Projeto é um empreendimento temporário, com objetivo de criar um produto, um resultado ou serviço único. Projetos podem estar integrados em um

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto é um empreendimento temporário, com objetivo de criar um produto, um resultado ou serviço único. Projetos podem estar integrados em um"

Transcrição

1 Projetos, Programas e Portfólios Projeto é um empreendimento temporário, com objetivo de criar um produto, um resultado ou serviço único. Projetos podem estar integrados em um programa, quando se relacionam com um mesmo objetivo. Portfólio de projetos pode incluir projetos, programas e outras atividades; descreve todo o trabalho para atingir um objetivo estratégico de uma empresa. 1

2 O que Gerenciar em um Projeto? O que você vai produzir? Escopo Qual o trabalho a ser feito? Recursos Humanos Quem vai fazer? do produto do projeto Tempo Custo Qualidade Qual o tempo necessário? Quanto vai custar? Com que qualidade será produzido? Aquisições Riscos Comunicação Partes Interessadas O que precisa ser adquirido? Que fatores podem interferir na execução? Quem se interessa pelo resultado? Quem são os envolvidos? Relações entre as demandas do Projeto Uma alteração no escopo do produto nos faz rever todas as demais demandas do projeto; Alterar uma demanda implica em revisão das demais, verificando seus impactos. Recursos Custo Escopo Prazo Qualidade Risco 2

3 Grupos de Processos Segundo o PMBOK 5ª edição Processos de Monitoramento e Controle Iniciação Planejamento Execução Encerramento Iniciação Objetivos da iniciação: Traduzir a expectativa do(s) cliente(s) no projeto; Analisar a viabilidade do projeto; Identificar as partes interessadas no projeto; Assegurar o entendimento dos objetivos do projeto pelas principais partes interessadas; Atribuir um líder para o projeto; Formalizar o início do projeto. 3

4 Planejamento Uma vez formalizado o novo projeto, é necessário iniciar as atividades de planejamento, começando pelo escopo do projeto; O escopo é base para o planejamento das demais gerencias do projeto: recursos humanos, tempo, aquisições, custo, qualidade, riscos e comunicação; O documento Declaração do escopo, é atualizado ao longo do ciclo de vida do projeto, em ondas progressivas e sucessivas; É o documento base para a elaboração da EAP (WBS). Execução Após as devidas aprovações dos patrocinadores do projeto, deve colocar em prática o que foi planejado; Seguir a risca o planejado é um fator chave de sucesso; Quaisquer mudanças necessárias que fujam do plano do projeto devem ser implementadas no planejamento do projeto através do Controle Integrado de Mudança ; Acompanhar todas as atividades é fundamental para garantir a execução do planejado. 4

5 Monitoramento e Controle A maioria dos projetos são perdidos durante a execução e não no planejamento; A falta de controle adequado, ou acompanhamento, pode causar desvios incorrigíveis ao projeto; Mais que controlar as ações, o gerente do projeto deve controlar as necessidades de mudanças para que as metas sejam atendidas; Dica: Centralizar as informações é mais eficiente para o controle. Encerramento Finalizar um projeto é tão bom quanto iniciá-lo, por isso a fase de encerramento de um projeto é tão importante quanto o planejamento; O encerramento de um projeto pode ocorrer em uma das três situações: O Projeto atingiu seus objetivos e o produto final foi entregue; O Projeto não poderá atingir seus objetivos; O produto do projeto não é mais necessário. Em todas as ocasiões a finalização do projeto deve ser devidamente documentada e as lições aprendidas registradas para usos futuros; O encerramento de um projeto acontece em duas partes: Encerramento Administrativo e Encerramento de todos os Contratos. 5

6 Informações do Projeto Acesso às informações globais do projeto; Na guia Projeto, selecionar Informações sobre o projeto. Calendário do Projeto Especificar os períodos úteis e os feriados do projeto. 6

7 Calendário do Projeto Na guia Projeto, selecionar Alterar Período de Trabalho. Calendário do Projeto Para alterar o período útil, selecionar a guia Semanas de Trabalho e clique em Detalhes. 7

8 Calendário do Projeto Para cada dia da semana, definir: Se será um dia útil padrão do Project (9:00 às 12:00 e 13:00 às 18:00); Se será um dia de folga ou, Se será um dia útil não padrão (informar os horários de trabalho). Calendário do Projeto Após a definição do período útil, é importante compatibilizarcom as Opções do Project. 8

9 Calendário do Projeto Calendário do Projeto Informar os feriados e dias não úteis: selecionar a guia Exceções. 9

10 Calendário do Projeto Informar os detalhes das exceções: especificar o período como Folga (Padrão). Calendário do Projeto Informar as exceções: recorrência do feriado. 10

11 Calendário do Projeto Caso preferir, pode tornar este calendário padrão para os novos projetos, selecionar o Backstage Arquivo, Informações, Organizador. Calendário do Projeto Selecionar o calendário padrão do lado direito (Projeto1) e clicar no botão Copiar para copiá-lo para o Global.mpt. 11

12 Definição de Recursos Recursos do Projeto Trabalho Material Custos Humanos Equipamentos Definição de Recursos Os recursos são criados na Planilha de Recursos; Selecionar a guia Recurso ou pela Barra de Modos, Planilha de Recursos. 12

13 Definição de Recursos Criar recursos, tipo: trabalho, material ou custo. Informações sobre os Recursos Incluir período de férias e aumento de custo nos recursos trabalho ou material; Clicar duas vezes no nome do recurso, abrirá a janela Informações sobre recurso. 13

14 Entrada da EAP no Project Incluir novas tarefas Automaticamente ou Manualmente. Entrada da EAP no Project Criar estrutura de tópicos (Fases, Pacotes de trabalho ou tarefa de resumo e tarefas) através dos botões, na guia Tarefa, no grupo Cronograma; Ou na guia Tarefa, no grupo Inserir, clicar nos botões tarefa, ou Resumo ou Etapa do projeto (milestone ou marco). 14

15 Entrada da EAP no Project Para verificar os níveis hierárquicos, inserir a coluna EDT; Ou na guia Formato, no grupo Mostrar/Ocultar, selecionar Número da Estrutura de Tópicos. Restrição de tarefa Restringirdata de início ou términoemtarefa agendada automaticamente; Clicarduas vezes na tarefa e na guia Avançado, clicar no campo Tipo de Restrição e selecionar o tipo de restrição e estabelecer a data da restrição. 15

