ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL SALVADOR CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY - 2009 REGULAMENTO GERAL - CÓDIGO ESPORTIVO"

Transcrição

1 CAPÍTULO I - DAS COMPETIÇÕES ARTIGO 01 - A finalidade principal da realização dos Campeonatos Internos de Futebol é desenvolver a prática esportiva, fomentando em caráter recreativo e, absolutamente amadorista, o futebol entre os associados da Associação Atlética Banco do Brasil - AABB Salvador. ARTIGO 02 - Nas competições as equipes inscritas no Departamento de Esportes da AABB Salvador serão observadas as Leis, regras e regulamentos da própria Associação Atlética Banco do Brasil Salvador. ARTIGO 03 - Todos os campeonatos deverão ser concluídos até o dia 31 de dezembro de cada ano, desde que não haja determinação em contrário da Presidência da Associação ou algum motivo de absoluta força maior. ARTIGO 04 - Compete a Vice-Presidência, Diretoria e Coordenação de Esportes da AABB Salvador: estabelecer os campos que serão utilizados, horários das competições, organização de tabelas de jogos, período e sistema de disputa dos campeonatos. ARTIGO 05 - As partidas entre equipes das categorias LIVRE, MÁSTER e SÊNIOR terão a duração de 70 (setenta) minutos, divididos em 2 tempos iguais de 35 minutos com intervalo, em todas as categorias, de 10 minutos de duração. O tempo de jogo em qualquer dos períodos, deverá ser prorrogado para execução de um pênalti. O atleta só poderá participar da categoria MÁSTER após ter completado 43 anos de idade e a Categoria SÊNIOR após ter completado 35 anos de idade. CAPÍTULO II - DOS ATLETAS ARTIGO 06 - Somente poderão disputar jogos válidos pelos campeonatos internos da AABB Salvador, na condição de atleta e/ou treinador, os associados do clube, em dia com as mensalidades e devidamente inscritos no Departamento de Esportes. O atleta e treinador deverão se identificar pessoalmente, apresentando sua carteira de associado e/ou documento de identificação com foto, para assinar a súmula antes do início da partida. 1

2 ARTIGO 07 - Cada equipe poderá inscrever até 20 atletas. O atleta deverá ser inscrito devidamente com antecedência mínima de dois dias antes da partida, através da ficha de inscrição individual. O atleta poderá transferir-se para outra equipe caso ainda não tenha participado de nenhuma partida, seja atuando ou no banco de reservas, dois dias antes da 1ª partida do 2º turno e se a outra equipe tiver vaga disponível para colocar o atleta dentro do limite de 20 estabelecido. O referido atleta só poderá participar das fases semifinais e finais dos turnos, se atuar, pelo menos 01(uma) partida das fases classificatórias. PARÁGRAFO PRIMEIRO Caso haja corte de jogadores, só poderá suprir a vaga se o atleta deixar de ser associado; por motivo de saúde for proibido de jogar bola apresentando Atestado Médico ou assinando uma Declaração informando que não tem interesse de jogar naquela categoria, no corrente ano. O atleta que sair de uma equipe e já participou de alguma partida e ou assinando a súmula, não poderá jogar em outra equipe, mas, poderá voltar para sua equipe. PARÁGRAFO SEGUNDO O atleta só poderá participar do campeonato se apresentar atestado médico liberando para a prática esportiva e/ou preencher declaração de responsabilidade. CAPÍTULO III DO ADIAMENTO, ANTECIPAÇÃO, SUSPENSÃO E INTERRUPÇÃO ARTIGO 08 - O adiamento, antecipação ou qualquer alteração na tabela dos jogos serão de competência exclusiva do Departamento de Esportes da AABB Salvador. Necessariamente não será efetuada no dia da rodada. ARTIGO 09 - Uma partida só poderá ser interrompida, quando ocorrerem os seguintes motivos: Falta de garantia para o árbitro ou assistente, atletas e público, positivado pelo representante da mesa e pelo próprio arbitro; Conflitos e distúrbios graves que afetem a sua continuação; Falta de luz nos jogos noturnos; Mau estado do campo que torne o jogo impraticável ou perigoso de acordo com as regras do futebol. 2

3 CAPÍTULO IV - DO CONSELHO ARBITRAL ARTIGO 10 - Fará parte do Conselho Arbitral com direito a voto, 01 representante, devidamente cadastrado no Departamento de Esportes, de cada equipe participante do campeonato interno, da Associação Atlética Banco do Brasil Salvador. CAPÍTULO V - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 11 - A contagem de pontos por jogo realizado, será feita da seguinte forma: Vitória 03(três) pontos Empate 01(um) ponto Derrota 00 (zero) pontos ARTIGO 12 - Uma partida poderá ser interrompida pelo árbitro nos casos prescritos no ARTIGO 09 e pelo prazo de 30 (trinta) minutos até a cessação das causas determinantes da interrupção. ARTIGO 13 - A partida somente será suspensa, se os motivos que determinaram sua interrupção não cessarem no prazo de 30(trinta) minutos contados pelo árbitro no início da paralisação. ARTIGO 14 - Em caso de suspensão por motivo de ação ou omissão de um ou ambos os times, será observado o seguinte: a) Se a equipe que tiver dado causa era o vencedor ou estava empatando o jogo, será declarado perdedor, seu adversário será considerado vencedor pelo placar de 1X0. b) Caso o time causador da suspensão da partida estiver perdendo o jogo, mantêm-se o resultado que estava antes da paralisação da partida. c) Se a suspensão não for motivada por qualquer dos competidores, outra partida será disputada integralmente em dia, hora e campo determinado pelo Departamento de Esportes da AABB Salvador, salvo se a suspensão ocorrer depois de 25 minutos do SEGUNDO tempo, quando será mantido resultado. 3

