04 3. Funcionamento 04, 05 e 06 3.1 Mensagens 06 e 07 4. Instalação da Discadora

Leia mais

CONTROLE REMOTO VEICULAR

CONTROLE REMOTO VEICULAR Hamtronix MCR300EA Manual de Instalação e Operação Software A Hardware Revisão E ÍNDICE Índice... 02 Suporte Online... 02 Termo de Garantia... 02 COMO FUNCIONA Funcionamento das saídas... 03 Funcionamento

Leia mais

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo.

BOLETIM DE GARANTIA. (N o 05 / 2013) LED do TIMER pisca frequência de 1Hz / segundo. LED do TIMER pisca freqüência de 1Hz / segundo. BOLETIM DE GARANTIA (N o 05 / 2013) Código de erro do Cassete e Piso-Teto No. TIPO DESCRIÇÃO Flash Blink Código Nota 1 Falha 2 Falha 3 Falha 4 Falha 5 Falha 6 Falha Placa acusa erro no sensor de temperatura

Leia mais

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência

MÓDULOS PLUG & PLAY. MÓDULO ADL Manual de referência MÓDULOS PLUG & PLAY MÓDULO ADL Manual de referência Parabéns pela aquisição de um produto STUDIO R! Eles foram projetados para anos de operação confiável sob as mais rigorosas condições. Seu STUDIO R deverá

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO MD-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento =1= ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. REGRAS DE SEGURANÇA...

Leia mais

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina

Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO. AlbaLED Cores Piscina Guia do Instalador & MANUAL DO USUÁRIO AlbaLED Cores Piscina Copyright G2N Automação Indústria e Comércio Ltda. 2009. AlbaLED Cores Piscina Este Guia do Instalador e Manual do Usuário foi publicado pela

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MEDIDOR RL DIGITAL MODELO RL-250 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1

Leia mais

Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05

Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05 Tutorial de Eletrônica Aplicações com 555 v2010.05 Linha de Equipamentos MEC Desenvolvidos por: Maxwell Bohr Instrumentação Eletrônica Ltda. Rua Porto Alegre, 212 Londrina PR Brasil http://www.maxwellbohr.com.br

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO MULTÍMETRO DIGITAL MODELO IK-1000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. Introdução...01 2. Regras de segurança...01

Leia mais

Conheça o 4017 (ART062)

Conheça o 4017 (ART062) 1 de 11 20/02/2013 18:14 Conheça o 4017 (ART062) Este artigo não é novo, mas sua atualidade se manterá por muito tempo, o que jusitifica o fato dele ser um dos mais acessados desse site. De fato, o circuito

Leia mais

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO

CENTRAL DE ALARME COM FIO AW-211 CONTROLE REMOTO CENTRAL DE ALARME COM FIO AW2 CONTROLE REMOTO CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Central de alarme de setor com fio; Caixa plástica com alojamento para bateria selada de 7 A/H; Carregador de bateria incorporado;

Leia mais

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL

Eletroímã VERSÃO DO MANUAL Eletroímã VERSÃO DO MANUAL 1.4 de 19/02/2013 3045 Sumário 1. Apresentação... 3 2. Itens que Acompanham... 3 2.1. FECHBEM SUPER FS 150 e FS 200... 3 2.2. AUTOMAG F300 E F600... 4 3. Especificações Técnicas...

Leia mais