16 Restrição de tarefa Restrições flexíveis: as tarefas podem iniciar mais cedooumaistardepossívelde acordocom as dependências entre alas; Restrições semiflexíveis: as tarefas tem um limite paraa data de iníciooude término; Restrições inflexíveis: data de início ou término exclusivamente. Calendário da tarefa A tarefapodeser planejadaparaser realizadaem outro horário que não do horário útil do projeto; Clicarduas vezes na tarefa e na guia Avançado, clicar no campo Calendário e selecionar o calendário e estabelecer se a tarefa ignora ou não o calendário do recurso. 16

17 Anotação da tarefa Clicarduas vezes na tarefa e na guiaanotações inserir informações pertinentes a ela; Ou na guia Tarefa, grupo Propriedades, selecionar o botão Anotações. Dividir tarefa Na guia Tarefa, no grupo Cronograma, selecionar Dividir tarefa(split); Ouno Gráfico de Gantt, clicarcom o lado direito do mouse emcimada barra da tarefa e arrastaro mouse para a data de reinício da tarefa. 17

18 Tarefa Inativa Na guia Tarefa, no grupo Cronograma, selecionar Inativa; Ouno Gráfico de Gantt, clique com o lado direito do mouse emcimado nomeda tarefae selecionar Desativar Tarefa. A tarefa quando inativa, todas as suas informações não ficam mais contidas no projeto. Tarefa Inativa 18

19 Prazo Final Determinar uma data de prazo final em uma tarefa; Clicar duas vezes na tarefa, na guia Avançado, determinar a data. Prazo Final No Gráfico de Gantt aparece uma seta informando a data determinada. 19

20 Alocação de Recursos Na tabelade entradade tarefas, no nívelmaisbaixoda EAP, ou seja nas tarefas, alocar os recursos; Na guia Recurso, no grupo Atribuições, selecionar Atribuir recursos; Ouclicarduasvezesnatarefae najanelaquese abre, selecionar a guia Recursos; Ouatravésdo campo Nome dos Recursos; Ou pelo formulário de tarefas. Durações no MS Project Tempo Útil Tempo decorrido mins = minutos minsd hrs = horas hrsd dias = dias diasd sems = semanas semsd meses = meses mesesd 20

21 Estimando as durações das atividades 41 Atividades controladas pelo empenho Atividades controladas pelo empenho possuem sua duração alterada à medida que o número de recursos alocados é alterado. Por exemplo, uma atividade com 80 horas de trabalho programadas, requer 10 dias de prazo para ser concluída, com um recurso alocado 100% Ao alocar mais um recurso, a duração será alterada para 5 dias (cada recurso irá trabalhar 40 horas) 21

22 Atividades controladas pelo empenho Selecione duas vezes a tarefa, na guia Avançado selecionar Controlada pelo empenho. Tipo de Tarefa O padrão da coluna tipo quando alterado a quantidade de recurso alocados é (duração=trabalho/unidades): Tipo de tarefa Controlado pelo empenho Alteração Unidade Fixa Sim reduz a duração da tarefa Unidade Fixa Não aumenta a quantidade de horas de trabalho Duração Fixa Sim reduz a quantidade de horas de trabalho, mantendo a duração e o trabalho Duração Fixa Não aumenta a quantidade de horas de trabalho Trabalho Fixo Sim reduz a duração da tarefa 22

23 Tipo de Tarefa Estimativa de Custos O MS Project trabalha com dois tipos de custos em projetos: Custo Variável: Provém da alocação de recursos humanos, materiais e equipamentos no projeto em cada tarefa. Custo Fixo: Informado diretamente na atividade, é o custo que não depende da alocação do recurso e nem da duração da tarefa. 23

24 Estimativa de Custos Alterar para tabela de custos das tarefas: Estimativa de Custos 24

25 Dependências entre atividades As dependências estabelecem a lógica de execução do projeto; O uso de dependência entre atividades é o que torna o cronograma um instrumento dinâmico; O caminho crítico do projeto é dado pelas durações e dependências entre as atividades. Tipos de dependências Término a Início (TI) Uma atividade deve terminar para que a outra possa iniciar, altera a data de início e término da sucessora. 25

26 Tipos de dependências Início a Início (II) As atividades iniciam ao mesmo tempo. Tipos de dependências Término a Término (TT) As atividades terminam no mesmo tempo. 26

27 Tipos de dependências Início a Término (IT) Uma atividade só é concluída quando a outra inicia, altera a data de início da predecessora. Latência É um intervalo de tempo definido entre a predecessora e a sucessora da ligação de dependência; Pode ser positivo ou negativo; Pode ser estabelecido em tempo útil, tempo decorrido ou em termos de percentual (de acordo com duração da atividade predecessora). 27

28 Latência Término a Início (TI) com latência positiva Término a Início (TI) com latência negativa Latência Início a Início (II) com latência positiva Início a Início (II) com latência negativa 28

29 Latência Término a Término (TT) com latência positiva Término a Término (TT) com latência negativa Latência Início a Término (IT) com latência positiva Início a Término (IT) com latência negativa 29

30 Dependências entre tarefas Pelo Gantt: Clicar no meio da barra da atividade predecessora, arrastar e soltar na atividade sucessora da ligação; Pela Guia Tarefa grupo Cronograma: Marcar a atividade predecessora e a sucessora na tabela da tela Gráfico de Gantt e clicar no botão (Use a tecla SHIFT para marcar uma área ou CONTROL para atividades não consecutivas); Pelo campo Predecessoras: Na atividade sucessora, informar o ID da atividade predecessora. Se a atividade tiver mais de uma predecessora, separar a lista com ; ; Clicar duas vezes na atividade Sucessora, na janela que se abre na guia Predecessoras, clicar na coluna Nome da Tarefa e na seta de drop-down selecionar a tarefa predecessora, definir a dependência na coluna Tipo e a Latência. Clicar OK. Observação: O Project cria por padrão as ligações sempre do tipo Término a Início. Caminho Crítico 15 dias 10 dias 2 dias 30

31 Caminho Crítico Cálculo das datas mais cedode início e término dias dias dias Caminho Crítico Cálculo das datas mais tarde de início e término dias dias dias 17 31

32 Caminho Crítico dias dias Atividades sem folga, são consideradas críticas Atividades com folga no prazo, são consideradas tarefas não críticas 16 2 dias 17 Caminho Crítico Com as durações estimadas e o seqüenciamento das atividades concluído, é possível identificar o caminho crítico do projeto; O caminho crítico é composto pelas atividades que determinam a duração do projeto; As atividades críticas não possuem folga na sua duração, e qualquer atraso causará alteração na data de término e na duração projeto. 32

33 Caminho Crítico Na guia Formato, grupo Estilos de Barra, selecionar Tarefas Críticas. Super Alocação de recursos Verificar a super alocação através da coluna Indicadores; Ou no modo de exibição, Gráfico de recursos; Ou pela Planilha de recursos; O nome do recurso destacado em vermelho indica a super alocação. 33