4 d) Da partida a ser realizada integralmente em virtude da sua suspensão, só poderão participar os atletas que participaram da partida, com sua assinatura na súmula e que não estejam cumprindo suspensão automática ou qualquer outra disciplina, mesmo que em razão da competição interrompida. ARTIGO 15 A equipe que abandonar o campo, interrompendo a continuidade da partida, será punida com perda dos pontos ganhos em todo campeonato. PARÁGRAFO ÚNICO - Caso a equipe infratora do artigo acima, tenha sido campeã de turno, perderá o titulo conquistado sendo declarada campeã a equipe vice-campeã. ARTIGO 16 - Os horários serão rigorosamente cumpridos, de acordo com a tabela que for divulgada pelo Departamento de Esportes da AABB Salvador. A equipe causadora do atraso será punida no critério desempate. Obs. O horário de início da primeira partida será às 09:15 horas com tolerância de 15 minutos. O Inicio do segundo jogo será ás 11:00 horas com tolerância de 15 minutos. ARTIGO 17 - A equipe que provocar o WXO será declarada perdedora pelo placar de 1X0. O W x O será determinado em função do Regulamento, efetuado pelo mesário e árbitro, observando-se o número mínimo de atleta da equipe adversária. PARÁGRAFO ÚNICO - Para efeito de cumprimento de suspensão o WXO será considerado jogo. ARTIGO 18 - O número mínimo para uma equipe permanecer ou entrar em campo é de 05 (cinco) atletas, sem os quais não terá condições legais. ARTIGO 19 Se uma equipe estiver empatando ou ganhando um jogo e ficar com o numero de jogadores abaixo do permitido para a continuação da partida, será declarada perdedora pelo placar de 1 x 0. 4

5 ARTIGO 20 - Além das normas contidas neste Regulamento, as equipes e os participantes do Campeonato Interno de Futebol Society, da AABB Salvador, ficam obrigados a respeitar o estatuto e regimento interno do Clube. ARTIGO 21 - O jogador que for punido com o cartão amarelo ficará afastado da partida pelo período de 05 (cinco) minutos cronômetrado pela mesa, o tempo passa a ser contado após a saída do atleta do campo. Sendo vedada a sua substituição.quando a bola não estiver em jogo o cronômetro será parado. Passados o tempo da punição, o atleta advertido e somente ele poderá retornar a campo. Após retornar, o mesmo poderá ser substituído. Vale ressaltar que o retorno a campo deverá ser feito com a autorização do mesário, não sendo necessária a partida ser interrompida. O retorno do atleta deverá ser efetuado também na zona de substituição. ARTIGO 22- As substituições poderão ser processadas sem que aja necessidade da paralisação do jogo. Porém o atleta que vai entrar deve esperar o outro sair de campo, pela zona de substituição, para depois entrar, caso seja feita fora de local ou de forma indevida, o mesmo será advertido com cartão amarelo. A substituição deverá ser processada dentro da zona de 05 metros demarcada no seu campo de defesa. Não haverá limitação de substituição, o atleta poderá retornar após ser substituído. PARÁGRAFO PRIMEIRO O atleta que participar de forma irregular ou sem ter cumprido pena na sua totalidade, sua equipe perderá os pontos da partida e o atleta será punido conforme o Art. 36 item 1.0 do Regulamento. PARÁGRAFO SEGUNDO O treinador deverá ficar sempre do mesmo lado da defesa do seu time, assim sendo, é obrigatório a inversão dos bancos de reserva no intervalo do primeiro para o segundo tempo, para que sempre as substituições sejam efetuadas em seu campo de defesa. Será permitida ao substituído a não saída pela zona de substituição, somente em caso de grave contusão. ARTIGO 23 O Atleta poderá transferir-se para outra equipe (uma só vez), até dois dias antes da 1ª partida do segundo turno, desde que não tenha jogado ou assinado a súmula de qualquer jogo, pela equipe inicialmente inscrito, de acordo com o artigo 07. 5

6 PARÁGRAFO ÚNICO- Sob hipótese alguma será aceito ABAIXO-ASSINADO tratando-se de transferência de atleta de uma equipe para outra sem que o mesmo esteja dentro das condições especificadas. ARTIGO 24 - Nenhum jogo deixará de ser realizado por motivo de não comparecimento do árbitro ou auxiliares. A Vice-Presidência, a Diretoria e a Coordenação de Esportes da AABB Salvador, deverão designar outro árbitro central ou auxiliares, se necessário. ARTIGO 25 - Os atletas só poderão atuar de chuteira tipo society ; tênis ou descalço. Não será permitido o uso de qualquer tipo de chuteira composta de birros ou travas. Caso aconteça, será solicitado que se retire do campo para a troca da mesma. PARÁGRAFO ÚNICO O atleta que estiver atuando com chuteira de birro, será punido com cartão amarelo. ARTIGO 26 - Será obrigatório o uso de uniforme completo, entendendo-se como tal: camisa, calção, meias iguais e calçado (chuteira tipo society ou tênis). ARTIGO 27 - Ao atleta com idade inferior a 16 anos, só poderá se inscrever e/ou participar mediante autorização do pai ou responsável legal. ARTIGO 28 - Para uma equipe se inscrever no campeonato interno da Associação Atlético Banco do Brasil, será necessário o preenchimento da ficha de inscrição dos atletas e seus dados completos. ARTIGO 29 - A equipe que solicitar o padrão, da Associação Atlética Banco do Brasil em caráter excepcional, será cobrada, antes do início do jogo, a taxa de lavagem do material. ARTIGO 30 - Quando houver coincidência nas cores dos uniformes das equipes litigantes, obrigando o árbitro à determinação da troca das camisas por parte de uma das equipes, será definido através de sorteio. AABB cederá coletes ou camisas numeradas. Em caso de uso dos coletes, o padrão (camisas) oficial da equipe que for usá-los terá que ser retirada. 6

