Sistema dos Regimes Próprios de Previdência Social SRPPS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema dos Regimes Próprios de Previdência Social SRPPS"

Transcrição

1 Sistema dos Regimes Próprios de Previdência Social SRPPS 1

2 2

3 SISTEMA DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL_SRPPS O SRPPS compreende ações de definição, documentação, desenvolvimento e carregamento de banco de dados, com o objetivo de consolidar os dados cadastrais, funcionais, previdenciários e financeiros dos servidores públicos brasileiros. O SRPPS é composto das aplicações: Sistema Previdenciário de Gestão de Regimes Públicos de Previdência Social_SIPREV/Gestão - ( banco de dados de nível local) Cadastro Nacional de Informações Sociais de Regimes Públicos de Previdência Social_CNIS/RPPS - (banco de dados de nível nacional) INFORME/CNIS/RPPS - (Aplicativo de geração de relatórios) 3

4 SISTEMA DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL_SRPPS OBJETIVO ESTRATÉGICO O SRPPS, como projeto de governo, tem o intuito de criar e unificar o cadastro dos servidores públicos brasileiros, a fim de oferecer aos gestores de Regimes Próprios de Previdência Social informações gerenciais que aumentem o nível de controle dos gastos públicos e a melhoria da qualidade da folha de pagamento, sob o gerenciamento do Ministério da Previdência Social em parceria com o Ministério do Planejamento, que visa a melhoria da qualidade da folha de pagamento. 4

5 Objetivos do SRPPS Dispor de documentos, informações e séries históricas de dados, para propiciar a elaboração de avaliação e reavaliações atuariais atualizadas, completas e consistentes, a fim de se atender ao disposto no caput do artigo 40 da CF Atender ao disposto no artigo 3º da Lei /04 e as seguintes necessidades dos gestores de Regime Próprio na gestão da previdência do servidor público: Realizar censo previdenciário de dados cadastrais, funcionais, previdenciários e financeiros dos servidores ativos, dos dependentes, dos aposentados e dos pensionistas, com vistas a melhorar a qualidade real dos dados; 5

6 OBJETIVOS DO SRPPS Proporcionar, a partir de dados cadastrais atualizados, de histórico de dados funcionais, previdenciários e financeiros a emissão de Certidão de Tempo de Contribuição - CTC e a Simulação e Concessão de Benefícios; Dispor de informações gerenciais relativas a tempo de contribuição, a remunerações e contribuições, a óbitos e benefícios nos dois regimes previdenciários (RPPS e RGPS) e a quantitativo de servidores, aposentados, pensionistas e dependentes com informações detalhadas por idade, sexo e outras variáveis necessárias a uma avaliação atuarial robusta. 6

7 AÇÕES do MPS para a melhoria da qualidade dos dados e o carregamento dos bancos de dados Disponibiliza a aplicação SIPREV/Gestão, manuais e informações sobre o SRPPS na Comunidade Siprev do Portal de Software Público Brasileiro-PSP. Contrata empresas ou assessora os entes federativos para realizar censo previdenciário a partir dos dados cadastrais, funcionais, previdenciários e financeiros. Verifica a necessidade de contratação de empresas para realizar a identificação biométrica e digitalização de documentos. Estabelece Agenda de Trabalho em conjunto com os entes federativos, Ministra treinamento presencial tanto no MPS/SPPS quanto nos municípios. Disponibiliza na Comunidade Siprev aplicativo de ensino a distância. 7

8 DESTAQUES Dos municípios brasileiros, garantem RPPS para seus servidores, destes 331 assinaram o plano de trabalho com a opção de utilizar o SIPREV/Gestão. A SPPS/DRPSP até 2011 atendeu a 280 Entes Federativos, com treinamento a 700 servidores. Atualmente pessoas estão cadastradas na Comunidade SIPREV no Portal do Software Público Brasileiro, e já acessaram a Comunidade. 8

9 IMPACTOS DO SRPPS Consolidação das informações de todos os servidores públicos; Melhoria da qualidade dos dados necessários para a avaliação atuarial e para a concessão de benefícios. Atualização permanente dos dados dos servidores públicos brasileiros; Obtenção de dados reais e de séries históricas de dados para a efetivação de avaliação atuarial consistente. Possibilidade de consultar acumulação de cargo no momento da posse do novo servidor ou em qualquer momento; Concentração de informações previdenciárias dos servidores, inclusive as relativas ao Regime Geral, facilitando suas aposentadorias Viabilizará a compensação de créditos entre os entes federativos; 9

10 IMPACTOS DO SRPPS Possibilidade de visualização do histórico laboral do servidor, independentemente do regime que esteve vinculado, o que irá agilizar a concessão do seu benefício por meio do SIPREV/Gestão; Redução de gastos públicos pela centralização e automatização de geração de informações relativas dados cadastrais, tempos de contribuição, a óbitos e a vínculos nos dois regimes de previdência e em todos os RPPS. Permitirá a verificação das remunerações recebidas em vários vínculos para fins de gerenciamento do Teto Remuneratório. 10

11 DESTAQUES SOBRE O SIPREV/Gestão de RPPS O Sistema Previdenciário de Gestão de Regimes Públicos de Previdência Social (SIPREV/Gestão de RPPS) é uma ferramenta oferecida gratuitamente pelo Ministério da Previdência Social (MPS) aos entes federativos com Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). As ações de carregamento dos dados é de responsabilidade dos administradores de cada ente federado. Permite. que o ente federativo mantenha em suas dependências um banco com os dados cadastrais, funcionais e financeiros de seus servidores públicos. 11

12 DESTAQUES SOBRE O SIPREV/Gestão de RPPS Viabiliza ao ente federativo a realização do Censo Previdenciário de seus servidores aposentados e pensionistas, conforme previsão normativa vigente. É um sistema de fácil manuseio e operacionalização. Contém a funcionalidade de geração e validação de arquivos para o envio ao CNIS/RPPS. 12