34 Super Alocação de recursos No Gráfico de Recursos, na guia Exibição, no grupo Modo Divisão, selecionar Detalhes e na seta de drop down selecionar Gráfico de Gantt; Através desta tela, acompanhar as atividades que ocorrem simultaneamente e resolver a Super Alocação; Através da janela inferior, deve-se resolver a super alocação dos recursos substituindo recursos, ou alterando as relações de dependências ou alocando mais recursos nas atividades ou fazer split. Super Alocação de recursos 34

35 Super Alocação de recursos Ou na guia Recurso, no grupo Nível, selecionar Opções de Redistribuição. Super Alocação de recursos Na janela que se abre, selecionar o intervalo de redistribuição, a ordem de redistribuição e, redistribuir atrasando ou não o projeto. 35

36 Linha de base Representa o planejamento aprovado do projeto; Preserva as seguintes informações das tarefas e do projeto: Duração, Datas de Início e Término; Trabalho e; Custo. É estática, e não deve ser alterada ao longo do projeto, a menos que haja uma mudança aprovada no escopo. Linha de base No Gantt de Controle, selecionara guiaprojeto, no grupocronograma, selecionardefinir Linha de Base. 36

37 Linha de base Na janela que se abre, selecionar Projeto inteiro e OK. Linha de base No Ganttde Controle, as barras são mais finas, pois o espaço será completado com as barras da linha de base; Apresenta o percentual de execução ao lado direito da atividade; Mostra o caminho crítico. 37

38 Data de Status A data de status representa a data da atualização dos dados reais das atividades do projeto; Para informar a data de status, selecionar a guia Projeto, no grupo Propriedades, selecionar Informações sobre o projeto, ou no grupo Status. Data de Status Pode exibir uma linha no cronograma representando a data de status; Na guia Formato, no grupo Formatar, selecionar Linhas de Grade. 38

39 Informação dos Dados Reais Para informar dados reais da tarefa: Na guia Tarefa, no grupo Cronograma, selecionar Atualizar como agendado, caso a tarefa foi executada conforme planejada; Ou adicionar as colunas Início Real e Término Real; Ou alterar para a tabela Controle e informar as datas reais nas colunas. Informação dos Dados Reais 39

40 Informação dos Dados Reais Informar as datas reais e, se precisar de mais tempo para o término da tarefa, indicar a nova duração restante. Análise e Reprogramação do Projeto Após a informação dos dados reais das tarefas, comparar a nova programação com a linha de base para verificar se o projeto está: Atrasado, adiantado ou dentro do prazo; Ou acima, abaixo ou dentro do orçamento; Ou consumindo mais ou menos esforço de trabalho que o planejado. 40

41 Estatísticas do projeto É possível verificar a qualquer momento a estatística do projeto; Na guia Projeto, no grupo Propriedades, clicar em Informações do projeto, e na janela que se abre clicar no botão Estatísticas. Gerenciamento de Valor Agregado Gerenciamento de Valor Agregado é uma metodologia usada para medir corretamente o desempenho de um projeto em termos de prazos e custos; O Valor Agregado se baseia no custo do trabalho realizado até uma determinada data para calcular os índices de desempenho do projeto. 41

42 Gerenciamento de Valor Agregado Data atual Atividades Concluídas até a data Quanto planejamos gastar? (Valor Planejado ou Custo Orçado do Trabalho Agendado) Quanto custou o que produzimos até aqui? (Custo Real ou Custo Real do Trabalho Realizado) Quanto vale o que produzimos? (Valor Acumulado ou Custo Orçado do Trabalho Realizado ) Gerenciamento de Valor Agregado Data Atual Valor Planejado (VP ou COTA): Valor Real Gasto (CR ou CRTR): Valor Acumulado (VA ou COTR): R$ 4.000,00 R$ 2.700,00 R$ 3.000,00 42

43 Gerenciamento de Valor Agregado IDA - Índice de Desempenho de Agendamento IDA ou SPI (Schedule Performance Index) = VA / VP IDA = 3.000,00 / 4.000,00 IDA = 0,75 IDA < 1 Projeto Atrasado Menos Trabalho IDA = 1 Projeto no Prazo Valor Planejado (VP): Valor Real Gasto (CR): Valor Acumulado (VA): R$ 4.000,00 R$ 2.700,00 R$ 3.000,00 IDA > 1 Projeto Adiantado Mais Trabalho Gerenciamento de Valor Agregado IDC - Índice de Desempenho de Custo IDC ou CPI (CostPerformance Index) = VA / CR IDC = 3.000,00 / 2.700,00 IDC = 1,11 IDC < 1 Projeto Acima do Orçamento IDC = 1 Projeto dentro do Orçamento Valor Planejado (VP): Valor Real Gasto (CR): Valor Acumulado (VA): R$ 4.000,00 R$ 2.700,00 R$ 3.000,00 IDC > 1 Projeto abaixo do Orçamento 43

44 Gerenciamento de Valor Agregado Gerenciar o projeto de desenvolvimento de um sistema, composto de 4 módulos; Para otimizar o tempo de desenvolvimento, montou-se quatro equipes que trabalharão em paralelo. Gerenciamento de Valor Agregado Como os módulos são similares em termos de complexidade, a EAP foi criada desta maneira: 44

45 Gerenciamento de Valor Agregado Após 20 dias, cada projeto estava na seguinte situação: Módulo 1 Módulo 2 Módulo 3 Módulo 4 Projeto R$ Desenv. R$ Projeto R$ Desenv. R$ Projeto R$ Desenv. R$ Projeto R$ Desenv. R$ Implant. R$ Operação R$ Implant. R$ Operação R$ Implant. R$ Operação R$ Implant. R$ Operação R$ CR: CR: CR: CR: VP: VP: VP: VP: VA: VA: VA: VA: IDA: 0,50 IDA: 0,50 IDA: 1,50 IDA: 1,00 IDC: 0,89 IDC: 1,36 IDC: 0,88 IDC: 1,00 Acima do prazo e Acima do custo Acima do prazo e abaixo do custo Abaixo do prazo e acima do custo Dentro do prazo e dentro do custo Gerenciamento de Valor Agregado IDA Melhorar desempenho de custo 1,1 IDC Melhorar desempenho de prazo e custo Melhorar desempenho de prazo 45

46 Relatórios Principais relatórios utilizados: Impressão do Cronograma do Projeto; Relatório Sumário do Projeto; Relatório Quem faz o que para delegação das atividades aos envolvidos; Relatório Fluxo de Caixa com informações sobre o desembolso do projeto. Relatórios Na guia Projeto, na guia Relatórios, selecionar Relatórios. 46