7 ARTIGO 31- O atleta que efetivamente disputa campeonatos paralelamente, caso seja expulso em uma partida, será julgado como atleta da categoria em que atuou e foi expulso. ARTIGO 32 - Os Campeonatos Internos reger-se-ão pelo presente Regulamento e os casos omissos serão resolvidos pela Diretoria de Esportes da Associação Atlética Banco do Brasil. ARTIGO 33 - Serão adotados os critérios de desempate a seguir enumerados e por ordem prioritária. PARÁGRAFO PRIMEIRO: caso haja igualdade em número de pontos ganhos entre duas equipes: a. Confronto direto; b. Maior número de vitórias; c. Saldo de gols; d. Maior número de gols marcados; e. Menor número de gols sofridos; f. Disciplina ( cartão vermelho - peso 5; WO - peso 10); g. Sorteio. PARÁGRAFO SEGUNDO: Caso haja igualdade em número de pontos ganhos entre mais de duas equipes: a. Maior número de vitórias entre si; b. Saldo de gols nas partidas entre si; c. Maior número de gols marcados entre si; d. Disciplina ( cartão vermelho peso 5 ; WO peso 10 ) e. Sorteio ARTIGO 34 - Cabe a Diretoria de Esportes da AABB Salvador: a) Tomar todas as providências necessárias para o bom andamento dos campeonatos de futebol de campo, da Associação Atlética Banco do Brasil: b) Elaborar as tabelas e regulamentos dos campeonatos internos; c) Receber inscrições, fixar os respectivos prazos e dar condições de participação nos certames a equipes e atletas; d) Fazer cumprir rigorosamente a ordem dos jogos estabelecidos nas tabelas e programação elaborada pelo Departamento de Esportes; 7

8 e) Aplicar em equipes disputantes, bem como nos representantes das equipes, árbitros ou auxiliares (conforme o caso), as penalidades previstas neste Regulamento; f) Modificar a tabela dos jogos quando houver saída de alguma equipe do campeonato por WO, desistência ou eliminação, ou qualquer outro motivo justo ao seu critério, dando conhecimento prévio aos representantes das equipes, com dois dias de antecedência no mínimo; g) Resolver os casos omissos. ARTIGO 35 -Cabe a Diretoria de Esportes e/ou Administrativa da Associação Atlética Banco do Brasil: 1) Aplicar as sanções previstas neste Regulamento; 2) Encaminhar à Diretoria da Associação Atlética Banco do Brasil os casos que forem considerados passíveis de punição por sua gravidade, para sanções previstas no Estatuto do Clube. ARTIGO 36 - A Diretoria Administrativa se reunirá sempre que for convocada para julgar aspecto disciplinar que fugir da alçada da Diretoria de Esportes da AABB Salvador. ARTIGO 37 - As decisões da Diretoria de Esportes e Administrativa da AABB Salvador são irrecorríveis às instâncias superiores. ARTIGO 38- Aos infratores estão previstas as seguintes penalidades: O jogador e técnico expulso de uma partida do campeonato será automaticamente suspenso para a partida seguinte de sua equipe, podendo ainda ser enquadrados no Regulamento Disciplinar que rege este Campeonato ou julgados pela Comissão Disciplinar. ÍTEM 1.0 Proceder deslealmente ou inconvenientemente durante a competição com reiteração na prática dos atos que constituam infração às regras da competição e que prejudiquem seu transcurso regular. PENA - SUSPENSÃO DE 1 a 4 JOGOS ÍTEM 1.1 Desrespeitar por gestos ou palavras o árbitro ou auxiliares. 8

9 PENA - SUSPENSÃO DE 1 a 4 JOGOS ÍTEM 1.2 Ofender moralmente árbitros ou auxiliares. PENA - SUSPENSÃO DE 1 a 5 JOGOS ÍTEM 1.3 Agredir árbitro, auxiliares ou mesários. PENA - SUSPENSÃO DE 6 MESES A 2 ANOS, A CONTAR DA DATA DE JULGAMENTO ÍTEM 1.4 Tentar agredir árbitro ou auxiliares. PENA - SUSPENSÃO DE 2 a 6 JOGOS ÍTEM 1.5 Praticar jogada violenta na disputa da bola. PENA - SUSPENSÃO DE 1 a 5 JOGOS ÍTEM 1.6 Praticar jogada violenta fora da disputa de bola. PENA - SUSPENSÃO DE 2 a 6 JOGOS ÍTEM 1.7 Praticar contra o adversário, atos de hostilidade ou ofensas morais, com tentativa de agressão. PENA - SUSPENSÃO DE 1 a 5 JOGOS ÍTEM 1.8 Agredir companheiro de quadro ou adversário. PENA - SUSPENSÃO DE 2 a 6 JOGOS ÍTEM 1.9 Assumir atitude contrária à disciplina e a moral esportiva, inclusive ofendendo moralmente colega de quadro, adversário e mesários. 9