13 FUNCIONALIDADES DISPONÍVEIS Emissão de Certidão de Tempo de Contribuição; Banco de dados com o cadastro de dados pessoais, funcionais, carreira, cargo, órgão de lotação, jornada de trabalho, dados previdenciários e financeiros, cadastro de dependentes e pensionistas Censo Previdenciário (ativo, dependentes, aposentados e pensionistas); Importação de dados; Gerador de arquivo para o CNIS/RPPS; Emissão de relatórios gerenciais. 13

14 FUNCIONALIDADES PREVISTAS Cadastro de tempos de contribuição do RGPS e de outro RPPS ; Alinhamento das aplicações, movimentação funcional, contagem de tempo, ajustes em relatórios, instalador e exportador. Cadastro de benefícios concedidos em outras aplicações ou manualmente; Simulação de benefícios, Concessão,manutenção,revisão e benefícios; Folha de pagamento; Extração de dados para avaliação atuarial; Gestão contábil. 14

15 CASOS DE SUCESSO DAS APLICAÇÕES FORMADORAS DO SRPPS RPPS do Governo do Distrito Federal: carregamento dos dados no SIPREV/Gestão, exportação para o CNIS/RPPS e tratamento e cruzamento de dados no INFORME/CNIS/RPPS; RPPS do Governo do Estado de São Paulo: carregamento dos dados no SIPREV/Gestão, exportação para o CNIS/RPPS e tratamento e cruzamento de dados no INFORME/CNIS/RPPS; RPPS relativo aos 03 poderes da União: carregamento dos dados no SIPREV/Gestão, exportação de alguns órgãos para o CNIS/RPPS e tratamento e cruzamento de dados no INFORME/CNIS/RPPS destes dados exportados. 15

16 CASOS DE SUCESSO DAS APLICAÇÕES FORMADORAS DO SRPPS RPPS do Município de Fortaleza: carregamento dos dados no SIPREV/Gestão, exportação para o CNIS/RPPS e tratamento e cruzamento de dados no INFORME/CNIS/RPPS e, Realização de censo previdenciário do poder executivo, para reenvio ao CNIS/RPPS visando geração de informações atualizadas decorrente de cruzamento e tratamento dos dados. 16

17 CASOS DE SUCESSO DAS APLICAÇÕES FORMADORAS DO SRPPS Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério do Planejamento que utilizará o SRPPS para obtenção de resultados efetivos no projeto governamental de depuração da folha de pagamento. Decretos publicados pelo Governo do Estado da Paraíba e Prefeitura de João Pessoa, Governo do Estado do Mato Grosso do Sul, regulamentando a implementação do SRPPS. 17

18 Entes Federativos com Plano e Agenda de Trabalho firmados para utilização do SRPPS com destaque para o CENSO Governo do Estado do Mato Grosso do Sul Governo de Rondônia Governo de Roraima Governo do Maranhão Governo do Rio Grande do Norte Governo do Estado da Paraíba Governo do Estado do Rio de Janeiro Governo do Estado do Rio Grande do Sul Natal/RN João Pessoa/PB Belo Horizonte/MG Manaus/AM Maceió/AL Goiânia/GO Fortaleza/CE 18

19 METAS Concluir junto a DATAPREV desenvolvimento de funcionalidades que permitam a validação de dados, envio para o CNIS/RPPS e disponibilização de INFORMAÇÕES, via INFORME/CNIS/RPPS, inclusive as decorrentes de cruzamento de dados entre os entes federados. Iniciar o processo de cruzamento de dados entre os entes federados e a União, poder executivo em atendimento ao Termo de Cooperação Técnica MPOG X MPS. 19

20 METAS 2012 Implementar o SRPPS (SIPREV/Gestão instalado no RPPS, dados carregados no CNIS/RPPS e informações disponibilizadas no INFORME/CNIS/RPPS) na União, nos 26 Estados, 26 capitais, Distrito Federal e mais 50 municípios. Encaminhar o Decreto de regulamentação do art. 3º da Lei /

21 A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS RPPS SIPREV/Gestão de RPPS INFORME CNIS/RPPS 21

22 A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS RPPS SIPREV/Gestão de RPPS INFORME CNIS/RPPS QUANTIDADE DE SERVIDORES POR SITUAÇÃO PREVIDÊNCIÁRIA 22

23 A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS RPPS SIPREV/Gestão de RPPS INFORME CNIS/RPPS - INFORME CNIS/RPPS QUANTIDADE DE SERVIDORES POR SITUAÇÃO FUNCIONAL 23

24 A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS RPPS SIPREV/Gestão de RPPS INFORME CNIS/RPPS QUANTIDADE DEPENDENTES POR TIPO DE DEPENDÊNCIA 24

25 A IMPORTÂNCIA DA UTILIZAÇÃO DE UMA FERRAMENTA DE GESTÃO PARA OS RPPS SIPREV/Gestão de RPPS INFORME CNIS/RPPS QUANTIDADE DE SERVIDORES COM INFORMAÇÕES CADASTRADAS NO CNIS-RGPS 25

26 26

27 27

28 28

29 29

30 30

31 Ministério da Previdência Social Departamento dos Regimes de Previdência no Serviço Público Coordenação-Geral de EstudosTécnicos, Estatísticas e Informações Gerenciais Esplanada dos Ministérios Bloco F Anexo, Ala A Sala 435 CEP Telefones: (61)

Importância do Sistema SRPPS na Evolução Histórica dos Regimes Próprios de Previdência Social BANCO DE DADOS