47 Relatórios Selecionar o relatório Resumo do Projeto. (mostra as estatísticas do projeto) Relatórios Em Atribuições, selecionar o relatório Quem faz o que e, depois, Quem Faz o que e quando. 47

48 Relatórios Em Custos, selecionar o relatório Fluxo de Caixa. Relatórios Visuais Selecionar a guia Projeto, no grupo Relatórios, selecionar Relatórios Visuais. 48

49 Relatórios Visuais Os relatórios visuais permitem visualizar os dados do projeto em relatórios em Tabela e gráfico dinâmico no Microsoft Office Excel, ou no Microsoft Visio. Filtro Personalizado Na guia Exibição, no grupo Dados, selecionar Filtro: escolha um filtro padrão do Project para aplicar; Ou selecionar Mais Filtros, para personalizar. 49

50 Filtro Personalizado Selecionar Mais Filtros; Escolher o tipo de filtro; Tarefa ou Recurso; Na janela que se abre selecionar Novo. Filtro Personalizado Insirirum nome para o filtro na janela que se abre; Selecionar Mostrar no menu para exibir o nome do filtro no submenu Filtro para. 50

51 Filtro Personalizado Clicar na coluna Nome do campo e selecionar um campo do qual conteúdo você deseja filtrar; Na coluna Teste, selecionar um item de comparação; Na coluna Valor(es), insirirnúmeros, datas ou texto a partir dos quais o conteúdo do campo será filtrado. Filtro Personalizado Filtro Interativo: O filtro Interativo exibe uma caixa de diálogo para inserir critérios cada vez que aplicar um filtro; Digitar uma mensagem entre aspas, seguida de um ponto de interrogação (?) na coluna Valor(es). 51

52 Grupo Personalizado Na guia Exibição, no grupo Dados, selecionar Agrupar, e escolher um grupo padrão para aplicar; Ou clicar em Mais grupos, para personalizar. Grupo Personalizado Selecionar Mais Grupos; Na caixa de diálogo Mais grupos, escolher o tipo de grupos; Tarefa ou Recurso; Clicar no botão Novo. 52

53 Grupo Personalizado Inserir um nome para o grupo na caixa de diálogo Definição de grupo; Selecionar Mostrar no menu para exibir o nome do grupo no submenu Agrupar por. Grupo Personalizado Clicar na coluna Nome do campo e selecionar um campo do qual deseja agrupar; Na coluna Ordem, selecionar Crescente ou Decrescente. 53

54 Classificar Classificar os dados do projeto, na guia Exibição, grupo Dados, selecionar Classificar; Ou clicar em Classificar por. Classificar Em Classificar por, selecionar até três critérios. 54

55 Campos Personalizados São campos para incluir informações adicionais de seu interesse, como textos, números, sinalizadores e fórmulas, etc. Na guia Projeto, no grupo Propriedades, selecionar Campos Personalizados. Campos Personalizados Campos Personalizados Na janela que se abre, selecionar o Tipo do campo, renomear o campo, no botão Fórmula, atribuir fórmula ao campo ou, criar Indicador Gráfico para o novo campo. 55

56 Campos Personalizados Criar um campo com fórmula. Campos Personalizados 56

57 Campos Personalizados Criar um campo utilizando Indicadores Gráficos; Informar no campo teste, os critérios, no campo Valores informar um campo ou uma informação e, escolher imagem no campo Imagem. Campos Personalizados Inserir o campo na Planilha de Gantte verificar os indicadores gráficos. 57

58 Comparar Projetos Comparar as versões do projeto, na guia Projeto, no grupo Relatórios, selecionar Comparar Projetos. Comparar Projetos Na janela que se abre, no botão Procurar, selecionar a versão anterior, e depois selecionar as tabelas de Tarefas e de Recursos; Abrirá outro arquivo designado Relatório de Comparação. 58

59 Linha do Tempo Ferramenta onde é inserido os itens do projeto; Na guia Exibição, no grupo Modo Divisão, selecionar Linha do Tempo; Ou na guia Tarefa, no grupo Exibir, Linha do Tempo; Ou pela barra de modos, em Mais modos de exibição, na janela que se abre, Linha do Tempo. Linha do Tempo Selecionar a linha do tempo, na guia Formato. 59

60 Suporte pelo Obrigado! 60

Microsoft Project 2003

Microsoft Project 2003 Microsoft Project 2003 1 [Módulo 4] Microsoft Project 2003 2 Definindo durações Inter-relacionamentorelacionamento Caminho crítico Microsoft Project 2003 3 1 Duração das Atividades Microsoft Project 2003

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES

GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES GUIA DE AUXÍLIO PARA GERENCIAMENTO DE PROJETOS METODOLOGIA IFES SUMÁRIO 1. PREENCHIMENTO DA PLANILHA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS...3 1.1 Menu...3 1.2 Termo de Abertura...4 1.3 Plano do Projeto...5 1.4

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

Capítulo 6. Trabalhando com Tarefas

Capítulo 6. Trabalhando com Tarefas Capítulo 6 Trabalhando com Tarefas 94 4.1 INSERINDO TAREFAS INSERINDO UMA NOVA TAREFA A base para o desenvolvimento do projeto são as tarefas que serão executadas por ele. Sem essa informação não há como

Leia mais

Neste curso, seguiremos um tutorial de aprendizado. Este tutorial, por sua vez, segue as nossas etapas essenciais de planejamento como visto abaixo.

Neste curso, seguiremos um tutorial de aprendizado. Este tutorial, por sua vez, segue as nossas etapas essenciais de planejamento como visto abaixo. 1. Criação e Edição de Projetos 1.1. Visão Geral: Neste curso, seguiremos um tutorial de aprendizado. Este tutorial, por sua vez, segue as nossas etapas essenciais de planejamento como visto abaixo. Planejamento

Leia mais

Trabalho Interdisciplinar. MS Project

Trabalho Interdisciplinar. MS Project Aula Prática: Introdução ao Microsoft Project Professional MS Project Como vimos em nossas aulas, a EAP Estrutura Analítica do Projeto é o primeiro passo para criar um cronograma de um projeto estruturado.