10 PENA SUSPENSÃO DE 2 a 4 JOGOS ÍTEM 1.10 Ofender moralmente Diretores, pessoa subordinada ou vinculada a Associação Atlética Banco do Brasil, sabendo da condição por fatos ligados à competição, qualquer que seja o local. PENA - SUSPENSÃO DE 6 a 12 JOGOS, EM CASO DE QUALQUER AGRESSÃO FÍSICA, ELIMINAÇÃO DO CAMPEONATO E JULGAMENTO PELA DIRETORIA DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL. ÍTEM 1.11 Cuspir em companheiro de quadro ou adversário em árbitros ou auxiliares. PENA - SUSPENSÃO DE 3 a 6 JOGOS ÍTEM 1.12 Participar de rixa ou conflito durante o jogo. PENA - SUSPENSÃO DE 2 a 5 JOGOS ARTIGO 39- A agressão física se caracteriza por golpes aplicados com o objetivo de causar danos físicos. ARTIGO 40- A disposição do Artigo anterior abrange os atletas disputantes das competições e as que compõem a representação da associação no dia da competição, desde a chegada até a saída do Clube e nas imediações. ARTIGO 41- Os Representantes das equipes, quando indiciados serão enquadrados de acordo com os itens do ARTIGO 36. ARTIGO 42- A Comissão Disciplinar da Associação Atlética Banco do Brasil terá como base para a aplicação das penalidades, principalmente as declarações do árbitro na súmula, as declarações do representante da mesa e poderá ouvir testemunhas. A Comissão Disciplinar não se responsabilizará por outras sanções que porventura possam ser impostas pela Diretoria da Associação Atlética Banco do Brasil. 10

11 ARTIGO 43 - A partir da 11 a (décima primeira) falta coletiva, não será permitido a formação de barreira. É opcional colocar a bola na marca dos 15 (quinze) metros da linha de fundo, devendo todos jogadores ficarem a 5 (cinco) metros atrás da linha da bola, em qualquer situação. A cobrança da falta deve ser direta para o gol, quando na marca dos 15 (quinze) metros. ARTIGO 44 - Não será permitido a presença de qualquer pessoa não participante do jogo dentro do campo bem como nos bancos de reservas. ARTIGO 45 - SOLICITAÇÃO DE TEMPO A cada equipe através do seu treinador ou capitão será permitido o pedido de 01 tempo a cada período do jogo, sendo que o capitão deverá solicitar ao árbitro e o técnico ao mesário. O cumprimento deverá ocorrer após a paralisação da partida. Cada tempo terá a duração de 01 minuto, que deverá ser acrescido ao término do período que foi solicitado. Quando da paralisação para pedido de tempo, o árbitro informará quando solicitado, o tempo de jogo. Antes do final de cada período o árbitro deverá informar ao mesário quanto tempo será acrescido ao tempo regulamentar. ARTIGO 46 - A equipe poderá recorrer no prazo de máximo de dois dias, através de petição em duas vias e que contenha as razoes do pedido, a qual será protocolada e posteriormente julgada pela DIRETORIA DE ESPORTES e/ou COMISSÃO DISCIPLINAR, desta Associação. Salvador (BA), março de Departamento de Esporte AABB SALVADOR - BAHIA 11

12 SISTEMA DE DISPUTA 2009 Os Campeonatos das Categorias Livre e Máster serão disputados em 02 (dois) turnos, distintos em sistema de disputa igual, em 03 (três) fases. Os campeões do 1º turno e do 2º turno jogarão entre si para disputar o título de campeão de Caso haja coincidência entre os campeões o mesmo será consagrado automaticamente campeão de As fases a serem disputadas são: Na primeira fase, Classificatória, as equipes jogarão entre si, conforme tabela de jogos a ser entregue aos representantes, e as 04 (quatro) equipes que somarem maior número de pontos se classificarão para a 2ª fase. Na segunda fase, semi-final, a disputa será eliminatória e com cruzamento olímpico, conforme descriminação abaixo: Jogo 1 2º Colocado x 3º Colocado Jogo 2 1º Colocado x 4º Colocado OBS: nesta fase as equipes que se classificaram em 1º e 2º lugares respectivamente, na fase anterior, levam a vantagem no tempo normal de jogar pelo empate. A 3ª fase, final, será disputada pelos 02 (dois) vencedores da fase anterior, em jogo único e sem que nenhuma das equipes tenha vantagem. OBS: caso a partida termine empatada será disputada 01 (uma) prorrogação de 20 minutos divididos em 02 (dois) tempos de 10 minutos cada, sem morte súbita. Se persistir o empate, serão cobradas 03 penalidades para cada equipe, de forma alternada e por atletas diferentes. Caso continue empatada serão cobradas tantas penalidades se façam precisas até que se conheça o vencedor, sendo que sempre de forma alternada e por atletas diferentes, sem que haja repetição de atleta até que se complete a seqüência. Vale ressaltar que farão parte da seqüência que cobrará as penalidades os 08 atletas que terminaram o último tempo da prorrogação. Caso a equipe tenha atletas cumprindo suspensão, os mesmos não poderão fazer parte do grupo de atletas que cobrarão as penalidades. Os critérios de desempate para a classificação serão observados o regulamento do Campeonato de Interno de Futebol Society da AABB Salvador. Departamento de Esporte AABB SALVADOR - BAHIA 12