Importância do Sistema SRPPS na Evolução Histórica dos Regimes Próprios de Previdência Social BANCO DE DADOS Importância do Sistema SRPPS na Evolução Histórica dos Regimes Próprios de Previdência Social BANCO DE DADOS OBRIGAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO, DIREITO DO SERVIDOR PÚBLICO Teresina PI, 06.12.2012 1 Fundamentação

Leia mais

DECRETO N.º 4281, DE 03 DE OUTUBRO DE 2013. D E C R E T A :

DECRETO N.º 4281, DE 03 DE OUTUBRO DE 2013. D E C R E T A : DECRETO N.º 4281, DE 03 DE OUTUBRO DE 2013. DISPÕE SOBRE A IMPLANTAÇÃO DO PROGRAMA DE MELHORIA DA QUALIDADE DOS DADOS CADASTRAIS DOS SERVIDORES DO MUNICÍPIO DE GUAÍRA / SP, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O

Leia mais

PROJETO DO MPS PARA O GERENCIAMENTO DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO BRASILEIRO

PROJETO DO MPS PARA O GERENCIAMENTO DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO BRASILEIRO CNIS/RPPS e INFORME/CNIS/RPPS AGENDA DE TRABALHO PROJETO DO MPS PARA O GERENCIAMENTO DA PREVIDÊNCIA DO SERVIDOR PÚBLICO BRASILEIRO Criar e manter Banco de Dados de Nível Local e de Nível Nacional Ente

Leia mais

SISTEMAS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL (SRPPS)

SISTEMAS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL (SRPPS) Centro de Convenções Ulysses Guimarães Brasília/DF 4, 5 e 6 de junho de 2012 SISTEMAS DOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL (SRPPS) Nancy Abadia de Andrade Ramos 1 Painel 01/003 A previdência do servidor

Leia mais

COMPENSAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

COMPENSAÇÃO PREVIDENCIÁRIA COMPREV COMPENSAÇÃO PREVIDENCIÁRIA O QUE É? É o acerto de contas entre o Regime Geral de Previdência Social - RGPS, representado MPS/INSS e os Regimes Próprios de Previdência dos Servidores RPPS, dos Municípios,

Leia mais

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015.

DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. DECRETO Nº 19.085, DE 21 DE JULHO DE 2015. Estabelece o Censo Cadastral Previdenciário dos servidores públicos detentores de cargo efetivo, ativos e aposentados, do Regime Próprio de Previdência Social

Leia mais

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES ALEGRE. Porto Alegre, novembro de 2010

DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES ALEGRE. Porto Alegre, novembro de 2010 DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PORTO ALEGRE Porto Alegre, novembro de 2010 REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Os servidores públicos ocupantes de cargo

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE RPPS 1 - O que vem a ser regime próprio de previdência social (RPPS)? R: É o sistema de previdência, estabelecido no âmbito de cada ente federativo, que assegure, por lei, ao

Leia mais

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015

ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 ANÁLISE DA NOTA TÉCNICA DPREV/ATUÁRIA 034/2015 PROJETO DE LEI 252/2015 Este parecer tem por objetivo analisar atuarialmente o Projeto de Lei 0252/2015 que Dispõe sobre a Reestruturação do Plano de Custeio

Leia mais

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano

RPPS X RGPS. Atuário Sergio Aureliano RPPS X RGPS Atuário Sergio Aureliano RPPS PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO E O SISTEMA PREVIDENCIÁRIO BRASILEIRO ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RGPS e REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA

Leia mais

PORTARIA MPS Nº 403, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 11/12/2008

PORTARIA MPS Nº 403, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 11/12/2008 PORTARIA MPS Nº 403, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2008 DOU 11/12/2008 Dispõe sobre as normas aplicáveis às avaliações e reavaliações atuariais dos Regimes Próprios de Previdência Social - RPPS da União, dos Estados,

Leia mais

EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98

EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98 SPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social Departamento dos Regimes de Previdência no Serviço Público-DRPSP EC 70/12 E MUDANÇAS NA LEI 9.717/98 BENTO GONÇALVES, 25 de Maio de 2012 1 EMENDA CONSTITUCIONAL

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O NOVO DRAA

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O NOVO DRAA INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O NOVO DRAA 1) O envio do DRAA de 2015 não será mais realizado pela atual plataforma: http://www.previdencia.gov.br/demonstrativo-de-resultados-da-avaliacao-atuarial/ 2) Foi desenvolvido

Leia mais

SISTEMA DE PRONTUÁRIO DO SERVIDOR PROTEC

SISTEMA DE PRONTUÁRIO DO SERVIDOR PROTEC SISTEMA DE PRONTUÁRIO DO SERVIDOR PROTEC ÍNDICE 1. Introdução...3 2. Cadastros...3 2.1. Cadastros Básicos...3 2.2. Servidores...4 2.3. Dependentes e Empregos Anteriores...4 2.4. Contribuições...5 3. Biometria...6

Leia mais

Data do início da implementação da experiência: OUTUBRO / 2000

Data do início da implementação da experiência: OUTUBRO / 2000 Experiência: Sistema Integrado de Informações Previdenciárias SIPREV Ministério da Previdência e Assistência Social MPAS Secretaria de Previdência Social SPS Departº dos Regimes de Previdência no Serviço

Leia mais

Introdução à atuária. Universidade de Cuiabá Tangará da Serra Curso: Ciências Contábeis Disciplina: Noções de Atuária

Introdução à atuária. Universidade de Cuiabá Tangará da Serra Curso: Ciências Contábeis Disciplina: Noções de Atuária Universidade de Cuiabá Tangará da Serra Curso: Ciências Contábeis Disciplina: Noções de Atuária Introdução à atuária Aula 01 Prof. Dr. Junio C. Martinez O ATUÁRIO Profissão regulamentada em 03/04/1970