Leia mais

Capítulo 7. Sequenciamento das Tarefas

Capítulo 7. Sequenciamento das Tarefas Capítulo 7 Sequenciamento das Tarefas 125 5.1 RELACIONAMENTO ENTRE TAREFAS Para que o cronograma do projeto seja executado corretamente e as mudanças inseridas seja calculadas de forma correta é importante

Leia mais

Guia Prático, de utilização da Metodologia Basic Methodware, no Serena OpenProj versão 1.4. A3.1 Criando um Projeto no Serena OpenProj

Guia Prático, de utilização da Metodologia Basic Methodware, no Serena OpenProj versão 1.4. A3.1 Criando um Projeto no Serena OpenProj Guia Prático, de utilização da Metodologia Basic Methodware, no Serena OpenProj versão 1.4 Aplicação no Projeto exemplo: Treinamento em Gerenciamento de Projetos Colaboração: Flávio Giovani Brasil de Carvalho

Leia mais

MANUAL COMO CRIAR UM PROJETO

MANUAL COMO CRIAR UM PROJETO MANUAL COMO CRIAR UM PROJETO MICROSOFT PROJECT 2010 Menu: Projeto > Informações do Projeto 1º Passo: Criando um novo projeto Um projeto pode ser agendado a partir da Data de inicio do projeto ou Data de

Leia mais

Projeto Churrasco dos Sonhos

Projeto Churrasco dos Sonhos www.gerentedeprojeto.net.br Projeto Churrasco dos Sonhos Definindo atividades Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL Sumário Introdução... 4 Definição de Atividades... 6 Marcos ou Milestones...

Leia mais

Capítulo 8. Recursos

Capítulo 8. Recursos Capítulo 8 Recursos 138 TRABALHANDO COM RECURSOS CRIANDO A LISTA DE RECURSOS DO PROJETO Para completarmos o planejamento precisamos listar os recursos que serão utilizados no projeto. Esse processo é feito

Leia mais

Microsoft Project 2003

Microsoft Project 2003 [Módulo 1] Microsoft Project 2003 Apresentação do software 1 Características do Software. Principal ferramenta para o Gerenciamento de Projetos; Versátil, fácil utilização e interface prática; Uso da Internet

Leia mais

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003

Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 Capítulo 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 29 3.1 GERENCIAMENTO DO ESCOPO O Gerenciamento do Escopo do Projeto engloba os processos necessários para assegurar que o projeto inclua todas

Leia mais

Material Adicional Project

Material Adicional Project Sumário Relatórios Project 2013... 1 Verificar Exemplos... 2 Relatório Personalizado do Histograma de Recursos... 2 O que é o EP Lean?... 9 Próximos Cursos (a Pedidos)... 12 Relatórios Project 2013 A parte

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS SERENA OPEN PROJ FABIANO KEIJI TAGUCHI ESTE MATERIAL TEM UM OBJETIVO DE COMPLEMENTAR OS ASSUNTOS ABORDADOS DENTRO DE SALA DE AULA, TORNANDO-SE UM GUIA PARA UTILIZAÇÃO DA FERRAMENTA

Leia mais

MS Project 2007 MS Project 2007 1

MS Project 2007 MS Project 2007 1 1 1. Introdução Utilizando o Microsoft Office em seu dia a dia O Microsfot Office 2007 é uma família de produtos criada para atender às necessidades atuais de gerenciamento de recursos e de trabalho nas

Leia mais

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo :

Para inserir custo fixo às tarefas, siga os passos abaixo : Capítulo 9 Custos 166 CUSTOS INSERINDO CUSTO FIXO AO PROJETO O custo total do projeto é o custo total de recurso somado ao custo total de custos fixos. O custo com recurso já é computado quando alocamos

Leia mais

ANÁLISE DE PROJETO NO TEMPO. Construção de uma pequena casa: Código Tarefa Duração Precedências

ANÁLISE DE PROJETO NO TEMPO. Construção de uma pequena casa: Código Tarefa Duração Precedências CAPÍTULO 3 ANÁLISE DE PROJETO NO TEMPO Exemplo Construção de uma pequena casa: Código Tarefa Duração Precedências (semanas) 1 Preparo do terreno 2 --- 2 Fundações 3 1 3 Alvenaria 3 2 4 Esgotos 1 2 5 Telhado

Leia mais

Microsoft Project 98

Microsoft Project 98 1 FEA/USP - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP Disciplina EAD-651 Modelos de Redes Introdução ao Microsoft Project 98 Prof. Antonio Geraldo da Rocha Vidal Outubro/2003 2 SUMÁRIO

Leia mais

Capítulo 13. Valor Agregado (Earned Value)

Capítulo 13. Valor Agregado (Earned Value) Capítulo 13 Valor Agregado (Earned Value) 228 TRABALHANDO COM VALOR AGREGADO (EARNED VALUE) Uma das maneiras de acompanhar os gastos de um projeto é a tabela de Valor Acumulado ou Valor Agregado. Essa

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Project 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Rogério Fernandes da Costa rogerio@nrsystem.com

Rogério Fernandes da Costa rogerio@nrsystem.com Rogério Fernandes da Costa rogerio@nrsystem.com Rogério Fernandes da Costa MBA em Gestão de Projetos pelo Centro Universitário de Santo André. Vivência em projetos em empresas como Termomecânica, FIESP

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Project 2013 apresenta uma aparência diferente das versões anteriores; desse modo, criamos este guia para ajudá-lo a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas

Leia mais

Introdução ao Planejamento de Projetos

Introdução ao Planejamento de Projetos Sumário i Sumário 1. Introdução ao Planejamento de Projetos... 1 1.1. Conceitos de Planejamento e Gerenciamento de Projeto... 1 1.2. Função do MS Project... 1 2. Conhecendo o MS Project... 3 2.1. Área

Leia mais

Microsoft Project 2010 Professional

Microsoft Project 2010 Professional Introdução ao Microsoft Project 2010... 4 Conceitos sobre Gerenciamento de Projetos... 4 Iniciando... 4 Apresentação da Tela... 4 Extensões do Project... 5 Teclas de Navegação... 5 Modos de Visualização

Leia mais

Funções básicas Cronograma Cronograma Funções Básicas

Funções básicas Cronograma Cronograma Funções Básicas Funções Básicas Fevereiro 2015 - 1) Selecionar o menu Portfólio > Projetos, clique para janela projetos abrir. 2) Selecione botão incluir para abrir um projeto. Preencha os campos obrigatórios nos Dados

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br. MS Project 2007 Básico

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br. MS Project 2007 Básico MS Project 2007 Básico 1 INTRODUÇÃO 3 O QUE É PROJETO? 3 O QUE É PROGRAMA? 3 GESTÃO DE PROJETOS 3 GERENCIAMENTO DE PROJETOS 3 HABILIDADES DO GERENTE DE PROJETOS 4 PROCESSOS DA GERÊNCIA DE PROJETOS 4 O

Leia mais

APOSTILA MS-PROJECT CONCEITOS BÁSICOS

APOSTILA MS-PROJECT CONCEITOS BÁSICOS APOSTILA MS-PROJECT CONCEITOS BÁSICOS GRUPO CMA PLANEJAMENTO Sumário Visão Geral:... 4 Barra de Menus... 5 Barra de Ferramentas Padrão... 6 Barra de Formatação... 7 Barra de Modos... 8 Principais Visões:...