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL

2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL 1 2º CAMPEONATO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO ATLÉTICO CULTURAL PAINCO REGULAMENTO GERAL Disposições Preliminares 1 O Campeonato de Futsal da Associação Atlético Cultural Painco de 2010 será dirigido pelo Departamento

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 32 o CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo Regional

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU

REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU REGULAMENTO OFICIAL VI COPA DE FUTEBOL 7 UNIGUAÇU CAP. I: AS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 - O torneio é uma Promoção do Colegiado do curso de Educação Física da Uniguaçu, apoiado pela Uniguaçu. ART.2

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade:

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade: LIGA ARAGUARINA DE FUTEBOL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL Nº 004/2013 - DT DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO, DO CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DE NÃO PROFISSIONAIS, DA TEMPORADA DE 2013. O Presidente da Liga Araguarina

Leia mais

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL I. DAS FINALIDADES Artigo 1 O IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY, tem por finalidade congregar todas as pessoas que trabalham

Leia mais

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO DA DURAÇÃO DO JOGO: Dois (2) tempos de vinte e cinco (25) minutos. DO HORÁRIO e DIA de jogo marcado: Para esta edição do 2 Campeonato de Futebol de Sete Categoria Sênior

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos 2015, nas categorias

Leia mais

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO

COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO CENTRO DE PRÁTICAS ESPORTIVAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO S. EVENTOS COPA CEPEUSP DE FUTEBOL 2016 REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS A COPA CEPEUSP DE FUTEBOL DE CAMPO tem como objetivo a integração dos docentes

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador

16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador 16ª Copa Farroupilha de Futebol Amador De Março a Julho de 2013 Organização: Prof. José Medeiros LIGA FARROUPILHA REGULAMENTO GERAL 1) Da fórmula de disputa: a) A competição contará com dezoito (18) equipes;

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO

ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA DO BANCO DO BRASIL VICE-PRESIDÊNCIA DE ESPORTES TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO TORNEIO INTERNO I COPA MUNDO A.A.B.B. DE FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO O Vice-Presidente de Esportes da Associação Atlética do Banco do Brasil de Belo Horizonte, usando de suas atribuições,

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL

CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL CAMPEONATO DE FUTSAL MACEIÓ 200 ANOS REGULAMENTO DE FUTSAL 1. Os jogos de Futsal serão realizados de acordo com as Regras Oficiais, salvo o estabelecido neste Regulamento. 2. Cada equipe poderá inscrever

Leia mais

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO

TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO TAÇA CIDADE SÃO JOSÉ DE FUTSAL 2014 REGULAMENTO GERAL I - DA ORGANIZÇÃO E DIREÇÃO Art. 1º - A organização da Taça Cidade São José de Futsal é de inteira responsabilidade da Prefeitura Municipal de São

Leia mais

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo

Leia mais

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração

REGULAMENTO 2010. IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração REGULAMENTO 2010 IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino da Administração CAPÍÍTULO II DASS DIISSPOSSIIÇÕESS PRELIIMIINARESS Art1º Art2º O IV Interperíodos de Futsal Masculino e Feminino, é uma

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015

1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015 19º CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL AMADOR DE NOVO GAMA-GO DE 2015 1ª / 2ª DIVISÃO, E SUB-18. REGULAMENTO E FORMA DE DISPUTA-2015 PROMOÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO GAMA - GO REALIZAÇÃO: SECRETARIA

Leia mais

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA

LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA LIGA GONÇALENSE DE DESPORTOS BOLETIM OFICIAL Nº 18/2012 - SÃO GONÇALO, 12 DE JUNHO DE 2012 RESOLUÇÕES DA PRESIDÊNCIA 1 REGULAMENTO CAMPEONATO GONÇALENSE DE FUTEBOL MIRIM CAPÍTULO - I - DA ORGANIZAÇÃO E

Leia mais

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO

REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO REGULAMENTO DO FUTSAL MASCULINO E FEMININO I - DOS LOCAIS DOS JOGOS Art. 1º - Os jogos serão realizados nos seguintes locais: Quadras 01,02 e 03 - térreo do Prédio 80 Quadras 01,02 e 03-4º andar do Prédio

Leia mais

CATEGORIA: IDADE LIVRE

CATEGORIA: IDADE LIVRE 15º CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL DE ADVOGADOS (15ª edição) 2014 CATEGORIA: IDADE LIVRE REGULAMENTO GERAL Art. 1 - Participantes: O 15º Campeonato Brasileiro de Futebol da OAB terá a participação dos

Leia mais

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO:

FUTEBOL DE CAMPO CATEGORIA / IDADE - MASCULINO: CATEGORIAS / IDADE - FEMININO: FUTEBOL DE CAMPO Todos os atletas deverão apresentar o Documento Original (conforme Art.do Regulamento Geral) É obrigatório (e indispensável) o uso de caneleiras para todos os atletas participantes das