Leia mais

Página 1 de 7 Demonstrativo de Resultados da Avaliação Atuarial - 2014 RJ - PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA CNPJ : 32512501000143 SIAFI : 985925 Cadastro de Nome do Plano : Plano Previdenciário QUADRO

Leia mais

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos

A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO. Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos A GESTÃO DA FORÇA DE TRABALHO NO SETOR PÚBLICO SOB O PRISMA PREVIDENCIÁRIO Marcus Vinícius de Souza Maria Thais da Costa Oliveira Santos Painel 46/162 Uma visão de longo prazo da Força de Trabalho no setor

Leia mais

Regimes Próprios de Previdência Social dos Estados e Municípios: Profundidade da crise fiscal e instrumentos para enfrentá-la

Regimes Próprios de Previdência Social dos Estados e Municípios: Profundidade da crise fiscal e instrumentos para enfrentá-la Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Regimes Próprios de Previdência Social dos Estados e Municípios: Profundidade da crise fiscal e instrumentos para enfrentá-la RPPS no Brasil União, incluidos

Leia mais

DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO

DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO DIPR - CONHECENDO O NOVO DEMONSTRATIVO O envio do DIPR será exigido a partir do 4º bimestre de 2013, cujo prazo se encerra em 30 de setembro. Esse novo demonstrativo será de suma importância, pois além

Leia mais

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000)

ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL. (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) ANEXO DE METAS FISCAIS AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL (Artigo 4º 2º, inciso IV, alínea a da Lei Complementar nº 101/2000) PLANO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE LONDRINA

Leia mais

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social Aposentadoria Especial Servidor PúblicoP Impacto decisões STF Aposentadoria Especial Art. 40 4º Constituição Federal

Leia mais

RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ

RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ RPPS SERVIDORES PÚBLICOS DO PARANÁ NATUREZA JURÍDICA ESTRUTURA FINANCIAMENTO SERVIDRES ABRANGIDOS DESAFIOS 1 História da Previdência Surge no dia que as pessoas começam a acumular para o futuro, para o

Leia mais

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DECONTAS RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012

ESTADO DE PERNAMBUCO TRIBUNAL DECONTAS RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO T.C. Nº 04, 7 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre o Sistema de Gerenciamento de Recursos da Sociedade SAGRES na esfera municipal. O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO, na sessão do Pleno realizada

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DO MUNICÍPIO DE TAQUARITINGA 1. INTRODUÇÃO A previdência social no Brasil pode ser divida em dois grandes segmentos, a saber: Regime Geral de Previdência Social (RGPS):

Leia mais

A importância da adoção do RPPS pelos Municípios. Subtítulo

A importância da adoção do RPPS pelos Municípios. Subtítulo A da adoção do RPPS pelos Municípios Subtítulo POR QUE INSTITUIR O RPPS? O art. 40 da Constituição Federal assegura aos servidores públicos titulares de cargo efetivo da União, dos Estados e dos Municípios

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Universidade Federal de Mato Grosso Pró-Reitoria Administrativa Secretaria de Gestão de Pessoas PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Cuiabá-MT Abril/2014 O QUE

Leia mais

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com

Críticas e sugestões através do nosso e-mail: iprevi1@hotmail.com 1 CARTILHA DO SEGURADO 1. MENSAGEM DA DIRETORA PRESIDENTE Esta cartilha tem como objetivo dar orientação aos segurados do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Itatiaia IPREVI,

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE IBIRITÉ - IPASI

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE IBIRITÉ - IPASI AVISO DE ADJUDICAÇÃO Aos 20 (vinte) dias do mês de maio do ano de 2013 (dois mil e treze), após a análise da proposta apresentada pela licitante, a Pregoeira Municipal e a Comissão de Apoio do Instituto

Leia mais

CNIS-RPPS - Transmissor MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.3

CNIS-RPPS - Transmissor MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.3 DIRETORIA DE RELACIONAMENTO, DESENVOLVIMENTO E INFORMAÇÕES - DRD UNIDADE DE DESENVOLVIMENTO DO CEARÁ - UDCE CNIS-RPPS - Transmissor MANUAL DO USUÁRIO Versão 1.3 DIRETORIA DE RELACIONAMENTO, DESENVOLVIMENTO

Leia mais

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO

A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Previdência Social A PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO SALVADOR-BA, 17 DE JULHO DE 2004 PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO RPPS INSTITUÍDOS NO BRASIL Possibilidade

Leia mais

Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE

Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE Assunto: Comparando o Regime Próprio de Previdência Social com o INSS. ANÁLISE A Previdência Social no Brasil é um direito previsto pela Constituição Federal e se organiza por três regimes previdenciários

Leia mais

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO

COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO COGESP/SEPOG/PMF III REUNIÃO Agenda Horário Assunto Palestrante 8:00h às 8:30h Abertura da Reunião pelo Secretário da SEPOG Philipe Nottingham 8:30h às 9:30h Apresentação do Processo de Aposentadoria nova

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei.

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL: Faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei. (*) Os textos contidos nesta base de dados têm caráter meramente informativo. Somente os publicados no Diário Oficial estão aptos à produção de efeitos legais. LEI Nº 3.545, DE 17 DE JULHO DE 2008. Publicada

Leia mais

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988

CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988 MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL MPS SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL SPPS DEPARTAMENTO DOS REGIMES DE PREVIDÊNCIA NO SERVIÇO PÚBLICO DRPSP COORDENAÇÃO-GERAL DE AUDITORIA, ATUÁRIA, CONTABILIDADE

Leia mais

REGRAS DE APOSENTADORIAS

REGRAS DE APOSENTADORIAS REGRAS DE APOSENTADORIAS Cartilha elaborada para reunião com servidores de Betim - Maio/2015 O IPREMB O IPREMB é uma autarquia que operacionaliza e administra o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS)

Leia mais

NOTA JURÍDICA N.º 001/2006 Cuiabá/MT, 04 de abril de 2006.