Leia mais

Channel. Gerenciamento de Projetos. Tutorial. Atualizado com a versão 4.2

Channel. Gerenciamento de Projetos. Tutorial. Atualizado com a versão 4.2 Channel Gerenciamento de Projetos Tutorial Atualizado com a versão 4.2 Copyright 2009 por JExperts Tecnologia Ltda. todos direitos reservados. É proibida a reprodução deste manual sem autorização prévia

Leia mais

Sistema de Planejamento

Sistema de Planejamento Sistema de Planejamento Copyright 2013 by Softplan Rod. José Carlos Daux, km 1, Nº 10 Centro de Tecnologia Ilhasoft - ParqueTecAlfa João Paulo CEP 88030-000 Florianópolis SC Telefone: (48) 3027-8000 Homepage:

Leia mais

Microsoft Project 2007

Microsoft Project 2007 www.gerentedeprojeto.net.br Microsoft Project 2007 Criando a EAP Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL Sumário Estrutura Analítica do Projeto (EAP)... 3 Criar a EAP e o dicionário da EAP...

Leia mais

MS- Project 2003 - USANDO O CALENDÁRIO - USANDO O DIAGRAMA DE REDE - ADICIONANDO TEXTOS E DESENHOS LIVRES AO DIAGRAMA DE REDE

MS- Project 2003 - USANDO O CALENDÁRIO - USANDO O DIAGRAMA DE REDE - ADICIONANDO TEXTOS E DESENHOS LIVRES AO DIAGRAMA DE REDE Introdução - O MS-PROJECT - O QUE O MS-PROJECT PODE FAZER - CARACTERÍSTICAS DO MS-PROJECT - RECURSOS DO AMBIENTE WINDOWS Iniciando o MS-Project - OS MODOS DE EXIBIÇÃO DO MS-PROJECT - PRINCIPAIS MODOS DE

Leia mais

Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do Projeto

Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do Projeto ENAP Diretoria de Desenvolvimento Gerencial Coordenação Geral de Educação a Distância Gerência de Projetos - Teoria e Prática Conteúdo para impressão Módulo 2: Gerenciamento de Escopo, Tempo e Custos do

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Custos Metodologia Aula Teórica Exemplos e Exercícios práticos Questões de concursos anteriores Metodologia e Bibliografia Bibliografia PMBOK, 2004. Project Management

Leia mais

Udinart Prata Rabelo. PET Civil UFC

Udinart Prata Rabelo. PET Civil UFC MS PROJECT Udinart Prata Rabelo PET Civil UFC Sumário 1. INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS... 3 1.1. Definição de Projeto... 3 1.2. Ciclo de Vida de um Projeto... 3 1.2.1. Fases no Ciclo de Vida

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM A FERRAMENTA GPEx INSTRUTORES: JOÃO AUGUSTO ALEXANDRIA DE BARROS

GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM A FERRAMENTA GPEx INSTRUTORES: JOÃO AUGUSTO ALEXANDRIA DE BARROS GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM A FERRAMENTA GPEx INSTRUTORES: JOÃO AUGUSTO ALEXANDRIA DE BARROS REFERÊNCIAS Um Guia de Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK @ ), 5ª edição, PMI, 2013; Normas

Leia mais

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007

ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 ANDRÉ APARECIDO DA SILVA APOSTILA BÁSICA SOBRE O POWERPOINT 2007 CURITIBA 2015 2 SUMÁRIO INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007... 3 JANELA PRINCIPAL... 3 1 - BOTÃO OFFICE... 4 2 - FERRAMENTAS DE ACESSO

Leia mais

Análise e Acompanhamento de Projetos. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 54p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Análise e Acompanhamento de Projetos. / NT Editora. -- Brasília: 2013. 54p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor Clorisval Gomes Pereira Júnior Possui graduação em Desenho Industrial pela Universidade de Brasília (1993), graduação em Educação Artística pela Universidade de Brasília (1989) e mestrado em Design

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres. GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM MS PROJECT aula1

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres. GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM MS PROJECT aula1 TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - TI Elaborado e adaptado por: Prof.Mestra Rosimeire Ayres GERENCIAMENTO DE PROJETOS COM MS PROJECT aula1 O que é Gerenciamento de um Projeto? De acordo om a Guide to the Project

Leia mais

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos

Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Gestão de Projetos Ferramentas e Softwares para Gerenciamento de Projetos Aula 1 Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com http://www.bolinhabolinha.com Apresentação Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com

Leia mais

Unidade II. Outras ferramentas que também auxiliam o gerenciamento de projetos são: WBS, gráficos Gantt, PERT/CPM, ECD, entre outros.

Unidade II. Outras ferramentas que também auxiliam o gerenciamento de projetos são: WBS, gráficos Gantt, PERT/CPM, ECD, entre outros. GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Unidade II 2 FERRAMENTAS PARA GESTÃO DE PROJETOS A gestão de projeto como já visto no capítulo anterior é uma tarefa trabalhosa que requer muito controle. Assim, para ajudar

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Projeto Churrasco dos Sonhos

Projeto Churrasco dos Sonhos www.gerentedeprojeto.net.br Projeto Churrasco dos Sonhos Criando a EAP Analítica Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL Sumário Estrutura Analítica do Projeto (EAP)... 3 Criar a EAP e o dicionário

Leia mais

Apresentação do Professor. Ferramentas de Software para Gestão de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini 20/11/2013

Apresentação do Professor. Ferramentas de Software para Gestão de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini 20/11/2013 Apresentação do Professor Ferramentas de Software para Gestão de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Formação Acadêmica: Bacharel em Sistemas de Informação Pós graduado em Didática e Metodologia para

Leia mais

Microsoft Office PowerPoint 2007

Microsoft Office PowerPoint 2007 INTRODUÇÃO AO MICROSOFT POWERPOINT 2007 O Microsoft Office PowerPoint 2007 é um programa destinado à criação de apresentação através de Slides. A apresentação é um conjunto de Sides que são exibidos em

Leia mais

30/10/2012. Ciclo de vida típico. Módulo: Projeto de Investimento e Financiamento 2º sem 2012. Objetivos

30/10/2012. Ciclo de vida típico. Módulo: Projeto de Investimento e Financiamento 2º sem 2012. Objetivos Gestão financeira GESTÃO DE PROJETOS 2 Planejamento, execução e conclusão do projeto Módulo: Projeto de Investimento e Financiamento 2º sem 2012 Objetivos Compreender os passos e requisitos de um plano

Leia mais

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica

Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Aula 09 - Atualização de uma tabela dinâmica. Sumário. Atualizando a tabela dinâmica Sumário Atualizando a tabela dinâmica Exibição de páginas em planilhas separadas Detalhando / ocultando os dados da planilha Gráfico dinâmico Gráfico dinâmico (cont.) Alterando a formatação do gráfico