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento

XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo 2014 Regulamento XIII Copa FUTEL de Futebol de Campo Regulamento 1 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1º - A XIII COPA FUTEL DE FUTEBOL DE CAMPO tem por objetivo principal o congraçamento geral dos participantes e criar alternativas

Leia mais

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES 2011 R E G U L A M E N T O / TEMPORADA 2011 = = = = = = = = = = = = DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO 1º O CAMPEONATO SAMBERNARDENSE DE FUTEBOL JUNIORES/2011,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO

ASSOCIAÇÃO DE FUTSAL DO RIO DE JANEIRO Regulamento e Punições JOGOS - INICIO DA COMPETIÇÃO 19 e 26 de Abril de 2015 1. Sede dos Jogos: C.R. BOQUEIRÃO Rua Jardel Jercolis, S/N Gloria Rio de Janeiro FLUMINENSE A.C. Rua Xavier de Brito, 22 Centro-Niterói

Leia mais

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti

II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti II CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2014 TAÇA FIFA 2014 Troféu Álvaro Wischral Tuti Regulamento Geral I Das Disposições Gerais Obs: A COMISSÃO É COMPOSTA pelos integrantes: Rafael Rangel,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO

REGULAMENTO DO CAMPEONATO MUNICIPAL DE 2012 CATEGORIA PRINCIPAL DIVISÃO ESPECIAL/1ª DIVISÃO/2ª DIVISÃO/3ª DIVISÃO/4ª DIVISÃO LIGA DE FUTEBOL DE SALÃO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO e-mail ligafutsalsbc@gmail.com ou ligafutsalsbc@uol.com.br - Data de fundação 15/08/1981 site : www.ligafutsalsaobernardo.com.br Telefones: 4122-58-85-4330-95-70

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011

REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 REGULAMENTO COPA BRASIL IMEF 2011 CATEGORIAS: MIRIM(97) SUB 14 PRÉ-MIRIM(98) SUB 13 FRALDINHA (99) SUB 12 DENTINHO(99) SUB 12 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento é o conjunto das disposições

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL

Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL Federação Paranaense de Futebol 7 VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 / 2015 REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I - Da Finalidade Art. 01 A VII COPA RIC DE FUTEBOL 7 2015, será organizada pela Federação Paranaense de

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA

APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA II COPA CINQUENTÃO BOTAFOGO DE FUTEBOL AMADOR APOIO EVIDÊNCIA PROMOTIONS CERVEJARIA FEMSA Acesse o site WWW.BOTAFOGODEGUAIANASES.COM.BR REALIZAÇÃO: ACOCESP: Promoções de Eventos e Coordenação de Esporte

Leia mais

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES

REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES REGULAMENTO da TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 SELETIVA FASE ESTADUAL TITULO I DAS FINALIDADES Artigo 1 - A TAÇA PAULO ROBERTO TRIVELLI 2015 é promovida, organizada e dirigida pela FEDERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO DE ACESSO (2 a DIVISÃO) 2015 N O R M A S E S P E C I A I S CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Goiano de Profissionais da

Leia mais

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro)

REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR. Torneio Verão (setembro a novembro) REGULAMENTO COPA ITATIAIA DE FUTEBOL SOCIETY AMADOR Torneio Verão (setembro a novembro) SUMÁRIO Página 01 DA PROMOÇÃO E APOIO DOS PARTICIPANTES DAS FASES DE CLASSIFICAÇÃO Página 02 e 03 TABELA DE CRUZAMENTO

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DO 17º CAMPEONATO PAULISTA DE FUTEBOL FEMININO - PRIMEIRA DIVISÃO

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

Liga de Rugby do Vale

Liga de Rugby do Vale REGULAMENTO DO TORNEIO Torneio de Rúgbi de Areia 58º Jogos Regionais de Caraguatatuba Liga de Rugby do Vale Capítulo I - Disposições Gerais Art. 1º - O Torneio de Rúgbi de Areia em Caraguatatuba, é um

Leia mais

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO

Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO Centro Universitário UNIVATES Complexo Esportivo 8 COPA UNIVATES 2015 FUTEBOL DE CAMPO REGULAMENTO DA PROMOÇÃO E ORGANIZAÇÃO: A promoção e a organização são do Centro Universitário UNIVATES/Complexo Esportivo

Leia mais

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN LOCAL/ DATA/ HORÁRIO Local: Campo Federação Paulista de Rugby Parque Esportivo do Trabalhador (Antigo CERET) Rua Canuto de Abreu, s/número - Tatuapé Data:

Leia mais

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite

Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite Torneio de Futsal 2014 Troféu Rafael Afonso Leite DOS OBJETIVOS: O Einstein Gol é um evento que visa aumentar sociabilizarão e integração entre todos os nossos alunos, funcionários, Corpo Docente e Direção.

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO

CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL DE CAMPO MÁSTER 2013 FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL 001/13 REGULAMENTO Dispõe sobre as normas a serem estabelecidas no Regulamento do Campeonato de MÁSTER

Leia mais

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa Sousa, 20 de abril de 2012 CAPÍTULO I DAS INSCRIÇÕES Art. 1º. Os times interessados em participar I Copa Integração de Futsal

Leia mais

DEPARTAMENTO TÉCNICO

DEPARTAMENTO TÉCNICO DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL: 001/14 Dispõe sobre o Regulamento do Campeonato Municipal de Futebol Amador da Categoria de Adultos - Temporada 2.014. O Presidente da Liga de Desportos de Belo Oriente

Leia mais

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas REGULAMENTO Open de Futsal 2007 Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes Leia sempre que tiver dúvidas! Este regulamento contém 08 páginas 1 REGULAMENTO GERAL I Das Disposições

Leia mais

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013.