NOTA JURÍDICA N.º 001/2006 Cuiabá/MT, 04 de abril de 2006. NOTA JURÍDICA N.º 001/2006 Cuiabá/MT, 04 de abril de 2006. A MÉDIA ARITMÉTICA SIMPLES E O CÁLCULO DOS PROVENTOS DE APOSENTADORIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS FACE A EMENDA CONSTITUCIONAL N.º 41, DE 2003 1.

Leia mais

OS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E A RESPONSABILIDADE DOS CONSELHEIROS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL

OS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E A RESPONSABILIDADE DOS CONSELHEIROS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL OS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL E A RESPONSABILIDADE DOS CONSELHEIROS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL O Regime Próprio de Previdência Social RPPS, de caráter contributivo, é o regime assegurado

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria do Planejamento e Gestão - SEPLAG Coordenadoria de Gestão Previdenciária I SEMINÁRIO DE GESTÃO DE PESSOAS

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria do Planejamento e Gestão - SEPLAG Coordenadoria de Gestão Previdenciária I SEMINÁRIO DE GESTÃO DE PESSOAS GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ Secretaria do Planejamento e Gestão - SEPLAG Coordenadoria de Gestão Previdenciária I SEMINÁRIO DE GESTÃO DE PESSOAS Benefício de Aposentadoria e Abono de Permanência Robson

Leia mais

Congresso Pernambucano de Municípios

Congresso Pernambucano de Municípios Congresso Pernambucano de Municípios O desenvolvimento dos municípios sustenta o crescimento do Brasil. José Coimbra Patriota Filho Presidente da Amupe RPPS: Sustentabilidade e Compensação Previdenciária

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007.

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. DECRETO Nº 6.244, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2007. ESTABELECE AS ATRIBUIÇÕES, NÍVEL DE ESCOLARIDADE E JORNADA DE TRABALHO DE S PÚBLICOS DO IPRESB. RUBENS FURLAN, Prefeito do Município de Barueri, usando das

Leia mais

A preparação das empresas para o esocial

A preparação das empresas para o esocial www.pwc.com.br A preparação das empresas para o esocial Fevereiro de 2014 (DC2) Uso Restrito na PwC - Confidencial Agenda O esocial e seus impactos Sobre a pesquisa Principais conclusões Governança do

Leia mais

SOLICITE UM CÁLCULO PERSONALIZADO

SOLICITE UM CÁLCULO PERSONALIZADO Uma entidade voltada para a promoção e divulgação do Direito Previdenciário SOLICITE UM CÁLCULO PERSONALIZADO O IEPREV é composto por uma equipe de qualificados profissionais que, além de disponibilizarem

Leia mais

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS

LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS 2015 ANEXO DE METAS FISCAIS V - AVALIAÇÃO DA SITUAÇÃO FINANCEIRA E ATUARIAL DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO PARÁ RPPS A Emenda Constitucional nº 20, de 15

Leia mais

Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais

Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais IPASSPSM Instituto de Previdência e Assistência a Saúde dos Servidores Públicos Municipais IPASSPSM SANTA MARIA/RS AVALIAÇÃO ATUARIAL Ano Base: 2013 Data Base:31/12/2012 Índice 1. Introdução... 02 2. Origem

Leia mais

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil?

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil? Perguntas Frequentes 1. O que é a Funpresp Exe? É a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo, criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar

Leia mais

Regime Próprio de Previdência Social

Regime Próprio de Previdência Social Regime Próprio de Previdência Social Regime Próprio de Previdência Social RPPS é o regime de previdência, estabelecido no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios que assegura,

Leia mais

Brasília, 28 de abril de 2014. NOTA JURÍDICA

Brasília, 28 de abril de 2014. NOTA JURÍDICA Brasília, 28 de abril de 2014. NOTA JURÍDICA Assunto: Manutenção do regime previdenciário anterior à previdência complementar pelos novos servidores federais que ingressaram no serviço público de outras

Leia mais

Actuarial Assessoria e Consultoria Atuarial Ltda Benjamin Constant, 67 Cj.404 CEP 80060 020 Curitiba Pr Fone/Fax (41)3322-2110 www.actuarial.com.

Actuarial Assessoria e Consultoria Atuarial Ltda Benjamin Constant, 67 Cj.404 CEP 80060 020 Curitiba Pr Fone/Fax (41)3322-2110 www.actuarial.com. Fundação AMAZONPREV Poder Executivo e Assembléia AVALIAÇÃO ATUARIAL Ano Base: 2014 Data Base: 31/12/2013 Índice 1. Introdução... 02 2. Participantes e Beneficiários... 02 3. Data Base dos Dados e da Avaliação...

Leia mais

- Resolução TC nº 257, de 07 de março de 2013 Altera os dispositivos da Resolução TC nº 227/2011.

- Resolução TC nº 257, de 07 de março de 2013 Altera os dispositivos da Resolução TC nº 227/2011. técnico atuarial do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do município de Vila Velha. - Lei Complementar Municipal nº 021, de 17 de janeiro de 2012 Institui o plano de custeio da

Leia mais

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS

Ministério da Previdência Social MPS Secretaria de Políticas de Previdência Social SPS RPPS E RGPS RPPS E RGPS GUAXUPÉ MG AMOG - Associação dos Municípios da Microrregião da Baixa Mogiana. Pedro Antônio Moreira - AFRFB RGPS REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL Art 201 ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014

PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA Outubro de 2014 DIVISÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - DTI PLANO DIRETOR DE INFORMÁTICA - 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVOS 2. CENÁRIO ATUAL DE TI 2.1. AVALIAÇÃO E DIAGNÓSTICO DO CENÁRIO

Leia mais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais

A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais A Aposentadoria dos Servidores Públicos Federais Carlos Alberto Pereira de Castro Curitiba, junho de 2008 Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores públicos passou a ser relevante com as reformas

Leia mais

AVALIAÇÃO ATUARIAL REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO PALOTINA - PR. Curitiba, 31 de março 2014.