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando o cronograma do projeto Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Definição das atividades. Sequenciamento das atividades. Estimativa de recursos

Leia mais

CA Clarity PPM. Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM. Release 13.2.00

CA Clarity PPM. Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM. Release 13.2.00 CA Clarity PPM Guia do Usuário para Personalizar o CA Clarity PPM Release 13.2.00 A presente documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante

Leia mais

GPWeb Gestão de projetos

GPWeb Gestão de projetos Manual Básico do Usuário GPWeb Gestão de projetos Brasília DF, Maio de 2015 1 Sumário O que é um projeto?... 5 O que é o GPWeb?... 6 Como criar um projeto no GPWeb:... 6 As partes envolvidas: Integração/

Leia mais

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD

CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Turismo Pós-Graduação em Gestão de Negócios CICLO DE APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE MARICÁ- RJ EDITOR DE TEXTO - WORD EMENTA

Leia mais

SA-Web Performance Manager. Versão 7.0.0 Agosto 2014. Manual do Usuário

SA-Web Performance Manager. Versão 7.0.0 Agosto 2014. Manual do Usuário SA-Web Performance Manager Manual do Usuário Versão 7.0.0 Agosto 2014 Copyright 2014 Interact Solutions Ltda Lajeado, RS, Brasil. Todos os direitos reservados. Lajeado, RS - Brasil http://www.interact.com.br

Leia mais

Microsoft Project 2010 Professional

Microsoft Project 2010 Professional Introdução ao Microsoft Project 2010 A Microsoft Project e um poderoso aplicativo de gerenciamento de projetos que você pode utilizar para planejar, programar e representar praticamente as informações

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

Blog da Euax. 1) O conceito de Gerenciamento de Valor Agregado (GVA) e sua aplicação.

Blog da Euax. 1) O conceito de Gerenciamento de Valor Agregado (GVA) e sua aplicação. 1 de 6 09/12/2011 17:10 Blog da Euax Euax Gestão de Projetos // A Euax é uma empresa dedicada a projetos. Nossa missão é prover melhores resultados na gestão de projetos de nossos clientes e parceiros,

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Usando o MS Project 2010 em Gerenciamento de Projetos

Usando o MS Project 2010 em Gerenciamento de Projetos Darci Prado Usando o MS Project 2010 em Gerenciamento de Projetos SEÇÃO A: CONHECIMENTOS BÁSICOS SEÇÃO A-1: PLANEJAMENTO DE UM PROJETO 1. Uso do Computador em Gerenciamento de Projetos: o MS-Project........................

Leia mais

Microsoft Project 2003 Professional. 12/2006 Versão 1.2

Microsoft Project 2003 Professional. 12/2006 Versão 1.2 Microsoft Project 2003 Professional 12/2006 Versão 1.2 Todos os direitos reservados para Alfamídia LTDA. AVISO DE RESPONSABILIDADE As informações contidas neste material de treinamento são distribuídas

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

Temporada de Minicursos. MS Project

Temporada de Minicursos. MS Project Temporada de Minicursos MS Project Udinart Prata Rabelo PET Civil UFC Sumário 1. INTRODUÇÃO AO GERENCIAMENTO DE PROJETOS... 3 1.1. Definição de Projeto... 3 1.2. Ciclo de Vida de um Projeto... 3 1.2.1.

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Excel 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Adicionar comandos à Barra de Ferramentas

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.11.1.7-26-02-2013 Florianópolis, 26 de fevereiro de 2013. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.11.1.7 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

ATUALIZAÇÕES DE ATIVIDADES NO MS- PROJECT

ATUALIZAÇÕES DE ATIVIDADES NO MS- PROJECT S E X T A - F E I R A, 7 D E N O V E M B R O D E 2 0 0 8 ATUALIZAÇÕES DE ATIVIDADES NO MS- PROJECT 1- REPLANEJAMENTO DE ATIVIDADE NÃO INICIADA: 1.1- Atualizar a data de início alterando a antecipação ou

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Superprovas Versão 9

Superprovas Versão 9 Superprovas Versão 9 1. Introdução...2 2. Novos Recursos Adicionados...4 3. Janela Principal...7 4. Janela de Questões...11 5. Janela de Desempenho...12 6. Barras de Ferramentas...13 7. Teclas de Atalho...14

Leia mais

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1.

1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. 1. NOÇÕES BÁSICAS... 1.1. Iniciando o Excel... 1.1.1. Abrindo o Excel... 1.1.2. Encerrando o Excel... 1.2. A tela do Excel 7.0... 1.2.1. Partes da tela do Excel... Barra de fórmulas... Barra de status...

Leia mais

Ensinamos o que PRATICAMOS no dia-a-dia.

Ensinamos o que PRATICAMOS no dia-a-dia. Somos uma empresa de treinamentos técnicos, gestão e comportamentais. Através de consistentes pesquisas de mercado desenvolvemos programas de capacitação para lhe ajudar a tornar-se mais competitivo. Atuamos

Leia mais

Projeto Churrasco dos Sonhos

Projeto Churrasco dos Sonhos www.gerentedeprojeto.net.br Projeto Churrasco dos Sonhos Introdução ao MS Project 2007 Alexandre Paiva de Lacerda Costa, PMP, MCTS, ITIL Sumário GERENCIAMENTO DO TEMPO DO PROJETO... 4 Processo 6.1 Definir

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0

G-Bar. Módulo Básico Versão 4.0 G-Bar Software para Gerenciamento de Centrais de Corte e Dobra de Aço Módulo Básico Versão 4.0 Pedidos de Vendas Manual do Usuário 1 As informações contidas neste documento, incluindo links, telas e funcionamento

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice

Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia Curso Excel Avançado Índice Índice Apresentação...2 Barra de Título...2 Barra de Menus...2 Barra de Ferramentas Padrão...2 Barra de Ferramentas de Formatação...3 Barra de Fórmulas e Caixa de Nomes...3 Criando um atalho de teclado

Leia mais

Microsoft Office Excel 2007

Microsoft Office Excel 2007 1 Microsoft Office Excel 2007 O Excel é um programa dedicado a criação de planilhas de cálculos, além de fornecer gráficos, função de banco de dados e outros. 1. Layout do Excel 2007 O Microsoft Excel

Leia mais

(16 horas diurno / noturno)

(16 horas diurno / noturno) Excelência em Gestão de Projetos Curso de (16 horas diurno / noturno) São Paulo, 25 de agosto de 2008. Project Descritivo do Treinamento: Carga Horária: ria: 16 horas Participantes por turma (mínimo /

Leia mais

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point.