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. I - DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O evento visa proporcionar aos servidores do Poder Judiciário Federal e instituições convidadas a integração e socialização

Leia mais

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES

REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES REGULAMENTO DANONE COPA DAS NAÇÕES Capítulo 1 Da Finalidade Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem como objetivo incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário e promover o intercâmbio,

Leia mais

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes

Período: 06/09 a 29/11 11 datas. Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes Período: 06/09 a 29/11 11 datas Realização: Faculdade Anísio Teixeira Departamento de Esportes COORDENAÇÃO: Prof. Eurico Gaspar de Oliveira CREF 0124 - G/BA CONTATO: (75) 8307-1261 / 9165-4938 / 3223.4158

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Artigo 01º - A COPA BH 2015 DE FUTEBOL7 Série Ouro, é uma competição promovida pela Liga BHF7, sob chancela da Confederação Brasileira

Leia mais

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO 4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO O 4º Campeonato de Férias dos Bancários iniciará em 06 de julho e terá suas finais no dia 18 de julho de 2015 no Clube dos Bancários, na

Leia mais

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR

LIGA PAULISTANA DE FUTEBOL AMADOR COPA LIGA PAULISTANA REGULAMENTO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Artigo 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que regem a Copa Liga Paulistana. Artigo 2º - A Copa tem por finalidade promover

Leia mais

CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011

CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011 CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011 1. GERAL O Campeonato Carioca de Quadras será disputado por quadras de 4 a 6 jogadores, devendo ser indicado um capitão jogador. Caso a soma dos valores de handicap dos

Leia mais

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES

CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES CAMPEONATO MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES E SESC/RS DE FUTEBOL DE SALÃO EDIÇÃO - 2015 CMD SÃO PAULO DAS MISSÕES O PRINCÍPIO DO ESPORTE É A LEALDADE. VAMOS PRATICÁ-LA REGULAMENTO Esse Regulamento é

Leia mais

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES

COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES COPA INCENTIVO 2012 3ª. DIVISÃO DA COMPETIÇÃO, INSCRIÇÃO DAS AGREMIAÇÕES, ATLETAS E PENALIDADES Art. 1 o. - A Copa Incentivo de Futebol 2014-3 a. Divisão será regida por este Regulamento específico e único

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE

XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE XI COPA PAULISTA DE FUTEBOL DE BASE REGULAMENTO OFICIAL - 2015 Da Finalidade Art. 01 - A XI Copa Paulista de Futebol de Base, tem por finalidade o estimulo à prática esportiva saudável, ao caráter formativo

Leia mais

DORIVAL ANTONIO DE LIMA

DORIVAL ANTONIO DE LIMA 5ºCOPA FUPESP FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2009 DORIVAL ANTONIO DE LIMA REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO 1 A Competição de Atletismo do JIUDESC 2014 será regida pelas Regras Internacionais da IAAF e pelo que dispõe este Regulamento. 2 Cada Centro poderá inscrever, no máximo,

Leia mais

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação

Do Cerimonial de Abertura OLIMGLOCK Da Identificação SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E INOVAÇÃO ESCOLA DE EDUCAÇÂO BÁSICA MONSENHOR GREGÓRIO LOCKS Justificativa Olimpíadas Gregório Locks Regulamento Geral Artigo 1º - No seu Projeto Político Pedagógico,

Leia mais

AGAP/DF ASSOCIAÇÕES DE GARANTIA AO ATLETA PROFISSIONAL DO DISTRITO FEDERAL CNPJ: 00.497.826/0001-08

AGAP/DF ASSOCIAÇÕES DE GARANTIA AO ATLETA PROFISSIONAL DO DISTRITO FEDERAL CNPJ: 00.497.826/0001-08 Regulamento da 16º COPA AGAP DE NOVOS TALENTOS Edição 2015 Copa Agap de Futebol Novos Talentos Categoria Sub 11 Copa Agap de Futebol Novos Talentos Categoria Sub 13 CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

Leia mais

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES

As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. REGULAMENTO I- FINALIDADES As Informações serão divulgadas no site www.faculdedemental.com.br e na www.unihorizontes.br. Após todos os jogos REGULAMENTO I- FINALIDADES ARTIGO 1º - O TORNEIO FUTSAL DA FACULDADE NOVOS HORIZONTES,

Leia mais

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE

REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 6ª COPA NOVE DE JULHO DE FUTEBOL AMADOR 2016 REALIZAÇÃO: NOVE DE JULHO CASA VERDE 1 REGULAMENTO DA 6ª COPA NOVE DE JULHO 2016 CAPITULO I Da PARTICIPAÇÃO Esta copa contará com a participação de 48 (quarenta

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014.

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. Página 1 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º- Este regulamento é o conjunto de disposições que rege os jogos internos do Colégio Facex edição 2014. CAPÍTULO II DA FINALIDADE Art. 2º - Os jogos internos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO

REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO VII TORNEIO INTER-CARTÓRIOS 2015 DE FUTSAL DE SOROCABA E REGIÃO REGULAMENTO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART.1 Este regulamento é o conjunto das disposições que regem as competições do Torneio

Leia mais

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015

Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 Prefeitura Municipal de Erechim Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Turismo Campeonato Municipal de Futebol de Campo Veterano - 2015 EQUIPES PARTICIPANTES - 1ª FASE GRUPO A 01. Acejá/N. Santin 02.