AVALIAÇÃO ATUARIAL REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO PALOTINA - PR. Curitiba, 31 de março 2014. AVALIAÇÃO ATUARIAL REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PALOTINA - PR Curitiba, 31 de março 2014. 1 Índice APRESENTAÇÃO... 5 OBJETIVOS... 5 BASE CADASTRAL... 5 Base

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATANTE: GOIÁS PREVIDÊNCIA - GOIASPREV CONTRATADA: A CONTRATAR ELABORAÇÃO: DIRETORIA DE PREVIDÊNCIA

TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATANTE: GOIÁS PREVIDÊNCIA - GOIASPREV CONTRATADA: A CONTRATAR ELABORAÇÃO: DIRETORIA DE PREVIDÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA PARA ESTUDO ATUARIAL DO REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DE GOIÁS CONTRATANTE: GOIÁS PREVIDÊNCIA - GOIASPREV CONTRATADA: A CONTRATAR ELABORAÇÃO:

Leia mais

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014):

Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário. XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): Prova Comentada TRT/SP Direito Previdenciário XX. (Analista Judiciário Área Judiciária/TRT-2/FCC/2014): 54. Uma vez criados por lei do ente federativo, vinculam-se aos regimes próprios de previdência social

Leia mais

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia

Estado de Goiás Prefeitura Municipal de Niquelândia PROCEDIMENTOS E ROTINAS AO DARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Título: Instrução Normativa nº. 001/2012. Ementa: Recomenda procedimentos para o Departamento de Recursos Humanos dos Órgãos da Administração Direta

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA E REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL COMPARATIVO DE CUSTOS Atualmente, no Brasil, aproximadamente 3000 municípios possuem Regimes Próprios de Previdência. Ao final do ano

Leia mais

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. A Regulamentação das Aposentadorias Especiais

MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social. A Regulamentação das Aposentadorias Especiais MPS Ministério da Previdência Social SPS Secretaria de Políticas de Previdência Social A Regulamentação das Aposentadorias Especiais Brasília - DF, 14 de setembro de 2010 Quantidade de Servidores da União,

Leia mais

PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009.

PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009. PORTARIA RIOPREVIDÊNCIA Nº. 148 DE 09 DE FEVEREIRO DE 2009. ALTERA O MODELO DE CERTIDÃO DE TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO - CTC, DISCIPLINA PROCEDIMENTOS QUANTO À SUA EXPEDIÇÃO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PRESIDENTE

Leia mais

VI - Sistemas Previdenciários

VI - Sistemas Previdenciários VI - Sistemas Previdenciários Regime Geral de Previdência Social Regime de Previdência dos Servidores Públicos Federais Projeto de Lei Orçamentária Mensagem Presidencial Cabe ao Governo Federal a responsabilidade

Leia mais

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015

PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 PROVA DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO TCE-CE FCC 2015 Direito Previdenciário 67. (Auditor de Controle Externo/TCE-CE/FCC/2015): O princípio constitucional estipulando que a Seguridade Social deve contemplar

Leia mais

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015

Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Orientação de Serviço SEPLAG/DCCTA e SEE/SNP nº001/2015 Assunto: Situação previdenciária dos servidores públicos estaduais efetivados pela Lei Complementar Estadual nº100, de 2007, à vista da decisão proferida

Leia mais

Ministério da Previdência Social

Ministério da Previdência Social Ministério da Previdência Social Secretaria Executiva Assessoria de Cadastros Corporativos CNIS Cadastro Nacional de Informações Sociais Fundamentação Legal Criado pelo Decreto 97.936, de 10 de julho de

Leia mais

DECRETO Nº 16.674, de 5 de maio de 2010.

DECRETO Nº 16.674, de 5 de maio de 2010. DECRETO Nº 16.674, de 5 de maio de 2010. Disciplina a gestão de pessoal no âmbito do Poder Executivo Municipal e institui o Sistema de Recursos Humanos do Município do Porto Alegre RHPOA. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

AVALIAÇÃO ATUARIAL EXERCÍCIO 2016 ANO BASE 2015 MANUAL PARA GERAÇÃO DOS ARQUIVOS

AVALIAÇÃO ATUARIAL EXERCÍCIO 2016 ANO BASE 2015 MANUAL PARA GERAÇÃO DOS ARQUIVOS AVALIAÇÃO ATUARIAL EXERCÍCIO 2016 ANO BASE 2015 MANUAL PARA GERAÇÃO DOS ARQUIVOS 1. Geração dos arquivos XML para carga de dados no SIPREV/GESTÃO de RPPS: Passo 1: Gerar o arquivo XML de todos os servidores

Leia mais

Programa Saúde da Família - PSF

Programa Saúde da Família - PSF COORDENAÇÃO-GERAL DE NORMAS DE CONTABILIDADE APLICADAS À FEDERAÇÃO - CCONF GERÊNCIA DE NORMAS E PROCEDIMENTOS DE GESTÃO FISCAL - GENOP Programa Saúde da Família - PSF REUNIÃO DO GRUPOS TÉCNICOS DE PADRONIZAÇÃO

Leia mais

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009

Previdência Social. As Reformas da. Emenda Constitucional 47/05. Daisson Portanova. Outubro/2009 As Reformas da Previdência Social IV encontro do FUNSEMA Seminário de Previdência da Região Metropolitana Emenda Constitucional 47/05 Outubro/2009 Daisson Portanova ESTRUTURA DO SISTEMA PREVIDENCIÁRIO