O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. Editor de Texto Microsoft Word 1. Microsoft Office O Microsoft Office é composto por diversos softwares, dentre eles o Word, o Excel, o Access e o Power Point. O Word é um editor de texto com recursos

Leia mais

Table of Contents. PowerPoint XP

Table of Contents. PowerPoint XP Table of Contents Finalizando a apresentação...1 Usando anotações...1 Desfazer e repetir...1 Localizar e substituir...2 Substituir...2 Efeitos de transição...3 Esquema de animação...6 Controlando os tempos

Leia mais

www.siteware.com.br Versão 2.6

www.siteware.com.br Versão 2.6 www.siteware.com.br Versão 2.6 Sumário Apresentação... 4 Login no PortalSIM... 4 Manutenção... 5 Unidades... 5 Unidades... 5 Grupos de CCQ... 5 Grupos de unidades... 6 Tipos de unidades... 6 Sistema de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos Gerenciamento de Projetos Grupo de Consultores em Governança de TI do SISP 20/02/2013 1 Agenda 1. PMI e MGP/SISP 2. Conceitos Básicos - Operações e Projetos - Gerenciamento de Projetos - Escritório de

Leia mais

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO

INTRODUÇÃO INICIANDO O WORD INSERIR TEXTO SUMÁRIO 01 - INTRODUÇÃO 02 - INICIANDO O WORD 03 - INSERIR TEXTO 04 - SALVAR UM DOCUMENTO 05 - FECHAR UM DOCUMENTO 06 - INICIAR UM NOVO DOCUMENTO 07 - ABRIR UM DOCUMENTO 08 - SELECIONAR TEXTO 09 - RECORTAR,

Leia mais

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados.

Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Windows Menu Entendendo as janelas do Windows Uma janela é uma área retangular exibida na tela onde os programas são executados. Minimizar Fechar Maximizar/restaurar Uma janela é composta de vários elementos

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO Gerente de projeto

MANUAL DO USUÁRIO Gerente de projeto MANUAL DO USUÁRIO Gerente de projeto Conteúdos 1. O gerente de projeto... 3 2. Painel de início... 4 3. Parâmetros gerais do projeto... 5 4. Designar usuários a projetos e tarefas... 6 5. Orçamento...

Leia mais

Prof. Celia Corigliano. Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS

Prof. Celia Corigliano. Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS Prof. Celia Corigliano Unidade II GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI Agenda da disciplina Unidade I Gestão de Projetos Unidade II Ferramentas para Gestão de Projetos Unidade III Gestão de Riscos em TI Unidade

Leia mais

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services

Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services - Windows SharePoint Services... Page 1 of 11 Windows SharePoint Services Guia de Introdução ao Windows SharePoint Services Ocultar tudo O Microsoft Windows

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA TREINAMENTO EM INFORMÁTICA MÓDULO V

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA TREINAMENTO EM INFORMÁTICA MÓDULO V UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA TREINAMENTO EM INFORMÁTICA MÓDULO V MACAPÁ-AP 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4

Ano III - Número 16. Versão 4.6.4 Versão 4.6.4 Sexta-feira, 08 de fevereiro de 2008 ÍNDICE 3 4 EDITORIAL NOVAS FUNCIONALIDADES 4 12 13 14 15 16 Novo Cronograma 4 5 5 6 7 8 8 9 9 10 10 Edição Rápida do Cronograma Recurso de Arrastar e Soltar

Leia mais

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral

MICROSOFT WORD 2007. George Gomes Cabral MICROSOFT WORD 2007 George Gomes Cabral AMBIENTE DE TRABALHO 1. Barra de título 2. Aba (agrupa as antigas barras de menus e barra de ferramentas) 3. Botão do Office 4. Botão salvar 5. Botão de acesso à

Leia mais

Excel Planilhas Eletrônicas

Excel Planilhas Eletrônicas Excel Planilhas Eletrônicas Capitulo 1 O Excel é um programa de cálculos muito utilizado em empresas para controle administrativo, será utilizado também por pessoas que gostam de organizar suas contas

Leia mais

GUIA PRáTICO DO SOFTWARE GPWEB. ~ VERSao 8.4.2. APLICADO À METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS BASIC METHODWARE www.beware.com.

GUIA PRáTICO DO SOFTWARE GPWEB. ~ VERSao 8.4.2. APLICADO À METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS BASIC METHODWARE www.beware.com. GUIA PRáTICO DO SOFTWARE GPWEB ~ VERSao 8.4.2 APLICADO À METODOLOGIA DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS BASIC METHODWARE www.beware.com.br DESENVOLVIMENTO: Carlos Magno da Silva Xavier e Yuri Scala A Beware

Leia mais

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS

LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS 1_15 - ADS - PRO MICRO (ILM 001) - Estudo dirigido Macros Gravadas Word 1/36 LIÇÃO 1 - GRAVANDO MACROS Macro Imprimir Neste exemplo será criada a macro Imprimir que, ao ser executada, deverá preparar a

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Jundiaí / SP QUESTÕES SIMULADAS DE GESTÃO DE PROJETOS PARA 1ª AVALIAÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO PADRE ANCHIETA Jundiaí / SP QUESTÕES SIMULADAS DE GESTÃO DE PROJETOS PARA 1ª AVALIAÇÃO QUESTÕES SIMULADAS DE GESTÃO DE PROJETOS PARA 1ª AVALIAÇÃO Gabarito: 1D, 2B, 3A, 4C, 5C, 6A, 7C, 8B, 9D, 10A, 11D, 12B, 13A, 14B, 15D, 16B, 17D, 18D, 19B Fórmulas: VC = VA - CR VPR = VA - VP IDC = VA /

Leia mais

3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos

3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos 3 Resumo de dados com Tabelas e Gráficos dinâmicos Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com São José dos Campos, 2011. 1 Sumário Tópicos em Microsoft Excel 2007 Tabela dinâmica...3 Processo de construção...3

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Mic crosoft Excel 201 0 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 4 Interface... 4 Guias de Planilha... 5 Movimentação na planilha... 6 Entrada de textos e números... 7 Congelando painéis... 8 Comentários nas Células...

Leia mais

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012

Version Notes (Notas da versão) Versão 4.10.1.8-05-12-2012 Florianópolis, 05 de dezembro de 2012. Abaixo você confere as características e funcionalidades da nova versão 4.10.1.8-05-12-2012 do Channel. Para quaisquer dúvidas ou na necessidade de maiores esclarecimentos,

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano Formatação condicional utilizando o valor da célula O que é? Algumas vezes é preciso destacar os valores, ou seja, como colocar em vermelho ou entre parênteses, os negativos, e de outra cor os positivos,

Leia mais