Leia mais

Regulamento Específico. Futsal

Regulamento Específico. Futsal Regulamento Específico Futsal 2015 Art. 1º - A competição de futsal dos Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às Regras Oficiais da FIFA para a modalidade, adotadas pela Confederação Brasileira

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS PARTICIPANTES REGULAMENTO GERAL O VI CAMPEONATO DE FUTEBOL DOS ADVOGADOS DO MARANHÃO visa incrementar a prática de futebol no Estado do Maranhão, promovendo a integração entre as equipes participantes. CAPÍTULO I DOS

Leia mais

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES

COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES COPA RURAL DE VETERANOS (EDIÇÃO 2014 / 2015) REGULAMENTO CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Artigo 1º A 13ª Copa Rural de Veteranos (Futebol de Campo), tem como finalidades, contribuir para a integração sócio

Leia mais

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015 REGULAMENTO DE SÃO PAULO CAPÍTULO 1 DA FINALIDADE Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem por objetivo, incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário, e promover o intercâmbio, a socialização

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO CIRCUITO PAULISTA UNIVERSITÁRIO DE RUGBY SEVENS FEMININO E COPA SP M19 Capítulo I - Disposições Gerais O Circuito Paulista Universitário de Rugby Sevens Feminino Adulto e a Copa M19 ou é um

Leia mais

R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1

R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1 R E G U L A M E N T O XII CAMPEONATO ESTADUAL DE FUTEBOL DE CAMPO - 2 0 1 1 DOS OBJETIVOS Art.1º- O XII Campeonato Estadual de Futebol de Campo - 2011, organizado pelo Departamento de Esportes e Lazer

Leia mais

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO APRESENTAÇÃO REGULAMENTO APRESENTAÇÃO O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Espírito Santo SESCOOP/ES está promovendo o 1º FUTCOOP INFANTIL MASCULINO, que será realizado no mês de julho

Leia mais

COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA)

COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA) COPA INTERBAIRROS 2ª Edição Taça Ricardo Peixoto (ROLINHA) REGULAMENTO CAPITULO I DISPOSICÕES PRELIMINARES Art. 1º - A Copa Interbairros de Futebol tem como finalidade despertar entre os comunitários a

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX ART. 1º - DA FINALIDADE REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX Os JOGOS MULTIVIX modalidade Beach Soccer fazem parte do CIRCUITO VIDA SAUDÁVEL MULTIVIX, torneio universitário que tem por finalidade integrar

Leia mais

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE BASQUETE Art. 1º - As competições da modalidade de Basquete serão regidas pelas regras oficiais da FIBA, em consonância com este regulamento específico e o Regulamento Geral da competição. a) Fase Classificatória

Leia mais

III CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2015 Troféu Álvaro Wischral Tuti

III CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2015 Troféu Álvaro Wischral Tuti III CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO BEIRA RIO CLUBE DE CAMPO 2015 Troféu Álvaro Wischral Tuti Regulamento Geral I Das Disposições Gerais Obs: A COMISSÃO É COMPOSTA pelos integrantes: Rafael Rangel, Sidnei

Leia mais

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL

1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL REGULAMENTO 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL 1- DOS OBJETIVOS: A 1 COPA SANTA MÔNICA DE FUTSAL INFANTIL tem como objetivo, a integração dos atletas de Futsal do clube, associados, e demais interessados

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS

REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS REGULAMENTO GERAL INTERATLÉTICAS DAS FINALIDADES Art. 1 o O I Interatléticas Anhembi Morumbi é uma competição promovida pelo Centro Esportivo Anhembi Morumbi, cujo objetivo é incentivar a prática de atividades

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO GERAL. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1º A Copa Sesquinho é promovida pelo Serviço Social do Comércio SESC-DF. Os jogos serão regidos pelo presente Regulamento Geral e por decisões

Leia mais

3ª Super Copa Serra Branca de Futebol - 2015

3ª Super Copa Serra Branca de Futebol - 2015 Regulamento Oficial da 3ª SUPER COPA SERRA BRANCA DE FUTEBOL - 2015 I - DAS FINALIDADES: Artigo 1º - A 3ª SUPER COPA SERRA BRANCA DE FUTEBOL - 2015, promovido pela Prefeitura Municipal de Serra Branca

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO

6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO 6º TAÇA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 6º TAÇA SAÚDE DE FUTSAL E VOLEIBOL - SES é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato tem por

Leia mais

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA

LIGA ATLÉTICA DA REGIÃO MINEIRA CAMPEONATO REGIONAL DA LARM DE FUTEBOL NÃO PROFISSIONAL DA 1ª DIVISÃO DE 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO Disposições Preliminares: CAPÍTULO I Art. 1º - O campeonato Regional da Liga Atlética da Região Mineira

Leia mais

8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR

8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR 8 8 COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR Resolve publicar as seguintes normas para disputa da COPA CAPELINHA DE FUTEBOL AMADOR 2014 INICIO DIA 09 fevereiro DE 2014 DA FORMA DE DISPUTA Art.01- a Copa capelinha

Leia mais