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA ESTUDO ESTUDO QUADRO COMPARATIVO DA LEGISLAÇÃO PREVIDENCIÁRIA Cláudia Augusta Ferreira Deud Consultora Legislativa da Área XXI Previdência e Direito Previdenciário ESTUDO ABRIL/2007 Câmara dos Deputados

Leia mais

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul GAB. CONS. MARISA JOAQUINA MONTEIRO SERRANO

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul GAB. CONS. MARISA JOAQUINA MONTEIRO SERRANO RELATÓRIO VOTO : REV-G.MJMS-1196/2015 PROCESSO TC/MS : TC/116662/2012 PROTOCOLO : 2012 ÓRGÃO : INSTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ROCHEDO ASSUNTO DO PROCESSO : CONSULTA RELATOR : CONS. JERSON

Leia mais

PORTARIA MPS N 170/2012 DE 25 DE ABRIL DE 2012 IMPLEMENTAÇÃO DE COMITÊ DE INVESTIMENTOS E OUTROS CONTROLES

PORTARIA MPS N 170/2012 DE 25 DE ABRIL DE 2012 IMPLEMENTAÇÃO DE COMITÊ DE INVESTIMENTOS E OUTROS CONTROLES NOTA TÉCNICA N.º 008/2012 PORTARIA MPS N 170/2012 DE 25 DE ABRIL DE 2012 IMPLEMENTAÇÃO DE COMITÊ DE INVESTIMENTOS E OUTROS CONTROLES O assunto tratado na presente Nota Jurídica é de fundamental importância

Leia mais

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL - RPPS

REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL - RPPS REGIME PRÓPRIO DE PREVIDENCIA SOCIAL - RPPS Algumas Considerações sobre o RPPS e Informações sobre Municípios do Rio Grande do Norte Natal, 22 de outubro de 2015 DIEESE- ESCRITÓRIO REGIONAL DO RN Tec.

Leia mais

Nota Técnica nº 446/2010/COGES/DENOP/SRH/MP. ASSUNTO: Averbação de tempo de serviço. Referência: Processo Administrativo nº 10176.

Nota Técnica nº 446/2010/COGES/DENOP/SRH/MP. ASSUNTO: Averbação de tempo de serviço. Referência: Processo Administrativo nº 10176. MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO Secretaria de Recursos Humanos Departamento de Normas e Procedimentos Judiciais Coordenação-Geral de Elaboração, Sistematização e Aplicação das Normas Nota

Leia mais

AGRADECIMENTOS... 4 PREFÁCIO... 5 SUMÁRIO EXECUTIV O...

AGRADECIMENTOS... 4 PREFÁCIO... 5 SUMÁRIO EXECUTIV O... ÍNDICE AGRADECIMENTOS... 4 PREFÁCIO... 5 SUMÁRIO EXECUTIV O... 6 1 O ATUAL ESTÁGIO DE IMPLANTAÇÃO DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR NO SETOR PÚBLICO... 7 2 VARIÁVEIS E DADOS UTILIZADOS... 8 VARIÁVEL I... 8 VARIÁVEL

Leia mais

Ministério da Previdência Social - MPS Gabinete do Ministro - GM Assessoria de Comunicação Social - ACS Secretaria de Previdência Social - SPS Coordenação-Geral de Legislação e Normas - CGLN Previdência

Leia mais

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013

SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013 SECRETARIA DE GESTÃO PÚBLICA ORIENTAÇÃO NORMATIVA Nº 9, DE 24 DE ABRIL DE 2013 Estabelece procedimentos operacionais relacionados ao regime de previdência complementar para os servidores públicos federais

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO. PORTARIA Nº 519, DE 24 DE AGOSTO DE 2011 (Publicado no DOU nº 164, de 25 de agosto de 2011, Seção 1, página 86)

GABINETE DO MINISTRO. PORTARIA Nº 519, DE 24 DE AGOSTO DE 2011 (Publicado no DOU nº 164, de 25 de agosto de 2011, Seção 1, página 86) GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 519, DE 24 DE AGOSTO DE 2011 (Publicado no DOU nº 164, de 25 de agosto de 2011, Seção 1, página 86) Dispõe sobre as aplicações dos recursos financeiros dos Regimes Próprios

Leia mais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais

A Aposentadoria dos. Emendas Constitucionais A Aposentadoria dos Agentes Públicos P depois das Emendas Constitucionais Carlos Alberto Pereira de Castro Juiz do Trabalho Mestre em Direito Previdenciário rio Introdução Estudo da aposentadoria dos servidores

Leia mais

CONSULTA N. 809.491 EMENTA:

CONSULTA N. 809.491 EMENTA: Utilização do saldo positivo da reserva do regime próprio de previdência social para abertura de créditos adicionais suplementares. Arquivamento de notas de empenho pela administração pública CONSULTA

Leia mais

Junho / 2015. Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb

Junho / 2015. Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Junho / 2015 Dom Seg Ter Qua Qui Se Sáb 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Data 05/06 06/06 08/06 Dia 4 - Feriado Corpus Christi Obrigações Sistema de Cadastramento

Leia mais

RELATÓRIO DE ENTRADA DE DADOS DO DIPR

RELATÓRIO DE ENTRADA DE DADOS DO DIPR Exercício: 2014 Bimestre: Janeiro/Fevereiro ENTE Nome: Nova Olímpia UF: MT Endereço: AV. MATO GROSSO, Nº 175 Bairro: CENTRO CNPJ: 03.238.920/0001-30 Complemento: CEP: 78370-000 E-mail: simprev@novaolimpia.gov.br

Leia mais

Sistema CECAM (Página: 1 / 17) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago

Sistema CECAM (Página: 1 / 17) Empenho Processo CPF/CNPJ Fornecedor Descrição Mod. Lic. Licitação Valor Empenhado Valor Liquidado Valor Pago (Página: 1 / 17) Movimentação do dia 01 de Abril de 2015 31.00.00 - INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL-IPREM 31.10.00.04.122.0600.2301.33903501 - ASSESSORIA E CONSULTORIA TÉCNICA OU JURÍDICA 31.10.00.04.122.0600.2301.33903501.0411000

Leia mais

A Odontologia na Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal

A Odontologia na Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal A Odontologia na Política de Atenção à Saúde e Segurança do Trabalho do Servidor Público Federal 1 Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Departamento de Políticas de Saúde, Previdência e Benefícios

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015

PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015 PERGUNTAS FREQUENTES RECADASTRAMENTO GERAL - 2015 O que é o Recadastramento? Trata-se de uma atualização anual dos dados cadastrais de todos os servidores municipais ativos, aposentados e pensionistas

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS Palestra Tema: Formalização de Processo Administrativo na Gestão de Pessoas Aposentadoria é a contraprestação assistencial por serviços prestados, nos termos da

Leia mais

Certificação digital e SIOPS Previsão legal

Certificação digital e SIOPS Previsão legal O Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde (SIOPS) é um software desenvolvido pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS), em linguagem Delphi, com o objetivo

Leia mais

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO. São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005

O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO. São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005 O REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA NO MUNICÍPIO DE SÃO GONÇALO São Gonçalo, 14 de dezembro de 2005 Diagnóstico do Regime Próprio / IPASG (Administrativo, Operacional, Jurídico, Atuarial); Adoção de um Modelo

Leia mais

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS

REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS Teresina PI (06.12.2012) MPS Ministério da Previdência Social REGIMES PRÓPRIOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL RPPS Secretaria de Políticas de Previdência Social DEFINIÇÃO Previdência Social é que um seguro que

Leia mais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais

As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais As diversas opções de aposentadoria para os Servidores Públicos Federais Secretaria de Estudos, Pesquisas e Políticas Públicas e Secretaria de Formação Política e Sindical. SINDICATO DOS TRABALHADORES

Leia mais

PORTARIA N o 547, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014.

PORTARIA N o 547, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. PORTARIA N o 547, DE 15 DE DEZEMBRO DE 2014. Aprova o Plano de Ação Integrado do Ministério da Previdência Social, para o exercício 2015. O MINISTRO DE ESTADO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, no uso das atribuições

Leia mais

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARTILHA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA O servidor público e as alterações do seu regime previdenciário Jose Luis Wagner Luciana Inês Rambo Flavio Alexandre Acosta Ramos Junho de 2009 1 1. Introdução Desde

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA - IN INSS/DC Nº 118, de 14042005

INSTRUÇÃO NORMATIVA - IN INSS/DC Nº 118, de 14042005 INSTRUÇÃO NORMATIVA - IN INSS/DC Nº 118, de 14042005 Art.365. Serão encaminhados para o Programa de Reabilitação Profissional, por ordem de prioridade: I o beneficiário em gozo de auxílio-doença, acidentário

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS

CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS NOTA Nº 77/2014 CGNAL/DRPSP/SPPS/MPS Brasília, 07 de outubro de 2014. CONSIDERAÇÕES SOBRE A VEDAÇÃO DE INCLUSÃO DE PARCELAS TEMPORÁRIAS NOS BENEFÍCIOS CONCEDIDOS PELOS RPPS Diversas dúvidas têm sido apresentadas

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES DIPR (PERGUNTAS E RESPOSTAS)

DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES DIPR (PERGUNTAS E RESPOSTAS) NOTAS: DEMONSTRATIVO DE INFORMAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS E REPASSES DIPR (PERGUNTAS E RESPOSTAS) 1- Este "Perguntas e Respostas" foi elaborado com a finalidade de auxiliar os entes federativos a compreender

Leia mais

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede

GESTÃO. Educacional. www.semeareducacional.com.br. Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede GESTÃO Educacional A P R E S E N T A Ç Ã O www.semeareducacional.com.br Sistema Municipal de Excelência ao Atendimento da Rede A EXPANSÃO TECNOLOGIA Nossa MISSÃO: Transformação de Dados em Informação Transformação

Leia mais

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB. Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009

CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB. Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009 CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB Marcelo Augusto Sabbatini Passos Técnico Contábil MPGO Março/2009 FISCALIZAÇÃO DO FUNDEB pelo órgão de Controle Interno no âmbito da União (Controladoria Geral da União

Leia mais

II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre

II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre II SEMINÁRIO ASTEC: O Regime Próprio de Previdência em Porto Alegre Realização: Apoio: O Previmpa e o Cadastro Previdenciário Palestrante: Dalvin Gabriel José de Souza Atuário Previmpa Finalidade: Mediante

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO: MESTRADO EM PLANEJAMENTO E GOVERNANÇA PÚBLICA GUSTAVO ADOLFO GOMES SCHOLZ DESAFIOS DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR CURITIBA 2012 GUSTAVO

Leia mais

CDP e SADIPEM. Seminário com os gestores dos Programas de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos Estados 25/02/2015

CDP e SADIPEM. Seminário com os gestores dos Programas de Reestruturação e Ajuste Fiscal dos Estados 25/02/2015 Subsecretaria de Relações Financeiras Intergovernamentais (SURIN) Coordenação-Geral de Operações de Crédito de Estados e Municípios (COPEM) CDP e SADIPEM Seminário com os gestores dos Programas de Reestruturação

Leia mais

A política de atenção à saúde, previdência e benefícios do servidor público

A política de atenção à saúde, previdência e benefícios do servidor público A política de atenção à saúde, previdência e benefícios do servidor público 1. POLÍTICA E ATENÇÃO À SAÚDE DO SERVIDOR A ausência de uma política nacional de saúde do servidor, articulada em nível central,

Leia mais